Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

maxresdefault (1).jpg

 

O clima de convulsão no futebol português está para durar. Depois dos e-mails do Benfica, que alegadamente tinham como objectivo controlar o futebol nacional, agora é a vez de o FC Porto ser acusado de ter arquitectado uma rede cujo principal alvo seria acabar com a hegemonia benfiquista dos últimos anos.

 

Curiosamente - com ou sem fundamento - o Sporting também é acusado de assumir um papel nesta alegada rede operada pelo clube do Norte.

 

Vejamos as principais questões que estão a ser reportadas:

 

Segundo uma recém-denúncia enviada ao Ministério da Justiça, à Procuradoria-Geral da República, ao DCIAP, à PJ, à Liga Portuguesa de Futebol e à Federação, o FC Porto terá montado uma rede que se reunia todas as semanas no hotel AC Porto Marriot, junto ao estádio do Dragão, para delinear uma estratégia na Justiça, na polícia e nos media para descredibilizar o Benfica. A denúncia discrimina os nomes de vários dirigentes portistas, assim como magistrados, agentes da Polícia Judiciária e jornalistas.

 

Tudo começou em abril de 2017, quando se deu a “compra da correspondência privada do SLB”, naquele que ficou conhecido como “caso dos e-mails”. Depois da “compra” dos e-mails, as informações eram então passadas para vários blogues afectos a portistas e sportinguistas. Mais tarde, numa outra reunião no hotel Altis, em Lisboa, elementos da estrutura do FC Porto e do Sporting terão definido os “timings” para a revelação das informações dos benfiquistas.

 

Além disso, nesta reunião no Altis, terá ficado estabelecido que também elementos do Sporting teriam de ir acompanhando e comentando as informações que viessem a público.

 

Elementos das estruturas do FC Porto e Sporting ficariam responsáveis por veicular as informações dos e-mails para comentadores em programas de debate televisivo, jornais como o Expresso, O Jogo ou Jornal de Notícias e ainda para RTP, revista Sábado e Correio da Manhã.

 

Contactada pelo jornal i, a Procuradoria-Geral da República admite que “recentemente têm sido recebidas algumas denúncias, designadamente anónimas, relacionadas com o fenómeno desportivo e envolvendo vários clubesO Ministério Público, sempre que tem conhecimento de factos susceptíveis de integrarem a prática de crimes, procede em conformidade, encaminhando-os para investigação”.

 

A “influência” da rede montada pelo FCP

 

A denúncia fala também das “evidências” em como o FC Porto domina as decisões da Justiça. O documento dá-se a elencar oito decisões judiciais em que os portistas foram beneficiados. Entre elas está a decisão do Tribunal de Guimarães relativamente ao processo “Fénix”, que absolveu Pinto da Costa e Antero Henrique e que já foi objecto de recurso por parte do DCIAP; a forma como Rafa, jogador emprestado pelo FC Porto ao Rio Ave, foi afastado do processo de alegada viciação de resultados por parte dos vila-condenses; e também as fugas de informação de processos judiciais como o do caso dos emails e vouchers.

 

A queixa diz ainda que “desde há duas semanas que o núcleo restrito do FCP referenciado garante e gaba-se em reuniões internas e em contactos com jornalistas que têm a garantia de que o processo da PJ que concentrou vouchers, emails e jogos comprados que envolve o SLB, concluirá por uma acusação conforme os seus desejos, apesar de reconhecerem que será difícil provar algum crime de corrupção ou tráfico de influência em concreto”.

 

Os portistas teriam como objectivo mostrar às autoridades que existia uma estratégia por parte do Benfica para controlar os diversos sectores do futebol português “e que tal seria provado, não por evidências concretas, mas através de uma montagem de uma espécie de puzzle com base em diferentes emails”, lê-se na denúncia.

 

Factos que podem ser “facilmente confirmados”

 

A denúncia, que é feita de forma anónima para preservar “a integridade física” dos autores e por “receio de represálias”, diz ainda que os “factos podem ser facilmente confirmados” quer através do arquivamento do processo Fénix, quer através do chumbo da providência cautelar do Benfica sobre a divulgação dos emails.

 

“Quase toda a gente no Porto sabe quem são os representantes da justiça que costumam frequentar os camarotes do estádio do Dragão, pertencem aos seus órgãos sociais e têm um longo historial de decisões que ultrapassam qualquer lógica sempre que está em causa os interesses de Pinto da Costa e dos dirigentes do FCP”, lê-se na carta.

 

Novos e-mails

 

Recorde-se que já na semana passada foram tornados públicos no blogue “mercado de Benfica” novos e-mails que alegadamente revelavam que já em 2012 o Benfica tinha como objectivo o “reforço/controlo” da arbitragem, do poder político, dos media e da Justiça. Segundo a revista Sábado, esta mensagem terá sido divulgada a vários elementos da SAD do Benfica em junho de 2012.

 

O referido e-mail terá sido enviado por Domingos Soares Oliveira, administrador da SAD benfiquista. O documento “powerpoint” alegadamente estabelecia “desafios na vertente externa” que passariam por aplicar uma estratégia a cinco anos com o objectivo de “reforçar o controlo/influência” nas áreas de poder no futebol, como a Federação, conselho de arbitragem, poder político, meios de comunicação social e na Justiça.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:10

 

image.jpg

 

O Sporting continua a fazer uma caminhada invicta no Campeonato Nacional de andebol, estando cada vez mais próximo de poder festejar um bicampeonato. Ao vencerem no Dragão Caixa, por 27-30, os leões praticamente afastaram o rival do Norte da corrida, que agora passará a ser com o Benfica.

 

Os azuis e brancos ainda tiveram a oportunidade de se colocarem na frente, quando Pedro Portela e Francisco Tavares foram suspensos em simultâneo, na passagem do minuto 35. Ainda assim, o Sporting mostrou que os leões não vergam e, com menos dois jogadores, conseguiram ainda ampliar a sua vantagem para 18-21.

 

Vencendo a primeira fase do campeonato e somando cinco vitórias na actual, o Sporting totaliza 53 pontos, contra 49 do Benfica e 45 do FC Porto, tendo já ganho nos pavilhões dos dois rivais, o que significa ter uma segunda volta mais acessível.

 

A equipa leonina já tinha ganho na Invicta por 25-31, repetindo agora a proeza mesmo sem contarem com Carlos Ruesga, o seu central, eleito melhor jogador do campeonato do ano passado, e ainda Ivan Nikcevic.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:47

Penáltis para rever em 35 segundos

Rui Gomes, em 19.04.18

 

 Taça de Portugal 2017/18 - Sporting 5 FC Porto 4 (g.p.)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48

 

 

Não obstante o resultado final, cada jogo tem a sua história, e o embate de ontem entre o Sporting e FC Porto, não é excepção à regra.

 

Com a vitória nas grandes penalidades por 5-4, o Sporting apurou-se para a 28.ª final da Taça de Portugal da sua história (afinal, sempre havia Sporting antes de Abril de 2013!), em busca do seu 17.º troféu.

 

Eis a oportunidade para o leitor dar a sua opinião sobre a performance das duas equipas e respectivos jogadores.

 

Referenciamos a crónica de Lídia Paralta Gomes, intitulada "Jogo, joguinho, jogão".

 

mw-320.jpg

"Continuo a não perceber porque é que o presidente esteve a

 festejar no relvado. Isto foi uma aspirina que aliviou a dor"

 

Jorge Jesus

 

"Duas grandes equipas que durante os 120 minutos quiseram ganhar, um pouco mais o Sporting, porque o FC Porto tinha a vantagem de 1-0 e na 1.ª parte quis ganhar algum tempo, muitas faltas, muito tempo a pôr a bola em jogo. Mas os jogadores do Sporting foram muito inteligentes. Disse-lhes que não era importante marcar nos primeiros minutos, era importante marcar primeiro".

 

Sérgio Conceição

 

"Penso que foi um jogo extremamente intenso e competitivo. Viemos aqui a querer marcar e resolver a eliminatória mas houve duas equipas em campo muito encaixadas, com um jogo equilibrado. Penso que foi isso durante a primeira parte e, depois, entrámos bem na segunda. As substituições que fiz foram de acordo com problemas físicos que fomos tendo. O Soares estava assim e lancei o Aboubakar. Depois o Óliver, a 6 minutos do final, com o jogo controlado. Não me lembro de um lance de perigo do Sporting nos 90 minutos. No prolongamento foi diferente, mas naquele momento sabia que com dois avançados o Sporting iria privilegiar o jogo directo e o Reyes fazia todo o sentido entrar".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:54

Foto do dia

Rui Gomes, em 19.04.18

 

image (2).jpg

Sebastián Coates, homem do jogo (e não só pelo golo que marcou)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:53

Vamos ao Jamor !!!

Rui Gomes, em 18.04.18

 

30709952_10155202825361555_5567374232435818496_n.j

 

PARABÉNS SPORTING !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:26

 

30727116_10155202168466555_8885622942638014464_n.j

 

Jorge Jesus convocou 21 jogadores para o embate desta quarta-feira com o FC Porto, a contar para as meias-finais da Taça de Portugal.

 

Excluídos desta lista, por lesão: William Carvalho, André Pinto, Daniel Podence e Rafael Leão.

 

Com apenas dois defesas-centrais disponíveis, é de pensar que Jorge Jesus não recorrerá à estratégia de três centrais, utilizada no segundo jogo com o Atlético de Madrid. Em termos excepcionais, se for essa a sua intenção, terá de recorrer a Petrovic ou João Palhinha para a terceira posição. Improvável mas possível.

 

Em princípio, e admitindo que Mathieu Piccini estão em condições de alinhar, o 'onze' inicial deverá ser o seguinte:

 

Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; Battaglia, Bryan Ruiz, Acuña e Gelson Martins; Bruno Fernandes e Bas Dost.

 

Na minha opinião, a "chave" da partida recairá sobre a capacidade física das duas equipas, complementada pela eficácia de último passe e, claro, finalização, num jogo em que não deverão surgir muitas oportunidades claras.

 

No contexto físico, haverá alguma vantagem da equipa portista que exigirá maior rigor à defesa leonina. Não podem ser cometidos erros do género a que assistimos em jogos recentes, não esquecendo o último frente ao Belenenses, em que se desperdiçou uma vantagem de dois golos na segunda parte.

 

O Sporting irá depender, e muito, da criatividade de Bruno Fernandes, da velocidade de Gelson Martins e da pressão que Bas Dost possa vir a exercer sobre os defesas portistas.

 

Boa sorte SPORTING !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00

Antevisão: Sporting - FC Porto

Rui Gomes, em 18.04.18

 

 

Jorge Jesus, entre outras considerações, afirmou:

 

"Sporting e FC Porto vieram de vitórias. Motivados estão os dois. Quanto à fadiga, o Sporting está no limite. O FC Porto fez um joguinho no domingo e agora vai ter outro. Estamos no limite. Não há mais nada acima disto.

 

O que tentamos é que não saiam lesionados e depois apostamos na recuperação ao máximo. Não é com treino, é com descanso, dormir muito. Mas nós queremos estar aqui, nesta situação que é demonstrativa das decisões. Falta um mês para terminar e o Sporting tem estado nas decisões todas.

Este é um jogo que todos os jogadores querem disputar. Estão mais do que motivados. Estamos preparados para passar esta eliminatória. Às vezes o coração também é muito importante, com o acreditar consegues superar as tuas debilidades físicas. Estamos a apostar muito neste trabalho. Espero que os adeptos do Sporting nos venham ajudar, precisamos deles. Com cansaço ou sem cansaço temos de correr.
 
A equipa leonina tem dado grande resposta, está muito confiante, junta, com muita vontade de fazer as coisas bem e quarta-feira isso vai voltar a acontecer".
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:34

Denúncias "anónimas" e afins

Rui Gomes, em 04.04.18

 

 

"Uma palavra obrigatória para o Belenenses, que fez um jogo enorme e deu uma resposta à altura a quem tentou sujar-lhe o nome. Se calhar, já parávamos de dar eco a semelhantes canalhices, não?".

 

Jorge Maia, jornal O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:48

Grande surpresa !

Rui Gomes, em 02.04.18

 

download.jpeg

 

Apenas comecei a assistir ao jogo entre Belenenses e FC Porto aos 80', e fiquei deveras surpreendido por ver a equipa do Dragão a perder por 2-0, o que acabou por ser o resultado final.

 

Este inesperado desfecho no Restelo torna ainda mais significativa a derrota do Sporting em Braga, mas isso não obstante, até que ponto altera a perspectiva da tabela classificativa relativamente aos primeiros três lugares ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

 

mw-860.jpg

 

O FC Porto visitou e foi derrotado pelo Paços de Ferreira este domingo, por 1-0, em jogo da 26.ª jornada da I Liga. O Benfica venceu o Desportivo das Aves no sábado e o Sporting ainda tem pela frente o Desportivo de Chaves, esta segunda-feira.

 

Com estes resultados, o FC Porto continua a liderar a tabela classificativa, com 67 pontos, seguido pelo Benfica com 65 e, por fim, o Sporting, com um jogo a menos, com 59 pontos.

 

Quem mais beneficia com a primeira derrota do campeonato da equipa portista ?

 

Recorde-se que faltam disputar oitos jogos até ao dia 13 de Maio:

 

FC Porto: Boavista (C) - Belenenses (F) - Aves (C) - Benfica (F) - Setúbal (C) - Marítimo (F) - Feirense (C) e Vitória de Guimarães (F).

 

Benfica: Feirense (F) - V. Guimarães (C) - Setúbal (F) - FC Porto (C) - Estoril (F) - Tondela (C) - Sporting (F) e Moreirense (C).

 

Sporting: Rio Ave (C) - SC Braga (F) - Paços Ferreira (C) - Belenenses (F) - Boavista (C) - Portimonense (F), Benfica (C) e Marítimo (F).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:51

 

Estoril-Porto.png

 

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol instaurou um processo de inquérito, na sequência da denúncia anónima, feita à Procuradoria Geral da República, por alegada corrupção no Estoril-FC Porto.

 

"O processo foi enviado hoje à Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profisional, mantendo-se em segredo até ao fim da instrução", informou esta terça-feira o organismo federativo.

 

O jogo tinha sido supenso no dia 15 de janeiro, por motivos de segurança, e foi retomado no dia 21 de Fevereiro, com os dragões a virar o resultado (1-0) para 1-3.

 

Dias depois foi feita uma denúncia sobre um pagamento dos portistas aos canarinhos, no valor de 784 mil euros. Tanto o Estoril como o FC Porto repudiaram a notícia, mas os dragões confirmaram o pagamento e justificaram que se tratou de uma acerto de contas entre as duas entidades, relativas a transferências de jogadores, como Carlos Eduardo ou Licá.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:21

O futuro de Jorge Jesus confronta-nos

Rui Gomes, em 03.03.18

 

img_770x433$2018_03_02_22_30_00_1371218.jpg

 

"Fomos melhores, mas saímos daqui com a derrota. O Sporting esteve muito bem, fez um excelente jogo. Criámos oportunidades - três flagrantes nos últimos dez minutos, mas não conseguimos concretizar.

 

Está mais difícil. Não vamos estar aqui a inventar nada. Ainda estão 27 pontos em disputa, ainda tudo é possível, mas há outras provas em que o Sporting vai investir.

 

Ainda há o apuramento para a Champions. Há muito a fazer. A Taça de Portugal e a Liga Europa. No campeonato, de cinco para oito pontos, ficámos numa situação mais difícil. Não mando a toalha ao chão, aqui tinha de mandar um lençol.

 

                                                                                               Jorge Jesus

 

Na realidade, acho que não vale a pena estar a perder mais tempo a apreciar as babosices de Jorge Jesus. Atendendo às circunstâncias da época, confronta-nos uma pergunta muito simples, embora complexa:

 

É este o momento ideal para substituir Jorge Jesus na liderança técnica da equipa leonina ?

 

É de prever que Bruno de Carvalho não estará receptivo a tomar esta decisão, muito porque associa o seu futuro ao futuro do treinador. Eis o que o presidente teve para dizer, em Maio de 2016, pela renovação contratual do técnico até Junho de 2019:

 

"O futebol deu um passo em definitivo para a sua solidez. Não vale a pena especularmos e andar a ouvir fontes. Eu e o Jorge Jesus somos homens de paixões e projectos".

 

Paixões e projectos que, traduzidos amiúde, significam milhões e a longevidade do futebol do Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:50

O adeus ao campeonato !

Rui Gomes, em 02.03.18

 

image.jpg

 

Muito pouco para quem precisava de vencer o jogo e manter-se na corrida ao título. É verdade que nenhuma das equipas deslumbrou, mas o FC Porto esteve quase sempre um pouco melhor, pelo menos o suficiente para assegurar a vitória e ficar mais perto de garantir o primeiro lugar.

 

O Sporting exerceu maior pressão nos últimos 20/25 minutos, género do tudo ou nada, e tanto Montero como Rafael Leão tiveram soberbas oportunidades para empatar a partida, mas faltou a eficácia de finalização.

 

Sem as suas duas melhores armas ofensivas - Bas Dost e Gelson Martins - a equipa leonina ficou completamente dependente de um momento de inspiração de Bruno Fernandes, o único outro elemento com golo nos pés. A lesão de Doumbia, acentuou ainda mais a debilidade ofensiva do Sporting, não obstante o tento muito oportuno de Rafael Leão.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício: Stefan Ristovski, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; William Carvalho, Battaglia e Bruno Fernandes; Bryan Ruiz, Acuña e Doumbia.

 

Suplentes: Romain Salin, João Palhinha, Josip Misic, Bruno César, Rúben Ribeiro, Fredy Montero e Rafael Leão.

 

Não deixa de ser deveras "fascinante" que depois de tantas contratações, olha-se para o banco a uma determinada altura, à procura de alguma imponência ofensiva, e as escolhas são Rúben Ribeiro e Fredy Montero.

 

Tudo leva a crer que o Sporting fica agora apenas a lutar pelo segundo lugar, a única outra classificação que dá acesso à Liga dos Campeões. Neste momento, oito pontos atrás do FC Porto e em igualdade pontual com o Benfica, que tem um jogo a menos.

 

Bruno Fernandes e Acuña falham a visita ao Chaves, por acumulação de amarelos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:32

 

image.jpg

 

Entre os 21 jogadores que viajaram para o Norte do país de autocarro, esta quinta-feira, verificou-se prontamente as ausências de Bas Dost e Piccini. Gelson Martins acompanhou a equipa, muito embora também não vá poder alinhar.

 

Para o clássico da 25.ª jornada da I Liga, Jorge Jesus convocou os seguintes jogadores:

 

Guarda-redes: Rui Patrício, Romain Salin.

 

Defesas: Stefan Ristovski, Sebastián Coates, André Pinto, Jérémy Mathieu, Fábio Coentrão e Lumor.

 

Médios: William Carvalho, João Palhinha, Battaglia, Misic, Bruno Fernandes, Rúben Ribeiro, Bruno César, Marcus Acuña e Bryan Ruiz.

 

Avançados: Fredy Montero, Rafael Leão e Seydou Doumbia.

 

O onze que na minha opinião oferece melhores condições neste momento:

 

Rui Patrício; Ristovski, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; William e Battaglia; Acuña e Bruno César (ou Bryan Ruiz); Bruno Fernandes e Doumbia.

 

ADENDA: A convocatória oficial já foi divulgada e há mais surpresas. André Pinto é baixa de última hora, tendo sofrido um problema físico no treino de quinta-feira. No que toca a Gelson, o Conselho de Disciplina admitiu o relativamente à suspensão, mas sem efeito suspensivo. O jovem extremo é, por isso, baixa para o embate desta sexta-feira.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:23

Juniores sofrem derrota caseira

Rui Gomes, em 19.02.18

 

img_770x433$2018_02_18_12_04_15_1366367.jpg

 

No primeiro jogo da fase de apuramento de campeão do Nacional de juniores, o Sporting recebeu e foi derrotado pelo FC Porto, por 1-0, com um golo de João Brandão, de penálti, aos 68 minutos.

 

A desvantagem no marcador para os leões surgiu contra a corrente do jogo, já que tinham sido suas as melhores oportunidades, faltando, no entanto, eficácia de finalização. 

 

Ambas as equipas foram obrigadas a mexer nos seus 'onze' ainda na primeira, devido a lesões, com o Sporting a terminar a partida com dez unidades no relvado, pela expulsão de João Ricciulli, já nos descontos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:57

Defende-se muito, mas não há golos

Rui Gomes, em 08.02.18

 

image.jpg

 

Não sei se será impressão errada minha, mas parece-me que este Sporting está-se a desmantelar aos poucos. A derrota por 1-0 no Dragão não espelha uma muito pobre exibição, praticamente sem dinâmica alguma ofensiva.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício; Ristovski, Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; Battaglia e Bruno Fernandes; Gelson Martins, Acuña; Doumbia.

 

Suplentes Salin, André Pinto, Rúben Ribeiro, Bruno César, Bryan Ruiz, Fredy Montero, João Palhinha.

 

Duas grandes novidades; a ausência de William (por explicar) e um novo sistema de jogo com cinco defesas, em que Piccini alinhou a central com Coates e Mathieu, Ristovski e Fábio Coentrão nas laterais.

 

Com esta disposição, o Sporting limitou-se a defender e a apostar na ocasional jogada de contra-ataque, obviamente sem sucesso. O FC Porto esteve quase sempre melhor e o golo de Soares no segundo período premiou essa diferença.

 

Em desvantagem no marcador e com os minutos a passar, Jorge Jesus foi ao banco e chamou primeiro a "arma secreta" de Janeiro, Rúben Ribeiro, sem qualquer efeito, como era de esperar. Montero e Bruno César entraram ao cair do pano, mas salvo alguma maior pressão, as oportunidades de golo não surgiram.

 

Talvez a melhor notícia do jogo tenha sido o regresso de Gelson Martins, que não deu indicações de ter problemas com a recém-lesão.

 

Mesmo assim, fica tudo em aberto para o jogo da segunda mão em Alvalade.

 

Ainda relacionado com o jogo de ontem no Dragão, esta análise de Jorge Jesus que me leva a crer que vi um outro jogo ou, então, o grau de convexidade das minhas lentes requer rectificação:

 

"O Sérgio adivinhou o nosso sistema? Não sei, ele é que sabe se adivinhou. O que sei é que foi um bom jogo, mais aberto do que os outros dois. Também fruto de apresentarmos os posicionamentos diferentes para a pressão dos jogadores do FC Porto. Foi a primeira parte de dois jogos, tivemos muitas oportunidades de golo. Quando tens oportunidades assim no Dragão ou na Luz, traz prejuízo em termos de resultado. O Sporting fez um excelente jogo e o FC Porto também. Tivemos chances, com o Doumbia e o Gelson. Faltou-nos ali um finalizador. O FC Porto é uma equipa poderosa no cruzamento, foi assim que fez o golo. Direi que vamos levar para Alvalade a meia-final, está tudo em aberto. FC Porto e Sporting fizeram um excelente jogo".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:15

Grande vitória no Dragão Caixa !

Rui Gomes, em 07.02.18

 

image.jpg

 

O Sporting venceu esta terça-feira o FC Porto, por 31-25, numa partida em atraso da 18.ª jornada, assumindo a liderança do Campeonato Nacional com 57 pontos, à frente do FC Porto com 56 e Benfica com 55. Ainda tem um jogo em atraso, frente às águias, marcado para dia 14 deste mês, no Pavilhão João Rocha.

 

O triunfo do Sporting teve contornos históricos, uma vez que o Clube já não ganhava no Porto desde 2000 (22-23 no Pavilhão Rosa Mota), altura em que o actual técnico Hugo Canela era jogador - não jogou pois não fora convocado.

 

Mesmo não detendo a melhor defesa do campeonato - essa pertence aos dragões -, os leões surgiram muito sólidos defensivamente, lançando-se rapidamente no contra-ataque para facturar. Os dragões perderam muitas bolas, falharam em diversas oportunidades e esbarraram num Aljosa Cudic inspirado, tendo ainda como contrariedade a expulsão de Daymaro Salina ainda na primeira parte. Ao intervalo, o Sporting já vencia por 15-9.

 

Na segunda parte, os azuis e brancos ainda tentaram uma reacção, por intermédio de Rui Silva e Miguel Martins, ganhando alento com as defesas de Sérgio Morgado. No entanto, os portistas nunca reduziram a diferença para menos de três golos e viram a série de 17 triunfos consecutivos no campeonato terminar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:31

 

image.jpg

 

Não obstante a satisfação pelo resultado final, seria injusto contornar o mais óbvio. Foi um jogo muito intenso, como era de esperar, muito defensivo, e excessivamente faltoso. Aos 68 minutos já tinham sido assinaladas 41 faltas. A conta final não deve estar longe das 60.

 

Uma primeira parte quase sem futebol ofensivo, as duas equipas a pecar flagrantemente na construção de jogo, com os guarda-redes a não serem chamados a fazer qualquer defesa digna do nome. Neste sentido, o FC Porto melhorou no segundo período - o Sporting continuou muito letárgico, apesar da bola ao poste pelo cabeceamento de Coates.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; Gelson, William, Bruno Fernandes e Acuña; Rúben Ribeiro e Bas Dost.

 

Suplentes: Salin, André Pinto, Ristovski, Battaglia, Bruno César, Bryan Ruiz e Montero.

 

img_FanaticaBig$2018_01_24_23_41_30_1357693.jpg

 

Vou deixar o resto da análise ao jogo com os leitores. Já estou cansado de dizer sempre o mesmo sobre as opções de Jorge Jesus e a qualidade de futebol que o Sporting joga sob a sua condução.

 

Uma palavra final para uma arbitragem que deixou muito a desejar. Falta flagrante de Danilo sobre Bas Dost logo aos 5 minutos, para grande penalidade, que Nuno Almeida ignorou e que o vídeo-árbitro deixou andar. Mais do que óbvio fora de jogo no golo do FC Porto que o auxiliar "não viu", mas, desta vez, felizmente, o VAR esteve alerto.

 

Segue a final da Taça da Liga frente ao Vitória de Setúbal.

 

Nota: O jogo teve nada mais nada menos do que 53 faltas! 28 do Sporting, 25 do FC Porto. Relativamente a cartões amarelos, foram cinco, três para os leões e dois para os dragões.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:03

 

img_770x433$2018_01_09_16_23_16_1351833.jpg

 

Algumas considerações de Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta noite frente ao FC Porto:

 

"Os pontos que não sejam tão fortes vamos tentar explorar, tal como o FC Porto o vai fazer connosco. Vai ser um jogo muito táctico, com pouco espaço e pode acabar por ser decidido por alguma jogada individual. Ambas as equipas vão ter muita dificuldade, porque defendem muito bem.

 

O meu plantel tem todo o valor para levar a melhor sobre os dragões, mas recorde-se que são as duas únicas equipas que ainda não perderam para as competições nacionais. A intenção e o objectivo é de ficar até sábado.

 

Todos os plantéis onde tenho trabalhado foram sempre feitos à minha imagem, vaide acordo com os objectivos e possibilidades do clube. Fizemos uns ajustes de plantel como fazemos todos os anos, que se enquadra numa ideia técnico-tática. No meu primeiro ano também o fizemos, no segundo ano um pouco ao contrário e este ano já contratámos quatro jogadores e também já saíram três.

 

Bruno Fernandes é um jogador com uma polivalência no aspecto táctico, que conhece com muita facilidade. Conhece muito bem os aspectos do jogo e é um jogador que deixa o treinador sempre tranquilo, porque pode encaixá-lo onde quer e dá rendimento. Não pode ser um jogador muito preso às missões defensivas".

 

Para ser sincero, bem espero que o plantel do Sporting seja ligeiramente melhor do que a imagem de Jorge Jesus !

 

15284821_10153946410951555_6458133870058698802_n.p

 

Relativamente ao jogo, concordo que vai ser uma luta difícil para as duas equipas e não espero muitos golos. Conhecendo Jorge Jesus, é de esperar um meio campo reforçado com Battaglia e Bruno Fernandes em espaços mais próximos de Bas Dost. Há muito que Acuña não está bem, mas pela insistência do treinador e também pela sua combatividade vai preencher uma das alas. Muitas dúvidas sobre a condição física de Gelson Martins, mas é de esperar que seja titular. A defesa não vai sofrer alterações, com William a comandar as operações mais recuadas. Creio que desta vez Rúben Ribeiro vai começar o jogo no banco.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:58

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo