Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Frase do dia

Rui Gomes, em 24.05.20

carlos_pereira_foto_facebook_maritimo1861bc19defau

"(...) Que me perdoe o meu amigo Jorge Nuno Pinto da Costa, mas vou ser igual ao que sempre fui".

Não me vou dar ao desplante (má educação) de dizer o que Carlos Pereira "sempre foi", mas não será exagero algum adiantar que o presidente do Marítimo é mais um que faz parte do problema e não da solução, no que ao futebol português diz respeito.

Esta "bicada" a Jorge Nuno Pinto da Costa a propósito de um alegado desacordo entre os dois na última reunião de presidentes da I Liga, devido ao dirigente do clube insular ter considerado uma "traição" a reunião entre os líderes dos três grandes, os presidentes da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e Liga e ainda o primeiro-ministro, a 28 de Abril.

publicado às 02:34

img_920x518$2019_01_08_23_19_35_1491797.jpg

O Marítimo recorreu ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) no sentido de impugnar a decisão de suspender definitivamente a II Liga, tomada a 5 de Maio, e que teve como consequência directa a subida de divisão de Nacional e Farense.

Ao que consta nos sites noticiosos, o processo deu entrada a 13 de Maio, tendo a Liga como entidade demandada, ficando como contra-interessados precisamente os dois principais beneficiários da decisão.

O clube insular denunciou ainda o fundo de apoio à tesouraria em resposta à COVID-19 e o regulamento desse fundo.

O entendimento entre os clubes do futebol profissional para suspender a II Liga fica assim quebrado pelo presidente do Marítimo, Carlos Pereira, o que pode colocar em causa as subidas de Nacional e Farense, algo que teria implicações na forma como os fundos do Governo Regional seriam distribuídos entre os dois clubes madeirenses.

Com esta impugnação ficam também em causa as descidas de divisão do Cova da Piedade e do Casa Pia.

publicado às 03:17

A lesão de Luiz Phellype é grave

Rui Gomes, em 28.01.20

Luiz Phellype sofreu uma rotura do ligamento cruzado do joelho direito, vai ser operado e não joga mais nesta temporada tendo em conta a gravidade da lesão.

O avançado lesionou-se ainda antes da marca dos dez minutos, no jogo de ontem à noite frente ao Marítimo, na sequência de uma carga que sofreu de René Santos, defesa insular - que o árbitro considerou não ser falta - que o levou a cair mal fora das quatro linhas e cedo se percebeu que poderia ser grave. 

publicado às 18:09

84394225_10156572786291555_580418646271066112_o (2

A complementar uma noite muito chuvosa de Inverno, não teremos assistido ao jogo mais agradável do Sporting, mas, mesmo assim, e apesar da escassez do marcador, houve mais positivos do que negativos, especialmente considerando o 'onze' que entrou em campo.

Em síntese, algumas questões que talvez mereçam debate:

- Difícil de compreender a opção de Jorge Silas, não só em equipar Jesé Rodriguez mas a conceder-lhe a titularidade, e mandar o jovem Pedro Mendes para a bancada.

- Bruno Fernandes talvez esteja a acusar a pressão do momento, mas brindou-nos com mais da sua usual magia e até merecia golo naquele fabuloso remate que foi à trave.

- Coates fez no lance do golo invalidado aquilo que Ristovski é incapaz de fazer quando foi servido de bandeja dentro da área por Bruno Fernandes.

- Wendel com um dos seus melhores jogos de leão ao peito.

- Andraz Sporar não esperava entrar tão cedo no jogo, e apesar de não ter marcado, deixou indicações muito positivas. Estou convicto que foi uma boa contratação.

img_920x518$2020_01_28_00_14_47_1656139.jpg

- A maior ironia deste jogo terá sido o golo vitorioso ser marcado por Borja, tornando-o no herói improvável da noite.

- Rafael Camacho ainda está longe de ser um jogador realizado, até pela juventude, mas com o passar dos jogos deixa cada vez mais a ideia que tem muito para nos oferecer.

- Muito agradável ver Jovane Cabral regressar aos relvados. Mais um jovem que tem muito futebol nos pés. Num gesto bonito, no final do jogo, ofereceu a camisola à mãe que se encontrava na bancada.

- Por fim, a arbitragem... mais do usual mesmo, ou seja, uma porcaria, sublinhado pelo cartão amarelo que foi dado a Bruno Fernandes num lance de bola dividada. Isto, em cima das muitas faltas que o «capitão» sofreu durante o jogo.

Por não ser possível avaliar a intensidade do contacto entre Sporar e o defesa do Marítimo, aceitamos que o golo de Rafael Camacho tenha sido invalidado. No entanto, onde está o mesmo critério quando Sporar sofre carga nas costas no momento que vai rematar?

Registei esta observação de Jorge Silas no final do jogo:

"Jovane Cabral e Plata são dois jovens no qual acreditamos muito e que estão ansiosos por mostrar que podem ser soluções na equipa. O futuro do Sporting CP está no Jovane, Plata, Camacho, Max... jogadores que têm de começar a ter minutos e outros que não estão. Têm muita ambição e vontade de jogar no Sporting. Precisamos de jogadores com irreverência e com vontade de vingar. É um factor importante. Fico muito contente por eles".

publicado às 04:03

Convocatória para o Marítimo

Rui Gomes, em 27.01.20

83054201_10156571580641555_3731343097137725440_o.j

A lista de 19 jogadores convocados por Jorge Silas para o jogo da 18.ª jornada frente ao Marítimo.

Várias ausências de registo: Renan e Vietto ainda a recuperar de lesão, Mathieu, Bolasie e Eduardo a cumprir um jogo de castigo cada, pelas expulsões frente ao SC Braga e Acuña também com um jogo de castigo por acumulação de amarelos.

As novidades: Andraz Sporar na sua primeira convocatória, embora haja alguma dúvida se vai alinhar, pelo menos a tempo inteiro, porque não esteve cem por cento integrado nos treinos. Jovane Cabral de regresso após longa ausência por lesão e Rosier, que não tem feito parte dos planos do Mister Silas.

Algumas dúvidas sobre o 'onze' inicial, mas em princípio poderá ser:

Luís Maximiano; Ristovski, Coates, Luís Neto e Borja; Doumbia/Battaglia, Wendel e Bruno Fernandes; Rafael Camacho, Gonzalo Plata/Jovane Cabral e Luiz Phellype/Pedro Mendes ou Andraz Sporar.

publicado às 16:27

Leoas com mais uma goleada

Rui Gomes, em 02.11.19

4_27.jpg

Depois da vitória por 0-4 frente ao GD Estoril Praia, a equipa de futebol feminino do Sporting repetiu o resultado na tarde deste sábado frente ao CS Marítimo, em jogo da 6.ª jornada da Liga BPI.

O primeiro dos quatro golos surgiu aos 23 minutos por intermédio de Carolina Mendes, que marcou pelo segundo jogo consecutivo.

O 2-0, aos 39 minutos, teve a assinatura da segunda melhor marcadora do campeonato (9 golos), Raquel Fernandes, na resposta a uma assistência de Ana Borges.

5_23.jpg

A fechar, a capitã leonina, Nevena Damjanović, fez dois golos de penálti (71 e 88 minutos) e fixou o resultado final em 4-0.  

A equipa leonina situa-se em segundo lugar na classificação, em igualdade pontual com o SC Braga, ambos com 15 pontos, três atrás do líder Benfica.

publicado às 20:08

download.jpg

A minha intenção inicial era nada escrever sobre o jogo de ontem com o Marítimo. Mudei de ideias depois de ler os comentários no post que publiquei minutos depois do apito final.

Confesso que é deprimente ler muito do que foi escrito. Como referi a um leitor, a atitude crítica do tudo ou nada, ou seja, do bota-abaixo arrasador, não me impressiona.

Sou o primeiro a reconhecer que há múltiplos aspectos da performance do Sporting pouco sofríveis, a começar com mais um erro defensivo logo aos oito minutos, que permitiu o golo "madeirense", precisamente num momento em que era tudo o que a equipa leonina não precisava, pela sua fragilidade emocional na sequência da Supertaça.

Mas também reconheço que este foi um daqueles jogos em que o Sporting criou várias oportunidades flagrantes e poderia ter marcado três ou quatro golos. E se isso tivesse acontecido, nada do que se pode ler no outro post surgiria. A velha postura da opinião em função do resultado.

Por tudo em causa logo após os primeiros minutos oficiais da época, especialmente tendo presente os muitos constrangimentos que afectam o Clube, não me parece o caminho mais sensato.

Como afirmou ontem o meu colega Nação Valente: "os sportinguistas só sabem viver em instabilidade. Assim não vamos lá".

O presidente Frederico Varandas agiu em boa fé ao contratar Marcel Keizer. Se errou, será ele próprio a corrigir esse erro. Se há um ou outro reforço que não satisfaz, mais cedo ou mais tarde haverão alternativas. A vida é assim e o futebol não é excepção.

Nota: Ontem também vi o Manchester United receber e golear o Chelsea por 4-0. Se tivesse acontecido em Portugal, as manchetes do dia refeririam, decerto, o "banho de bola" aplicado pelos Red Devils, mas nada está mais longe da verdade e quem não viu o jogo, ficará com a ideia errada.

A equipa de Londres esteve melhor uma grande parte do jogo. Foi para a segunda parte a perder por um golo, consequência de um penálti muito discutível, na minha opinião. O segundo golo é antecedido por uma falta não assinalada e no quarto, a bola tabela na perna de um defesa para trair o guarda-redes "londrino". Ainda com o resultado 1-0, o Chelsea executa um remate em que a bola bate na quina do poste e da trave.

O futebol é mesmo assim...

publicado às 03:03

68796568_10156154223376555_7525513916479176704_n.j

publicado às 20:29

Convocatória para o Marítimo

Rui Gomes, em 10.08.19

68241433_10156151235621555_6566635632691511296_n.j

A lista de 18 jogadores convocados por Marcel Keizer para o embate com o Marítimo. Surpreende serem chamados apenas 18, considerando que o jogo é no Funchal.

Veremos amanhã qual é o sistema de jogo que o treinador vai utilizar. Não se antecipa ver novamente três centrais nesta altura, mas sim um 4x3x3, ou melhor, 4x2x1x3, com o seguinte onze:

Renan; Thierry Correia, Coates, Mathieu e Borja; Eduardo, Wendel e Bruno Fernandes; Acuña, Raphinha e Bas Dost.

Alguma dúvida entre Borja e Acuña a lateral esquerdo, mas creio que o colombiano vai integrar a equipa titular.

Valentin Rosier, que começou a treinar esta semana sem limitações, ainda não vai a jogo. Jovane Cabral está a contas com uma lesão, assim como estão Ristovski e Battaglia. Doumbia cumpre um jogo de castigo, consequência da expulsão no jogo da Supertaça.

Gonzalo Plata fica de fora mais uma vez e não é nada claro o que Keizer pretende do jovem extremo.

publicado às 16:56

A arte de "bem" receber

Rui Gomes, em 23.04.19

 

img_920x518$2019_04_22_23_22_09_1537663.jpg

 

Consta que ontem houve um jogo entre amigos no Estádio da Luz - que a Liga entendeu oficializar - no qual o Benfica, para ser simpático, não foi além da meia dúzia com o seu visitante madeirense.

 

Caso houvessem quaisquer dúvidas, Carlos Pereira, presidente do Marítimo, não vacilou ao confirmar a graciosidade dos encarnados:

 

"Vim do balneário à tribuna como é apanágio do Benfica na arte de bem receber.  O ambiente vivido no balneário do Marítimo é saudável porque a responsabilidade está toda na casa onde nós estamos, ou seja, na equipa do Benfica. A nossa tranquilidade para este jogo reside no facto de em tudo o que vier é lucro mas a ambição é uma coisa que não falta num nem noutro balneário".

 

"É um dos jogos mais tranquilos que as equipas têm. Também para o presidente e a sua administração, são dos jogos com mais tranquilidade porque sabemos a valia de qualquer das equipas e o respeito que o Benfica nos merece".

 

"Num ambiente como este, para nós é muito mais surpreendente e penso que qualquer atleta que se preze e tenha brio profissional, entra num anfiteatro destes e num palco como este em princípio com alguma admiração porque não está habituado a estes grandes palcos e com esta moldura humana".

 

thumbnail_image.png

 

Já Petit, treinador do Marítimo, teve isto para dizer:

 

"Aquele golo que foi anulado para mim é válido. Tivemos muita intranquilidade hoje, os jogadores tinham receio de ter bola, não gostei, praticamente oferecemos o triunfo ao Benfica».

 

A arte de bem receber, sem dúvida. Nos dois jogos na Luz contra equipas da Madeira, com o resultado acumulado de 16-0. É obra... e não é para todos!

 

Não passou despercebida a ironia por um alerta sonoro ligado ao alarme de incêndio do Estádio da Luz ter interrompido a conferência do técnico do Marítimo.

 

publicado às 03:02

 

Maritimo-vs-Sporting.jpg

 

A superioridade do Sporting nunca esteve em dúvida, mas depois de uma primeira parte em que apenas criou duas oportunidades claras de golo, Marcel Keizer fez entrar Idrissa Doumbia e Raphinha para começar o segundo período e a equipa leonina carregou então no acelerador, só para ser negada pela ineficácia de finalização e, em alguns lances, boas intervenções do guarda-redes do Marítimo.

 

O Sporting alinhou de início com Renan; Ilori, Coates e Borja; Ristovski, Gudelj, Wendel e Acuña; Bruno Fernandes e Diaby; Bas Dost.

 

Suplentes: Salin, Jefferson, André Pinto, Raphinha, Francisco Geraldes, Luiz Phellype e  Doumbia.

 

A realidade nua e crua é que a equipa do Sporting vai onde Bruno Fernandes a conseguir levar, e apesar de mais uma boa exibição é por de mais evidente que o soberbo médio leonino está a acusar o desgaste dos muito jogos e minutos nas pernas.

 

image.jpg

 

Outro jogador que não está ao seu melhor nível é Bas Dost. Sempre lutador e interventivo, mas sem a finesse exigida frente à baliza adversária.

 

A única oportunidade de golo para o Marítimo, aos 62 minutos, deve-se mais uma vez à displicência defensiva de Ristovski, ao deixar fugir o avançado de sua responsabilidade. Só uma excelente intervenção de Renan evitou o golo.

 

Não vamos usar a arbitragem para desculpar seja o que for, mas assistimos a mais uma "obra" habilidosa de um apitador cá do burgo, neste caso Tiago Martins. Ao cair do pano, fez um sprint de 30 metros para expulsar Marcel Keizer. Fantástico!

 

Nota: Eleito o melhor do jogo, o guarda-redes do Marítimo adiantou esta "franqueza":

 

"Acho que este prémio não é só do Charles, é da equipa toda. Temos todos trabalhado ao máximo, ninguém se entrega. Respeitámos demasiado o Sporting, uma grande equipa, mas se tivéssemos de escolher um vencedor seria o Marítimo".

 

publicado às 21:03

 

 

publicado às 17:44

 

img_920x519$2019_02_17_08_58_14_1506592.jpg

 

Considerações do técnico Marcel Keizer na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta segunda-feira com o Marítimo:

 

O MARÍTIMO

"Esperamos um jogo difícil fora de casa. O Marítimo é uma equipa bem organizada e está moralizada neste momento. Temos de estar bem para vencer e tentar jogar bem. Temos de fazer combinações, sermos seguros no passe e defendermo-nos bem dos contra-ataques".

 

PALAVRAS DE FREDERICO VARANDAS

"É sempre bom ouvir essas palavras do presidente, mas para mim o mais importante é que treino um grande clube e um grande clube tem de ganhar. Há muito para jogar ainda nesta época".

 

TAÇA COMO SALVAÇÃO DA ÉPOCA ?

"Já ganhámos uma Taça esta época. Agora estamos fora da Europa, mas ainda temos duas competições. Temos de ir jogo a jogo, ainda há muitos jogos da Liga antes da 2.ª mão da meia-final da Taça de Portugal".

 

REGRESSO DE MATHIEU

É um jogador importante na equipa, com muita qualidade, todos sabemos disso. Tem estado a treinar-se no relvado, mas não está pronto para o jogo com o Marítimo. Ainda terá de treinar-se mais porque não o queremos lançar antes de estar pronto. Depois do Marítimo já poderá estar preparado".

 

SISTEMA TÁTICO É PARA MANTER ?

"Vamos ver. Para a equipa é bom que tenhamos variações na forma de jogar. Jogámos por duas vezes em 3x4x2x1 e antes disso em 4x3x3. Depende do adversário e de como estão os jogadores. Não posso dizer o onze e por isso também não vou falar da táctica".

 

publicado às 02:48

Convocatória para o Marítimo

Rui Gomes, em 24.02.19

 

52977042_10155811237076555_2791812996773445632_n.j

 

Convocatória sem novidades algumas, embora seja um pouco surpreendente a chamada de apenas 19 jogadores, considerando que o jogo é na Madeira. Desta lista, o guarda-redes Diego Sousa é o óbvio candidato a ficar de fora.

 

Lamenta-se ver Jovane Cabral ser mais uma vez vítima dos números. Para permitir a sua inclusão, Keizer teria de prescindir de um defesa ou do médio Francisco Geraldes, não há muito mais por onde escolher.

 

Jérémy Mathieu começou a treinar sem limitações esta semana, mas ainda não estará em condições de ir a jogo. Battaglia e Bruno Gaspar continuam em recuperação de lesões.

 

Partindo do princípio que o treinador pretende dar continuidade ao sistema de jogo que tem vindo a ser ensaiado em dias recentes, um variável do 3x4x3, a equipa inicial deverá ser a seguinte:

 

Renan; Ilori, Coates e Borja; Ristosvki, Gudelj, Wendel e Acuña; Bruno Fernandes, Diaby e Bas Dost. Sendo assim, veremos um 3x4x1x2.

 

Nota: Desconheço quem é responsável pelo trabalho gráfico do Sporting nas redes sociais, mas acho muito pouca piada à ideia de um poster a dar a aparência de velho e amarrotado para as convocatórias e resultados de jogos e outros anúncios. Total falta de imaginação e de brilho, considerando a tecnologia que está ao nosso dispor hoje em dia.

 

publicado às 15:31

 

 

A equipa principal do futebol feminino do Sporting recebeu este domingo o Marítimo na 15.ª jornada da Liga BPI, vencendo por 4-0.

 

O marcador apenas foi inaugurado aos 63', através de um autogolo após remate de Neuza Besugo. Carole Costa (74'), Carolina Mendes (78') e Nevena Damjanovic (88') apontaram os restantes golos.

 

As leoas continuam em segundo lugar na tabela classificativa, mas agora apenas a três pontos do SC Braga, depois do empate da equipa minhota com o Estoril Praia.

 

publicado às 04:01

 

 

O Sporting foi esta terça-feira a casa do Marítimo vencer por 3-1, em jogo referente à 24.ª jornada da Liga Revelação.

 

A equipa leonina de sub-23 situa-se agora em primeiro lugar na tabela classificativa, em igualdade pontual com o Rio Ave e Benfica (46 pontos), dois à frente do Estoril e três do Aves.

 

Ficha de jogo:

 

MARÍTIMO 1-3 SPORTING (1-1 ao intervalo)

 

Liga Revelação - 24.ª jornada - 29. 01. 2019
Estádio Machico

Árbitro: João Pedro Afonso
Árbitros assistentes: José Pena e Nélson Pascoal

 

MARÍTIMO: Pedro Mateus, Ruan Teles (Tiago, 74'), Mamadou (cap.), Rene Santos, Barbosa (Miguel, 87'), Correia, Fábio, Umaro, Carlos, Chico Banza e Vilson (Milson, 78')


Suplentes não utilizados: Rui Encarnação, Leo Sousa, Gonçalo, Henrique e Mike


Treinador: José Pedro Jacinto


Disciplina: cartão amarelo a Barbosa (50') e Correia (88')

 

50846616_10157970933192656_6944301998338473984_o.j

 

SPORTING: Diogo Sousa, Pedro Mendes, Paulinho (João Ricciulli, 88'), João Silva, Pedro Empis (Pedro Marques, 65'), Bruno Paz (cap.), Tomás Silva, (Diogo Brás, 88') Marco Túlio (Djaló, 45'), Mees de Wit, Thierry Correia e João Queiroz


Suplentes não utilizados: Stojkovic, Bavikson e Gonçalo Inácio


Treinador: Alexandre Santos


Disciplina: cartão amarelo a Paulinho (38') e Pedro Empis (47')

 

Golos: 0-1 por Pedro Mendes (3'), 1-1 por Barbosa (26'), 1-2 por Pedro Mendes (74') e Pedro Marques (85').

 

publicado às 18:25

Sub-23 somam mais três pontos

Rui Gomes, em 27.10.18

 

mv-9_0.jpg

 

A equipa de sub-23 do Sporting venceu, nesta manhã de sábado, o Marítimo, por 1-0, em jogo a contar para a 11.ª jornada da Liga Revelação, realizado no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete. Num encontro marcado pela dificuldade de criação de processos ofensivos de ambas as equipas, foi, apenas aos 50' que os leões abriram o marcador ao apontar o tento solitário do encontro, por intermédio de Pedro Mendes.

 

Numa onda de vitórias que já durava há três jornadas, a equipa do Marítimo não parou de correr atrás do resultado com a aposta estratégica de dois pontas-de-lança: Henrique Silva e Leandro Cardoso. Sem grandes oportunidades a apontar de ambas as partes foi, apenas, aos 90’+1, que Diogo Sousa, guardião leonino, teria de agir, após o livre batido por Vítor Freitas, com Alírio a ver escapar os três pontos da jornada. 

 

 

Com este resultado, a equipa leonina situa-se em 5.º lugar na classificação, com 19 pontos, 3 atrás do líder Benfica. 

 

Os leões voltam a entrar em acção na próxima terça-feira, dia 30, às 15h, frente à formação do Aves, em jogo a contar para a 12.ª jornada da Liga Revelação.

 

publicado às 16:07

 

 

A visita da equipa de futebol feminino do Sporting à ilha da Madeira não teve o desfecho mais desejado. À 4.ª jornada da Liga BPI, o Sporting cedeu os primeiros pontos do campeonato, ao empatar a uma bola com as insulares, num jogo que ficou marcado pelo dilúvio que se abateu no Campo Complexo Desportivo C.F. Andorinha. 

 

No final da primeira parte o nulo no marcador espelhava as dificuldades sentidas pelas bicampeãs nacionais, que alinharam com Patrícia Morais, Carlyn Baldwin, Carole Costa, Nevena Damjanovic, Rita Fontemanha, Tatiana Pinto, Sharon Wojcik, Fátima Pinto, Solange Carvalhas, Diana Silva e Carolina Mendes.
 
Na segunda parte, aos 69', Ana Capeta desfez a igualdade, dando a vantagem às visitantes, só que o Marítimo viria a empatar aos 80', tendo sido esse o resultado que se manteve até final, num livre da brasileira Giovana Maia, naquele que foi o primeiro golo sofrido pelo Sporting esta época.
 
Na próxima ronda, o Sporting regressa à Academia para defrontar o Ouriense, partida agendada para as 15h00 do próximo domingo. 
 

publicado às 03:32

 

prog_scp_maritimo.gif

 

Sem ser brilhante, o Sporting apresentou-se muito bem organizado, sólido na defesa - o único verdadeiro lance de perigo do Marítimo surgiu já perto do intervalo, em que Acuña acabou por aliviar o esférico mesmo à frente de Salin - e, sobretudo, com dois golos a acentuar a merecida vitória.

 

Com cinco ausentes, por razões várias, que normalmente seriam titulares, José Peseiro viu-se obrigado a mexer no onze inicial, concedendo a titularidade a Petrovic e ao jovem Jovane Cabral.

 

O Sporting alinhou de início com Salin; Ristovski, Coates, André Pinto, Acuna; Petrovic, Gudelj, Jovane e Raphinha; Bruno Fernandes e Fredy Montero.

 

Suplentes: Renan, Marcelo, Jefferson, Mané, Diaby, Misic e Castaignos.

 

 

Gostei das exibições de Petrovic e Gudelj, a dar cobertura a uma grande parte do terreno, tanto em termos defensivos como ofensivos. O mais recente reforço leonino parece não enganar. Vai ser uma mais-valia ao longo da época. Muito bom jogo de Montero na frente do ataque, com um golo muito oportuno. E Acuña a dar indicações de melhor adaptação a lateral esquerdo.

 

De resto, Diaby teve os seus usuais cinco minutos de jogo e Carlos Mané, literalmente, o seu primeiro minuto da época. No que a Diaby diz respeito, gostaria de compreender o plano de José Peseiro. Até é compreensível o pouco tempo de jogo se de facto ele ainda não está bem integrado na equipa, mas escapa-me o que cinco minutos de cada vez o vai beneficiar.

 

Vitória muito importante depois do desaire em Braga e ainda tendo em conta o empate do clube da Luz.

 

publicado às 04:04

Convocatória para o Marítimo

Rui Gomes, em 29.09.18

 

42734634_10155526503486555_5141951472589602816_n.j

 

A lista dos 21 convocados por José Peseiro para o embate desta noite com o Marítimo. Três destes jogadores irão para a bancada e a julgar pelos outros jogos, a escolha deverá recair sobre Miguel Luís, Diogo Sousa.e depois fica-se ainda com dúvidas sobre um dos defesas, Misic ou Carlos Mané.

 

A maior surpresa é a ausência do capitão Nani. Não consta qualquer problema clínico e, confirmando-se, a sua exclusão só pode ser interpretada como punição pela sua recém-conduta ao ser substituído no jogo em Braga. Parece-me uma medida excessivamente drástica, mas cabe aos responsáveis agir de acordo com o que consideram os maiores interesses da equipa.

 

O provável 'onze inicial' deve ser o seguinte:

 

Salin; Ristovski, Coates, André Pinto e Acuña (Jefferson); Battaglia, Gudelj, Raphinha e Jovane Cabral (Acuña): Bruno Fernandes e Montero.

 

Bas Dost, Mathieu e Wendel continuam a recuperar de lesão. A situação de Bruno César não é clara. Já Viviano, parece destinado a ser excluído de modo a forçar a sua saída em Janeiro.

 

Adenda: É um caso em que se olha mas não se vê, da minha parte. Só agora através dos leitores é que verifiquei que Battaglia também não foi convocado. Desconheço a razão. Neste cenário, temos Petrovic e Misic para essa zona do terreno, salvo Peseiro designar Acuña, com Jefferson a assumir a lateral esquerda da defesa.

 

publicado às 12:51

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo