Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

img_770x433$2018_02_10_00_44_42_1363224.jpg

"Existem muitas formas de contribuir para ajudar o Sporting a ultrapassar esta fase crítica, e seguramente não será só através de candidaturas que procuram branquear procedimentos de quem apoiou incondicionalmente tanto a anterior Direcção como Bruno de Carvalho.

 

A gestão corrente do Clube e da Sporting SAD apresenta enormes lacunas que urge tentar colmatar. Os cinco anos do consulado de Bruno de Carvalho resultaram em deixar 100 milhões de euros de dívida financeira adicional, além de 45 M€ de resultados operacionais negativos, com um aumento de 74% nos custos salariais. Isto apesar de terem sido feitas vendas no valor de 200 milhões de euros nesse período, aliadas à antecipação de receitas de televisão, publicidade e receitas, em 60 M €.

 

Lamento ainda a perda de confiança com as instituições do futebol e com os parceiros. A formação deve ser potenciada e desenvolvida outra abordagem aos activos imobiliários. Um novo modelo de SAD para as modalidades poderá ser uma nova forma de gestão desportiva.

 

Proposta

 

Aproveitando a reformulação do Conselho Leonino, em consequência da recente revisão dos estatutos, que pretendo propor um Conselho Estratégico Consultivo [CEC] que terá entre as suas funções analisar trimestralmente os relatórios e contas do clube e da SAD, podendo aceder a todos os documentos [...] nomeadamente os contratos desportivos com os jogadores do plantel profissional, verificando a idoneidade dos agentes desportivos, comissões pagas e entidades a quem se destinam. O CEC deverá, ainda, elaborar relatórios periódicos.

 

A tarefa será entregue a cinco sócios que reunirão trimestralmente com os restantes elementos. Anualmente será realizada uma reunião alargada com a participação de antigos presidentes, dos líderes dos núcleos e do próprio Conselho Directivo do Sporting. O objectivo passa por criar uma forte ligação entre os inúmeros responsáveis que têm dado o seu contributo para a história do Sporting.


Crítico da acção de João Sampaio 

O Sporting sofreu neste últimos 5 anos um autêntico atentado aos seus alicerces. O clube precisa de verdade, transparência e rigor, no sentido de encontrar as melhores soluções, nesta fase tão crítica. Lamento João Sampaio pertencer à lista de Frederico Varandas. Enquanto membro de anteriores órgãos sociais nunca se opôs a alterações estatutárias que só criaram opacidade e promoveram uma autêntica ditadura.

Carlos Vieira questionado 

Carlos Vieira em apela para que sejam criadas novas estruturas para a formação, mas em 2013 abandonou um projecto pioneiro que o Sporting tinha lançado com o centro de formação de Odivelas. Revela a verdadeira ausência de planeamento estratégico destes últimos anos de gestão, circunstância que deveria levar a que todas as pessoas que tiveram responsabilidades no clube e na SAD se abstivessem de se candidatar a qualquer órgão social no próximo acto eleitoral".
 

publicado às 11:38

 

img_770x433$2018_06_23_10_27_59_1413629.jpg

 

Dirigiu V. Exª os destinos do Sporting Clube de Portugal nos últimos anos, em conjunto com Bruno Miguel Azevedo de Carvalho, tendo tido a responsabilidade nas finanças do Clube e da SAD.

 

Durante praticamente todo o tempo que exerceu funções, raramente ouvimos de si qualquer explicação, por mais simples que fosse, sobre a realidade económica ou financeira do Clube e da SAD, mas assistimos a um discurso presidencial do " milagre da multiplicação dos pães ", onde até a apresentação de relatórios de sustentabilidade ( seguramente elaborados por empresas externas que cobram fortunas ) serviu para eludir a realidade económica e financeira do Clube e da SAD.

 

Ouvimos repetidamente a mentira apregoada pelo ex presidente " à boca cheia", que foi obra sua e dele a reestruturação financeira concretizada em 2014, apesar de todas as pessoas que directamente participaram nesse processo terem sempre negado tal facto e saberem que foi com o Engenheiro Luis Godinho Lopes e Dr Sikander Sattar que tal reestruturação foi negociada, à excessão do Dr. José Maria Ricciardi que precisou de mais de cinco anos para finalmente vir a público esclarecer tal facto.

 

Aliás pelas contas da SAD depositadas na CMCVM, é fácil constatar que não eram capazes de negociar qualquer reestruturação financeira. Já que ao contrário do que apresentaram e mostraram aos Sportinguistas, os vossos cinco anos de mandato trouxeram 100M de € de divida financeira adicional e 45 M€ de resultados operacionais negativos e isto apesar de :

 

- terem vendido nesse período 200M€ de jogadores

- terem antecipado receitas no valor de 60 M€ de televisão, publicidade e bilhética

- terem emitido 80M€ adicionais de VMOCs

- terem estendido o direito de superfície do estºadio até 2063 com um encaixe nulo,mas reflectido nas contas de 74 M€

 

Dado que lemos no passado dia 22 de Junho de 2018, finalmente, a uma entrevista dada por si ao DN, onde vem fazer afirmações que carecem de explicações, gostaríamos de ser esclarecidos:

 

1 - Afirma Vª Exª que "os desequilíbrios financeiros são uma realidade de todas as SAD´s que depois são compensadas com as vendas dos jogadores".

 

Apesar de ser escandalosa a sua afirmação, embora verdadeira pois como dizemos acima em 5 anos perderam operacionalmente 45M€, poderá esclarecer o Universo Leonino como pensava realizar a venda desses jogadores depois dos acontecimentos de 15 de Maio e da posição assumida pelos mesmos?

 

Porque não se demitiram naquele momento tão conturbado para evitar a rescisão e eventual perda dos activos, que permitiriam hoje o Sporting não estar em falência técnica?

 

2- Afirma que " empurrámos para Novembro a concretização da emissão do empréstimo obrigacionista, que não foi possível concretizar e que daria um apoio de tesouraria…".

 

Poderá explicar aos associados do Sporting porque foi necessário e como seria possível " empurrar " um empréstimo obrigacionista, que quebra com todas as regras da confiança, imprescindíveis na relação com o mercado, os investidores e as instituições financeiras que têm trabalhado com o Sporting? Não será isso a revelação da vossa deficiente gestão e portanto perca de liquidez?

 

Como explica aos associados do Sporting que a tesouraria dependia da emissão dum empréstimo obrigacionista, quando sempre propagandeou que o Clube e a SAD viviam uma situação única de desafogo financeiro, com resultados operacionais fantásticos?

 

3 - Afirma que " vai haver uma redução de massa salarial, à partida "…

 

Como tem a "destinta lata" de continuar a vir eludir os sócios do Sporting, quando aumentaram em mais de 74 % os gastos com pessoal, contrataram indiscriminadamente funcionários, regra geral no seio das famílias dos órgãos sociais do clube, e criaram uma quantidade de benefícios para os órgãos sociais nunca visto em Alvalade?

 

4 - Afirma que " não estão garantidas as condições de segurança para a emissão do empréstimo obrigacionista"…

 

Como foi possível, conhecedor deste factor, não ter apresentado a sua demissão imediata? Ou não perceberam que quem criou as deficientes condições de segurança, foi a vossa truculenta e danosa gestão?

 

Como foi possível deixar que o Sporting mergulhasse neste abismo financeiro, onde se perspectivava a incapacidade de cumprir com os seus compromissos ?

 

5 - Questionado se nos próximos dois meses o Sporting ficaria sem dinheiro, afirma. " não acho que isso vá acontecer"…

 

Como pôde fazer afirmações desta gravidade, quando sabemos hoje que uma série de compromissos não foram respeitados e o acordo com as instituições financeiras para recompra das VMOC´s não foi cumprido?

 

Poderá informar os sócios do Sporting qual o saldo do fundo de reserva criado para o efeito, à data da sua cessão de funções?

 

6 - Afirma "o revolving de 30 milhões, o empréstimo de 15 a 20 milhões e mais uns pózinhos e chegamos aos 60 milhões"

 

Pode explicar melhor a que "pózinhos" se refere? Ou qual a "fatia da tarte" que não quiseram dividir com o Dr José Maria Ricciardi?

 

7 - Rui Patricio esteve com um acordo fechado para ser vendido a um clube da liga inglesa, com uma proposta que permitiria cumprir, no imediato, uma série de compromissos financeiros.

 

Como explica que tal negociação não tenha sido concluída, a bem dos superiores interesses do Sporting? Se o valor era baixo, não percebem que foram vocês que destruíram valor pelas afirmações que fizeram?

 

Por último, como encara a forte possibilidade de virem a ser responsabilizados, civil e criminalmente, pelos actos de gestão danosa que praticaram e se está disposto a assumir pessoalmente, e com o seu património, todos os danos que causaram ao Sporting Clube de Portugal?

 

Lisboa, 27 de Junho de 2018

 

publicado às 04:34

 

img_770x433$2018_06_23_10_27_59_1413629.jpg

 

José Pedro Rodrigues, membro da lista de Pedro Madeira Rodrigues nas últimas eleições, em 2017, foi notificado este sábado pelos serviços do Sporting, perto da 1 da manhã, dando conta da alteração da sua condição de associado. Passou de "normal" a "pendente", pelo que não poderá estar presente na Assembleia Geral de hoje.

"Se dúvidas ainda subsistissem, a perseguição de Bruno de Carvalho a quem o contesta e sempre o confrontou, com educação e frontalidade, está expressa nesta sua última tentativa de não me permitir participar na AG de hoje, já que tentou expulsar-me de sócio.

 

Respondi à nota de culpa que me foi instaurada, o CFD, apesar de reconhecer que não existia nenhuma matéria para qualquer punição, sugeriu uma advertência, e o próprio Bruno de Carvalho, através do CD, aplicou-me uma suspensão de 10 meses, que me impossibilita de participar na AG de dia 23, tendo a comunicação sido feita através de mail, às 00h54 do próprio dia da AG. Sintomático".

 

publicado às 04:17

 

Eduardo-Barroso.jpg

 

José Pedro Rodrigues, que integrou a lista de Pedro Madeira Rodrigues no último acto eleitoral, publicou uma carta aberta a Eduardo Barroso, a propósito da defesa deste em relação a Bruno de Carvalho:

 

"A sua intervenção em defesa do 'seu' Bruno de Carvalho, 'distinto presidente' do SCP, e o sms que me enviou a 6 Fevereiro de 2018 que, desculpe-me a inconfidência, tenho que tornar público, motivam-me nesta minha necessidade de lhe escrever esta carta aberta, para conhecimento de todos os Sportinguistas que dia 17 terão a responsabilidade de comparecer na Assembleia Geral do Clube.

 

Escreve-me o Eduardo, e passo a citar : "você odeia o homem! Mas o nosso Sporting deve-lhe a sobrevivência!"

 

Respondo-lho do fundo do coração que ódio é um sentimento que não alimento. Também tenho um Amor Incondicional pelo Sporting, e lamento profundamente que o seu Bruno queira e tenha levado o nosso Clube para mais esta fase negra, onde as afrontas aos associados, a linguagem ordinária e brejeira, as calúnias e mentiras que teima em utilizar para denegrir quem dele discorda, democrática e civilizadamente, foram a sua imagem de marca ao longo dos seus mandatos.

 

Fala o Eduardo de sobrevivência, que deve ser um termo clínico que aqui se revela na plenitude. Parece que agora o seu Bruno inverteu a dialéctica, e os seus apelos patéticos a um sentimentalismo bacoco, revelam mais uma faceta de um homem, seguramente perturbado por alguma patologia, que provavelmente todos desconhecemos. Mas como o meu querido Eduardo é o seu distinto cirurgião, e recentemente operou o seu Bruno, a minha dúvida, e provavelmente a de 90 % dos Sportinguistas, é se existe alguma patologia identificada que todos deveríamos ter conhecimento. 90 % dos Sportinguistas têm ficado perplexos com este comportamento, errático e disfuncional, que ora ataca e amedronta, com discursos inflamados a lembrar os piores ditadores da história, ora escreve missivas enternecedoras de pai de família, a quem o nosso Sporting lhe retirou a capacidade e possibilidade de passear as filhas e sair para tomar um simples café.

 

Passo a comentar: o ego deste homem é surpreendente, o Sporting é derrotado, mas é ele que não merece isto... 99,9 % dos Sportinguistas sofrem pelo Clube, este homem quer que o Clube sofra por ele! A arbitragem desfaz-lhe a Alma! O ego deste homem continua a manifestar-se de forma patológica, a sua vida está nas mãos de 90% dos Sportinguistas, mas ninguém o compreende! 90 % dos Sportinguista não o compreendem, decididamente! 90% dos Sportinguistas sabem (ou pensam saber ) como deve ser feita a gestão do Clube e nunca precisariam de utilizar formas ofensivas de listas negras para gerir o Sporting.

 

A auto-proclamação levanta sempre dúvidas e interrogações; elas existem porque existem actos na gestão de Bruno de Carvalho que estão em investigação, ponto. Antes de Bruno de Carvalho o Sporting não existia? Auto-elogios, e estados de alma, são sempre reveladores de algum distúrbio, quando a racionalidade deveria ser a motivação para resolver os problemas. Alguém que vive das quotas pagas pelos sócios, e ainda acha que tem legitimidade para mandar calar quem lhe paga o ordenado, invertendo a ordem das coisas e ainda considerando que é a ele que não o deixam falar... A sua infelicidade deve ser genuína!

 

Confesso que neste sentido a minha preocupação cresceu... Depois de ouvir as explicações filosóficas do terceiro olho, será que o seu Bruno, num acto de interiorização assumida, iria cometer suicídio premeditado? A fome e o porteiro representam o quê? Quem abandonou pela primeira vez na história do Clube uma AG, enquanto presidente do CD foi o seu Bruno, e confesso que tentei encontrar explicação, mas provavelmente a minha inteligência é insuficiente para compreender tal personagem.

 

Faço um apelo ao Eduardo Barroso para que no próximo dia 17 compareça na AG e, caso os desígnios do Sporting fiquem momentaneamente sem liderança, assim 90 % dos sócios não consigam, até lá, compreender estes estados de alma, sejam tão ingratos e não consigam perceber o reconhecimento destes comportamentos, se apresenta candidato a presidente da direcção do Sporting, como afirmou publicamente recentemente.

 

Caso o Dr. Daniel Sampaio nos queira dar uma ajuda na interpretação destes actos, muito ficaríamos agradecidos, mas cuidado com o comunicador Saraiva, que pode interpretar o meu P.S. ( Post Scriptum ), como uma tentativa de envolver o poder político nesta nossa diligência".

 

publicado às 04:09

 

The-Konyot-Clowns-Zippos-Circus-6x8.jpg

 

Recuso acreditar que mesmo os mais fervorosos apoiantes de Bruno de Carvalho não estejam fartos e cansados deste constante estado de guerrilha provocado pelo presidente, uma "lavagem de roupa suja" diária que directa e indirectamente arrasta o nome e a imagem do Sporting Clube de Portugal para a lama.

 

Como já foi aqui referido por leitores, este último caso da misteriosa email que faz alvo pessoal de Bruno de Carvalho (ver este post) nunca devia ter sido transportado para uma reunião magna, proposição que faz sentido a qualquer pessoa sensata. Não satisfeito com isto, sai agora a informação que a Sporting SAD vai levar o caso à Justiça.

 

O caso, aparentemente, envolve um antigo candidato aos órgãos sociais do Clube, José Pedro Rodrigues, que integrava a lista de Pedro Madeira Rodrigues, no acto eleitoral de 4 de Março. Isto, segundo o que Bruno de Carvalho afirmou na Assembleia Geral de sexta-feira, a tal que foi deliberadamente divulgada de forma muito discreta e que acabou por contar apenas com a participação de pouco mais de cem sócios, a maioria dos quais dirigentes no activo e funcionários do Sporting.

 

Eis um breve resumo do que José Pedro Rodrigues teve para dizer sobre este assunto:

 

«Bruno de Carvalho utiliza a calúnia e a falsidade como arma de comunicação, e infelizmente já não é a primeira vez que o faz comigo e com inúmeros sportinguistas. Lamento que o actual presidente do Sporting procure criar factos e opte por ataques pessoais que só alimentam o clima de guerrilha constante.

 

Não tenho nada a ver com esta campanha nem qualquer responsabilidade nos processos em que o presidente do Sporting estará envolvido. Bruno de Carvalho procura matar o mensageiro. Recebi e partilhei a informação com Luís Loureiro, vogal do Conselho Directivo, e João Ferreira Sampaio, presidente da Mesa da Assembleia Geral da SAD».

 

Uma "fonte" próxima da administração da SAD revelou ao Record que "a partir do momento em que o senhor José Pedro Rodrigues se afirma como mero mensageiro, assume que aquele email é verdadeiro. Sendo um documento ‘word’ enviado dois dias antes da peça da TVI [sobre o tema das comissões] ir para o ar, pode ter existido da parte de José Pedro Rodrigues cumplicidade na propagação desta informação. Neste sentido, terá de explicar em tribunal qual o seu papel na divulgação desta informação e de quem a recebeu. A administração não deixará, também, de apurar comportamentos internos, ou seja, promete "analisar com as pessoas que terão recebido o email de José Pedro Rodrigues, nomeadamente Luís Loureiro e João Sampaio, o tempo que demoraram a comunicar a existência do mesmo".

 

Este texto não visa defender José Pedro Rodrigues, pessoa nossa desconhecida, nem qualquer outra parte, até porque não temos o mínimo conhecimento de causa sobre o que está a ser evocado, salvo pelas notícias. Tudo isto já parece um circo que anda de terra em terra a dar espectáculos carnavalescos à conveniência dos conhecidos interlocutores.

 

publicado às 03:44

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo