Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fotografia com história dentro (113)

Leão Zargo, em 16.09.18

 

thumbnail_Peyroteo no Sporting-Oriental 11.9.1949.

 

Os últimos golos de Peyroteo

 

A dimensão mítica de Fernando Peyroteo no imaginário dos sportinguistas não se compara com mais nenhum jogador de futebol. Essa dimensão mítica decorre do seu currículo excepcional, dos títulos conquistados, do número de jogos realizados, dos golos marcados, das internacionalizações conseguidas e dos admiráveis feitos desportivos. E pelo facto dos seus méritos terem sido obtidos nos campos de futebol, verdadeiro arquivo da memória de muitos milhões de adeptos, um reflexo da imagem do espaço social e cenário da existência individual e colectiva.

 

De forma algo inesperada, Peyroteo decidiu abandonar o futebol de competição e marcou a sua Festa de Despedida para 5 de Outubro de 1949. No entanto, ainda participou nos jogos da Taça de Preparação, organizada pela Associação de Futebol de Lisboa, que se realizaram no mês anterior. Foi nesse torneio que marcou os seus últimos golos com a camisola leonina, e logo um “póquer” num 4-0 ao Belenenses (4 de Setembro) e um “hat-trick” numa significativa vitória por 8-0 frente ao Oriental (11 de Setembro). No comentário ao jogo nas Salésias, o jornalista Manuel Mota escreveu na revista Stadium (nº 353, de 7 de Setembro) que “Peyroteo, como que a preparar a sua festa de homenagem, marcou os quatro golos. Proeza de vulto, mesmo num jogador que já nos habituou a feitos idênticos”. E concluiu afirmando que “Peyroteo faz falta”.

 

Peyroteo participou em quatro jogos da Taça de Preparação, apenas não alinhou no último com o Estoril Praia disputado em 2 de Outubro. O Sporting tinha vencido as quatro partidas, já era o detentor virtual do troféu, e Rola é que alinhou no lugar de avançado-centro no Campo da Amoreira. Como a Taça de Preparação não era considerada uma competição oficial, a época de 1949-50 não está incluída na carreira do “bombardeiro” com a camisola verde e branca.

 

***A fotografia refere-se ao jogo do “hat-trick” com o Oriental e foi capa da Stadium (nº 354, de 14 de Setembro).

 

publicado às 14:18

Fotografia com história dentro (110)

Leão Zargo, em 19.08.18

Stadium S2 Nº 288 9Jun1948.jpg

 

A Taça O Século

 

A fotografia está intimamente ligada ao tempo. Ao tempo que passou. Captura o instante, fixa um momento que ficou congelado, um fragmento da realidade. Algumas fotografias originam uma percepção invulgar da emoção, captam a atmosfera do contexto, da situação, e constituem um testemunho do acontecimento. É o caso desta imagem que a máquina de Nunes de Almeida revela e que foi capa da revista Stadium, o nº 288 de 9 de Junho de 1948.

 

A fotografia refere-se ao momento em que António Ribeiro Ferreira, Álvaro Cardoso e Fernando Peyroteo mostram ao público no Estádio do Lumiar a "Monumental Taça O Século". Três personalidades excepcionais do Sporting: o presidente que mais títulos conquistou, o capitão de equipa por excelência e o goleador dos goleadores. Por sua vez, a cerimónia da posse definitiva dessa Taça simbolizou a hegemonia sportinguista no futebol nacional naquela época. Aconteceu no dia 6 de Junho de 1948, antes de um jogo com o Vitória de Guimarães para a Taça de Portugal, que os leões venceram por 5-1.

 

publicado às 13:00

Fotografia com história dentro (104)

Leão Zargo, em 08.07.18

Peyroteo festa de Alfredo Valadas 1944.jpg

 

Quando Peyroteo vestiu a camisola do Benfica!

 

Fernando Peyroteo é uma figura incontornável do futebol português pela qualidade e eficácia do seu desempenho como avançado de centro, pela honestidade e galhardia com que se batia contra os adversários e pela ética e sentido de honra que revelou sempre como praticante desportivo. Ficou conhecido o cavalheirismo com que se relacionava com os jogadores dos clubes rivais.

 

No início dos anos 40 vigorava o semiprofissionalismo no futebol, recebendo os jogadores apenas uma pequena remuneração que podia ser melhorada através da “caixa dos carolas”. Não havia sistema de previdência ou segurança social, obviamente. Por essa razão, a Festa de Despedida (ou de Homenagem) dos jogadores constituía um momento importante para eles conseguirem algum dinheiro suplementar.

 

A 1 de Dezembro de 1944 realizou-se a Festa de Despedida do benfiquista Alfredo Valadas que convidou alguns dos melhores jogadores do seu tempo. Naturalmente, Peyroteo participou no jogo de Homenagem, integrando uma equipa mista de atletas de clubes de Lisboa que se equipou com camisolas de cor branca do Benfica. O bombardeiro leonino pôde ser visto nesse dia de águia ao peito… por causa do seu amigo Valadas!

 

publicado às 13:32

 

Peyroteo1.jpg

 

Foi emitido hoje um selo para comemorar os 100 anos do lendário futebolista do Sporting Fernando Peyroteo, o maior goleador português de todos os tempos com 540 golos em 332 jogos oficiais.

 

Ao serviço da Federação Portuguesa de Futebol (capitão e seleccionador nacional) realizou 20 jogos com a camisola das quinas, marcando 13 golos.

 

A flagela anunciadora - CTT - pode ser vista aqui.

 

Agradecemos a gentileza da referência do leitor JC RODRIGUES

 

publicado às 12:00

Fernando Peyroteo homenageado

Rui Gomes, em 19.03.18

 

14172490.jpg

 

Assinalando os 100 anos do nascimento de Fernando Peyroteo, o lendário futebolista com melhor média de golos da história dos campeonatos, o Sporting realizou várias acções para recordar o antigo ponta-de-lança. O filho deu o pontapé de saída e os jogadores que defrontaram o Rio Ave tinham escrito Peyroteo no lugar dos seus nomes na camisola. 

 

publicado às 04:31

 

Fernando-peyroteo.jpg

 

O antigo futebolista Fernando Peyroteo e o actual treinador do Manchester United, José Mourinho, são dois dos distinguidos com o prémio Quinas de Ouro 2018, anunciou esta terça-feira a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

 

Entre os premiados por nomeação, escolhidos pela FPF, Associação Nacional Treinadores e Sindicato dos Jogadores, fazem ainda parte vários projectos de responsabilidade social.

 

O prémio Prestígio/Carreira foi atribuído a Fernando Peyroteo, um "futebolista de craveira mundial" que "conquistou vários títulos, entre campeonatos nacionais, Taças de Portugal, Campeonato de Portugal e Regionais de Lisboa".

"Avançado temível, é dele, entre outros, o registo de artilheiro com mais golos marcados -- nove - num só jogo do Campeonato. Na seleção nacional conseguiu o excelente registo de 15 golos em 20 internacionalizações. Como selecionador nacional, cargo que ocupou por escassos dois jogos, deixou igualmente uma marca indelével, lançando Eusébio na equipa das Quinas", pode ler-se no comunicado da FPF.

 

A José Mourinho é atribuído o prémio Vasco da Gama/Internacionalização/Portugalidade, "no ano em que celebra 15 anos sobre a vitória na Taça UEFA pelo FC Porto em Sevilha".

"As três entidades consideraram unanimemente que o papel de embaixador de excelência de Portugal, desempenhado ao longo de vários anos em diferentes países, ditaria a atribuição deste galardão".

 

Confesso que desconheço os critérios que regulam a atribuição deste prémio, mas no que a Fernando Peyroteo diz respeito, fico a pensar... porquê só agora ?

 

publicado às 03:22

Fotografia com história dentro (25)

Leão Zargo, em 04.12.16

 

20098259_Ndrmh.jpg

  

Fernando Peyroteo e Francisco Vitória

 

Há inúmeras histórias sobre grandes disputas entre defesas e avançados em jogos de futebol. Muitos adeptos garantem que eles não são propriamente farinha do mesmo saco e é frequente ouvir-se falar das vezes em que o caldo ficou entornado. Por exemplo, ficaram célebres os duelos entre o sportinguista Fernando Peyroteo e o benfiquista Gaspar Pinto pela faísca que provocavam.

 

Mas, parece que não tem de ser sempre assim e até acontece que um defesa e um avançado se façam fotografar sorrindo para a posteridade. É o caso desta fotografia de Francisco Vitória e Peyroteo antes de um Portimonense-Sporting para a Taça de Portugal, em 20 de Junho de 1948. Curiosamente, o Vitória também era conhecido por Chico Caceteiro vá lá saber-se porquê.

 

O Sporting venceu por 6-1 e o jogador leonino não deixou os seus créditos por mãos alheias. O jornalista algarvio Constantino Romão escreveu que “coube ao Chico Caceteiro fazer a marcação ao Peyroteo, que era o melhor marcador de golos em Portugal. O Peyroteo marcou cinco golos, mas o Chico fez uma exibição memorável, que tenho a certeza nem ele próprio esqueceu”.

 

Falta dizer que o Francisco Vitória não foi um jogador qualquer. Na verdade, ainda jogou nas reservas do Benfica ao lado de Joaquim Macarrão, outro algarvio, e depois brilhou em equipas fortíssimas do Portimonense durante quase toda a década de 1940.

 

publicado às 12:00

Fotografia com história dentro (20)

Leão Zargo, em 30.10.16

 

Peyroteo Gaspar Pinto.jpg 

Peyroteo e Gaspar Pinto, com Valadas a assistir

 

 

A verticalidade de Peyroteo

 

O benfiquista Alfredo Valadas aproveitou a sua festa de homenagem para promover as pazes entre o seu companheiro de equipa Gaspar Pinto e Fernando Peyroteo. O jogador leonino aceitou o pedido de Valadas, apesar da violência física e verbal que o seu adversário utilizava nos jogos. A festa de despedida da carreira do futebolista encarnado realizou-se no dia 1 de Dezembro de 1944, com uma partida amigável entre o Benfica e um misto de jogadores de Lisboa.

 

Os embates entre os dois atletas ficaram célebres pela agressividade do jogador encarnado. O leão queixou-se, mais do que uma vez, do comportamento antidesportivo do rival. Aliás, a única expulsão do avançado sportinguista verificou-se em consequência de uma provocação ordinária do benfiquista num derby disputado em 1945, pouco tempo depois da homenagem a Valadas. Então, Peyroteo decidiu que nunca mais dirigiria a palavra a Gaspar Pinto. E assim foi.

 

publicado às 12:01

Ser Sporting !

Rui Gomes, em 17.10.14

 

10615583_10152285289241555_5304120454531271411_n.j

 

publicado às 04:23

Estreia de Peyroteo foi há 77 anos

Rui Gomes, em 13.09.14
 

 

Fez ontem 77 anos que Fernando Peyroteo se estreou com a camisola do Sporting. A 12 de Setembro de 1937, com 19 anos, fez o primeiro jogo de "leão ao peito" num Torneio no Campo ds Salésias, diante do Benfica, e marcou dois golos na vitória leonina, por 5-3.

 

Foto: Com a Taça Século

 

publicado às 12:22

 

 

A UEFA recordou recentemente aquelas que são as séries mais longas de sempre a marcar em jornadas consecutivas do campeonato. Fernando Peyroteo é um dos recordistas de elite numa lista liderada por Lionel Messi:

 

* 21 jogos - 2012/13 - Lionel Messi - Barcelona

 

* 16 jogos - 1969/70 - Gerd Muller - Bayern Munique

 

* 13 jogos - 1962/63 - Serge Masnaghetti - Valenciennes

 

* 11 jogos - 1993/94 - Gabriel Batistuta - Fiorentina

 

* 10 jogos - 1937/38 - Fernando Peyroteo - Sporting

 

publicado às 04:24

Memórias - Peyroteo e Joseph Szabo

Rui Gomes, em 04.07.13

 

Fernando Peyroteo era já, incontestavelmente, a primeira figura do Sporting. Viva em Sintra. Apanhava o comboio das 6.03 horas para chegar ao Rossio às 6.45 horas. Nos Restauradores tomava o eléctrico e chegava ao velho Estádio Alvalade por volta das 7.20 para que pudesse começar a treinar às 7.45. «Tudo era feito pontualmente sob as ordens de mestre Szabo. Cinco minutos de atraso equivaliam a 10 por cento de multa sobre um ordenado de 700 escudos mensais. Um dia, porque co meu velho despertador, cansado de muitos anos de trabalho, tocou às 5.15, fez-me perder o comboio das 6.03 da manhã e cheguei a Alvalade com meia hora de atraso, mesmo utilizando um taxi desde os restauradores à porta da cabina. Quando entrei no rectângulo já mestre Szabo dirigia o treino. Cumprimentei-o, apresentei desculpas e pedi licença para treinar-me e, por se tratar do habitual treino de conjunto, dirigi-me para o meu posto, onde outro avançado-centro se encontrava. Szabo exclamou: "Carágo, Fernando, não fazer um coisa dê isso ! Primeiro dar-me quatro voltas a corer e quatro em marcha. Indispensável footing, aquecer músculos!..."

Assim fiz e enquanto decorria o treino andava eu a dar voltas ao rectângulo. Acabadas as voltas, entrei para o lugar de avançado-centro e, no final do treino, fiquei - como sempre - no campo, apenas com o mestre Szabo, para fazer o treino individual de técnica. Cerca das 10.30 tomámos banho e encontrámo-nos para virmos para a Baixa. É preciso acentuar que a equipa do Sporting treinava-se apenas às terças e quintas, ao passo que eu fazia dois treinos extras: às quartas e sextas, para me especializar no pontapé ao golo.

Logo que nos encontrámos à saída das cabinas renovei o meu pedido de desculpas por ter chegado atrasado, Szabo interrompeu-me e dise:"Férnando ter que ser multado 10 per cente no ordenado. Férnando ter quê dar exemplo. Tudos égales, Férnando... PK Férnando, você treinar quatro vezes por sêmana, eles dois, mas não treinar para mim, treinar para si ! Mas para a sêmana só dois vezes como os outros... Não poder desculpar, outros dizem quê você mênino bonito. Tudos égales... "»

Nos Restauradores, Szabo disse a Peyroteo que lhe perdoaria a multa se comprasse um despertador novo por... 50 escudos. Que sim. »Mestre Szabo escolheu, ele próprio, um despertador capaz de acordar um morto e, no domingo seguinte, antes do jogo, disse à rapaziada: "Cárago, sinhores ! Férnando não chigar mais atrasado a treining. Fumos comprar déspertador, experimentar tocar lá na loja e fazer uma barulheira quê Férnando vai ouvir no Barreiro..."».

 

publicado às 01:11

Memórias (11)

Rui Gomes, em 28.11.12

 

___  Fernando Peyroteo  ___

Natural de Humpata, Angola (10-3-1918 * 28-11-1978)

Jogou no Sporting de 1937 a 1949

Um dos históricos «Cinco Violinos»

Melhor marcador de sempre nos Campeonatos Nacionais

331 golos em 197 jogos

Detentor do recorde mundial do futebol com média de 1,68 golos por jogo

 

publicado às 01:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo