Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Algumas considerações de Rúben Amorim sobre o jogo da segunda mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões frente ao Manchester City:

“Sabemos que vamos defrontar uma grande equipa. O Manchester City, tendo baixas, tem jogadores mais do que suficientes para apresentar grandes equipas. Vamos fazer o mesmo: apresentar a melhor equipa. A única gestão que temos feito é a carga física e proteger os jogadores. Vai jogar a melhor equipa e a que nos oferece mais garantias para ter um bom resultado".

"O nosso projecto passa muito pela formação, mas há que entender os momentos em que vamos meter os jogadores ou não. Isso foi pensado. O Dário [Essugo] podia ser uma opção para jogar de início, não vai jogar de início. Entendi que não deveria ser este jogo. Vamos fazer essa gestão, sabendo que temos uma grande responsabilidade. Não interessa se a eliminatória está fechada. É um jogo, queremos lutar pela vitória".

"Os jovens são o nosso futuro. Não temos de pensar que temos as fornadas que tivemos. A evolução é isso mesmo, a exigência vai sendo cada vez maior, não é fácil ter Matheus Nunes e Nuno Mendes todos os anos. Acreditamos muito nestes que têm vindo, há um crescimento muito grande na Academia Sporting. O investimento que está a ser feito no Clube demora tempo. São a base do nosso projecto.

O City demorou talvez 10 anos a construir a equipa que tem hoje e tem muito dinheiro. O Liverpool demorou quantos anos para ser campeão europeu? O [Jürgen] Klopp demorou cinco anos para ganhar o primeiro título. Nós não temos o investimento de fora, estamos a tentar criar riqueza para investir nos jogadores e na nossa formação. Temos qualidade. Nem todos os anos vamos conseguir fazer isso, há que ter essa noção".

“Tenho contrato com o Sporting e sou muito feliz no Sporting. Já estamos a trabalhar na próxima época há uns meses. Temos tudo planeado, ainda hoje falámos na pré-época. No futebol, tudo pode acontecer. Mas a vontade das partes é continuar, temos muito para fazer. Essa é a ideia".

publicado às 04:34

Sonhar o sonho (quase) impossível

Rui Gomes, em 08.03.22

maxresdefault.jpg

Uma pergunta muito simples para o leitor...

Depois da derrota no Estádio José Alvalade, no jogo da primeira mão dos oitavos-de-final da Champions, qual é o objectivo do Sporting na visita a Manchester?

Há quem diga que o Mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e correr o risco de viver os seus sonhos...

Na época de 1963/64, o Manchester United era considerado o colosso do futebol europeu, e ainda com Gentil Cardoso como treinador, venceu a primeira mão da eliminatória da Taça das Taças por esclarecedores 4-1.

Para todos parecia evidente o desfecho da eliminatória restando apenas saber por quantos golos de diferença o Manchester United iria eliminar o Sporting, um cenário semelhante ao de agora perante a formação do City.

Parecia para todos - menos para a equipa - que com uma vontade férrea e um querer inolvidável acreditou sempre que seria possível, tendo decidido remeter-se a um ambiente de clausura durante quinze dias treinando três vezes por dia.

A confiança da equipa começou a espalhar-se e na noite do jogo o antigo Estádio José Alvalade registou uma das suas maiores enchentes e sentia-se uma confiança colectiva dos adeptos na equipa e à entrada em campo ouviu-se vindo das bancadas um rugido imenso de "vamos a eles, vamos a eles".

Depois de avançar no marcador por 2-0, a equipa do Sporting, para o pasmo do Mundo, decidiu brindar os adeptos com mais três golos em sete minutos, fixando o resultado final em 5-0. 

Os ingleses nem queriam acreditar no que lhes estava a acontecer, mas a demolição estava realizada e o resultado ficou para a história como a derrota mais pesada sofrida pelo Manchester United nas competições europeias.

ADENDA

O Sporting CP ruma a Manchester com 21 jogadores na comitiva: Adán, Virgínia, André Paulo, Coates, Luís Neto, Feddal, Gonçalo Inácio, Porro, Matheus Reis, Ricardo Esgaio, Rúben Vinagre, Ugarte, Dário Essugo, Renato Veiga, Nuno Santos, Edwards, Pablo Sarabia, Tabata, Rodrigo Ribeiro, Paulinho e Slimani.

publicado às 03:49

Screenshot (672).png

Elitista, e mais alguns.

Ao ler este e outros comentários de treinadores de bancada, fico com a ideia que vivem fora da realidade. Até parece que o Sporting não jogou com a melhor equipa do mundo e que vale mil milhões de euros.

Até posso concordar, como observador leigo, que a equipa cometeu erros impensáveis, que o treinador falhou na estratégia, que pôs o jogador A e podia ter posto o B, que, como ele explicou na conferência de imprensa, com outra estratégia o resultado poderia ser ainda mais desnivelado, que mudar o sistema rotinado da equipa não ajuda no seu crescimento. Nunca mostrarei querer saber mais que o técnico, que está a construir esta equipa, que mudou o ADN de muitos anos no Sporting CP. Humildade fica bem.

Quanto ao leitor Elitista já é um clássico: aparece apenas nos momentos maus. No mínimo estranho. E como diz uma canção de Zeca Afonso, "a formiga no carreiro ia em sentido contrário...". Ainda bem que não é esse o rumo da maioria dos adeptos, como hoje ficou provado.

Texto da autoria de Nação Valente

publicado às 03:32

Mais um galáctico eliminado

Rui Gomes, em 16.08.20

Screenshot (117).png

Depois do Barcelona foi agora a vez do Manchester City ser afastado da Champions, ao cair por obra dos franceses do Lyon, por 3-1.

Adoro ver estes galácticos do futebol, com os seus orçamentos de centenas de milhões, serem afastados por adversários teoricamente inferiores.

Bem... não devo ser hipócrita, a realidade nua e crua é que gosto que isto aconteça com alguns galácticos. No caso do Manchester City, apenas e tão só porque não sou fã de Pep Guardiola, treinador com muita fama mas que não conseguiu levar o Bayern Munique ao título europeu, e agora está a acontecer o mesmo com a formação inglesa.

Depois do apuramento do PSG, esta é a primeira vez que duas equipas francesas chegam às meias-finais da Champions League.

O Lyon tem agora pela frente o Bayern Munique, em jogo agendado para quarta-feira, dia 19, e o RB Leipzig defronta o PSG na véspera.

publicado às 04:02

Consideração do Dia

Rui Gomes, em 28.05.16

 

Pep.jpg

 

É assim que bons treinadores se fazem grandes, ou não será ?...

 

Pep Guardiola já alertou a direcção do Manchester City que irá realizar uma profunda revolução na equipa inicial dos «citizens» e pretende contratar oito jogadores para entrarem directamente na equipa.

De acordo com o Mirror, Guardiola terá cerca de 263 milhões de euros para investir nos reforços que precisa para a equipa.

O técnico espanhol defende que apenas Aguero, De Bruyne e Fernandinho têm lugar na equipa inicial e que terá de ser apurado se Vincent Kompany, que teve sucessivas lesões, estará em condições de continuar.

 

O mesmo poderá ocorrer com o Manchester United por mão de José Mourinho. De algum modo, mas em escala algo inferior, o mesmo poderá ser dito de Jorge Jesus enquanto no Benfica.

 

 

publicado às 04:01

Arquivo do Passado

Rui Gomes, em 21.04.15

 

423805_10150596469986555_98098491554_9748952_10079

 

Ethiad Stadium - Manchester City  vs  Sporting

Liga Europa - 15 Março 2012

 

publicado às 17:58

Exagero da UEFA ?

Rui Gomes, em 06.05.14

 

 
Dando seguimento ao nosso recém-post "O Sporting não é !", em relação aos clubes que terão infringido as regras de "fair-play" financeiro da UEFA, a Reuters reporta esta terça-feira que o organismo que superintende o futebol europeu prepara-se para aplicar pesadas sanções ao Paris Saint-Germain e Manchester City, entre outros decerto.
 
Segundo a agência noticiosa, os dois clubes serão multados em 60 milhões de euros cada e limitados a inscrever somente 21 jogadores, presume-se que seja para a próxima época. Ainda, que ficam expressamente proibidos de aumentar a folha salarial.
 
Evidentemente que teremos de aguardar por confirmação oficial mas, sendo verdade, acho um autêntico exagero, tanto quanto aos valores citados e, sobretudo, sobre o número reduzido de inscrições, mesmo tendo em conta que se trata de emblemas financeiramente poderosos e com muitos recursos ao alcance. Admito, até, que o objectivo da UEFA é de dar uma lição exemplar que sirva de incentivo para todos os outros aderirem às regras de "fair-play" financeiro, mas o organismo extrema pelo exagero. Valores à parte, condicionar os planteis destes clubes considerando as frentes do topo competitivo que disputam, é contraproducente em termos desportivos, dado que se espera o melhor futebol dos melhores.
 
Perante confirmação oficial, veremos, então, se os clubes aceitarão estas medidas sem protestos. Também segundo a Reuters, o PSG terá já chegado a um acordo, mas o clube inglês aparenta estar disposto a lutar estas sanções até à última. Não obstante a sensibilidade da contenda, não deixo de me questionar até que ponto os donos destes dois clubes, em particular, são os verdadeiros alvos da UEFA. Poderá ser mera coincidência... mas intriga.
 

publicado às 17:29

Futebol inglês ao seu melhor

Rui Gomes, em 11.05.13

 

O Wigan Athletic - 18.º classificado da "English Premier League" - conquistou a Taça de Inglaterra vencendo o milionário Manchester City, por 1-0, na final disputada no Wembley Stadium em Londres. O imprevisível futebol inglês onde nunca há vencedores antecipados.

 

publicado às 19:15

 

Em inglês existe uma expressão, «sick as a dog», que, traduzida à letra, não faz muito sentido, «doente que nem um cão», mas, para o efeito, serve para sublinhar que quando há muito dinheiro, até dores de cabeça se compram.

Mario Bolotelli foi transferido do Manchester City para o AC Milan a troco de vinte milhões de euros, mais quatro milhões por objectivos, com o jogador a assinar um contrato válido até 2017 que o verá receber 5,5 milhões por época. O avançado italiano chegou a Manchester em agosto de 2010 por 22 milhões de euros e através da sua estadia no emblema inglês, tem-se evidenciado não pelos golos que marcou - 30 golos em duas épocas e meia, ou seja, 733 mil euros por golo, fora salário - mas pelas constantes guerras com o treinador Roberto Mancini, por via do seu insólito comportamento, além das suas mil e uma peripécias fora do relvado. Se há atletas que não merecem o talento que Deus lhes deu e a sorte que a vida lhes proporcionou, este é um deles.

 

publicado às 02:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo