Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 12.12.21

GoalPoint-Sporting-Boavista-Liga-Bwin-202122-90m.j

Algumas considerações de Rúben Amorim no final do jogo, uma vitória tranquila mas com excesso de golos desperdiçados:

“Foi uma vitória justa. Podíamos e deveríamos ter feito mais alguns golos. Tivemos alguma lentidão em certos momentos, o que é normal, há muitos jogos. Nota-se algum cansaço no Inácio, ele precisa de descansar mas nós temos poucas opções. Mas jogámos bem. Muita movimentação, os jogadores a quererem, criámos oportunidades. O Boavista criou uma oportunidade logo no início, mas o Adán foi o Adán: quando nós precisamos, ele está lá sempre. Na segunda parte começámos com os dois golos, tivemos várias oportunidades, saímos com qualidade e não definimos tão bem. É mais um bom jogo da equipa e os jogadores estão de parabéns".

“O Porro sentiu uma dor na perna, nós não podemos arriscar e ninguém desta equipa consegue ser melhor do que o colega tendo uma dor como ele tinha. Portanto, temos jogo já daqui a três dias, estamos com poucos jogadores, mesmo usando os miúdos da equipa B, e foi por precaução, ele não estava em condições de continuar".

mw-1024 (1).jpg

“Gostei do que vi de Nazinho. Muito competente a defender. Começa-se a soltar no ataque, é muito rápido e forte a conduzir a bola, já nos mostrou isso. Noto alguma dificuldade no andamento na segunda parte, sentiu cãibras, o que é normal. Ele esteve muito tempo parado na equipa B, teve uma lesão. O Nazinho está a crescer, vai crescer, há outros lá como o Esteves e eles vão jogando e tendo oportunidades para jogar".

"A oportunidade desperdiçada pelo Pote é próprio dele. É um rapaz muito especial, um jogador especial. Realço o trabalho dele. A forma como fecha dentro, pressiona, arranja espaços, está sempre a tentar ir na profundidade. É um grande jogador. Não marcou hoje, vai marcar nos próximos jogos".

“São equipas [Sporting e PSG ] que jogam de forma completamente diferente. Aqui os alas correm muito, estão sempre a tentar ir na profundidade e defendem, fecham no meio... Veio com um estilo de jogo diferente, aqui é tudo um bocadinho diferente. Não digo mais rápido, porque o campeonato francês também é veloz, mas mudou claramente de estilo de equipa. Está-se a ambientar, foi humilde, integrou-se bem no grupo, começa a fazer jogos completos e está a melhorar muito. É titular da seleção espanhola, mas tem de continuar a trabalhar porque precisamos muito dele. Estamos todos muito satisfeitos com o Pablo".

publicado às 03:34

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 08.12.21

GoalPoint-Ajax-Sporting-Champions-League-202122-90

Algumas considerações de Rúben Amorim no final do jogo...

Oitavos de final da Champions

"Vamos na máxima força... sabendo a diferença para as outras equipas. Os portugueses fazem muito com pouco. Na primeira jornada estivemos ansiosos, na segunda um pouco melhor, na terceira mais corajosos, muito fortes depois com o Besiktas no segundo jogo, pragmáticos com o Dortmund e hoje outra vez corajosos, mas ingénuos. Quase a ir para o intervalo estava 1-1, mas depois numa saída de bola demos um golo. Na segunda parte mataram-nos em perdas de bola nossas, num jogo onde nós crescemos. Estamos melhor equipa, fico muito feliz para ver este crescimento, vamos crescer ainda mais e vamos estar preparados para os oitavos."

João Virgínia

"Eu errei antes do jogo ao falar nele, porque ele não está num teste. Acreditamos muito nele, tem crescido muito nos treinos, é um grande guarda-redes, foi uma exibição normal dentro do valor que tem. Vai melhorar muito com Vital, é muito ágil, rápido a sair, vai crescer ainda mais com os pés."

Jovens

"Podem melhorar tudo, houve alguma ansiedade que é normal, mas não foi por isso que perdemos, houve erros individuais, mas toda a equipa foi responsável, se virmos bem não foram os miúdos por ansiedade, notou-se alguma inexperiência aqui ou ali, podíamos ser melhores, mas tenho muita esperança neles, vão ser muito melhores, como o Ajax, que tem equipa muito jovem, mas faz isso bem. Vamos dar tempo também aos nossos e agora vamos pensar no Boavista."

Conclusões

"Temos ainda muito para crescer mas retirámos muita informação sobre os nossos jovens. Temos que nos habituar, temos que falhar, mais vale falhar agora. Para eles crescerem, falharem, mas podíamos ter sido melhores. E vamos ser melhores, obviamente".

NOTA: Possíveis adversários do Sporting nos oitavos-de-final: Manchester City, Liverpool, Real Madrid, Bayern Munique, Manchester United, Chelsea ou Juventus. O Ajax não pode ser por ter sido do mesmo grupo. 

publicado às 04:00

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 04.12.21

GoalPoint-Benfica-Sporting-Liga-Bwin-202122-90m.jp

Considerações de Rúben Amorim no final do jogo...

"Sabíamos que o Benfica é muito forte quer na profundidade, quer com o Rafa entre-linhas e então agrupámos mais a equipa. Esperámos um bocadinho mais antes de pressionarmos e escolhemos bem os momentos de pressionar. Mesmo assim, o Rafa no início do jogo teve algumas bolas. Depois soubemos adaptar bem, usando boas saídas, com a mobilidade dos três da frente, e aí eles entenderam bem o jogo, porque é impossível dizer para onde é que eles têm de ir, isso depende muito da qualidade dos jogadores".

"Nós defendemos o Benfica um bocadinho mais baixo do que costumamos fazer e, depois, saindo bem, tendo muita calma com bola. Controlámos o jogo, não o dominámos sempre porque o Benfica acabou por ter mais bola. Na segunda parte, entrou o Yaremchuk e nós sabíamos muito bem que não poderíamos jogar tão baixo porque os cruzamentos iam ser mais perigosos. Foi uma adaptação boa e constante por parte dos jogadores, porque eu tive pouca influência nesse aspecto. Mérito aos jogadores, são uns rapazes que continuam a surpreender toda a gente, inclusivamente o treinador".

"Há momentos que definem o jogo e mudam, às vezes, a história de um jogo. Nós sabemos conviver com isso. O Matheus Nunes fez um jogo incrível, também devido às marcações individuais, porque quando tirávamos um jogador da frente tínhamos espaço para correr com a bola. Depois da saída do Feddal, já não tínhamos muita gente para os cruzamentos, mas, num certo sentido, ajudou-nos, porque o Matheus Reis é mais rápido e conseguiu acompanhar bem os lances".

mw-1920.jpg

"Volto a dizer: os jogadores têm um grande mérito, foi um grande trabalho dos jogadores, que me surpreendem todos os dias. São três pontos, para a semana podemos estragar tudo e eu não me refiro só a resultados, que isso nós não controlamos, mas sim a atitude. Jogar com o Boavista tem de ser igual a jogar com o Benfica ou o Dortmund, sabendo que temos Liga dos Campeões e temos muitos jogadores que não vão jogar por terem amarelo. O Feddal está lesionado, teremos de nos adaptar, mas os miúdos estão aí para terem estas oportunidades".

"Obviamente que o peso emocional desta vitória no campeonato nos dá ainda mais ânimo, mas se tivéssemos perdido o jogo não estaria a dizer que hipotecava qualquer coisa. Nos últimos campeonatos, os líderes acabaram por perder vantagens grandes, ainda há muito campeonato, muita coisa vai acontecer. O campeonato é feito de momentos, é continuar a trabalhar. Foram três pontos, claro que é um dérbi, mas é continuar no mesmo caminho".

"Os ausentes estiveram cá. Coates fez vídeochamada com os colegas, mandou mensagem ao treinador. Acho que deixámos o Coates muito orgulhoso. Esta vitória é para todos os sportinguistas, mas especialmente para o Coates."

publicado às 04:02

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 08.11.21

GoalPoint-Pacos-Sporting-Liga-Bwin-202122-90m.jpg

Rúben Amorim

"Entrámos muito bem na primeira parte, chegámos a zonas de finalização muitas vezes, devíamos ter sido mais fortes nessas situações. Depois deixámos dividir o jogo, partiu-se um pouco, o que não é bom para nós. Numa primeira fase, empurrámos bem o Paços de Ferreira para o seu meio campo e estávamos sempre muito perto da bola. Controlámos sempre, sem grandes oportunidades do Paços. Tínhamos que fazer golo na segunda parte. Surgiu mais uma vez num lance de bola parada bem trabalhado. A partir do golo, fomos melhor equipa. Não sofremos a segurar o resultado, como noutros jogos, tivemos mais bolas. O Tabata entrou muito bem e foi decisivo para manter o ritmo de jogo.

Não estamos uma equipa mais cínica. No ano passado, éramos bastante mais cínicos, marcávamos nas poucas oportunidades que tínhamos. Sinto que, quando estamos mais concentrados e mais enérgicos, corremos menos. Quando demorarmos a reagir, temos que fazer distâncias mais longas para compensar o colega que devia ter arrancado mais cedo. Isso vem da energia.

As características dos jogadores adequavam-se bastante ao jogo. Tinha o Feddal em aquecimento, mas não valia a pena, pois precisávamos de jogadores rápidos em campo como o Matheus Nunes e o Nuno Santos. O Tiago, que veio de lesão, não quis arriscar sem ele aquecer bem, com tanto frio. Não quis mexer muito na linha defensiva com o [Rúben] Vinagre pois nada é seguro com 2-0. Entraram os jogadores que achamos serem necessários para vencer o jogo.

A equipa está muito bem. Isto dá-nos algum conforto. Estamos confiantes nos jogos, mas precisamos agora de descansar, mudar o chip e preparar-nos bem. Recorde-se que, na última paragem, vínhamos de uma derrota em Dortmund e de um jogo difícil em Arouca no qual tivemos esta energia. Há que olhar bem para a paragem anterior. Vamos tentar manter o ritmo."

Gonçalo Inácio

"Foi um jogo difícil que foi desbloqueado por uma bola parada, e a vitória é justa e importante. Agora os internacionais têm de focar-se nas selecções e, quem fica, terá de continuar a trabalhar no Clube. Foi a primeira vez que fui chamado, estou há mais de um ano a trabalhar para isso, e fico muito contente".

Jorge Simão (Treinador do Paços de Ferreira)

"A ideia era sermos uma equipa com capacidade pressionante muito forte. Conseguimo-lo com eficácia na primeira parte, o jogo esteve mais ou menos controlado. O Sporting consegue três ou quatro cantos mas depois conseguimos, com organização, manter a capacidade de pressionar o Sporting e controlar o jogo minimamente. A segunda parte foi desbloqueada com um golo de canto. Em desvantagem tínhamos de arriscar mais, ser mais pressionantes, chegar mais ao meio-campo ofensivo. O segundo golo diexa-nos fora do jogo, a partir daí não gostei muito. Abrimos demasiados espaços. Não há muito mais a dizer, o Sporting foi melhor.

Já o tinha dito antes do jogo e volto a dizer. Toda a gente sabe o que vai acontecer mas é muito difícil de parar. Tínhamos marcação individual do Flávio, que tem 1,91 metros, para 1,96 do Coates. É uma questão de alturas. O golo desbloqueou o jogo".

publicado às 05:33

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 04.11.21

Screenshot (407).png

COMUNICADO DO SPORTING

O Sporting Clube de Portugal agradece todo o apoio demonstrado nas bancadas do Estádio José de Alvalade na importante vitória de hoje frente ao Besiktas.

A enorme concentração de pessoas que se verificou à mesma hora, resultante de diversos factores, mas especialmente por dificuldades nos acessos até ao nosso Estádio, aos quais o Sporting CP é completa e totalmente alheio, provocou demora na entrada. 

Agradecemos muito a compreensão e especialmente o comportamento e apoio incansável do nosso público.

Rúben Amorim

"Tivemos dificuldades lá que aqui não tivemos. Arranjamos sempre maneira, com uma movimentação muito boa. Controlámos sempre o jogo. Foi completamente diferente ao de lá. Tem a ver com as mudanças do jogo em si. Uma vitória bem justa. O Dortmund perdeu. Estamos vivos. Isso é importante [depender de si próprio para se qualificar], também é importante não criar ilusões. O Dortmund é uma equipa muito experiente que sabe lidar com estas situações. Agradecemos muito o apoio do público. Enquanto for possível a nossa equipa não desiste".

Pedro Gonçalves

"Fomos fantásticos esta noite, a defender e também a atacar. Foi um jogo extremamente difícil, embora possa não parecer. Trabalhámos durante a semana para tudo correr bem e desta vez correu e ficamos contentes que neste jogo os sportinguistas não tenham sofrido tanto. Vamos entrar em todos os jogos para vencer. Por agora vamos olhar para o próximo jogo, que é com o Paços de Ferreira, as contas do grupo da Champions ficam para depois".

Paulinho

"Correu bem. Mas o mais importante foi ganharmos. Sabíamos que só a vitória podia aproximar-nos do apuramento e foi então o que conseguimos. Sentimo-nos confortáveis porque trabalhámos para isso. Apesar dos outros resultados, o Besiktas é perigoso, mas preparámos o jogo e acho que a vitória reflecte isso. Sabíamos que depois de perdermos os dois primeiros jogos, tínhamos de ganhar mas nada estava perdido. É trabalhar e manter o foco".

Sarabia

"Foi uma vitória muito positiva. A equipa fez um belo jogo, não só a atacar. A verdade é que concedemos poucas ocasiões de golo ao nosso adversário. Estamos a fazer o nosso trabalho, conseguimos duas vitórias com o Besiktas e agora vamos ter um jogo muito bonito aqui, para decidir tudo contra o Dortmund. Tinha muitas 'ganas' de marcar aqui, perante os nossos adeptos. Vim para ajudar e é o que estou a tentar fazer".

publicado às 03:33

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 31.10.21

GoalPoint-Sporting-Vitoria-SC-Liga-Bwin-202122-90m

Considerações de Rúben Amorim no final do jogo...

Série de seis jogos a vencer: "Esses jogos já passaram, não há uma sequência de vitórias tão grande, não é assim muito normal. Costuma haver uma interrupção da série de vitórias, é nisso que eu penso. Só quero ganhar o próximo jogo, essa série já não conta, está tudo em aberto em todas as frentes. Falta tanto... Conta pouco. Dá confiança, ajuda a equipa, mas vale o que vale."

Poucos golos sofridos: "É uma das forças da equipa, já o era no ano passado. Não é só a defesa, muitas vezes é o desgaste que os homens da frente têm. São uma equipa muito solidária, ajuda quando temos de defender. Não sofrendo golos, a nossa equipa arranjar sempre maneira de fazer um golo, nem que seja o Coates na bola parada. Temos várias oportunidades para fazer, mas, não sofrendo, acabamos sempre por fazer um."

Significado de assumir a liderança partilhada: "Não tem significado nenhum e em primeiro lugar está o FC Porto. Temos os mesmos pontos. Se acabasse hoje... Não estamos em primeiro, estamos em segundo. Vale o que vale. Há ainda muito campeonato, como vimos hoje basta um empate para mudar o líder. Temos de levar isso com normalidade, vai acontecer durante o campeonato, temos de estar sempre atentos."

Sebastián Coates: "É um jogador muito importante. É muito forte na bola parada, mas não só. A forma como joga, como lidera a equipa... Está a ter um momento, como teve no ano passado, foi o melhor jogador da Liga. Merece pela pessoa que é. 

Capacidade de sofrer: "Somos muito mais equipa do que éramos na época passada. Tenho muita sorte de os jogadores compreenderem os momentos do jogo cada vez melhor. Dominámos muito mais com bola, hoje sofremos muito no fim, mas mostrámos que temos capacidade de sofrer, de nos agarrarmos uns aos outros. Mas somos muito mais equipa do que no ano passado."

Bruno Varela, guarda-redes do V. Guimarães, comentou o golo do Sporting

"É algo que nós já sabíamos bem que eles poderiam fazer. Sabíamos que com o Besiktas tinham marcado dois golos iguais. Neste golo prefiro dar mérito à batida do Sarabia, o Paulinho desviou e o Coates apareceu naquela zona. Os jogadores do Sporting, como são muito evoluídos tecnicamente, fazem as coisas muito bem e há que dar mérito. Nós estávamos preparados, mas o golo de hoje foi mais mérito deles do que demérito nosso. O Coates no jogo aéreo é muito forte".

publicado às 02:03

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 24.10.21

GoalPoint-Sporting-Moreirense-Liga-Bwin-202122-90m

Considerações de Rúben Amorim:

"É muito uma questão de hábito vir de jogos europeus e jogar para o campeonato. Não entrámos bem no jogo, podíamos ter feito golo e eles também podiam. Não foi o nosso melhor jogo, embora contra uma equipa muito bem preparada. Fomos equilibrando com o decorrer da partida. Entrámos melhor na segunda parte. O 1-0 é sempre perigoso mas acaba por ser justo.

Deixámos o Moreirense fazer várias transições, não muito rápidas mas mais em jogo apoiado, e nós somos melhores que isso. Temos tido a capacidade de jogarmos sempre no meio-campo adversário, mas houve alguma desconcentração normal em jogos do meio da semana.

Este jogo é sempre o mais importante, mas tínhamos de fazer alguma gestão porque queremos ganhar tudo. Se arriscarmos um pouco podemos não chegar a todo o lado. O Coates tem o problema no joelho e em princípio terá de descansar a meio da semana. As características do Daniel Bragança eram importantes para este jogo. O Matheus Reis era importante nas transições e o Nuno Santos para dar alguma largura.

O Coates é muito decisivo nas bolas paradas. Quanto ao Paulinho, os adeptos levaram à regra que quem dá tudo pela camisola deixa-os contentes. É o jogador que está menos satisfeito pelos golos que falha. Amanhã é voltar ao treino e recuperar".

Considerações do nosso capitão e "central de lança"

"Vamos jogo a jogo. É muito importante ganhar, ainda para mais em casa. Conseguimos uma vitória muito importante para toda a equipa, para as pessoas que vieram apoiar. Continuamos na luta. Sabíamos que iam criar dificuldades. Têm grandes jogadores, uma grande equipa. Conseguimos rápido o golo, deu-nos confiança. Há que dar mérito ao Moreirense, que demonstrou bom futebol e tentou atacar.

A equipa tem muita confiança a jogar em casa. Temos de continuar. Isto não acaba aqui. Vamos tentar continuar com o mesmo trabalho. Trabalho de toda a equipa, não só meu. Trabalhámos muito e é mérito também do Carlos, do míster. Não sou só eu. Há quem tenha de colocar a bola lá. Depois entra nalguns jogos, noutros não entra."

publicado às 03:32

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 20.10.21

GoalPoint-Besiktas-Sporting-Champions-League-20212

Uma estatística que me surpreende. O Sporting só teve 39% posse de bola? Não haverá aqui um lapso do autor do gráfico?

De qualquer modo, uma equipa com veia ofensiva: 20 remates, 9 dos quais enquadrados, e 4 golos. Isto, além das duas bolas de Paulinho aos ferros.

Na primeira parte, 11 remates, 6 dos quais enquadrados, e, pelos vistos, 41% posse de bola.

Breves considerações de Rúben Amorim:

Sarabia cobrou o penálti: "Disse que era o Pote a bater, só saiu por lesão, não estava confortável, porque queria mudar o lado. Sabia que tinham reparado que o Porro já tinha marcado dois penáltis. Eu dou a indicação, se falharem pode ser que haja um problema. Desde que não falhem, não há problema para mim. Eles decidiram. Por mim está bem decidido, desde que seja golo".

Pote e bola parada: "Foi cansaço, fez o jogo praticamente todo. Não será nada de grave. Foi mérito dos jogadores, foi mérito dos jogadores. Resolvemos com a bola parada. Se acontece uma vez pode ser sorte, se forem duas, é certamente trabalho".

Sistema táctico: "Temos vindo a trabalhar neste sistema. Não acho que sejam sempre três centrais, daí que mudemos mais vezes. Sou um treinador que precisa de regras, tempo para explicar e não gerar confusão".

A goleada: "Sabíamos que iria ser muito difícil e foi. Tivemos várias oportunidades, mas os primeiros quinze minutos foram do Besiktas. O golo do Coates mudou-nos o jogo. Isso acontece em vários jogos, como com o Ajax, em que entrámos a perder. As situações de jogo mudam a dinâmica do jogo".

Sensações durante o jogo: "Só a partir do quarto golo senti que o jogo estava ganho. Estávamos a falhar oportunidades, se o Besiktas faz o 2-3 aos 90... A partir do 4-1 senti que estava decidido".

publicado às 04:02

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 03.10.21

GoalPoint-Arouca-Sporting-Liga-Bwin-202122-90m.jpg

Rúben Amorim

“Sabíamos que seria um jogo difícil, o Arouca preparou-o bem e nós viemos de um jogo da Champions, que perdemos e, numa equipa habituada a ganhar, sente-se sempre. Tivemos várias oportunidades de golo na primeira parte, podíamos ter resolvido o jogo logo aí e não controlámos tão bem o jogo como temos feito. Acabámos por sofrer o empate numa transição após uma bola parada nossa, mas realçar a resposta imediata da equipa e fechámos o jogo logo aí.

Vamos dar um intervalo à equipa, outros vão para um ambiente diferente e os que ficam cá vão trabalhar, mas também desligar um pouco, pois estas foram semanas a que não estavam habituados. Desligar, voltar a ligar e vir forte e fresco. Ser der para recuperar os que estão lesionados, melhor ainda.

Já tínhamos alguma ideia que o Matheus Nunes iria à Selecção. Obviamente que é uma satisfação, o Clube precisa, os nossos jogadores precisam. Fico muito feliz por eles, eles trabalham muito desde o ano passado e estão a colher os frutos. Têm é de saber que isto muda de um dia para outro. O Matheus tem de trabalhar e olhar um bocado para o Inácio, que teve uma lesão, não se estreou e agora vai ter de voltar a fazer tudo outra vez. O Matheus e os outros têm de trabalhar todos os dias."

Daniel Bragança

"Senti-me bem. Muito feliz por ser titular mas o mais importante são os três pontos. Vínhamos de uma derrota, algo que não é fácil neste grupo. Era importante vencer neste campo difícil. Faz parte de tudo daquilo que é este grupo. Soubemo-lo fazer, mais uma vez. Conseguimos mais uma vitória. Uma vitória bem importante depois de uma jornada difícil para nós. Era importante vencer para moralizar este grupo. Merecíamos.

Se é o meu ano de afirmação no Clube?... O que eu tenho que fazer é trabalhar dia após dia para melhorar. Tenho de dar o meu melhor por este Clube e também por mim".

publicado às 04:18

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 25.09.21

GoalPoint-Sporting-Maritimo-Liga-Bwin-202122-90m.j

Rúben Amorim

"Acabámos por vencer, foi claramente justo. Podíamos ter resolvido mais cedo. Desta vez foi o Nuno Santos que teve ocasiões. Tentamos, tentamos, não sai. Claro que preocupa. Relaxamos quando ganhamos, mas temos de fazer mais golos para dar muito mais sumo à exibição. Por todos, pelos jogadores, pelo treinador, realçar o espírito do grupo. Muito obrigado aos jogadores, souberam ter paciência.

Quando acaba assim, até sabe bem melhor. Tivemos várias oportunidades. Fomos a única equipa a querer ganhar. Realçar o público como nos ajudou, aguentou, como acreditou até mesmo ao fim e depois o barulho do golo foi muito algo especial. O apoio dos adeptos contrariou a ideia do ano passado. Empurraram-nos para a vitória. Vitória que é justa, muito justa".

___________________________________

Rúben Amorim é o primeiro a admitir que a ausência do melhor marcador de 2020/21 pesa muito. Pela segunda jornada seguida, foi de penálti que o Sporting obteve um triunfo bastante fundamental para, no meio de duas partidas da Liga dos Campeões, garantir que a diferença pontual para o topo da Liga, pelo menos, não aumenta. Enquanto os leões estiverem numa má fase da sua relação com o golo, ganhar partidas será difícil, mas os triunfos surgirão sempre com mais naturalidade quando o Sporting apresentar tamanho domínio face os seus rivais e produção de ocasiões de perigo.

Comentário de Pedro Barata, Tribuna Expresso

___________________________________

Pedro Porro

"Esta é a nossa raça: não nos rendemos até ao último minuto e acabou por ser assim. Os jogos vão ser assim. Estamos a trabalhar bem e agora temos de mudar a cabeça para o jogo de terça-feira. Muito obrigado a estes adeptos que não nos deixam sós nem um minuto do jogo".

publicado às 04:02

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 12.09.21

GoalPoint-Sporting-Porto-Liga-Bwin-202122-90m.jpg

Considerações de Rúben Amorim...

A ANÁLISE AO JOGO

"Uma primeira parte onde podíamos ter ido para o intervalo com um resultado mais volumoso, aproveitámos algumas transições, tivemos boas saídas de bola com o FC Porto a pressionar alto. As únicas ocasiões, que nem sequer foram ocasiões, do FC Porto, foi quando perdemos a bola a querermos de trás. Gostei da personalidade da equipa e fomos melhores do que temos sido contra o FC Porto. O resultado não foi o melhor e há que continuar".

FALTOU EFICÁCIA?

"Sim, tivemos essas duas flagrantes do Nuno Santos. Mas, como disse, estivemos melhor contra o FC Porto, estamos a crescer como equipa e este é o caminho".

E ANDAMENTO À EQUIPA?

"O FC Porto é uma equipa mais madura, não há como fugir disso, há certos momentos do jogo e que se nota que o FC Porto está mais habituado a este tipo de jogos. Nós vamos lá chegar, por isso é que temos uma nova competição, precisamos de jogos destes semana sim, semana não. para crescermos".

AS AUSÊNCIAS NOTARAM-SE?

"O nosso grupo é muito assim, todos vão jogar e todos estão preparados. O treino conta muito e mais do que estarmos aqui a dizer que todos contam e são importantes, no Sporting é mais fácil mostrar do que estar a dizê-lo".

A ESTREIA DE PABLO SARABIA

"É um jogador com muita qualidade, em certos pormenores já se viu, falta-lhe algum andamento, que vai agora ganhar. Tem muita vontade e é muito humilde, é mais um para ajudar".

FICA A QUATRO PONTOS DA LIDERANÇA DO BENFICA

"O ano passado tivemos muitos pontos de avanço e tudo pode mudar. Obviamente que não queremos deixar fugir, mais o importante é irmos vencendo jogos e não deixar fugir".

publicado às 03:46

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 07.08.21

GoalPoint-Sporting-Vizela-Liga-NOS-202021-90m.jpg

Rúben Amorim

"Entrámos bem no jogo. Sabíamos que o Vizela ia tapar bem, defenderam bem. Fizemos o Vizela correr, podíamos ter feito o golo na 1.ª parte, falhámos o penálti. Vitória é completamente justa.

Rúben Vinagre demonstrou a capacidade que tem, ofensiva, às vezes chegou na frente. Teve algumas dificuldades físicas, já sabíamos, portou-se muito bem, confirmou o que já sabíamos. Agora tem de tabalhar muito para ser opção e para crescer.

No ano passado tinha algumas dificuldades em jogar contra blocos muitos baixos. Está cada vez mais jogador, tem características muito boas para ser um grande jogador naquela posição e está cada vez melhor com bola, a perceber as zonas em que joga, se está mais baixo, se tem de arriscar mais ou não. Está muito melhor a perceber os momentos do jogo. Há que lembrar que o Matheus estava no Ericeirense e trabalhava numa padaria. Há que dar mérito ao jogador, é humilde e acho que vai crescer muito mais. Já é português e mais uma opção para a Selecção.

Há muito a melhorar, obviamente... Na finalização. Já estivemos muito bem na posse, contra equipa que veio agora para a 1.ª divisão. Ansiedade, até nós tivemos, imagino a deles. Tivemos paciência com a bola, mesmo com adeptos, o que é bom. Mas vamos melhorar.

Custou mais ao Pedro G. a adaptar-se aos adeptos. Gostei, já tenho alguns anos como profissional de futebol. Velocidade do jogo é diferente. A única limitação é que não consigo falar com jogadores. Não me ouvem ou fingem que não me ouvem (sorriso)".

publicado às 06:02

 

14009907_W4fwE.jpg

 

É com enorme satisfação e orgulho que informamos os leitores que o CAMAROTE LEONINO continua a atingir novos patamares de excelência, com níveis de audência cada vez mais alargados.

 

Desde a sua inauguração a 19 de Novembro de 2012, foram publicados mais de 7000 posts com cerca de 70.000 comentários e um registo de visitas que se aproxima de dois milhões.

 

Em termos diários, o dia 30 de Dezembro de 2015 estabeleceu um novo e fantástico recorde em todas as categorias:

 

Visitas - 12.290    /    Visitantes - 10.943    /    Visualizações - 18.455

 

Dos supracitados números, 6.168 têm a sua origem no Facebook, mas o aspecto que consideramos mais fascinante e marcante é que as visitas de registo são provenientes de 78 países diferentes. Incrível, o impacte verdadeiramente global deste modesto espaço verde-e-branco.

 

Uma outra estatística notável destes últimos dias de 2015, é o fenomenal número de Likes de Facebook que se verificam no post As contas de Bruno vistas com verdade, do nosso colega redactor Ricardo Leão - 6.800 (na hora de publicação deste post).

 

O todo deste cenário deve ser deveras decepcionante para aqueles que tanto nos ofendem e que tudo fazem para descredibilizar o espaço e os seus redactores. Esta desonrosa postura por uma pequena minoria, chegou ao extremo indecoroso de nos acusar de colocar os notórios "oudoors" na Segunda Circular. Dizer que é absolutamente incrível, é dizer muito pouco. Ao ponto que chega a imbecilidade e a calúnia !...

 

Um comentário que nos foi enviado - proveniente de um outro blogue com grande audiência - da autoria de imbecis que já tivemos ocasião de desmacarar em dias recentes. Ponderamos tomar medidas neste sentido, perante as respectivas autoridades.

 

untitled.png

"A Câmara Municipal de Lisboa já mandou retirar os vários cartazes a criticar a presidência de Bruno de Carvalho por terem sido colocados sem a autorização da autarquia. Assim, a Polícia Municipal foi encarregada de os retirar. Os autores, que ainda não foram identificados, serão alvo de um processo de contra-ordenação e coima. Os custos da remoção também serão remetidos para os autores, logo que a sua identidade seja descoberta". Algo me diz que a identidade dos autores nunca virá à luz do dia. Veremos...

 

De qualquer modo, o que mais conta é o apoio de muitos milhares de leitores que nos acompanham diariamente, na sua esmagadora maioria sportinguistas, embora também muitos de outras cores clubistas. Todos são bem vindos.

 

publicado às 05:16

Como andamos nós por aqui

Rui Gomes, em 11.01.13

Após a publicação de 388 posts em escassas semanas de existência, preza-me informar que o Camarote Leonino já ultrapassou as 3000 visitas e 7000 visualizações, com uma média de 5 minutos por visita. Sinto-me lisonjeado pelo enorme interesse dos leitores e, sem nunca me ter passado pela imaginação, acabo de verificar que dei entrada num mundo fascinante. O sistema analítico que monotoriza o blogue, informa que a maior percentagem das visitas surgem de Portugal - de mais de 50 cidades e algumas vilas do Norte ao Sul do País, Madeira e Açores - seguido pelo Canadá e Estados Unidos da América e, então, todos os países europeus, salvo, até há data, Croácia e Polónia. Muitas oriundas de diversas cidades da Alemanha, idem da França, Espanha, Reino Unido, Luxemburgo, Itália e até de Viena, Áustria, com alguma curiosidade minha sobre as que originam de Madrid e Barcelona, porventura, pelos posts dirigidos aos emblemas principais daquelas duas cidades.

Fora do velho continente, verifica-se o Brasil a liderar na América do Sul, com mais de 10 cidades diferentes a surgirem, desde São Paulo até ao Rio de Janeiro, passando por Cuiaba, Itapetinga e Fortaleza. Talvez o que mais surpreendeu, foram as inesperadas visitas de Singapura, Indonésia (Jakarta), Japão (Minato), Colômbia (Bogotá), Montenegro (Podgorica), Andorra (Andorra la Vella), China (Guangzhou e Shanghai) - aqui, porventura, porque já estive estabelecido nestas duas grandes cidades do Oriente - Austrália (Sydney e Melbourne), Angola e Moçambique e, como não podia de ser, o meu velho «retiro», Macau.

Enfim, deveras fascinante e inesperado, servindo também para ilustrar a vasta distribuição demográfica de sportinguistas no Globo, assumindo que a maioria das visitas são efectuadas por adeptos do verde-e-branco. Muito por esta consideração, insisto eu há anos, que o meio leonino sofriria a influência de outras mentalidades - com o respeito que todos me merecem - se os sócios além fronteiras pudessem participar nas reuniões onde importantes decisões são tomadas sobre os destinos do Clube. Garanto-vos que Bruno de Carvalho, Eduardo Barroso e afins iriam ter uma estrondosa surpresa pela reacção do exterior e, faço esta afirmação, com conhecimento de causa.

Apesar da enorme tarefa que decidi abraçar, sinto-me compensado pelo interesse e participação dos leitores e espero continuar a progredir com o passar de cada dia.

 

Saudações Leoninas

 

publicado às 06:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo