Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Foto do dia

Rui Gomes, em 09.07.20

pz5d1991.jpeg

Filipe Celikkaya oficializado como treinador da equipa B

publicado às 04:15

CelikkayaDr3.jpg

Entrevistado pelo site oficial do Shakhtar Donetsk, Filipe Celikkaya explicou os motivos que o levaram a deixar a equipa técnica de Luís Castro no clube ucraniano para assumir o leme da equipa B do Sporting, que regressa à competição em 2020/2021, para participar no Campeonato de Portugal: 

"Vou regressar a Portugal, a minha casa. Vou treinar jogadores que treinei na equipa de sub-19. Vou tornar-me treinador principal da equipa B do Sporting e a minha função será preparar os jogadores para a equipa principal.

A vida oferece-nos vários desafios constantemente: já trabalhei como treinador principal no passado, depois como adjunto, percorri um longo caminho em competições de nível superior, tanto em Portugal, como na Ucrânia, e agora tenho a oportunidade de voltar à minha terra natal e assumir o comando da equipa B. Tenho a certeza que os últimos anos que passei com Luís Castro ajudaram-me a conseguir o lugar.

A nossa relação sempre foi muito próxima e aberta. Eu e o Vítor Severino trabalhamos com o Luís Castro desde o Chaves. Juntos percorremos um caminho difícil e atingimos um nível elevado. A nossa conversa foi o mais amigável possível. Desejamos um ao outro o melhor e boa sorte em tudo. Sei que o Luís vai estar a torcer pelo meu sucesso, tal como ficarei encantado com o sucesso dele".

publicado às 05:17

naom_5ef0500ae40fd.jpg

Muito embora ainda não haja neste momento confirmação oficial por parte do Sporting, tudo indica que Filipe Celikkaya vai assumir o lema da equipa B leonina, estando esta em linha para competir no Campeonato de Portugal na próxima época.

Filipe Celikkaya, técnico adjunto de Luís Castro nas últimas três temporadas no Shakhtar Donetsk, vai assumir um novo desafio na sua carreira. O técnico português (com dupla nacionalidade turca) tem sido o nome apontado pela imprensa nacional para liderar a equipa B do Sporting na próxima temporada e, segundo Luís Castro, está «quase certo» em Alcochete:

"Já não adianta negar. Penso que estará quase no Sporting. Quis seguir o seu caminho e desejo-lhe muito sucesso. Vai para uma instituição histórica, o que é positivo para ele".

Para Filipe Celikkaya, de 35 anos, natural de Lisboa, este não será o seu primeiro cargo ao serviço do Sporting, uma vez que foi treinador-adjunto da equipa de sub-19 durante duas épocas, entre Julho 2015 e Junho 2017.

No seu currículo, também se verifica duas épocas como treinador dos sub-15 do Benfica, além de ter sido treinador-adjunto do V. Guimarães e Desportivo de Chaves.

publicado às 15:30

Equipa B no Campeonato de Portugal

Rui Gomes, em 05.06.20

image.jpg

A equipa B do Sporting CP vai competir no Campeonato de Portugal já na próxima época. Ao que consta, os responsáveis leoninos tiveram ontem a confirmação por parte da Federação Portuguesa de Futebol que a sua equipa secundária é uma das quatro que, por mérito desportivo, será integrada no terceiro escalão do futebol nacional, isto antes de uma reestruturação dos quadros competitivos que já tem calendarização definida.

O Sporting CP, teve, porém, de comprometer-se a cumprir a exigência principal do órgão federativo, concretamente a manutenção da equipa de sub-23 na Liga Revelação, assim como as restantes equipas de formação, que, naturalmente, nunca estiveram em causa.

Frederico Varandas tinha como objectivo, desde a primeira hora, em Setembro de 2018, a reactivação da equipa B - depois da decisão do seu antecessor, Bruno de Carvalho, no final de 2017/18, em não renovar o protocolo para manter a equipa secundária, encaminhando-a para a despromoção desportiva e até a extinção da mesma, então apontando os custos excessivos como uma das causas -, tendo agora conseguido o desiderato um ano antes do objectivo proposto, que era o início da estação 2021/22.

A Federação abriu a porta ao regresso, o Sporting aproveitou e tem de encontrar soluções orçamentais que sustentem mais um projecto, indispensável para quem pretende apostar cada vez mais na formação.

Entretanto, emergem uma série de questões importantes. A primeira das quais passa pelo treinador, pelos jogadores, mas também onde irá actuar a formação secundária, uma vez que a Academia Sporting está a ser intervencionada e possui apenas um campo principal com bancada, onde jogam os sub-23, equipa feminina, juniores e juvenis.

É possível que os B venham mesmo a optar por outro campo para actuar como visitado. O plantel, esse, será constituído maioritariamente por atletas provenientes dos actuais sub-23, podendo igualmente integrar alguns elementos que estão actualmente cedidos a outros emblemas, em patamares competitivos inferiores à primeira divisão.

Definido o regresso à competição da equipa B na próxima temporada, a Sporting SAD vai agora acentuar as diligências no sentido de escolher um técnico que trabalhe de forma próxima com o responsável pela equipa principal, no caso Rúben Amorim. Aliás, este terá mesmo uma palavra a dizer. Como o nosso jornal oportunamente deu conta, o técnico dos sub-23, Leonel Pontes, é um dos mais sérios candidatos a assumir o projecto, mas outros nomes estão naturalmente a ser considerados por Frederico Varandas.

publicado às 05:32

21309085_hv54S.jpeg

Depois de em 2018 o Sporting ter colocado fim à equipa B, para passar a disputar a Liga Revelação com os Sub-23, o regresso dos 'bês' foi confirmado esta quarta-feira por Miguel Quaresma, em entrevista a Record.

O responsável pela formação do Sporting afirma que o regresso da equipa B é fundamental para a evolução da equipa de sub-23, que é nesta altura líder da Liga Revelação:

"Vim para o Sporting porque partilhava uma visão com o presidente, para a formação, que passava, de início, por transitar de imediato os jogadores com maior potencial para as equipas de escalões superiores. Foi precisamente isso que fizemos. Precisamos de um espaço competitivo diferente, porque esta equipa de sub-23 precisa de evoluir, e isso passa pelo regresso da equipa B.

A decisão sobre o campeonato que vamos integrar está a ser trabalhada. Espero que possamos integrar uma competição exigente, mas vamos avançar, seja onde for.

Fundamental é não nos atrasarmos mais. Ainda há muita coisa para fazer. Agora há uma visão, uma ideia de futuro, uma proposta estratégica para a formação. 

download (3).jpg

É preciso que nos deixem trabalhar. A formação precisa de muita tranquilidade, não é um trabalho de curto prazo. Estamos a tentar acelerar este processo. Sabemos que não temos muito tempo, mas precisamos dele".

Pelos vistos, nesta altura falta apenas definir qual a competição que a equipa irá disputar, porventura já na próxima época, sendo que o Sporting se encontra em negociações com a Liga e com a Federação Portuguesa de Futebol nesse sentido. Miguel Quaresma sublinhou que necessita de ser "um espaço estimulante", numa aparente referência à II Liga, de onde a equipa foi despromovida em 2017/18.

publicado às 02:32

Equipa B para regressar?

Rui Gomes, em 30.10.19

download.jpg

Por enquanto, ainda não há palavra oficial da Direcção do Sporting, mas esperamos que esta notícia de Record  seja bem fundamentada.

A concretizar-se, será a rectificação de um erro grosseiro do ex-presidente destituído, que retirou à formação uma importante plataforma de crescimento. A vontade de tudo gastar na equipa principal deixou ao abandono uma das principais marcas do Clube.

Uma contrariedade, no entanto, é que a equipa B a regressar terá de o fazer, em princípio, via o Campeonato de Portugal, uma vez que foi despromovida na época de 2017/18.

Jorge Silas comenta o tema:

"Acho que a equipa B nunca deveria ter acabado. O Campeonato de Portugal e a II Liga são muito competitivas e é de qualidade intermédia entre a Liga Revelação e a I Liga. Permite aos jovens evoluir e é uma pena que não exista. Acho que é um passo importante para o Sporting, que deve pensar nele, para termos mais Rodrigos, Pedros Mendes e Matheus".

publicado às 10:45

 

download (1).jfif

 

A criação da equipa B de futebol feminino é a mais recente aposta do Sporting Clube de Portugal na formação da modalidade. Após dois anos de hegemonia a nível nacional - seniores e escalões jovens -, o Clube irá agora oferecer um novo espaço de crescimento às jovens jogadoras, dada a ausência da prática de futebol 11 nas juniores e juvenis. 

 

Esta equipa irá competir no Campeonato Nacional da II Divisão, prova que a Ovarense venceu na época transacta. 
 
Aplaudo a iniciativa !
 

publicado às 17:55

 

image.jfif

 

A equipa B do Sporting já não vai disputar o Campeonato de Portugal, tendo desistido da participação na prova, anunciou esta segunda-feira a Federação Portuguesa de Futebol em comunicado:

 

"No seguimento da desistência do Sporting B - que estava incorporado na Série D -, o SG Sacavenense (por questões geográficas) ficou integrado na Série D. No que diz respeito à Série C, será indicado brevemente um clube pela AF Lisboa".

 

Ainda não foram dadas explicações para a desistência, mas é muito provável que um melhor reconhecimento das actuais circunstâncias do futebol leonino tenham levado à reconsideração, especialmente com a equipa sub-23 já inscrita no campeonato do escalão.

 

Acho que uma segunda equipa bem estruturada a participar na II Liga, seria muito mais útil ao Sporting, mas com o desaire da época passada e a despromoção ao Campeonato de Portugal, o cenário alterou-se drasticamente.

 

publicado às 18:16

 

imgS620I215210T20180218183541.jpg

 

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulgou esta quinta-feira a composição das quatro séries do Campeonato de Portugal de 2018/2019, cujo sorteio está marcado para segunda-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

 

O terceiro escalão do futebol português começa a disputar-se a 12 de Agosto, sob um novo formato competitivo, com 72 clubes divididos em quatro séries de 18 equipas, elaboradas de acordo com a localização geográfica dos clubes.

 

De destacar a inclusão do Sporting B na série D, após ter recuado na decisão de extinguir a formação secundária.

 

Depois de concluídas as duas voltas do campeonato, os dois clubes mais bem classificados em cada uma das quatro séries qualificam-se para disputar os play-offs, entre 25 de Maio e 23 de Junho, de forma a determinar as duas equipas promovidas à II Liga.

 

Os clubes classificados nos cinco últimos lugares de cada uma das séries do Campeonato, cuja fase regular termina em 12 de Maio, descem automaticamente aos distritais.

 

- Composição das quatro séries do Campeonato de Portugal de 2018/2019:

 

- Série A: Montalegre, Limianos, Chaves (satélite), Vilaverdense, Merelinense, Maria da Fonte, Pedras Salgadas, Gil Vicente, Mirandês, Caçadores Taipas, Torcatense, Mirandela, Fafe, Oliveirense, Vizela, São Martinho, Felgueiras e Trofense.

 

- Série B: Amarante, Pedras Rubras, União da Madeira, Marítimo B, Paredes, Leça, Gondomar, Coimbrões, Cinfães, Espinho, Lusitânia, Mêda, Cesarense, Sanjoanense, Penalva Castelo, Lusitano Vildemoinhos, Gafanha e Águeda.

 

- Série C: Anadia, Oliveira do Hospital, Nogueirense, Oleiros, Alcains, Benfica de Castelo Branco, Sertanense, União de Leiria, Fátima, Mação, Caldas, Peniche, Torreense, Vilafranquense, Alverca, Loures, Sintrense e Sacavenense.

 

- Série D: 1.º Dezembro, Praiense, Ideal, Angrense, Sporting B, Real Massamá, Oriental Lisboa, Casa Pia, Olímpico Montijo, Redondense, Pinhalnovense, Amora, Vasco Gama (Beja), Moura, Louletano, Ferreiras, Armacenenses e Olhanense.

 

publicado às 03:41

"Bês":onze jogos seguidos sem vencer

Rui Gomes, em 12.04.18

 

 

O Sporting B somou o 11.º jogo seguido sem vencer na 2.ª Liga, ao ceder um empate com o Famalicão (1-1), em jogo da 33.ª jornada, que mantém a equipa na zona de despromoção.

 

Jaime Poulson adiantou os visitantes na primeira parte, aos 37 minutos, mas Tiago Djaló repôs a igualdade na etapa complementar, aos 55, ainda assim insuficiente para as pretensões dos leões, que não vencem desde 29 de Janeiro.

Por seu lado, o Famalicão, apesar de bastante mais confortável na tabela, desperdiçou a oportunidade de se aproximar das equipas que estão envolvidas na luta pela subida.

Ultrapassadas as desconcentrações nos primeiros 15 minutos, que deixaram Pedro Marques e Paulinho em posição de adiantar o Sporting, o Famalicão assumiu o comando do jogo, denotando uma boa dinâmica ofensiva que só não foi capitalizada porque Pedro Silva defendeu uma grande penalidade de Willian.

Contudo, 4 minutos volvidos, o Famalicão chegou mesmo à vantagem, por intermédio de Jaime Poulson, que correspondeu da melhor forma a um passe soberbo de Feliz, sendo que o avançado ainda esteve perto de 'bisar' antes do intervalo, mas rematou fraco.

Tal como tinha sucedido nos instantes iniciais do primeiro tempo, o Sporting B chamou a si a responsabilidade no regresso do descanso e conseguiu o empate, pelo central Tiago Djaló, que não enjeitou uma recarga, na sequência de um canto.

Com o aproximar do final do encontro, a equipa do Famalicão - mesmo sem a qualidade de jogo que tinha apresentado na primeira parte - conseguiu construir boas situações para se colocar em vantagem, mas Joel Monteiro e Anderson, este por duas vezes, não tiveram sucesso.

De resto, o Sporting B tem de agradecer a Pedro Silva o facto de não ter perdido este jogo. Nos últimos segundos do tempo de compensação, o guarda-redes leonino emergiu como 'herói' e parou um cabeceamento de Jaime Poulson, que levava 'selo' de golo.
 
 

img_770x433$2018_04_11_21_32_57_1385843.jpg

 

Jogo no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

Sporting B - Famalicão, 1-1.

Marcadores:

0-1, Jaime Poulson, 37 minutos.

1-1, Tiago Djaló, 55.

- Sporting B: Pedro Silva, Mauro Riquicho, Tiago Djaló, Ivanildo Fernandes, Abdu Conté, Bruno Paz, Felipe Ribeiro (Edu Pinheiro, 58), Pedro Delgado, Paulinho (Diogo Brás, 87), Ary Papel (Ronaldo Tavares, 69) e Pedro Marques.

(Suplentes: Stojkovic, Cristian Ponde, Diogo Brás, Ronaldo Tavares, Rodrigo Vaza, Edu Pinheiro e Demiral).

Treinador: Luís Martins.

- Famalicão: Gabriel, Joel Monteiro, Nuno Diogo, João Faria, João Mendes, Hocko (Anderson, 77), Fabinho (Vítor Lima, 61), Willian (Vasco Costa, 67), Diogo Cunha, Feliz e Jaime Poulson.

(Suplentes: Leonardo, José Pedro, Fernandinho, Vítor Lima, Jorge Pereira, Vasco Costa e Anderson).

Treinador: Vasco Seabra.

Árbitro: Humberto Teixeira (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Fabinho (11), Nuno Diogo (13), Paulinho (34) e Joel Monteiro (35).

Assistência: Cerca de 300 espectadores.
 

publicado às 04:45

Equipa B de mal para pior

Rui Gomes, em 31.03.18

 

 29594747_1878682922152271_3672140047415845168_n.jp

 

A equipa B do Sporting desperdiçou uma vantagem de dois golos, da autoria de Pedro Marques, já nos últimos 20 minutos de jogo, para acabar derrotada às mãos do Nacional, por 3-2.

 

Encontro da 31.ª jornada da II Liga realizado no Estádio Aurélio Pereira e transmitido pela Sporting TV.

 

Não há muito a dizer sobre os leões, que mais uma vez demonstraram a razão de ocuparem o 18.º lugar da tabela classificativa, com apenas 32 pontos, provenientes de 8 vitórias e 8 empates, face às 15 derrotas, com 38 golos marcados - uma paupérrima média de 1,22 golos por jogo -, contra os 56 sofridos.

 

 

Com este resultado, o Nacional da Madeira preserva a liderança da II Liga, com 56 pontos, seguido pelo Arouca com 54 e Penafiel com 53.

 

publicado às 18:42

 

image.jpeg

 

A formação secundária do Sporting provou a sua utilidade a promover talentos e a dar rodagem a jogadores da equipa principal, além, obviamente, de ter contribuído para receitas extraordinárias em vendas.

 

O Sporting prepara-se para fechar mais um ciclo da equipa B (de 2012 a 2018), com um balanço extremamente positivo, sobretudo do ponto de vista financeiro. Contabilizando as principais vendas de jogadores que saíram dos plantéis dos últimos seis anos (sem considerar os futebolistas da equipa principal que por lá passaram esporadicamente, como por exemplo Slimani ou Cédric Soares), a receita prevista em termos de vendas de atletas promovidos pela formação secundária poderá ascender a 108,8 milhões de euros: 81,5 milhões de vendas já efectuadas (João Mário, Rúben Semedo, Bruma, Ilori, Dier e Sacko) e 27,3 milhões de opções de compra que podem ser ativadas (Carlos Mané, Iuri Medeiros e Tobias Figueiredo).

 

Embora a equipa B seja apenas parte de uma engrenagem que começa na formação e acaba na equipa principal, o seu papel na afirmação de jogadores é relevante, sendo que, do lote assinalado que deixou bom encaixe nas arcas leoninas, somente Sacko não é formado no clube. Além desta função, que relega até para segundo plano a classificação na II Liga (por sinal praticamente sempre a piorar), a possibilidade de servir de cenário para a recuperação e obtenção de ritmo de jogo de atletas do elenco principal dota o Sporting B de uma importância que muitas vezes é menosprezada.

 

Nestes seis anos, o Sporting B contou com seis treinadores que utilizaram um total de 132 jogadores, a maioria vindos da formação, mas também contratados e "despromovidos" da principal. Há internacionais lusos que passaram pelo Sporting B, onde foi igualmente forjado um actual titular da selecção de Inglaterra: Eric Dier.

 

Recorde-se que a inscrição da equipa B custava apenas 50 mil euros, um valor que a partir da próxima temporada poderá passar para os 500 mil. Não é esse o motivo decisivo para o clube verde e branco abdicar de um segundo plantel a competir em provas profissionais, mas pesou na opção, tal como a "dureza" da II Liga.

 

Certo é que a partir de 2018/19 os leões passarão a ter os seus atletas mais jovens a competirem numa nova prova, o campeonato de sub-23.

 

Rafael Toucedo, jornal O Jogo

 

publicado às 03:53

 

OriginalSize$2018_03_14_05_39_05_1375136.jpg

 

O Sporting B vencia por 3-1 aos 66' mas permitiu três golos e a reviravolta do Penafiel na recta final do encontro em Alcochete, numa partida da 29.ª jornada da 2.ª Liga. Pedro Marques bisou para os leões mas a festa foi dos durienses, que apontaram o tento decisivo já nos descontos.

 

Refira-se que os habituais titulares Luís Maximiano, Ivanildo Fernandes, Rafael Barbosa e Ronaldo Tavares não foram opção, resgatados para a equipa principal para disputarem a segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa diante do Viktoria Plzen.

 

Assim, a equipa B do Sporting passa a ocupar os lugares de despromoção da tabela, agora no 17.º posto, com 31 pontos, enquanto o Penafiel subiu ao segundo lugar do campeonato, com 50, mas com mais um encontro que o Santa Clara.

 

Jogo realizado no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

 

Sporting B-Penafiel, 3-4.

Ao intervalo: 1-1.

 

Marcadores:

 

0-1, Fábio Abreu, 18 minutos.

1-1, Pedro Marques, 44.

2-1, Jovane Cabral, 56.

3-1, Pedro Marques, 60.

3-2, Fábio Fortes, 67.

3-3, João Paulo, 80.

3-4, Luís Pedro 90+3.

 

Sporting B: Stojkovic, Mauro Riquicho, Merih Demiral, Tiago Djaló, Abdu Conté, Miguel Luís (Ricardo Almeida, 85), Pedro Delgado, Bruno Paz, Paulinho (Diogo Brás, 74), Jovane Cabral (Kenedy Có, 89) e Pedro Marques.

 

Suplentes: Pedro Silva, Kenedy Có, Bubacar Djaló, Diogo Brás, Ricardo Almeida, Felipe Ribeiro, Guilherme Ramos.

 

Treinador: Luís Martins.

 

Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi Souza, João Paulo, Luís Pedro, José Gomes, Gustavo Costa, Romeu Ribeiro (Jules Diouf, 89), Hélio Cruz, Ludovic, Fábio Abreu e Gleison (Fábio Fortes, 63).

 

Suplentes: Tiago Rocha, Luís Dias, Daniel Martins, César Gomes, Danilo Alves, Jules Diouf e Fábio Fortes.

 

Treinador: Armando Evangelista.

 

Árbitro: Rui Oliveira (AF Porto).

 

Acção disciplinar: cartão amarelo para Tiago Djaló (12), Luís Pedro (54), Ivo Gonçalves (60), José Gomes (64), Miguel Luís (65), Mauro Riquicho (79), Ludovic (79).

 

Assistência: cerca de 100 espectadores.

 

publicado às 17:52

 

imageRWV62RE6.jpg

 

Dois golos de Rafael Barbosa permitiram ao Sporting B vencer Real Massamá, por 2-1, em encontro da 22.ª jornada da II Liga, colocando um ponto final numa série de quatro encontros sem vencer dos leões.

 

Os golos (29' e 73') do internacional sub-21 português Rafael Barbosa azedaram a estreia do novo treinador Alexandre Santos no comando do Real, que, apesar do golo de Carlos Vinícius (37), viu a sua equipa ser ainda mais última classificada, com 17 pontos, enquanto o triunfo dos leões mantém a equipa no 11.º posto, com 29.

 

Jogo realizado no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

Sporting B - Real Massamá, 2-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Rafael Barbosa, 29 minutos.

1-1, Carlos Vinícius, 37.

2-1, Rafael Barbosa, 73.

 

Sporting B: Stojkovic, Mauro Riquicho, Ivanildo Fernandes, Kiki Kouyaté, David Sualehe, Miguel Luís, Bruno Paz, Rafael Barbosa, Ricardo Almeida (Pedro Marques, 77), Paulinho (Bubacar Djaló, 87) e Ronaldo Tavares (Filipe Ribeiro, 65).

 

Suplentes: Diogo Sousa, Kenedy Kó, Bubacar Djaló, Pedro Marques, Ary Papel, Merih Demiral, Filipe Ribeiro.

 

Treinador: Luís Martins.

 

Real Massamá: Luís Ribeiro, Paulinho, Vasco Coelho, Paulo Monteiro, Matheus Leal, Rúben Marques, Thabo Cele, Gustavo Cazonatti (Brash, 86), Gildo Lourenço (Marcos Barbeiro, 65), Marcelo Lopes e Carlos Vinícius.

 

Suplentes: Patrick Costinha, Tiago Morgado, João Basso, Diogo Coelho, Marcos Barbeiro, Abdoulaye Dialló e Brash.

 

Treinador: Alexandre Santos.

 

Árbitro: André Narciso (AF Setúbal).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Paulo Monteiro (25' e 90+4'), Ronaldo Tavares (30'), Bruno Paz (75') e Stojkovic (90+2'). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Paulo Monteiro (90+4').

 

Assistência: cerca de 400 espectadores.

 

publicado às 17:42

 

v.jpg

  

Académico de Viseu e Sporting B empataram este sábado 1-1, para a 21ª. jornada da 2.ª Liga, naquele que foi o quinto jogo sem vencer dos viseenses e anfitriões, que podem ser desalojados dos lugares de subida.

 

Nsor, aos 24 minutos, deu vantagem ao Académico de Viseu, mas Ricardo Almeida, aos 81, empatou para os 'leões'. As duas equipas mantêm posições, com os viseenses no segundo lugar, mas ao alcance de Académica e Leixões, e o Sporting B no 12.º posto.

 
O Académico de Viseu procurava o regresso aos triunfos depois de uma derrota caseira (4-1) frente ao Penafiel e de três empates nas visita as a Gil Vicente (1-1), Santa Clara (0-0) e Académica (1-1), diante do Sporting B.

Os comandados de Francisco Chaló, moralizados pelo golo inicial, mantiveram um ritmo de jogo elevado e foram mais fortes em toda a primeira parte, enquanto o Sporting B respondia essencialmente em lances de bolas paradas.

No segundo tempo, os 'leões' entraram mais fortes e começaram a acercar-se da baliza de Peçanha. Luís Martins sentiu que a sua equipa estava por cima no jogo e reforçou o ataque, conseguindo o empate por Ricardo Almeida, aos 81.

Jogo disputado no Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu.

Académico de Viseu - Sporting B, 1-1.

Ao intervalo: 1-0.

Equipas:

Académico de Viseu: Peçanha, Tomé, Bura, Fábio Santos, Kiko, Capela, Fernando Ferreira (Sandro Lima, 87), João Mário (Erivaldo, 65), Avto, Rui Miguel (Tarcísio, 60) e Nsor.

(Suplentes: Jonas, Joel, Paná, Erivaldo, Barry, Tarcísio, Sandro Lima).

Treinador: Francisco Chaló.


Sporting B: Stojkovic, Riquicho, Ivanildo, Kiki, David Sualehe, Bruno Paz (Pedro Marques, 78), Cristian Ponde (Rocardo Almeida, 62), Paulinho, Wallyson, Ronaldo e Ary Papel (Migue Luís, 75).

(Suplentes: Diogo Sousa, Kenedy Có, Bubacar Djaló, Pedro Marques, Miguel Luís, Tiago Djaló e Ricardo Almeida).

Treinador: Luís Martins.


Árbitro: Humberto Teixeira (AF Porto).

Acção disciplinar: cartão amarelo para João Mário (28) e Wallyson (45).

Assistência: Cerca de 1.000 espectadores.
 

publicado às 15:07

Sem golos não se ganham jogos

Rui Gomes, em 13.01.18

 

 

O Sporting da Covilhã venceu hoje o Sporting B, por 1-0, em jogo da 20.ª jornada da II Liga realizado no Estádio Aurélio Pereira, em que os ‘leões’ de Lisboa não souberam materializar em golo as várias ocasiões que criaram.

 

O tento do nigeriano Sodiq Fatai (45+1') chegou para a equipa da Covilhã dar seguimento ao bom momento que atravessa, com o terceiro triunfo consecutivo e consequente salto na classificação, ocupando agora o sétimo posto, com 30 pontos.

 

Já o Sporting B tem tido um conjunto de resultados irregulares, ocupando o 12.º posto, com 25 pontos.

 

Separados por apenas dois pontos à partida para este desafio e com o mesmo número de vitórias (sete) no início da segunda volta da competição, foi o conjunto serrano a entrar melhor em Alcochete, encostando os ‘leões' na sua zona mais defensiva, mas sem pôr prova os reflexos de Stojkovic.

 

Contudo, foi a equipa liderada por Luís Martins a estar muito perto de marcar em dois momentos: primeiro, Rafael Barbosa ofereceu o golo ao companheiro Ronaldo Tavares, que desperdiçou na ‘cara’ de Igor Rodrigues, depois, uma jogada bem construída pelo brasileiro Paulinho terminou com uma ‘bomba' de David Sualahe ao poste.

 

Apesar da defesa do Covilhã mostrar nervosismo e colocar-se à mercê do Sporting B, o lateral Reinildo deu um ajuda no ataque forasteiro, quando assistido por Paulo Henrique ganhou nas alturas a Demirial e cabeceou com muito perigo ao lado.

 

Ainda assim, o Sporting B estava cada vez mais perto de desfazer o nulo e por mais duas vezes tentou chegar ao golo, porém Wallyson e Cristian Ponde, bem enquadrados com a baliza, não souberam materializar a tendência do jogo.

 

Mas, em tempo de compensação, foram os ‘leões' da serra a abrir o marcador. Com a defesa da casa quase toda subida no ataque, Paulinho perdeu a bola e Adul Seidi viu bem a desmarcação de Fatai, que teve categoria ao finalizar, aos 45+1.

 

O segundo tempo trouxe menos espetáculo e menos chances de golo, apesar do encontro continuar em aberto para as duas equipas. O Sporting tentou, pelo menos, o empate, enquanto o Covilhã soube aguentar a vantagem e até esteve de perto de terminar com as esperanças leoninas, depois de um cabeceamento cheio de intenção do central Zarabi.

 

img_770x433$2018_01_13_16_05_56_1353287.jpg

 

Equipas:

 

Sporting B: Stojkovic, Mauro Riquicho (Ary Papel,75), Ivanildo Fernandes, Merih Demiral, David Sualehe, Bruno Paz, Wallyson Mallmann, Rafael Barbosa, Paulinho (Pedro Marques, 75), Ronaldo Tavares e Cristian Ponde (Miguel Luís, 63).

 

(Suplentes: Diogo Sousa, Kiki Kouyaté, Pedro Marques, Tiago Djaló, Ary Papel, Budag Nasyrov e Miguel Luís).

 

Treinador: Luís Martins.

 

Sporting da Covilhã: Igor Rodrigues, João Dias, Joel Vital, Kiko Zarabi, Reinildo Mandava, Gaius Makouta, Boubakary Diarra, Paulo Henrique, Índio (Raul Almeida, 77), Sodiq Fatai (Gilberto Silva, 81) e Adul Seidi (Amadú Turé, 64).

 

Suplentes: Vitor São Bento, Gilberto Silva, Amadú Turé, Hudson Dias, Moses Phiri, Gerson e Raul Almeida).

 

Treinador: José Augusto.

 

Árbitro: Sérgio Piscarreta (AF Algarve).

 

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Adul Seidih (34), Wallyson Mallmann (29), Rafael Barbosa (69), João Dias (75), David Sualehe (78), Boubakary Diarra (87) e Merih Demiral (90). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Merih Demiral (90+5).

 

Assistência: cerca de 600 espetadores.

 

publicado às 17:27

Equipa B não dá prenda de Natal

Rui Gomes, em 21.12.17

 

 

O Sporting B perdeu esta quinta-feira em Alcochete com o Vitória de Guimarães B por 2-1. Estupiñan colocou os vimaranense na frente do marcador em cima do intervalo, ao minuto 45, tendo Ronaldo Tavares igualado no decorrer da segunda parte, aos 68 minutos. Dois minutos depois Phete estabeleceu aquele que seria o resultado final.

 

Dois lances de bola parada - pontapés de canto - foram a grande diferença numa partida muito equilibrada. Os leões não tiveram a clarividência necessária para chegar ao golo do empate, após o tento vencedor de Phete, apesar do seu maior domínio territorial. Ao cair do pano Rafael Barbosa executou um livre que levou à defesa da tarde do guarda-redes vimaranense.

 

SPORTING B: Stojkovic; Riquicho, Ivanildo, Demiral, Abdu Conté; Miguel Luís, Rafael Barbosa, Wallyson, Bruno Paz; Pedro Marques, Ronaldo Tavares.

 

Suplentes:  Luís Maximiano, Kiki, Kenedy, Djaló, Sualehe, Ricardo Almeida, Budag.

 

VITÓRIA DE GUIMARÃES B: Miguel Oliveira; Sacko, Carvalho, Denis Duarte, David Silva; Artur Abreu, Tiago Castro, Joseph, Haashim Domingo; Phete, Estupinán.

 

Suplentes: Daniel Figueira, Pedro Raul, Nuca, Bíró, Correia, Biai, Rui Gomes.

 

1024.jpg

  

Após bater o Benfica B, o Vitória soma o segundo triunfo consecutivo e acaba o ano civil no 19.º e penúltimo lugar, com 17 pontos. O Sporting B é 12.º, com 24: pode ainda ser igualado por Cova da Piedade e UD Oliveirense.

 

O até agora líder Académico Viseu perdeu também em casa, diante do Penafiel por 4-1 e pode perder a liderança para o vencedor do jogo entre o Famalicão e o FC Porto B.

 

Registo ainda para o empate do Santa Clara fora de portas, diante do Real SC consentido já nos minutos de compensação, ao passo que o SC Covilhã bateu o Gil Vicente de forma categórica por 3-0.

 

Resultados da 18ª jornada da Segunda Liga:

 

Académico Viseu-Penafiel, 1-4

SC Covilhã-Gil Vicente, 3-0

Real SC-Santa Clara, 1-1

Sporting B-Vitória SC B, 1-2

 

publicado às 17:14

 

img_FanaticaBig$2017_10_25_21_15_41_1327700.jpg

 

Nacional e Sporting B empataram esta quarta-feira a um golo, numa partida antecipada da 12.ª jornada da 2.ª Liga em que os leões estiveram a vencer desde o segundo minuto, cedendo a igualdade no último minuto de descontos.

Rafael Leão inaugurou o marcador e, aos 90'+4, um penálti convertido por Ricardo Gomes impediu o triunfo leonino. A fase final do encontro ficou marcada por alguma confusão entre os jogadores, tendo levado à expulsão de Demiral e Kaká, que se envolveram fisicamente.

 
Após a derrota pesada (4-1) da última jornada, em Penafiel, o Sporting B conseguiu uma igualdade na Choupana, frente a um Nacional que dominou toda a partida, mas que também se revelou muito ineficaz.

O golo logo aos dois minutos foi mesmo o primeiro sinal de perigo dado pelo Sporting B, com Rafael Leão a marcar após assistência de Jovane.
 

img_FanaticaBig$2017_10_25_21_15_40_1327699.jpg

 
O Nacional reagiu prontamente e criou algumas oportunidades na primeira parte, mas a ineficácia de Rochez impediu que o jogador tivesse marcado, aos 23 minutos, após facilidades concedidas pela equipa de Luís Martins.

Na segunda parte, foi mais do mesmo e, já com Ricardo Gomes em jogo, o cabo-verdiano falhou por pouco duas ocasiões do ataque da sua equipa.

 
Com o Sporting a tentar aguentar a vantagem mínima, Rochez, aos 76 e 83 minutos, falhou dois remates de forma incrível, na área, quando se encontrava praticamente sem oposição.

O Sporting B despertou para o jogo aos 84 minutos, quando, assistido por Jovane, Sualehe perdeu o golo de forma incrível.

Aos 90+4, Kiki fez falta sobre Rochez, na área, e o árbitro assinalou um penálti que Ricardo Gomes converteu, enganando o guarda-redes leonino.
 

img_FanaticaBig$2017_10_25_21_15_44_1327703.jpg


Jogo no Estádio da Madeira, no Funchal

Marcadores:
0-1, Rafael Leão, 02 minutos.
1-1, Ricardo Gomes, 90+4 (penálti).

- Nacional: Daniel, Nuno Campos, Diogo Coelho, Júlio César, Elízio (Mauro Cerqueira, 46), Vítor Gonçalves (Jota, 73), Kaká, Christian, João Camacho (Ricardo Gomes, 62), Rochez e Murilo.

Suplentes: Framelin, Diogo Silva, Mauro Cerqueira, Jota, Diego Barcelos, Ricardo Gomes e Valkenedy.

Treinador: Costinha.

- Sporting B: Luís Maximiano, Kiki, Ivanildo, Demiral, Abdu, Budag, Rafael Barbosa, Paulinho (Djaló, 79), Rafael Leão, Ary Papel (Pedro Delgado, 61) e Jovane (David Sualehe, 75).

Suplentes: Diogo Sousa, Pedro Delgado, Kenedy Có, Bubacar Djaló, Pedro Marques, Bruno Paz e David Sualehe.

Treinador: Luís Martins.

Árbitro: André Narciso (AF Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Budag (30), Nuno Campos (40), Jovane (60), Pedro Delgado (64), Djaló (90+2), Rochez (90+4) e Kiki (90+4). Cartão vermelho direto para Demiral (90+4) e Kaká (90+4).

Assistência: 1.167 espectadores.

 

publicado às 05:51

 

 

A equipa B do Sporting venceu este sábado, em Alcochete, o Santa Clara por 4-3, num desafio emotivo da 9.ª jornada da 2.ª Liga, no qual brilhou o angolano Gelson Dala, autor de um hat-trick e uma assistência.

Os leões consumaram o regresso às vitórias, depois de quatro encontros sem ganhar, num grande jogo, repleto de emoção e competitividade.

A vitória leonina, que ditou o adeus dos açorianos à liderança da prova, ergueu-se com os golos de Gelson Dala (19, 24 e 65 minutos) e Paulinho (86'), anulando, assim, a réplica de Thiago Santana (30' e 78') e Fernando Andrade (49').

Com este resultado, o Santa Clara deixou fugir a liderança para o Académico de Viseu, que bateu hoje o FC Porto B por 4-1, e soma assim os mesmos 18 pontos, mas agora na segunda posição. Já o Sporting B regista agora 13 e subiu a sétimo lugar.

Jogo no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

Sporting B - Santa Clara: 4-3.

Ao intervalo: 2-1.

Sporting B: Stojkovic, Demiral, Kiki Kouyaté, Ivanildo Fernandes, David Sualehe (Bubacar Djaló, 76), Budag, Rafael Barbosa, Pedro Delgado (Paulinho, 57), Gelson Dala, Kenedy Có (Abdu Conté, 39) e Ary Papel.

Suplentes: Max, Cristian Ponde, Bubacar Djaló, Pedro Marques, Ronaldo Tavares, Abdu Conté e Paulinho.

Treinador: Luís Martins.

Santa Clara: Marco Pereira, Toni Gorupec, João Pedro, Igor Rocha (João Reis, 46), Marcelo Oliveira, Minhoca (Rúben Saldanha, 76), Pacheco, Osama Rashid, Thiago Santana, Paulo Clemente (Guilherme Schettine, 63) e Fernando Andrade.

Suplentes: Rodolfo Cardoso, Diogo Santos, Guilherme Schettine, João Reis, Italinho, Rúben Saldanha e Adel Gamal.

Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Nuno Almeida (Algarve).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ivanildo Fernandes (74'), Bubacar Djaló (84'), Stojkovic (89') e Osama Rashid (90+1').

Assistência: Cerca de 300 espectadores.
 

publicado às 02:59

 

a_1.jpg

 

Aos oito anos, Madalena chega a ser mais do que uma simples adepta do Sporting. É, sim, uma verdadeira "leoa", que desde Janeiro luta contra uma leucemia linfoblástica. 

 

Natural do Funchal, onde reside e enfrenta um processo de quimioterapia, Madalena teve este sábado um dia diferente na sua vida. Tendo tomado conhecimento da sua situação, o Gabinete de Apoio leonino tomou a iniciativa de proporcionar a esta jovem leoa uma experiência única: confraternizar com o plantel e respctivo staff da equipa B verde e branca, que este domingo mediu forças com o União, na Madeira, em jogo da Ledman LigaPro.

 

Recebeu uma camisola autografada por todos os jogadores verde e brancos e ainda a promessa de uma visita da equipa principal dos leões, em Maio, quando o Sporting defrontar o Marítimo no Estádio dos Barreiros para o campeonato. A felicidade estampada na sua cara vale mais do que mil palavras.

 

publicado às 04:39

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo