Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2019-09-07.png

publicado às 03:30

Foto do dia

Rui Gomes, em 27.05.19

img_920x519$2019_05_26_14_42_59_1552983.jpg

As senhoras dos leões que venceram a Taça de Portugal

(A menina é a filha de Renan... muito divertida)

publicado às 03:46

 

image.png

 

Os clubes portugueses pagaram 51,6 milhões de euros em comissões em transferências e renovações de contratos de futebolistas entre 1 de Abril de 2018 e 31 de Março de 2019, de acordo com um relatório divulgado esta sexta-feira pela FPF. Deste lote, destacam-se os três grandes - Benfica, FC Porto e Sporting -, que juntos totalizam quase 42 milhões de euros.

 

A SAD benfiquista foi a que mais dinheiro desembolsou em comissões, com um total de 17 883 893,02 euros, um valor que corresponde a 36 transações relativas a jogadores do plantel principal e equipa B masculina, mas também da equipa de futebol feminino, que foi constituída no início desta temporada.

 

O FC Porto situa-se em segundo lugar deste ranking, com 16 120 560,63 euros pagos a intermediários por 38 negócios de transferências ou renovações, enquanto o Sporting atingiu os 10 178 194 euros por 33 operações, surgindo na terceira posição.

 

Reportagem completa de Carlos NogueiraDiário Notícias, aqui.

 

publicado às 04:02

 

download.jpg

 

Isto, a acreditar numa recém-reportagem do jornal Expresso - publicada sob o título do post - na qual alega que figuras públicas, incluindo jogadores e ex-jogadores do Sporting, que anunciaram o seu apoio e a subscrição de obrigações na Oferta Pública de Subscrição ‘Sporting SAD 2018-2021’ têm de ter, de facto, concretizado esses investimentos, sob pena de estarem, potencialmente, a violar a lei:

 

"Mas tem de ter aderência à realidade sob pena de a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) poder considerar que existe manipulação de mercado. Nesta, como noutras operações de mercado, é procedimento normal de um regulador acautelar a coerência entre o que foi publicamente anunciado e a realidade, o que é possível através do registo das subscrições concretizadas uma vez concluída uma oferta".

 

"O CVM explica, no seu artigo 379º, do que falamos quando o tema é manipulação do mercado: “Quem divulgue informações falsas, incompletas, exageradas, tendenciosas ou enganosas, realize operações de natureza fictícia ou execute outras práticas fraudulentas que sejam idóneas para alterar artificialmente o regular funcionamento do mercado de valores mobiliários ou de outros instrumentos financeiros”. Estas infracções podem, no limite, ser punidas com pena de prisão ou multa".

 

Bem referenciado pela autora, o artigo 7º do CVM, que diz que “a informação respeitante a instrumentos financeiros (...) deve ser completa, verdadeira, actual, clara, objectiva e lícita” e “aplica-se seja qual for o meio de divulgação e ainda que a informação seja inserida em conselho, recomendação, mensagem publicitária ou relatório de notação de risco”".

 

Tudo muito bem. Para todos aqueles que desconheciam o Código de Valores Mobiliários, ficam agora bem informados, e, aliás, não se pretende de modo algum sugerir que este Código não seja respeitado.

 

O que nos surpreende bastante - ou talvez não - é que com tanto de grave em que o futebol português está imerso nesta altura - já perdi conta ao elevado número de processos que se manifestam na via judicial - o jornal Expresso esteja preocupado com o Código de Valores Mobiliários e a participação de atletas e outras figuras do Sporting na promoção do recém-concluído empréstimo obrigacionista.

 

Será, porventura, apenas um mero exemplo da não isenção do jornalismo português, ou então, um simples caso da autora da reportagem não ter nada mais de importante na sua vida profissional. Não sendo novidade, não deixa de ser por isso menos condenável.

 

publicado às 15:24

 

img_476x268$2018_10_24_23_07_41_1464061.jpg

 

Papagaios que passam por comentadores, a exemplo de Paulo Futre, são a principal razão que me levou a deixar de assistir a programas desportivos na televisão já há três ou quatro anos.

 

No caso concreto do ex-futebolista natural do Montijo, que regista oito anos de formação no Sporting e que acabou por realizar uma excelente carreira, é deveras espectacular que sem quaisquer outras aptidões discerníveis, dá-se a fazer a vida como comentador em frente das câmaras televisivas. Além do mais, por razões bem conhecidas, é uma figura que não reune consenso entre sportinguistas.

 

Com isto dito, fazemos então referência às suas declarações na CM TV, após as notícias do despedimento de José Peseiro do Sporting, nomeadamente que o técnico rejeitou "muitos bons jogadores" na última janela de transferências:

 

"Ele diz que não… mas teve jogadores de qualidade que não quis. Mas temos de respeitar, isto é o futebol. Houve muito bons jogadores que teve em cima da mesa para escolher, das quatro grandes ligas, todos para virem emprestados… e ele disse que não. Como foi o caso do internacional sueco Guidetti".

 

Gostaria de saber mais alguns nomes de "jogadores de qualidade" interessados em vir para o Sporting, apenas e tão só por ser uma consideração que desafia, e muito, a minha imaginação. Isso não obstante, vejamos o caso de John Guidetti:

 

Aos 26 anos, o ponta de lança sueco já passou por oito clubes. Alinha actualmente no Alavés, onde chegou em Janeiro de 2018, inicialmente por empréstimo do Celta de Vigo.

 

Na época em curso, Guidetti participou em 7 jogos, 4 dos quais como titular, acumulando 340 minutos de jogo (média de 48,5 minutos por jogo) e ainda não marcou um único golo.

 

Creio que o Sporting não precisa de mais "muitos bons jogadores" como este, tendo em conta os flops que chegaram a Alvalade nos últimos cinco anos.

 

publicado às 07:02

Foto do dia

Rui Gomes, em 19.10.18

 

44203305_10155561623781555_1358906224862560256_n.j

 Paulinho... sempre ao volante !

 

publicado às 03:30

Início de um novo ciclo

Rui Gomes, em 13.09.18

 

presidente_frederico_varandas_com_os_jogadores_3.j

 

A manhã desta quinta-feira (13 de Setembro) na Academia Sporting ficou marcada pela conversa do presidente Frederico Varandas com o plantel de futebol profissional, minutos antes do início de mais uma sessão de trabalhos. O discurso do novo líder do emblema de Alvalade incidiu na união que deseja que exista entre jogadores, técnicos e todos os elementos do staff.

 

Recorde-se que, embora Frederico Varandas tenha iniciado as suas funções esta segunda-feira (10 de Setembro), tendo, inclusive, marcado presença na casa da formação leonina, optou por reunir o grupo hoje, já que pôde contar com os regressos de todos os atletas internacionais que estiveram ao serviço das respectivas selecções.

 

publicado às 15:00

 

maxresdefault.jpg

 

Os futebolistas da English Premier League poderão em breve ser obrigados a pagar aos empresários, mudando aquilo que é a regra actualmente, que é serem os clubes os responsáveis pelas comissões de transferências.

 

A medida, que pode causar uma revolução no mercado, está a ser estudada pelos líderes dos clubes do principal escalão do futebol inglês, que se irão reunir esta quinta-feira para debater o assunto. Os clubes admitem que provoque um aumento dos salários dos jogadores, mas ao mesmo tempo poderá travar a espiral crescente de comissões que os empresários estão a exigir.

 

De acordo com a Sky Sports, no ano passado os intermediários de futebol receberam quase 250 milhões de euros em comissões de clubes ingleses e galeses. A transferência de Paul Pogba, da Juventus para o Manchester United, por exemplo, rendeu ao empresário Mino Raiola cerca de 45 milhões de euros, pagos pelos dois clubes.

 

Um grupo de trabalho da Premier League consultou entretanto uma série de advogados laborais, para tentar perceber que implicações legais teria esta mudança tão radical. Esta quinta-feira, espera-se que a organização decide adoptar já as medidas ou continuar a trabalhar com a FIFA em mudanças ao sistema actual.

 

Excelente iniciativa que esperamos que seja alargada ao resto do mundo do futebol.

 

publicado às 05:02

 

DfcVhHeWAAA6Xpa.jpg

 

O Sporting terá notificado a Comissão Arbitral Paritária (CAP) para não se pronunciar sobre a situação dos nove jogadores que rescindiram com o Clube.

 

A Sporting SAD lembra que o presidente da CAP renunciou ao cargo por considerar que os outros dois membros, Lúcio Correia e Madalena Januário, não têm imparcialidade para continuar na Comissão e que o primeiro fez comentários televisivos em que se pronunciou a favor dos jogadores, enquanto Madalena Januário é sócia de um escritório de advogados que trabalha com o Sindicado dos Jogadores, que esteve directamente envolvido no processo de rescisões.

 

O Sporting considerará accionar mecanismos legais, como a impugnação dos actos ou uma queixa à Ordem dos Advogados, caso o organismo venha a pronunciar-se sobre qualquer dos processos de rescisão que envolvem o Clube.

 

publicado às 04:32

Uma questão de princípios

Rui Gomes, em 21.05.18

 

image.jpg

 

Os jogadores de futebol são profissionais. Recebem de acordo com o contrato livremente aceite. Jogam o que sabem e podem em função das circunstâncias. Desde há meses que são insultados pelo presidente, publicamente, em função de um mau resultado. Ninguém hoje queria ganhar mais do que eles, e também contra o presidente.

 

Depois de uma semana de terror e quase sem qualquer preparação técnica/táctica, que se esperava? E por acaso jogaram contra bonecos? Não houve nenhuma falta de atitude, houve descontrolo emocional e falta de preparação em função dos ataques que sofreram. O pior cego já nem é o que não quer ver, é o que não consegue ver.

 

Quem quiser apoiar o 'deus' até destruir o Sporting, está no seu direito. Nenhum ditador subsiste sem apoio. Se não há vergonha em ter à frente do nosso Clube, um arruaceiro, um mentiroso compulsivo, um demagogo, um indivíduo que não respeita ninguém, incluindo órgãos de soberania, eu tenho. É uma questão de princípios!

 

Nação Valente

 

publicado às 04:34

Comunicado dos jogadores do Sporting

Rui Gomes, em 16.05.18

 

image (2).jpg

... a confirmar a sua participação na final da Taça de Portugal

 

publicado às 20:45

 

messi-686787.jpg

 

De acordo com informação avançada pela revista "France Football", Messi atingiu, entre salário bruto, prémios e receitas publicitárias, um acumulado de 126 milhões de euros (M€), enquanto Cristiano Ronaldo se situou nos 94 M€.

 

Na última temporada, o jogador português tinha liderado as receitas, então com 87,5 M€, seguido de Messi, com 76,5, o que significa que o argentino viu crescerem os valores em mais 49,5 M€.

 

A lista milionária de 2017/18 prossegue com o brasileiro Neymar, com receitas na ordem dos 81,5 M€, e fecha o 'top 5' com o galês Gareth Bale, nos 44 M€, e o espanhol Gérard Piqué, já em distantes 29 M€.

 

Nos treinadores, José Mourinho, do Manchester United, continua a ser quem mais receitas teve, também entre salários brutos, prémios e contratos publicitários, com 26 M€ em 2017/18.

 

O italiano Marcello Lippi, seleccionador da China, surge em segundo, com 23 M€, e em terceiro o argentino Diego Simeone, treinador do Atlético de Madrid, com receitas na ordem dos 22 M€.

 

Simeone situa-se à frente de Zinedine Zidane, bicampeão europeu com o Real Madrid, que soma 21 M€, e do espanhol Pep Guardiola, esta época campeão pelo Manchester City, com 20 M€.

 

publicado às 03:26

 

mw-860.jpg

 

Bruno de Carvalho decidiu retirar “de imediato” todos os processos “relativos à publicação pelos atletas de um comunicado nas suas redes sociais”. Esta quarta-feira, o presidente reuniu-se com a Comissão Executiva e a decisão foi tomada. No entanto, a atitude dos jogadores foi criticada:

 

“A atitude dos jogadores da equipa principal de futebol profissional foi incorreta para com a sua entidade patronal. Entendeu-se que o momento atual tem de ser ainda de maior união e coesão, de forma a que possamos cumprir aquelas que são as naturais aspirações do universo sportinguista, isto é, a conquista das provas em que estamos a competir”.

 

Com esta decisão, o presidente espera mostrar que “os superiores interesses do Sporting estão e estarão sempre acima de qualquer situação ou decisão”. Haverá quem diga que é um exemplo clássico de "faz o que eu digo, não faças o que eu faço".

 

Bruno de Carvalho anunciou inicialmente que iria instaurar processos disciplinares a 19 jogadores, que tinham publicado nas redes sociais uma nota que foi entendida como uma crítica ao presidente.

 

download (1).jpg

 

Eis o comunicado na íntegra:

 

"Após reunião do Presidente do Conselho de Administração da SAD com a sua Comissão Executiva, foi deliberado o seguinte:

 

Retirar de imediato os processos disciplinares relativos à publicação pelos atletas de um comunicado nas suas redes sociais.

 

Muito embora tenha sido unânimemente considerado, pela Administração da SAD e pelo Conselho Directivo do Sporting CP, que a atitude dos jogadores da equipa principal de futebol profissional foi incorrecta para com a sua entidade patronal, entendeu-se que o momento actual tem que ser ainda de maior união e coesão, de forma a que possamos cumprir aquelas que são as naturais aspirações do Universo Sportinguista, isto é, a conquista das provas em que estamos a competir.

 

Com este gesto, a Administração da SAD e a Direcção do Clube querem mostrar, mais uma vez, que os superiores interesses do Sporting CP estão e estarão sempre acima de qualquer situação ou decisão. Por vezes, estes superiores interesses, justificam que seja dado um passo atrás, tendo a humildade de reconhecer estar a contribuir para que a Equipa possa, dentro de campo, dar todos os passos em frente que sejam necessários à conquista da Glória, que todos pretendemos alcançar."

 

publicado às 04:48

 

image (1).jpg

 

Algumas considerações de Jorge Jesus na conferência de imprensa após o embate deste domingo com o Paços de Ferreira:

 

Prestação da equipa: "Senti a equipa carregada fisicamente e emocionalmente um pouco desconfiada. Soltou-se mais depois do segundo golo. A fadiga mental é mais complicada, a semana foi complicada. Ninguém vai dobrar este grupo unido. Sabem que jogam para o emblema. Esta é a profissão deles. A vitória foi importante face ao que aconteceu."

 

Função de Jorge Jesus no conflito. "Não foi fácil. Nunca tinha passado por uma situação destas. Tive de perceber que tinha de defender um clube, eu e os jogadores. Principalmente eu. Foi o que fiz, contra tudo e contra todos. Eu estive sempre do lado dos jogadores. Hoje tinha de haver jogo com os melhores e foi o que disse aos jogadores, que ia escolher os melhores. Só com a polícia é que não iam jogar os melhores."

 

Processos disciplinares: "Não percebo os processos. Reparem na dignidade destes jogadores... Supostamente com um processo, jogaram em nome do Sporting. Vamos pensar e reflectir os interesses do Sporting."

 

Visto à distância, é difícil determinar até que ponto Jorge Jesus está a ser sincero ao afirmar que esteve sempre "do lado dos jogadores", posição esta, sendo genuína, que o coloca no extremo oposto de Bruno de Carvalho.

 

Confesso que não o vejo assumir uma postura de oposição ao presidente. É de admitir que possa sentir alguma empatia, tendo em consideração os eventos dos últimos dias, mas estou mais inclinado a acreditar que assumiu esta posição publicamente para não perder o balneário, ou seja, a equipa, porventura até com a conivência de Bruno de Carvalho, a quem terá explicado o que seriam as consequências se agisse de outra maneira.

 

publicado às 05:12

 

hLGYTdb.jpg

 

Os jogadores do Sporting partilharam nas redes sociais uma mensagem a propósito das críticas do presidente Bruno de Carvalho na sequência da derrota por 2-0 em Madrid, frente ao Atlético, na primeira mão dos quartos de final da Liga Europa.

 

A publicação começou por ser partilhada na conta de Instagram de Rui Patrício, capitão de equipa, tendo sido replicada por vários jogadores do plantel 'leonino'.

 

"Somos Sporting Clube de Portugal, em nome do plantel, somos a informar o seguinte... Suamos, lutamos e honramos sempre a camisola que vestimos. Não somos perfeitos e não acreditamos em jogadores perfeitos, porque queremos sempre evoluir! Não existem jogadores nem equipas perfeitas, mas quando as coisas não correm como queremos, sabemos assumir as nossas responsabilidades. Todos nós temos de o fazer!

 

Quando vencemos, empatamos ou perdemos... sim... porque no futebol estes são os resultados possíveis, a responsabilidade é sempre de todos! Somos uma equipa! Somos um grupo unido de um Grande Clube onde o respeito é uma das bases necessárias a essa união. Não podemos pensar apenas no "Eu", mas sim "Nós" e sempre na equipa, porque só assim poderemos vencer.

 

No nosso Clube, assim como nas selecções nacionais que representamos, sempre damos e continuaremos a dar o nosso melhor, porque o querer é uma constante. Somos profissionais, mas também somos humanos! A nossa integridade e o nosso compromisso são sagrados! Esforço, dedicação, devoção e glória sempre! Damos o máximo pelo Sporting Clube de Portugal, damos o máximo por nós próprios enquanto equipa, individualmente enquanto atletas. Lutamos pelo nosso Clube, pelos nossos adeptos e por nós, sempre! Não há outra forma séria de estar no Futebol Profissional que não seja esta...

 

Por esta razão, em nome de todo o plantel do SCP, espelhamos neste texto o nosso desagrado, por vir a publico as declarações do nosso Presidente, após o jogo de ontem, no qual obtivemos um resultado que não queríamos... a ausência de apoio, neste momento..., daquele que deveria ser o nosso líder . Apontar o dedo para culpabilizar o desempenho dos atletas publicamente, quando a união de um grupo se rege pelo esforço conjunto, seja qual for a situação que estejamos a passar, todos os assuntos resolvem-se dentro do grupo.

 

Saibamos ver que, por maiores que sejam as dificuldades, ainda há muito para disputar. Temos uma recta final em várias competições e vamos, haja o que houver, unidos e coesos, dar o máximo pelo Sporting Clube de Portugal. Somos Sporting Clube de Portugal".

 

A situação está a ficar muito "feia", por falta de melhores palavras!

 

publicado às 18:06

Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 06.04.18

 

30127331_10155178284551555_4975955719653163008_n.p

 

Comunicado Sporting Clube de Portugal:

 

O Correio da Manhã, na sua senda habitual de mentira e mau jornalismo militante, decidiu publicar nova falsidade. Desta vez é que os jogadores do Sporting CP se recusaram a treinar em Alcochete.

 

O caso é tanto mais grave, quanto um responsável editorial do CM contactou o assessor de imprensa do Futebol Profissional que, de pronto, desmentiu a informação errada e explicou que o treino sempre esteve programado para Alvalade, mal a equipa chegasse de Madrid.

 

Os jogadores utilizados ontem, fizeram treino de recuperação como é habitual, e os restantes treinaram normalmente, tendo saído todos de Alvalade por volta das 13h30.

 

É lamentável que o CM tenha dado eco a uma mentira e a uma calúnia, mais uma, veiculada por Rui Franco, alguém que nada tem que ver com a estrutura do Sporting Clube de Portugal, e que, afirmando-se sportinguista, é o mesmo que publicou recentemente nas redes sociais o desejo de ver o Sporting perder.

 

Partindo do princípio que a notícia publicada pelo supracitado jornal seja falsa - e eu quero acreditar que é - deixa-me estupefacto que apesar de ser uma ocorrência comum na sociedade portuguesa, os responsáveis não sejam chamados a prestar contas perante a Justiça.

 

Publica-se falsidades graves, vende-se mais uns jornais ou espaço publicitário, ignora-se as vítimas das falsidades publicadas e tudo continua como se nada tivesse ocorrido. Dizer que é incrível, é dizer muito pouco!

 

publicado às 17:30

Só na Grécia !

Rui Gomes, em 04.04.18

 

Evangelos-Marinakis-806399.jpg

 

O presidente do Olympiacos, que também é dono do Nottingham Forest, em Inglaterra, perdeu as estribeiras perante os maus resultados da equipa na Superliga grega. Conta a imprensa helénica esta terça-feira que Evangelos Marinakis mandou os jogadores da equipa principal de férias e ainda aplicou uma multa de 400 mil euros a cada um deles. Diz que vai acabar a época com os sub-20.
 

A imprensa do país conta o que Marinakis disse no balneário, depois do empate com o Levadiakos (1-1). "Vocês só pensam nas vossas casas bonitas e nos carros. Não vos preocupa a equipa. Os jogadores sub-20 amam mais o Olympiacos e os seus adeptos do que vocês! Pago milhões para que não vos falte nada! Despedi três treinadores e no final parece que vocês é que eram os culpados. 

 

Vou construir o Olympiacos do princípio, fazer a equipa com que sempre sonhámos. Eu e os adeptos já aguentámos isto demasiado tempo. Vocês vão de férias já hoje".


O Olympiacos é terceiro, a 3 pontos do líder AEK.
 
Bem... não sei se é um exemplo a seguir, mas é uma ideia. Este clube grego é um caso inédito no mundo desportivo. Só este emblema despede o treinador (Leonardo Jardim, demitido ao meio da época com a equipa em primeiro lugar e com 10 pontos de avanço). Por mera coincidência, o mesmo clube que foi campeão com Marco Silva na época de 2015/16.
 

publicado às 05:47

 

19065835_7AClE.png

 

Uma delegação do Sindicato de Jogadores que inclui capitães das Primeira e Segunda ligas profissionais de futebol vai ser recebida pelo Governo e ainda por instituições desportivas, pretendendo, assim, demonstrar desagrado pelo clima de suspeição e ofensa que os tem atingido. Trata-se de uma acção de sensibilização e um forte apelo à defesa da integridade dos atletas e das competições, numa fase de acusações e insinuações que já colocou em causa a dignidade dos futebolistas. A possibilidade de uma greve chegou a ser ponderada, mas não faz parte das medidas que o sindicato preconiza. Pelo menos, para já.

 

Os profissionais de futebol sentiram a necessidade de tomar posição face ao momento que se vive em Portugal, até porque têm sido envolvidos em polémicas que os colocam em xeque, através de denúncias anónimas de aliciamento.

Perante esta crescente atmosfera de suspeição, o sindicato tem promovido, nos últimos tempos, diversas reuniões com os capitães das equipas das ligas profissionais. Nelas, têm sido analisadas e discutidas medidas a adoptar relativamente ao clima de violência e ofensa pessoal e profissional de que os jogadores têm sido alvo.

 

OriginalSize$2018_03_30_02_09_02_1381161.jpg

 

Nestes encontros, realizados a Norte e a Sul, de acordo com o que Record apurou, foram ponderadas todas as medidas, nomeadamente a paragem, nem que fosse simbólica. No entanto, imperou o bom senso e o sentido de responsabilidade que se traduz no pedido de reuniões com o secretário de Estado do Desporto, João Paulo Rebelo, bem como os presidentes da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, e da Liga de Clubes, Pedro Proença. O primeiro encontro realizar-se-á já na segunda-feira.

 

Afastado o cenário de uma greve, o objectivo do sindicato e dos capitães passa por criar uma plataforma de diálogo que permita adoptar medidas eficazes na próxima época de forma a evitar a permanente suspeita sobre a competição e sobre os jogadores.

 

Os atletas não pretendem contribuir até final da época com qualquer acção que acrescente mais ruído a um ambiente já muito poluído e perigoso. Entendem que a tomada de medidas radicais poderia, em última instância, colocá-los numa posição ainda mais frágil.

 

Recorde-se, aliás, que o actual presidente do sindicato, Joaquim Evangelista, proferiu recentemente declarações a exigir "respeito" pelos jogadores, deixando claro que estes "não estão disponíveis para alimentar este clima de guerra" nem se deixarão "envolver neste lamaçal". O líder sindical acrescentou que seria "fácil anunciar uma greve" mas questionou as consequências.

 

Da mesma forma que referiu que os jogadores "não querem ser utilizados como armas de arremesso de ninguém", Evangelista sublinhou que "somos nós que definimos quando queremos e o que queremos falar", defendendo "um compromisso sério entre todos, onde cada um assuma a sua responsabilidade".

 

Será com este propósito que a delegação do sindicato e dos capitães se vai encontrar com Governo, FPF e Liga nos próximos dias.


JOGADORES EM XEQUE

 

Cássio, Marcelo, Nadjack e Roderick (Rio Ave) - O cancelamento das apostas no jogo Feirense-Rio Ave colocou o jogo sob investigação. Os quatro jogadores vila-condenses foram constituídos arguidos. Mais tarde foram levantadas suspeitas sobre o Rio Ave-Benfica.

 

Pedro Monteiro (Estoril) - O empresário César Boaventura publicou um vídeo nas redes sociais insinuando que o central do Estoril tinha facilitado no jogo com o FC Porto.

 

Kléber (Estoril) - Vítima de queixa anónima no DCIAP por actos de corrupção e fraude, depois de surgir um vídeo de 2015 em que o avançado aparece a manusear maços de notas.

 

Fábio Pacheco (Marítimo) - Carlos Pereira, presidente do clube insular, manifestou-se "desiludido com a postura de alguns jogadores" no encontro da Luz e suspendeu Fábio Pacheco. O atleta teve de se sujeitar a uma avaliação clínica por "quebra de rendimento".

 

Tiago Silva (Feirense) - "Aos que me acusam de ter feito de propósito para beneficiar o Benfica, porque representei o clube durante muitos anos, peço-vos algum respeito por mim e pelo meu profissionalismo, porque vou sempre defender com unhas e dentes o clube que represento", escreveu Tiago Silva no Facebook, depois do Feirense-Benfica, em que foi expulso ainda na 1ª parte.

 

Vagner (Boavista) - Mais uma queixa anónima no DCIAP a denunciar alegado aliciamento a Vagner antes do jogo com o FC Porto, referindo-se que teria sido o empresário Pedro Pinho a oferecer 150 mil euros ao guarda-redes.

 

Vários (União da Madeira) - A notícia é de ontem: uma denúncia no Ministério Público sobre alegadas tentativas de aliciamento a jogadores do clube madeirense.

 

Reportagem de Bernardo Ribeiro, jornal Record

 

publicado às 03:54

 

img_605x340$2017_06_26_21_14_52_1282389.jpg

 

O Sporting tem seis jogadores em risco de ficarem de fora da segunda mão da eliminatória dos oitavos de final da Liga Europa. Frente ao Viktoria Plzen, em Alvalade, Coates, Fábio Coentrão, Bruno Fernandes, Marcos Acuña, William Carvalho e Gelson podem ver a sua participação no segundo jogo ser negada caso vejam um cartão amarelo frente à formação checa.

 

Todos os jogadores acima mencionados estão com dois cartões amarelos excepto Coates. O defesa central já cumpriu um jogo de castigo por acumulação de amarelos e arrisca ser suspenso pela segunda vez em provas europeias se for admoestado.

 

O Sporting enfrenta o Viktoria Plzen na primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa, em Alvalade, esta quinta-feira.

 

publicado às 17:48

 

1503642875_030555_1503643344_noticia_normal.jpg

 

O Sporting enviou para a UEFA a lista actualizada de jogadores que vão disputar a Liga Europa. Três dos reforços de Janeiro foram excluídos: Wendel e Lumor por opção técnica de Jorge Jesus; Misic por já ter sido utilizado na prova pelo Rijeka, estando portanto proibido de representar outro clube na mesma época.

 

Em sentido contrário, três nomes foram acrescentados: Rúben Ribeiro, Fredy Montero e Bryan Ruiz, este último que ainda não tinha sido inscrito nas provas europeias.

Os 22 jogadores inscritos:

Guarda-redes: Rui Patrício e Romain Salin

Defesas:
Sebastián Coates, Fábio Coentrão, André Pinto, Stefan Ristovski, Jérémy Mathieu e Cristiano Piccini.

Médios:
William Carvalho, Bruno Fernandes, Bruno César, Rodrigo Battaglia, Radosav Petrovic, João Palhinha, Bryan Ruiz e Rúben Ribeiro,

 

Avançados: Gelson Martins, Daniel Podence, Marcus Acuña, Bas Dost, Fredy Montero e Seydou Doumbia.

O Sporting vai disputar os 16 avos-de-final da Liga Europa diante do Astana. A primeira mão realiza-se no Cazaquistão, dia 15 deste mês, às 16h00; a segunda será disputada em Alvalade dia 22, às 18h00.

 

publicado às 14:55

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo