Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Interesse do Monaco por Acuña

Rui Gomes, em 31.12.18

 

283601-large.jpg

 

O jornal francês 'Le 10 Sport' revelou este domingo que o Monaco estará a preparar um possível ataque a Marcos Acuña já no mercado de Inverno. A acreditar, Acuña é um dos alvos preferidos de Thierry Henry no reforço do plantel, na tentativa de reverter a situação atual na Ligue 1, onde é 19.º, com apenas 13 pontos.

 

O Le 10 Sport refere que jogador argentino, apesar dos seus 27 anos, tem ainda uma margem de progressão interessante, sendo por isso o alvo preferencial dos monegascos que, em princípio, seriam obrigados a fazer um investimento muito substancial, já que o internacional argentino tem vínculo com o Sporting até 2023. Para mais, está blindado com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros e é igualmente um elemento fulcral na estrutura de Marcel Keizer no Sporting.

 

Por enquanto, apenas mais um rumor do mercado, no entanto, a possibilidade não deixa de apresentar um cenário interessante. Partindo do princípio que nenhuma oferta será pelo valor da cláusula de rescisão, deveria o Sporting considerar permitir a transferência caso a proposta sobre a mesa seja mesmo "muito substancial" ?

 

Acuña chegou a Alvalade no Verão de 2017 por cerca de 10 milhões de euros. O seu passe, segundo o Transfermarkt, vale neste momento 15 milhões.

 

publicado às 04:17

Mais uma negociata à Pinto da Costa

Rui Gomes, em 24.05.13

 

Mais uma enorme trapaça à Pinto da Costa, a venda ao Monaco de João Moutinho por 25 milhões de euros e de James Rodriguez por 45 milhões, de acordo com o que foi comunicado à CMVM pelo clube do Norte. O que isto significa é que o Sporting está a ser ludibriado de muitos milhões, recebendo apenas 3,5 milhões pelo seu 25% da mais-valia da transferência, quando poderia - e deveria - ter recebido 7,250 milhões se o jogador foi na realidade vendido pela valor da cláusula de rescisão - 40 milhões - ou, mesmo admitindo uma verba inferior - 35 milhões - segundo o que era mais expectável, 6 milhões de euros.  

 

Não é surpresa alguma e já aqui se sublinhou esta forte hipótese em outros escritos. Na realidade, João Moutinho foi teoricamente vendido por muitos menos do que o Tottenham ofereceu no verão de 2012, negócio esse que não foi aceite por Pinto da Costa precisamente pela inexistência de venda em pacote que permitisse a negociata que foi agora efectuada.

 

Desconheço os mecanismos que a UEFA e/ou a FIFA providenciam em matéria desta natureza mas, de qualquer modo, o Sporting deveria fazer queixa/exposição tanto do FC Porto como do clube de Monaco - óbvio cúmplice neste negócio. É totalmente inacreditável que o FC Porto vendesse o seu principal e mais importante activo por 15 milhões de euros abaixo da sua cláusula de rescisão. Este é um importante desafio para o novo presidente do Sporting e veremos como ele lida com os "big boys".

 

P.S. Em antecipação dos variados comentários, deixo desde já claro que não devemos aceitar o argumento de que "fez o FC Porto muito bem, que o Sporting fizesse o mesmo no seu lugar". É totalmente inaceitável, porque é o mesmo que dizer que os fins justificam todos e quaisquer meios. Para isto ser possível, o Monaco teve que concordar declarar a transferência com o jogador deliberadamente subvalorizado. Por falta de evidência, o processo não estará ferido de legalidade, consideração que não anula o que está à vista de todos. É a minha modesta opinião que o Sporting deveria fazer uma exposição à UEFA/FIFA, mesmo sem provas. No mínimo, para chamar a atenção a este tipo de negociatas.

 

 

publicado às 18:59

A grande dúvida

Rui Gomes, em 24.05.13

 

Segundo Pinto da Costa, as negociações com as transferências de João Moutinho e Jaime Rodriguez para o Mónaco ainda não estão concluídas, daí que ainda não conste qualquer comunicação oficial no site dos dois clubes nem por parte do FC Porto à CMVM. É de admitir que existe enorme curiosidade - e alguma ansiedade à mistura - em saber os pormenores do negócio, pela percentagem (25%) que o Sporting detém sobre a mais-valia da verba atribuída ao ex-médio sportinguista. Há muitos meses - quase desde que ele se transferiu para a Invicta - que insisto que João Moutinho nunca seria vendido sem ser em pacote e até acredito que não houve negócio com o Tottenham na época passada precisamente por isso. Como é evidente, a percentagem do Sporting poderá vir a ser significativamente reduzida se parte do que lhe compete for habilmente transferida para o outro jogador.

 

Dito isto, também existirão outras considerações que poderão complicar a computação dos números. Não posso garantir que a informação está actualizada, mas mediante o que me foi possível apurar, o FC Porto - em Outubro de 2010 - vendeu 37.5% do passe de Moutinho à Mamers B.V. por 4.125 milhões de euros e 35% do passe de James Rodriguez à Gol Football Luxembourg por 2.2550 milhões de euros, considerando, ainda, que pela transferência original do colombiano, o FC Porto só adquiriu 70% dos seus direitos económicos. Perante este complexo cenário, vai ser interessante analisar os números que serão comunicados oficialmente em um negócio que ficará condicionado à aceitação do Monaco na Liga francesa, algo que ainda está por confirmar.

 

Adenda: O que está a ser noticiado já a hora tardia - mas não confirmado - é que contrário aos desejos do FC Porto, o Monaco recusou declarar 25 milhões de euros por João Moutinho e 45 milhões por James Rodriguez, insistindo em 35 milhões por cada. Sendo verdade - e esperamos que seja - isto significa que o Sporting terá direito a 25% de 24 milhões, ou seja, 6 milhões de euros, a adicionar aos 11 milhões que recebeu pela venda original.

 

publicado às 01:21

João Moutinho a caminho do Monaco ?

Rui Gomes, em 17.05.13

   

Confirmando-se que o Monaco já chegou a um acordo com João Moutinho para a próxima temporada e que está disponível para pagar os 40 milhões de euros referentes à cláusula de rescisão do jogador, o Sporting, nas circunstâncias, poderá fazer um bom negócio pelos seus 25% acima dos 11 milhões que o FC Porto pagou por ele, que será aproximadamente 7.250 milhões de euros. 

 

A notícia foi hoje avançada pela revista francesa "Le 10 Sport" que também indicou que falta apenas a reunião entre os dois clubes para selar o negócio, tornando-se na transferência mais cara de um jogador a sair do futebol nacional.

 

publicado às 23:24

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds