Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Foto do Dia

Rui Gomes, em 08.04.18

 

image (2).jpg

 (Criatividade da Internet)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:18

Foto do Dia

Rui Gomes, em 05.04.18

 

img_770x433$2018_04_05_12_52_32_1383560.jpg

Cristiano Ronaldo visitou a equipa do Sporting no hotel em Madrid

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49

O incomparável Cristiano Ronaldo

Rui Gomes, em 04.04.18

 

img_770x433$2018_04_03_21_50_09_1382985.jpg

 

Em Turim, na vitória do Real Madrid sobre a Juventus por 3-0, na primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo foi mais uma vez a estrela da partida, com dois golos - 10 jogos consecutivos a marcar na competição - o segundo, com um pontapé acrobático que perdurará na memória de todos aqueles que tiveram o privilégio de ver in loco ou através das imagens televisivas. Um lance para rever até à exaustão, que fica como um dos melhores golos da história do futebol.

 

img_770x433$2018_04_03_23_14_02_1383000.jpg

 

Tanto assim, que o fenomenal jogador formado no Sporting CP e «capitão» da Selecção Nacional foi alvo de uma estrondosa ovação pelos próprios adeptos da Juventus, rendidos à sua magnificência.

 

Talvez a maior homenagem lhe tenha sido prestada pelo lendário guarda-redes Gianluigi Buffon, que teve isto para dizer antes do jogo desta terça-feira:

 

"Cara a cara, na baliza, é mesmo um assassino. Com essa frieza na hora de marcar só vi Trezeguet. Tive a sorte de jogar contra o Ronaldo brasileiro, com e contra Ibrahimovic, mas Cristiano Ronaldo está a coleccionar recorde atrás de recorde e merece todos os louvores.

 

Tenho uma admiração ilimitada pelo Ronaldo, porque foi melhorando com o tempo. É inteligente e pragmático. Nos últimos anos mudou a sua posição e gasta menos energia, continuando a ser realmente letal".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:51

Sempre ele !

Rui Gomes, em 24.03.18

 

image.jpg

 

Portugal venceu o Egipto por 2-1, em jogo particular realizado em Zurique. Salah, aos 56 minutos, colocou a selecção egípcia na frente, mas os comandados de Fernando Santos acabaram por dar a volta ao marcador no tempo de compensação, com Ricardo Quaresma a assistir para dois golos de Cristiano Ronaldo, que carimbaram o triunfo da equipa das "Quinas".

 

Na próxima segunda-feira, Portugal defronta a Holanda, em Genebra, no último encontro dos campeões europeus antes de o seleccionador Fernando Santos dar a conhecer os 23 convocados para o Mundial, que se disputa na Rússia de 14 de Junho a 15 de Julho.

 

Confesso que não encontro mais superlativos para devidamente descrever a magnificência deste goleador, o melhor de sempre na história do futebol português.

 

Muito mais pode ser dito sobre o jogo e algumas das opções de Fernando Santos, mas deixamos ficar para outra ocasião.

 

Sobretudo, acho que temos de aproveitar Cristiano Ronaldo enquanto ele conseguir pisar o relvado. O Mundial da Rússia deverá ser o seu último e depois dele só por milagre Portugal vai encontrar outro goleador que consiga nem que seja andar na sua sombra.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:23

 

KobeBryant_2014_Lakers_USAT4.jpg

 

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, é fanático por futebol - e fã de Cristiano Ronaldo, como não podia deixar de ser. Em entrevista ao “Jogo” esta sexta-feira, o basquetebolista faz um bom prognóstico para o Mundial da selecção das quinas.

 

“Vai ser uma equipa muito perigosa! Portugal não é só o CR7, Portugal tem uma equipa muito competitiva e acho que pode fazer um grande Mundial. E porque não ganhar? Já fez algo grande ao vencer o Europeu de 2016 e pode estar entre as equipas que vão lutar pelo título.

 

Portugal tem muito talento e jovens que podem fazer a diferença, como por exemplo Bernardo Silva, do Manchester City, que está a trabalhar muito bem e a aprender muito com o Pep Guardiola. Vai ser um craque em breve.

 

Quando o Cristiano Ronaldo chorou depois do apito final, nesse jogo com a França, fiquei muito feliz por ele. Que grande campeão! Ele coloca a alma e o coração no campo e só aceita a vitória. É um enorme competidor, um campeão extraordinário. Já joga há muitos anos a esse nível, é um grande atleta e um dos melhores jogadores da história do futebol.

 

Vou seguir muitos jogos durante o Mundial e talvez passe uns dias na Rússia para ver algumas equipas jogar. Se for lá, tentarei ir ver um jogo de Portugal. E porque não uma final entre a Argentina do meu amigo Leo Messi e o Portugal do Cristiano Ronaldo? Se isso acontecer, apanho o primeiro voo para Moscovo”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:24

 

image.jpg

 

Cristiano Ronaldo venceu o prémio para melhor jogador masculino em 2017 na Gala Quinas de Ouro (os outros dois finalistas foram Rui Patrício e Bernardo Silva). No seu discurso, o capitão da seleção portuguesa falou de patriotismo e recordou a equipa de futsal que também venceu um inédito título europeu:

 

"É bonito estar aqui a falar de patriotismo, mas aborrece-me o valor que se dá ao estrangeiro quando os portugueses estão sempre entre os melhores. Vejo muitos a falar mas poucos a fazer. Falo no meu caso, dentro de campo.

 

Quero dar uma palavra ao pessoal do futsal. Até tenho uma história: no jogo da final eu tinha disputado uma partida no Barnabéu e até marquei um golo, aconteceu [risos], e estava no balneário... Um português no meio de muitos espanhóis e eu a dizer: 'força, garra, acreditar sempre'.

 

Porque o português não é pequeno e não tem de pensar pequeno. Infelizmente, temos de estar sempre a partir pedra mas temos de acreditar que somos os melhores, E eu digo sempre: não há melhor do que eu e mostro isso dentro do campo. Por isso, acreditem sempre em vós".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:25

 

image.jpg

 

Os números de Cristiano Ronaldo são cada vez mais extraordinários e os quatro golos que marcou este domingo, no Real Madrid-Girona (6-3) são apenas o mais recente caso de um desempenho incrível. A título de exemplo, o craque português formado no Sporting marcou 17 golos nos últimos oito jogos com a camisola do Real Madrid.

 

A temporada de CR7, que começou com números bem abaixo das expetativas, são agora monstruosos: 35 jogos e 37 golos que ajudam a que com a camisola do Real Madrid passe a somar, desde 2009, 443 golos em 429 jogos. E ainda 130 assistências para golo.

 

Aos 64 minutos, quando fez o 4-1, Cristiano Ronaldo chegou ao 50º hat trick na carreira, 38 deles na Liga espanhola. Messi soma apenas 28. Mas, o «capitão» da Selecção Nacional não ficou por aqui e marcou o quarto golo aos 91 minutos, ajudando ao triunfo por 6-3 ante o Girona, ultrapassando ainda Luis Suárez como segundo marcador da Liga espanhola, somando 22 golos. Messi é líder com mais três.

 

Apesar da corrente veia goleadora a sua época não começou nada bem. A 1 de Novembro, por exemplo, só tinha um golo marcado na Liga Espanhola e agora já leva 22 golos. Se fizermos as contas a toda a época, então no ano de 2017, Ronaldo fez 20 jogos e marcou 14 golos. Nada mau, mas em 2018 superou-se e já fez 21 golos, mas em 14 jogos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:28

 

img_770x433$2018_01_25_02_13_26_1357778.jpg

 

Miguel Paixão, amigo de longa data de Cristiano Ronaldo e antigo jogador das camadas jovens do Sporting, subiu ao palco do Teatro Tivoli para receber o Prémio 5 Estrelas em nome do craque do Real Madrid.

 

O apresentador da cerimónia no Tivoli foi o conhecido animador Pedro Fernandes, não por mero acaso sportinguista. Aproveitou, por isso, para perguntar a Miguel Paixão, em jeito de brincadeira, se Cristiano Ronaldo não estava a pensar terminar a carreira em Alvalade. "Está, está. Ele gostava que isso viesse a ser possível." Pedro Fernandes quis, então, ficar com a certeza de que a conversa era séria e que não se tratava de uma brincadeira do amigo de CR7.

 

img_FanaticaBig$2018_01_25_15_03_27_1357959.jpg

 
"É verdade, ele fala nisso. Aliás, foi ele que me pediu para dizer isto aqui." Fica assim no ar a possibilidade que Bruno de Carvalho admitiu recentemente em entrevista, ser um dos seus objetivos: ver Cristiano Ronaldo terminar a carreira de 'leão ao peito'.

 

Em todo o caso, vou esperar bem sentado...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30

 

monaco_2018_main.jpg

 

Cristiano Ronaldo foi esta terça-feira nomeado para os Prémios Laureus, na categoria de desportista masculino do ano, a quinta nomeação para o atleta luso formado no Sporting.

 

O capitão da Selecção Nacional, que venceu recentemente o prémio FIFA 'The Best' e a Bola de Ouro da revista France Football, pode, assim, tornar-se o primeiro futebolista a conquistar o galardão de desportista masculino do ano e suceder ao velocista jamaicano Usain Bolt, que venceu em 2017 pela quarta vez.

 

Esta é já a quinta nomeação do jogador português, depois de ter sido considerado para o prémio em 2009, 2014, 2015 e 2017.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:46

 

untitled.png

 

Um dia depois de vencer o prémio de melhor jogador do ano para a Globe Soccer, Cristiano Ronaldo foi distinguido como melhor do mundo para a revista inglesa World Soccer.

 

O craque do Real Madrid e da Selecção Nacional reuniu a maioria dos votos (715) do painel de especialistas da publicação, superando Lionel Messi e Neymar, segundo e terceiro, respectivamente.

 

Em termos de treinadores, foi Zidane a ficar em primeiro, seguido de Guardiola e Tite. Na quarta posição, encontra-se o português Leonardo Jardim, que orienta o Mónaco.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:01

 

image.jpg

 

Cristiano Ronaldo recebeu esta quinta-feira mais um prémio: o jogador formado no Sporting que actua no Real Madrid venceu o galardão destinado ao melhor futebolista de 2017, atribuído pela Globe Soccer, no Dubai. Muito embora não tenha marcado presença no evento, deixou uma mensagem através de uma vídeo-conferência desde a sua casa na capital espanhola:

 

"Para mim é um momento especial. Estou feliz por receber este prémio. Graças aos meus companheiros, ao treinador e ao Real Madrid. Ganhámos muitos troféus coletivos e individuais. Obrigado a quem votou, façam o mesmo para o ano que vem...".

 

Por falta de melhores palavras, é deveras espectacular como Cristiano Ronaldo continua a granjear distinções.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:27

 

Cristiano+Ronaldo+Real+Madrid+CF+v+Villarreal+h0on

 

Cristiano Ronaldo voltou esta terça-feira a ser eleito o Desportista Europeu de 2017 pelas 26 agências de notícias da Europa que participaram na eleição promovida pela polaca PAP, um ano depois de ter sido o primeiro futebolista a vencer.

 

Nesta 60.ª edição da votação, realizada no âmbito da European Press Association (EPA), o avançado do Real Madrid e capitão da seleção portuguesa impôs-se ao britânico Lewis Hamilton, que conquistou pela quarta vez o título mundial de Fórmula 1, e ao suíço Roger Federer, campeão no Open da Austrália e em Wimbledon.

 

Cristiano Ronaldo conquistou em 2017 a Liga dos Campeões, a Liga espanhola, as Supertaças Europeia e espanhola e o Mundial de clubes, assim como a sua quinta Bola de Ouro e o prémio The Best da FIFA.

 

Em 2016, além de ter sido o primeiro futebolista a vencer, Ronaldo foi também o primeiro português a vencer esta eleição, na qual participou a agência Lusa, na altura superando o tenista britânico Andy Murray e à nadadora húngara Katinka Hosszu, segundo e terceira classificados, respetivamente.

 

Antes, no historial desta distinção, atribuída desde 1958, Ronaldo já tinha sido quarto, em 2013 e 2014, e quinto, em 2015, enquanto Hamilton foi eleito o melhor do ano em 2014 e Federer em 2004, 2005 -- em igualdade com a saltadora russa Yelena Isinbayeva, 2006, 2007 e 2009.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:04

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:02

Foto do Dia

Rui Gomes, em 24.12.17

 

img_FanaticaBig$2017_12_23_14_10_47_1347014.jpg

 Desportivismo entre rivais

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:32

 

nintchdbpict0003714361251.jpg

 

Cristiano Ronaldo marcou o seu nono golo em seis jogos da Liga dos Campeões, esta quarta-feira, na vitória do Real Madrid sobre o Borussia Dortmund, por 3-2, tornando-o no primeiro jogador em toda a história da competição a marcar em todas as seis jornadas de uma fase de grupos.

 

Nesta fase, o jogador formado no Sporting e capitão da Selecção Nacional, bisou por três vezes; nos dois jogos com o APOEL e no primeiro frente ao Borussia Dortmund, e marcou nos dois encontros com o Tottenham.

Este nono golo da campanha, também lhe permitiu igualar Lionel Messi, com 60 golos em fases de grupos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:04

 

img_770x433$2017_11_14_15_18_18_1334035.jpg

 

Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo de 2017 pelo 'Goal'. O português venceu o galardão 'Goal 50', votado por 37 editores e correspondentes do site.

O argentino Lionel Messi não foi além do quarto lugar no prémio que elege os 50 atletas com melhores performances durante o ano, sendo superado por Gianluigi Buffon e Luka Modric, segundo e terceiro, respectivamente.

O avançado do Real Madrid não é o único português presente na lista, já que Bernardo Silva alcançou a 29.ª posição.

 

Importa ainda destacar a presença de Bas Dost, avançado do Sporting, que surge no 49.º posto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:37

Mensagem do Sporting

Rui Gomes, em 25.10.17

 

DM2QFp5XcAAvocd.jpg

"You were always The Best, Cristiano!"

 

 (com destaque na revista Sports Illustrated)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:58

Cristiano Ronaldo: simply...The Best

Rui Gomes, em 24.10.17

 

img_FanaticaBig$2017_10_23_21_48_23_1326933.jpg

 

O futebolista português formado no Sporting, Cristiano Ronaldo, conquistou pela quinta vez na sua carreira, o prémio de melhor futebolista do ano da FIFA, agora designado ‘The Best’, de forma impressionante, recolhendo 43,16 por centos dos votos, à frente de Messi, que teve apenas 19,25, e de Neymar, com 6,97 por cento.

 

Depois dos triunfos em 2008, 2013, 2015 e 2016, o «capitão» da selecção lusa foi o vencedor do prémio correspondente à temporada 2016/17, em que conta o período compreendido entre 20 de Novembro de 2016 e 02 de Julho de 2017.

 

Nestes mais de sete meses, Cristiano Ronaldo ajudou o Real Madrid a vencer o Mundial de clubes, com ‘hat-trick’ no jogo decisivo, a Liga dos Campeões, com um ‘bis’ na final com a Juventus (4-1) e um total de 11 tentos na prova, e a Liga espanhola.

 

O ‘7’ dos ‘merengues’ teve o seu melhor período precisamente na parte final da época, em que conseguiu 16 golos nos últimos 10 jogos pelo Real Madrid, incluindo cinco face ao Bayern Munique e três perante o Atlético de Madrid, na Champions.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:20

Foto do Dia

Rui Gomes, em 20.10.17

 

img_770x433$2017_10_19_18_42_10_1325079.jpg

 

Cristiano Ronaldo e Harry Kane defrontaram-se na passada terça-feira para a Liga dos Campeões. No final da partida trocaram camisolas, com o avançado inglês a confessar que é grande admirador do jogador português do Real Madrid:

"Pedi-lhe a camisola no final. Foi um grande exemplo para mim no meu crescimento. É uma boa camisola para ter e vou ter de a emoldurar. Eu também lhe dei a minha, mas não sei o que fará com ela".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59

 

45349DAF00000578-4967686-image-a-107_1507668983584

 

Quando na inauguração do Euro 2004, no Estádio do Dragão, saltou do banco para marcar o primeiro golo de Portugal na prova, o então ainda jovem craque do Manchester United Cristiano Ronaldo não conseguiu evitar a derrota frente à Grécia (1-2) nesse jogo - como não evitaria o desaire ainda mais doloroso na final no Estádio da Luz, de onde saiu em lágrimas -, mas deixou vincada uma mensagem para o futuro: os grandes palcos do futebol teriam de se habituar a ele. Voltou a confirmar isso ontem, como capitão e grande figura de uma geração do futebol português que se habituou a respirar naturalmente as fases finais de grandes competições.

 

Com o 2-0 frente à Suíça ontem na Luz, Portugal, o campeão europeu em título, carimbou o seu lugar entre as 32 selecções que vão disputar o Mundial de 2018, na Rússia. E confirmou uma extraordinária décima presença consecutiva em fases finais desde o Europeu de 2000, na Holanda e na Bélgica (para trás havia o registo de apenas quatro, em toda a história). Para a geração que convive com o extraordinário Cristiano Ronaldo na selecção portuguesa, o fado lusitano é este: um sucesso pleno em fases de apuramento a partir desse Euro 2004 (para o qual Portugal se qualificara directamente, como anfitrião).

 

Neste último jogo de uma fase de qualificação na qual marcou como nunca (15 golos), Cristiano Ronaldo nem precisou de fazer o gosto ao pé (Djourou fez um autogolo e André Silva fixou o 2-0) para que Portugal superasse a Suíça e corrigisse assim a derrota sofrida perante este mesmo adversário (e pelo mesmo resultado) no primeiro jogo da campanha para a Rússia, em Setembro de 2016, em Basileia. No fim, voltou a sair na perfeição o plano de uma outra grande figura do crescimento da selecção portuguesa nos anos mais recentes: Fernando Santos.

 

O seleccionador, que ontem festejava 63 anos, teve a prenda que esperava e viu cumprido o desfecho que projectara desde essa derrota em Basileia há pouco mais de um ano. Então, Fernando Santos avisara que Portugal deveria ganhar todos os jogos restantes para poder receber a Suíça em posição de discutir o primeiro lugar do grupo no último jogo, na Luz. E assim aconteceu. Tal como no inédito título europeu no verão de 2016, o engenheiro Santos voltou a não falhar na execução do projecto e engrandeceu também ele a sua marca na selecção, com o segundo apuramento directo para uma grande prova (após três play-offs consecutivos), repetindo o feito que tinha conseguido rumo ao Euro 2016.

 

QW5SV1JM.jpg

 

Aí, fechou o apuramento com sete vitórias consecutivas, depois da derrota inicial frente à Albânia (ainda com Paulo Bento aos comandos). Desta vez, corrigiu a derrota inaugural na Suíça com uma série de nove triunfos consecutivos (um recorde português nas fases de qualificação) e tornou-se ontem o mais rápido seleccionador português a atingir as 30 vitórias ao comando de Portugal (em 44 jogos).

 

Cabeça-de-série na Rússia

 

Campeão europeu em título e actual terceiro classificado do ranking FIFA, Portugal tem a certeza de que vai ser um dos oito cabeças-de-série no sorteio da fase final do campeonato do mundo, a ter lugar no dia 1 de Dezembro, no Kremlin, em Moscovo. Com isso, poderá evitar na fase de grupos a anfitriã Rússia, mas também selecções como Brasil, Alemanha, Bélgica, Polónia ou Argentina.

 

Com este apuramento, Portugal evitou o embaraço histórico de outros campeões europeus que nem se apuraram para o Mundial seguinte: Checoslováquia (1978), Dinamarca (1994) e Grécia (2006). Conseguirá agora Portugal imitar o feito que só outras duas selecções conseguiram, juntando o título mundial ao europeu? Até hoje, a proeza coube à então Alemanha Federal, de Beckenbauer, em 1974, e à Espanha do tiki-taka, em 2010.

 

Certo é o reforço dos cofres da Federação Portuguesa de Futebol: 10 milhões de euros é o valor mínimo deste apuramento (se a selecção cair na fase de grupos), para aumentar um bolo de 110 milhões desde que se iniciou esta série de presenças consecutivas nos grandes palcos, em 2000.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo