Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reflexão do dia

Rui Gomes, em 26.07.19

martins-1200x675-1160x650.jpg

Afirmação de Gelson Martins após o recém-embate com o SC Braga (0-0):

"Acompanho sempre o campeonato português. O Sporting não foi surpresa nenhuma. O Sporting é um grande clube e está nas competições sempre para ganhar. E vai ganhar ainda mais. Sou do Sporting desde miúdo e estou sempre a torcer pelo clube".

Recorde-se que Gelson Martins rescindiu com o Sporting e rumou ao Atlético de Madrid, com quem, entretanto, o Sporting acordou um valor para a transferência: €15 M e o passe de Vietto, avaliado em €7,5 M. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:33

 

mw-960.jpg

 

Este texto é da autoria de Rampante

 

Para mim um bom negócio ocorre quando as duas partes ficam satisfeitas... Curiosamente, acerca deste negócio o que vejo em Portugal e em Espanha é que as partes estão ambas insatisfeitas (na óptica de alguns adeptos).

Os Sportinguistas:


- Acham que Gelson valia mais que 22,5M€ à data da rescisão;
- Esquecem-se que após rescisão o seu valor para o Sporting era ZERO;
- Esquecem-se que este acordo foi negociado após uma má época do jogador;
- Esquecem-se que esperando por decisões finais dos tribunais, isto poderia demorar até 10 anos (ou mais);
- Esquecem-se que mesmo que fosse concedida a razão, o Sporting dificilmente receberia mais do que (4x1,3M = 5,2M€) que corresponde aos salários do jogador até ao fim de contrato.
- Esquecem-se que com esta resolução, o Sporting encerra mais um capítulo complicado.

Os Colchoneros:


- Acham que o Gelson não vale 22,5M€;
- Sentem-se enganados pela Direcção, pois sempre disseram que ele vinha a custo ZERO;
- Tendo em consideração que a venda de Gelson está condicionada à permanência do Mónaco na 1ª divisão, têm receio de que a venda não se concretize e compraram assim um "mono" por 22,5M€.

Mas como este negócio não pode ser visto isoladamente, avaliemos Vietto

Os Sportinguistas:


- Acham que não vale 15M€;
- Acham que não se devia ter investido 7,5M€ no jogador;
- Têm receio do ordenado (mesmo não sabendo o seu valor);
- Não têm expectativas no jogador, mesmo sendo ele jovem e já ter passado por clubes como Sevilha, At. Madrid e Fulham.

Os Colchoneros:

 

- Não dão valor ao jogador, mas acham mau negócio a venda por 7,5M€, valorizando o jogador em 15M€ depois de todo o investimento já feito.

Resumindo, os sportinguistas, em geral, acham que o Sporting fez um mau negócio pois pensam que havia condições para Varandas "sacar" mais uns milhões. Esquecem-se é que o Sporting não tinha nenhuma posição de força neste negócio. Aliás, muitas criticas que leio e ouço, são puramente de pessoas que dominam a ignorância.


Os colchoneros acham que foi um mau negócio pois compraram por 22,5M€ um jogador que foi anunciado como sendo a custo zero, que fez apenas meia dúzia de jogos e que ainda por cima não tem venda garantida.


Para terminar, apenas um alerta para todos aqueles que dizem que o At. Madrid fez um grande negócio por comprar por 15 e vender por 30...


A realidade é:


O At. Madrid comprou o Gelson por 22,5M€, acrescendo o prémio de assinatura de 5M€ e mais o ordenado anual de cerca de 6M€ brutos o que significa que este jogador lhe custou no mínimo 33,5M€... juntando comissões e outros custos, mesmo vendendo por 30M€ ao Mónaco, o At. Madrid irá sempre perder dinheiro.


Quanto a Vietto, vende-o por 7,5M€ com possibilidade de recuperar mais algum valor no futuro, mas este jogador tinha custado 20M€ ao AM, mais os salários que rondavam os 4M€ brutos por ano.


Olhando assim, parece-me que o At. Madrid não terá feito assim tão bons negócios e muito menos lhe saiu o Euromilhões... quanto muito, livrou-se de dois jogadores.

Se o negócio é bom ou mau, depende do ponto de vista e das circunstâncias... a meu ver, Varandas fez bem em fechar mais este dossier e parece-me que o valor (mesmo com Vietto lá pelo meio) não é mau de todo... Já se eu fosse Colchonero, estaria provavelmente a puxar as orelhas à Direcção... mas também compreendo a necessidade deles de "limpar" o plantel.

Quanto às muitas criticas que por aqui leio... informem-se bem antes de dizer asneiras; a ânsia de dizer mal é tanta que acabam por ficar completamente descredibilizados. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:02

 

20973671_TOhCZ.jpeg

 

A Sporting Clube de Portugal - Futebol SAD informa que celebrou um acordo global com o Club Atlético Madrid envolvendo os jogadores Gelson Martins e Luciano Vietto.

 

Gelson Martins:

 

O Club Atlético Madrid compromete-se a pagar à Sporting Clubde Portugal - Futebol SAD a quantia de 22,5 M€ (vinte e dois milhões e quinhentos mil euros), renunciando as partes a quaisquer direitos de que pudessem ser titulares em virtude do contrato de trabalho desportivo e da resolução unilateral promovida pelo jogador.

 

Luciano Vietto:

 

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD adquire de forma definitiva os direitos desportivos do jogador Luciano Vietto, pelo valor de 7,5 M€ (sete milhões e quinhentos mil euros), ficando o Club Atlético de Madrid com direito a 50% dos direitos futuros.

 

A SCP - Futebol, SAD deseja aos jogadores Gelson Martins e Luciano Vietto os maiores sucessos pessoais e profissionais.

 

Observação: Estamos obviamente perante um negócio em pacote, em que pode ser, ou deve ser, porventura, interpretado, que o Sporting recebeu o total de 30 milhões de euros por Gelson Martins e que desse montante, 7,5 milhões foram despendidos na contratação de Luciano Vietto.

 

Reconhece-se que a aquisição do avançado argentino de 25 anos não é consensual entre adeptos, mas parece-me que o negócio global foi o melhor possível, nas circunstâncias. A alternativa era esperar pela incerta decisão do TAD pela rescisão de Gelson.

 

Adenda: Bem... perante as opiniões do leitores, decidi efectuar uns contactos e verifica-se que terei errado com a minha interpretação dos termos do negócio. Ou seja, portanto, que o Atlético de Madrid paga 22,5 milhões de euros por Gelson Martins, menos 7,5 milhões que foi atribuído a Vietto. Em cash, o Sporting receberá então, no imediato, 15 milhões de euros.

 

Compete agora reflectir se foi um bom ou mau negócio para o Clube, tendo presente que nunca houve qualquer garantia que o Sporting venceria o caso em tribunal.

 

Deste modo, recebe-se os ditos milhões e um activo, que poderá vir a contribuir desportiva e financeiramente.

 

A opinião do meu colega redactor Nação Valente:

 

Como é natural, vai haver quem ache o negócio possível e quem ache um mau negócio. É o habitual bate -boca de quem está de fora e por isso considera que estes negócios de milhões se fazem com a mesma facilidade que se critica.

Em primeiro lugar, Gelson
 não é jogador do Sporting. Rescindiu e foi contratado por outro clube. Uma decisão judicial leva anos e há tantas possibilidades de a ganhar como de a perder.


Em segundo lugar, Gelson Martins não é o craque que por aí pintam. No Atlético não jogou. No Mónaco joga para não descer de divisão. Entre o tudo e o nada é mais sensato receber o possível.

Em terceiro lugar, é lamentável que haja quem venha acusar o Presidente de banana num negócio que sai dos cânones normais. Não estamos a negociar um jogador que seja nosso. RESCINDIU.

Em quarto lugar o que é que garante que Gelson seja melhor que Vietto? Este último também foi muito bom no Vila Real e depois eclipsou-se. Ainda é novo e num clube com menos concorrência, pode voltar a vingar, a ressurgir e a valorizar-se. Não é mais sensato esperar para ver ?

 

A opinião do meu colega redactor Leão Zargo:

 

Entre uma decisão dos tribunais e a negociação, a Direcção optou por um acordo com o Atlético de Madrid. O valor por Gelson é bom, por Vietto nem por isso. No entanto, no caso do argentino obviamente que fica dependente do seu rendimento e daqui a um ano já se avaliará com mais rigor.

A Direcção está a fazer um controlo dos danos provocados por um louco que presidiu ao Sporting com o apoio da maioria dos sócios. Gelson já se foi embora há quase um ano e é melhor resolver de vez o imbróglio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:20

Gelson Martins: rumores intensificam

Rui Gomes, em 23.03.19

 

Marseille-Monaco-Gelson-Martins-la-bonne-pioche-du

 

O recém-percurso de Gelson Martins já é bem conhecido e não vale a pena revisitar. O antigo jogador do Sporting foi cedido ao Mónaco de Leonardo Jardim, em Janeiro, pelo Atlético de Madrid. Após a rescisão unilateral do Sporting, Gelson assinou um vínculo com o emblema espanhol até Junho 2023.

 

A acreditar nas notícias dos últimos dias, o clube monesgasco estará disposto a pagar cerca de 30 milhões de euros para adquirir a totalidade do passe do jogador a título definitivo.

 

A proposta agrada alegadamente aos espanhóis, no entanto, estes não querem efectuar a transferência sem primeiro resolver o diferendo com o Sporting, processo que estará em linha para ser deliberado pelo TAD.

 

Consta que a Sporting SAD pretende receber 20 milhões para assinar um acordo amigável entre as partes, e que estará também disponível para aceitar um jogador do seu agrado no negócio. Não é claro se é a acima referida verba mais o jogador, ou se o valor deste servirá para abater o pagamento.

 

Frederico Varandas esteve reunido com responsáveis do Atlético de Madrid esta semana, ficando a ideia no ar que as partes estão muito perto de chegar a um acordo.

 

Em termos de nomes de jogadores sobre a mesa negocial, constam apenas dois: o ganês Bernard Mensah, médio que em Portugal jogou no V. Guimarães e, de momento, está cedido pelos colchoneros aos turcos do Kayserispor. E Luciano Vietto, avançado argentino cedido esta época ao Fulham, da English Premier League.

 

A julgar pelas opiniões na praça pública, o primeiro não agrada minimamente e não é considerado uma mais-valia para o Sporting. O segundo não reune um parecer consensual, sendo que lhe é reconhecido um valor razoável, mas não inteiramente concludente. Além do mais, é reportado que recebe um salário anual de dois milhões de euros líquidos, muito acima do que o Sporting está disposto a assumir. No entanto, a imprensa inglesa reporta que o jogador está receptivo a mudar-se para Alvalade.

 

Tudo indica que teremos uma palavra oficial sobre este assunto muito em breve.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:44

Mas que imbróglio é este ?

Rui Gomes, em 27.02.19

 

34ba046f9ed61e04b3bf4730c49f1d1ec3f31cf4.jpg

 

Uma reportagem proveniente de Monte Carlo fez-me reflectir novamente sobre Gelson Martins, jogador que eu preferia ter bastante longe do meu pensamento.

 

Segundo a Rádio Montecarlo, o Mónaco está radiante com a prestação de Gelson até este ponto  - 3 golos e 3 assistências em cinco jogos pelo emblema do principado - e prepara-se para adquirir o passe do antigo jogador leonino, em definitivo, ao Atlético de Madrid.

 

A acreditar na Imprensa, os monegascos estarão preparados para oferecer 20 milhões de euros, embora o Atlético de Madrid pretenda uma verba entre os 30 e os 40 milhões.

 

Quer dizer... o contencioso entre o Sporting e o clube da capital espanhola ainda não está resolvido - a bem dizer, nem sequer sabemos em que ponto se encontra o processo - e, potencialmente, este poderá efectuar um negócio de muitos milhões com o jogador.

 

Partindo do princípio - e não há garantias algumas - que a razão é concedida ao Sporting, faz pensar que se a transferência for avante, quanto mais elevado os valores do negócio, mais reforçada ficará a posição do Sporting e maior a compensação a que terá direito.

 

Em termos jurídicos, no entanto, a complexidade do caso afronta mentes moderadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:03

Negociações por Gelson em curso

Rui Gomes, em 13.11.18

 

download.jpg

 

O Atlético de Madrid não tenciona abandonar as negociações com o Sporting por Gelson Martins, em consequência da recém-detenção de Bruno de Carvalho, sobre quem recaem suspeitas de envolvimento no ataque à Academia.

 

As negociações começaram na sexta-feira e podem até envolver jogadores. Jorge Mendes com papel decisivo no processo em curso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:02

Onde anda Gelson Martins ?

Rui Gomes, em 24.09.18

 

gelson_martins_atletico_de_madrid_3.jpg

 

A publicação deste post não significa de modo algum que estou preocupado com a carreira de Gelson Martins. Após a sua saída do Sporting, nas circunstâncias conhecidas, deixou de contar para mim. Até com a "camisola das quinas" não o vejo com os mesmos olhos. Resumindo, deixei sobretudo de o respeitar.

 

Isto não obstante, acho curiosa a sua actual situação no Atlético de Madrid, tendo em consideração que ainda só regista 32 minutos de jogo pela equipa da capital espanhola, sendo o terceiro jogador menos utilizado no plantel, estando à frente do guarda-redes António Adán (que não jogou nenhum minuto) e do lesionado Santiago Arias (que só jogou 23 minutos).

 

Os adeptos e a media espanhola também já tomaram nota deste estado de coisas, com o jornal AS a escrever esta segunda-feira: "Algo se passa com Gelson: quatro encontros sem jogar um minuto".

 

O treinador Diego Simeone, contudo, continua a insistir que confia nas capacidades de Gelson Martins, pese a evidência em contrário: “Vai ser um jogador importante no futuro. Há que ter paciência. O melhor é que no momento de jogar o faça bem. Estará bem se continuar a treinar assim”.

 

Um discurso politicamente correcto do técnico que acaba por não explicar coisa alguma. É natural que um jogador venha a necessitar de um período de adaptação e integração numa nova equipa, mas o talento de Gelson Martins não é mistério algum e nem sequer dá para imaginar que sinta dificuldades extraordinárias em se assimilar a um novo sistema de jogo.

 

Salvo existirem factores desconhecidos - talvez pela ainda por resolver 'transferência' - a essência do problema só pode recair sobre o treinador. Simeone - técnico que eu respeito mas não admiro - tem a obrigação de saber que treinamento só leva um atleta até um determinado ponto, que o mais importante é ele sentir que tem a confiança do treinador e essa confiança só pode ser reconhecida em tempo de jogo.

 

Daí, que se possa concluir que Gelson Martins, apesar do seu reconhecido talento, ainda não ganhou a confiança do técnico argentino, por razões que só este poderá explicar, mas que me leva a conjecturar que o antigo meio-campista prefere jogadores à imagem dele, ou seja, menos "artistas" e mais "tractores". Talvez que esta asserção seja algo exagerada, mas compreende-se a intenção.

 

Veremos o que o futuro nos mostra...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

O dilema sobre Gelson Martins

Rui Gomes, em 15.09.18

 

img_920x518$2018_09_15_00_23_04_1448137.jpg

 

Confirmando-se que o Atlético de Madrid está disposto a repetir a mesma oferta que supostamente foi rejeitada pela SAD liderada por Sousa Cintra, o Sporting deve-a aceitar ou esperar que o litígio seja resolvido pelas vias legais ?

 

De acordo com a informação disponível, os espanhóis começaram por propor 15 milhões de euros mas acabaram por subir a parada para 22 milhões, por uma percentagem do passe a ser negociada entre os 60 e 70%.

 

Sousa Cintra começou por insistir em 50 milhões de euros - não é claro se pela totalidade ou apenas uma percentagem do passe - baixando eventualmente para 45 milhões.

 

Não quer dizer muito, mas o portal Transfermarkt avalia o passe em 35 milhões de euros.

 

Por um lado, é uma realidade que o Sporting precisa de dinheiro, por outro, há um princípio a defender, muito embora a decisão final de qualquer processo litigioso seja uma incerteza.

 

Na altura em que o jogador rescindiu unilateralmente, a Sporting SAD tinha um novo contrato sobre a mesa que lhe aumentaria o salário em 400 mil euros anuais, passando ele então a receber cerca de 2,2 milhões ilíquidos. A cláusula de rescisão passaria de 60 milhões para 100 milhões de euros. Não é claro se este aumento chegou a ser formalizado.

 

Apesar da incerteza sobre a decisão final, gostava de ver o Atlético de Madrid ser obrigado a pagar um valor muito superior à sua oferta de registo.

 

Veremos o que a nova liderança decide.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:22

Gelson ainda é negociado

Rui Gomes, em 27.07.18

 

9UZ-bygnqI_gelson_eng.jpg

 

Entre a receptividade de Sousa Cintra e da SAD para renegociar e os espanhóis a quererem evitar os tribunais, Gelson Martins continua a ser negociado.

 

O Atlético de Madrid vai apresentar nova proposta, com André Moreira e Luciano Vietto a serem novamente hipóteses.

 

Esperamos que seja desta vez que o barco chega a bom porto.

 

***Em nota separada, o SC Braga estará a pedir 8 milhões de euros por Vukcevic e, pelos vistos, Milan Badelj foi desviado pela Lazio, que à última da hora terá superado a proposta apresentada pelo Sporting.

 

Adenda: Não obstante quaisquer negociações ainda em curso com o Atlético de Madrid, o Sporting fez queixa à FIFA. Eis o comunicado da Sporting SAD:


"Face ao inaceitável comportamento do Club Atlético de Madrid no processo relativo ao atleta Gelson Batalha Martins, que repudiamos, o Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal Futebol SAD – que nesta negociação como em quaisquer outras apenas defenderá os superiores interesses do Sporting Clube de Portugal e não quaisquer outros – deliberou, por unanimidade, apresentar uma participação na FIFA com pedido indemnizatório ao atleta e ao Clube, e pedido de aplicação de sanções desportivas a ambos".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

Boa ou má decisão do Sporting ?

Rui Gomes, em 26.07.18

 

15325142845221.jpg

 

Esta é a transcrição de um artigo de ontem do Record, curiosamente, o único diário que faz referência aos valores que o Atlético de Madrid terá oferecido por Gelson Martins:

 

"O Atlético Madrid fez uma última tentativa para chegar a acordo com o Sporting por Gelson Martins. O clube espanhol apresentou uma proposta de 22 milhões de euros, mais 10 por objectivos, dos quais metade eram relativamente fáceis de atingir. Em troca ficaria com uma percentagem entre os 60 e os 70 por cento do passe. Sousa Cintra, mais uma vez, recusou de imediato, pedindo 50 milhões pela transferência".

 

Hoje, o mesmo jornal refere ainda que Sousa Cintra só aceitava baixar até 45 milhões de euros e que a recusa não terá sido consensual na SAD.

 

Apesar de não achar a informação fiável, apresentamos a pergunta ao leitor: Foi uma boa ou má decisão do Sporting recusar esta (hipotética) oferta do emblema espanhol ?

 

Nota: Segundo o que está a ser hoje noticiado, Gelson Martins passará a ganhar em Madrid 3 milhões de euros livres de impostos (cerca de o dobro antes de descontos), quatro vezes mais do que auferia no Sporting (700 mil euros líquidos por época), e recebeu um prémio de assinatura de 5 milhões de euros.

 

O dinheiro acaba por falar sempre mais alto. Eis a real "justa causa" da rescisão, o resto é mero adorno colateral.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:33

 

img_770x433$2018_07_25_14_12_07_1427910.jpg

 

Sempre tentei compreender a posição dos jogadores que rescindiram, face ao infame evento de 15 de Maio, mas admito que há dois ou três casos que mexem mais comigo, pela negativa.

 

É por de mais óbvio que o ainda imaturo "puto" Rafael Leão está a ser conduzido por terceiros, com o objectivo único de deitar as mãos a muito dinheiro no imediato, em vez de esperar que a sua expectável e natural evolução lhe permitisse colher eventualmente dividendos superiores. O futuro esclarecerá o de(mérito) desta sua decisão.

 

Battaglia indigna-me porque fico a pensar: 'mas quem ele pensa que é afinal?'. Um jogador mediano, muito lutador, é verdade, mas com maus pés e quase nula construção de jogo, mesmo tendo em conta que é um médio-defensivo. Acho que a SAD devia aceitar uma proposta minimamente razoável por ele e mandá-lo à vida. Há muitos "Battaglias" no mercado.

 

E, por fim, temos Gelson Martins, o caso que mais me afrontou, talvez porque nunca admiti que não regressasse. É por de mais óbvio que o Atlético de Madrid ofereceu-lhe um salário superior no contrato de cinco anos que assinou, mas também não vejo que tivesse grande razão de queixa no Sporting. Foi integrado a cem por cento na equipa principal, maioritariamente como titular, condição que permitou a sua ascensão à Selecção Nacional. Não seria o mais bem remunerado do plantel, mas já teria um bom salário, especialmente considerando que consta que foi aumentado poucos dias antes da rescisão. Continuando com a sua evolução, era uma questão de tempo - porventura mais uma época - até ser transferido para um grande, com benefícios mútuos, para ele e para o Sporting, e com uma saída pela porta grande.

 

Assim, será sempre visto como um ingrato que virou as costas ao clube que o formou e que lhe deu a oportunidade de vida. Se já estiver de facto inscrito pelo emblema espanhol, o Sporting procederá com o devido processo de queixa à FIFA, e ficamos na incerteza de futuros pareceres sobre a legitimidade de justa causa.

 

Não é que não fosse já conhecido, mas pela subsequente troca de mensagens nas redes sociais, verifica-se que Gelson Martins, Rafael Leão e Rúben Semedo, são três produtos das mesmas origens e com semelhantes mentalidades.

 

Adenda: "O Atlético Madrid fez uma última tentativa para chegar a acordo com o Sporting por Gelson Martins. O clube espanhol apresentou uma proposta de 22 milhões de euros, mais 10 por objectivos, dos quais metade eram relativamente fáceis de atingir. Em troca ficaria com uma percentagem entre os 60 e os 70 por cento do passe. Sousa Cintra, mais uma vez, recusou de imediato, pedindo 50 milhões pela transferência".

 

Isto, a reportagem do Record. Além dos números não serem espectaculares, na minha opinião, até confirmação mais fiável, não acredito muito nesta notícia, pela ambiguidade da mesma.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:40

A recuperação de activos

Rui Gomes, em 26.06.18

 

SPORT-PREVIEW-Sporting-Lisbon.jpg

 

Bast Dos e Rafael Leão, aparentemente, são dois jogadores que recusam liminarmente a hipótese de regressarem a Alvalade, mesmo após a destituição do Conselho Directivo.

 

Enquanto que com o avançado holandês ainda há margem para compreensão, face ao que lhe aconteceu no ataque à Academia de Alcochete, a situação do jovem da formação não passa de puro aproveitamento mercenário. Dá para imaginar que está a ser conduzido por terceiros com grande interesse em futuras comissões.

 

Três activos que a Comissão de Gestão estará a tentar resgatar são William Carvalho, Gelson Martins e Bruno Fernandes. Enquanto que também podem ser acusados do que eu apelido de aproveitamento mercenário - por falta de melhores palavras - não se pode perder de vista que além de importantes mais-valias desportivas, os três representam para cima de cem milhões de euros de investimento, ou melhor, de possível retorno, caso venham a ser transferidos pelas vias normais.

 

Também é de crer que os próprios têm interesse em negociar com o Sporting, mesmo que o regresso não seja concretizado, de modo a evitar a incerteza de eventuais decisões de tribunal sobre a alegada justa causa para rescisão.

 

Embora a informação seja escassa neste momento, consta que Paulo Futre está a colaborar com a Comissão de Gestão neste processo de recuperação de activos. Confesso que não faço a mínima ideia do que pode vir a ser a sua contribuição neste contexto.

 

Em dúvida, a participação de Augusto Inácio, uma vez que a sua continuidade no Sporting também é incerta. Forte aliado do ex-presidente desde o primeiro dia, poderá não merecer a confiança da provisória liderança do Clube.

 

P.S.: Temos ainda os casos de Rui Patrício e Daniel Podence. O primeiro aparenta ser irreversível, a única dúvida recaindo sobre o Wolverhampton e a sua disponibilidade para pagar os valores originalmente acordados entre as partes. Já Daniel Podence, achei uma decisão descabida, obviamente aconselhada pelo empresário Jorge Mendes. Mais um caso que pode ser apelidado de aproveitamento mercenário. Neste momento não dá para perceber se a sua recuperação é possível ou até desejada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

 

download (1).jpgGelson-Martins-Manchester-United-Transfer-News-815sport-preview-bruno-fernandes.jpgimg_770x433$2017_03_19_21_21_40_1239641.jpg

 

ADENDA: Na esperada conferência de imprensa e perante as enormes expectativas do universo sportinguista, Bruno de Carvalho não só não anunciou a sua demissão da presidência do Sporting, como também, indo muito além, não admitiu culpabilidade sobre seja o que for. Aliás, teve o monumental indecoro de afirmar que a "nossa demissão seria a coisa mais fácil de fazer, mas não conseguimos entender os benefícios para o Sporting se fizéssemos isso".

 

Insiste na tese de existir uma conspiração concertada e que o Conselho Directivo "não fez nada de nada para justificar a saída".

 

Depois, contou uma historieta somente para consumo de incautos, nomeadamente que se os jogadores apresentarem uma carta de garantia que regressarão ao Sporting se o Conselho Directivo se demitir, a demissão será imediata. Isto, sabendo ele muito bem que nenhum advogado digno do nome permitiria uma carta dessas a um constituinte seu, face ao processo de rescisão interposto.

 

Enfim, mais do mesmo do desprezível lunático. Terá de ser forçado a sair, de uma forma ou outra.

 

Última hora: Podemos adicionar Bas Dost à lista de rescisões.

 

Segundo o que está a ser reportado esta tarde, William Carvalho, Gelson Martins e Bruno Fernandes já avançaram com o pedido de rescisão do Sporting.

 

As respectivas cartas de rescisão já terão seguido para a FPF, Liga de Clubes e Sindicato. Confirmando-se, sobem assim para cinco o número de futebolistas leoninos que deixam o clube de forma unilateral, depois de Rui Patrício e Daniel Podence.

 

Recorde-se que esta é a semana decisiva para o processo, visto que o prazo legal para as rescisões por justa causa termina já quinta-feira (30 dias após o ataque ao plantel na Academia de Alcochete).

 

Neste momento não tenho palavras para verdadeiramente expressar a minha tristeza. Substituaria este sentimento por fúria, dirigido com justa causa a um desprezível lunático que ocupa a cadeira da presidência.

 

Comunicado da Sporting SAD à CMVM, sobre William Carvalho:

 

COMUNICADO A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, informar o mercado que recebeu, na tarde de hoje, por email, documento subscrito pelo jogador William Silva de Carvalho, nos termos do qual este comunica a resolução do seu contrato de trabalho desportivo, com invocação de justa causa. A referida comunicação, os seus efeitos e consequências estão a ser objecto de analise pela Sociedade.

 

Lisboa, 11 de Junho de 2018

O Representante das Relações com o Mercado

 

***Mais dois comunicados, idênticos, relativamente a Gelson Martins e Bruno Fernandes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28

Foto do dia

Rui Gomes, em 09.05.18

 

21008323_whEnV.jpeg

 

Gelson Martins voltou às origens e esteve na Amadora, em concreto no Complexo Desportivo do Monte da Galega, casa da Associação Desportiva da Amadora (ADAMD). Ali, fez as delícias às crianças presentes: tirou fotos, deu autógrafos e, com a ajuda de uma conhecida marca de equipamentos desportivos, distribuiu material desportivo de apoio à associação.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:57

O "menino" de ouro

Rui Gomes, em 19.03.18

 

mw-960.jpg

 

"Logo a abrir, levou com um calcâneo em cheio no cubóide, algo que sinceramente não acontece todos os dias. Reagiu como reagiria qualquer cidadão: identificando o infractor (Marcão), procurando-o alguns minutos mais tarde, com a ocorrência já aparentemente esquecida, e submetendo-o a uma finta que cumpriu o duplo propósito de o estatelar no meio do relvado e permitir a Gelson marcar o golo precisamente com o pé agredido. De certeza que, onde quer que esteja, ao presenciar esta fria vingança, Rúben Semedo despiu a parte superior do seu uniforme prisional em sentida homenagem".

 

                                                                                     Rogério Casanova, jornal Expresso

 

 

***Sem sequer invocar as assistências letais, nomeadamente as que contribuiram para alguns dos 23 golos de Bas Dost na Liga NOS, eis os jogos em que Gelson Martins foi decisivo... com golos:

 

img_infografias$2018_03_19_11_41_18_1377186.jpg

 

Em todas as competições, esta época, Gelson Martins já participou em 41 jogos, 36 dos quais como titular, com 3346 minutos de jogo acumulados (média de 81,6 minutos/jogo), com 12 golos marcados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:14

"Educar Gelson"

Rui Gomes, em 01.03.18

 

Um artigo de Octávio Ribeiro - jornal Record - sobre Gelson Martins e o recém-episódio da camisola e respectiva mensagem destinada a Rúben Semedo - que não está a ser muito bem recebido entre sportinguistas, com muitas críticas e até acusações extremas de racismo. O leitor terá a sua opinião, decerto:

 

2013-01-01193738_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766B

"Li e não quero acreditar: o Sporting perdoou o gesto de Gelson, com o qual resolveu retirar-se dos planos de Jorge Jesus para o Dragão? Se é verdade, é inadmissível e continua a senda de má educação global de que o genial jogador ainda sofre, certamente desde as raízes da infância. O ato de Gelson foi gravíssimo. Penaliza os colegas, o treinador e o clube. Pode significar um dano desportivo e financeiro enorme. Se o Sporting sair vergado por uma derrota, em parte, a Gelson o deverá.

 

A decisão de tirar a camisola para jurar amizade eterna Rúben Semedo, e com isso levar um segundo amarelo, deve ser alvo de um castigo que sirva de lição para a vida. Lições que garotos como Gelson, Rúben Semedo, e todas as crianças pobres da cintura das grandes cidades, têm cada vez menos disponíveis, por demissão do Estado do seu dever de educar.

 

Ler aquelas palavras pueris de Gelson, escritas em crioulo, dedicadas ao seu amigo, preso por ter querido fazer justiça pelas próprias mãos, quando um bandidote qualquer o enganou em menos de metade do seu salário mensal, dá vontade de chorar e de gritar para onde raio vão os multimilhões dos nossos impostos.

 

As grandes cidades estão cercadas por bairros pobres, onde a polícia quase não entra e a escola não vai. Safam-se os miúdos com jeito para a bola, um ou outro abençoado por Deus. Os restantes caminham desde pequenos para um semi-esclavagismo, de onde escapam os que preferem a via-rápida do crime. A escola pública de que nos deveríamos orgulhar está cada vez mais ausente da vida destas crianças. Não as puxa para cima, não lhes exige esforço, não lhes dá exemplos nem valores éticos por que se possam reger.

 

Não é a raça que faz um jovem pensar e agir de forma desconexa, é a pobreza de valores. É a falta de educação integrada, que toda a escola deveria dar. Mas não dá.

 

As escolas públicas hoje – não escrevo nenhuma originalidade – servem principalmente os professores e restantes funcionários. Não servem os alunos, as famílias, o País, meros pretextos para um emprego, que antes era uma missão.

 

Com o elevador social partido, cabe aos jovens com particular jeito para o futebol aproveitarem essa bênção. Mas sem mecanismos integradores, sem civilização bastante, muitos derrapam na sua sorte. E alguns perdem-na para sempre.

 

Sim, o Sporting deve castigar Gelson de forma exemplar. E talvez arranjar-lhe um bom psicólogo. O talento deste miúdo merece todo o esforço necessário a uma educação, que manifestamente a escola não lhe deu e o clube ainda omite".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00

Recurso por Gelson ?

Rui Gomes, em 01.03.18

 

5CQY94J1.jpg

 

Partindo do princípio que a reportagem do Record tem fundamento, não dá para imaginar os argumentos que terão sido apresentados pelo Sporting para convencer o Conselho de Disciplina da FPF a recuar do castigo a Gelson.

 

A lei é muito clara neste sentido e vem da FIFA e do International Board. O jogador tirar a camisola durante um jogo é passível de cartão amarelo. Como foi o segundo do Gelson, resultou na sua expulsão.

 

Este recurso da Sporting SAD, não faz sentido algum. Considerações humanitárias, pela associação ao caso de Rúben Semedo, não são minimamente pertinentes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:25

A falta que faz Gelson Martins

Rui Gomes, em 28.02.18

 

mw-680.jpg

 

É algo visível a olho nu, para qualquer adepto mais ou menos informado: Gelson Martins é um dos melhores jogadores do Sporting e vai fazer muita falta à equipa de Jorge Jesus, sexta-feira (20h30, SportTV1), no clássico no Dragão.

 

Certo? Certo. Mas é possível explicar essa ausência ainda de forma mais pormenorizada, recorrendo aos números de Gelson, o grande desequilibrador do Sporting, na Liga NOS, através do serviço InStat, uma plataforma de análise e observação de jogos e jogadores.

 

E o que dizem esses números? Gelson é, de longe, o jogador da equipa de Jorge Jesus que mais "vai para cima" dos defesas adversários, ou seja, que mais dribles faz: 176 em 24 jogos na Liga, com uma taxa de sucesso de 59% (completou 104).

 

À frente de Gelson na desestabilização das defesas adversárias só mesmo Brahimi, que já tentou 269 dribles, saindo-se bem em 174 deles - uma taxa de sucesso de 65%. Atrás de Brahimi e Gelson, há outro sportinguista, actualmente emprestado ao Chaves: Matheus Pereira, que já tentou 146 dribles, sendo bem-sucedido em 87 deles (60%). E, logo depois, Rúben Ribeiro, que chegou a Alvalade no mercado de inverno.

 

 

Isto quer dizer que Gelson tenta, em média, oito dribles por jogo, mesmo em jogos grandes. Foi isso mesmo que o extremo de 22 ano fez contra o FC Porto, a 7 de Fevereiro, na 1ª mão da Taça de Portugal, no Dragão (1-1): oito dribles, com uma taxa de sucesso de 63%.

 

No mesmo jogo, só Brahimi driblou tanto: também tentou por oito vezes ultrapassar os adversários dessa forma, mas só foi bem-sucedido em 25% das tentativas.

 

Mas, mesmo enganando frequentemente os adversários, Gelson não foi dos melhores em campo contra os portistas: só conseguiu acertar um de três passes "chave" (os passes que deixam um colega na cara do golo) - aspecto em que costuma ser dos melhores sportinguistas - e não conseguiu marcar, ainda que, esta época, já leve seis golos e cinco assistências na Liga.

 

E, do outro lado do campo, há um homem que também tem desequilibrado os ataques portistas através de passes importantes: Brahimi, claro.

 

 

Sem Gelson, é possível que o substituto escolhido por Jesus possa ser outro extremo de características semelhantes: o reforço Rúben Ribeiro - em 4º no top de dribles e em 1º no ranking de faltas sofridas - ou o jovem Rafael Leão - que já na equipa B se destacava pela média de dribles: sete por jogo.

 

Mas, sem Bas Dost, o Sporting terá o ataque bem mais fragilizado, enquanto o FC Porto tem outros trunfos na manga, como Alex Telles, de longe o homem que mais assistências tem na Liga portuguesa.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:43

Emoção superou a razão

Rui Gomes, em 27.02.18

 

img_FanaticaBig$2018_02_26_23_51_49_1369958.jpg

 

"Cu bo ti fim de mundo", foi a mensagem de Gelson Martins para Rúben Semedo, que significa "Estou contigo até ao fim do mundo". A dedicatória, na camisola interior, que lhe acabou por valer o segundo amarelo e o vai obrigar a falhar o jogo com o FC Porto.

 

A indignação de Jorge Jesus, neste caso, tem ampla razão de ser:

"Gelson?... O que hei de dizer? Emocionou-se, tem no coração o Rúben Semedo, ofereceu-lhe o golo e na sexta-feira vai para a bancada, junto do Rúben Semedo. Compreendo um pouco a emoção, um golo a acabar, tem um amigo que está a sofrer com problemas, quis oferecer-lhe o golo, dizer que está com ele, como está a equipa toda do Sporting. Custa-me crer como um miúdo (Rúben Semedo), que trabalhou com uma disciplina impecável, socialmente bem comportado, entra numa situação dessas, mas estamos cá para saber o que vai acontecer".

 

img_770x433$2018_02_27_01_33_02_1370013.jpg

 Quando uma foto vale mais que mil palavras...

 

Um acto irreflectido e irresponsável de Gelson Martins, que acaba por prejudicar a si próprio e a equipa. Merece punição, muito além do jogo que vai falhar, mas não imagino o que será a atitude da SAD. Multa severa, parece-me o mais lógico, mas desconheço os parâmetros de permissão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:45

Foto do Dia

Rui Gomes, em 16.02.18

 

mw-680.jpg

 

"Na primeira parte Gelson foi, com Piccini, o único elemento da equipa que não achou má ideia passar alguns segundos consecutivos em posse de bola no meio-campo do Astana. Criou imensos desequilíbrios, uma vezes em velocidade, outras, como na jogada do minuto 21, fintando lenta e metodicamente uma pessoa de cada vez. Marcou o segundo golo e ainda teve outro nos pés. Comportou-se, em suma, como se fosse vítima de uma daquelas bizarras disfunções neurológicas popularizadas pelos livros de Oliver Sacks: O Homem Quem Confundiu um Piso Sintético no Fim do Mundo Com Uma Porra Exactamente Igual Às Outras".

 

                                                                           Rogério Casanova, jornal Expresso

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:58

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo