Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Guarda-redes e o mercado

Rui Gomes, em 31.05.22

download.jpg

Tendo em conta o valor em causa, o Sporting faz bem em não exercer a opção de compra. Mas não descarto a continuidade do João Virgínia em Alvalade. Como não creio que o Everton o queira integrar nos seus quadros, se não existirem opções vantajosas, o acordo pode ser feito por um valor mais baixo. Veremos...

Em relação a alternativas de qualidade existentes nesta altura na Liga Portugal destacaria o Luiz Júnior do Famalicão, o Samuel Portugal do Portimonense e o Luiz Felipe da B-SAD.

O Luiz Júnior seria a opção mais qualificada, mas é bastante difícil pois tem um contrato de longa duração (2026) com o FC Famalicão e acredito que os famalicences pedirão, pelo menos, 5 M€ pela sua venda.

O Samuel Portugal pode ser uma boa hipótese. Tem grande qualidade e será mais barato que o Luiz Júnior.

Também gostei do Luiz Felipe da B-SAD, mas consta que irá para o Boavista.

Texto de Leão do Norte

publicado às 11:45

O mérito do trabalho realizado

Rui Gomes, em 16.05.22

onze.jpeg

Aqui está o discurso, irrealista e demagógico, que tem contribuído para o ocaso SCP, nas últimas décadas. Nesta época, em três títulos ganhámos dois, entrámos pelo segundo ano consecutivo na Liga dos Campeões o que é bom em comparação com adversários com mais meios. Devíamos ganhar mais? Claro. O treinador é o primeiro a reconhecê-lo.

Não consigo enquadrar na demagogia avulsa de ganharmos o campeonato todos os anos. Jogamos com adversários muito fortes e com armas ainda superiores. Isto de ganhar sempre, de trinta e um de boca, é fácil.

Em dois anos ganhámos títulos e lutámos até ao fim em todas as provas internas. Estamos a construir uma equipa competitiva que tem vindo a melhorar, mas que ainda não é a melhor do mundo. E assim continuará, com realismo, indiferente a vozes insensatas, para ganhar muitas mais vezes, do que costumava ganhar.

Texto de Nação Valente

_________________________________________

Não me parece que a actual estratégia ou o discurso do Sporting sejam "para a próxima época é que é...". Esse discurso assentava na ideia de começar de novo, "rebuild", na percepção de que, com novas ideias e novos intervenientes, a realidade e os resultados seriam outros. Nada disso parece nortear o rumo do actual Sporting. Não conquistamos o título ou a taça, e em determinados aspectos sabemos porquê, mas 85 pontos e 27 vitórias reforçam o rumo seguido, sem necessidade de "milagres" ou "sebastianismos" para o futuro. Ninguém pode ficar satisfeito com a perda do título de campeão nacional, mas o mérito do descanso também passa pela consciência de cada um com o trabalho realizado.

Texto de Leão do Norte

publicado às 05:18

O inclinar do campo

Rui Gomes, em 23.03.22

carlos-calheiros.jpg

Sobre os irmãos Calheiros, aqui vai uma pérola, em jeito de confissão, e que traduz a realidade do assunto em debate.

São excertos de uma entrevista efectuada há alguns anos:

Carlos Calheiros, ex-árbitro da primeira categoria, reconheceu que "inclinava o campo" e diz que os árbitros da actualidade ainda o fazem. A justificação, segundo o ex-árbitro, tem a ver com as classificações.

"É tudo por causa das classificações dos árbitros. Acredito que os árbitros, por causa das classificações e por saberem quem é o observador, que é quem dá a nota ao árbitro, podem inclinar um bocado o campo".

Confrontado com a ideia generalizada de que beneficiava o FC Porto, foi claro: "Se um árbitro vai arbitrar um determinado clube e lhe dizem que o delegado também é desse clube, naturalmente o pressuposto dele é mais favorável para esse clube. Na dúvida, não vai ser contra. Toda a gente fazia isso. Não há volta a dar", justificou.

Sem pudor, Calheiros garante ainda "não ter problemas com isto" e não sentir remorsos porque, explica... "era só em situações de dúvida que o fazia". "O campo ficava um bocadinho inclinado no sentido em que, na dúvida, não se era contra esse clube (...) era capaz de ser mais permissivo nas entradas dos jogadores mais agressivos (...) não se mostrava o amarelo tão depressa...", explicou.

Como se pode comprovar o "modus operandi" continua bem actual.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 12:00

A exigida atitude mental

Rui Gomes, em 12.03.22

citysporting11.jpg

A questão da atitude mental, a nível competitivo, por parte do Sporting CP é uma aspecto complicado. Em certa medida pode ser trabalho pelo Rúben Amorim, mas o aspecto mais essencial está na practica. Por mais palestras de alerta ou motivacionais que se façam aos jogadores, nada substitui a pressão, a envolvência do próprio jogo. Daí ser necessário os jogadores do Sporting continuarem a disputar estes jogos (Champions) com estes ambientes e estas exigêngias, para adquirirem a maturidade competitiva necessária.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 03:19

Linha avançada renovada

Rui Gomes, em 26.02.22

img_467x599$2022_02_26_02_34_39_1966714 (2).jpg

Mais um obstáculo que tem de ser ultrapassado para continuarmos na grande luta pelo bi-campeonato. Amanhã (hoje) jogaremos com uma linha avançada renovada. A opção mais lógica parece ser Nuno Santos, Paulinho e Marcus Edwards, mas eu não me espantaria se o Rúben Amorim colocasse a tripla Nuno Santos, Paulinho e Bragança, com este último a fazer de Pote.

Comentário de Leão do Norte, no post "O Sporting joga amanhã"

publicado às 02:33

resize.jpg

"A incendiária intervenção no jogo de apanha-bolas, seguranças e supostos arrumadores de publicidade, todos em uníssono molestando física e verbalmente vários jogadores do Sporting, em articulação que não era de modo algum espontânea".

Só por ignorância ou pura estupidez se pode acreditar na coincidência de comportamentos de uma cambada de arregimentados.

Quem assiste a jogos no Dragão sabe perfeitamente que o ambiente que lá se verifica não existe em nenhum outro campo do país. A pressão e a intimidação praticadas condicionam a arbitragem e os adversários. Os jogadores de campo e o banco do FC Antas, juntamente com o público, é que arbitram o jogo.

Texto de Leão do Norte

publicado às 03:02

A perseguição ao Sporting

Rui Gomes, em 11.02.22

img_920x518$2020_02_22_02_59_55_1666901.jpg

É por de mais óbvia a perseguição movida à maior potência desportiva nacional.
Porquê? Entre outras, está o facto da actual direcção do SCP pretender a moralização do desporto em Portugal e a grande dor de cotovelo pelas vitórias alcançadas sem o recurso a trafulhices, como têm feito os dois clubes que se intitularam donos do desporto nacional, especialmente do futebol.
Com o apoio do poder político que protege os corruptos e até concedeu uma condecoração ao responsável máximo da FPF, cujo conselho de "disciplina" é um antro de corrupção.
Com o partido que protege os corruptos a continuar a governar (e a governar-se) nada de bom se poderá esperar, nesta matéria. Até sugiro a criação do ministério da corrupção, e para ministro o Corleone e secretário de estado, o criminoso que foi presidente do clube de Carnide (ou vice-versa).

Comentário do leitor FF

22233048_pQFjf.png

Se o processo disciplinar se deve unicamente ao que foi publicamente referido, só posso interpretar como perseguição ao Sporting e ao Nuno Santos.
Os representantes do organismo têm andado surdos em relação ao que semanalmente, jornada após jornada, se ouve pelos terrenos de jogo?
É irritante esta sanha persecutória ao Sporting, desta vez apoiada na moralidade. Mas uma moralidade "audioselectiva"!

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 04:03

Slimani seria útil ao Sporting

Rui Gomes, em 29.01.22

Islam-Slimani-17.jpg

Pessoalmente gostaria de voltar a ter Slimani no Sporting CP. O problema está na vertente económica. Pelos valores salariais que se fala é quase proibitivo, mas com a idade que tem e o rendimento que actualmente apresenta, Slimani, após terminar o vínculo com o Lyon, não pode aspirar a contractos com valores próximos desses. 

O Slimani seria útil ao Sporting. Sabemos que não é um ponta de lança para o esquema do Rúben Amorim, nem seria a opção principal, mas em determinados jogos o seu instinto goleador e jogo de cabeça podem fazer grande diferença. Cada vez mais os adversários se encaixam no jogo do Sporting e alguém que venha mudar o paradigma da nossa forma de criar perigo pode ser importante.

Para além disso todos sabermos a importância que tem, no futebol português, um goleador com bom jogo na área, muito em especial contra a grande maioria das equipas que jogam fechadas.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 03:02

image.jpg

Depois de ver este jogo (Portimonense) ainda me pergunto... Como é possível que muitos adeptos sportinguistas achem que o Nuno Santos não tem qualidade nem é útil para o Sporting?
É o nosso melhor assistente, provavelmente é o melhor rematador de longa distância, tem um permanente espírito de luta e de entrega ao jogo, desempenha múltiplas funções no flanco esquerdo...
Sinceramente não compreendo. Uma equipa não pode ter só estrelas ou sobredotados e o Nuno tem algumas limitações, mas são estes jogadores que contribuem para o destaque de outros e, quando estes não conseguem, estão lá para desbloquear e resolver jogos.

Texto de Leão do Norte

NOTA: Esta época, em todas as competições, Nuno Santos já participou em 28 jogos, 15 dos quais como titular, acumulando 1506 minutos de jogo (média de 54 minutos por jogo), com 7 golos marcados e 3 assistências.

Na época passada, participou em 37 jogos, 28 dos quais como titular, acumulando 2385 minutos de jogo (média de 64 minutos por jogo), com 8 golos marcados e 10 assistências.

Um número que talvez surpreenda muitos: em 2021, Nuno Santos participou em 51 jogos.

publicado às 04:47

Com a inteligência que tem demonstrado, não tenho qualquer dúvida que Rúben Amorim sabe perfeitamente como gerir a sua carreira. E em termos dessa gestão, a permanência no Sporting nos próximos tempos parece ser a opção acertada.

Screenshot (551).png

Não se trata de uma opinião meramente baseada num desejo pessoal mas, como escreveu o nosso leitor Zé Manel, pelo simples facto de não faltarem exemplos de quem deu "passos maiores que a perna" e acabou por... cair. Nalguns casos, os proveitos de carreira são essencialmente devido a indemnizações e não a resultados desportivos.

Actualmente o Sporting Clube de Portugal faculta a Rúben Amorim todas as condições, inclusive a nível de decisão e planeamento desportivo, para o seu sucesso desportivo. E os resultados têm-no comprovado... Com benefício para as duas partes.

Texto de Leão do Norte

publicado às 03:49

24041510770583.jpg

O facto deste sujeito estar, há tantos anos, a arbitrar na primeira categoria, é uma das situações mais inconcebíveis e vergonhosas do futebol português. Mesmo sabendo todos o suporte que o segura. Com esta "figura" em campo o Sporting está sujeito a que tudo lhe aconteça, independentemente da qualidade do seu jogo ou do valor do adversário.
Chega a parecer impossível avaliar, com seriedade, um jogo do Sporting arbitrado por esta personagem.

Texto de Leão do Norte

publicado às 03:04

A ausência de Paulinho é sentida?

Rui Gomes, em 13.12.21

paulinho1.jpg

"(...) Em relação ao jogo de ontem quero destacar um aspecto que deve fazer reflectir os sportinguistas. Notou-se a falta do Paulinho nas combinações ofensivas. Que o diga o Pote. No Sporting parece que há uma necessidade intrínseca de se criarem "ódios de estimação", seja porque os jogadores não marcam muitos golos, ou porque são limitados tecnicamente, ou ainda até porque foram muito caros... Como se o objectivo final fosse o rendimento individual e não o colectivo. E, actualmente, em relação ao rendimento colectivo do Sporting, estamos conversados.

Leão do Norte

"Concordo caro amigo Leão do Norte, com que diz sobre a ausência de Paulinho. E a sua opinião é sustentada por muitos analistas desportivos, com conhecimentos na análise ao jogo. Espero que os anti "paulinho" que fizeram uma campanha vergonhosa contra o jogador, tendo apenas como critério a ausência de golos, reconheçam o erro, baseados na sua pretensão de catedráticos de futebol, chegando a pôr em causa a competência de Amorim, na sua contratação.

Mas pior que os pretensos catedráticos, são aqueles, que o fazem por má fé. Lembro-me também do que fizeram com o Matheus Reis, embora de forma mais suave, após os seus primeiros jogos, acusando-o de não ter categoria para jogar no Sporting. A verdade é que temos que viver com esta assertividade, sem qualquer rigor. A realidade acabará por calá-los. Aplica-se o ditado: os cães ladram e a caravana passa".

Nação Valente

"A tripla, Pablo Sarabia, Paulinho e Pedro Gonçalves é única no campeonato português, de longe a melhor, e a ausência de qualquer um deles fragiliza de forma clara a equipa. Mas Vou mais longe; a ausência do Paulinho é das que representa mais peso na equipa actualmente. Ninguém faz como ele a pressão à saída da bola do adversário ou a disputa dos lances divididos. Em Barcelos vai fazer imensa falta espero que o Rúben encontre uma boa solução para a sua ausência".

Julius Coelho

publicado às 03:04

Sem esquecer os adeptos

Rui Gomes, em 10.11.21

image (1).jpg

A expressão Onde Vai Um Vão Todos também tem de se aplicar aos adeptos no apoio à equipa, independentemente do lugar, do momento ou de interferências externas.
Com a crescente onda verde de apoio, esta equipa é imparável!

Texto de Leão do Norte

publicado às 02:34

image (2).jpg

É totalmente irreal acreditar que um grupo, que age de modo vincado na irracionalidade de colocar interesses pessoais ou personalizados bem acima dos do nosso Sporting Clube de Portugal, tenha qualquer tipo de comportamento democrático ou que com ele se possa estabelecer um mínimo de entendimento.

É o tipo de herança cujo peso se poderá sentir por gerações de sportinguistas. Compete a quem, desinteressadamente, apoia o Sporting CP, diminuir esse peso e promover a sua extinção.

Em relação ao posicionamento de testas de ferro eu não me ficava só pelo brunismo. Infelizmente há outros focos que, acobertos pelo brunismo e sem a algazarra mediática, também procuram minar o trabalho desta Direcção para, desta forma, assumirem o poder. O lançamento "suicida" de testas de ferro enquadra-se perfeitamente nessa estratégia.

Esta minha convicção advém do que publicamente tem vindo a ser dito, por determinadas pessoas, inclusive, escassas semanas após as últimas eleições. Esperemos por próximos capítulos.

Texto de Leão do Norte

publicado às 03:03

Impaciência é o reflexo do fracasso

Rui Gomes, em 04.10.21

image.jpg

"O grande problema é que muitas vezes nós adeptos não temos paciência e queremos que os jogadores que vêm para o Sporting, tenha imediatamente rendimento desportivo." 

E quantos jogadores o Sporting já desperdiçou pela excessiva impaciência dos adeptos e consequentemente pela insegurança das equipas técnicas?

Ninguém está a pedir "crédito ilimitado" para os jogadores, mas, após meia dúzia de jogos, não é nada legítimo estar a condená-los. Os tempos e as necessidades de adaptação variam consideravelmente.

Texto/comentário de Leão do Norte

___________________________________________

O jogador da foto disse isto recentemente:

“O Sporting tem um lugar especial no meu coração e será sempre o meu clube em Portugal. Sabemos que o Rúben Amorim aposta em qualquer tipo de jogador. Ele aposta pela qualidade e não pela idade do jogador e isso é muito bom para os jovens. Talvez tivesse sido bom para mim, mas graças a Deus que as coisas estão a correr bem. Tenho pena de não me ter estreado pelo Sporting. Fui convocado algumas vezes, mas acabei por não entrar. É algo que tenho pendente. Talvez com Amorim tivesse sido diferente, tivesse conseguido mostrar o que tenho demonstrado fora de Portugal”.

publicado às 02:35

Valorizar os adversários

Rui Gomes, em 30.08.21

coates_2.jpg

Temos de começar a valorizar mais os adversários. Antes e depois dos jogos.

Há adversários, e o Famalicão é um deles, que em determinadas circunstâncias conseguem causar dissabores. Em condições absolutamente normais o Sporting tem qualidade de sobra para superiorizar-se a estes adversários. O problema é que poderão haver dias em que não estamos nesse estado de normalidade e o adversário estar a um nível superior. Aí há, potencialmente, condições para dissabores.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 03:18

240613555_10157913030341555_5039217819132906296_n.

Do ponto de vista teórico e mediante as possibilidades, é um sorteio "agradável".

Mas quando se fala da maior competição mundial de clubes, as diferenças teóricas são tão ténues que mesmo um sorteio "agradável" implica um grupo difícil.

Mais do que o valor dos adversários (e não é coisa pouca), o que me suscita mais questões é o comportamento da equipa do Sporting. Não pela sua qualidade, pois tem a suficiente para ser apurada, mas pela falta de experiência do plantel a este nível competitivo.

Numa competição onde o traquejo e a experiência contam, e muito, espero que essa falta de experiência não condicione, nem iniba, a equipa de demonstrar o seu real valor e a sua qualidade. Se assim for, temos boas possibilidades de passar à fase seguinte.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 04:18

direito-desportivo.jpg

Apesar de toda a narrativa sobre a "inconstitucionalidade", e a "demonização", da cláusula anti-rivais, o facto é que todos, principalmente o Inter, temiam a sua aplicação. Caso contrário qual o motivo para uma rescisão em que se abdica de uma verba de venda a troco de "nada"?

O Sporting CP terá de se bater para provar que esta rescisão foi uma forma de contornar a obrigação de cumprir cláusulas contractuais que foram livremente aceites e assinadas pelas duas partes. E não me refiro só à cláusula anti-rivais.

O contrato de venda do João Mário ao Inter previa pagamentos extra mediante variáveis atingidas. Ainda no final da época passada foi noticiado que o Sporting recebeu um milhão de euros pelo facto do Inter ter sido campeão italiano. Se estas variáveis forem atingidas esta temporada (ainda na vigência do contracto inicialmente assinado) será o Sporting compensado?

Não acredito que o Sporting tenha contractualmente acordado que uma "mera" rescisão de contrato, por acordo entre o Inter e o jogador, anulava todas estas cláusulas. Seria um convite a todo o tipo de esquemas.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 03:33

O futebol expressivo de Nuno Santos

Rui Gomes, em 09.08.21

img_920x518$2020_12_20_00_26_16_1793757 (2).jpg

Eu gosto da atitude e do inconformismo do Nuno Santos. As caras que faz nada têm a ver com o ambiente da equipa, nem sequer o afectam, como se viu no embate da Supertaça, quando reagiu à atitude de um dos Horta. É também com este espírito e insatisfação que se constrói um balneário campeão.

Texto da autoria de Leão do Norte

publicado às 06:03

gettyimages-1232253775-612x612.jpg

Obviamente não estou a defender este modelo de negócio (50%) como um padrão para o Sporting. Eu próprio já aqui escrevi que não quero ver o Sporting como "barriga de aluguer" para negócios de outros.O que defendo é uma avaliação caso a caso e se o valor desportivo do jogador o justificar tentar a sua contratação, mesmo que implique, como recurso, a partilha dos direitos económicos do jogador. Não é o cenário ideal, mas sacrifica-se a vertente económica em detrimento da vertente desportiva.O Pote tem de ser mencionado como um bom exemplo de gestão desportiva. Conseguimos, através de uma habilidade negocial, um deveras extraordinário activo desportivo, ao mesmo tempo que impedimos o fortalecimento de um adversário directo. É este sucesso que eu prevejo para o Ugarte.

Texto da autoria de Leão do Norte

NOTA: Segundo Record, Ugarte é esperado em Alvalade para assinar contrato e a SAD "garantiu mais 30% por 6 milhões caso o médio cumpra 90 jogos". Ou seja, a cada 30 jogos oficiais, o Sporting poderá adquirir mais 10% do passe com custo fixo de 2 milhões de euros.

publicado às 05:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo