Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As Notas de Julius 2023/24 (21)

Julius Coelho, em 10.12.23

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Vitória de Guimarães da 13ª jornada da Liga BETCLIC, que resultou numa derrota por 3-2. Golos de Gonçalo Inácio 41' e Nuno Santos 77'.

FALTOU CABEÇA, ESTOFO E UM ÁRBITRO & VAR HONESTOS

O Sporting caiu em Guimarães e é derrotado pela segunda vez em duas semanas a oportunidade de cavar uma vantagem confortável na liderança agora repartida com o FC Porto, que recebe em Alvalade na próxima jornada. A equipa conseguiu o mais difícil, chegar à vantagem no marcador, mas um penálti inventado pelo árbitro deu o empate ao adversário, mesmo ao cair do pano da primeira parte (45+7). A entrada do Nuno Santos (fez o 2-2) na segunda parte, trouxe à equipa maior velocidade na procura de voltarem à vantagem, ofereceu de bandeja ao Francisco Trincão soberana oportunidade para fazer o 2-1 (rematou à figura do guarda redes vimaranense), mas os erros de Morita e sobretudo de Adán repartidos com a defesa, mataram a noite do leão, num jogo em que no conjunto de Rúben Amorim houve vários momentos de desconcentração de alguns jogadores que tiveram uma prestação de sub-rendimento.

Screenshot (886).png

DESTAQUE - GENY CATAMO - 3.5 - Dos mais regulares em todo o jogo, tentou várias vezes dar ritmo mais acelerado para contrariar a lentidão com que a equipa construía os lances de ataque. Ganhou a maioria dos duelos, obrigando o Guimarães a jogar quase sempre com as suas linhas muito recuadas.

ANTONIO ADÁN - 2 - Continua a alternar o bom (fez 2 excelentes defesas a negar o golo ao Guimarães) e o péssimo, voltando a borrar a pintura, uma má abordagem em que se colocou a jeito no lance que abriu caminho ao penálti de João Pinheiro. Tem também responsabilidades, repartidas, no terceiro golo que ditou a derrota da equipa, fazendo mal a mancha quando o poste estava a seu cargo.

RICARDO ESGAIO - 1 - Jogar bem um jogo muito de vez em quando é manifestamente curto para se ser jogador do Sporting. Ontem voltamos a ver a sua versão normal, uma fraca prestação com vários erros no passe e na abordagem dos lances. Sempre muito limitado quando o adversário não dá espaços.

OUSMANE DIAMONDE - 2.5 -  Fazer de Coates, só mesmo o Coates. Começou bem, imperial no corte mas o segundo golo do adversário perturbou-lhe a concentração e o norte dos espaços, com culpas directas no 3º golo, comido numa tabela tão simples.

GONÇALO INÁCIO - 3 -  O Pote e o Trincão fizessem os golos cantados na baliza do Bruno Varela e o jogo teria tido um outro desfecho, com o jovem central a sair de uma noite muito positiva. Fez o primeiro da noite pleno de oportunidade, mas depois também acusou a forma como sofreram o segundo golo e foi por ali abaixo, perdeu serenidade e precipitou-se várias vezes, errando vários passes.

MATHEUS REIS - 2.5 - Quando encostado à linha é uma nulidade no apoio da construção, com muita falta de critério na decisão no último terço e com cruzamentos disparatados. Demasiado previsível nos seus movimentos.

MORTEN HJULMAND - 3 - Cauteloso no tempo de entrada pelo receio do amarelo que o retiraria do clássico, atacou a bola e o adversário só pela certa. Evitou o contacto físico o que lhe retirou muito do seu potencial, ainda assim teve exibição positiva, com vários cortes importantes pela boa leitura que teve dos lances.

HIDEMASA MORITA - 2 - Continua em evidente sub-rendimento e com o agravante de ter cometido erros e falhas de concentração que não lhe são habituais, precipitou-se quando não leu bem o lance que resultou no 2º golo do Guimarães, desviando a bola para dentro da sua baliza quando ia direitinha para as mãos do Adán. Momento alto, quando num passe acrobático assistiu para o Gonçalo Inácio fazer o primeiro golo do jogo.

PEDRO GONÇALVES - 3.5 - Com mais concentração podia ter feito o 2-0 aos 45+1', precipitou-se no timing na sua arrancada em que se isolou e chapelou o Bruno Varela, golo anulado por muito pouco. Esteve nos dois golos da equipa, no passe para Morita no 1º e desmarcou o Nuno Santos no 2º.

MARCUS EDWARDS - 2 - Exibição muito cinzenta, nunca conseguiu concluir os lances, perdendo vários por antecipação dos defesas adversários e por não largar a bola no momento certo, deu muito pouco à equipa.

VIKTOR GYOKERES - 2.5 - A pior exibição desde que chegou, tudo lhe saiu errado, teve grande oportunidade de isolar facilmente o Nuno Santos para eventual remontada (seria a segunda da noite), mas mediu muito mal o passe. Deixou-se aprisionar na teia montada pelos centrais vimaranenses que abusaram do contacto físico, várias (muitas) vezes na falta clara, a que o árbitro fez vista grossa em toda a primeira parte.

NUNO SANTOS - 3.5 - Esteve à beirinha da remontada, mas o passe de morte do Viktor saiu para as suas costas e logo a seguir de ter feito o 2-2 após fuzilar o Bruno Varela. Mostrou sempre inconformismo até ao derradeiro segundo, empurrando a equipa sempre para a frente.

PAULINHO - 2 - Compreende-se a sua entrada e no momento certo, mas foi ineficaz nas suas acções, sempre muito precipitadas e que pediam melhor decisão.

FRANCISCO TRINCÃO - 2.5 - Tentou levar a sua magia ao ataque, com alguns (poucos) movimentos bem executados na diagonal, na procura de espaços a rasgar a última linha da defesa vimaranense, mas faltou uma melhor sincronização com os colegas. Teve soberana oportunidade de fazer o 2-1, rematou de primeira mas à figura do guarda redes Bruno Varela, podia e devia ter feito melhor.

RÚBEN AMORIM - 2 - O que conta são os resultados e o Sporting vai no 4º jogo sem ganhar aos cinco primeiros classificados na Liga, terá que reflectir, não pode ser só coincidência, estará a faltar algumas coisas importantes e terá que analisar a fundo. Verdade que é sempre por detalhes que acabam mortos na praia, mas só ao Sporting acontecem esses detalhes? Tem sido sempre com muito esforço e muito trabalho para a equipa chegar ao golo e depois o adversário em lances muito simples mete a bola na baliza do Adán, algo não estará a bater certo. As experiências antes feitas com o Esgaio a central nunca resultaram, porquê repetir? Com a saída do Hjulmand quem ficou a cargo de fechar à frente dos centrais? Foi treinado ou foi solução de recurso? Ficou confuso e deu em mais um derrota no espaço de 2 semanas, com 6 pontos a voarem.

ÁLVARO PACHECO - 4 - Preparou bem o jogo, recuar a equipa para sair só em contra-ataque, anular algumas das peças principais do Sporting, especialmente Gyokeres, mas teve um grande aliado, será que já sabia? O árbitro permitiu o vale tudo para pararem o sueco e ainda lhes ofereceu um penálti em lance escandaloso. Aproveitou e bem depois os erros da defesa do Sporting para marcar mais dois golos, teve mérito na ousadia.

JOÃO PINHEIRO (Árbitro) - 1 - Mais uma arbitragem habilidosa deste árbitro que soma erros e mais erros nos jogos do Sporting, fácil e inteligente a sua estratégia, deixar o jogo correr para os 2 lados, sabendo que grande parte do tempo estaria o Sporting no ataque e com isso a defesa contrária iria cometer faltas que ignorou, para depois seguir o mesmo critério nos raros lances de ataque do Guimarães e nas pouquíssimas faltas (6) cometidas pela defesa do Sporting e com isso limpou-se, deu uma imagem de igualdade, mas muito mentirosa. A cereja no topo do bolo, a prontidão ao assinalar um penálti escandaloso, como mostraram as imagens.

HUGO MIGUEL (VAR) - 1 - Um mistério, alguém que explique o reaparecimento deste árbitro no VAR, precisamente num jogo complicado para o Sporting, depois de ter sido castigado com 2 meses de ausência por um erro em que beneficiou precisamente o mesmo Sporting, curioso!. Que coragem teve ele em não chamar o árbitro para ver as imagens do lance escandaloso do penálti!!! E agora vai acontecer-lhe o quê?...

Talvez, a exemplo de António Nobre e Artur Soares Dias, vai ser premiado com jogos nas Arábias, com Pinheiro a seu lado. Quando pensamos que mau trabalho vai ser punido, acaba por ser premiado, tal a podridão do sistema vigente.

publicado às 03:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo