Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Patriciamamona.jpg

Patrícia Mamona venceu esta sexta-feira a prova do triplo salto no Meeting de L’Eure, em França, conseguindo a melhor marca mundial de 2020.

A atleta do Sporting venceu com uma distância de 14,33 metros, numa competição em que fez cinco saltos acima dos 14 metros e um nulo.

2020-02-15.png

Susana Costa ficou em terceiro lugar, com uma pontuação de 14,01 metros, ficando atrás da finlandesa Kristiina Makela, que fez um salto de 14,20 metros.

publicado às 12:39

 

rui_pinto377663dcf_base.jpg

 

A procuradoria-geral francesa estará em negociações com as autoridades portuguesas com vista à possibilidade do hacker Rui Pinto receber imunidade para evitar que seja julgado no âmbito de uma alegada tentativa de extorsão de agentes da Doyen Sports em 2015.

 

A informação foi avançada pelo jornal britânico he Guardian este sábado, num artigo intitulado "Como o caso Football Leaks se tornou num enorme escândalo político em Portugal".

 

O Parquet National Financier (PNF), instituição judiciária francesa, investigou a alegada corrupção nos votos dos Mundiais de 2018 e 2022 e é responsável pela aplicação da lei contra crimes financeiros em França. O organismo gaulês defende veemente que o valor das revelações de Rui Pinto é bem mais importante do que a alegada gravidade do crime contra a Doyen de que é acusado em Portugal.

 

O pirata informático português já admitiu ser um das fontes por trás do Football Leaks, após ter enviado milhares de documentos relacionados com esquemas de corrupção no futebol internacional ao consórcio EIC (European Investigative Collaborations).

 

"Rui Pinto tem mais medo do que poderá acontecer no palco político, porque o futebol  português está completamente entranhado nos mecanismos do Estado",  revela Rafael Buschmann, jornalista da revista alemã Der Spiegel.

 

"Quando ele me disse isso pela primeira veznão estava seguro de que assim fosse, mas quando me apercebi do envolvimento de António Cluny [procurador que representa Portugal na Eurojust – Unidade Europeia de Cooperação Judiciária] pensei 'Bolas, ele tem razão'."

 

Com o pedido de imunidade, as autoridades francesas pretendem que Rui Pinto continue a colaborar livremente com as investigações à corrupção no futebol já em curso, nesse e noutros países europeus.

 

Especialistas em Direito Penal dizem que o português só será abrangido pelo recém-criado Regime Europeu de Proteção de Denunciantes se se provar que ele não tentou extorquir agentes da Doyen há quatro anos.

 

As autoridades francesas já têm em sua posse 26 terabites de dados cedidos pelo hacker português, bem acima dos 3,4 teras de informação que Rui Pinto tinha enviado ao EIC em 2016, e que incluíam emails privados de algumas das figuras mais influentes do mundo do futebol.

 

publicado às 03:33

 

77695-affiche-du-match-om-scp-fiche.jpg

 

Um mau começo para o Sporting neste jogo-treino com o Marselha, a sofrer um golo logo no primeiro minuto, num lance em que a falta de velocidade da defesa leonina esteve em evidência.

 

Jorge Jesus fez alinhar Pedro Silva, Piccini, Coates, Mathieu, Coentrão, Petrovic, Battaglia, Bruno Fernandes, Bruno César, Alan Ruiz e Bas Dost.

 

Será mais uma experiência do treinador, porque à primeira impressão não dá para compreender este onze, em que se verificam dois trincos - Battaglia e Petrovic -, Bruno Fernandes à frente deles, e sem extremos, salvo se considerarmos Bruno César. Alan Ruiz a jogar no espaço atrás de Bas Dost. Muita posse de bola neste primeiro período, mas falta de ideias e eficácia no último terço do terreno, sem que uma única oportunidade de golo tivesse sido criada.

 

Para começar a segunda parte entraram Jonathan Silva, Matheus Pereira, Matheus Oliveira e Daniel Podence, a substituirem Fábio Coentrão, Petrovic, Bruno César e Alan Ruiz.

 

A história repetiu-se e o Sporting sofreu o segundo golo na marca dos 50 minutos, mais uma vez com a defesa a ser batida em velocidade. Um problema, ou seja, um receio, que já referi em outras ocasiões.

 

A espaços, ainda se viu alguma produtividade do Sporting, muito pela influência de Matheus Pereira e Daniel Podence, com este a sofrer uma falta para grande penalidade, aos 70', convertida por Seydou Doumbia, que entretanto tinha entrado para o lugar de Bas Dost.

 

Gostava de ser mais simpático, mas, na realidade, continua-se a ver muito pouco deste Sporting. Não consigo apontar um único aspecto do jogo leonino que entusiasma.

 

Nota: Marcos Acuña, contrário ao que se esperava, não equipou para este jogo. A sua ausência foi comentada e leva a questionar, apesar de já estar integrado, se a sua transferência já foi oficializada. Curiosamente, a SAD ainda não emitiu um comunicado nesse sentido.

 

publicado às 20:05

 

GERMANY - FRANCE SEMI FINAL EURO 2016-1920x1080-75

 

França e Alemanha disputam hoje o acesso à final do Campeonato da Europa de futebol de 2016, para a qual a selecção portuguesa já está qualificada, após o triunfo frente ao País de Gales, por 2-0, na quarta-feira.

 

No Estádio Vélodrome, em Marselha, a anfitriã França e a Alemanha, detentora do título mundial, defrontam-se a partir das 21:00 locais (20:00 em Lisboa).

 

O italiano Nicola Rizzoli vai ser o árbitro deste duelo entre duas potências continentais, que já contam com vários títulos nos respectivos historiais, casos dos de campeã do mundo em 1998 e da Europa em 1984 e 2000 do lado gaulês e dos mundiais de 1954, 1974, 1990 e 2014 e europeus em 1972, 1980 e 1996 do alemão.

 

A França chegou às meias-finais depois de golear a surpreendente Islândia, por 5-2, nos quartos de final, e de conseguir uma reviravolta diante da República da Irlanda, por 2-1, nos oitavos, tendo antes vencido o grupo A, no qual cedeu apenas um ‘nulo’ perante a Suíça.

 

Já a Alemanha venceu uma final antecipada nos ‘quartos’ ante a Itália, que derrotou após uma maratona de grandes penalidades (6-5), na sequência do empate a um golo após prolongamento. Antes, tinha derrotado ‘facilmente’ a Eslováquia, por 3-0, nos oitavos de final, e dominado o grupo C, apenas com um empate frente à Polónia.

 

Enquanto a França deverá estar na máxima força, a Alemanha não pode contar com o avançado Mario Gómez, afastado do resto da competição por lesão, nem com o defesa-central Mats Hummels, por castigo, enquanto o médio Sami Khedira está em dúvida, depois de o seleccionador Joachim Low ter assegurado a titularidade de Bastian Schweinsteiger, que também terminou o embate frente à Itália com queixas físicas.

 

Qual deles é o melhor adversário para Portugal ?... Será que Fernando Santos e a sua equipa técnica têm preferência ?... E os jogadores portugueses ?

 

publicado às 12:12

 

image.jpg

 

A selecção portuguesa de futebol, que continua a preparar a estreia no Euro2016, realizou esta quinta-feira o primeiro treino em solo francês, perante cerca de 1.000 adeptos, que saudaram efusivamente os jogadores lusos, em particular Cristiano Ronaldo.

 

Poucas horas após ter aterrado em França, a selecção nacional teve o primeiro contacto com o relvado principal do Centro Nacional de Râguebi, em Marcoussis, a cerca de 30 quilómetros de Paris, num apronto que durou uma hora e que foi totalmente aberto.

 

Nas bancadas estavam perto de 1.000 adeptos portugueses, que aproveitaram a ocasião para brindar os 23 atletas e o seleccionador Fernando Santos com muitas palmas.

 

O 'capitão' Cristiano Ronaldo foi, de longe, o mais acarinhado, com incentivos constantes vindos da bancada, onde os adeptos chegaram mesmo a replicar o habitual 'grito de guerra' do avançado.

 

Na primeira sessão em Marcoussis, os jogadores começaram por realizar corrida e exercícios de aquecimento, antes de serem distribuídos em dois grupos para os habituais 'meinhos', sendo que o médio André Gomes acabou por abandonar o exercício logo na fase inicial, mas apenas por precaução, após ter magoado o ombro numa queda.

 

De seguida, nove dos 11 titulares no particular de quarta-feira com a Estónia recolheram aos bancos, enquanto os restantes 14 atletas - entre os quais Cédric e João Moutinho, também titulares no último encontro de preparação - participaram numa 'peladinha', que durou quase 20 minutos.

 

Na assistência estava José Godinho, um português emigrado em França "há 47 anos" e que recebeu um dos bilhetes oferecidos pelo consulado luso para assistir à sessão de treino.

 

«É uma grande alegria ter aqui a nossa selecção. Os nossos jogadores são todos bons, mas é preciso ganhar. Por mim, eles iam até à final, mas só espero que não aconteça o que aconteceu em Portugal, em 2004, com a Grécia. Se forem até às meias já seria bom».

 

Já José Carlos Rêgo, um adepto do Sporting que se mudou para França "em 1972", manifestou confiança no desempenho do conjunto das 'quinas', embora lembrando que "também é preciso sorte" para chegar longe no Euro.

 

«Espero que seja possível chegar à final e vencer o Europeu. É preciso ter sorte e a verdade é que nós costumamos ter algum azar, especialmente quando jogamos contra a França. Mas a equipa tem qualidade para ir longe».

 

O segundo treino da selecção nacional em solo francês está agendado para sexta-feira, dia de Portugal, de Camões e das comunidades, novamente em Marcoussis, às 10:30 (09:30 de Lisboa) e terá os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

 

Durante todo o torneio, a comitiva lusa está instalada no Centro Nacional de Râguebi, em Domaine de Bellejame, em Marcoussis, a cerca de 30 quilómetros de Paris.

 

publicado às 04:56

Foto do Dia

Rui Gomes, em 16.11.15

 

1024.gif

 

A solidariedade com a França

 

Tags:

publicado às 04:58

 

ng3AB1A43E-B487-4605-B9DD-12F57FC9F6DB.jpgng1BE95DD6-9117-4E5B-8C9A-202219B4A9BE.jpg

800x600.gifngBA25D9F6-FCD5-40DC-A611-7B61E5A1D0E7.jpg

 

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) escolheu o Centro Nacional de Râguebi de França como quartel-general para a fase final do Euro"2016.

Portugal vai encontrar em Marcoussis, a cerca de 25 quilómetros do centro de Paris, um dos melhores espaços para estagiar. O local era pretendido por várias selecções, mas os responsáveis da FPF adiantaram-se e já tinham feito a reserva, mesmo numa altura em que o apuramento para o Europeu ainda não estava garantido.

A Selecção Nacional terá à disposição cinco campos de treino, um deles, o principal, com iluminação, uma pista de atletismo e uma bancada para mil espectadores. Haverá ainda um outro, mais pequeno, mas coberto e de relva sintética. O espaço conta com 85 quartos, ginásios, centro médico, várias salas de jantar, salas de reuniões, uma piscina com sauna e jacuzzi, um espaço de convívio com bar, mesa de bilhar, salas de aula e biblioteca.

Apesar de normalmente estar destinado um espaço próprio para a Comunicação Social, a FPF tem à disposição, no Centro Nacional de Râguebi, no piso térreo, uma sala de Imprensa, dois estúdios de rádio e televisão e um anfiteatro com 250 lugares.

publicado às 04:45

Exibição muito "morna" de Portugal

Rui Gomes, em 04.09.15

 

rui_patricio1955b5dc_664x373.jpg

 

Portugal raramente se exibe ao seu melhor nível em jogos particulares e o desta sexta-feira com a França - que não vence há mais de 40 anos - não foi excepção à regra, verificando-se uma exibição muito "morna". Rui Patrício, apesar de ter sofrido o golo de livre directo, foi o melhor jogador luso em campo, com duas ou três intervenções decisivas.

 

Sem analisar a equipa em detalhe, diria, no entanto, que Fernando Santos deve repensar algumas das suas escolhas para o onze inicial frente à Albânia, jogo oficial de apuramento a ser disputado na próxima segunda-feira.

 

Impressionante o número de jogadores formados no Sporting no relvado: Rui Patrício, José Fonte, Cédric Soares, Adrien Silva, João Mário, Miguel Veloso, Ricardo Quaresma, Nani e Cristiano Ronaldo. Um hino à formação leonina !

 

Estava com alguma curiosidade em ver a combinação de Danilo Pereira, Adrien Silva e João Mário no meio-campo, mas a fraca exibição colectiva não permitiu a avaliação desejada.

 

Nota: Paulo Oliveira foi chamado para o lugar do lesionado Bruno Alves.

 

publicado às 21:56

Um meio-campo curioso...

Rui Gomes, em 04.09.15

 

bilhetes_portugalxfrança600x400.jpg

 

Constam uns rumores que o onze inicial de Portugal diante a França, no particular que se realiza esta sexta-feira no Estádio José Alvalade, poderá ser este:

 

Rui Patrício; Vieirinha, Ricardo Carvalho, Pepe e Eliseu; Danilo Pereira, Adrien Silva e João Mário, Cristiano Ronaldo, Nani e Éder.

 

Confirmando-se, será interessante observar o trabalho do meio-campo, atendendo que poderia ter sido totalmente do Sporting - pela ausência de William Carvalho - mesmo tendo em conta que o trio em questão ainda não teve oportunidade alguma de jogar junto, salvo em sessões de treino.

 

publicado às 16:07

 

thumbs_web_sapo_io.jpg

 

Muitas dúvidas, entre a defesa e o meio campo, já para não evocar a ausência de um ponta de lança, salvo a intervenção menos desejada de Cristiano Ronaldo nessa posição.

 

Os "leões":

 

Rui Patrício - A defesa de maior dificuldade terá sido precisamente aquela que precedeu o golo, pela não cobertura defensiva dentro da área. Apesar da derrota, não teve jogo complicado.

 

Cédric - Teve alguns lapsos defensivos - mas também sofreu por falta de apoio dos médios - e necessita de melhorar muito a qualidade dos cruzamentos. Mesmo assim, uma estreia a titular positiva e penso que estará novamente no onze na terça-feira.

 

William- Entrou no início da 2.ª parte e fez a diferença, tanto a estabilizar o meio campo como no apoio ao ataque. Bons passes, mas ainda não está ao nível da época passada, defensivamente. Acredito que venha a ser titular no próximo jogo, na posição 6.

 

João Mário - Esteve em campo menos tempo que os seus colegas, mas entrou muito bem no jogo e com a sua penetração provocou a grande penalidade e aos 83' quase que marcava. Muito boa estreia. Não creio que venha a ser titular frente à Dinamarca, mas Fernando Santos será obrigado a pensar nele.

 

Nani - Muito bom jogo. Notável a confiança com que está a jogar agora. Mostra novamente a capacidade para fazer a diferença e ajudar a decidir jogos.

 

Adrien Silva - Não chegou a entrar no jogo. Esperamos que o seleccionador lhe venha a dar a oportunidade de jogar.

 

publicado às 04:04

 

 

 

 

Malika Ménard, de 26 anos, natural de Rennes, França, foi Miss França em 2010. Durante alguns anos apresentadora do programa "TV Magazine", repórter desportiva para a rádio "Le Mouv" e apresentadora do programa de futebol "L'Équipe 21".

 

 

 

publicado às 05:09

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds