Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Penálti oferecido!

Rui Gomes, em 22.02.21

Screenshot (616).png

Mais um!... Por algum motivo o FC Porto tem mais penáltis a favor que Sporting, Benfica e SC Braga juntos.

REGISTO DA LIGA NOS

FC Porto - 13 penáltis

Sporting -   5

SC Braga -  3

Benfica -     0

publicado às 21:14

As Notas de Julius (9)

Rui Gomes, em 06.02.21

image.jpg

Na 9.ª edição desta rubrica, temos a oportunidade de ler e comentar as notas (0-6) que o nosso leitor Julius atribuiu aos jogadores do Sporting e a outros intervenientes no jogo de ontem com o Marítimo - a contar para a 17.ª jornada da Liga NOS - que o Sporting venceu por 2-0, golos da autoria de Pote, que agora soma 14 e continua a ser o melhor marcador do campeonato.

"Vitória do rigor na melhor primeira volta de sempre com 45 pontos conquistados. Há poucas semanas atrás desejávamos que terminássemos a primeira volta como líderes e se possível com quatro ou cinco pontos de vantagem sobre os rivais. A equipa excedeu todas as expectativas e ninguém já tem dúvidas que é neste momento a melhor equipa da Liga. Ontem, nos Barreiros, passámos com distinção mais uma etapa tradicionalmente difícil e com uma exibição muito segura e eficaz".

ANTONIO ADÁN - 4 - Exibição segura e tranquila. Em toda a partida foi incomodado uma única vez, fazendo uma excelente parada quando um adversário em fora de jogo lhe apareceu isolado pela frente. 

PEDRO PORRO - 4 - Entrou muito bem no jogo e foi mais extremo que defesa; trocou várias vezes os olhos ao Marcelo Hermes. Depois, foi reduzindo a intensidade e o ritmo dando alguns espaços nas suas costas na segunda parte e foi advertido pelo treinador.

GONÇALO INÁCIO - 4.5 - Das melhores exibições da equipa, (o trio de centrais voltou a estar muito bem). Neste crescimento que está a ter faltava soltar-se, ganhar confiança e ontem já mostrou grande evolução, assumindo a posição sem tremideiras. Excelente visão no passe teleguiado que fez ao Pote para o primeiro golo.

SEBASTIÁN COATES - 4.5 - " El comandante" nunca facilitou porque ali nunca se pode vacilar, manteve sempre o rigor secando tudo à sua volta; podia ter subido mais vezes à posição seis, arrastando o bloco um pouco mais acima, mas devia ter ordens para não arriscar.

ZOUHAIR FEDDAL - 4 - O menos exuberante dos três, mas cumpriu sempre e manteve sempre fechado o corredor quando  Antunes emigrava para o meio campo do adversário.

ANTUNES - 4.5 - A melhor exibição que fez até agora na equipa. Até parece que é ele a andar a aprender com o jovem Nuno Mendes; combinou várias vezes bem com o Nuno Santos baralhando o lado direito do Marítimo, teve a primeira grande oportunidade de golo nos pés quando solto na área atirou ao lado e fez a assistência para o segundo golo de Pote.

JOÃO PALHINHA - 4 - Melhor nas acções defensivas que a ligar o jogo; por estratégia, não se aventurou as vezes que costuma lá na frente, eficaz a sacar as segundas bolas, é o principal causador de o Marítimo não ter incomodado a nossa defesa.

MATHEUS NUNES - 4 - Está a fazer uma excelente dupla de entendimento com o João Palhinha e nem nos lembrámos do João Mário. Encheu o campo, é o melhor elemento da equipa a proteger a bola, ele e a bola é sempre um casamento feliz.

POTE - 5 - Quem marca os dois golos do jogo merece sempre nota alta. O primeiro é  de todo uma fabricação sua desde a excelente desmarcação a que o Gonçalo atendeu com um passe teleguiado e depois, até parece que "aquilo" é tudo muito simples. No segundo, foi matador.

NUNO SANTOS - 3.5 - Entrou a todo o gás, obrigando o seu polícia a trabalhos muito forçados, teve bons apontamentos nas triangulações com Antunes e Paulinho, nunca se escondeu até que já não dava para mais.

PAULINHO - 3.5 - Surpresa a sua titularidade, a primeira na equipa, deu um grande salto, passou numa só semana de 3º lugar da Liga a 9 pontos do líder para 1º com 6 pontos de vantagem do 2º. Apesar da falta de entrosamento com os novos colegas já mostrou que de facto faltavam aquelas suas características á equipa. Exímio a jogar de costas para a baliza adversária, muita técnica na recepção e inteligência a tabelar, a inventar espaços.

TIAGO TOMÁS - 3 - Vai continuar a jogar muitas vezes tanto como titular ou a entrar nas segundas partes para com a sua velocidade e agressividade manter a defesa adversária sempre alerta, nunca desiste de uma bola mesmo que pareça perdida.

TABATA - 3.5 - Está em forma este muchacho. Podia ter matado o jogo quando isolado desperdiçou a oportunidade para o terceiro golo; hesitou e deixou o guarda redes ganhar ângulo e acabou emparedado nele.

DANIEL BRAGANÇA - 2 - Os cinco minutos que jogou não foram o suficiente para se evidenciar, já esperavam o apito do árbitro para fim da partida.

JOÃO PEREIRA - 1 - Outra estreia na equipa e logo com a "boas vindas" do árbitro que o brindou com um amarelo, que provocou um livre muito perigoso para a nossa baliza.

RÚBEN AMORIM - 5 - Logo no discurso de antevisão ao jogo deu a entender que não permitiria quaisquer facilitismos. A lição do jogo da Taça ajudou a não repetir os mesmos erros. O relvado dos Barreiros é muito especial e obriga a trabalho específico. Muito bem nas substituições atirando para jogo os frescos Tabata e Tomás que mantiveram a defesa do Marítimo sempre lá atrás.

MILTON MENDES - 2.5 - Respeitou o líder e juntou as tropas nas trincheiras deixando o Sassa sozinho na luta contra os moinhos de vento; depois, já a perder por 2-0, partiu o jogo colocando uma linha de cinco na frente, mas já era tarde.

HUGO MIGUEL - ÁRBITRO - 3.5 - Muitos erros no capítulo técnico na avaliação das faltas, sendo o Sporting muito prejudicado.

ANDRÉ NARCISO - VAR - 3.5 - Nunca foi necessário a sua análise, não interviu.

publicado às 03:03

Foto do dia

Rui Gomes, em 06.02.21

146880363_10157517658176555_5945253259014170779_o

Estreia de Paulinho de leão ao peito, frente ao Marítimo

A título de curiosidade, o recém-chegado Paulinho relatou a conversa que teve quando foi apresentado ao eterno Paulinho do Sporting Clube de Portugal:

"A primeira coisa que lhe disse é que ele é o Paulinho mais importante do Sporting. Eu ainda tenho de escrever o meu nome aqui e ele já faz parte da casa. Há que lidar com os dois, mas que não haja dúvidas de que ele é o mais importante".

publicado às 03:02

As estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 06.02.21

GoalPoint-Maritimo-Sporting-Liga-NOS-202021-90m.jp

publicado às 03:00

Soma e segue!

Rui Gomes, em 05.02.21

146833979_10157517446571555_5853578251688761676_o.

Marítimo 0 Sporting 2

(Pote 9' e 57' - 14 golos na Liga)

"Nem no título falo, quanto mais sem derrotas. O nosso objectivo é chegar ao primeiro jogo da segunda volta sem derrotas e é para isso que trabalhamos".

Rúben Amorim

publicado às 20:55

DESTAQUES

"O Paulinho tem características que precisávamos. Já o disse. É o melhor número 9 do país, mas isso não lhe garante nada. Ele sabe disso. Por isso é que está cá. Não é preciso explicar-lhe tudo. Vai haver jogos para todos. Isto é para o projeto do Sporting. O Paulinho vem para aqui para muitos anos. Se calhar por isso é que fomos comprar um jogador tão caro com 28 anos"

"Em relação aos reforços, deram muito bons sinais. O João já conhecia a casa, o Paulinho já conhecia o treinador. O Matheus Reis não conhecia ninguém, mas chegou cheio de vontade. Tem de encontrar o seu ritmo. Esteve muito tempo a trabalhar com a equipa B do Rio Ave e tem de elevar os níveis físicos. Vamos prepará-lo da melhor forma. O João vinha de competir no clube turco, está pronto, e o Paulinho também. Vem do nosso campeonato, conhece o treinador e os jogadores. Foram bons os sinais esta semana".

"Todos estão disponíveis para ser titulares ou começar o jogo no banco. O Matheus ainda não tem condições físicas para jogar. Os outros estão prontos e vamos colocar os melhores a jogar, como em todos os jogos".

"Os reforços não vêm para tirar espaço aos jogadores jovens. Vão continuar a ter o seu espaço. Eles têm de lutar com jogadores muito bons, com exigência. Depende mais deles do que nós. Já demos provas de que, quem estiver melhor, joga."

"O 'caso Palhinha'?... Estou preocupado apenas com o próximo jogo, o Marítimo. O jogo com o Benfica já faz parte do passado. Este clube tem pessoas que se ocupam dos vários assuntos. O nosso assunto é ganhar o próximo jogo, preparar bem a equipa e evoluir os jogadores. É nisso que estamos focados e o resto é o resto".

LISTA DE CONVOCADOS PARA O MARÍTIMO

Guarda-redes: Adán, Luís Maximiano e André Paulo

Defesas: Pedro Porro, João Pereira, Gonçalo Inácio, Eduardo Quaresma, Coates, Feddal e Antunes

Médios: João Palhinha, Matheus Nunes, Daniel Bragança e Bruno Paz

Avançados: Pote, Nuno Santos, Joelson Fernandes, Jovane Cabral, Tabata, Tiago Tomás e Paulinho

***Nuno Mendes fora dos convocados devido a problemas físicos, assim como João Mário, a contas com um traumatismo no pé direito. Luís Neto a cumprir um jogo de castigo, por acumulação de amarelos (5).

publicado às 17:30

A título de curiosidade

Rui Gomes, em 04.02.21

21945096_ZeIGs.png

Nomeações da Secção Profissional do Conselho de Arbitragem da FPF para os encontros da 17.ª jornada da Liga NOS:

Marítimo M.-Sporting CP
Árbitro: Hugo Miguel
Assistentes: Bruno Jesus e Ricardo Santos
4.º árbitro: Ricardo Baixinho
VAR: André Narciso
AVAR: Paulo Brás

Belenenses SAD-FC Porto
Árbitro: Fábio Veríssimo
Assistentes: Bruno Rodrigues e Sérgio Jesus
4.º árbitro: Miguel Nogueira
VAR: Rui Oliveira
AVAR: Pedro Ribeiro

SL Benfica-Vitória SC
Árbitro: Nuno Almeida
Assistentes: André Campos e Pedro Felisberto
4.º árbitro: Marcos Brazão
VAR: António Nobre
AVAR: Nélson Pereira

SC Braga-Portimonense SC
Árbitro: Rui Costa
Assistentes: Nuno Manso e João Bessa Silva
4.º árbitro: Cláudio Pereira
VAR: Bruno Esteves
AVAR: Rui Teixeira

publicado às 12:50

As Notas de Julius (3)

Rui Gomes, em 12.01.21

img_920x519$2021_01_11_22_06_06_1801773.jpg

Na 3.ª edição desta nova rubrica, temos a oportunidade de ler e comentar as notas (0-6) que o nosso leitor Julius atribuiu aos jogadores do Sporting e a outros intervenientes no jogo de ontem com o Marítimo, a contar para a Taça de Portugal, em que o Sporting saiu derrotado por 2-0.

"Quando todos fazem a sua parte fica mais fácil e ontem os jogadores não o conseguiram fazer; inexperiência com erros crassos à mistura. O espírito de matador ganha-se com o tempo e os miúdos mostraram ainda muita ingenuidade".

LUÍS MAXIMIANO - 3 - Dos menos culpados do insucesso do dia, sem culpa nos golos; foi praticamente mero espectador durante os 90+5 minutos.

PLATA - 2,5 - Teve alguns rasgos dignos, mas raramente conseguiu desequilibrar; nota-se-lhe falta de ritmo.

NETO - 1.5 - Seguramente que arrancava nota positiva não fosse aquele duplo disparate que deu o primeiro golo ao Marítimo. Não se entende com a experiência que tem. Foi o principal culpado da derrota, porque a primeira equipa a marcar naquela altura do jogo dificilmente perderia; fez uma passe proibido para a zona central, directamente para os pés do adversário e depois ainda abandonou a sua posição oferecendo linha de passe para o Pinho, que nas suas costas, não se fez rogado. Que bronca monumental.

FEDDAL - 3 - O melhor dos centrais, foi o patrão até ao golo do Marítimo e acabou como empregado a ajudar a empurrar o carro com os pneus já furados.

BORJA - 3 - Hoje não comprometeu, mas pouco ou nada arriscou; ainda vive o trauma do enorme erro que cometeu em Famalicão.

NUNO MENDES - 3 - Foi dos que mais tentou remar e procurar soluções durante toda a primeira parte, mas aos poucos foi-se-lhe apagando as pilhas que já estavam a ficar fracas.

PALHINHA  - 3 - Sem o enorme fulgor da Choupana, tentou gerir o esforço da melhor forma, ainda foi dos mais esclarecidos e culpados do adversário mostrar tanta ineficácia no primeiro tempo.

MATHEUS NUNES - 2.5 - Foi dos que não fizeram a sua parte e decerto que o treinador esperava mais de quem deu a liberdade de vagabundear no meio campo. Aprendeu que tem que ser muito mais eficaz no futuro.

BRUNO TABATA - 2.5 - Falhou uma boa oportunidade como titular e ainda não está pronto para as responsabilidades que lhe pedem; muito desacerto no timing de romper e servir a bola e ainda não sabe que no remate é a equipa que decide e não ele.

NUNO SANTOS - 3 - Muito mérito a ganhar espaços nas costas dos seus polícias, mas depois faltou subir outro patamar para muito melhor aproveitamento das vantagens que conquistou.

TIAGO TOMÁS - 2.5 - Já soou o alarme a dar alguns indícios de lhe começar a faltar algum gás. Em circunstâncias normais, aquele remate que atirou à trave daria golo com relativa facilidade. Muito esforçado, mas não foi o matador que a equipa necessitava.

POTE - 2.5 - O que melhor entrou no jogo, junto com Coates, dos que subiram ao relvado na segunda parte para tentar mudar o rumo dos acontecimentos; ainda teve um rasgo individual que quase dava finalização já dentro da pequena área.

SPORAR - 2 - Falhou um golo feito, daqueles mesmo à boca da baliza, lance que espelha o desacerto de toda a equipa na finalização.

JOÃO MÁRIO - 2 - Pouco ou nada conseguiu fazer no tempo que esteve em campo; não trouxe melhoria à equipa que já optava por jogo directo muito ao jeito do Marítimo, que pôde respirar melhor, sentindo-se no seu melhor habitat. 

PORRO - 2.5 - Foi dos que deixou a ideia que podia ter entrado um pouco mais cedo, mas compreende-se a gestão do treinador. Sexta-feira há novo jogo e mais importante.

COATES - 2.5 - Se entra mais cedo ......! Acabou por ser o nosso melhor ponta de lança nos derradeiros minutos ganhando vários lances de cabeça na área adversária.

RÚBEN AMORIM - 3 - Na minha opinião fez o que tinha que fazer; é obrigado a fazer gestão da equipa face ao jogo no lamaçal da Choupana, que, a pouco mais de 72 horas, foi desgastante. A verdade é que com as substituições, o Sporting demorou a entrar de novo no jogo e quando parecia que já estava a entrar, o jogo acabou.

MILTON MENDES - 3 - Nota positiva porque a sua equipa marcou dois golos e eliminou o Sporting CP. Não gostei de caírem na tentação do anti-jogo com as fitas do costume e das linhas demasiado defensivas e recuadas.

SPORTING - 3 - Boa primeira parte que deu a ideia de se ter o adversário no bolso, mas a falta de eficácia de matadores deu ânimo ao adversário, acabando por serem eles a marcar primeiro num duplo erro infantil do Neto.

MANUEL OLIVEIRA - 2.5 - Tecnicamente - 3 - Sem reparos de maior, deixou passar algumas faltas claras aos jogadores 'madeirenses'. Disciplinarmente - 2 - O Marítimo precisou de 16 faltas para ter o primeiro amarelo, o Sporting 4. Ficamos esclarecidos. 

LUÍS FERREIRA (VAR) - 3 - Mas fico com dúvidas na cor do cartão a dar ao avançado que pontapeou a cabeça do Neto na área do Sporting.

publicado às 03:49

img_920x519$2021_01_11_21_48_37_1801769.jpg

Marítimo 2 Sporting 0 - Taça de Portugal

publicado às 23:14

A equipa feminina de futebol do Sporting CP visitou e venceu, este domingo, o Marítimo por 1-2, na nona jornada e última da primeira fase da zona Sul da Liga BPI. Em crescendo numa partida exigente, as leoas – já qualificadas - exibiram-se à altura e, graças aos golos de Nevena Damjanović (45’) e Carolina Mendes (68’), fecharam a primeira fase com chave de ouro.

Destaque para a estreia da jovem Mariana Rosa na equipa principal, entrando no jogo ao minuto 28. Depois de Inês Gonçalves (19 anos), Carolina Beckert (20 anos) e Alicia Correia (17 anos), Mariana Rosa, de 19 anos, tornou-se a quarta leoa formada no Clube que este ano se estreou no campeonato.

Com este bom resultado, o grupo de Susana Cova fechou a primeira fase no 1.º lugar e com um registo imaculado de nove vitórias em nove jogos, seguindo para a fase de apuramento de campeão.

publicado às 19:00

A equipa sub-23 do Sporting foi à Madeira, esta terça-feira, empatar com o CS Marítimo 3-3, em jogo da última jornada do Grupo B da Liga Revelação.

Destaque especial para Diego Callai, guarda-redes de apenas 16 anos, em estreia a titular na baliza dos leões.

Golos leoninos da autoria de Paulo Agostinho, Tiago Ferreira e Joelson Fernandes.

Lamentavelmente, depois de estar a vencer por 2-0 e depois por 3-1, o Sporting deixou-se empatar já no período de compensação.

O Sporting CP vai agora disputar a segunda fase da prova com o objectivo de garantir um dos dois primeiros lugares que permitem acesso à Taça Revelação, competição em que vão participar ainda as seis equipas apuradas para a fase de apuramento do campeão.

publicado às 03:02

Sub-23 confirmam bom momento

Rui Gomes, em 30.10.20

Screenshot (278).png

A equipa sub-23 de futebol do Sporting recebeu e venceu, nesta quinta-feira, o Marítimo por 3-2, no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete, em jogo da sétima jornada da primeira fase da Liga Revelação. Um triunfo merecido - terceiro cosecutivo - e que confirma o bom momento que os jovens leões atravessam, depois de um início de prova menos conseguido.

A tarefa parecia complicada, e foi, diante de uma equipa que ainda não tinha perdido na Liga Revelação, mas os leões conseguiram levar a melhor num jogo que foi dividido e que teve várias ocasiões de golo.

Os golos leoninos: Duarte Carvalho (13'), Bruno Tavares (53') e Renato Veiga aos 77'.

SPORTING CP: D. Almeida, Fati (Gonçalo C., 81’), Bernardo (R. Veiga, 58’), B. Tavares (Nazinho, 73’), Geny (Tiago F., 73’), João Daniel - Cap., D. Brás, Chico Lamba, R. Fernandes, Paulo A. e Duarte (L. Dias, 58’).
Suplentes não utilizados: Vasco G., R. Rego, Hevertton, Batalha e N. Skoglund.

publicado às 03:33

Frase do dia

Rui Gomes, em 24.05.20

carlos_pereira_foto_facebook_maritimo1861bc19defau

"(...) Que me perdoe o meu amigo Jorge Nuno Pinto da Costa, mas vou ser igual ao que sempre fui".

Não me vou dar ao desplante (má educação) de dizer o que Carlos Pereira "sempre foi", mas não será exagero algum adiantar que o presidente do Marítimo é mais um que faz parte do problema e não da solução, no que ao futebol português diz respeito.

Esta "bicada" a Jorge Nuno Pinto da Costa a propósito de um alegado desacordo entre os dois na última reunião de presidentes da I Liga, devido ao dirigente do clube insular ter considerado uma "traição" a reunião entre os líderes dos três grandes, os presidentes da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e Liga e ainda o primeiro-ministro, a 28 de Abril.

publicado às 02:34

img_920x518$2019_01_08_23_19_35_1491797.jpg

O Marítimo recorreu ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) no sentido de impugnar a decisão de suspender definitivamente a II Liga, tomada a 5 de Maio, e que teve como consequência directa a subida de divisão de Nacional e Farense.

Ao que consta nos sites noticiosos, o processo deu entrada a 13 de Maio, tendo a Liga como entidade demandada, ficando como contra-interessados precisamente os dois principais beneficiários da decisão.

O clube insular denunciou ainda o fundo de apoio à tesouraria em resposta à COVID-19 e o regulamento desse fundo.

O entendimento entre os clubes do futebol profissional para suspender a II Liga fica assim quebrado pelo presidente do Marítimo, Carlos Pereira, o que pode colocar em causa as subidas de Nacional e Farense, algo que teria implicações na forma como os fundos do Governo Regional seriam distribuídos entre os dois clubes madeirenses.

Com esta impugnação ficam também em causa as descidas de divisão do Cova da Piedade e do Casa Pia.

publicado às 03:17

A lesão de Luiz Phellype é grave

Rui Gomes, em 28.01.20

Luiz Phellype sofreu uma rotura do ligamento cruzado do joelho direito, vai ser operado e não joga mais nesta temporada tendo em conta a gravidade da lesão.

O avançado lesionou-se ainda antes da marca dos dez minutos, no jogo de ontem à noite frente ao Marítimo, na sequência de uma carga que sofreu de René Santos, defesa insular - que o árbitro considerou não ser falta - que o levou a cair mal fora das quatro linhas e cedo se percebeu que poderia ser grave. 

publicado às 18:09

84394225_10156572786291555_580418646271066112_o (2

A complementar uma noite muito chuvosa de Inverno, não teremos assistido ao jogo mais agradável do Sporting, mas, mesmo assim, e apesar da escassez do marcador, houve mais positivos do que negativos, especialmente considerando o 'onze' que entrou em campo.

Em síntese, algumas questões que talvez mereçam debate:

- Difícil de compreender a opção de Jorge Silas, não só em equipar Jesé Rodriguez mas a conceder-lhe a titularidade, e mandar o jovem Pedro Mendes para a bancada.

- Bruno Fernandes talvez esteja a acusar a pressão do momento, mas brindou-nos com mais da sua usual magia e até merecia golo naquele fabuloso remate que foi à trave.

- Coates fez no lance do golo invalidado aquilo que Ristovski é incapaz de fazer quando foi servido de bandeja dentro da área por Bruno Fernandes.

- Wendel com um dos seus melhores jogos de leão ao peito.

- Andraz Sporar não esperava entrar tão cedo no jogo, e apesar de não ter marcado, deixou indicações muito positivas. Estou convicto que foi uma boa contratação.

img_920x518$2020_01_28_00_14_47_1656139.jpg

- A maior ironia deste jogo terá sido o golo vitorioso ser marcado por Borja, tornando-o no herói improvável da noite.

- Rafael Camacho ainda está longe de ser um jogador realizado, até pela juventude, mas com o passar dos jogos deixa cada vez mais a ideia que tem muito para nos oferecer.

- Muito agradável ver Jovane Cabral regressar aos relvados. Mais um jovem que tem muito futebol nos pés. Num gesto bonito, no final do jogo, ofereceu a camisola à mãe que se encontrava na bancada.

- Por fim, a arbitragem... mais do usual mesmo, ou seja, uma porcaria, sublinhado pelo cartão amarelo que foi dado a Bruno Fernandes num lance de bola dividada. Isto, em cima das muitas faltas que o «capitão» sofreu durante o jogo.

Por não ser possível avaliar a intensidade do contacto entre Sporar e o defesa do Marítimo, aceitamos que o golo de Rafael Camacho tenha sido invalidado. No entanto, onde está o mesmo critério quando Sporar sofre carga nas costas no momento que vai rematar?

Registei esta observação de Jorge Silas no final do jogo:

"Jovane Cabral e Plata são dois jovens no qual acreditamos muito e que estão ansiosos por mostrar que podem ser soluções na equipa. O futuro do Sporting CP está no Jovane, Plata, Camacho, Max... jogadores que têm de começar a ter minutos e outros que não estão. Têm muita ambição e vontade de jogar no Sporting. Precisamos de jogadores com irreverência e com vontade de vingar. É um factor importante. Fico muito contente por eles".

publicado às 04:03

Convocatória para o Marítimo

Rui Gomes, em 27.01.20

83054201_10156571580641555_3731343097137725440_o.j

A lista de 19 jogadores convocados por Jorge Silas para o jogo da 18.ª jornada frente ao Marítimo.

Várias ausências de registo: Renan e Vietto ainda a recuperar de lesão, Mathieu, Bolasie e Eduardo a cumprir um jogo de castigo cada, pelas expulsões frente ao SC Braga e Acuña também com um jogo de castigo por acumulação de amarelos.

As novidades: Andraz Sporar na sua primeira convocatória, embora haja alguma dúvida se vai alinhar, pelo menos a tempo inteiro, porque não esteve cem por cento integrado nos treinos. Jovane Cabral de regresso após longa ausência por lesão e Rosier, que não tem feito parte dos planos do Mister Silas.

Algumas dúvidas sobre o 'onze' inicial, mas em princípio poderá ser:

Luís Maximiano; Ristovski, Coates, Luís Neto e Borja; Doumbia/Battaglia, Wendel e Bruno Fernandes; Rafael Camacho, Gonzalo Plata/Jovane Cabral e Luiz Phellype/Pedro Mendes ou Andraz Sporar.

publicado às 16:27

Leoas com mais uma goleada

Rui Gomes, em 02.11.19

4_27.jpg

Depois da vitória por 0-4 frente ao GD Estoril Praia, a equipa de futebol feminino do Sporting repetiu o resultado na tarde deste sábado frente ao CS Marítimo, em jogo da 6.ª jornada da Liga BPI.

O primeiro dos quatro golos surgiu aos 23 minutos por intermédio de Carolina Mendes, que marcou pelo segundo jogo consecutivo.

O 2-0, aos 39 minutos, teve a assinatura da segunda melhor marcadora do campeonato (9 golos), Raquel Fernandes, na resposta a uma assistência de Ana Borges.

5_23.jpg

A fechar, a capitã leonina, Nevena Damjanović, fez dois golos de penálti (71 e 88 minutos) e fixou o resultado final em 4-0.  

A equipa leonina situa-se em segundo lugar na classificação, em igualdade pontual com o SC Braga, ambos com 15 pontos, três atrás do líder Benfica.

publicado às 20:08

download.jpg

A minha intenção inicial era nada escrever sobre o jogo de ontem com o Marítimo. Mudei de ideias depois de ler os comentários no post que publiquei minutos depois do apito final.

Confesso que é deprimente ler muito do que foi escrito. Como referi a um leitor, a atitude crítica do tudo ou nada, ou seja, do bota-abaixo arrasador, não me impressiona.

Sou o primeiro a reconhecer que há múltiplos aspectos da performance do Sporting pouco sofríveis, a começar com mais um erro defensivo logo aos oito minutos, que permitiu o golo "madeirense", precisamente num momento em que era tudo o que a equipa leonina não precisava, pela sua fragilidade emocional na sequência da Supertaça.

Mas também reconheço que este foi um daqueles jogos em que o Sporting criou várias oportunidades flagrantes e poderia ter marcado três ou quatro golos. E se isso tivesse acontecido, nada do que se pode ler no outro post surgiria. A velha postura da opinião em função do resultado.

Por tudo em causa logo após os primeiros minutos oficiais da época, especialmente tendo presente os muitos constrangimentos que afectam o Clube, não me parece o caminho mais sensato.

Como afirmou ontem o meu colega Nação Valente: "os sportinguistas só sabem viver em instabilidade. Assim não vamos lá".

O presidente Frederico Varandas agiu em boa fé ao contratar Marcel Keizer. Se errou, será ele próprio a corrigir esse erro. Se há um ou outro reforço que não satisfaz, mais cedo ou mais tarde haverão alternativas. A vida é assim e o futebol não é excepção.

Nota: Ontem também vi o Manchester United receber e golear o Chelsea por 4-0. Se tivesse acontecido em Portugal, as manchetes do dia refeririam, decerto, o "banho de bola" aplicado pelos Red Devils, mas nada está mais longe da verdade e quem não viu o jogo, ficará com a ideia errada.

A equipa de Londres esteve melhor uma grande parte do jogo. Foi para a segunda parte a perder por um golo, consequência de um penálti muito discutível, na minha opinião. O segundo golo é antecedido por uma falta não assinalada e no quarto, a bola tabela na perna de um defesa para trair o guarda-redes "londrino". Ainda com o resultado 1-0, o Chelsea executa um remate em que a bola bate na quina do poste e da trave.

O futebol é mesmo assim...

publicado às 03:03

68796568_10156154223376555_7525513916479176704_n.j

publicado às 20:29

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo