Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O regresso do 'brunismo' é possível?

Naçao Valente, em 01.03.20

printcomp.jpg

Procurando ser realista, nunca admiti a ideia de o Sporting poder ganhar a Liga Europa. Só uma muito invulgar conjugação de factores extremamente favoráveis, difíceis de reunir, poderia concretizar essa hipótese. E... mesmo assim, teriam de estar os "astros" todos alinhados nesse sentido.

Mas a continuidade nesta prova era bem possível por mais uma ou duas eliminatórias. Se tivesse acontecido, isso teria tido aspectos positivos e negativos. Teria acumulado mais valias financeiras e dado uma maior motivação à equipa. Ao invés, causaria um desgaste físico num plantel curto e de qualidade mediana, com reflexos na competição interna, onde é importante conseguir o terceiro lugar.

Por outro lado, permitiria à actual Direcção ganhar algum sossego, retirando argumentos à oposição, apenas assentes nos maus resultados. Esta saída extemporânea da Liga Europa, pelas razões que têm sido dissecadas, vai servir aos mentecaptos radicais do brunismo, a quem já se juntam outros adeptos descontentes, aumentarem a contestação, continuando a desestabilizar o Clube, convictos de que o regresso do brunismo é possível.

A anunciada manifestação para o dia 8 de Março, antes de um jogo de futebol, insere-se nessa estratégia. Quanto mais instabilidade semearem, mais dividendos esperam colher. Para esta gente vale tudo. Jogam no desespero e descontentamento geral dos adeptos em função dos resultados e têm em mira aliená-los para a sua causa. A reabilitação do líder deposto está em curso, já de uma forma descarada.

Ainda hoje, numa rádio onde é pregador, o presidente destituido disse com todas as letras que é candidato à presidência do Sporting. Que irá lutar pela sua reintegração como sócio. Para quem tinha dúvidas que este notório oportunista, que deixou o Sporting à beira da falência, queria voltar, como sempre tenho dito, aqui está a prova. E a razão é simples: este personagem não tem outra forma de vida.

Que fique bem claro, que o que move este movimento de contestação, não é o presidente chamar-se Varandas. Até podia ter outro nome, porque perante as mesmas circunstâncias, seria contestado da  mesma maneira. Que fique claro, que o que esta gente alienada quer é repor Bruno e o brunismo. Não lhe interessa mais nada. Que não se iludam aqueles que pensam que com a queda de Varandas se pretende que haja escolha livre. Não, pretende-se mais um golpe, como acontecu no pós-Alcochete. Os cabecilhas destes movimento não têm princípios, valores, ou qualquer moral.

O eventual regresso deste cenário, que ainda me recuso a admitir, atiraria o Sporting para uma decadência imprevisível. Não são sportinguistas, são fanáticos de tipo "religioso" a quem é completamente indiferente as consequências de uma "guerra santa" que em nada se relaciona com futebol. O fanatismo desta gente, para muitos inconsciente, para outros consciente, tem de ser travado. Os sportinguistas iludidos, que tiveram a lucidez de parar a loucura que estava a destruir o SCP, têm de cerrar fileiras. O que está em causa não é esta Direcção, nem meros resultados transitórios. O que está em causa é o Sporting.

Conclusão: as possibilidades objectivas do regresso do brunismo, são muito reduzidas, mas é urgente não continuar a dar motivações a essa minoria.

P.S.1: Esta análise concreta sobre a oposição golpista, não serve de desculpa para os erros cometidos pela Direcção, no aspecto desportivo. É preciso construir uma estrutura forte, com um projecto claro e realista. Esta novela de Silas, sai não sai, de Amorim, entra não entra, já devia ter sido parada pela Direcção, dando total apoio ao treinador até ao fim do campeonato. Mas isso é assunto para outro debate.

P.S 2. : De acordo com os estatutos um sócio excluído pode pedir a readmissão, que tem de ser concedida em AG por dois terços dos votos (Secção V, artigo 29). 

O direito de ser eleito para cargos sociais pertence exclusivamente aos sócios efectivos com pelo menos cinco anos de inscrição ininterrupta na categoria e que nos últimos cinco anos anteriores à data da eleição, pelo menos, tenham pago ininterruptamente as quotas (Secção II, artigo 20).

É considerada como ininterrupta a inscrição de todos os sócios readmitidos se, no acto de reingresso, efectuarem o pagamento total das quotas em atraso, salvo deliberação do Conselho Directivo em sentido diverso.(Secção V, artigo 29).

Desta leitura algo simplificada, pode-se depreender que a readmissão é possível, embora limitada. Depreende-se também que o facto de não ter pago quotas de forma ininterrupta, poderá ser ultrapassado.  

publicado às 05:04

O nosso aplauso !

Rui Gomes, em 05.06.18

 

img_770x433$2018_06_04_22_09_20_1406262.jpg

 

Primeiro e sobretudo, o nosso sincero aplauso e agradecimento a todos os Sportinguistas que participaram na manifestação. Estou muito satisfeito por ver a cara de um amigo na foto, alguém que prestou serviço ao Sporting durante muitos anos.

 

Esperamos que isto seja apenas o princípio de um movimento massivo que leve à expulsão do palhaço lunático do Clube de uma vez por todas.

 

Numa iniciativa paralela, um grupo de sócios entregou esta segunda-feira à Comissão de Fiscalização uma participação disciplinar a pedir a suspensão preventiva do Conselho Directivo do Sporting.

 

No documento, o grupo de associados argumenta que o elenco deve ainda ser impedido de frequentar as instalações do Clube, pela sua "prática de gravíssimos ilícitos disciplinares que colocam em causa a própria subsistência da instituição".

 

Ainda, que "os participados, enquanto membros do Conselho Directivo do Sporting, não podem afastar membros de outros órgãos sociais regularmente eleitos nem podem nomear ou designar membros da Mesa da Assembleia Geral ou do Conselho Fiscal e Disciplinar.

 

Bem sabiam e sabem que não têm qualquer competência para destituir (!?!) os membros regularmente eleitos da mesa da Assembleia Geral; Bem sabiam e sabem que não têm qualquer competência para nomear, visto que se trata de uma competência exclusiva do Presidente da MAG (artigo 41º dos Estatutos), uma Comissão de Fiscalização; Criaram estruturas paralelas no clube, nomeando uma nova mesa da Assembleia Geral e uma Comissão de Fiscalização (A Direcção nomeia quem tem o dever de a fiscalizar(!?!)).


Este, o mais grave ataque de sempre à Instituição, a mais grave violação de sempre dos Estatutos do Sporting e o maior ataque de sempre aos sócios do Clube".
 
Numa outra frente, está a ser reportado que a providência cautelar para a suspensão do Conselho Directivo do Sporting, pedida pela Mesa da Assembleia Geral demissionária, já deu entrada no tribunal.
 
O objectivo da MAG liderada por Jaime Marta Soares é, pelos vistos, garantir a realização da reunião magna agendada para o dia 23 de Junho, com vista à destituição do desprezível presidente e dos sete "anões" do Conselho Directivo.
 

publicado às 04:04

Eleições no Sporting JÁ !

Rui Gomes, em 04.06.18

 

34345986_2202478199769929_6176783139155738624_n.jp

 

"Chega! Isto já não é o Sporting Clube de Portugal!

Não podemos desistir e temos que aparecer. Somos muitos mas temos que mostrar que somos muitos!

Está na altura de demonstrar de forma inequívoca que chegou a altura de mudar. 

Não queremos AG's, queremos demissões e convocação imediata de eleições.

Vamos todos juntos demonstrá-lo 2a feira (04/06) às 20h em frente ao edifício Visconde Alvalade!".

 

img_770x433$2018_06_04_20_35_12_1406214.jpg

 

Muitas centenas de adeptos do Sporting reunidos junto ao Estádio de Alvalade para pedir a demissão do Conselho Directivo presidido por Bruno de Carvalho, gritando e exibindo palavras de ordem contra os actuais responsáveis do Clube. 

 

img_FanaticaBig$2018_06_04_20_41_23_1406215.jpg

 

publicado às 21:00

Eleições no Sporting JÁ

Rui Gomes, em 02.06.18

 

image.jpg

 

"Eleições no Sporting JÁ" é o nome de um evento promovido através do Facebook e que já tem mais de um milhar de confirmações.

 

Marcado por um adepto leonino, o evento pede uma manifestação em Alvalade para a próxima 2ª feira, 4 de Junho, pelas 20 horas, de forma a pedir eleições imediatas.

 

"Está na altura de demonstrar de forma inequívoca que chegou a altura de mudar. Não queremos AG's, queremos demissões e convocação imediata de eleições".

 

publicado às 10:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo