Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O herói de Alkmaar

Rui Gomes, em 05.05.20

mw-1280.jpg

Há precisamente 15 anos (5 de Maio de 2005), o Sporting CP foi à Holanda perder mas apurou-se para a final da Taça UEFA, com um golo de Miguel Garcia. Depois de terminar a carreira na Índia, tornou-se gestor imobiliário. Está agora com 37 anos e recorda alguns momentos passados em Alvalade.

O golo em Alkmaar, há 15 anos

Apesar de não termos conquistado qualquer título, foi um ano espetacular. Dava gozo jogar, treinar. Estávamos supermotivados. Aquele momento foi o mais alto da minha carreira. Faz 15 anos. O número da minha camisola, por acaso, era o 15. É mais um motivo para celebrar esse golo (risos). (…) O meu filho mais velho já me pede para ver, pergunta por que é que eu não continuo a jogar (risos).”

Um golo e quatro pontos na cara

Foi num canto contra nós. Eu queria atacar a bola, só que o Sá Pinto ganhou primeiro para tirar da área e acabou por acertar-me, já não me recordo se foi com o cotovelo ou com a mão, e abriu-me um corte por cima do lábio. Levei três ou quatro pontos, já nem sei! Até fui cosido a sangue frio no balneário ao intervalo.”

10 anos no Sporting

Quando cheguei ao Sporting com 14 anos já havia o Ricardo Quaresma nessa equipa de iniciados. Havia o João Paiva. Havia o Marinho. Havia o Jaime Bragança. Era uma equipa recheada de grandes jogadores. (…) Mais tarde, com o Ronaldo na equipa, ele já era craque. Eu entrava em campo, na altura era o capitão da equipa de juniores, e pensava: ‘Temos aqui o Ronaldo, estamos tranquilos, porque mais cedo ou mais tarde ele vai marcar um golo ou dois.’ (…) Já se via que ele ia ser um grande jogador. Não dava para ver ainda que ia ser um dos melhores do mundo, mas dava para ver que ia chegar rapidamente à primeira equipa.”

A saída para a Reggina

Eu até Dezembro fiz mais ou menos o mesmo número de jogos do Abel Ferreira. Mas em Dezembro lesionei-me, no jogo em casa contra o Spartak Moscovo. Na mesma altura recebi uma proposta da Reggina. O Sporting não me deixou sair. Não quiseram renovar e pediram que esperasse até ao final da época. Mas eu queria resolver a minha vida. Não queria ficar à espera até ao final da época, sem saber para onde é que eu ia. A Reggina fez-me então outra proposta, para que eu assinasse de imediato e fosse para lá no final da época. Foi o que eu fiz. (…) O Sporting soube e a partir daí nunca mais joguei.”

Comer búfalo em vez de vaca

Em Mumbai não se come vaca. Então, o que é que se come? Búfalo! (risos). Eu já tinha comido búfalo algumas vezes mas daquela vez. Estava com um amigo português que me disse que a carne não lhe estava a saber bem. A mim estava. Comi o meu bife e o dele.

À noite, entretanto, comecei a ficar maldisposto. Acabei num hospital, onde as divisões eram do género das nossas cortinas de casa de banho. As marquesas eram de madeira, nem um colchão almofadado. Ar condicionado nada, havia ventoinhas. E ao meu lado estava deitado um rapaz que tinha dengue. Só queria era ir embora dali! Mas correu tudo bem, lá se passou.”

Hugo Viana e Beto

São pessoas que estão lá só para dar o melhor e ajudar o Sporting. São sportinguistas ferrenhos, fanáticos. Ninguém mais do que eles quer ganhar um campeonato. Por isso, eu acho que será uma questão de tempo para que o Sporting consiga atingir os objectivos que certamente passarão por ser campeão.”

Frederico Varandas

Foi ele que me ajudou a recuperar de uma lesão no tendão de Aquiles quando eu voltei da Índia. Ficámos com uma boa relação, de amigos".

publicado às 03:03

Recordar é viver

Rui Gomes, em 11.04.20

publicado às 16:45

"Nani tem sido um exemplo"

Rui Gomes, em 27.09.18

 

nani1661847a.png

 

Miguel Garcia, antigo jogador do Sporting e ex-colega de equipa de Nani, comenta, entre outras coisas, as invenções do quasi oficioso porta-voz do clube da Luz, que reportou que o capitão do Sporting "soltou insultos bem ruidosos", o que "não caiu bem junto da estrutura leonina", ao ser substituído por Jovane Cabral frente ao SC Braga:

 

 "Estive no Sporting-Qarabag e vi união. Lalei com algumas pessoas e contaram-me que estavam felizes. O Nani é uma mais valia, com grande experiência. Foi contratado para capitão, líder, e como todos temos visto tem sido um exemplo. Acho estranho um alegado descontentamento de Nani pela maneira como tem jogado e puxado pelo grupo.

 

Ele só está com a cabeça no Sporting. Foi uma pena não ter ido à selecção, porque tem ainda ainda muito para dar ao futebol. Dinheiro ou continuar a competir a mais alto nível? O Nani tem qualidade para continuar no Sporting, mas não sei se preferirá o dinheiro ou uma nova experiência. Cada jogador é que sabe de si e o que é melhor no momento. (Isto, sobre o alegado interesse de David Beckham em levar Nani para a sua equipa na MLS, o Inter Miami, que começa a competir em 2020).

 

Uma derrota nunca é bem vinda, mas até ao jogo de Braga o Sporting estava a fazer uma época fantástica. São derrotas que se calhar vão fazer crescer o grupo e certamente que os jogadores vão dar uma resposta positiva já na próxima jornada".

 

publicado às 18:20

Lembram-se dele ?

Rui Gomes, em 16.01.15

 

ISL_NEU_MUM_AbhishekYadav_MiguelGarcia_Rehenesh-50miguel_garcia_03-04_03_20110627_1797780707.jpg

 

Miguel Garcia vai assinar muito em breve pelo Sporting de Goa, filial n.º 114 do Sporting Clube de Portugal:

 

«Está tudo bem encaminhado, mas ainda não assinei. Em princípio na segunda-feira ficará tudo resolvido. Estou muito satisfeito por poder voltar a vestir de verde e branco. Não estava à espera das condições excepcionais que encontrei neste país (Índia), em termos de apoio da equipa técnica, da direcção, do público nos estádios, tem sido uma surpresa agradável, por isso quero continuar lá. A qualidade de futebol não é tão elevada quando em comparação com Portugal, por exemplo. Os estrangeiros trazem essa qualidade e experiência, mas os jogadores indianos não estão ao nível dos europeus porque, ao contrário de nós, começaram muito tarde, aos 14, 15 16 anos, e há coisas básicas que lhes custa assimilar.»

 

Miguel Garcia jogou na época passada pelo "NorthEast United" do escalão principal indiano e, pelos vistos, irá agora representar a filial do Sporting. Sempre gostei e respeitei este jogador que, sem ser um talento excepcional, era um excelente profissional e deixava tudo em campo.

 

Chegou ao Sporting em 1998, com 15 anos, e permaneceu até 2007. Passou pelo Olhanense, SC Braga, Reggina (Itália), Orduspor (Turquia), Mallorca (Espanha) e até chegou a jogar na equipa dos desempregados, em Portugal.

 

Muitos de nós ainda nos lembramos do seu célebre golo em 2005, no jogo da 2.ª mão das meias-finais da Taça Uefa, frente ao AZ Alkmaar, no último minuto do prolongamento, que permitiu ao Sporting a passagem à final.

 

«Na maioria das entrevistas que me fazem, perguntam-me sempre por Cristiano Ronaldo. Sabem que fomos colegas no Sporting e querem saber como é jogar com ele, como ele conseguiu chegar a melhor do mundo, etc.. As pessoas conhecem os grandes clubes e estão informadas sobre o futebol português.»

 

Agora com 32 anos, mas ainda com força e vontade para jogar futebol.

 

publicado às 03:29

Miguel Garcia ainda joga

Rui Gomes, em 22.08.13

 

 

Fiquei satisfeito ao saber que Miguel Garcia assinou recentemente um contrato de um ano mais outro de opção com o Maiorca da II Liga espanhola. Fui sempre fã deste nosso formado que muito embora não tenha sido dotado com talento puro, era um jogador muito honesto que deixava em campo o seu melhor. Depois dos anos de formação ainda permaneceu no Sporting até 2007, altura em que se transferiu para o Reggina. Sofreu grave lesão no clube italiano e meses mais tarde acabou por rescindir. Esteve mais de um ano no desemprego - recordo ele jogar na equipa dos desempregados do Sindicato - mas foi eventualmente parar ao Olhanense. Daí para o SC Braga e então duas épocas no Orduspor na Turquia. Ainda conquistou a Taça de Portugal pelo Sporting em 2006/07 e foi finalista da Taça UEFA duas vezes: de leão ao peito em 2004/05 e pelo SC Braga em 2010/11. Com a sua reconhecida entrega, aos 31 anos, ainda terá algo para oferecer ao futebol.

 

publicado às 04:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo