Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Foto do dia

Rui Gomes, em 05.08.21

231713514_10157878179136555_1479100253750577885_n.

Os adeptos estão de volta!

publicado às 05:31

Governo corrige Liga de Futebol...

Rui Gomes, em 10.07.21

cartoon-sport-fans-vector-illustration-260nw-43846

A decisão sobre o regresso dos espectadores aos estádios das competições profissionais de futebol, anunciada esta sexta-feira pela Liga de clubes, ainda não está tomada, esclareceu fonte oficial do Governo.

A mesma fonte explicou à Lusa que têm decorrido reuniões entre a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Direção-Geral da Saúde (DGS), de preparação para a próxima época, mas a decisão ainda não está tomada.

Relativamente a esta medida, qualquer decisão sobre o regresso do público aos recintos desportivos deverá ser tomada e anunciada após reunião de Conselho de Ministros.

A LPFP anunciou esta sexta-feira que as competições profissionais vão começar com a possibilidade de 33% de lotação dos estádios, depois de reuniões com o Governo e a DGS.

"No seguimento das reuniões levadas a cabo nas últimas semanas com o Governo e a DGS foi hoje definida a norma que será aplicada ao regresso do público aos estádios. Depois de uma luta da direcção da LPFP e das sociedades desportivas, é com enorme satisfação que vemos concretizada a reivindicação da Liga e das suas associadas de ter os adeptos de regresso aos estádios", refere o organismo, em comunicado.

A Liga, liderada por Pedro Proença, explica que, em breve, a DGS vai publicar "todas as regras e condições de acesso do público aos estádios", acordadas com a LPFP, que passam por um arranque das competições profissionais com "a possibilidade de 33% de lotação dos recintos".

publicado às 04:15

12813963_527288730784478_2976568780687028289_n.jpg

Os recintos desportivos em Portugal poderão voltar a ter pessoas a assistir, na bancada, a partir de 14 de junho. O anúncio foi feito por António Costa durante a comunicação do Primeiro-Ministro ao país, que serviu para revelar as novas medidas de desconfinamento, a aplicar durante o Verão.

A medida surge quatro dias após o Estádio do Dragão ter recebido pouco mais de 14.000 pessoas - inicialmente, foi dada autorização à presença de 16.500 - na final da Liga dos Campeões. O jogo realizou-se no Porto e com autorização das autoridades portuguesas, a quem a UEFA agradeceu pelo "grande sucesso" que considerou ter sido o evento.

Mas, até então, e especificando no futebol, os únicos jogos de competições nacionais que tiveram adeptos nas bancadas tinha sido nos Açores. Em Portugal Continental, apenas três partidas de FC Porto (Liga dos Campeões), Benfica e Sporting de Braga (Liga Europa), realizados em Outubro e organizadas pela UEFA, tiveram a presença de público.

A partir de 14 de Junho, de acordo com o anunciado pelo primeiro-ministro, os estádios e pavilhões em Portugal poderão voltar a público, embora apenas até 33% da sua capacidade oficial - e poderá ser pedido um teste negativo à Covid-19 a cada espectador, caso a Direcção-Geral de Saúde assim o determine.

publicado às 03:03

49528618_1145767578936587_8008475335282655232_n.jp

Ao contrário do que já havia sido anunciado, os jogos da última jornada da Liga NOS não vão afinal ter público nas bancadas, caindo agora por terra os eventos-teste que poderiam viabilizar o regresso de público aos estádios.

"A Direcção da Liga Portugal reuniu-se na manhã desta segunda-feira, num encontro de carácter extraordinário – depois de o ter feito de forma ordinária na passada sexta-feira -, tendo ficado decidido que a última jornada da Liga NOS não terá público em testes-piloto, como chegou a ser uma possibilidade. Entre vários outros motivos, a Direcção da Liga Portugal entendeu que não estavam reunidas todas as condições de equidade, quando na jornada 34 existem equipas que, desportivamente, têm o futuro ainda por decidir", pode ler-se no comunicado do organismo.

Pode ler aqui o comunicado da Liga, na íntegra.

Parece-me que se o objectivo era de levar a cabo testes-piloto, poderia ser implementado naqueles jogos em que as duas equipas não têm nada em disputa, no que à classificação diz respeito. A exemplo, a recepção do Sporting ao Marítimo. Um já é campeão, o outro já assegurou a permanência na I Liga e não tem quaisquer outras aspirações.

Para não variar muito, as decisões dos organismos que superintendem o futebol português deixam o essencial a desejar.

publicado às 03:45

12813963_527288730784478_2976568780687028289_n.jpg

Vai haver público nas bancadas na última jornada da Liga NOS 2020/21. A novidade foi anunciada esta quarta-feira pela Liga portuguesa, mas haverá alguns constrangimentos: só pode ser ocupada 10% da lotação e os adeptos da casa terão de fazer um teste à Covid-19.

"O acesso aos estádios será exclusivamente destinado aos adeptos dos clubes visitados que devem apresentar, à entrada do recinto, o resultado negativo de um teste rápido para a COVID-19", lê-se no comunicado da entidade, que acrescenta que "a decisão foi tomada depois de várias reuniões da Liga Portugal e da Federação Portuguesa de Futebol com as autoridades de saúde pública e o governo, e que se intensificaram nas últimas semanas".

A decisão é oficial e "contou com a colaboração e validação da Direção Geral da Saúde", explica a Liga, acrescentando que "os jogos da última jornada da Liga NOS são eventos-teste que podem viabilizar o regresso de público aos estádios."

A 34.ª e última jornada da Liga NOS está marcada para o dia 19 de Maio, mas os horários dos jogos ainda estão por confirmar. O Sporting fecha a época 2020/21 com a recepção ao Marítimo.

publicado às 03:03

O regresso do público aos estádios?

Rui Gomes, em 12.03.21

22039103_ECN35.jpeg

O plano de desconfinamento abre a porta ao regresso do público aos estádios de futebol. De acordo com o documento publicado, a partir de 3 Maio podem ocorrer "grandes eventos exteriores e eventos interiores com diminuição de lotação", o que, à falta de confirmação de António Costa e restante Governo, dá a entender que o público voltará em número ainda reduzido. No entanto, é de notar que a decisão de presença de espectadores pertence, em última instância, à DGS. Refira-se ainda que logo a partir de 19 de Abril estão previstos "eventos exteriores com diminuição de lotação".

Refira-se, no entanto, que a decisão de presença de espectadores pertence, em última instância, à DGS. Caso se venha a confirmar a presença de adeptos nos estádios logo na data desejada pelo presidente da Liga Portugal, são vários os jogos grandes que poderão contar já com o calor dos adeptos, a partir da 28.ª jornada. E há também a final da Taça de Portugal. A saber:

28.ª jornada (21 Abril)
- Sporting-Belenenses SAD
- FC Porto-V. Guimarães
- Sp. Braga-Boavista

29.ª jornada (25 Abril)
- Sp. Braga-Sporting

31.ª jornada (9 Maio)
- Benfica-FC Porto

33.ª jornada (16 Maio)
- Benfica-Sporting

34.ª jornada (19 Maio)
- FC Porto-Belenenses SAD
- Sporting-Marítimo
- V. Guimarães-Benfica

Parece-me prematuro, no entanto, haverá quem tenha muitos mais conhecimentos para se pronunciar sobre esta matéria.

publicado às 03:46

1024px-Alvalade0023.jpg

A Federação Portuguesa de Futebol e a Liga Portugal informaram esta quarta-feira que nove estádios foram aprovados pela Direção-Geral de Saúde para receber jogos de futebol no imediato. São eles: Cidade do Futebol; Estádio José Alvalade; D. Afonso Henriques; Dragão; Estádio João Cardoso; Estádio do Marítimo; Municipal de Braga, Estádio da Luz e Portimão Estádio.

"Quanto aos estádios Bonfim, Capital do Móvel, Cidade de Barcelos, do Clube Desportivo das Aves, do Bessa e do Rio Ave, a DGS indicou um conjunto de correções de que terão de ser alvo para que possam ser novamente vistoriados pelas autoridades de saúde", surge explicado.

Ao que também consta, o Rio Ave está a fazer obras a fim de satisfazer as exigências e o V. Setúbal mantém a confiança que o Bonfim será eventualmente aprovado.

Entretanto, a Liga também reuniu nesta quarta-feira para discutir assuntos relacionados com a segurança dos encontros na retoma do campeonato, segundo o próprio organismo comunicou. As directoras executivas Sónia Carneiro e Helena Pires estiveram à conversa com o Superintendente Luís Elias, que representou a PSP, e com o Ponto Nacional de Informação sobre Futebol (PNIF).

Com o regresso da competição a ser considerado um "grande desafio para as forças de segurança", a reunião teve também como objectivo prioritário abordar "possíveis medidas de contenção com vista a evitar os ajuntamentos de adeptos nas imediações dos estádios ou locais de permanência das equipas".

Certo é que na próxima semana volta a haver nova reunião para aprofundar a discussão quanto a todas as questões de segurança em torno da retoma da Liga.

publicado às 15:26

estadio.jpg

A Liga anunciou que as vistorias já terminaram e que será agora realizado um relatório. Será a Direcção-Geral da Saúde a aprovar os recintos.

Já se sabe que a I Liga voltará a ser disputada a partir de dia 4 de Junho, mas ainda falta saber onde. A Liga e a Federação Portuguesa de Futebol, juntamente com "uma empresa especializada", já realizaram vistorias aos estádios e, agora, será entregue um "relatório descritivo", e será a Direcção-Geral da Saúde a aprovar quais os recintos aptos para receber as últimas 10 jornadas, sendo certo que os jogos "só decorrerão nos estádios aprovados pela DGS", de acordo com o comunicado da Liga, publicado esta sexta-feira.

Tanto a Liga como a FPF também anunciaram que "já definiram a estratégia e o plano de comunicação exigidos pelo parecer técnico" da DGS, de forma a "garantir que os adeptos conhecem os planos de contingência dos clubes e as normas e orientações da DGS".

Segundo o comunicado, "a estratégia definida utilizará a capacidade de comunicação dos diversos agentes desportivos para promover junto da sociedade civil a necessidade de cumprir as medidas da DGS" no combate à Covid-19.

publicado às 05:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo