Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Jorge Mendes "A orgia do poder"

Rui Gomes, em 14.06.17

 

250x.jpg

 

Perante o silêncio ensurdecedor da imprensa portuguesa, A Orgia do Poder já está nas bancas. Uma reportagem do italiano Pippo Russo sobre o percurso, os métodos e o poder do empresário Jorge Mendes. O livro está longe de ser, ao contrário de outros, segundo consta, um panegírico, e é de leitura viciante. O “mendismo” visto, aparentemente, sem curvaturas de espinal medula.

 

Não é nossa intenção promover este livro, salvo ser uma obra difícil de ignorar sobre um dos mais poderosos agentes do Mundo do futebol e que, como é natural, muito impacte tem tido em negócios envolvendo jogadores portugueses.

 

Ainda não li o livro e sinto imensa curiosidade em ver até que ponto o autor, Pippo Russo, detalha os reais métodos e o poder desta inevitável figura do desporto-rei.

 

publicado às 16:34

 

Agora no Bayern Munique, o treinador italiano conta em livro os motivos que originaram o adeus ao Santiago Bernabéu.

 

Carlo Ancelotti revelou no livro "Liderança tranquila: ganhar corações, mentes e jogos" os motivos que originaram a saída do Real Madrid em 2015, sublinhando as duas principais causas da despedida. 

 

9780241244937.jpg

 

«As coisas estavam a correr bem, mas depois houve dois problemas grandes. O primeiro foi causado por estatísticas da UEFA que revelavam que a equipa não tinha tantas horas de treino como outros clubes europeus. Tínhamos ganhado 22 jogos consecutivos, acho que devíamos estar a fazer alguma coisa bem. Acabámos por perder precisamente quando saiu a estatística e o clube pressionou: 'Há que trabalhar mais'. Eu pensava o contrário: os jogadores deviam descansar, já levávamos um mês de lesões e fadiga que foi crucial para perder a Liga. O episódio das estatísticas foi um sinal de que o Real Madrid tinha mais fé nos números do que no meu trabalho.

 

Um dia, o director geral disse-me que o presidente queria falar comigo. Quando entrei no escritório, disse-me que o Bale lhe tinha ligado. Tinha-o substituído a 4 de janeiro (no 2-1 em Mestalla que acabou com a série de vitórias) e o agente do Bale tinha-se queixado porque o Gareth queria jogar mais ao centro. O presidente perguntou-me o que eu pensava fazer e a minha resposta foi: 'nada'. Não podia mudar o sistema a meio da época. Desde então, a relação com o presidente não voltou a ser a mesma».

 

Sempre que leio histórias destas lembro-me de Sousa Cintra, embora, em abono da verdade, não é ou não foi o único dirigente de clube que sem perceber patavina de futebol assumia um papel interventivo no dia-a-dia da equipa.

 

Coisas e situações que por vezes passam despercebidas ao adepto, simplesmente porque não tem conhecimento do que realmente ocorre nos bastidores do futebol, onde "políticas" e "intrigas" reinam impiedosamente.

 

publicado às 18:00

"O papagaio de Jesus"

Rui Gomes, em 27.02.16

 

img_770x433$2016_02_27_00_13_51_1069574.jpg

 

Imagine que Jorge Jesus tinha um papagaio de estimação que decidiu contar toda a verdade sobre a vida do treinador num livro. Não precisa de imaginar mais. João Costa Pinto apresenta-lhe O papagaio do Jesus, da Matéria Prima, onde relata, com humor, "todos os momentos chave da vida" do técnico nos últimos seis anos e meio. "Desde a saída do Braga até à entrada no Sporting, passando pelo Benfica", conta a Record o autor . O dia-a-dia com os jogadores, as negociações com Luís Filipe Vieira e Bruno de Carvalho e a relação com Pinto da Costa também lá estão. Até a forma de falar de Jesus passou para o papel. "Fruto das revelações que são feitas, é natural que algumas pessoas fiquem um pouco surpreendidas, mas a grande maioria irá apenas divertir-se", prevê.

 

E será que o treinador vai gostar? "Como o papagaio manda umas bocas ao Quique Flores (que esteve lá antes dele), ao António Carraça (que esteve lá com ele) e ao Rui Vitória (que está lá depois dele), estão reunidas todas as condições para que o principal visado aprecie o livro", diz João Costa Pinto, que considera Jesus "um mestre". "Falasse ele inglês, francês ou português para ver onde ele já estava", atira. Mas o protagonista é o papagaio, que por motivos de segurança prefere manter o anonimato... 

 

publicado às 10:07

 

Cartaz_A Importância das Ilhas.jpg

 

publicado às 04:50

 

 

Roy Keane, antigo colega de Cristiano Ronaldo no Manchester United, publicou a sua biografia pessoal, intitulada The Second Half, em que revela alguns pormenores do histórico dia - 6 de Agosto de 2003 - em que o Sporting inaugurou o novo Estádio José de Alvalade e que serviu the cartão de convite para a transferência do actual melhor jogador do Mundo, para terras de Sua Majestade:

 

«Estávamos  jogar com o Sporting para celebrar a inauguração do estádio deles. Vi o quão bom o Ronaldo era naquele dia. Acabou por jogar diante do John O'Shea. Ao intervalo, o Sheasy acabou por ser visto pelo médico porque estava a ficar com tonturas. Brincávamos sempre com ele ao dizer que o Ronaldo assinou contrato por ele ter jogado como m verdadeiro palhaço. Mas, para ser justo, ele estava a sentir oe efeitos do "jet lag", como todos nós.»

 

«Gostei logo do Ronaldo. Tinha uma excelente presença, assim como uma boa atitude. Depois de o ver treinar alguns dias depois de ele ter assinado pelo Manchester United, pensei para mim: "este rapaz vai ser um dos melhores jogadores do Mundo. Tinha apenas 17 anos, mas tornou-se de imediato num dos jogadores mais trabalhadores do United."»

 

publicado às 23:37

O Desporto que os Tribunais Praticam

Rui Gomes, em 14.05.14

 

publicado às 11:49

"Sporting, A Taça das Taças"

Rui Gomes, em 09.05.14
 

 

O momento mais alto da minha vida de sportinguista sucedeu pela conquista da Taça dos Clubes Vencedores das Taças. Sei exactamente onde e com quem me encontrava no dia 15 de Maio de 1964 a assistir ao jogo que teve lugar em Antuérpia - na sede do Sport Clube Escolar Bombarralense - e preservo na memória o histórico "Cantinho do Morais" como se fosse hoje. Muito próximo, mas não exactamente o mesmo nível de emoção, sucedeu pela goleada, por 5-0, ao enorme Manchester United nessa mesma competição - e ainda, como não podia deixar de ser, a conquista do Campeonato Nacional de 1999/2000.

 

Foi esta quinta-feira apresentado o livro "Sporting, A Taça das Taças, uma parceria entre o jornal "A Bola" e o Sporting, que visa assinalar os 50 anos da conquista histórica da competição, o único clube português que regista esse feito.

 

Segundo é noticiado, estiveram presentes na cerimónia de lançamento da obra alguns dos heróis da mítica conquista: Joaquim Carvalho, José Carlos (o meu jogador favorito desses tempos), Mário Lino, Hilário, Alexandre Batista e Manuel Pedro Gomes. O único com quem não tive ocasião de privar ao longo dos anos foi o então elegante e "patrão" defesa central.

 

Não seria honesto se não admitisse alguma estranheza pela parceria com o diário desportivo mais "lampião" que existe ao cimo deste nosso planeta, mas reservo comentário para outra ocasião, em deferência à homenagem ao maior feito futebolístico da história do Sporting Clube de Portugal.

 

Mais informação sobre o livro e a cerimónia do seu lançamento está disponível aqui.

 

publicado às 04:57

Causa para preocupação !

Rui Gomes, em 12.05.13

Quando um ex-candidato à presidência do Sporting - que nada contribuiu à campanha eleitoral salvo ocupar tempo de antena e desviar atenções dos verdadeiros problemas do Sporting - surge a anunciar o seu acordo com as medidas que estão ser tomadas pelo novo presidente, é causa para preocupação. O "Movimento Salvar o Sporting" emitiu o seguinte comunicado:

 

"O Movimento Salvar o Sporting vem informar que o seu líder, Carlos Severino, ex-candidato à presidência do Sporting, considera que as medidas anunciadas pelo Presidente Bruno de Carvalho para retirar o Clube da subalternidade no futebol e da dependência da banca e outros credores, estão de acordo com aquilo que entendemos ser necessário para salvar o Sporting Clube de Portugal (...)."

Agradecíamos, para já, que o senhor ex-candidato pormenorizasse as "medidas anunciadas", uma vez que nada consta na praça pública até à data. Admite-se, portanto, que ele tem acesso a informação do foro interno do Clube que será, decerto, do interesse de todos os sportinguistas. A sua preocupação, assim citada no último parágrafo do comunicado, em imputar responsabilidades a anteriores direcções pela não participação nas competições europeias é deveras infantil, por ser tão transparente. Aliás, se as conquistas que se tem vindo a registar em diversas modalidades, inclusive do futsal, não advêm do contributo da nova liderança, também o fracasso no futebol não se lhe deve ser atribuído.

 

Tudo isto, no entanto, apenas serviu como pretexto para chamar a atenção da plateia ao facto de que foi "convidado" por uma "prestigiada editora" para escrever um livro que pretende ser uma "viagem aos últimos 16 anos da vida do Clube". Quem melhor que ele para este fim, sobretudo pela sua já demonstrada objectividade e profundidade de conhecimentos sobre tudo quanto é Sporting !!!... É de prever mais uma extensa lavagem de roupa suja... com fins lucrativos. 

 

publicado às 22:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds