Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reflexão do dia

Rui Gomes, em 25.08.19

mw-1280.jpg

O domínio do FC Porto na Luz era esperado ?

O Benfica não teve Rafa para saídas rápidas, nunca ligou jogo interior com Pizzi a ir ao centro do campo, jamais viu Grimaldo a construir jogadas e em minuto algum chegou à área contrária com a bola controlada. Porque o FC Porto pressionou alto, anulou tudo o rival tem de forte, criou oportunidades para marcar e ganhou (2-0) o clássico que apenas viu um remate perigoso dos encarnados ao fim de hora e meia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:32

Foto do dia

Rui Gomes, em 03.06.19

61453136_10156003366176555_5331987162504101888_o.j

Equipa de iniciados festeja vitória sobre o FC Porto por 3-0

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:46

Iniciados a um passo do título

Rui Gomes, em 02.06.19

img_920x519$2019_06_02_10_23_23_1555946.jpg

O Sporting derrotou o FC Porto este domingo no Olival, por claros 3-0, e ultrapassou o rival na tabela classificativa, ficando a um passo do título nacional de iniciados. Os dragões, que hoje podiam ter-se sagrado campeões, foram assim relegados para a segunda posição e estão dependentes do que o rival de Alvalade possa fazer na última jornada.

Ora na última jornada o Sporting, que agora lidera por dois pontos de diferença, recebe o Tondela, último classificado desta fase. Já o FC Porto visita a Académica.

No que diz respeito à partida, depois de uma primeira parte algo morna os leões entraram a todo o gás no segundo tempo e dominaram por completo o jogo. Foi a equipa que mais vontade de vencer mostrou, que mais ocasiões criou e acabou por ser feliz.

Os golos foram da autoria de Isnaba Mané (38'), Chermiti (52') e Martim Marques (70+1').

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

img_900x509$2019_05_16_00_04_13_851840.jpg

Algumas considerações de Bruno Fernandes, esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão à final da Taça de Portugal, frente ao FC Porto:

Jamor

"O nosso pensamento, durante a semana, esteve em preparar o jogo da melhor maneira, para darmos a melhor prestação possível para sairmos daqui vencedores. (...) Foi uma semana com mais nervosismo, ambição. É uma final. Ou ganhas ou perdes. Não é uma semana normal. O que tem de ser normal é a nossa atitude, o nosso trabalho tem de ser o mesmo. Somos uma equipa grande e ambiciosa."

Último jogo?

"Não faço a mínima ideia. Eu tenho contrato com o Sporting. tudo aquilo que poderá vir a acontecer virá a seu tempo. Estou focado nas ambições do clube. O meu foco está nisso. (...) Eu disse que sairia do Sporting quando as minhas ambições fossem maiores do que as do Clube, e ainda não aconteceu (não ganhámos o campeonato). Se chegar uma proposta irrecusável para mim e boa para o clube, vamos discutir."

Lições do último clássico

"O último jogo contra o Porto é difícil de comentar, porque foi 11x10… O que há de maior para retirar daquele jogo é a atitude, o carácter que tivemos. Mesmo num jogo com nada em disputa, a não ser o prestígio e honra, fizemos um grande jogo, com atitude excelente. Mesmo com 10 homens estivemos sempre presentes no jogo, mais defensivos do que queríamos. Este fim de semana começamos 11 contra 11."

The dream

"Desde muito cedo tive o sonho de jogar em Inglaterra, é o campeonato mais ambicioso, o futebol mais puro. É onde se vive o futebol ao mais alto nível. Basta olhar para as finais europeias e temos quatro equipas inglesas."

Que rival tiraria a Sérgio Conceição?

"Brahimi. Para mim é o jogador mais desequilibrador. É um jogador que tem rasgos de génio, que de um momento para o outro tira dois, três jogadores da frente e criar grandes desequilíbrios. Era o jogador que tiraria. Brahimi é o que pode causar mais problemas."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:32

60953045_10155984625671555_2239331493560188928_n.j

A lista de 19 jogadores convocados por Marcel Keizer para o último jogo da época, a final da Taça de Portugal, frente ao FC Porto, no Estádio do Jamor.

Não se esperavam novidades e de facto o treinador leonino confirma que vai a jogo com os melhores jogadores disponíveis. Os ausentes, por castigo, Ristovski e Borja, e ainda por lesão, Battaglia.

Alguma dúvida sobre Wendel devido ao incidente a meio da semana, mas não me parece que esta seja a altura adequada para lidar com questões colaterais. Doumbia regressou de lesão e vai estar disponível no banco de suplentes.

Gostava de ver Keizer surpreender a equipa portista, alinhando em 4x4x2, com Bas Dost e Luiz Phellype na ponta do ataque, mas duvido que ele se sinta tentado a desviar-se do seu preferido 4x3x3, ou, 4x2x1x3.

Por conseguinte, o 'onze' inicial no Jamor deverá ser este:

Renan; Bruno Gaspar, Coates, Mathieu e Acuña; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Diaby, Raphinha e Luiz Phellype.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46

 

24750465-750x501-lt.jpg

 

Declarações do presidente Frederico Varandas após o embate no Dragão em que faz alvo da arbitragem do jogo e antecipa a final da Taça de Portugal:

 

"Fiquei satisfeito com o jogo, é um adversário que conhecemos bem, mas, agora que a Liga terminou, gostaria de apelar às instituições que regulam o campeonato para que não fossem de férias porque temos um jogo muito importante no próximo sábado: a final da Taça.

 

Peço que venha um árbitro com coragem. Eu nunca me desculpei com as arbitragens, não o vou fazer hoje, mas para mim é importante fazer uma análise e reparar que, de facto, é verdade que o Sporting CP tem um presidente que incita à violência, tem um treinador que incute violência e isso traduz-se.

 

O Sporting é uma equipa agressiva, muito violenta, o que leva a que tenha 8 expulsões em 34 jornadas. É resultado dessa violência que existe neste clube. São expulsos por senhores que têm um critério que faz com que um dos nossos rivais tivesse hoje pela primeira vez um jogador expulso.

 

download.jpg

 

O Sporting CP quando fala, fala para que haja melhor futebol. E tem de haver melhor arbitragem, melhores jogadores. Depois da final da Taça posso dar a minha opinião da arbitragem. Fica marcada por dois períodos. Até à 28ª jornada, existe uma arbitragem boa, bem auxiliada pelo VAR, sem grandes casos. A partir daí começa a faltar coragem. E estou a falar de lances que nem sequer dizem respeito ao Sporting, mas que mancham o futebol português.

 

Apelo a que compareça um árbitro com coragem de ver o que toda a gente vê. E não interessa se a camisola é do Sporting, do Benfica ou do FC Porto. Eu sei que basta um jogador do Sporting pisar que vai para a rua. Admito a expulsão, mas depois vemos entradas como hoje vi e que são amarelo. Coerência e coragem.

 

O Sporting quer uma melhor arbitragem. Confio no presidente do CA. Também estou a arrumar uma casa, sei o que isso é. Confio na competência e na seriedade do presidente do CA. Peço que tenha coragem de arrumar a sua casa. Podem ser muitos competentes, mas têm que ter coragem.

A minha opinião é que a partir da 28.ª jornada os árbitros tremem. Lances muitos difíceis de justificar porque não são marcados, tremem. Peço que apareça na final, uma final muito importante para o futebol português, um árbitro com coragem".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:50

 

Image result for fc porto vs sporting

 

No final do jogo, fiquei a pensar se José Pratas foi o árbitro da partida...

 

O campeonato português terminou exactamente como começou, com muita discussão sobre a arbitragem e em especial sobre a isenção e competência da função do VAR.

 

O Sporting fez o possível nas circunstâncias - reduzido a dez elementos a partir dos 20' - e até inaugurou o marcador num excelente lance de contra-ataque iniciado por Diaby, complementado por Acuña e finalizado por Luiz Phellype.

 

Tenho uma pergunta sobre o lance que levou à expulsão de Borja, mas vou deixar ficar para outra ocasião. Isto, reconhecendo que Borja cometeu falta indiscutível.

 

O FC Porto deu a volta ao marcador em dois lances - Danilo e Herrera - que deixam dúvidas se foram marcados em posição regular, especialmente o segundo. Nem sequer deu para perceber se o VAR foi consultado.

 

Fico agora à espera para ver as consequências para Sérgio Conceição, por ter entrado no relvado e dar um empurrão/bofetada em Renan.

 

Felipe viu um cartão amarelo e ficaram quantos mais por mostrar ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:49

Convocatória para o FC Porto

Rui Gomes, em 17.05.19

 

60872988_10155969434181555_4034023057533173760_n.j

 

A lista de 19 jogadores convocados por Marcel Keizer para a 34.ª e última jornada da Liga NOS, edição 2018/19.

 

Não se verificam novidades de relevo, salvo o regresso de Jefferson e Bruno Gaspar, após lesão, e ainda Petrovic, que tem ficado de fora nas últimas jornadas por opção técnica. Coates cumpre um jogo de castigo por acumulação de amarelos e Ristovski também está sob suspensão. 

 

A grande dúvida recai sobre a eventual escolha de Keizer para o onze inicial. Uma situação algo ingrata, em que o Sporting não tem nada em disputa, todavia, não vai querer fechar o campeonato com um resultado desagradável.

 

Este é o tipo de jogo em que há um leque de opções e é de prever que o treinador não vai agradar a todos com as suas escolhas. Algo me diz que a equipa inicial do Sporting vai constar da maioria dos usuais titulares, inclusive de Bruno Fernandes.

 

Só pensar em Bruno Gaspar do lado direito da defesa, dá arrepios, mas é muito provável que assim aconteça. Tiago Ilori deverá ser o substituto de Coates, e do lado esquerdo deve surgir Borja, muito embora, na minha opinião, Acuña venha a preencher o lugar na final do Jamor.

 

A chamada de Petrovic não me leva a acreditar que o meio campo não seja constituído por Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes. Até que ponto a corrida para o melhor marcador da Liga vai influenciar Keizer, é difícil de prever nesta altura. Bruno Fernandes soma 20 golos e Seferovic 21.

 

Na linha da frente, admito a possibilidade de ver Bas Dost começar o jogo, ladeado por Acuña e Raphinha, muito embora Luiz Phellype seja a escolha mais lógica.

 

Este será o onze inicial de Marcel Keizer:

 

Renan; Bruno Gaspar, Ilori, Jérémy Mathieu e Borja; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Raphinha, Acuña e Luiz Phellype.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47

Sporting derrotado no Dragão Caixa

Rui Gomes, em 09.05.19

 

_3nf0499.jpg

 

A equipa de andebol do Sporting deslocou-se ao Dragão Caixa esta quarta-feira para disputar a jornada em atraso da segunda fase do Campeonato Andebol 1, onde perdeu por 32-27.

 

A equipa leonina esteve quase a toda a partida em desvantagem, indo para o intervalo a perder por cinco golos – 16-11.

 

No segundo tempo, os leões ainda deram mostras de querer dar a volta ao resultado e conseguiram diminuir a desvantagem para três golos, mas a vitória já não escapou ao adversário, que fica agora mais próximo do título.

 

O Sporting recebe o CF Os Belenenses na próxima segunda-feira, às 20h30, no Pavilhão João Rocha.

 

No histórico desta temporada, refira-se que na fase regular o Sporting venceu os dois clássicos, no Dragão Caixa (31-28) e no João Rocha (26-23), mas na Taça de Portugal foi eliminado (23-28) em casa dos portistas, demonstrando oscilações exibicionais, também consequência das muitas lesões que têm afectado o plantel, espremido até ao limite pela campanha até aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:31

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:31

Fantástico jogo de hóquei em patins

Rui Gomes, em 05.05.19

 

image (1).jpg

 

O Sporting venceu este sábado o FC Porto, por 8-7, em prolongamento, nos quartos de final da Taça de Portugal, marcando encontro com o Benfica na final four.

 

Confesso que dei o jogo por perdido mais do que uma vez, mas felizmente que a equipa do Sporting tinha outras ideias e demonstrou, mais uma vez, que um jogo, qualquer jogo, só termina quando chega ao fim.

 

Foi Telmo Pinto quem abriu o marcador para o FC Porto aos 20 minutos e Hélder Nunes marcou o segundo para os dragões aos 21'. O Sporting foi rápido a reagir e no mesmo minuto Raúl Marín reduziu a desvantagem (1-2).

 

Na segunda parte, Hélder Nunes marcou o terceiro dos dragões, aos 35 minutos, e Ferran Font, na sequência da 10.ª falta dos azuis e brancos, não falhou de livre direto (2-3). No minuto seguinte foram os leões a fazer a 10.ª falta e o capitão do FC Porto voltou a encontrar as malhas da baliza de Girão (2-4).

 

lorvao_hoquei_fcp_7.jpeg

 

Aos 41 minutos de jogo o árbitro assinalou penálti para o Sporting e Raúl Marín não falhou (3-4). No mesmo minuto, Platero marca e empata o jogo (4-4). Gonçalo Alves precisou de dois minutos para marcar o seu primeiro golo da partida e colocar o FC Porto, novamente em vantagem no marcador (4-5).

 

A faltar cinco minutos para o final da partida, Hélder Nunes marcou o seu quarto golo, aumentando a vantagem para os azuis e brancos (4-6). O Sporting precisou de um minuto para a reduzir e foi Toni Perez quem fez o quinto dos leões (5-6). A 44 segundos para o final, Raúl Marín empata a partida e leva o jogo a prolongamento (6-6).

 

No primeiro minuto do prolongamento, Hélder Nunes marca o seu quinto golo do jogo e coloca a formação portista, uma vez mais, em vantagem no marcador (6-7), mas aos 54 minutos Platero volta a empatar (7-7).

 

lorvao_hoquei_fcp_3.jpeg

 

Foi já na segunda parte do prolongamento (56') que Raul Marín sentenciou o jogo (8-7), a primeira vez durante a partida que o Sporting esteve à frente do marcador.

 

Os leões passaram assim à final four da Taça de Portugal, que está agendada para os dias 1 e 2 de Junho.

 

Parabéns leões !

 

Entre outras considerações, Paulo Freitas, treinador do Sporting, teve isto para dizer no final do jogo:

 

"Os adeptos estão de parabéns. Houve vários momentos do jogo em que eles nunca nos deixaram atirar a toalha ao chão. Os adeptos foram fantásticos. Esta é uma vitória do carácter, da superação e da qualidade dos jogadores, mas também destes adeptos, que foram fantásticos na força que nos deram. Queremos que nos continuem a apoiar desta forma e vamos continuar a dar tudo em pista".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:04

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 30.04.19

 

8371811_23G8D.jpeg

 

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol vai receber Benfica e FC Porto, na sequência dos pedidos enviados ao órgão federativo, disse ontem à agência Lusa fonte do organismo.

 

Fonte do CA afirmou que este órgão vai receber os dois clubes, como fez sempre que tal é solicitado, por qualquer clube de qualquer modalidade ou escalão.

 

As reuniões serão devidamente agendadas assim que seja possível conciliar as respectivas agendas, acrescentou a mesma fonte.

 

Os pedidos de reunião de Benfica e FC Porto surgiram após a 31.ª jornada da I Liga, na qual o Benfica venceu 4-1 na visita ao Sporting de Braga e se isolou na liderança, com dois pontos de vantagem sobre os 'dragões', que empataram 2-2 no terreno do Rio Ave, na sexta-feira.

 

Isto parece ser um caso de duas comadres à disputa da cereja no topo do bolo.

 

O FC Porto decerto que vai apresentar queixas de decisões que directa ou indirectamente prejudicaram a sua corrida para o título, já o problema do Benfica não é claro.

 

Será que se vai queixar de ter sido beneficiado pelas arbitragens ?

 

Para completar este cenário ultra-melodramático, só falta semelhante pedido do SC Braga, de preferência com o Professor Abel Ferreira como porta-voz do clube minhoto, para apresentar queixas contra o Sporting CP, o clube que mais tem sido beneficiado "jornada após jornada".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:33

Juvenis superam FC Porto

Rui Gomes, em 20.04.19

 

img_920x519$2019_04_20_12_11_59_1536467.jpg

 

A equipa de juvenis do Sporting bateu este sábado a sua congénere do Porto, por 2-0, em jogo da fase de apuramento de campeão.

 

Os golos leoninos foram ambos marcados por Tiago Tomás, aos 4 e 62 minutos.

 

Onze do Sporting: Diogo Almeida, Alexandre Lami, Eduardo Quaresma, Rodrigo Rego, Nuno Mendes, João Daniel, Bruno Tavares, Gonçalo Batalha, Tiago Tomás, Tiago Ferreira e Joelson Fernandes.

Suplentes: Raimundo Duarte, Chico Lamba, Gilberto Batista, Daniel Rodrigues, Leandro Gonçalves, Nicolai Skoglund e Paulo Agostinho. 

 

Com este resultado, o Sporting CP passa a somar 7 pontos, mas está a três do líder Benfica, consequência da derrota na jornada anterior. O FC Porto fica com 6.  O SC Braga tem 6 mas só recebe o Belenenses a 28 de Abril.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:46

 

Com o afastamento do Benfica, ontem, pelo Eintracht Frankfurt, e do FC Porto, na quarta-feira, frente ao Liverpool, chegou-se ao termo da participação europeia para os emblemas portugueses esta época.

 

mw-1240.jpg

 

Com uma derrota por 2-0 em solo britânico no primeiro jogo, o FC Porto acabou por sofrer goleada incontestável no Dragão (1-4), sublinhando o poderio do clube de Liverpool. A formação portista deu o que tinha para dar, mas o seu melhor foi insuficiente perante um adversário reconhecidamente mais forte e que apesar de ter o Barcelona pela frente, é um sério candidato à conquista do título.

 

img_770x443$2019_04_18_08_13_59_1535748.jpg

 

Já a história do Benfica é bem diferente. Venceu o primeiro jogo, na Luz, por 4-2, e apesar de poder ser argumentado que não podia sofrer dois golos em casa, especialmente tendo em conta que beneficiou de superioridade numérica desde os 20', foi para a Alemanha com tudo nas mãos para passar a eliminatória.

 

A derrota, por 2-0, em Frankfurt, e o eventual afastamento da Liga Europa, fica a dever-se, na minha opinião, ao treinador Bruno Lage, que além de fazer alguma gestão do plantel, foi para solo germânico com uma táctica difícil de digerir, deixando a ideia que pretendia adormecer o jogo e o adversário. Tanto assim, que a equipa encarnada só fez dois remates nos primeiros 45 minutos e teve apenas 40% posse de bola.

 

É verdade que no primeiro golo o marcador alemão estava em posição irregular - na Liga Europa o VAR ainda não é utilizado - mas este erro da arbitragem não explica tudo, uma vez que, mesmo assim, as possibilidades de um resultado favorável continuaram em alta. 

 

O Benfica ainda deu alguns "ares da sua graça" no segundo período, nomeadamente nos 15 minutos iniciais, mas salvo um potente remate de Salvio que entretanto saltou do banco, nunca verdadeiramente ameaçou a baliza do Eintracht.

 

Em termos financeiros, foi uma campanha muito lucrativa para os dois emblemas. O FC Porto recebeu em excesso de 78 milhões de euros e o Benfica ultrapassou os 50 milhões. Falta ainda a distribuição das percentagens dos direitos televisivos no final da época.

 

Relativamente ao ranking da UEFA, Portugal continua em 7.º lugar, com 9.083 pontos, ligeiramente atrás da Rússia que soma 9.666 pontos. Neste sentido, era muito importante a continuidade destes dois clubes na Europa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:03

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 01.04.19

 

tvy0kPVsczb0GehcCmEuo.jpg

 

Num texto divulgado nas redes sociais, o Benfica diz que a arbitragem tem mantido o FC Porto na luta pelo título e considera inaceitável "a impunidade e a falta de decoro com que, jornada após jornada, o FC Porto continua a ser beneficiado pelas arbitragens”.

 

Ainda...

 

"No jogo contra o SC Braga voltou-se a ultrapassar tudo o que é tolerável. São esses pontos conquistados que estão a permitir que o FC Porto se mantenha a lutar pelo título.

 

Não há memória de uma época tão marcada por sucessivos erros, sempre - mas mesmo sempre! - em benefício da mesma equipa. É tempo de dizer basta. Ou será que ainda não chega?".

 

Mind games, sem dúvida, mas a hipocrisia patente deslumbra. É extremamente difícil um observador desinteressado não ficar com a ideia que estamos perante o caso clássico de um "ladrão" a apelidar o outro de "gatuno", ou seja, seis de um e meia dúzia do outro. A escolha é simples!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:02

 

img_920x519$2019_03_17_17_47_44_1518999.jpg

 

O FC Porto afastou o Sporting dos quartos de final da Taça de Portugal de andebol este domingo, ao vencer, no Dragão caixa, por 28-23, com reviravolta no marcador.

 

Na primeira parte, o Sporting dominou o encontro, chegando a ter seis golos de vantagem. Ao intervalo estava 12-15. Mas na 2.ª parte, o FC Porto conseguiu fazer uma grande recuperação, com Miguel Martins em destaque.

 

Apenas aos 50' o FC Porto conseguiu pela primeira vez a vantagem no marcador. A perder por 23-25, o Sporting sentiu dificuldades em concretizar o seu ataque e acabou por ser a equipa portista a dilatar o marcador.

 

Sporting: Aljosa Cudic (GR), Matevz Skok (GR), Manuel Gaspar (GR) Pedro Valdes, Edmilson Araújo, Cláudio Pedroso, Carlos Pasarin, Frankis Carol, Pedro Solha, Tiago Rocha, Carlos Carneiro, Fábio Chiuffa, Fred Bingo, Valentin Ghionea, Ivan Nikcevic e Luís Frade.

Treinador: Hugo Canela

 

FC Porto: Alfredo Quintana (GR), Thomas Bauer (GR), Victor Alvarez, Leandro Semedo, Yoan Blanco, Miguel Martins, Djibril Mbengue, Angel Zulueta, Rui Silva, Daymaro Salina, Leonel Fernandes, Alexis Borges, Diogo Branquinho, António Areia, Miguel Alves e Fábio Magalhães.

Treinador: Magnus Andersson

 

Nos quartos de final, o FC Porto vai defrontar o Belenenses, jogo marcado para 3 de Abril.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:22

 

rof_0437.jpg

 

Um sábado pouco agradável para algumas das modalidades leoninas. Depois da equipa de voleibol ter sido afastada da Taça de Portugal, os leões do hóquei em patins sairam derrotados na visita ao Dragão Caixa, por 3-1, um resultado injusto pela performance leonina.

 

O marcador estava em branco ao intervalo, apesar das excelentes oportunidades de Pedro Gil, Toni Peréz e Ferrant Font. No segundo tempo, o Sporting não conseguiu tirar partida da equipa portista ter atingido as dez faltas, e acabou por ser esta a inaugurar o marcador, com Gonçalo Alves a bater Ângelo Girão.

 

A equipa portista aumentou a diferença a cerca de seis minutos da final, por intermédio de Poka. Os leões não desistiram e reduziram a vantagem aos 45 minutos, quando Matias Platero colocou a bola no fundo da baliza azul e branca, numa altura em que o Sporting jogava com um homem a menos.

 

O terceiro e último golo portista surgiu nos instantes finais, já com a equipa de Paulo Freitas a jogar sem guarda-redes.

 

Com este resultado, o FC Porto isola-se na liderança somando 49 pontos, com o Sporting e a Oliveirense ambos a três pontos.

 

Miguel Afonso, vogal do Conselho Directivo do Sporting, deixou críticas à arbitragem no final da partida:

 

"Tenho um orgulho imenso nesta equipa. Já tentaram fazer-nos isto na Luz, em que batemos o recorde de minutos com menos um jogador em campo. O mesmo aconteceu-nos em Oliveira de Azeméis. Atiraram-nos ao tapete, mas vamos levantar-nos.

 

Tenho pena que o presidente da Federação de Patinagem de Portugal (Luís Sénica) não tenha estado aqui, num jogo que pode ser considerado do título. Ou então não esteve prevendo que isto viria a acontecer. Continuamos a fingir que não se passa nada, por isso é que o hóquei não é um desporto olímpico. O nosso comportamento é único perante as adversidades".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:50

 

valentin.jpeg

 

O Pavilhão João Rocha foi palco de mais uma grande exibição da equipa de andebol do Sporting. Os leões acabaram por vencer o FC Porto por 26-23, em partida da 18.ª jornada do Campeonato Nacional, após uma recuperação fantástica. Com este resultado, a equipa de Hugo Canela pode assumir a liderança isolada da prova caso vença o jogo que tem em atraso relativamente à formação do Norte.

 

Os portistas até começaram melhor e estiveram na liderança grande parte do encontro. No entanto, uma grande primeira parte de Valentin Ghionea, que terminou a partida com sete golos marcados, manteve o Sporting ligado ao jogo.

 

53934039_10155788392031923_3024353577129738240_n.j

 

Numa grande segunda parte impulsionada pelo muito apoio vindo das bancadas, os leões chegaram pela primeira vez à vantagem já dentro dos dez minutos finais quando Frankis Carol marcou o golo que na altura valia o 23-22. Daí até final do encontro, o Sporting não mais largou o comando do jogo e viria a vencer por 26-23, para gáudio dos muitos sportinguistas que encheram o Pavilhão João Rocha.

 

Os leões voltam a entrar em acção no próximo sábado, pela visita ao Benfica, em jogo da 19.ª jornada do Campeonato Nacional.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:47

Os tais critérios incompreensíveis

Rui Gomes, em 03.03.19

 

download.jpg

 

Publico este post com alguma hesitação, porque não é a minha intenção debater neste espaço o jogo de ontem entre o FC Porto e Benfica.

 

O critério disciplinar de Jorge Sousa fez-me reflectir sobre os cartões que o Sporting já viu esta época na Liga NOS: 74 A - 2 AA - 1 V, com apenas o Boavista com um registo superior: 80 A - 4 AA - 2V. Aliás, este tema já foi abordado pelo meu colega Leão Zargo, neste post, do dia 27 de Fevereiro.

 

Entre os vários lances do embate no Dragão que poderão merecer discussão, este é um dos que surge em destaque no resumo do jogo, com uma entrada assassina de Samaris, aos 59', sobre Adrián López, que mereceu apenas cartão amarelo de Jorge Sousa.

 

E, novamente reflectindo nos muitos cartões amarelos que já foram mostrados a jogadores do Sporting, faço a seguinte pergunta: se esta entrada de Samaris é apenas "amarelo", o que é merecedor de cartão vermelho directo ?

 

Mais uma demonstração dos critérios dos árbitros portugueses que nos deixam perplexos e que ficam longe de defender a verdade desportiva neste nosso desporto nacional.

 

P.S.: Na minha opinião, Gabriel foi bem expulso. Dois dos golos, no entanto, dependeram novamente dos critérios de arbitragem; o do FC Porto, em que há um jogador (Pepe, salvo erro) na linha da bola em posição irregular. Há causa para argumentar que interferiu com a visão do guarda-redes.

 

E o primeiro do Benfica, em que Seferovic afasta Wilson Manafá com o braço, para então fazer o passe para João Félix. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:47

Um clássico muito "morno"

Rui Gomes, em 12.01.19

 

image (1).jpg

 

Assistimos a um clássico que nos deixa com a ideia que mais do que ganhar, nenhuma equipa queria perder. A realidade é que não sendo um jogo decisivo, o Sporting precisava dos três pontos para se manter na luta pelos lugares cimeiros, enquanto que o empate não incomoda muito o FC Porto. Diria até, considerando que não ganha em Alvalade há cerca de dez anos, que o nulo satisfaz as hostes do Norte.

 

O Sporting alinhou com o seguinte onze inicial: Renan; Bruno Gaspar, Coates, Mathieu e Jefferson; Gudelj,Wendel e Bruno Fernandes; Diaby, Nani e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin, Ristovski, André Pinto, Petrovic, Raphinha, Jovane Cabral e Luiz Phellype.

 

download.jpg

 

Nenhuma surpresa no onze inicial leonino e nada a dizer sobre as opções de Marcel Keizer salvo, porventura, que Raphinha devia ter entrado um pouco mais cedo no jogo. 

 

O Sporting alinhou no sistema que o treinador holandês já nos habituou, a fazer pressão alta, embora um pouco mais recuado no terreno. Houve uma clara preocupação defensiva das duas equipas num embate com poucos espaços e fisicamente muito exigente. Dois ou três lances de maior perigo mas em geral, moderada agressividade ofensiva.

 

Com este resultado, o FC Porto preserva a liderança com 43 pontos, cinco à frente do Benfica, 6 do SC Braga e 8 do Sporting.

 

Como nota final, acho que se este jogo serviu de alguma coisa, demonstrou que o futebol do Sporting, não obstante algum pessimismo em voga, não é apenas o que se viu frente ao Tondela, e que o FC Porto, sendo uma excelente equipa, não é "papão" algum.

 

download (1).jpg

 

Considerações de Marcel Keizer:

 

"Creio que é um resultado justo, não o que procurávamos, mas é um resultado justo".

 

"O FC Porto ia em 18 vitórias. Tínhamos de ganhar e na primeira parte estivemos bem, com bola, mas na segunda perdemos o controlo. Não gostei muito da segunda parte. Toda a gente questionava se o Sporting sabia defender. Claro que sabemos. Hoje era preciso ganhar, mas na segunda parte não tivemos controlo de jogo. O 0-0 é justo".

 

"Vamos lutar até ao fim. Claro que, contra uma equipa como o FC Porto, oito pontos é uma grande distância, mas vamos lutar até ao fim".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo