Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



image (2).jpg

É totalmente irreal acreditar que um grupo, que age de modo vincado na irracionalidade de colocar interesses pessoais ou personalizados bem acima dos do nosso Sporting Clube de Portugal, tenha qualquer tipo de comportamento democrático ou que com ele se possa estabelecer um mínimo de entendimento.

É o tipo de herança cujo peso se poderá sentir por gerações de sportinguistas. Compete a quem, desinteressadamente, apoia o Sporting CP, diminuir esse peso e promover a sua extinção.

Em relação ao posicionamento de testas de ferro eu não me ficava só pelo brunismo. Infelizmente há outros focos que, acobertos pelo brunismo e sem a algazarra mediática, também procuram minar o trabalho desta Direcção para, desta forma, assumirem o poder. O lançamento "suicida" de testas de ferro enquadra-se perfeitamente nessa estratégia.

Esta minha convicção advém do que publicamente tem vindo a ser dito, por determinadas pessoas, inclusive, escassas semanas após as últimas eleições. Esperemos por próximos capítulos.

Texto de Leão do Norte

publicado às 03:03

Impaciência é o reflexo do fracasso

Rui Gomes, em 04.10.21

image.jpg

"O grande problema é que muitas vezes nós adeptos não temos paciência e queremos que os jogadores que vêm para o Sporting, tenha imediatamente rendimento desportivo." 

E quantos jogadores o Sporting já desperdiçou pela excessiva impaciência dos adeptos e consequentemente pela insegurança das equipas técnicas?

Ninguém está a pedir "crédito ilimitado" para os jogadores, mas, após meia dúzia de jogos, não é nada legítimo estar a condená-los. Os tempos e as necessidades de adaptação variam consideravelmente.

Texto/comentário de Leão do Norte

___________________________________________

O jogador da foto disse isto recentemente:

“O Sporting tem um lugar especial no meu coração e será sempre o meu clube em Portugal. Sabemos que o Rúben Amorim aposta em qualquer tipo de jogador. Ele aposta pela qualidade e não pela idade do jogador e isso é muito bom para os jovens. Talvez tivesse sido bom para mim, mas graças a Deus que as coisas estão a correr bem. Tenho pena de não me ter estreado pelo Sporting. Fui convocado algumas vezes, mas acabei por não entrar. É algo que tenho pendente. Talvez com Amorim tivesse sido diferente, tivesse conseguido mostrar o que tenho demonstrado fora de Portugal”.

publicado às 02:35

Valorizar os adversários

Rui Gomes, em 30.08.21

coates_2.jpg

Temos de começar a valorizar mais os adversários. Antes e depois dos jogos.

Há adversários, e o Famalicão é um deles, que em determinadas circunstâncias conseguem causar dissabores. Em condições absolutamente normais o Sporting tem qualidade de sobra para superiorizar-se a estes adversários. O problema é que poderão haver dias em que não estamos nesse estado de normalidade e o adversário estar a um nível superior. Aí há, potencialmente, condições para dissabores.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 03:18

240613555_10157913030341555_5039217819132906296_n.

Do ponto de vista teórico e mediante as possibilidades, é um sorteio "agradável".

Mas quando se fala da maior competição mundial de clubes, as diferenças teóricas são tão ténues que mesmo um sorteio "agradável" implica um grupo difícil.

Mais do que o valor dos adversários (e não é coisa pouca), o que me suscita mais questões é o comportamento da equipa do Sporting. Não pela sua qualidade, pois tem a suficiente para ser apurada, mas pela falta de experiência do plantel a este nível competitivo.

Numa competição onde o traquejo e a experiência contam, e muito, espero que essa falta de experiência não condicione, nem iniba, a equipa de demonstrar o seu real valor e a sua qualidade. Se assim for, temos boas possibilidades de passar à fase seguinte.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 04:18

direito-desportivo.jpg

Apesar de toda a narrativa sobre a "inconstitucionalidade", e a "demonização", da cláusula anti-rivais, o facto é que todos, principalmente o Inter, temiam a sua aplicação. Caso contrário qual o motivo para uma rescisão em que se abdica de uma verba de venda a troco de "nada"?

O Sporting CP terá de se bater para provar que esta rescisão foi uma forma de contornar a obrigação de cumprir cláusulas contractuais que foram livremente aceites e assinadas pelas duas partes. E não me refiro só à cláusula anti-rivais.

O contrato de venda do João Mário ao Inter previa pagamentos extra mediante variáveis atingidas. Ainda no final da época passada foi noticiado que o Sporting recebeu um milhão de euros pelo facto do Inter ter sido campeão italiano. Se estas variáveis forem atingidas esta temporada (ainda na vigência do contracto inicialmente assinado) será o Sporting compensado?

Não acredito que o Sporting tenha contractualmente acordado que uma "mera" rescisão de contrato, por acordo entre o Inter e o jogador, anulava todas estas cláusulas. Seria um convite a todo o tipo de esquemas.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 03:33

O futebol expressivo de Nuno Santos

Rui Gomes, em 09.08.21

img_920x518$2020_12_20_00_26_16_1793757 (2).jpg

Eu gosto da atitude e do inconformismo do Nuno Santos. As caras que faz nada têm a ver com o ambiente da equipa, nem sequer o afectam, como se viu no embate da Supertaça, quando reagiu à atitude de um dos Horta. É também com este espírito e insatisfação que se constrói um balneário campeão.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 06:03

gettyimages-1232253775-612x612.jpg

Obviamente não estou a defender este modelo de negócio (50%) como um padrão para o Sporting. Eu próprio já aqui escrevi que não quero ver o Sporting como "barriga de aluguer" para negócios de outros.O que defendo é uma avaliação caso a caso e se o valor desportivo do jogador o justificar tentar a sua contratação, mesmo que implique, como recurso, a partilha dos direitos económicos do jogador. Não é o cenário ideal, mas sacrifica-se a vertente económica em detrimento da vertente desportiva.O Pote tem de ser mencionado como um bom exemplo de gestão desportiva. Conseguimos, através de uma habilidade negocial, um deveras extraordinário activo desportivo, ao mesmo tempo que impedimos o fortalecimento de um adversário directo. É este sucesso que eu prevejo para o Ugarte.

Texto da autoria de Leão do Norte

NOTA: Segundo Record, Ugarte é esperado em Alvalade para assinar contrato e a SAD "garantiu mais 30% por 6 milhões caso o médio cumpra 90 jogos". Ou seja, a cada 30 jogos oficiais, o Sporting poderá adquirir mais 10% do passe com custo fixo de 2 milhões de euros.

publicado às 05:33

Os melhores adeptos do Mundo

Rui Gomes, em 07.05.21

img_920x518$2021_05_04_00_36_46_1845826.jpg

Há bastante tempo que tenho uma vontade enorme, quase desesperada, de assistir a jogos ao vivo e ontem, não me contive, e fui para Vila do Conde. Bem sabia que não poderia assistir ao jogo, mas queria voltar a sentir aquele ambiente e ser mais uma gota no oceano que tem sido o apoio recente à equipa. Só mesmo o Sporting para me fazer cometer uma loucura dessas, a meio de uma semana de trabalho, e "abdicando" quase de dormir.

Todos nós, que assistimos ao futebol há largos anos, já estivemos em grandes ambientes e sabemos muito bem em que isso se traduz, mas, mesmo assim, o de ontem surpreendeu-me. Que ambiente fantástico, antes, durante e depois do jogo. Inacreditável o apoio de tanta gente (num jogo fora de Alvalade) que "" estava ali para apoiar a equipa, na sua passagem, mesmo sabendo que não poderia ver o jogo ao vivo, nem sequer estar perto da equipa. Como sempre digo o Sporting é um Clube de Portugal, com apoio em qualquer região onde vá.

Assisti ao jogo inteiro no exterior do campo, pelo meu TM, e em determinados momentos o ambiente era tão, ou mais, intenso como se estivessemos lá dentro. Mesmo afastados do recinto, por um perímetro de segurança que me pareceu "excessivo", creio que algo chegou à equipa durante o jogo.

Fico-me por este destaque aos adeptos, não só porque é algo que deve ser realçado, mas também porque a forma que tive de ver o jogo não me permite grandes considerações "técnico-tácticas". Mas não restou qualquer dúvida da nossa força, do nosso querer e da justiça da nossa vitória.

Apesar da prudência, concentração e entrega que ainda são necessárias, está criada uma onda na equipa e nos adeptos que só pode terminar bem!

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 03:04

1024.jpg

A actual situação do Sporting reflecte uma injustiça muito comum na vida. Rúben Amorim e os jogadores do Sporting estão a ser vítimas do sucesso e de todo o excelente trabalho que realizaram. Se não tivessem realizado a brilhante prestação conseguida até à data, de todo inesperada, e estivessem em terceiro lugar, a grande maioria não faria críticas. Como conseguiram ter uma prestação e resultados bem acima das expectativas "habituaram" os adeptos a esse rendimento, e agora que essa prestação não é tão brilhante, até por alguns factores justificáveis, são criticados. Na vida, e no futebol em especial, a memória é mesmo muito curta.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 04:34

Nuno Santos não é só arma ofensiva

Rui Gomes, em 01.03.21

fcpscp_2.jpeg

Compreendo a insatisfação com o rendimento ofensivo do Nuno Santos, apesar de ele ser dos que tem melhor qualidade no remate e poder marcar a qualquer momento (como fez contra o Portimonense), mas temos de pensar também no aspecto defensivo. Ninguém dá, a Rúben Amorim, tantas garantias de fechar o lado esquerdo, como o Nuno Santos.

Comentário do nosso colega redactor Leão do Norte

publicado às 03:18

Os "condicionalismos" do dia

Rui Gomes, em 26.01.21

142991894_10157484576501555_2022957488344895248_o

Jogo complicado e cheio de condicionalismos.

Condicionalismo dos cartões em jogadores chaves na equipa.
Condicionalismo da ausência do nosso maior goleador e desequilibrador, precisamente quando estava a retornar a sua melhor forma.
Condicionalismo físico. Não esquecer que o Boavista realizou o seu último jogo há 10 dias e nesse período o Sporting realizou 2 jogos de grande intensidade e em terrenos pesados. Falando em terrenos pesados, hoje teremos certamente mais um, o que, à partida, favorece a equipa menos dotada tecnicamente e mais propensa a defender.
Condicionalismo histórico, por parte do Sporting, de jogar no Bessa.

Entre todos estes condicionalismos espero que apareça o condicionalismo inibitório que o Boavista pode sofrer pela sua actual realidade desportiva e que, frente ao líder da Liga, continue a sua série negativa.

Texto de Leão do Norte neste post de Leão Zargo.

publicado às 04:03

Frase do dia

Rui Gomes, em 20.01.21

image.jpg

"Como não podia deixar de ser, e porque envolvia o Sporting, o aspirante a clube relevante, tal "cão de fila", veio "ladrar", não vá o "dono" ficar zangado com o silêncio".

Leão do Norte

publicado às 04:30

A racionalidade do bom "cozinhado"

Rui Gomes, em 03.12.20

f89ddce38c27ed677cb80b4661b766e3.jpg

Mesmo sabendo muito bem que a natureza humana tem uma atracção quase... "natural" para a penível desgraça, para a maledicência, para a crítica negativa, custa-me entender esse comportamento que nos torna mais "primitivos", ao invés de, usando a racionalidade, sermos mais justos e positivos. Mas, filosofias à parte e não querendo ser ofensivo, a racionalidade é, para alguns, um bem escasso.

Para a incompreensível atitude daqueles que esperam que o "cozinhado" esturre, só posso desejar que a azia da espera se transforme numa indigestão quando virem a qualidade do "prato cozinhado"!

Texto da autoria de Leão do Norte, neste post de Nação Valente.

publicado às 03:02

ltut5807.jpg

Jogadores podem "minar" um clube se não estiverem comprometidos com a sua realidade, mas também compete ao clube criar condições para esse compromisso.

O clube deverá ter um projecto desportivo aliciante, com objectivos de conquistas e com a necessária valorização dos jogadores, para estes sentirem que quando for oportuno (para clube e jogador) ser-lhes então dada a oportunidade de partirem para outras conquistas e condições.

Mas como, apesar das condições dadas pelo clube, há sempre jogadores (ou empresários) que colocam a "ganância" acima de tudo, o clube deve proteger-se com contratos de longa duração e ser profilático nas medidas tomadas com os "irreverentes". Se um jogador tem contrato até 2025 e mesmo assim desafia o clube, nada melhor do que tomar uma atitude de força e mostrar-lhe o muito que tem a perder. Servirá também de exemplo a outros.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 04:03

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 26.10.20

21912807_UmZdL.jpeg

"Temos sempre a tendência para avaliar as saídas só como perdas. Efectivamente, elas têm algo de perda, mas também são sinónimo de ganho, pois possibilitam o aparecimento e o crescimento de outros jogadores... O Daniel Bragança, o Gonzalo Plata, o Tabata estão a precisar de palco para demonstrarem o seu potencial e a saída do Vietto abre esse espaço".

Comentário do leitor Leão do Norte

publicado às 02:18

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 04.10.20

img_920x518$2020_10_03_16_55_01_1761909.jpg

Contextualizando com factos:

Nove dias após o início oficial da época, três jogos disputados em oito dias, isolamento de aproximadamente 14 dias para 9 jogadores e treinador, sem jogos disputados (particulares ou oficiais) entre 09 e 24 de Setembro...

Com este escasso período da temporada, com estas condicionantes e mesmo percebendo que se falhou um objectivo da temporada, pergunto que ambiente sente a equipa e o que externamente lhe está a ser indirectamente transmitido, para o treinador manifestar que muita gente já desistiu da equipa do Sporting e que para ele e para os jogadores que estão lá dentro isto não acabou?

Os verdadeiros adeptos devem meditar bem nestas palavras. Dizer isto ao segundo jogo do campeonato é algo inédito a que nunca tinha assistido. São a meu ver um misto de alerta e descontentamento.

Podem alguns alegar que o treinador não tem de manifestar este tipo de opiniões, mas eu penso precisamente o contrário. Não estando acima de críticas desportivamente justas o grupo, através do seu líder, deve alertar (enquanto é tempo) para as situações que afectam a sua estabilidade e em nada beneficiam as suas hipóteses de sucesso desportivo, caso contrário transforma-se num grupo amorfo, que se pode "habituar" ao insucesso.

E um grupo com personalidade e ambicioso deve manifestar a sua opinião quando acha que está de algum modo a ser usado como "arma de arremesso" para guerras que afectam a sua estabilidade e o seu sucesso.

Comentário do leitor Leão do Norte

publicado às 03:48

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 21.09.20

Screenshot (181).png

Para nós adeptos o Aberdeen será uma incógnita, mas certamente que a equipa técnica do Sporting terá feito o trabalho de análise e conhecerá as suas características.

Eu, por curiosidade, vi partes de um jogo seu e o que vi foi uma equipa essencialmente física, com estilo britânico "à antiga", mas muito fraca a nível de qualidade técnica.

Está perfeitamente ao alcance de um Sporting de início de época e com rendimento médio.
Mas tratando-se de um só jogo, há que não facilitar, pois durante a partida podem surgir contingências que alterem a ordem normal das coisas.

Comentário do leitor Leão do Norte

____________________________________________

NOTA: Com seis jornadas realizadas, o Aberdeen FC encontra-se neste momento em 4.º lugar no campeonato escocês, com 4 vitórias e 2 derrotas. Este domingo, foi visitado e derrotado pelo Motherwell, por 3-0.

Este vídeo é do recém-embate frente ao Viking FK, na Noruega, que apurou o Aberdeen para defrontar o Sporting, com uma vitória por 2-0.

A UEFA nomeou o árbitro montenegrino Nicola Dabanovic para dirigir o jogo de quinta-feira. Dabanovic estará pela segunda vez num jogo dos leões, depois de ter apitado em 2018 o Vorskla Poltava-Sporting (1-2) da fase de grupos da Liga Europa.

Caso tenha sucesso nesta terceira ronda preliminar, o Sporting discutirá o play-off da Liga Europa com o vencedor do jogo entre LASK Linz e DAC Streda.

publicado às 04:49

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 15.09.20

1599253550_956502_1599253641_noticia_normal.jpg

Na minha óptica, um "valor substancial" por Wendell terá de ser superior a 30ME...

Além de ser o coração da equipa, poderá valorizar imenso este ano.

Espero que o Sporting não facilite de todo a sua saída.

Comentário do leitor Juskowiak

__________________________________________

Pode parecer exagerado, mas tendo em conta as "negociatas" deste mercado, não o vendia por menos de 40M. Estamos a falar de um jogador com apenas 23 anos, internacional jovem brasileiro, muito provável futuro Internacional A, já adaptado ao futebol europeu e com enorme potencial. Para além disso, com a relevância que terá no esquema de Rúben Amorim, pode estar à beira da "explosão".

Mas também sou da opinião que o Sporting não deve facilitar, nem promover, a sua saída. O Sporting deve também ter algum retorno desportivo dos jogadores e não ser só uma "incubadora" ou "escala para outros voos".

Comentário do leitor Leão do Norte

publicado às 03:48

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 07.09.20

693778_med_o_primeiro_treino_da_pre_epoca_de_ruben

Em relação à questão em voga sobre o ponta de lança, há uma situação para a qual tenho alguma expectativa. Que ideia terá Rúben Amorim para Luiz Phellype e se ele terá algum papel no esquema do técnico?
Sabendo-se que à partida não será opção prioritária e as suas características também não o favorecem face a outras opções, terá ainda assim alguma importância no esquema de RA, ou será usado apenas como "arma" quando as coisas não estiverem a correr bem?
É uma situação que me deixa curioso, até por comparação com o "miúdo" Tiago Tomás.

Comentário do leitor Leão do Norte

publicado às 03:16

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 04.09.20

vlcsnap-2015-11-03-10h35m34s252-750x422.png

A propalada vontade de ganhar do FC Porto chama-se atitude, mesmo que não concorde com alguns dos seus métodos.
O Porto nunca dá nada "de borla" mesmo que o objectivo principal esteja perdido. Por diversas vezes o Benfica já teve a oportunidade de celebrar o campeonato no Porto e nunca o conseguiu. Outros clubes não teriam grande motivação para o evitar, já não serve para nada diriam, mas a atitude do Porto nunca é essa.
Longe de mim querer criar alguma clivagem entre Norte e Sul até porque as generalizações são sempre injustas, mas creio que esta atitude reflecte uma realidade cultural. Seja pela multiculturalismo, seja pela maior diversidade de solicitações o foco em Lisboa está mais disperso. No Porto o clube está no centro, acima de tudo, e os jogadores são "obrigados" a interiorizar essa realidade.
Não desejo, até porque as realidades são vincadamente distintas, que este comportamento se transfira para o Sporting, mas amiúde penso que os jogadores e os adeptos deviam ter um maior foco e uma atitude mais comprometida com os interesses do Clube, e deixarem-se de algum "aburguesamento" e egoísmos que minam as suas hipóteses de sucesso.

Comentário do leitor Leão do Norte

publicado às 05:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo