Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Estou triste"

Rui Gomes, em 02.12.18

 

download (1).jpg

 

 
Isabel Trigo de Mira is feeling sad.

 

 

Estou triste sim, ontem foi dos piores dias da minha vida de Sportinguista. Estávamos em casa em família, íamos votar o nosso orçamento, importantíssimo para o futuro próximo do Clube, tínhamos os OS todos presentes (sinal de grande comprometimento e respeito pelos sócios) e o que é que assistimos?

 

A uma enorme falta de educação, de civismo e de respeito pelos presentes. Não só falta de respeito pelos OS eleitos mas também pelos Sócios que queriam participar na vida do Sporting Clube de Portugal. Houve ameaças, houve Sócios que tiveram que ir embora por causa dessas ameaças, palavrões, gestos ordinários, gritos, impossibilidade de ouvir o Presidente tal eram os berros e os assobios...


Já assisti a muitas Assembleias Gerais ao longo dos anos, umas mais "agitadas" do que outras, mas como ontem nunca! Somos todos Sportinguistas... vi até pessoas que eu sempre considerei, a ter atitudes abomináveis e completamente fora de si e porquê? Porque alguém lhes disse que era ele o Sporting! Tenham mais respeito se não quiserem que se diga que sim, somos diferentes...mas para pior!


VIVA O SCP!

 

*** Post de Isabel Trigo Mira na sua página de Facebook.

 

publicado às 06:04

Foto do dia

Rui Gomes, em 01.09.18

 

40455104_250221159166861_8139007272673083392_n.jpg

 A nossa querida amiga e colega redactora Isabel Trigo Mira

com Hugo Viana e Beto Acosta

 

publicado às 11:30

Cadmo e a autocomiseração

Drake Wilson, em 19.05.16

 

19626530_SH0CP.jpg

“To reward themselves for a job well done, Generation Y (Millennial) employees might throw a pizza party during office hours, but this practice bothers older employees who have different views about appropriate workplace behavior".

 

 

A opinião expressa pela nossa muito estimada Isabel Trigo Mira impõe duas importantes reflexões, necessárias ao comum entendimento.

 

O individuo Bruno Azevedo de Carvalho camufla algumas das suas fragilidades através da vociferação de dogmas relacionados com a sua vivência pessoal. Sabendo que tal discurso não impressiona a intelectualidade dos mais experientes, levando-os mesmo em atenta análise a desconfiar das suas aptidões ao cargo, entrega-se sem demoras a uma espécie de vitimização, num género de plano B aceitado e reconhecido essencialmente pela sua geração, assim como gerações mais novas, bastante habituadas a refugiarem-se pelas lágrimas ou na protecção divina, de tudo o que os frustra ou que não alcançam.

 

Por vezes, entranha-se a sensação que assiste ao presidente uma qualquer dificuldade de harmonizar posições distintas, o que seguramente lhe poderia permitir uma maior aproximação a diferentes ideias sobre o clube.

 

Bruno sabe perfeitamente que estas novas gerações portuguesas, na sua maioria, não são exigentes; são agressivamente seguidoras! Num comum aburguesamento evidenciado pela maioria da “Geração Y”, não se procura na contínua excelência – mas pelo impacto das suas acções – um método de afirmação. Vivem de algum modo na sombra protectora paternal, recorrem-se destes e do seu legado para um apresentação à sociedade e ao social, cheios de conteúdo e estatuto, pouco fundamentado por mérito próprio.

 

São Pais, Mães, casam-se e têm casa, à condição de um esplendoroso apoio progenitor, desconhecendo a frustração que o tempo impõe aos sonhos que demoraram anos a alcançar por outras gerações que lhes antecederam. E mesmo num modo tremendamente egoísta, dificilmente reconhecem que sem estes, nunca teriam lá chegado.

 

Mais do que um problema exclusivo do presidente A, B ou C, trata-se de um problema social. 

 

Já se "deram" três anos a Bruno de Carvalho para provar que estava certo. Os que se revêem, que apreciam e se reconhecem neste mandato, terão de compreender que do outro lado existem pessoas que desejam igualmente o sucesso do Sporting. A diferença, é que estes exigem um pouco mais do que discurso de ruptura com o meio que o rodeia. Tem de se aceitar isso.

 

Por outro lado, a canção intitulada "Esta Gente Merece" do compositor e autor  Jorge Jesus, mostrou-se como exemplo de um muito próprio e abstracto interesse ao projecto do Sporting, como se o clube fosse uma casa sem telhado nem portas, onde se entra ou se sai quando se quer, ou conforme se apetece. Ficou mal na fotografia, embora a sua mais do que reconhecida e genuína dificuldade verbal nos mereçam compreensão.

 

publicado às 23:40

 

Isabel-Trigo-Mira.jpg

 

A nossa colega de blogue, Amiga e antiga vice-presidente do Sporting Clube de Portugal, Isabel Trigo Mira, foi, esta quinta-feira, instada a comentar o anúncio sobre a continuidade de Jorge Jesus em Alvalade, por pelo menos mais uma época:

 

«Estou contente, porque ele (Jesus) cumpriu a última coisa que disse: não posso deixar esta gente. Esta gente são sócios do Sporting.

 

Considero Jorge Jesus um bom treinador que reúne as condições necessárias para recolocar o clube no caminho dos sucessos. Foi o primeiro ano, estava numa fase de adaptação, não conhecia os jogadores, mas o segundo ano é para ganhar.

 

Creio que deve haver um bocadinho de verdade no propalado interesse do FC Porto, mas só um bocadinho. Se calhar ainda não está na altura de ir para o FC Porto (ironia).

Tenho um pedido especial para fazer a Jorge Jesus e a Bruno de Carvalho. Que estejam mais calmos, tanto ele como o presidente, porque não é assim que se ganham campeonatos. É preciso que tenham calma e não comecem a abrir a boca. Creio que já aprenderam. Calem-se ! Nós sócios estaremos lá na mesma. Se pensam que os sócios gostam muito 'disto', só se forem os sócios com menos de 15 anos... Os sócios 'normais' não gostam». 

 

Não é o meu desejo contrariar a Isabel, contudo, considerando os egos dos dois e a enorme apetência para a atenção mediática, esperar que Bruno de Carvalho e Jorge Jesus se calem ou que sejam, no mínimo, menos tagarelas e chocalheiros, não é mais do que um exercício em futilidade.

 

Não sei bem o que a Isabel refere quando afirma que Jorge Jesus "reúne as condições necessárias" para levar o barco a bom porto. Se se refere às suas aptidões técnicas, até concordarei, mesmo sem o reconhecer como o melhor treinador deste Planeta e arredores. Por outro lado, se a referência é aplicável às suas condições de trabalho, é por de mais evidente que também corresponde à verdade. Recebe já não sei quantos milhões de salário, mais extras que não são muito claros, e Bruno de Carvalho tem-lhe disponibilizado activos para a equipa que nunca facultou nos seus dois primeiros anos de mandato, tanto a Leonardo Jardim como a Marco Silva. Em suma, tem tudo à sua disposição para ser campeão, feito que, bem consideradas as circunstâncias, já deveria ter concretizado na época passada.

 

publicado às 20:20

"Caros Sportinguistas e Amigos"

Rui Gomes, em 28.03.16

 

18494730_DOig4.jpg

Agradeço do fundo do coração, os parabéns que me deram pelo meu aniversário e pelo meu prémio, que eu muito me honro de ter recebido do Comité Olímpico de Portugal. Agradeço também ao Rui Gomes por ter feito o post e ainda de ter esclarecido o "meu suposto ordenado no Sporting".

 

Tudo o que aqui foi escrito sobre mim, só me deixou feliz, pois vejo que acompanharam o meu percurso como dirigente do nosso Sporting Clube de Portugal e que deixei uma boa imagem. Essa imagem deve-se à grande paixão, que a todos nos toca e que cada um a vive como sabe, e ao excelente apoio que tive de TODOS os Núcleos, Filiais e Delegações, o que pode ser comprovado em qualquer destas Associações do Universo Sportinguista.

 

Não, não foi muito fácil 'entrar num Mundo essencialmente masculino', até me disseram que eu estava a tirar o lugar a um homem !!!!! Mas eu lutei e consegui o meu objectivo: levar o Sporting Clube de Portugal a toda a parte onde existissem Sportinguistas e trazer as mulheres a Alvalade. Como a minha paixão me foi passada pelo meu pai desde pequenina, achei que era minha obrigação, honrar o nome de meu pai o melhor que podia e sabia. E assim foi, percorri milhares de kilómetros, chovesse ou fizesse sol, acordava sempre feliz nos fins de semana porque ia estar com pessoas que amavam o Sporting como eu, e deitava-me também feliz porque tinha cumprido a minha obrigação, que era levar o SCP às pessoas que o amavam e respeitavam.

 

Por isso, sempre que vou às TVs, ponho sempre em primeiro lugar o Sporting, respeito-o e não entro em "guerras" com quem não gosto e não me revejo. O Sporting está acima de qualquer pessoa e não nasceu agora, foi há mais de cem anos ! Todas as pessoas que por lá passaram, Presidentes, Dirigentes, Atletas, Funcionários, durante estes 110 anos, merecem o respeito dos actuais Sportinguistas, sem eles o nosso Clube nem sequer existiria !

 

Termino agradecendo novamente todas as vossas palavras e ao Rui Gomes o post. A todos Saudações Leoninas e um... VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, O NOSSO GRANDE AMOR !

 

 

Isabel Trigo Mira

 

publicado às 05:31

 

Isabel-Trigo-Mira.jpg

 

Confesso que me passou despercebido um evento importante que teve lugar no passado dia 8 de Março e, por essa única razão, não o referimos nem lhe foi dado o destaque que merece aqui no Camarote Leonino. Apenas ontem tive conhecimento, pelo alerta de uma pessoa amiga. Creio, no entanto, recorrendo ao velho provérbio grego "mais vale tarde do que nunca".

 

No dia em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, o Comité Olímpico de Portugal homenageou algumas das mulheres que se têm destacado no dirigismo desportivo português. Uma cerimónia que decorreu no âmbito de uma Conferência dedicada ao tema “Liderança no Feminino – Percursos de Sucesso e Perspectivas de Desenvolvimento” e que teve apresentação de Carla Rocha, conhecida locutora da RFM.

 

«Com um papel cada vez mais relevante na indústria desportiva, o Comité Olímpico de Portugal não poderia deixar de assinalar esta relevante data que começou a ser celebrada no início do século XX no âmbito das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto.»

 

Foram dezasseis as mulheres que foram agraciadas pelos serviços prestados ao desporto português. Uma delas, a nossa colega redactora que nos honra com a sua participação e cujo currículo como pioneira no dirigismo desportivo no Sporting Clube de Portugal é histórico. Eis a referência disponibilizada na WikiSporting:

 

Isabel Trigo Mira é há muito uma figura bastante conhecida no universo sportinguista, considerada um símbolo do clube, descrita como uma mulher nobre, sensível e de forte carácter, traços que lhe valeram a alcunha de "Evita Péron" do Sporting.

 

Sócia nº 6508, iniciou funções no Sporting Clube de Portugal em 2 de Junho de 1995, como Vice-secretária da Mesa da Assembleia Geral presidida por Miguel Galvão Teles.

 

Posteriormente, entre 25 de Outubro de 1996 e 12 de Julho de 2002, foi Vogal dos Conselhos Directivos presididos por José Roquete e Dias da Cunha, e de 2002 a 2006 foi membro do Conselho Leonino, tendo acumulado ainda o cargo de Presidente dos Leões de Portugal de 2005 a 2006.

 

Desenvolveu um trabalho reconhecido no aproximar e estreitar de relações entre o Sporting e os seus Núcleos e Sócios, tendo inclusivamente iniciado os Encontros Nacionais de Núcleos.

 

Distinções:

 

  • Em 1997 recebe o Prémio Stromp (Dedicação do Ano).
  • Em 2006 recebe o Leão de Ouro do Sporting Clube de Portugal pela dedicação demonstrada ao serviço do clube.

 

De todos nós aqui no Camarote Leonino, os mais sinceros parabéns pela distinção bem merecida. Bem haja !

 

_______________________________________________

 

Há um outro assunto relacionado com Isabel Trigo Mira que hesito em referir. O meu primeiro instinto é ignorar, mas como por vezes essa postura é interpretada à conveniência por quem pensa e age de má fé, aproveito o ensejo para dar um breve esclarecimento. Esclarecimento este que é mesmo apenas isso, porque Isabel Trigo Mira não precisa que eu venha em sua defesa e muito menos ainda justificar a sua dedicação e devoção ao Sporting Clube de Portugal.

 

Um leitor de Lisboa - Queres é tacho - (o pseudónimo apresenta a pessoa), surgiu a acusar a nossa colega de ter sido remunerada pelo Sporting pelas suas funções como dirigente. Não satisfeito com isto, ainda a acusou de ter recebido um vencimento "muito superior" ao do actual presidente do Conselho Directivo. Instado a apresentar provas, tanto por mim como por um outro leitor, este "cavalheiro" alegou que tinha em seu poder os Relatórios e Contas entre 2010 e 2013 com essa informação, mas por se encontrarem no ficheiro PDF não lhe era possível disponibilizá-los na caixa de comentários do blogue. Insistiu várias vezes - ontem novamente - tanto com esta sua acusação como com a desculpa sem nexo que o impede de apresentar a informação.

 

A saber, Isabel Trigo Mira nunca foi remunerada - nas suas palavras "nunca recebi um tostão" - pelos inúmeros e valorosos serviços prestados ao Sporting Clube de Portugal. Inclusive, considerou-se incapaz de receber do Clube até os custos para gasolina, a que tinha direito, ao percorrer o país de Norte a Sul em visitas aos Núcleos. Além do mais, a nossa colega não exerceu função oficial alguma no Clube no período referido.

 

Que no clima persecutório que existe hoje no Sporting - onde não se olha a meios para atingir fins - se faça alvo de quem tanto contribuiu para a sua gloriosa história, é, para ser simpático, triste e lamentável.

 

publicado às 10:52

O que dizem eles

Rui Gomes, em 14.08.13

 

 

«Bruno de Carvalho começou mal este processo - Bruma - e por isso tudo se complicou. Não devia ter entrado logo a matar com o empresário - Pini Zahavi - que veio de Israel para falar e não foi recebido. Um presidente que ainda por cima diz que tudo passa por ele, tem de estar sentado à mesa com os empresários. Pode depois não aceitar as condições, mas tem de fazê-lo. Embora o presidente queira tomar uma posição de força, há alturas em que não pode ter. Tem de se ter mais calma e não esquecer que todos os jogadores têm empresários.»

 

-    Isabel Trigo Mira    -

 

Observação: Palavras da antiga dirigente do Sporting no programa "Mercado" da CM TV. Pelo muito que ainda tem para aprender, um bom conselho que Bruno de Carvalho deve acatar.

 

publicado às 13:36

Teatro de Operações Eleitorais

Rui Gomes, em 06.02.13
 

O ex-presidente Jorge Gonçalves afirmou hoje: «tem de aparecer uma pessoa com poder financeiro para não estar dependente deste ou daquele para se arranjar dinheiro. É preciso ocupar o lugar e não andar a fazer filmes bonitos. De há uns anos a esta parte, o Sporting tem andado sempre a descer e não sei se alguém tem capacidade para travar o Sporting de cair pela ribanceira.»

 

Não deixa de ter razão com a generalidade do seu raciocínio, mas se a sua referência a uma pessoa com «poder financeiro» afigura o investimento directo dessa pessoa, é uma consideração que não corresponde aos tempos de hoje, salvo pela eventualidade de um investidor substancial na SAD.

 

Isabel Trigo Mira, ex-dirigente e figura emblemática do Sporting, entende que «tem de ser uma pessoa que ame muito o clube, que ligue aos sócios, com lucidez, porque muitas vezes nós, sócios, queremos coisas que não podem ser feitas, mas ao mesmo tempo que tenha mão e que perceba de futebol.»

 

Quanto ao «amor», é um sentimento algo discutível quanto a um dois dos possíveis candidatos, pelas suas condutas. Relativamente ao «perceber de futebol» voltamos ao mesmo: salvo a remota hipótese de José Couceiro, nenhum outro percebe de futebol mais do que qualquer adepto da bancada.

 

Pedro Santana Lopes recusou fazer uma apreciação ao actual estado do Sporting, mas adiantou que «o cenário de eleições é preferível à guerra que se anunciava.» Fez também um apelo a «sentido de responsabilidade».

 

publicado às 22:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo