Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A opinião de um leitor "estrangeiro"

Rui Gomes, em 05.03.14
 

 

Pela primeira vez em 2014, e em muitos meses aliás, visitei o meu velho espaço da blogosfera, não para o ler, mas à procura de um nosso amigo que me preocupa pelo seu estado de saúde - o Senhor Fernando Albuquerque - que é há muito meu assíduo leitor nos dois espaços e que há umas semanas deixou de aparecer com os seus comentários. Infelizmente, também não o encontrei no outro espaço. Agradeço que alguém que seja nosso leitor e que porventura o conheça, nos dê algumas informações.

 

De qualquer modo, no processo de levar a cabo a minha "investigação", deparei com um comentário que me impressionou, pela sua exactidão nos pontos essenciais ao que concerne Leonardo Jardim, e que entendi merecer publicação no Camarote Leonino. Diz o leitor identificado como JPT:

 

«O Nosso Treinador superou as expectativas que todos tínhamos, e que nos era legítimo ter depois do desastre do ano passado. Superou-as (como escreveu o Mané no e-mail que nos mandou) de forma BRUTAL. Mas muita coisa mudou, para lá da entrada de um novo treinador. Uma coisa é treinar o Sporting dos Bancos e dos Betos (que, graças a Deus, estão em casa a torcer-se pelo visitante), outra é trabalhar no Nosso Sporting (nosso, dos Sportinguistas que não se calam e ocupam bancadas do Minho ao Algarve). O 7.º lugar do ano passado era uma inevitabilidade cósmica, tal era o mau Karma da C (não vou usar o termo corrente, em nome da desejada pacificação do nosso clube) que nos dirigia e não vale a pena usá-lo como bitola do nosso futuro. Por isso mesmo, o facto de o Nosso Treinador ter construído uma equipa e acrescentando enorme valor ao nosso plantel não nos deve impedir de constatar que ele não quer (ou não consegue) libertar-se de cautelas mais próprias de um treinador do Chaves (que foi, e brilhante) e de um treinador do Olympiakos (que deixou de ser , por isso mesmo). Todos (os que já vimos e vivemos e aproveitámos para aprender) sabíamos que ia jogar o Magrão (mas não devia), que não ia jogar o Capel (mas devia), que o Martins ia penar na posição 10, sem conseguir apoiar o Slimani (que ia andar, por ali, desamparado entre 8 bracarenses), e que - a certa altura - o nosso treinador ia ter de mudar tudo e íamos (se Deus quisesse) marcar e ganhar. E tudo aconteceu com previmos. Se nós, meros mortais, não remunerados para treinar, previmos isto (limitando-nos a usar a experiência dos últimos três meses de futebol leonino e o calo nos glúteos de anos na bancada) é injusto exigirmos o mesmo de um homem sério e sabedor como o Mister Leonardo Jardim ? Isso faz de nós más pessoas e maus Sportinguistas ? SL!.»

 

publicado às 04:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo