Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



120715232_10157247196591555_7306023574663975671_o.

Num instante, o que parecia bem no Sporting de Rúben Amorim foi alvo de críticas, depois da inesperada eliminação da Liga Europa, e o treinador teve mesmo de sair em defesa da equipa, dizendo que já havia quem tivesse desistido deste Sporting.

Mas, à 3ª jornada da Liga portuguesa, dificilmente é altura para desistir seja de quem for. Principalmente de uma equipa que tem uma dupla de 'Nunos' que entraram a todo o gás em Portimão, resolvendo o jogo em 11 simples minutos, e que, assim, ainda não perdeu na Liga NOS.

Nuno Mendes marcou o seu primeiro golo oficial logo ao minuto 8´e que golo. Grande jogada do lateral de 18 anos, que depois de driblar três adversários, atirou para o fundo da baliza de Samuel. Segundo o portal Zerozero, tornou-se assim o defesa mais jovem do Sporting a marcar o primeiro golo pelo Clube, com 18 anos, 3 meses e 16 dias

O Sporting passa a somar os mesmos seis pontos do FC Porto e do Marítimo, a três do líder Benfica e a um do Santa Clara, segundo classificado, tendo ainda o jogo da primeira ronda por disputar, frente ao Gil Vicente.

Nuno Mendes foi eleito o melhor em campo e teve isto para dizer:

"É muito importante este prémio. Mas sem os meus colegas e a equipa técnica não seria possível. Demos uma boa resposta e estamos de parabéns. Golo? Cada lance é como se fosse o último e encarei-o assim. Este é o clube do meu coração e vou guardar este dia para sempre. O meu trabalho é só jogar. O que se passa fora não ligo muito. Estamos bem no campeonato. Temos duas vitórias sem sofrer golos. O que aconteceu antes já esquecemos."

Rúben Amorim também adiantou algumas considerações no final da partida:

"Entrámos bem no jogo, com qualidade na bola. Não durou assim tanto tempo mas isso tem a ver com a juventude da equipa. Controlámos bem e nesses primeiros 30 minutos podíamos ter resolvido. Depois agarrámo-nos uns aos outros e foi assim até ao fim.

Sabia em que ponto os jogadores estão e a sua confiança. Jogo do Sporting transmite o que é a equipa: muito irreverente e solidária mas revela depois alguma inexperiência, o que é normal. Vamos crescer.

Esta equipa sentiu muito o resultado (quinta-feira) e precisa de toda a gente à volta deles. Entendo a divisão que existe no Sporting, entendo que o treinador jogou muitos anos naquele lado e é difícil alguns entenderem isso mas estes rapazes precisam da ajuda deles, pois são formados no Sporting e eles sentiram essa derrota. Mas talvez da idade e como se agarram uns aos outros, é uma imagem forte.

Para mim é um orgulho ser treinador desta equipa pelo espírito que eles têm".

publicado às 05:05

download.jpg

O fim da ligação entre a NOS e a Liga portuguesa não é uma boa notícia. É a leitura do director executivo do Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM).

Em entrevista à Rádio Renascença, Daniel Sá lembra que "estamos a falar do principal patrocinador da competição, por inerência, da própria Liga. Apesar da notícia da não renovação vir com mais de um ano de antecedência e, portanto, dar, de alguma forma, margem para que a Liga tenha tempo para encontrar soluções, encontrar um novo patrocinador, há um enorme desafio para o organismo, numa fase em que enfrentamos uma grande crise económica e, à partida, haverá menor disponibilidade financeira das marcas para patrocinar”.

Para o especialista em marketing desportivo o habitual clima de tensão em torno da prova, pode ser outra dificuldade. Daniel Sá refere que “uma marca quando se associa ao futebol vai buscar duas coisas: uma é visibilidade, com muito retorno mediático, muito tempo de antena em todos os meios de comunicação, isso é garantido”.

Sublinha, no entanto, que o futebol português não tem vindo a dar a segunda coisa que as marcas mais procuram, que é uma associação de valores positiva. “Basta olharmos para os últimos dias, onde ainda nem sequer retomámos a competição, a confusão voltou mais cedo que a competição. As marcas não querem estar envolvidas nesse cenário".

Daniel Sá está convencido de que não faltarão marcas que queiram estar associadas à principal Liga do futebol português: “dentro dos patrocínios disponíveis em Portugal, a principal competição é um fruto muito apetecido, precisamente pela parte do retorno mediático. Isto tudo depende, depois, dos valores que estão a ser considerados".

Sá explica que o existente contrato com a NOS foi celebrado há cerca de sete anos, com determinados pressupostos, “quem vier a assumir este novo contrato vai deparar-se com a maior crise económica das últimas décadas e isto pode condicionar bastante o valor pelo qual o patrocínio pode ser negociado”.

Insiste que “neste cenário de crise, vai haver aqui a dificuldade de encontrar um novo fôlego, um novo sponsor, que eu estou certo que aparecerá – vamos ver em que termos e em que condições – e que, espero, continue a aproximar cada vez mais o nosso principal campeonato, das cinco principais ligas europeias que é o que mais interessa em termos financeiros e desportivos".

publicado às 02:35

estadio.jpg

A Liga anunciou que as vistorias já terminaram e que será agora realizado um relatório. Será a Direcção-Geral da Saúde a aprovar os recintos.

Já se sabe que a I Liga voltará a ser disputada a partir de dia 4 de Junho, mas ainda falta saber onde. A Liga e a Federação Portuguesa de Futebol, juntamente com "uma empresa especializada", já realizaram vistorias aos estádios e, agora, será entregue um "relatório descritivo", e será a Direcção-Geral da Saúde a aprovar quais os recintos aptos para receber as últimas 10 jornadas, sendo certo que os jogos "só decorrerão nos estádios aprovados pela DGS", de acordo com o comunicado da Liga, publicado esta sexta-feira.

Tanto a Liga como a FPF também anunciaram que "já definiram a estratégia e o plano de comunicação exigidos pelo parecer técnico" da DGS, de forma a "garantir que os adeptos conhecem os planos de contingência dos clubes e as normas e orientações da DGS".

Segundo o comunicado, "a estratégia definida utilizará a capacidade de comunicação dos diversos agentes desportivos para promover junto da sociedade civil a necessidade de cumprir as medidas da DGS" no combate à Covid-19.

publicado às 05:45

unnamed.jpg

Comunicado da Liga Portugal a anunciar a retoma de competição a 4 de Junho:

"No passado domingo, a DGS emitiu o parecer técnico sobre as condições do regresso da Liga NOS à competição, no seguimento da decisão do Governo do passado dia 30 de Abril.

Recorde-se que, na supracitada data, o Executivo enquadrou esta competição profissional como uma das actividades autorizadas ao desconfinamento.

Ao longo dos últimos dias, as várias entidades têm levado a cabo sucessivas reuniões de alinhamento para que a retoma possa acontecer em segurança e com todas as medidas de protecção que mitiguem os riscos inerentes ao regresso à actividade, seguindo-se uma fase de vistorias para apuramento dos estádios que efectivamente cumprem os requisitos definidos naquele parecer técnico.

Antecipa-se que este trabalho conjunto da DGS e da Liga Portugal sirva de modelo para a retoma de várias outras actividades económicas, pretendendo-se que esta competição profissional forneça um exemplo das boas práticas que esta pandemia nos impõe.

Por forma a garantir que são rigorosamente vistoriados os vários estádios e realizados os testes médicos a todos os profissionais envolvidos nos jogos e na respectiva organização, está apontada a data de 4 de Junho de 2020 para o primeiro jogo da 25.ª jornada da Liga NOS".

publicado às 03:49

89042146_10156671104956555_6078944067620700160_o.j

Depois dos nossos erros, temos as arbitragens que se encarregam do resto. Duas grandes penalidades que ficaram por assinalar, a primeira sobre Coates aos 77', que foi agarrado pela camisola quando se fez ao cruzamento de Luís Neto, e o segundo, sobre Pedro Mendes, que sofreu um empurrão nas costas que o levou ao relvado.

Acabei de ver a análise da Sport TV que repetiu os dois lances várias vezes.

Ficamos agora à espera para ver se há ou não novo treinador. Segundo os sites noticiosos, a contratação de Rúben Amorim já está finalizada, à espera apenas de ser anunciada pelo Sporting.

Silas confirma a sua saída do Sporting CP e que a decisão foi tomada na sexta-feira após o desaire na Turquia:

"Quero pedir desculpa aos sócios e adeptos do Sporting, porque o Sporting e a sua história exigem muito mais do que isto. Quero também dizer que este é o meu último jogo no Sporting. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ter a chance de aprender coisas que nunca iria aprender. É uma decisão mais do que pensada, que começou a ser pensada após o jogo da Turquia e que foi tomada na sexta-feira, sem volta atrás. Foi tomada por várias razões que não vou enumerar. Foi um orgulho representar o Sporting. Acho que realmente numa ou outra situação poderíamos ter feito mais, acho que todos o podíamos ter feito. Esta decisão baseia-se no pensar no Sporting, pois o clube tem de pensar na próxima temporada, para não voltar a ter os dissabores que teve nesta. O mais natural é sairmos e o Sporting pensar noutro treinador, que comece já a trabalhar com os jogadores e a sua ideia. O soberano aqui é o melhor do Sporting".

Não sei se é apenas a minha interpretação, mas fica a ideia que foi ele que se demitiu.

publicado às 22:04

87951743_10156645845446555_7433350236203909120_o.j

Nota: No lance mais polémico do jogo, como sempre, o benefício da dúvida nunca é dado ao Sporting. Na minha opinião, Ricardo Costa devia ter sido expulso e grande penalidade assinalada, por aquela entrada aos pés juntos sobre Gonzalo Plata.

publicado às 19:32

liga (2).jpg

No balanço desta jornada tenho que dizer, uma vez mais, que condeno veementemente toda a violência que vai proliferando no futebol, com a conivência de quem deveria tomar medidas efectivas para banir todos os que não cumprem esta essência do desporto.

No jogo em Guimarães, Marega abandonou o relvado em protesto contra ataques racistas. Não percebi o que se passou, mas tenho a certeza que o ex-jogador vimaranense tomou a atitude em reacção a comportamentos incorrectos vindo das bancadas. Lamentável.

O jogo foi equilibrado, com o Porto a aproveitar bem as oportunidades e o V. Guimarães a mostrar que se tivesse um matador, tipo Paulinho Cascavél, poderia ter batido o pé ao Porto.

No meu prognóstico para a Sport TV, coloquei o SC Braga e o V. Guimarães a ganhar e o meu Sporting também. Infelizmente, só acertei num dos jogos, aquele em que a equipa minhota venceu na Luz. E venceu bem, animando a liga portuguesa, curiosamente com um golo marcado por Palhinha, emprestado pelo Sporting.

No jogo em Vila do Conde, o meu Clube realizou uma exibição completamente abaixo do exigível. O melhor foi mesmo o resultado - o empate - num jogo em que Max mostrou ter todas as condições para ser o dono da baliza do Sporting, tendo Luís Neto realizado um boa exibição, Jovane mostrou que quer jogar mais e Plata deve ter mais oportunidades. A grande conclusão, no entanto, é que sem Vietto, Acuña e Mathieu, agora que não temos Bruno Fernandes, a equipa do Sporting se mostra muito vulnerável. Oxalá, tenha sido a pior exibição da época. 

Ficamos com a luta pelo título mais acesa, com o SC Braga em terceiro lugar e com um treinador que ainda não perdeu, mesmo tendo jogado contra os três grandes. Merece ser o destaque da jornada, quer pelo novidade de conseguir um feito que não acontecia há mais de meio século, quer pela conquista do 3º lugar. 

Agora, regressamos às competições europeias. Eu, que gosto sempre que Benfica e Porto percam nas competições internas, deixo votos de boa sorte a todos os clubes envolvidos na Liga Europa. O "ranking" português da UEFA agradece.

publicado às 03:33

Rio Ave/Sporting

Rui Pedro Barreiro, em 16.02.20

dd686e89-9a06-4baf-96f2-fb6868b66e68.jpeg

Ao terceiro jogo da época com o Rio Ave, conseguimos empatar!

Para variar lá tivemos um jogador expulso, mas tivemos a sorte do jogo apesar do remate de Eduardo à barra... Max garantiu o empate depois de uma boa arrancada de Bolasie, ficando a responsabilidade de marcar a grande penalidade com Jovane.

Jogo em que o resultado foi obviamente muito melhor que a exibição. O onze que começou teve jogadores muito abaixo do exigível numa equipa como o Sporting. Apesar de Silas ter mexido bem na equipa (podia/devia ter mexido logo ao intervalo), julgo que as ausências de Vietto, Acuña e Mathieu foram demasiado sentidas. O nosso meio campo foi incapaz de se superiorizar ao do Rio Ave, criando dificuldades à nossa defesa e não disponibilizando bola jogável a Sporar.

Melhor em campo da equipa leonina, Luís Maximiano. Espera-se uma melhor exibição na próxima quinta-feira, no jogo da Liga Europa, em Alvalade.

_________________________________________

Os mil e um sistemas de Silas

Um artigo da autoria de Bernardo Ribeiro, Director de Record

O Sporting mereceu o empate em Vila do Conde?

Mereceu porque os leões não têm culpa da incompetência dos anfitriões. O Rio Ave estava a ser muito superior, tinha o jogo na mão, podia ter dilatado várias vezes, mas mesmo com dez o Sporting não baixou os braços e o penálti existiu mesmo. Como Jovane não falhou, aceita-se. Futebol também é isto.

Como se explica que o Sporting jogue tão pouco?

É verdade que os leões não têm o mais equilibrado dos plantéis, mas daí a não poderem jogar melhor... Silas muda de sistema como quem muda de camisa numa equipa sem maturidade táctica para tanto. Aliás, poucas haverá capazes de desempenharem tantos sistemas. Falta uma ideia de jogo a este leão. Isto é fingir que tem várias.

Entendem-se as escolhas de Silas em Vila do Conde?

É sempre injusto criticar sem ver os treinos. Ainda assim, deixar Battaglia no banco para deixar jogar Doumbia é para mim uma espécie de sacrilégio. Depois, no lançamento do jogo Silas disse que o Sporting tinha Sporar, Jovane e Plata. De início jogou apenas o primeiro. Haverá explicação, mas eu não consigo dar.

Nota-se dedo de treinador no Rio Ave?

Muito. Apesar do empate, a equipa do Rio Ave foi muito superior ao Sporting. mandou nos tempos do jogo, foi mais incisiva ofensivamente, mesmo que falhando várias oportunidades. Belo trabalho de Carlos Carvalhal.

publicado às 04:04

sitepremiomelhormedionosbrunofernandes.jpg

Bruno Fernandes foi eleito o melhor médio a actuar na Liga NOS em Janeiro.

O médio, entretanto transferido para o Manchester United, que foi totalista nos quatro jogos do Sporting CP no período em questão, tendo apontado dois golos, recolheu 16,30% dos votos.

Assim, superou a concorrência de Gabriel (SL Benfica), que obteve 10,37% dos votos, e de Palhinha (SC Braga), que fechou o pódio com 9,63%.

publicado às 03:16

84763622_10156610082851555_8317172609284308992_o.j

O Sporting recebeu e venceu, esta noite, o Portimonense, por 2-1, em jogo da 20.ª jornada da Liga NOS, uma vitória inteiramente justa.

Boa exibição da equipa leonina que pecou apenas por alguma ineficácia frente à baliza do Portimonense, excepção pelo fantástico golo de Jérémy Mathieu, eleito o homem do jogo.

Com este resultado, o Sporting recupera o pódio na classificação (35 pontos), um ponto à frente do SC Braga e três do Famalicão.

O próximo adversário é o Rio Ave.

publicado às 19:30

84401807_10156592571891555_5339108939835375616_o.j

Mais um jogo em que o Sporting não fez o suficiente para ultrapassar os dois adversários que teve pela frente e sem Bruno Fernandes (estava na bancada), a missão tornou-se ainda mais complicada.

O Sporting situa-se agora em quarto lugar, com 32 pontos, em igualdade pontual com o Famalicão e um ponto atrás do SC Braga.

GoalPoint-Braga-Sporting-Liga-NOS-201920-90m.jpg

O que Luís Neto teve para dizer pós-jogo:

"Preparámos uma estratégia para este jogo, acho que a cumprimos em boa parte do tempo.Tivemos momentos muito por cima do SC Braga. Mas fomos condicionadíssimos na primeira parte, saímos para o intervalo com seis amarelos. Uma coisa incrível! Um árbitro internacional, que diz nas reuniões do jogo que não vai apitar contactos, que vai ter paciência, mostra seis amarelos. Já não se pode falar com ninguém?

É uma falta de respeito da equipa de arbitragem durante todo o jogo. O Coates fez uma falta aos três minutos e já estava a dizer que na próxima ia para a rua. Um capitão, isto é uma vergonha! Não pudemos fazer mais faltas na segunda parte. Num jogo desta importância, ele não pode vir apitar desta forma. As culpas que nós temos assumimos, agora... está muito fácil bater no Sporting".

publicado às 19:37

84394225_10156572786291555_580418646271066112_o (2

A complementar uma noite muito chuvosa de Inverno, não teremos assistido ao jogo mais agradável do Sporting, mas, mesmo assim, e apesar da escassez do marcador, houve mais positivos do que negativos, especialmente considerando o 'onze' que entrou em campo.

Em síntese, algumas questões que talvez mereçam debate:

- Difícil de compreender a opção de Jorge Silas, não só em equipar Jesé Rodriguez mas a conceder-lhe a titularidade, e mandar o jovem Pedro Mendes para a bancada.

- Bruno Fernandes talvez esteja a acusar a pressão do momento, mas brindou-nos com mais da sua usual magia e até merecia golo naquele fabuloso remate que foi à trave.

- Coates fez no lance do golo invalidado aquilo que Ristovski é incapaz de fazer quando foi servido de bandeja dentro da área por Bruno Fernandes.

- Wendel com um dos seus melhores jogos de leão ao peito.

- Andraz Sporar não esperava entrar tão cedo no jogo, e apesar de não ter marcado, deixou indicações muito positivas. Estou convicto que foi uma boa contratação.

img_920x518$2020_01_28_00_14_47_1656139.jpg

- A maior ironia deste jogo terá sido o golo vitorioso ser marcado por Borja, tornando-o no herói improvável da noite.

- Rafael Camacho ainda está longe de ser um jogador realizado, até pela juventude, mas com o passar dos jogos deixa cada vez mais a ideia que tem muito para nos oferecer.

- Muito agradável ver Jovane Cabral regressar aos relvados. Mais um jovem que tem muito futebol nos pés. Num gesto bonito, no final do jogo, ofereceu a camisola à mãe que se encontrava na bancada.

- Por fim, a arbitragem... mais do usual mesmo, ou seja, uma porcaria, sublinhado pelo cartão amarelo que foi dado a Bruno Fernandes num lance de bola dividada. Isto, em cima das muitas faltas que o «capitão» sofreu durante o jogo.

Por não ser possível avaliar a intensidade do contacto entre Sporar e o defesa do Marítimo, aceitamos que o golo de Rafael Camacho tenha sido invalidado. No entanto, onde está o mesmo critério quando Sporar sofre carga nas costas no momento que vai rematar?

Registei esta observação de Jorge Silas no final do jogo:

"Jovane Cabral e Plata são dois jovens no qual acreditamos muito e que estão ansiosos por mostrar que podem ser soluções na equipa. O futuro do Sporting CP está no Jovane, Plata, Camacho, Max... jogadores que têm de começar a ter minutos e outros que não estão. Têm muita ambição e vontade de jogar no Sporting. Precisamos de jogadores com irreverência e com vontade de vingar. É um factor importante. Fico muito contente por eles".

publicado às 04:03

doc2018082524706079miguelalopes_12111261a425_base.

Um estudo do Observatório do Futebol (CIES) que indica as acções faltosas das equipas que competem na Liga NOS.

É por de mais evidente que o organismo não conhece bem o futebol português, ao indicar o Benfica como a equipa menos faltosa, com uma média de 12,38 faltas por jogo. Em vez do termo "menos faltosa", devia indicar que é a equipa à qual menos faltas foram assinaladas, que, para quem acompanha a modalidade, não é surpresa alguma.

De qualquer modo, eis as estatísticas resultantes do referido estudo:

2.º - Santa Clara - 12,94 faltas por jogo

3.º - Sporting - 13,38 faltas por jogo

4.º - V. Guimarães - 14,13 faltas por jogo

5.º - SC Braga - 14.13 faltas por jogo

6.º - Rio Ave - 14,56 faltas por jogo

7.º - Tondela - 14,56 faltas por jogo

8.º - V. Setúbal - 14,63 faltas por jogo

9.º - Portimonense - 14,75 faltas por jogo

O FC Porto situa-se em 14.º com 17 faltas por jogo, enquanto que o Paços de Ferreira é a equipa mais faltosa, com uma média de 19,88 faltas por jogo. 

publicado às 04:02

Vitória muito "engripada"

Rui Gomes, em 12.01.20

83312887_10156531734031555_4942102714411646976_o.j

Inadmissível, a passividade da equipa do Sporting na segunda parte, depois de ter o jogo perfeitamente controlado e dois golos de vantagem.

Luís Maximiano, na minha opinião, foi mal batido no golo do V. Setúbal.

Battaglia ainda não tem ritmo de jogo suficiente para fazer 90 minutos.

Deve haver algo no contrato de Jesé Rodriguez que o faz uma entrada obrigatória, quando há o jovem Gonzalo Paz no banco.

Inevitável que Coates visse o 5.º amarelo para o impedir de defrontar o Benfica na sexta-feira.

Valerá a pena falar de Tiago Martins?... Entrada dura sobre Vietto, que o lesionou, que nem falta foi, exactamente o mesmo num outro lance com Bruno Fernandes, várias outras faltas completamente ignoradas, inclusive um segundo penálti sobre Wendel.

Salvo haver acordo entre as partes que permita a despedida de Bruno Fernandes contra o Benfica, acredito que este foi o seu último jogo de leão ao peito.

publicado às 03:47

Sem vender, não haverá reforços...

Rui Gomes, em 06.01.20

GoalPoint-Sporting-Porto-Liga-NOS-201920-90m.jpg

Na realidade, não tenho muito mais a dizer sobre o jogo. Este post visa dar a oportunidade ao leitor que ainda deseja adiantar algum comentário pertinente.

A estatística que desperta maior interesse é a das "faltas cometidas". A bem dizer, indica as faltas assinaladas e não necessariamente cometidas. Das 16 que são atribuídas ao FC Porto, decerto que metade são da pertença de Alex Telles, o tal que teve carta branca de Jorge Sousa para dar "machadadas" a seu belo prazer, e que, com uma arbitragem justa e imparcial, nunca devia ter acabado o jogo.

2020-01-05 (2).png

Como sempre, conta o resultado final e por consequência a tabela classificativa. O Sporting ocupa agora o quarto lugar, a um ponto do Famalicão, e nem o adepto mais optimista alimenta o mínimo de esperança de alcançar as duas equipas que lideram. Parece-me que a derrota de ontem eliminou qualquer possibilidade.

Fala-se em reforços de Janeiro, mas não vejo o Sporting poder ir ao mercado sem vender e para vender irá retirar um activo de valor à equipa. Talvez que haja um clube brasileiro disposto a pagar uns milhões por Luiz Phellype. Uma venda que não me desagrada e que obrigaria uma aposta total no jovem Pedro Mendes, complementado, porventura, por um outro avançado que viesse então do exterior.

download.jpg

(O lance de Bolasie até serve para cartoon)

Compete agora a Jorge Silas e a sua equipa técnica motivar os jogadores para os restantes desafios da temporada, que, muito além do campeonato, incluem a próxima fase da Liga Europa.

publicado às 04:33

Derrota muito injusta...

Rui Gomes, em 05.01.20

81865847_10156516856966555_5269215618472607744_o.j

... Apesar dos dois golos consentidíssimos e alguma ineficácia de finalização. Duas bolas nos ferros e... o habilidoso Jorge Sousa, "bem" complementado por Carlos Xistra no VAR.

A grande penalidade não assinalada pelos dois "artistas", por falta sobre Bolasie, aos 22 minutos, é apenas injustificável.

O Sporting foi superior ao FC Porto em largos períodos do jogo, mas pecou na finalização, face às oportunidades criadas.

E assim se distancia ainda mais do topo da classificação.

Nota: A moderação no post não foi inicialmente activada para permitir livre debate. Na sequência de meia dúzia de 'analfabrutos' que apareceram imediatamente, os comentários serão agora moderados.

publicado às 19:39

Convocatória para o Gil Vicente

Rui Gomes, em 01.12.19

78890553_10156422697781555_4454714193643307008_o.j

A lista de 19 jogadores convocados por Jorge Silas para a visita ao Gil Vicente, jogo a contar para a 12.ª jornada da Liga NOS.

Renan volta aos convocados, mas creio que o titular será Luís Maximiano. Coates ainda a recuperar de lesão, assim como Jovane Cabral. Uma vez que Fernando já treina, a sua ausência fica-se a dever a mera opção técnica, assim como será o caso de Ristovski. Miguel Luís, depois de ficar de fora frente ao PSV, regressa a jogo.

Não é de prever quaisquer alterações relativamente ao 'onze' que defrontou o PSV:

Luís Maximiano; Rosier, Ilori, Mathieu e Acuña; Doumbia, Wendel e Bruno Fernandes: Vietto, Bolasie e Luiz Phellype.

O Gil Vicente situa-se em 11.º lugar na tabela classificativa neste momento, com 13 pontos, provenientes de 3 vitórias e 4 empates. Regista 9 golos marcados e 12 sofridos.

publicado às 02:17

73321470_10156370680706555_5144981142520201216_o.j

Jogo globalmente "inofensivo" mas que Luciano Vietto mudou, já na segunda parte, com um grande golo. Fez o segundo minutos mais tarde e teve mais oportunidades.

É por de mais evidente que faltaram ideias no último terço do terreno e as mexidas de Jorge Silas não alteraram muito o jogo, mas a partir do golo viu-se um Sporting diferente, para melhor.

Destaque para a grande surpresa da estreia como titular do jovem Rodrigo Fernandes que evidenciou a pressão da responsabilidade. Precisa de tempo e minutos de jogo para evoluir ao nível da promessa do seu talento.

Sem deslumbrar, mas mesmo assim com vários bons pormenores e dinâmica ofensiva, Rafael Camacho, que regressou ao Sporting esta época.

Com este resultado, o Sporting mantém-se no quarto lugar e encurta distâncias para o Famalicão, terceiro classificado, que empatou contra o Moreirense esta jornada.

publicado às 20:46

Grande jogo, excelente vitória!

E mais uma contrariedade para os "antis"...

Rui Gomes, em 27.10.19

74353242_10156334513446555_6036533760948699136_n.j

Luciano Vietto

"A verdade é que fizemos um grande jogo frente a um adversário difícil. Precisávamos de ganhar porque estavam à frente de nós. Fizemos uma 1.ª parte muito boa e uma segunda parte em que eles estiveram mais em cima. Estou muito contente pelos companheiros e por toda a equipa.

Foi fundamental fazer o terceiro golo. Eles fizeram o 2-1 e corríamos o risco de sofrer o empate. A verdade é que o terceiro golo deu tranquilidade à equipa. É importante ser forte em casa e não perder pontos aqui. Espero que cada jogo em casa termine com uma vitória. Agora é descansar e preparar para o que aí vem".

Emanuel Ferro

"Foi uma muito boa vitória, num jogo difícil. O Vitória joga bem, notou-se que ambas as equipas vinham de um jogo europeu. Conseguimos estar empenhados, envolvidos, fomos mais eficazes e conseguimos ganhar.

É normal que com mais tempo consígamos identificar as nossas ideias. Os jogadores vão estando mais familiarizados, há muito trabalho pela frente, muita coisa a melhorar, mas ganhar é sempre importante".

publicado às 21:56

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 12.08.19

2019-08-11.png

Uma reportagem do jornal Negócios, em que divulga o orçamento de todos os clubes da I Liga portuguesa.

A Liga NOS arrancou esta sexta-feira com um reforço de 9,7% no orçamento do conjunto dos clubes. O Benfica aumentou o valor em 20 milhões de euros, igualando o FC Porto no topo dos maiores valores para atacar a temporada: 90 milhões de euros. Mas foi o SC Braga que mais subiu o orçamento em termos relativos, com um incremento de 56%.

O Sporting manteve os 70 milhões de euros que tinha na época anterior. Contas feitas, os três "grandes" dispõem de 250 milhões de euros, mais de 72% do total dos orçamentos dos clubes da I Liga, que aumentou no conjunto 9,7% face à temporada passada, cifrando-se em 346 milhões de euros.

No conjunto dos quinze clubes que já disputavam a principal competição no ano passado os orçamentos aumentaram em cinco, estabilizaram em seis e diminuíram nos restantes quatro. O referido aumento de 30,6 milhões de euros na soma dos orçamentos é quase na totalidade decorrente do reforço de 20 milhões no Benfica e de nove milhões de euros dos bracarenses.

publicado às 03:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo