Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fotografia com história dentro (158)

Leão Zargo, em 11.08.19

Hino do Sporting 1956.jpg

O Hino do Sporting Clube de Portugal

Ao contrário do que muitos pensam, o Hino oficial do Sporting não costuma ser ouvido no Estádio de Alvalade. A popular e vibrante marcha Viva o Sporting”, cantada por Maria José Valério, ou o extraordinário e emocionante “O Mundo Sabe Que”, com letra de Miguel Pacheco e inspirado em “Comme d’habitude”, de Claude François, e “My Way”, de Sinatra, não são os hinos do Clube. Para o conhecermos teremos de recorrer ao inevitável youtube ou estar presente em alguma cerimónia ou gala leonina.

Na verdade, o Maestro Flaviano Rodrigues (música) e Ramiro Guedes de Campos (letra) compuseram em 1956 um hino épico, com recurso à simbologia sportinguista, no qual atletas e adeptos se deveriam inspirar na devoção e no esforço pelo seu Clube. A letra é reveladora do ambiente estético e político daquela época. O Hino do Sporting foi ouvido publicamente pela primeira vez em 10 de Junho de 1956 no contexto da inauguração do Estádio José Alvalade.

Apesar do seu carácter épico e motivacional, o Hino quase que deixou de ser cantado em público a partir da década de 1970, ouvindo-se apenas em algumas comemorações festivas. No Estádio de Alvalade, em virtude da harmonização coral mais apropriada para um sarau numa sala ou num recinto fechado, viu o seu lugar ocupado pela vibrante marcha cantada por Maria José Valério, que, entretanto, tinha sido gravada num disco de 78 rotações da Columbia.

 

Hino do Sporting Clube de Portugal

 

Marchando ao Sol, entre vivas e palmas,

E verdes ondas, bandeiras - mais e mais!

O Sporting surge! E cinquenta mil almas

No Estádio bradam ovações triunfais!

 

É verde a Esperança! É assim o Emblema

Que o povo tem sobre o peito, a palpitar!

Ser leão rampante é a honra suprema

Em Portugal d’Aquém e d’Além-Mar!

 

Lutai! Lutai! Lutai como leões!

Erguei-vos como fachos a arder!

Fazei vibrar os nossos corações!

A Esperança nos diz: - «Vencer! Vencer!»

 

«Leões»! «Leões»! Fazei que em vós assome

A Glória num clarão imortal!

Lembrai que tendes no nome

Este nome - PORTUGAL!!!

 

Música: Maestro Flaviano Rodrigues

Letra: Ramiro Guedes de Campos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo