Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vencer no Dragão

Leão Zargo, em 20.04.22

Sporting CP.jpg

Há jogos assim, como o de amanhã no Dragão, que serão verdadeiramente épicos se os jogadores leoninos os superarem com sucesso. Nos próximos anos será recordado como um enorme acontecimento e os nomes dos jogadores repetidos por todos os adeptos. Chegados a este ponto, não adianta dizer que se trata do Estádio mais difícil por inúmeras razões para o Sporting, mas é fundamental transformar a agressividade do ambiente num factor de motivação e de empolgamento. Por essa razão é essencial o foco, a concentração, no jogo, sem envolvimento em inúmeros factores exteriores provenientes, nomeadamente, do banco portista. Se não houver cabeça fria é quase certo que a derrota será inevitável.

Apesar de estar em vantagem na eliminatória, julgo que o Porto não se vai apresentar à defesa como o Benfica fez em Alvalade, e que procurará assumir alguma iniciativa do jogo. Conhecendo a dificuldade dos leões perante equipas muito defensivas, penso que isso é bom para o Sporting. Não sei se Rúben Amorim fará alterações significativas, é um jogo para arriscar com alguma segurança (se isto existe no futebol), mas o que mudar será para introduzir força, velocidade e criatividade à equipa, sabendo que o adversário vai procurar anular os passes em profundidade, fechar pelo meio e evitar cruzamentos perigosos para a grande área. Acontece que este é um jogo de tudo ou nada.

Creio que Rúben Amorim fará apenas alterações cirúrgicas. Na defesa, alinharão Gonçalo Inácio, Coates e Matheus Reis, com Porro e Nuno Santos nas laterais. São os melhores, mas admito que Neto possa ser escolhido, indo Matheus Reis para o lugar de Nuno Santos. É um jogo para a mestria de Matheus Nunes e ao lado dele estará Palhinha ou Ugarte. Se entrarem os dois de início estaremos perante uma mudança significativa feita à custa de um dos avançados. Lá à frente é onde tenho maiores dúvidas. O habitual tridente PSP (ou com Slimani?) ou o “carrocel” de Edwards, Sarabia e Pote para dificultar as referências de marcação à defesa portista.

publicado às 11:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Posts recentes


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo