Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



image.jpg

Bruno Fernandes foi escolhido para a equipa da semana da Liga Europa, relativa aos jogos de quinta-feira.

O capitão do Sporting assistiu para um golo, marcado por Luiz Phellype, e marcou outro na vitória, por 2-1, sobre o LASK Linz, em Alvalade. Bruno Fernandes foi o rosto da reviravolta de cinco minutos da equipa de Silas.

Nota, ainda, para a entrade de Evan N'Dicka no onze da semana. O defesa do Eintracht Frankfurt marcou o golo que derrotou o V. Guimarães, por 0-1, no Estádio D. Afonso Henriques.

 
Confira a equipa da semana da Liga Europa: 
 

Guarda-redes: Plamen Iliev (Ludogorets);

Defesas: Boli Bolingoli (Celtic), Rafael Forster (Ludogorets), Evan N'Dicka (Eintracht), Kieran Tierney (Arsenal);

Médios: Mohamed Elyounoussi (Celtic), Dani Quintana (Qarabag), Bruno Fernandes (Sporting), Gabriel Martinelli (Arsenal);

Avançados: Donyell Malen (PSV) e Umar Sadiq (Partizan).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:02

Segunda parte de inversão...

Rui Gomes, em 03.10.19

71847162_10156272325071555_8646705229200359424_n.j

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:56

Convocatória para o Lask Linz

Rui Gomes, em 03.10.19

72084227_10156271307171555_3854373818311114752_n.j

Uma convocatória em que Silas quase repete os mesmos 19 jogadores que foram chamados para o embate da passada segunda-feira frente ao Desportivo das Aves.

Battaglia, Ristovski, Jovane Cabral e Fernando continuam fisicamente indisponíveis. E, pelos vistos, algo também se passa com Rosier dado que não está na lista. Gonzalo Plata dá lugar a Rafael Camacho.

Ainda não conhecemos Silas o suficiente para tentar antecipar as suas ideias para este jogo da Liga Europa, mas não surpreenderá ver o mesmo 'onze' a entrar de início, talvez, e digo talvez, com José Rodríguez a dar lugar a Luiz Phellype, e, claro, Ilori a lateral direito, dado que não está mais ninguém para a posição. O ponta de lança brasileiro entrou muito bem no encontro com o Aves e conseguiu dar a dinâmica no último terço que até esse ponto tinha eludido o seu colega espanhol.

Sendo assim, a equipa inicial deverá ser a seguinte:

Renan; Ilori, Coates, Mathieu e Borja; Eduardo, Doumbia e Bruno Fernandes, Vietto, Bolasie e Luiz Phellype.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31

Podíamos ter ido mais longe...

Rui Gomes, em 19.09.19

70450029_10156239507771555_1655786231356719104_n.j

... E apesar do amargo da derrota, fica na história o golaço de Pedro Mendes, em menos de dois minutos no relvado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:08

A oportunidade de Pedro Mendes

Rui Gomes, em 19.09.19

Pedromendes.jpg

Pedro Mendes foi convocado pelo Mr. Leonel Pontes para o embate desta quinta-feira, na Holanda, frente ao PSV Eindhoven.

Não é certo se vai alinhar de início ou até pisar o relvado, mas a julgar pelas palavras do treinador é muito provável que o jovem ponta de lança vá ter a oportunidade de mostrar o seu valor:

"Uma das primeiras decisões tomadas foi a inscrição do Pedro Mendes na Liga Europa. No campeonato não foi possível porque a data já tinha expirado. Este não é o melhor contexto para ele, mas, tendo em conta as suas caraterísticas, temos de aproveitar o balanço para lhe dar a oportunidade. É uma janela para ele e também para os outros, porque o Sporting CP, como instituição, tem sido pioneiro no lançamento de jovens jogadores para o mais alto nível".

Ao serviço da equipa de sub-23 na Liga Revelação, Pedro Mendes foi titular nos seis jogos realizados até ao momento, com 509 minutos de jogo e 7 golos marcados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:03

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 18.09.19

70762856_10156234655166555_4372026521188040704_o.j

Marinho, antigo defesa do Sporting, teceu breves considerações sobre a estreia da equipa leonina na edição desta época da Liga Europa, frente ao PSV Eindhoven:

"Não vai ser fácil. Não pelo momento do Sporting, mas por ser uma competição europeia e uma Liga Europa que está cada vez mais competitiva. O PSV está a dividir a liderança [no campeonato holandês] com o Ajax. É uma equipa fortíssima e joga em casa. O Sporting está em mudança, mas vai comportar-se como clube grande que é e como uma equipa que tem uma palavra a dizer nesta competição. O Sporting terá de tentar fazer o melhor jogo possível na Holanda, o que não vai ser fácil.

Pela sua experiência, competência e trajecto merece estar no lugar em que está. Mas estará sempre refém dos resultados, veja-se o grande Mourinho, também ele vítima dos resultados. Por isso, isto não muda para ninguém. Neste momento o Leonel é o homem certo para o Sporting e se os resultados o acompanharem, poderá continuar".

Entretanto, na primeira jornada da fase de grupos da Champions, resultados mais em destaque: Benfica a escorregar, na Luz, perante os alemães do RB Leipzig (1-2), o campeão europeu Liverpool a cair por 2-0 na visita a Nápoles, Lyon e Zenit empatam (1-1) em França e o Ajax marca três golos sem resposta perante o Lille.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:32

Convocatória para o PSV Eindhoven

Rui Gomes, em 18.09.19

71142471_10156235683286555_7599592288334905344_n.j

A lista de 20 jogadores convocados por Leonel Pontes para o embate desta quinta-feira com o PSV Eindhoven, a contar para a primeira jornada da fase de grupos da Liga Europa.

Por motivos de saúde, Jesé Rodriguez foi substituído por Jovane Cabral na convocatória. O jogador tem uma gastroenterite e ficará a recuperar.

O jovem guarda-redes Hugo Cunha estreia-se na Europa com a equipa principal, mas decerto que assistirá ao jogo na bancada. O outro jovem, o ponta de lança Pedro Mendes, também é novidade, mas veremos se chega a pisar o relvado.

Luiz Phellype continua a recuperar de lesão, mas Luciano Vietto regressa à equipa, e é muito provável que seja titular. Nota-se a ausência de Mathieu que será decerto para descansar e Battaglia que só será inscrito na UEFA em Janeiro.

Não faço a mínima ideia dos planos de Leonel Pontes para este jogo, mas vou adiantar o meu palpite sobre o onze inicial:

Renan; Rosier, Coates, Luís Neto e Acuña; Doumbia, Wendel e Bruno Fernandes; Vietto, Gonzalo Plata e Bolasie.

Não sei se Gonzalo Plata merece a titularidade depois da pobre exibição frente ao Boavista e é de admitir que Rafael Camacho também merecerá consideração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:31

Screenshot-at-Sep-09-09-21-22.png

A UEFA revelou esta quinta-feira as listas oficiais dos jogadores inscritos pelos clubes participantes na fase de grupos da Liga Europa.

Os jogadores do Sporting na lista A são os seguintes:

Guarda-redes: Renan Ribeiro e Luís Maximiano;

Defesas: Ilori, Coates, Neto, Rosier, Mathieu e Borja;

Médios: Bruno Fernandes, Wendel, Doumbia, Eduardo, Acuña, Gonzalo Plata e Rafael Camacho;

Avançados: Luiz Phellype, Luciano Vietto, Jesé Rodríguez, Fernando e Bolasie.

Battaglia e Ristovski ficaram fora da lista, não só por não estarem aptos fisicamente, mas também pelo limite de jogadores não formados no Clube. Os dois jogadores poderão ser inscritos depois em Janeiro.

Jovane Cabral, Miguel Luís e Diogo Sousa, constarão na lista B.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:38

ligaeuropa2.jpg

A UEFA divulgou esta quinta-feira os valores a serem atribuídos a cada participante na Liga Europa. O Sporting é único clube português com a participação garantida na fase de grupos, com o Vitória de Guimarães (segunda pré-eliminatória) e SC Braga (terceira pré-eliminatória) a entrarem mais cedo em prova.

Assim, os leões têm garantidos 2,92 milhões de euros. Valor que pode subir consoante o ranking entre os clubes na fase de grupo (o pior classificado recebe 71 mil euros, enquanto o melhor vai receber 3,4 milhões de euros).

Actual 35.º classificado, o Sporting CP é a quinta equipa melhor posicionada entre as que já garantiram entrada na Liga Europa, atrás de Manchester United, Sevilha, Roma e CSKA Moscovo.

Recorde-se que uma vitória na fase de grupos vale 570 mil euros e um empate 190 mil. 1.º lugar no Grupo vale um milhão de euros.

Nem sequer vale a pena recordar os prémios da Liga dos Campeões para determinar quão ridículos são os valores que a UEFA atribui à Liga Europa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:46

 

img_920x519$2019_02_21_19_05_56_1508424.jpg

 

Considerações de Andrés Fernández, treinador do Villarreal, no final do jogo:

 

" A expulsão foi decisiva na eliminatória, deu-nos o empurrão para o empate. O Sporting foi um adversário muito complicado, mas conseguimos empatar e passar a eliminatória.

 

Nós estávamos bem a defender, mas o Sporting aproveitou um erro nosso. Contudo, na segunda parte conseguimos virar as coisas a nosso favor".

 

Haja alguém minimamente honesto na análise do jogo de ontem, mesmo que essa pessoa seja o acima citado treinador adversário. A expulsão de Jefferson por acumulação de amarelos - qualquer um deles descabido e absurdo - foi um escandaloso "roubo de igreja".

 

Detesto ver sportinguistas aproveitar estas ocasiões menos felizes do nosso Clube, para despejar todo o género de crítica impiedosa. Há momentos para tudo, inclusive para criticar, mas nem sempre.

 

img_920x519$2019_02_21_19_07_02_1508432.jpg

 

Considerações do nosso leitor Julius Coelho:

 

"Perdemos a eliminatória em Lisboa.

 

O Sporting não sairia derrotado nesta eliminatória, o árbitro checo percebeu isso e tratou de o impedir.

 

O árbitro ou é um imbecil irresponsável, e aponta-se o dedo à UEFA por alimentar imbecis, ou então tem a máfia russa por trás.

Exige-se à Federação Portuguesa de Futebol que defenda os seus filiados e proteste veemente a forma como o Sporting foi tratado em Villarreal.

 

 É muito duro e injusto dizer que o Jefferson se pôs a jeito. Ele disputa o lance e salta por cima, o espanhol esperto e de forma matreira mete o braço a impedir o salto obrigando o pé a bater no braço e cair-lhe no corpo. O Jefferson não tem asas. 


Que podemos comentar de um jogo claramente viciado desde o seu início?".

 

 

horiGettyImages-862991844Thumb.jpg

 

Confesso que não me veio à mente até ser referido por leitores, mas há quatro anos (2015/16) este mesmo apitador - Pavel Královec - trabalhou o CSKA - Sporting (3-1), e invalidou um golo limpo a Slimani, aos 82', que teria permitido o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

 

As coisas não acontecem por mero acaso!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:33

 

a775604e-73fb-44e8-872c-1f1ae20124ac.jpg

 

Depois de um árbitro decidir resolver uma partida, nem há disponibilidade de espírito para falar do jogo em si.

 

A intenção premeditada do checo Pavel Kralovec - marcar bem o nome - ao expulsar injustamente Jefferson aos 50 minutos - já depois de lhe ter mostrado o primeiro cartão amarelo num lance vulgaríssimo, aos 35 minutos, foi um factor decisivo, inclinando a contenda a favor da equipa espanhola, com o empate fatal a surgir aos 80 minutos.

 

O Sporting alinhou de início com Salin; Coates, Ilori, Borja; Ristovski, Jefferson, Gudelj, Wendel; Bruno Fernandes, Diaby e Bas Dost.

 

Suplentes: Renan, André Pinto, Raphinha, Luiz Phellype, Jovane Cabral, Miguel Luis e Thierry Correia.

 

download.jpg

 

O Sporting sentiu dificuldades em penetrar a defesa do Villarreal na primeira parte, mas apesar de mais posse de bola e da agressividade ofensiva dos espanhóis, nenhuma clara oportunidade de golo foi criada, sendo então Bruno Fernandes a inaugurar o marcador numa brilhante jogada individual ao cair do pano no período inicial.

 

Após a expulsão, o jogo foi limitado à pressão do Villarreal na zona mais próxima da baliza de Salin e o Sporting a defender-se pelos meios ao alcance. Bas Bost ainda teve a vitória nos pés num cruzamento de Bruno Fernandes, mas não levou a melhor sobre a bola.

 

Por fim, se é que haviam dúvidas, este jogo serviu para ilustrar esclarecidamente que o Sporting deve procurar novo lateral direito para a próxima época. No jogo de hoje, Ristovski foi de longe o pior leão no relvado. Comprometeu frequentemente a equipa com a sua displicente cobertura defensiva e, não por mero acaso, o lance do golo do Villarreal foi iniciado precisamente pelo homem da sua responsabilidade.

 

Considerações de Andrés Fernández, treinador do Villarreal, no final do jogo:

 

" A expulsão foi decisiva na eliminatória, deu-nos o empurrão para o empate. O Sporting foi um adversário muito complicado, mas conseguimos empatar e passar a eliminatória.

 

Nós estávamos bem a defender, mas o Sporting aproveitou um erro nosso. Contudo, na segunda parte conseguimos virar as coisas a nosso favor".

 

Haja alguém minimamente honesto na análise do jogo, mesmo que essa pessoa seja o treinador adversário. Detesto ver sportinguistas aproveitar estas ocasiões menos felizes do nosso Clube, para despejar todo o género de crítica impiedosa. Há momentos para tudo, inclusive para criticar, mas nem sempre.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:53

Só podemos esperar mais dissabores !

Rui Gomes, em 15.02.19

 

ponturi-pariuri-sporting-vs-villarreal-europa-leag

 

Cheguei finalmente à conclusão que eu mais receava: com Marcel Keizer ao leme, não há hipótese!

 

Este Sporting é um conjunto que existe no abstracto e que pratica um futebol agonizante. Se já havia causa para duvidar da sua capacidade, o golo sofrido aos 3' foi o suficiente para revelar uma equipa sem o mínimo de chama, dinâmica e intensidade de jogo, que passou o resto do primeiro período sem sequer ameaçar a baliza adversária.

 

Nem vale a pena falar de Bruno Gaspar novamente como titular, porque só o treinador vê nele aquilo que nos elude a todos, mas com um meio campo constituído por Petrovic e Miguel Luís - sim, o muito desejado Miguel Luís - era missão praticamente impossível sair dali algo minimamente construtivo.

 

img_920x519$2019_02_14_22_38_47_1505650.jpg

 

Na linha da frente, um Bas Dost a trabalhar muito mas pouco ou nada consequente, dado que só uma ou duas vezes foi servido de modo a poder tentar violar a baliza do Villarreal, e numa dessas ocasiões o guarda-redes fez uma grande defesa.

 

Raphinha com uma primeira parte desastrosa, e ocasionalmente ameaçador no período complementar, rematando até ao poste, mas longe do melhor que já vimos dele. Jovane Cabral muito esforçado, mas a acusar falta de ritmo, porventura pela sua pouca utilização em dias recentes e porque também nunca rendeu muito quando é titular.

 

Por fim, o incontornável Marcus Acuña, a deixar a sensação que o seu objectivo prioritário neste momento é fazer as malas e seguir caminho para a Rússia. Até sofreu falta no lance que levou ao primeiro amarelo, mas protestar com um árbitro com disposição inclinada, só podia ter um fim. Quando essa oportunidade surgiu, aos 77', o juiz francês nem hesitou.

 

img_920x519$2019_02_14_22_29_19_1505636.jpg

 

Houve dois jogadores no relvado que deram o que nas circunstâncias tinham para dar: Coates e Bruno Fernandes. Muito pouco para tanto. Outros que não deram mais porque o seu pouco talento não o permite e ainda alguns que simplesmente não executaram como se exige.

 

Tudo isto, complementado por um sistema de jogo quase impossível de compreender, faz com que a missão se torne muito complicada. O resultado alimenta a esperança de se poder dar a volta à eliminatória em Espanha, mas não a jogar como se jogou ontem, nem com algumas das mesmas opções do técnico. E... só a pensar que no domingo temos o SC Braga.

 

Ao longo dos meus anos no futebol tive ocasião de demitir alguns treinadores, mas como mero adepto, é um acto muito longe do meu pensamento. Hesito em adiantar que se deve tomar medidas agora e não esperar pelo fim da época, apenas porque não sei qual será a melhor solução. Uma coisa é certa; salvo uma mudança nada menos do que drástica, este Sporting só vai sofrer mais dissabores.

 

Nota: Alerto, desde já, que se surgirem aqui os usuais opositores de má fé a tentarem aproveitar-se da ocasião menos agradável, como é seu hábito, é minha intenção eliminar todos os seus comentários.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:48

Convocatória para o Villarreal

Rui Gomes, em 14.02.19

 

51739642_10155787770406555_7375274070679486464_n.j

 

A principal novidade, em termos de inclusão, nesta lista de 18 jogadores chamados por Marcel Keizer para o embate da Liga Europa, é obviamente Miguel Luís. O jovem médio deixou de ser fazer parte dos planos do técnico desde a boa exibição contra o Belenenses.

 

Em termos de exclusão, verifica-se Doumbia e Francisco Geraldes, por não terem sido inscritos na UEFA, Jefferson e Borja, por opção técnica. Isto só pode significar que Acuña vai regressar ao sector defensivo.

 

Bruno Gaspar em detrimento de Borja, ou até Jefferson, deixa-me algo perplexo, mas assim é o raciocínio to treinador holandês.

 

Para não variar, creio que Keizer vai insistir neste onze:

 

Renan; Ristovski, Coates, André Pinto e Acuña; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Diaby, Raphinha e Bas Dost.

 

P.S.: Mathieu e Nani continuam a recuperar de lesão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:48

 

productimage_large.jpg

 

Nesta altura do ano as equipas que ainda participam na Europa têm a oportunidade de rever a lista de jogadores inscritos, tendo em mente que só podem fazer três alterações.

 

Marcel Keizer foi confrontado com escolhas difíceis e optou por inscrever Tiago Ilori, Cristián Borja e Luiz Phellype, deixando de fora Idrissa Doumbia e Francisco Geraldes, entre os recém-chegados a Alvalade.

 

Ilori, Borja e Phellype entram para as vagas de Viviano, Battaglia e Carlos Mané. O guarda-redes italiano foi emprestado à SPAL; o médio argentino lesionou-se com gravidade em Novembro, foi operado e não deverá voltar a jogar esta época; o avançado português foi cedido ao Union Berlim. 

 

Lamenta-se a exclusão de Doumbia, mas creio que se compreende o dilema de Keizer. Por razões óbvias, Tiago Ilori é uma necessidade absoluta no eixo da defesa. Borja serve para acautelar a provável saída de Acuña, ficando apenas Jefferson para o lado esquerdo da defesa. Luiz Phellype para alargar as opções ofensivas na linha da frente, nomeadamente a ponta de lança.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:01

Renan em destaque na Liga Europa

Rui Gomes, em 17.01.19

 

img_920x518$2019_01_16_21_10_00_1494465.jpg

 

Através do Twitter, na sua conta da Liga Europa, a UEFA lançou um desafio aos seus seguidores, para que estes escolham qual a melhor defesa da fase de grupos. São quatro à escolha e uma delas é de Renan Ribeiro, guarda-redes do Sporting, e foi conseguida no duelo com o Arsenal (em Alvalade), graças a uma excelente acção na saída aos pés de Pierre-Emerick Aubameyang.

 

Em destaque está também o português José Sá, guarda-redes do Olympiacos, enaltecido pelo penálti e recarga defendidos diante do Betis. Martin Hansen, do Basileia, e Guillermo Ochoa, do St. Liège, são os outros nomeados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:16

 

DunoWNzWkAAMJVX.jpg

 

O Sporting vai defrontar os espanhóis do Villarreal nos 16 avos de final da Liga Europa. Os leões jogam a primeira mão no Estádio José Alvalade, em Lisboa, a 14 de fevereiro de 2019, e a segunda em Espanha, no dia 21.

 

A este ponto da competição não há adversários fáceis, mas parece-me que este clube espanhol é viável. Situa-se actualmente em 17.º lugar na La Liga, com apenas 15 pontos em 16 jogos.

 

Eis os restantes jogos dos 16-avos-de-final da Liga Europa:

 

Galatasaray-Benfica
Bate Borisov-Arsenal
Fenerbahçe-Zenit
Lazio-Sevilha
Olympiacos-Dinamo Kiev 
Rennes-Bétis
Celtic-Valência
Shakhtar Donetsk-Eintracht Frankfurt
Malmö-Chelsea
Zurique-Nápoles
Krasnodar-Bayer Leverkusen 
Slavia Praga-Genk
Rapid Viena-Inter
Club Brugge-Salzburgo
Viktoria Plzen-Dinamo Zagreb 

 

Hugo Viana esteve em Nyon a representar o Sporting no sorteio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:16

Golos e muita juventude à mistura

Rui Gomes, em 14.12.18

 

47682721_10155664842391555_9129256500101906432_n.j

 

O Sporting resolveu esta partida com uma excelente primeira parte em que marcou três golos por intermédio de Fredy Montero e Miguel Luís, que se estreou a marcar pela equipa principal e na Europa, perante um adversário que não teve argumentos para contrariar e com o «capitão» Bruno Fernandes em grande plano.

 

O onze inicial: Salin; Ristovski, Coates, André Pinto e Acuña; Petrovic, Bruno Fernandes e Miguel Luís; Carlos Mané, Jovane Cabral e Montero.

 

Suplentes: Renan, Jefferson, Diaby, Pedro Marques, Abdou Conté, Bruno Paz e Thierry Correia.

 

img_920x519$2018_12_13_21_21_51_1483440.jpg

 

Sem objectivos desportivos em disputa, dado que o apuramento para a próxima fase já estava garantido, Marcel Keizer optou por descansar vários titulares e dar a oportunidade a jovens da equipa de sub-23. O Sporting acabou a partida com Miguel Luís, Thierry Correia, Bruno Paz e Pedro Marques em campo, além dos já integrados Jovane Cabral e Carlos Mané.

 

Esta equipa continua a demonstrar uma grande apetência para golos. Além dos três do primeiro período, várias claras oportunidades foram desperdiçadas no segundo tempo.

 

Aguardamos o sorteio para os 16-avos-de final, que decerto apresentará um adversário muito mais difícil do que a formação ucraniana desta quinta-feira.

 

img_920x519$2018_12_13_22_04_59_1483460.jpg

 

Miguel Luís

 

"É uma felicidade tremenda para mim marcar aqui. Sou um jovem, quero aproveitar todas as oportunidades que me dão. Irei continuar a aproveitar, dar o meu melhor e corresponder às expectativas. O meu futuro é dar o que está ao meu alcance e ajudar o Sporting a atingir todos os objectivos. Esta camisola é minha, é especial, vou guardá-la para sempre".

 

Pedro Marques

 

"Espero que o golo apareça, pois é para isso que eu trabalho sempre. Entrei com muita vontade, mas infelizmente não consegui marcar. O nervosismo estava lá, mas o carinho dos adeptos e o apoio de toda a equipa ajudou a superar isso e foi entrar e fazer o meu melhor".

 

Marcel Keizer

 

"A nossa primeira parte foi muito boa. Fiquei feliz com o jogo. A partir dos 25 minutos deveríamos ter circulado mais a bola, mas estávamos um pouco cansados com toda aquela pressão. Marcámos os dois golos, criámos oportunidades e fizemos o que todos os adeptos gostam quando estão a ver futebol. Fiquei feliz por isso. Na segunda parte fiquei especialmente satisfeito pelos miúdos. Podíamos ter feito mais golos e não o fizemos. Mas para a Academia foi muito bom, pois acabámos com cinco ou seis jogadores de lá. Foi bom de se ver".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:48

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:16

 

46897820_10155635856116555_2688738785306345472_n.j

 

O Sporting fez em Baku tudo aquilo que lhe compete, perante um adversário claramente inferior: marcar golos - neste caso nada menos do que seis -, sofrer o mínimo - apenas um -, e vencer o jogo, garantindo a passagem aos 16-avos-de-final da Liga Europa.

 

O Sporting alinhou de inicio com Renan Ribeiro: Bruno Gaspar, Coates, André Pinto e Jefferson; Wendel, Gudelj e Bruno Fernandes; Nani, Diaby e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin, Thierry Correia, Tiago Djaló, Petrovic, Miguel Luís, Carlos Mané e Jovane.

 

download.jpg

 

Os golos leoninos foram marcados por Bas Dost (5'), Bruno Fernandes (20 e 75'), Nani (33'), e Diaby aos 65 e 81 minutos.

 

O sistema de jogo deste Sporting pode não deslumbrar, mas está a provar ser eficaz e, sobretudo, nota-se claramente um acréscimo de confiança nos jogadores. A equipa sabe o que o Marcel Keizer pretende dela e tem vindo a cumprir com os desejos do técnico, até com bom futebol à mistura.

 

Destaque ainda para a estreia do jovem Thierry Correira na equipa principal e numa prova europeia - entrou no jogo aos 74 minutos.

 

O Sporting termina assim a fase de grupos da Liga Europa, situando-se em 2.º lugar no Grupo E, com 10 pontos, 3 atrás do Arsenal, registando três vitórias, um empate e uma derrota, 10 golos marcados e 3 sofridos.

 

Parabéns leões !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:36

Convocatória para o Qarabag

Rui Gomes, em 28.11.18

 

47159362_10155636947446555_4638264886667771904_n.j

 

Entre lesões, castigos e não inscritos, Marcel Keizer debate-se com muitas ausências para o embate desta quinta-feira em Baku. Disposição que o levou a chamar quatro jovens da equipa de sub-23: o guarda-redes Diego Sousa, os defesas Tiago Djaló e Thierry Correira, e o médio Miguel Luís.

 

Mathieu e Marcus Acuña cumprem jogo de castigo; Ristovski, Battaglia, Raphinha e Fredy Montero estão lesionados; Bruno César, Marcelo, Lumor, Misic e Castaignos não estão inscritos para provas da UEFA; Viviano e Luís Maximiano foram preteridos.

 

O Sporting ocupa o 2.º lugar no Grupo E, com sete pontos, mais quatro do que o Vorskla Poltava e do que o Qarabag, ambos no último posto com três pontos, precisando apenas de um empate para garantir a qualificação para a próxima fase, na qual já figura o Arsenal, que lidera com 10 pontos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo