Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



download.jpg

Rafael Leão foi condenado pelo Tribunal Arbitral do Desporto a pagar 16,5 milhões de euros ao Sporting no processo relacionado com a rescisão de contrato unilateral, após a invasão de Alcochete. 

Esta decisão do TAD surge na sequência da queixa apresentada pelo Sporting junto da FIFA contra Rafael Leão e o Lille - o clube francês não foi alvo de qualquer castigo, uma vez que o processo acabou por ser resolvido nas instâncias nacionais, depois de a FIFA não se ter declarado competente para decidir, uma vez que o processo já estava em andamento no Tribunal Arbitral do Desporto.

A 16 de Novembro de 2018, o Sporting exigiu "pela rescisão unilateral do contrato de trabalho sem justa causa" ser indemnizado por Rafael Leão em pouco mais de 45 milhões de euros, tendo o TAD definido esse valor em 16,5 milhões de euros, levando em conta o valor de mercado do jogador na altura.

Entretanto, o Sporting foi condenado a ressarcir o jogador na quantia de 40 mil euros pela prática de assédio moral: Leão tinha pedido a 20 de Agosto de 2018 para ser indemnizado em 100 mil euros. 

Depois da rescisão, Rafael Leão assinou pelos franceses do Lille a custo zero e no último Verão foi transferido para o AC Milan por 35 milhões de euros, clube onde se encontra neste momento.

Esta decisão do TAD será passível de recurso.

O astronauta Neil Armstrong disse quando pisou a superfície lunar: "Um pequeno passo para o homem, um passo gigante para a humanidade". 

Neste caso concreto, a "humanidade" sendo o Sporting CP, mesmo considerando que o valor determinado pelo TAD é inferior ao que o Sporting tinha exigido.

Talvez por falta de conhecimentos de Direito Desportivo, mas há aqui uma questão que me incomoda: com tudo isto, o Lille, que agiu de má fé e sempre recusou negociar um acordo com o Sporting, escapa completamente ileso e ainda com 35 milhões de euros no bolso?

Nota: Os pseudo-adeptos que têm aparecido aqui a "tocar trompete" como se isto fosse uma vitória para o lunático ex-presidente destituído - sim, o repugnante BdC - deveriam recorrer à sua pouca inteligência para raciocinar e deixar de comer gelados com a testa.

publicado às 03:18

 

tribunal_lei_ordem-925x578.jpg

 

Pela primeira vez na história do futebol mundial, a justiça suíça condenou ao banco dos réus um adepto de futebol pelo lançamento de engenhos pirotécnicos, que terá ferido gravemente um espectador durante uma disputa em clubes o ano passado. O tribunal decretou a condenação do hooligan a três anos de prisão, dos quais 18 com pena suspensa.

 

O caso remonta a Fevereiro de 2016, quando um adepto do FC Lucerna, de 24 anos, fez rebentar quatro engenho pirotécnico junto de vários adeptos que ali se encontravam para assistir a um jogo de futebol. Um homem com cerca de 50 anos, teve de ser operado depois de ter sido apanhado pela explosão e perdeu parte da audição.

 

O advogado do adepto condenado ainda tentou a sua absolvição, alegando que o seu cliente tinha tomado todas as precauções antes de lançar os engenhos, mas o tribunal deu como provada a intenção destrutiva do indivíduo, com base nas câmaras de segurança do estádio do FC Lucerna.

 

Além da condenação a pena de prisão, o adepto terá ainda de pagar uma indemnização de 10.600 euros à vítima, que reclamava uma verba cinco vezes superior.

 

Reportagem de Joana Almeida, Jornal Económico

 

publicado às 06:19

 

Quando lí a notícia, em dezembro de 2012, que a Liga tinha decidido arquivar o caso de problemas com a notória «caixa de segurança» do Estádio da Luz, depreendi que o todo do processo tinha sido dado como concluído. Aparentemente, foi uma leitura errónea da minha parte, visto que surge hoje a divulgação da decisão do Conselho de Disciplina da FPF, a condenar o Sporting a indemnizar o Benfica em 360 mil euros, pelos danos supostamente provocados por adeptos sportinguistas. Embora esta decisão seja passível de recurso para o Conselho de Justiça - de quem não é expectável esperar se não mais do mesmo - não sou totalmente adverso à decisão, caso hajam provas concludentes - e não apenas circunstanciais - de que foram, em facto, adeptos do Sporting os causadores dos focos de incêndio que se verificaram nas muito publicitadas imagens. 

 

Colateralmente associado ao caso e que o órgão federartivo deveria igualmente analisar - mas que não fará, à conveniência - é a essência da causa dos problemas, designadamente o acentuado desrespeito e inerente provocação pelo «timing» da inauguração da referida caixa, pela premeditada e maliciosa decisão dos dirigentes encarnados. Não obstante o incidente, em si, não vejo a necessidade deste tipo de estrutura em qualquer estádio nacional e, salvo erro, o clube da Luz é o único que adoptou medidas de alegada segurança desta natureza. Há anos que a FIFA e a comunidade futebolística, em geral, têm vindo a propagar a mensagem e a praticar actos em seu sustento, que visam a aproximação do adepto ao relvado, e este tipo de estruturas que são utilizadas em diversos recintos europeus, contrariam vincadamente esse objectivo.

 

Em última análise, condeno quem praticou o acto e só lamento que tenha de ser o Clube a assumir a penalização. Isto, no entanto, reitero, não absolve o Benfica de responsabilidades, indiferente dos discutíveis pareceres dos órgãos da Federação Portuguesa de Futebol.

 

publicado às 16:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo