Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A ausência de Paulinho é sentida?

Rui Gomes, em 13.12.21

paulinho1.jpg

"(...) Em relação ao jogo de ontem quero destacar um aspecto que deve fazer reflectir os sportinguistas. Notou-se a falta do Paulinho nas combinações ofensivas. Que o diga o Pote. No Sporting parece que há uma necessidade intrínseca de se criarem "ódios de estimação", seja porque os jogadores não marcam muitos golos, ou porque são limitados tecnicamente, ou ainda até porque foram muito caros... Como se o objectivo final fosse o rendimento individual e não o colectivo. E, actualmente, em relação ao rendimento colectivo do Sporting, estamos conversados.

Leão do Norte

"Concordo caro amigo Leão do Norte, com que diz sobre a ausência de Paulinho. E a sua opinião é sustentada por muitos analistas desportivos, com conhecimentos na análise ao jogo. Espero que os anti "paulinho" que fizeram uma campanha vergonhosa contra o jogador, tendo apenas como critério a ausência de golos, reconheçam o erro, baseados na sua pretensão de catedráticos de futebol, chegando a pôr em causa a competência de Amorim, na sua contratação.

Mas pior que os pretensos catedráticos, são aqueles, que o fazem por má fé. Lembro-me também do que fizeram com o Matheus Reis, embora de forma mais suave, após os seus primeiros jogos, acusando-o de não ter categoria para jogar no Sporting. A verdade é que temos que viver com esta assertividade, sem qualquer rigor. A realidade acabará por calá-los. Aplica-se o ditado: os cães ladram e a caravana passa".

Nação Valente

"A tripla, Pablo Sarabia, Paulinho e Pedro Gonçalves é única no campeonato português, de longe a melhor, e a ausência de qualquer um deles fragiliza de forma clara a equipa. Mas Vou mais longe; a ausência do Paulinho é das que representa mais peso na equipa actualmente. Ninguém faz como ele a pressão à saída da bola do adversário ou a disputa dos lances divididos. Em Barcelos vai fazer imensa falta espero que o Rúben encontre uma boa solução para a sua ausência".

Julius Coelho

publicado às 03:04

sporting-lisbon-sporting-clube-de-portugal-scp-ond

"Cada vez mais sinto afastados os fantasmas do passado nos jogos após as competições europeias. Esta nova mentalidade que se vive no Sporting deixa-me mais tranquilo, pela facilidade com que se assume a mudança dos 'chips' de competição para competição.

Sei que amanhã (hoje) vão dar tudo o que têm durante os 90 minutos de jogo e isso deixa-me de facto mais confiante no único resultado que nos interessa.

Aqueles empates em Alvalade que sempre apareciam contra as equipas pequenas têm sido mais esporádicos. Hoje finalmente compreenderam que podem hipotecar uma época na luta pelos lugares cimeiros devido a esse tipo de deslizes.

Vamos ganhar ao Boavista e somaremos os três pontos com ou sem "petites". Sei que vão entrar com tudo. Somos melhores, somos o Campeão e a melhor equipa de Portugal!".

Texto de Julius Coelho

Nunca há resultados garantidos no futebol, seja para o jogo de hoje ou qualquer outro. Mas parece-me que este breve texto do Julius reflecte a nova mentalidade e estado de espírito que actualmente existem no Sporting. 

Muito se deve a Rúben Amorim e ao seu comando do futebol, sem dúvida, mas muito mais à liderança do Clube, sem a qual nada seria possível.

Alguém terá dito, algures, que "A gratidão é uma forma singular de reconhecimento, e o reconhecimento é uma forma sincera de gratidão".

publicado às 03:18

Screenshot (453).png

Existe nesta equipa algo muito curioso... o real sentimento familiar entre eles e daí vem o elo fortíssimo que formam independentemente das individualidades.

Notem o momento da expulsão do jogador alemão... deram-se conta do que se passou?

Há um encosto nas costas do Paulinho que lhe deve ter doído porque caiu contorcendo-se com dores. Logo aí os jogadores do Sporting pediram ao jogador alemão portador da bola para parar o jogo. Os alemães hesitam, parecem querer parar mas logo decidem continuar.

Pedro Porro enervado atira-se ao alemão que tem a bola de forma mais agressiva para atirar a bola para fora do relvado. O alemão não gostou e encosta-lhe o cotovelo na cara e o caldo ficou entornado...

Todos do Sporting saltaram de imediato em cima do alemão: Coates, Adán, Matheus Nunes, Feddal, Palhinha, até o Pedro Gonçalves mostrou os dentes a um calmeirão alemão que parecia ter o dobro do tamanho. É isto a equipa, a união, a força, um verdadeiro elo de aço. Onde vai um vão todos.

Texto da autoria de Julius Coelho

publicado às 07:34

Quem manejava tudo lá bem do alto

Rui Gomes, em 09.07.21

img_1280x720$2014_12_22_22_47_00_425913.jpg

O verdadeiro padrinho... e que todos têm medo de falar e assumi-lo publicamente, é o Salgado, esse é que manejava tudo lá bem do alto.

Ricardo Salgado, o 'padrinho' português da era moderna, orquestrou um megalómano esquema mafioso envolvendo testas de ferro ( um deles já dormiu esta noite na pildra que curiosamente ele próprio construiu).

Claro que "aquilo" em Milão não correu bem. Eles não são tolos para correrem atrás de 7M e a correrem o risco de pagar depois 30M. Querem primeiro ter certezas, certezas que a dupla Rui&Rui não lhes podia garantir, a não ser que o próprio Benfica assuma o risco, mas tem que ficar por escrito. Agora, com o outro preso, complicou-se ainda mais e mais razão dá ao temor dos italianos.

Texto da autoria de Julius Coelho

NOTA: Ao fazer pesquisa de uma foto para este post, deparei casualmente com um artigo não recente num outro espaço, no qual é avançado, entre várias outras considerações sobre a estrutura directiva do clube da Luz de há uns anos a esta parte, que Luís Filipe Vieira foi colocado no trono precisamente por... Ricardo Salgado. Vale o que vale, mas achei curiosa esta asserção da parte de um adepto "encarnado". Os vários personagens na foto que publicamos não é uma mera coincidência.

publicado às 05:03

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 27.11.20

Screenshot (420).png

Antes de se iniciar os campeonatos havia dias equipas (Benfica e Porto) que já tinham uma série de pontos garantidos.

A guerra obscura nos bastidores que esses dois clubes travaram durante anos a fio, e ainda travam, era precisamente para a conquista do território onde os pontos das vitórias seriam garantidos.

Todos aqueles negócios muito estranhos de compras de jogadores que nunca vestiam as suas camisolas e eram depois emprestados ao tal território conquistado.

O V. Setúbal foi várias vezes conquistado e perdido nessa guerra; ou era “propriedade“ do Norte ou de Carnide. Andou aos saltos durante anos até que sofreu a enorme queda para as distritais.

Comentário do leitor Julius Coelho

publicado às 04:48

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 20.11.20

mw-1920.jpg

Mas quem tem autoridade para fiscalizar as coisas quando os políticos se metem onde não se deveriam meter?... Quem fiscaliza quando se trata de políticos do próprio governo em função? Temos o exemplo de alguns (muitíssimo poucos) políticos e figuras ilustres que aparentemente demonstram vontade de mudar as coisas, com coragem de dobrar o cabo das tormentas, mas desde o momento que não se trate do Benfica (André Ventura).

Portugal tem um aglomerado problema viral... o internacional Covid-19 e o nacional Covid -Benfica que causam dupla infecção.

Comentário do leitor Julius Coelho

publicado às 04:02

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 05.11.20

O grupo de trabalho do Sporting tem um número elevado de jovens titulares na equipa, factor que também traz as suas vantagens para o staff técnico; são mais fáceis de conduzir a um objectivo, têm menos vícios ou quase nenhuns, sentem uma necessidade enorme de vencer e de sonhar e prestam melhor atenção a tudo o que se passa à sua volta. Tudo isso facilita o trabalho do treinador, em que os mais velhos e experientes sentem-se obrigados a aceitar e a acompanhar como profissionais que são.

treino2_3.jpg

Tudo isso já se vê até na forma como festejam os golos. O facto de terem sido eliminados pelo Lask e saírem da Europa e dos jogos de 3 em 3 dias foi para mim o elemento decisivo que pode lançar a equipa a ter outras capacidades para chegar ao sucesso na prova rainha nacional.

Vamos por isso todos apoiar... porque agora é a altura de apoiar a equipa. Todos os que gostam e sentem o Sporting CP têm a obrigação de o fazer. Vêm aí tempos difíceis e de muito sofrimento e os jogadores têm que sentir que estamos com eles porque se de facto o sentirem, tenho a certeza que darão tudo.

Excerto de um comentário do leitor Julius Coelho

publicado às 03:35

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 11.09.20

De7-83OXcAUjQMO.jpg

Creio que dá para perceber que foi o próprio treinador que não quis Acuña no grupo. Algo se deve ter passado no início. Sabemos o temperamento de Acuña, muito bom jogador mas limitado na questão cerebral, e fizeram-lhe a vontade, para quem demonstrou falta de motivação para continuar a vestir a nossa camisola mesmo em período de pré-época.

E até imagino que ele próprio preferiu ficar a treinar sozinho. Veremos como acaba mas percebe-se que a Direcção marcou um valor mínimo para a sua saída; ou o empresário dele apresenta uma proposta que seja condizente ou fica a treinar sozinho até ao final do fecho do mercado.

Se não aparecer a proposta, Acuña ficará numa posição muito complicada; ou se retrata perante o treinador e a Direcção ou vai jogar na B até à nova janela de transferências.Esta postura do Acuña já teve o seu início durante a última janela de Janeiro e devem-lhe ter prometido nessa altura que o deixariam sair no final da época, mas sempre com uma proposta minimamente aceitável. Não tem outra forma.

Comentário do leitor Julius Coelho

publicado às 03:03

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 01.09.20

Screenshot (152).png

Eu já só me concentro na equipa, no treinador e nos jogos, mas esta temporada é decisiva para a Direcçâo .
Mas podemos fazer muito com pouco e o treinador é de facto aquele que consegue fazer muito tendo menos que outros têm.
Nem gostaria que tratassem a equipa do meu Clube como os milionarios, isso é só para os sonhadores lampiónicos que querem "arrasar" este mundo e o outro. Vamos ter muito para escrever esta época .

Comentário do leitor Julius Coelho

publicado às 04:49

 

img_920x519$2019_02_21_19_05_56_1508424.jpg

 

Considerações de Andrés Fernández, treinador do Villarreal, no final do jogo:

 

" A expulsão foi decisiva na eliminatória, deu-nos o empurrão para o empate. O Sporting foi um adversário muito complicado, mas conseguimos empatar e passar a eliminatória.

 

Nós estávamos bem a defender, mas o Sporting aproveitou um erro nosso. Contudo, na segunda parte conseguimos virar as coisas a nosso favor".

 

Haja alguém minimamente honesto na análise do jogo de ontem, mesmo que essa pessoa seja o acima citado treinador adversário. A expulsão de Jefferson por acumulação de amarelos - qualquer um deles descabido e absurdo - foi um escandaloso "roubo de igreja".

 

Detesto ver sportinguistas aproveitar estas ocasiões menos felizes do nosso Clube, para despejar todo o género de crítica impiedosa. Há momentos para tudo, inclusive para criticar, mas nem sempre.

 

img_920x519$2019_02_21_19_07_02_1508432.jpg

 

Considerações do nosso leitor Julius Coelho:

 

"Perdemos a eliminatória em Lisboa.

 

O Sporting não sairia derrotado nesta eliminatória, o árbitro checo percebeu isso e tratou de o impedir.

 

O árbitro ou é um imbecil irresponsável, e aponta-se o dedo à UEFA por alimentar imbecis, ou então tem a máfia russa por trás.

Exige-se à Federação Portuguesa de Futebol que defenda os seus filiados e proteste veemente a forma como o Sporting foi tratado em Villarreal.

 

 É muito duro e injusto dizer que o Jefferson se pôs a jeito. Ele disputa o lance e salta por cima, o espanhol esperto e de forma matreira mete o braço a impedir o salto obrigando o pé a bater no braço e cair-lhe no corpo. O Jefferson não tem asas. 


Que podemos comentar de um jogo claramente viciado desde o seu início?".

 

 

horiGettyImages-862991844Thumb.jpg

 

Confesso que não me veio à mente até ser referido por leitores, mas há quatro anos (2015/16) este mesmo apitador - Pavel Královec - trabalhou o CSKA - Sporting (3-1), e invalidou um golo limpo a Slimani, aos 82', que teria permitido o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

 

As coisas não acontecem por mero acaso!

 

publicado às 04:33

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 03.08.16

 

18547267_Zq5hz.jpg

 

«Aproveitando mais uma movimentação no mercado de Verão, acho curioso que ainda não tenha visto em qualquer blog uma análise à política desportiva de Bruno de Carvalho.

É que com a entrada do jogador Liam Jordan, o Sporting chega aos 80 jogadores seniores, no início de Agosto. Oitenta!!!

1. Que mensagem se está a passar para a formação?

2. Quem beneficia com estas dezenas de negócios?

3. Partindo do princípio que em média cada plantel tem 25 jogadores (e a B ainda pode utilizar todos os juniores) e existem 5 emprestados (que não se adaptam, são flops, etc.), para que servem os restantes 25 jogadores?

4. Qual é a coerência de abrir uma guerra contra os empresários e depois montar uma estrutura onde existe um plantel inteiro que só serve para distribuir comissões?

Acho estranho que os sportinguistas, após se ter duplicado (!!!) a massa salarial, em 12 meses, não questionem esta política desportiva que permitiu chegar aos 80 jogadores com contrato.

Será que há quem acredita que isto não tem qualquer custo para o clube e é bom para a formação ?».

 

 

Leitor: FERNANDES

 

________________________________________

  

 

«É preocupante de facto toda esta estranha movimentação. Demasiados jogadores excedentes e todos os dias vem notícias da entrada de mais alguém, não se sabe para onde e para quê e muito menos os moldes claros dos negócios.

 

A ideia que se transmite para o exterior é colocar à experiência jovens promessas descobertas pelos quatro cantos do mundo, mas os resultados têm sido bastante negativos. Se analisarmos quem chega à equipa principal, continuam a ser os miúdos que trabalham há vários anos na Academia, não existindo um único caso dentro dos promovidos que tenha origem nesses negócios. É um tema que merece ser analisado com mais pormenor e conhecimento.

Um dos casos que segue sem explicação é o jovem Gauld; um investimento avultado com zero resultado até ao momento. Temo que os responsáveis pelo recrutamento não estarão devidamente habilitados nem com bom nível de apreciação das qualidades dos jovens que observam.

Se existe uma outra razão terá que ser devidamente apurada».

 

 

Leitor: JULIUS COELHO

 

publicado às 03:46

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 14.07.16

 

18547267_Zq5hz.jpg

 

«Não se pode analisar de forma alguma um primeiro jogo de época. Os nossos leitores que jogaram futebol ou treinaram, sabem ou deviam saber disso e nem vale a apena partir para individualidades, sem lógica, sem bases, sem sentido.

Este primeiro jogo foi pessimamente programado pelo Mister Jorge Jesus; jogar contra uma equipa de top com bons jogadores e já com 4 jogos de pré-época feitos,  foi para rebentar com os nossos que se arrastaram a partir dos 30 minutos . Eu jamais o faria. Assumo claramente que foi um erro de programa da nossa equipa técnica com a agravante dos nosso apresentarem-se ainda e obviamente com largo distanciamento entre eles de ritmo , uns com treinos mais adiantados que outros. Exigia-se um adversário mais modesto ou um que também fosse fazer o seu primeiro jogo de época , isto hoje não foi nada , um erro incompreensível. Que só danifica a nossa imagem.

Uma das ilações que tirei deste treino de "Resistência" é que de facto Podense não engana e já luta legitimamente por um lugar no plantel principal.


A outra, que é preocupante, mesmo tratando-se ainda do primeiro jogo-treino mais a sério, parece ser o miúdo guarda-redes que não tem estaleca para ser o substituto do Rui Patrício, provavelmente nem como 3ª opção. Hoje muito fraco».

 

 

Leitor: JULIUS COELHO

 

 

*Sobre o jogo, Jorge Jesus teve isto para dizer:

 

«Foi o primeiro jogo de treino, diante de uma equipa com um andamento muito diferente, por causa da Champions. Foi um bom treino, mas que obrigou os jogadores a correrem mais do que aquilo para que estavam preparados. Os dois centrais tiveram dificuldades em acompanhar, mas isso faz parte", reconheceu o treinador do Sporting, apontando depois os "sinais positivos" que retirou do encontro. "Os jovens Matheus, Podence e Gelson confirmaram as esperaças que temos neles. A pouco e pouco, vamos melhorendo as nossas capacidades. Estou principalmente satisfeito primeiros 45 minutos».

 

**Sobre a programação da pré-época:

«A pré-época foi muito bem pensada. Com um objetivo: fortalecer os laços sentimentais com os adeptos do Sporting que vivem fora de Portugal. "Para além da época desportiva, também a componente social é muito importante. Trata-se de criar uma maior identificação e aumentar a autoestima dos adeptos que vivem fora de Portugal».

 

publicado às 07:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo