Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



mw-1280.jpg

O futebolista internacional português Cristiano Ronaldo vai estar presente pela 14.ª vez consecutiva, e 16.ª da carreira, nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, após ajudar, pela segunda vez, a Juventus a qualificar-se, no reduto do Lokomotiv Moscovo (2-1).

Vencedor em cinco ocasiões da prova, uma pelo Manchester United e mais quatro pelo Real Madrid, Ronaldo mudou-se na época passada para a 'Juve', que atingiu os 'quartos', fase em que foi eliminada pelo Ajax (1-1 fora e 1-2 em casa).

Na corrida para alcançar o feito ímpar de Francisco Gento, que conquistou a 'Champions' seis vezes, de 1955/56 a 1959/60 e em 1965/66, sempre pelos 'merengues', Ronaldo está, para já, de volta aos oitavos de final.

Este feito acontece pela 14.ª vez consecutiva, desde 2006/07, época em que, ao serviço do Manchester United, atingiu as meias-finais da prova.

Depois, seguiram-se mais treze apuramentos consecutivos para a fase a eliminar da liga 'milionária', contando-se apenas uma eliminação nos oitavos de final, em 2009/10, a primeira ao serviço do Real Madrid. Nos 'quartos', também só caiu a época passada. Antes deste ciclo, esteve mais duas vezes nos 'oitavos', que vai, assim, disputar pela 16.ª vez, em 2003/04 e 2004/05, pelo Manchester United.

De resto, além dos cinco triunfos de registo - vitória pelos 'red devils' em 2007/08 e 'tetra' pelos 'merengues' em 2013/14, 2015/16, 2016/17 e 2017/18 -, com uma presença em outra final, perdida pelo Manchester United para o FC Barcelona, em 2008/09, e para cinco meias-finais, uma pelos ingleses (2006/07) e quatro pelos madrilenos (2010/11, 2011/12, 2012/13 e 2014/15).

publicado às 04:00

9zqxekurbxw09dnzicfkwyyb3.jpg

Considerações de Cristiano Ronaldo em entrevista à TVl, sobre a Selecção Nacional:

"Na Selecção tens o Cancelo e o Bruno Fernandes, que ninguém percebe porque não sai. Na Selecção tens muitos talentos, por isso vejo a luz ao fundo do túnel. Possivelmente esta nova geração será a melhor a nível de talento, mas isso não chega. Têm de querer...

Tenho sempre esse discurso para com eles. Positivo, sou um capitão que quer ajudar e ser ajudado. O ambiente na Selecção Nacional é espectacular. Os últimos anos foram os que desfrutei mais, tanto por eles quererem aprender e por haver essa abertura. O responsável máximo disso é o Fernando Santos e o presidente da FPF".

publicado às 03:47

Foto do dia

Rui Gomes, em 13.06.19

img_920x519$2019_06_12_20_12_51_1561109.jpg

Cristiano Ronaldo num jantar com os ex-sportinguistas

Miguel Paixão, Paíto, Lourenço, José Semedo e Leonel Pontes

"Old School Sporting. Sempre reunido com uma grande felicidade

a relembrar momentos com mais de 20 anos, passados no antigo

centro de estágio que ficava no Estádio José de Alvalade".

publicado às 05:01

5cf82d6a11e20525ae1bc804.png

Considerações de Cristiano Ronaldo em entrevista ao site da UEFA, a dois dias do embate frente à Holanda na final da Liga das Nações:

"O segredo está na minha preparação e na minha ética de trabalho, visto que ainda me sinto bem, independentemente de ter 34 anos. O importante também é a cabeça, sentir-me motivado, contente e seguir o meu percurso como jogador, porque acho que ainda tenho muito para dar e sinto-me bem. Por tudo isso, o que eu quero é continuar nesta linha.

Quando visto a camisola da Selecção para mim é um orgulho enorme e é uma sensação diferente do que é jogar nos clubes. É o nosso país, a minha família é portuguesa, os meus amigos são portugueses. Cresci em Portugal, por isso torna-se especial vestir a camisola da Selecção. E, obviamente, havendo troféus em disputa, ainda se torna mais especial. Assim foi com o Euro 2004, com o Euro 2016 e agora com esta competição.

A Holanda é uma excelente selecção e tem jogado bastante bem. Já nos últimos tempos a tenho acompanhado de alguma forma e tem uma excelente selecção, com grandes jogadores, uns mais jovens, outros mais experientes, o que torna a equipa ainda mais forte.

Sabemos que vai ser um adversário bastante difícil, mas acho que tanto Portugal como a Holanda querem fazer um grande jogo e espero que Portugal possa ganhar. Sabemos que vai ser complicado, mas as finais são mesmo assim. (...)

Três finais (pela Selecção) das quais espero ganhar duas, pois seria fantástico e estou com esperança. A equipa está optimista e jogamos em casa, por isso o que peço é que o estádio esteja bonito, com boa energia e que os adeptos passem essa energia para nós. Podem estar confiantes, porque vamos tentar dar o nosso melhor dentro de campo".

publicado às 04:18

000_1612FM-1024x682-1024x682.jpg

"Inacreditável o futebol miserável jogado por Portugal...A capacidade que Fernando Santos tem para pôr grandes talentos a jogar tão bem como eu jogo, é épica... Imagine-se a quantidade de talento que existe nesta selecção, nas mãos de um treinador a sério...

Semedo, Neves, Bernardo, Bruno Fernandes, João Félix e até Cristiano, completamente perdidos em campo, quase todos fora das suas posições, a jogarem um centésimo daquilo que sabem jogar. Depois temos Cristiano Ronaldo, que mesmo nesta miséria exibicional, resolve o jogo com a naturalidade dos grandes deuses do futebol...

E Fernando Santos lá continua...".

Leitor: João Paulo Gonçalves

 

download (2).jpg

O capitão da Selecção Nacional, de 34 anos, facturou aos 25', na transformação perfeita de um livre directo, e, depois, decidiu o jogo com um bis sobre o final, aos 88' e 90'. São já 88 golos pela equipa das quinas, sendo que o recorde mundial são 107, do irianiano Ali Daei.

A verdade é que Cristiano Ronaldo tornou-se num 'predador' dentro da área. Especializou-se em meter a bola dentro da baliza, como atestam os seus números. Antes dos 30 anos, tinha marcado 52 golos em 118 jogos com a camisola da Selecção Nacional. Depois dos 30, o capitão já marcou 34 golos em apenas 39 jogos. Cristiano Ronaldo parece estar mesmo como o vinho do Porto: quanto mais velho, melhor.

Cris-ti-aaaaa-no Ronaldo, Cris-ti-aaaaa-no Ronaldo, Cris-ti-aaaaa-no Ronaldo!!!

Adenda: Deliberadamente, não expressei a minha opinião sobre o jogo, o que faço agora em termos muito breves. Acho que Portugal fez uma exibição que deixou muito a desejar, com vários elementos com performances muito aquém das suas capacidades. O colectivo não funcionou como se exige, nomeadamente o meio-campo.

As razões desta circunstância são discutíveis, obviamente, mas sinto que se deve a dois factores principais: mérito da Suíça que, como sempre, apresentou-se muito compacta e organizada, criando constantes dificuldades a Portugal; segundo, demérito de Fernando Santos pelo sistema de jogo - embora não seja novidade - com vários jogadores a pisar espaços que não lhes são habituais.

Não sou fã de Rúben Neves, mas pela sua juventude reconheço que deve ter preferência sobre João Moutinho, no entanto, o também médio do Wolverhampton devia ter entrado muito mais cedo no jogo. O meio-campo "gritava" por solidificação, nas duas vertentes.

Cristiano Ronaldo realizou mais uma exibição espectacular, por um muito simples motivo: a razão de ser dele são os golos, e marcou três. Mais nada lhe pode ser apontado.

Comento o jovem João Félix por uma única razão. Não se refuta o mérito da sua presença na selecção AA, depois da excelente época que realizou. Contudo, devia ter alinhado pela selecção de sub-20.

Porquê?... muito simples: nesta altura, a principal equipa das quinas passa bem sem ele, tem alternativas, o que não é o caso da formação de sub-20 que estava "apenas" a disputar o Campeonato do Mundo. A sua vergonhosa participação é facto incontestável, muito pela ausência de golos, e, nesse capítulo, o ainda jovem avançado poderia ter sido uma solução importante e até decisiva.

publicado às 03:33

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 02.06.19

default.jpg

"O Cristiano fazia o Real Madrid mais forte. Quando começou a época eu disse que iam sentir a sua falta e levaram a mal, mas é a realidade. Qualquer equipa sentiria a falta de um jogador que marca cinquenta golos por época. Para eles o Cristiano era a chave e obviamente iam sentir a sua ausência. Como até sente a própria Liga, que quer ter os melhores.

Não nos conhecemos muito bem, apenas nos cruzámos nos jogos e em algumas entregas de prémios, mas há uma boa onda. Esta rivalidade fez bem aos dois. Queríamos superar-nos continuamente e isso acabou por tornar a competição mais forte."

Lionel Messi

publicado às 03:33

Foto do dia

Rui Gomes, em 26.03.19

 

portugalservia13.jpg

 

publicado às 04:51

Uma noite especial !

Rui Gomes, em 13.03.19

 

download.jpg

 

"Já vencemos a Supertaça italiana, frente ao AC Milan, e o nosso objetivo agora passa por conquistar o campeonato e a Liga dos Campeões. A equipa está bem, confiante e crente. Precisamos de uma noite especial.

 

Estamos preparados e vamos fazer tudo para vencer. Os adeptos que pensem positivo, vamos acreditar que é possível. Preparem-se para a reviravolta".

 

Declarações de Cristiano Ronaldo à Juventus TV na véspera do jogo com o Atlético de Madrid, a contar para os oitavos de final da Liga dos Campeões.

 

E... foi de facto uma noite muito especial, para os adeptos do emblema italiano e para todos aqueles que apreciam ver Cristiano Ronaldo a fazer o que ele faz melhor: marcar golos, três neste caso concreto, com a equipa da capital espanhola a sair derrotada por essa margem.

 

Não terá sido a exibição mais memorável da brilhante carreira do futebolista formado no Sporting - tantas que ele registou ao mais alto nível -, mas, na minha opinião, foi o melhor jogo da época da Juventus, em termos colectivos. CR7 encarregou-se do resto.

 

P.S.: A título de curiosidade, Cristiano Ronaldo não é estranho a violar a baliza do Atlético de Madrid. Com os três tentos desta noite, passa a somar 25 e o quarto hat-trick na sua carreira.

 

publicado às 03:45

Foto do dia

Rui Gomes, em 13.03.19

 

img_920x519$2019_03_12_22_05_46_1516922.jpg

 

publicado às 03:44

Cristiano Ronaldo marca no Bessa

Rui Gomes, em 07.03.19

 

 

publicado às 20:02

O ainda "menino" marca ao Moreirense

Rui Gomes, em 19.01.19

 

 

publicado às 15:59

 

batch_globe_soccer_awardsPHOTO-2019-01-03-22-10-14

 

Cristiano Ronaldo venceu esta quinta-feira o prémio de melhor jogador na gala Globe Soccer Awards, no Dubai, além de um outro galardão pelo melhor golo de 2018.

 

O 'capitão' da selecção portuguesa venceu o prémio pela quinta vez, a terceira de forma consecutiva, juntando-lhe outro troféu na gala nos Emirados Árabes Unidos, graças ao pontapé de bicicleta à 'Juve', pelo Real Madrid, na Liga dos Campeões.

 

O golo "foi o melhor da carreira", considerou o jogador da Juventus, que destacou ainda um "ano difícil", em que viveu várias mudanças, desde logo a saída do Real Madrid para Itália.

 

"Desejo um bom ano novo a todos. Agora é um novo ano, 2018 já é passado, e estou a começar este novo ano muito bem, com esta vitória. Agradeço aos adeptos, porque sem eles o futebol não é nada".

 

publicado às 03:15

Cristiano Ronaldo comenta Alcochete

Rui Gomes, em 31.12.18

 

ronasacademia-945x693.jpg

 

Record - Tem o Sporting no coração. Como acompanhou todas as notícias da invasão da Academia de Alcochete? Estupefacto? Incrédulo? Indignado?

 

"Um pouco disso tudo e também preocupação pelos amigos que tinha e tenho no plantel. Por outro lado, um grande sentimento de tristeza por ver uma situação destas acontecer no Clube do meu coração, que acabou por sair também fortemente prejudicado".

 

Cristiano Ronaldo em entrevista, hoje publicada na íntegra na edição impressa do Record.

 

publicado às 04:16

Foto do dia

Rui Gomes, em 04.11.18

 

img_920x519$2018_11_03_21_10_44_1468081.jpg

 Andre Agnelli, presidente da Juventus, ofereceu uma camisola com o número 400

a Cristiano Ronaldo para assinalar aquela marca em golos nas ligas europeias.

 

publicado às 03:16

 

cristiano-ronaldocropped_5dxfsygz43mf1fuw9lqbkhwc9

 

A transferência de Cristiano Ronaldo do Real Madrid para a Juventus fez entrar nos cofres do Sporting cerca de 2,237 milhões de euros, resultantes da aplicação do mecanismo de solidariedade, que compensa os clubes por direitos de formação, em 5% do valor total do negócio – neste caso concreto, de aproximadamente 100 milhões de euros. O Sporting, onde Ronaldo esteve seis épocas, ficou com 2,25% desse montante.

 

Outro encaixe substancial, de 1,149 milhões de euros, foi proveniente da saída do defesa Santiago Arias do PSV Eindhoven para o Atlético Madrid, devido à "materialização dos 15% da mais-valia" a que a Sporting SAD tinha direito.

 

Ainda, pela cedência de jogadores a selecções que estiveram no último Mundial, na Rússia, o Sporting tem a receber 1,584 milhões de euros.

 

publicado às 20:37

Foto do dia

Rui Gomes, em 24.10.18

 

img_920x519$2018_10_23_20_34_58_1463656.jpg

 Adeptos do Manchester United não esqueceram Cristiano Ronaldo

 

publicado às 03:01

 

img_920x519$2018_10_04_09_55_41_1456072.jpg

 

Federico Bernardeschi está deslumbrado com o seu colega de equipa Cristiano Ronaldo. Não tanto com as suas qualidades futebolísticas, porque essas já as conhecia, mas com a personalidade do internacional português formado no Sporting. O médio italiano da Juventus, de 24 anos, conta ao Tuttosport como tem sido conviver com o craque no balneário e garante que CR7 traz à equipa dos bianconeri "uma energia muito positiva":

 

"O Ronaldo como jogador eu já conhecia e pessoalmente sempre o considerei o melhor do Mundo, melhor do que Messi. O que descobri é que ele também é uma pessoa fantástica, muito humilde e com uma energia extraordinariamente positiva. Esse entusiasmo, que ele consegue passar aos outros, difere-o também do Messi. Lembro-me da final do Campeonato da Europa em que ele teve de sair por lesão e ficou no banco a ajudar o treinador. Não parou por um momento de encorajar os seus companheiros.

 

Na Juventus sempre houve um espírito vencedor, mas a chegada do Cristiano trouxe algo mais. Pensem na expulsão em Valência: um jogador que ganhou cinco Bolas de Ouro, cinco edições da Liga dos Campeões e tudo mais, chorou porque foi expulso. Isto explica bem a paixão que tem pelo jogo. Disse-lhe para se acalmar, ele é o melhor do Mundo e eu não queria vê-lo a chorar. O Cristiano não merecia isto porque a expulsão foi mesmo muito injusta.

Ter o Ronaldo connosco é um exemplo para os mais novos, mesmo num grande clube como a Juventus. É preciso ser-se inteligente, afinal estamos a treinar com o melhor jogador do Mundo, é uma sorte. Há que aproveitar e aprender alguma coisa com ele. É como surfar uma onda e eu aproveito o facto de ele estar connosco, isso está a ajudar-me. É um exemplo a seguir." 

 

publicado às 12:44

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 20.09.18

 

mw-680.jpg

 

Regresso para esquecer de Cristiano Ronaldo a Espanha. O capitão da Selecção Nacional foi expulso com vermelho directo, pelo árbitro alemão Felix Brych, no embate entre o Valência e a Juventus.

 

CR7 entrou em picardias com Murillo, numa altura em que a bola não estava nessa zona e acabou por ver o cartão vermelho por suposta agressão, aos 29 minutos. Foi o árbitro de baliza a dar indicação para o vermelho directo.

 

Na jogada, em que a bola nem estava perto, dá para ver Ronaldo chocar-se com Murillo. O português foi pedir ao jogador 'ché' para se levantar, de que nada se teria passado, mas terá lhe agarrado o cabelo. Não é claro, mas poderá ter sido essa acção que levou à sua expulsão.

 

Cristiano Ronaldo abandonou o Mestalla em lágrimas. Esta foi a primeira vez que foi expulso na sua carreira na Liga dos Campeões, onde leva 154 jogos.

 

O jogo entre Valência e Juventus é relativo à primeira jornada do grupo H da Liga dos Campeões e marca também a estreia de CR7 pela "Vecchia Signora" na liga milionária.

 

publicado às 04:33

Visitar uma página do passado

Rui Gomes, em 18.09.18

 

image.jpg

 

Infelizmente, esta página não é nossa (do Sporting) mas não deixa de ter algum significado para sportinguistas por ser um registo da conquista da Liga dos Campeões, em 2008, por dois formados de "leão ao peito" enquanto ao serviço do Manchester United.

 

Cristiano Ronaldo, agora na Juventus, onde vai tentar repetir o feito alcançado tanto na equipa então liderada por Sir Alex Ferguson, como subsequentemente no Real Madrid, e Nani, actual capitão do Sporting, que considera que esta conquista de 2008 ocupa um lugar de distinção na sua carreira, logo a seguir ao título europeu de 2016 pela Selecção Nacional.

 

Além de antigos companheiros de equipa, Cristiano Ronaldo e Nani são grandes amigos.

 

publicado às 17:59

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 31.08.18

 

img_1280x720$2018_08_30_19_58_47_1441836.jpg

 

O croata Luka Modric, do Real Madrid, foi esta quinta-feira eleito pela UEFA como Melhor Jogador do Ano na Europa, batendo o português Cristiano Ronaldo por 90 pontos e mais 179 que o egípcio Mohamed Salah. O croata foi o mais votado entre 80 treinadores das equipas que participaram na fase de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, mais 55 jornalistas que compõem o European Sports Group (ESM).

 

O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, não escondeu a desilusão pela ausência de Cristiano Ronaldo:

 

"Estávamos à espera que viesse, mas algumas horas antes recebemos a informação de que ele não viria. O resto têm de perguntar ao próprio Cristiano, não a mim. Modric ficou completamente chocado e surpreendido. Não fui eu que disse a Cristiano Ronaldo.

O importante é que houve 55 jornalistas, de 55 federações, a votar, bem como todos os treinadores da Liga Europa e da Liga dos Campeões. Foi uma eleição e eles decidiram. Eu perguntei há uma semana quem tinha ganho e se os avisávamos, porque para mim era melhor que ninguém soubesse. Foi-me dito que não, que era confidencial.

 

Cristiano não deu qualquer justificação à UEFA e a informação de que ele não estaria no Mónaco chegou da Juventus. É possível haja outras razões, vamos ser optimistas".

 

Giuseppe Marotta, director-executivo da Juventus, sobre a ausência de Cristiano Ronaldo na cerimónia da UEFA:

 

"Tudo o que posso dizer foi que foi uma decisão pessoal e que foi tomada durante a manhã desta quinta-feira. O clube limita-se a respeitar e queremos dizer que estamos profundamente desapontados pelo facto de ele não ter conquistado o troféu. Isto é pelas exibições na Liga dos Campeões, não pelas exibições no Mundial".

 

Jorge Mendes, empresário de Cristiano Ronaldo:

 

"O futebol joga-se dentro das quatro linhas e aí Cristiano Ronaldo ganhou. Marcou 15 golos, levando o Real Madrid às costas e à conquista da Champions uma vez mais. É, pura e simplesmente, ridículo. E em causa não está o vencedor, que é o melhor na sua posição".

 

publicado às 04:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo