Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fotografia com história dentro (168)

Leão Zargo, em 19.10.19

Rui Jordão pintor.jpg

“Talvez falte mais silêncio ao futebol.” (Rui Jordão)

Rui Jordão era um jogador diferente. Um avançado felino que jogava de uma forma rara e muito eficaz, tecnicista e móvel, elegante e audacioso, versátil e corajoso. Fez uma dupla inesquecível com Manuel Fernandes, tendo jogado juntos no Sporting durante nove épocas e marcado em conjunto cerca de setecentos golos. Foi duas vezes campeão nacional e conquistou duas Taças de Portugal, para além de uma Supertaça, e distinguido com o Prémio Stromp em 1980.

Deixou de jogar em 1989 e assumiu uma paixão interrompida pelo futebol, a pintura. Um regresso à infância em Benguela quando pintava as ilustrações no jornal da escola, mas essencialmente o desejo de viver e de comunicar através da arte, longe de qualquer tipo do foco do futebolista que tinha sido e de uma realidade que o sufocava. O homem sociável, mas de caráter introvertido, trocou então o ruído dos estádios pelo silêncio do ateliê para o reencontro com o seu outro eu.

Jordão clarificou a sua relação com o futebol e a pintura numa entrevista ao Record, em 2000: “[O futebol] é um mundo demasiado objectivo, material e ruidoso. Era impossível encontrar outras formas de expressão que não fossem dentro dos relvados. Foi por isso que desapareci do meio durante muitos anos. Só o silêncio seria capaz de permitir o reencontro com o meu outro eu. Não sei qual dos dois é mais verdadeiro, mas quando comecei a pintar descobri uma outra forma de comunicar com os outros. O que o futebol não tem é o silêncio que preciso para mostrar a verdade que, enquanto jogador, ocultei. Talvez falte mais silêncio ao futebol.”

Por ser um pintor abstraccionista, Jordão construiu obras de arte em regra não figurativas, ou apenas com formas subtilmente harmonizadas para estabelecer uma conexão com o observador, recorrendo às relações formais existentes entre linhas, cores e superfícies para exprimir as suas correspondências simbólicas. Criou um universo autónomo abstracto, intuitivo e interpretativo, na linha da proclamação de Wassily Kandinksy que considerava que “criar uma obra de arte é criar um mundo”.

Rui Jordão licenciou-se em História de Arte na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e fez o curso de Belas Artes em Pintura, Desenho e Modelagem na Sociedade Nacional de Belas Artes. Participou em inúmeras exposições, individuais e colectivas, em Portugal e no estrangeiro. A última exposição foi “Que a Mente resista/Projeto de uma exposição/Palavras Ditas”, em Oeiras, em 2018. Integra várias colecções particulares, galerias e museus, o que constitui parte importante do legado da sua “segunda vida”.

publicado às 12:15

Fotografia com história dentro (12)

Leão Zargo, em 04.09.16

 

Jordão SCP-UL 1.Junho.1980.jpeg

O segundo golo de Jordão: invasão de campo

 

 

Jordão e a Bola de Prata (1979-80)

 

O sportinguista Rui Jordão conquistou a Bola de Prata em 1979-80, atribuída pelo jornal A Bola. Marcou 31 golos e repetiu o feito de 1975-76 no Benfica. O troféu foi disputadíssimo nesse ano e o vencedor ficou decidido na última jornada do Campeonato. Jordão marcou duas vezes (Sporting-União de Leiria) e Nené ficou em branco (Marítimo-Benfica).

 

Alguns anos mais tarde, Jordão recordou esse jogo: "Ao intervalo os meus colegas fizeram apostas entre eles que eu ainda iria conseguir marcar dois golos. Realmente, acabei por conseguir com a ajuda de todos eles. Jamais esquecerei aquela tarde de Alvalade.”

 

A fotografia documenta a invasão de campo que se verificou atrás da baliza sul logo a seguir ao segundo golo de Jordão, aos 88 minutos. Nesse dia, 1 de Junho de 1980, houve quatro invasões do relvado de Alvalade: por cada um dos três golos marcados ao União de Leiria e, no final do jogo, para festejar o título de Campeão Nacional.

 

publicado às 12:59

O passado está sempre presente

Rui Gomes, em 16.11.14

 

jordao1.jpg

 

Durante o jantar em sua homengem que teve lugar esta sábado, Manuel Fernandes deu um "passeio" pelo passado e fez uma afirmação interessante:

 

«João Rocha foi o meu presidente, mas a maior falha não foi ter deixado o Futre ir para o FC Porto, o maior erro foi ter substituído Malcom Allison pelo António Oliveira. Podíamos ter ganho mais uns campeonatos. Mas todo erramos.»

 

* Na foto com Jordão.

 

publicado às 12:24

Factos Sporting (57)

Rui Gomes, em 18.06.13

 

Jordão, proveniente do Saragoça, jogou 8 épocas no Sporting entre 1977/78 e 1985/86. Fez temíveis frentes de ataque com Manuel Fernandes, Keita, Manoel e António Oliveira. Estreou-se pelo Sporting em Alvalade, em 3 de Setembro de 1977, contra o Benfica (1-1). Ao todo, realizou 142 jogos - 104 para o Campeonato Nacional, 21 para a Taça de Portugal, 1 para a Supertaça e 16 para competições da UEFA - tendo apontado 129 golos (média de 0,91 por jogo). Ficaram famosos os 5 golos que por duas vezes marcou ao Rio Ave em 1979/80 (5-0) e 1981/82 (7-1) e os "hat tricks" ao Benfica em 1981/82 (3-1) e ao FC Porto em 1982/83 (3-3). O último jogo em Alvalade foi contra o Sporting da Covilhã, em 6 de Abril de 1986 - vitória por 6-1, marcou 2 golos.

 

Tags:

publicado às 01:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds