Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (26)

Julius Coelho, em 14.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021" é uma colecção de 27 posts exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

Na equipa campeã do Sporting, foram utilizados nas 34 jornadas 28 jogadores, um plantel com uma média de idades das mais baixas da Liga. Foram promovidos à equipa principal 8 jovens que trabalharam toda a época com o plantel.

Screenshot (202).png

DÁRIO ESSUGO, Nacionalidade dupla Angola/Portugal, 16 anos, 1.79m, médio centro defensivo, no Sporting desde 2014, internacional sub-18, contrato até 2025. - 6 minutos na Liga.

Teve a sua noite de sonho como o jogador mais jovem de sempre numa equipa principal do Sporting em jogos do campeonato, quando a 20 de Março na 24ª jornada no jogo em Alvalade contra o Vitória de Guimarães  entrou aos 86' a substituir João Mário. No final do jogo e em lágrimas pela tremenda emoção, foi abraçado por todos os colegas um a um, essas imagens correram por todas as partes do mundo.

LUÍS MAXIMIANO22 anos, 1.90m, guarda redes, internacional sub-21, no Sporting desde 2012, contrato até 2025 - 156 minutos de jogo na Liga.

Depois de uma época 2019/20 em que jogou com regularidade na equipa principal do Sporting, não convenceu Rúben Amorim na pré-época, que lhe detectou ainda alguma imaturidade em momentos de pressão e dificuldades no jogo com os pés. Pretendia mais experiência entre os postes e por isso chegou ao grupo o espanhol Adán, que não lhe deu hipóteses. Reapareceu na 30ª jornada em Alvalade contra o Nacional, por Adán cumprir um jogo de castigo pelos cinco amarelos acumulados, e num momento crucial da época não falhou, surpreendeu pela positiva e teve nota alta do Camarote nas "Notas do Julius" , 4.5 de pontuação e ainda o elogio "fez tudo perfeito". 

ANDRÉ PAULO24 ANOS, 1.88m, guarda redes, no Sporting desde 2020, contrato até 2022, - 24 minutos na Liga.

Foi o terceiro guarda redes da equipa tapado pelo Adán e pelo Max, mas teve o seu papel importante no treinamento diário do grupo. O treinador, em reconhecimento da sua grande dedicação e profissionalismo, brindou-o com uma chamada à equipa na última jornada no jogo contra o Marítimo.

TOMÁS SILVA, 21 ANOS, 1.73m, médio ofensivo (8), no Sporting desde 2008, contrato até 2024 mas saiu a título definitivo para o FC Vizela - 24 minutos na Liga.

O total de 13 anos no Sporting, onde fez toda a sua formação percorrendo todas as equipas jovens desde os infantis. Pela sua grande dedicação nos treinos e sabendo-se que iria sair definitivamente do Sporting no final da época, o treinador decidiu premiá-lo no último jogo contra o Marítimo, quando entrou aos 66 minutos a substituir Matheus Nunes. Seguramente que foi um momento que jamais esquecerá na sua vida.

publicado às 03:04

Made in Sporting

Rui Gomes, em 01.06.21

194469711_10157759176271555_1020490716161751630_n.

Dário Essugo chegou ao Sporting em 2014, com 9 anos, estreou-se esta época na equipa principal, com apenas 16 anos e 6 dias, tornando-se no jogador mais jovem a estrear-se na Liga NOS, sagrando-se, portanto, Campeão Nacional.

Assinou o seu primeiro contrato profissional em Março 2021, e o seu primeiro jogo pela equipa principal foi contra o V. Guimarães - vitória do Sporting por 1-0 - substituindo João Mário.

Regista 14 internacionalizações pela selecções jovens de Portugal.

Dário tem contrato com o Sporting até Junho 2025.

publicado às 14:00

O sucesso volta a passar por Alcochete

Leão do Norte, em 28.03.21

A "prematuridade" da estreia de Dário Essugo na equipa principal do Sporting atingiu uma tal notoriedade que colocou, definitivamente, a aposta na formação no centro da realidade leonina.

O Sporting Clube de Portugal sempre foi considerado um clube de excelência ao nível da formação futebolística, como comprovam os inúmeros talentos gerados no seu historial, ainda que, ao longo dos anos, tenha passado por períodos de intermitência nessa formação e algum subaproveitamento desses valores.

senhoras-e-senhores-dario-essugo-e-o-mais-novo-de-

A essência de sucesso da formação desportiva deve assentar em três pilares fundamentais: prospecção, condições de trabalho e oportunidades. Infelizmente, durante um período considerável, o "abandono" desses pilares condicionou esse sucesso na formação do clube leonino.

Nesse período, ao nível da prospecção, que num clube com a dimensão do Sporting deve ser de âmbito global e o mais abrangente possível, o nosso Clube foi ultrapassado pelos dois rivais (Porto e Benfica) e na região norte do país clubes como o Braga e mesmo o Vitória de Guimarães tornaram-se mais influentes. Alguns desses clubes chegaram a recrutar no Sporting os recursos humanos com que dinamizaram as suas estruturas de "scouting" e formação.

Foram tornadas públicas deficiências na manutenção das infra-estruturas e na melhoria das condições para o desenvolvimento dos atletas, o que condicionou negativamente esse desenvolvimento e o seu rendimento. As consequentes oportunidades ao nível da equipa principal foram escassas e inconstantes, fosse pela diminuição do talento disponível, fosse pela fraca aposta, por parte da equipa técnica, nos jovens formados na academia, muitas vezes em detrimento de jogadores com qualidade duvidosa e nitidamente inferior.

É com descomunal agrado que actualmente se constata, cumprindo uma promessa inicial e corporizando o projecto desportivo, que a actual Direcção apostou fortemente no reforço desses pilares de sucesso para a formação.

Para além do forte investimento nas condições físicas da academia e na metodologia de treino é rara a semana em que não assistimos à renovação de um jovem valor da formação, o que comprova a atenção dada ao percurso dos jovens e à sua estabilidade. Auscultando os intervenientes no terreno é fácil constatar o "regresso", a nível nacional, por parte do Sporting, à identificação, acompanhamento e contratação de jovens valores, que pelo país fora são continuamente gerados. Como complemento ideal para o sucesso deste projecto temos a competência e a coragem de uma equipa técnica que, com a sua aposta convicta nos jovens da formação, fornece-lhes as oportunidades necessárias para demonstrarem o seu potencial.

Dário Essugo conquistou os "holofotes da fama", mas Nuno Mendes (já internacional A), Gonçalo Inácio e Tiago Tomás são habituais titulares da equipa principal e importantes peças no seu sucesso actual. Se a estes juntarmos as utilizações frequentes de Matheus Nunes e Daniel Bragança, as apostas já feitas em Eduardo Quaresma e Joelson Fernandes e as chamadas constantes de muitos outros jovens aos trabalhos da equipa principal, comprovamos que a aposta na formação está no caminho do sucesso e o reforço dos seus pilares essenciais foi decisivo para estes resultados. 

Apostar na formação em nome do "ADN Sporting" não pode ser um "cliché" ou uma mera promoção comercial, mas sim criar as condições para o seu sucesso, pois esse é o caminho correcto para tornar o Sporting um clube sustentável e sustentado por títulos.

publicado às 03:04

Foto do dia

Rui Gomes, em 23.03.21

img_920x518$2021_03_22_01_06_08_1829159.jpg

Pai de Dário Essugo orgulhoso:

"Após estes anos todos, o Sporting está no nosso sangue"

publicado às 03:01

Foto do dia

Rui Gomes, em 22.03.21

Árbitros convencidos.png

Quando uma imagem vale muito mais que mil palavras...

publicado às 04:01

O leão mais jovem de sempre

Rui Gomes, em 21.03.21

20 de Março de 2021 será certamente um dia que o luso-angolano Dário Essugo jamais esquecerá. Afinal de contas, aos 16 anos - celebrados há uma semana -, o jovem médio teve a chance de actuar pela equipa principal do Sporting, ao ser lançado por Rúben Amorim aos 84 minutos diante do V. Guimarães. E acabou mesmo por fazer história: é o mais jovem de sempre a jogar pelo Sporting e no campeonato nacional.

Dário Essugo superou todos os recordes, superando Santamaria (16 anos, 11 meses e 12 dias), Marco Caneira (17 anos e um dia) e, mais recentemente, Joelson Fernandes (17 anos, quatro meses e três dias).

Olhando a outros craques da história do leão, Dário Essugo pode dar-se ao luxo de dizer que superou largamente nomes históricos como Figo (17 anos, 4 meses e 27 dias), Paulo Futre (17 anos, 5 meses e 29 dias), Cristiano Ronaldo (17 anos, 6 meses e 9 dias) ou Ricardo Quaresma (17 anos, 10 meses e 16 dias). Curiosamente, neste duelo com o V. Guimarães do outro lado estava precisamente este último... 20 anos mais velho do que no dia da estreia.

img_920x518$2021_03_20_23_44_23_1828618.jpg

O jovem teve isto para dizer no final do jogo:

"É só o começo, agora é continuar a trabalhar, mais e mais, para conseguirmos alcançar os objetivos individuais e coletivos. Só tenho de agradecer ao Sporting por me ter proporcionado isto. Estar na equipa principal? É diferente, outro nível, mas os meus colegas apoiaram-me dentro e fora de campo e isso fez com que estivesse ainda mais tranquilo.

É algo que sempre ambicionei. Sempre sonhei com isso, ser o mais jovem a jogar pelo Sporting é motivo de orgulho, tenho de agradecer a toda a gente que contribuiu para que isto fosse possível".

publicado às 04:45

dario3.jpg

Dário Essugo é mais um dos nomes a reter para um futuro próximo. O jovem, que integra actualmente a equipa sub-19, assinou esta terça-feira contrato profissional com o Sporting CP, emblema que representa desde a temporada 2014/2015, depois de ter deixado a UDR Santa Maria.

Internacional por 14 vezes nas selecções sub-15 e sub-16, o centro-campista somou 26 jogos e dois golos na época passada, distribuídos pelos escalões de iniciados e juvenis, e conta já no currículo com um título nacional de sub-15.

“É um pequeno passo na minha caminhada. Tenho de agradecer ao Sporting CP por toda a confiança que depositou em mim. O Clube acredita muito em mim e acho que tenho feito um bom trabalho nestes últimos anos. Estou muito feliz por assinar este vínculo.

Quero continuar a evoluir, fazer o meu trabalho diário e, se tudo correr bem, espero chegar à equipa principal do Sporting. Quando era pequeno via os mais velhos na Academia e fico muito feliz por terem conseguido chegar a esse patamar. Isso dá-me ainda mais alento para lutar”.

Note-se que Dário Essugo já foi chamado várias vezes por Rúben Amorim para treinar com a equipa principal.

publicado às 16:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo