Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais um caso de ausência do VAR

Rui Gomes, em 01.11.19

Não está aqui em questão o que as equipas jogaram, apenas o lance do golo do Paços Ferreira que foi obviamente marcado com o braço de Douglas Tanque aos 74 minutos (2.45 minutos do vídeo). Ele vai à bola com a intenção de a cabecear, falha redondamente, e é com o braço que a impela para dentro da baliza de Renan.

É perfeitamente aceitável, pelas circunstâncias do lance, que o árbitro Rui Costa não tenha visto a infracção, já o mesmo não pode ser dito do VAR. Que imagem viu este, diferente da nossa, pelos vistos, que o levou a validar o golo?

Mais cedo no jogo, também se verifica uma hipotética mão na bola de Mathieu. Rui Costa viu o lance e entendeu nada assinalar. Admite-se que é discutível, mas, de qualquer modo, a existir infracção do defesa do Sporting, esta ocorreu fora da área, não sendo portanto causa para grande penalidade.

publicado às 12:59

74664677_10156344755251555_7906153249898496000_n.j

Considerações de Jorge Silas, em conferência de imprensa:

"Foi um jogo difícil pela mais-valia do adversário. O Paços constrói bem, faz muitos cruzamentos; podíamos ter gerido melhor depois do golo, faltam-nos alguns passos para gerir o jogo em vantagem mas também porque o Paços nos criou dificuldades. O golo deles foi merecido. O Paços fez um belo jogo, e se calhar nem merecia perder.

Queremos um Sporting a controlar muito mais o jogo, mesmo que o resultado nos seja favorável. No final da primeira parte começámos a cometer erros que não devíamos ter cometido, o aspecto psicológico dos jogadores ainda não está como pretendemos.

Na segunda parte o Paços foi superior, muito porque deixámos de fazer o que tínhamos de fazer. Sem querer tirar mérito ao Paços, não fizemos nada do que combinámos.

Em termos de empenho, atitude e coração as duas equipas foram fortes, acabámos por ser mais felizes.

As derrotas pesam muito, somos obrigados a dar prioridade ao resultado. Não tivemos tempo suficiente para trabalhar para que a exibição acompanhe o resultado. As vitórias são importantes para a estabilidade, para [os jogadores] começarem a ganhar mais confiança e também entre equipa técnica e jogadores. As derrotas trazem desconfiança em todo o lado. Com o tempo vamos conseguir manter as boas exibições por mais tempo durante o jogo.

O desgaste surge sempre que perdemos a bola. Com a categoria destes jogadores, ainda perdemos muito a bola e temos de correr atrás dela, o que não é o nosso forte. Temos de ter mais tempo de posse de bola, mas objectiva, à procura do golo. Ainda temos muita pressa, perdemos muito a bola e isso cria desgaste".

publicado às 04:03

Ainda sobre o jogo na Mata Real

Rui Gomes, em 01.11.19

GoalPoint-Pacos-Sporting-Liga-NOS-201920-90m.jpgGoalPoint-Pacos-Sporting-Liga-NOS-201920-MVP.jpg

publicado às 04:01

73342816_10156341317936555_7378743540966227968_n.j

A lista dos 19 jogadores chamados por Jorge Silas para o encontro da 9.ª jornada da Liga NOS.

Uma única novidade de relevo, com Rosier a dar lugar a Ristovski, que poderá ver os seus primeiros minutos na actual edição do campeonato. Gonzalo Plata é substituído por Rafael Camacho. Rodrigo Fernandes, desta vez, não é opção e Luís Neto vai a jogo.

Tudo indica que Silas vai querer alinhar novamente num 4x3x3 e, salvo Ristovski, com a mesma equipa que venceu o Vitória de Guimarães.

O Paços de Ferreira situa-se em 17.º lugar neste momento, com apenas cinco pontos.

publicado às 20:00

 

 

Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão ao jogo deste domingo com o Paços de Ferreira. Entre outras coisas, disse o seguinte:

 

"Tivemos uma reunião, tudo o que se passou fica lá dentro. O importante é a liberdade que o presidente deu para convocar os jogadores que quisesse. Jogadores ainda não estão convocados porque estou aqui mas vou convocar todos os que estão disponíveis a nível físico".

 

Perante esta declaração e salvo lesões, é de esperar um 'onze' muito próximo do usual. A única dúvida é se Jorge Jesus opta por fazer poupanças com o jogo de quinta-feira em mente.

 

No que diz respeito à reunião entre Bruno de Carvalho e o plantel, consta que foi um momento muito tenso e que terminou sem pedido de desculpas por qualquer das partes e que a nota de culpa não foi entregue aos jogadores.

 

Ficamos com a ideia que o assunto está longe de encerrado, pelo menos da parte do presidente que terá em mente qualquer medida punitiva assim que houver oportunidade para tal.

 

publicado às 05:22

 

naom_5973d6b0880ea.jpg

 

Do plantel do Sporting, houve sete jogadores que não se manifestaram publicamente contra Bruno de Carvalho. São eles: Bas Dost (avançado), Romain Salin (guarda-redes), Jéremy Mathieu (central), André Pinto (central), Josip Misic (médio), Lumor (defesa esquerdo), Petrovic (médio) e Luís Maximiano (guarda-redes).

 

Será com estes sete futebolistas que o Sporting avançará para o encontro com o Paços de Ferreira (domingo), sendo que só seis deles poderão ser utilizados como titulares - um dos dois guarda-redes ficará no banco. O resto do onze será composto por cinco atletas da equipa B.

 

Recapitulando, estes são os 19 jogadores suspensos por Bruno de Carvalhoa: William Carvalho, Rui Patrício, Fábio Coentrão, Sebastián Coates, Bruno César, João Palhinha, Cristiano Piccini, Gelson Martins, Rafael Leão, Seydou Doumbia, Rodrigo Battaglia, Marcos Acuña, Ristovski, Podence, Rúben Ribeiro, Bruno Fernandes, Bryan Ruiz, Wendel e Fredy Montero.

 

Entretanto, surgem reportagens alegando que Fábio Coentrão foi dispensado e regressa já a Madrid, e que tanto Doumbia como Rúben Ribeiro retiraram partilha do comunicado dos jogadores.

 

publicado às 04:58

Muito feio Sérgio !

Rui Gomes, em 12.03.18

 

 

Nota: João Henriques - treinador do Paços de Ferreira - surgiu a comentar o incidente:

 

"Não houve cuspidela nenhuma. Houve um desabafo final do Sérgio Conceição, coisas normais do futebol. O Sérgio não foi correto, mas não há nada mais do que isso.

 

Foi uma atitude irreflectida, eu compreendo. Já disse isso ontem e repito. Percebo a frustração do momento e ele teve uma atitude que não foi correcta, creio que está toda a gente de acordo em relação a isso, mas são situações que acontecem naturalmente. O Sérgio vai reflectir sobre isso e a situação é facilmente ultrapassável.

 

Claro, com toda a certeza que não voltarei a estender a mão a Sérgio Conceição, mas não tenho nenhum rancor".

 

A atitude óbvia de alguém que não quer levantar "ondas", apesar de ter sido ofendido pelo treinador do FC Porto, de uma forma ou outra.

 

A realidade nua e crua é que este tipo de comportamento é intrínseco à personalidade de Sérgio Conceição. Já o era enquanto jogador e, pelos vistos, nada mudou agora que é treinador.

 

publicado às 13:30

 

C1G565Z7.jpg

 

Nuno Saraiva recorreu às redes sociais para destacar o mérito do VAR em validar o primeiro golo do Sporting no jogo com o Paços de Ferreira, não desperdiçando o ensejo para deixar uma alfinetada aos rivais:

 

"Em Paços de Ferreira, nova prova de como o VAR é uma ferramenta fundamental para a verdade desportiva. No primeiro golo do Sporting, nos dois momentos em que podia haver dúvidas, o videoárbitro decidiu bem. Primeiro, no desvio do William, há um defesa do Paços a pôr o Battaglia em jogo. No seguimento do lance, Battaglia remata estando em linha com Bas Dost, pelo que está atrás da linha da bola. Tudo legal, portanto.

 

Convém pois que, como diria o outro, quem nunca jogou à bola conhecesse as regras antes de dizer disparates. O resto é conversa de piriquitos e mitológicos com asas".

 

publicado às 03:37

 

image.jpg

 

Nunca gostei de escrever crónicas de jogo, especialmente sobre desafios como o deste domingo na "capital do móvel", em que se chega ao fim sem se saber bem como descrever o nível exibicional das equipas.

 

A segunda parte foi um pouco melhor do que a primeira, mas parece-me que foi um jogo em que se acentuaram os aspectos defensivos, com os ofensivos a deixarem muito a desejar; poucos remates e um número reduzido de oportunidades claras. Além dos golos, Bas Dost desperdiçou uma boa chance isolado frente a Mário Felgueiras, e já no segundo período, Bruno Fernandes mandou um bom remate ao poste. O Paços não criou muito perigo para a baliza de Rui Patrício, mas também teve uma bola na trave.

 

Dito isto, não passa despercebido que esta foi a primeira derrota caseira do Paços de Ferreira esta época, clara indicação que jogos no Estádio da Mata Real não são missão fácil para ninguém.

 

R2WLNP5R.jpg

 

Acho que houve alguma precipitação de Jorge Jesus em incluir Acuña no onze inicial após a sua ausência por lesão, e a sua substituição aos 55 minutos pecou por tardia, tal a sua fraca exibição.

 

Mais em destaque na equipa leonina, Jérémy Mathieu na defesa e Gelson Martins em todo o terreno, assinando um golo de muito belo efeito.

 

Não me parece que tenha existido algo de irregular no primeiro golo do Sporting e a revisão do lance pelo VAR, terá confirmado precisamente isso.

 

Este jogo marca a estreia oficial de Bryan Ruiz esta época, ao entrar aos 72 minutos em substituição de Battaglia.

 

Com esta vitória, o Sporting aproveitou o deslize do FC Porto, ficando agora apenas a dois pontos do líder da tabela classificativa.

 

publicado às 20:04

 

 

 

O Paços de Ferreira conseguiu, esta sexta-feira, a sua primeira vitória para o campeonato, diante do Vitória de Setúbal, por 1-0, em jogo da sexta jornada.O único golo da partida chegou aos 56 minutos, com Pedrinho a aproveitar um ressalto à entrada da área, para dar os três pontos aos "castores".

 

Excepto que esse poderá não ter sido o único golo legal do jogo. Pouco antes, aos 49 minutos, Gonçalo Paciência disparou, de forma espontânea, desde fora da área, à figura de Mário Felgueiras. Contudo, o guardião largou a bola e, antes de a recuperar, a redonda terá passado a linha de golo. O árbitro deu a entender que consultou o vídeo-árbitro e o golo não foi validado.

 

Apesar de se reconhecer que não é um lance de fácil análise, parece-me que através da tecnologia disponível é possível determinar que a bola passou completamente a linha de golo. No entanto, a acreditar que o VAR foi mesmo consultado, a opinião dos operadores foi diferente.

 

Eis o que José Couceiro teve para dizer sobre o lance:

 

«A questão não é o video-árbitro, não se trata da sua funcionalidade. Repito, sou a favor do video-árbitro, mas estes erros são humanos. A análise deve ser feita por pessoas com capacidade para o fazer, se não a têm devem ser alteradas. É uma coincidência, mas em seis jornadas temos três vezes o mesmo video-árbitro. Como explico isto aos meus jogadores? Bato na tecla de que o foco é o jogo e...

 

Nós é que vamos ser penalizados, nós é que vamos ter o lugar em risco. Não é por mais 30 segundos que o jogo esteja interrompido... Este era um lance complicado para o árbitro, difícil para o assistente mas não era difícil para o video-árbitro».

 

Nota: Para evitar comentários despropositados, devo esclarecer que este artigo nada tem a ver com o Vitória de Setúbal ou o Paços de Ferreira, mas sim com a função do vídeo-árbitro.

 

publicado às 04:15

 

... Pelo menos, é o que consta nas páginas noticiosas do dia. O avançado de 24 anos há muito que é seguido pelo Sporting com as conversações a iniciaram-se antes ainda do último mercado intercalar, quando os "leões", em vão, tentaram o empréstimo com opção de compra. Contudo, apesar de o negócio não ter avançado e ter sido dado como abortado, Jorge Jesus aparenta continuar empenhado em envidar todos os esforços para contratar o brasileiro, que até já fez das suas justamente contra o Sporting na época em curso, ao apontar os dois golos pacenses na derrota dos castores (4-2), em Alvalade.

 

welthon.jpg

 

Alegadamente, Jorge Jesus tem dispensado particular atenção ao processo, insistindo para que nova ronda de negociações seja retomada com a maior brevidade possível, até porque no mercado alemão há clubes interessados.

 

Paralelamente à procura de laterais-direitos e esquerdos, posições às quais, entre outras, Jesus concede especial primazia para reconstruir o plantel leonino, surge a busca por mais uma solução para a frente de ataque, que configura Welthon como elemento prioritário.

 

A Sporting SAD aponta como objectivo negociar a cláusula de rescisão de cinco milhões de euros para adquirir o atleta, que passou pela equipa B do Braga durante o ano de 2014 e voltou do Brasil à liga portuguesa no último Verão para vestir a camisola do emblema da Capital do Móvel, ao qual está vinculado até 2021.

 

Importa referir relativamente a este processo que, além de ter de chegar a acordo com o Paços de Ferreira, o Sporting terá ainda de se sentar à mesa de negociações com um grupo de investidores ao qual pertence 30 por cento do passe do dianteiro canhoto.

 

Titular indiscutível do conjunto orientado pelo jovem técnico Vasco Seabra, o esquerdino é responsável por 16 golos em 32 partidas, 11 dos quais na Liga, posicionando-se como o sexto melhor marcador da prova.

 

publicado às 02:58

Justifica-se o interesse em Welthon ?

Rui Gomes, em 16.03.17

 

welthon_pacos_de_ferreira_foto_octavio_passos_lusa

 

Rui Seabra - presidente do Paços de Ferreira - surgiu a esclarecer de forma enigmática que neste momento não há qualquer acordo com o Sporting para a transferência de Welthon, avançado brasileiro de 24 anos que esta época já marcou 11 golos na 1.ª Liga:

 

«Isto do Sporting é especulação ou talvez não. Se houver interesse do Paços e do Sporting em chegar a um acordo ele poderá acontecer. Nós queremos fazer um bom encaixe financeiro com o jogador. Ele é jogador do Paços, tem contrato até 2020. Com as abordagens que temos tido a sua saída será mais que certa. Temos clubes de vários países interessados no jogador, desde Itália, Suíça, Portugal e Espanha. Ele tem marcado a diferença, mas é difícil manter estes jogadores.»

 

Welthon já participou em 31 jogos esta época, 28 dos quais como titular, acumulando 2589 minutos de jogo (média de 83,5 minutos por jogo), com 16 golos marcados.

 

O jornal Record noticia esta quinta-feira que o Sporting já apresentou uma proposta de 2,5 milhões de euros pelo passe do jogador, mas consta que o Paços estará a exigir 5 milhões.

 

publicado às 12:02

 

  

Acho que este jogo com o Paços de Ferreira, mais do que alguns outros, reflecte o real estado desta equipa do Sporting, tendo em consideração que jogou em casa contra o 14.º classificado da I Liga.

 

Fez sentir a sua superioridade na primeira parte, alimentada por um golo logo aos 12 minutos através de uma grande penalidade convertida por Adrien Silva, e chega ao intervalo a vencer confortavelmente por 3-0. Destaque para o golo de grande pormenor técnico de Gelson Martins.

 

img_467x599$2017_01_29_02_47_12_1216282.jpg

No segundo período assistimos a uma história diferente - sem ser novidade - com vincada dificuldade em matar definitivamente o jogo. Sofre dois golos para reduzir o marcador para 3-2 e valeu Rui Patrício para evitar outros desgostos. Apesar do sofrimento, surgiu eventualmente o quarto golo, o segundo da partida de Bas Dost.

 

Jorge Jesus arriscou Adrien Silva, William Carvalho e Bruno César, todos com quatro amarelos. Só perdeu William para o embate com o FC Porto, muito embora Adrien tenha ficado em campo até aos 60 minutos e Bruno César apenas saiu ao cair do pano.

 

Alguns aspectos positivos, mas ainda muito distante do que é desejado. É impossível não questionar se os jogadores estão a corresponder às exigências do treinador ou se este está a conseguir extrair o melhor rendimento deles. Mais dois golos sofridos - um de bola parada - para o total de 20 na época, precisamente o dobro dos rivais. Aliás, mais dois do que o 12.º classificado Belenenses.

 

publicado às 04:35

 

image.jpg

 

O Sporting fez um jogo muito competente em Paços de Ferreira, não deixando dúvidas quanto à sua superioridade nem quanto ao mérito dos três pontos conquistados. A bem dizer, o Paços nunca ameaçou a baliza de Rui Patrício, ao ponto de dar indicações que poderia dar a volta ao marcador.

 

A construção de jogo continua a ser um trabalho em progresso - agora ainda mais acentuado pela ausência de João Mário - e é imprescindível melhorar significativamente a eficácia e aproveitamento no último terço do terreno. O Sporting tem forçosamente de "matar" estes jogos muito mais cedo, especialmente contra estas equipas a jogar em linhas baixas. Não pode continuar a jogar apenas com a vantagem mínima, porque mais cedo ou mais tarde vai custar preciosos pontos.

 

Jorge Jesus não surpreendeu com o onze inicial. Continua a não ter confiança em Jefferson e Zeegelaar, embora o holandês tenha entrado na segunda parte. Bruno César é uma alternativa viável, mas não é a solução ideal. Nas circunstâncias, o Sporting já devia ter contratado uma lateral esquerdo. No entanto, não há nada a apontar à defesa, pelo contrário.

 

img_467x599$2016_08_21_02_15_06_1146709.jpg

Adrien e William, sem brilhar, jogaram dentro daquilo que nos habituaram. Se Gelson Martins continuar a progredir ao nível que demonstrou hoje, muito rapidamente vai-se tornar num indiscutível. Slimani ainda longe do seu melhor, mas, mesmo assim, sem deixar de ter influência no jogo. A jogada do golo começa com a sua excelente recuperação de bola junto à linha de cabeceira, para Bruno César cruzar para o segundo poste e Gelson servir Adrien de forma exemplar. Alan Ruiz mais uma vez demonstrou que vai ser muito útil à equipa, mas necessita de tempo para atingir melhor forma e entrosamento.

 

Em geral, 90 minutos de trabalho que serviram para indicar que a equipa está no rumo certo. Veremos nos próximos dias o que o mercado poderá trazer, no sentido de aumentar as opções e melhorar a qualidade de jogo.

 

__________________________________________________

 

Eis a análise de Jorge Jesus à exibição:

 

«É verdade que nesta altura o Sporting está melhor do que no ano passado. Agora temos 12 meses de trabalho. Do ponto de vista defensivo estamos mais sólidos, melhores, hoje só ganhámos aqui porque mostrámos ser uma equipa bem organizada defensivamente. O Paços de Ferreira não teve nenhuma oportunidade. Ofensivamente temos de melhorar. Nos últimos 15 minutos a equipa do Paços fez com que o jogo directo nos criasse algumas dificuldades, mas o Coates e o Semedo estiveram muito bem. Nunca foi fácil ganhar aqui. O Paços vai fazer um bom campeonato. Defensivamente, os jogadores do Sporting estiveram muito bem. Ofensivamente, temos de ser melhores».

 

publicado às 04:45

Juniores vencem Paços de Ferreira

Rui Gomes, em 01.05.16

 

img_770x433$2016_04_30_17_55_47_1096364.jpg

 

O Sporting somou este sábado uma importante e sofrida vitória na luta pelo título de juniores, ao vencer por 2-1 na recepção ao Paços de Ferreira, em partida a contar para a 9.ª jornada da fase final.

Ronaldo Tavares, aos 77', abriu o marcador para a formação leonina, tendo Tiago Serralheiro empatado a contenda aos 86'. Depois, aos 90'+4, foi a vez de Gonçalo Vieira subir à área contrária e, de cabeça, atirar para o golo, que motivou uma explosão de alegria na Academia.

A equipa leonina passa a somar 15 pontos, igualando o V. Guimarães no terceiro posto, estando actualmente a 1 do FC Porto e a 4 do líder Rio Ave.

 

publicado às 08:06

Caso ainda hajam dúvidas

Rui Gomes, em 21.02.16

 

 ... Mas o árbitro Jorge Ferreira, perfeitamente alinhado com o lance

"jurou" que viu falta para grande penalidade.

 

publicado às 16:24

E assim andamos...

Rui Gomes, em 20.02.16

 

Mais uma grande penalidade assinalada a favor do Benfica diante o Paços de Ferreira, por falta não existente, mesmo ao cair do pano da primeira parte. Neste momento, o clube da Luz lidera o marcador, por 2-1.

 

Continuamos à espera do PRIMEIRO castigo máximo da época contra o "glorioso". Será melhor esperar sentado !

 

Pode rever o terceiro golo do Benfica aqui.

 

 

Nota: Este é o primeiro post do género que se publica desde que o Camarote Leonino foi criado. Estava a assistir ao jogo e a trabalhar no computador, em simultâneo, quando me surgiu a ideia que, para mim, não passava por mais do que uma brincadeira. Não vejo justificação alguma, portanto, para a troca de "farpas" e outras acusações de mau gosto entre leitores. É só futebol !

 

publicado às 19:22

Foto do Dia

Rui Gomes, em 24.01.16

 

FFMZRULY (2).jpg

 O espírito colectivo prevaleceu

 

publicado às 05:34

 

12509419_10153239260211555_2758062155018755301_n.j

 

Jorge Jesus convocou estes 19 jogadores para o embate com o Paços de Ferreira. Tanaka estar ausente, não é mais do que o usual desde que este treinador chegou a Alvalade, já a não chamada de Matheus Pereira surpreende, salvo, porventura, existir causa clínica. Outros dos ausentes, é o recém-chegado Marvin Zeegelaar, que alinhou frente ao Portimonense.

 

Com sete defesas, parece-me claro que o 19.º jogador originará desse sector; escolha entre Schilotto e Esgaio. Preferia o nosso formado, porque o outro não me impressionou minimamente, até este ponto.

 

Não tenho dúvidas algumas que o onze inicial será o elenco mais nuclear na mente de Jorge Jesus. Gelson Martins devia entrar no onze, mas o treinador irá optar, indubitavelmente, por Bruno César, jogador que foi escolha sua:

 

Rui Patricio; João Pereira, Paulo Oliveira, Naldo e Jefferson; William Carvalho e Adrien Silva; Bruno César e João Mário; Bryan Ruiz; Slimani. Ou seja, um variável do 4x4x2 que se traduz em um 4x2x2x1x1.

 

publicado às 18:37

Sporting supera Paços de Ferreira

Rui Gomes, em 29.12.15

 

img_1366x670$2015_12_29_21_14_31_1044710.jpg

 

Hoje já não há energia nem disponibilidade para escrever crónicas de jogo. Fica aqui este espaço livre para o leitor comentar , se desejar, a vitória do Sporting sobre o Paços de Ferreira, por 3-1, a contar para a Taça da Liga. Destaque para a estreia absoluta de Ezequiel Schelotto de "leão ao peito", a alinhar como lateral direito.

 

Adenda: Alvalade registou a segunda pior assistência da época com 23.462 espectadores. A pior foi no encontro com o Skenderbeu, com 20.576 espectadores.

 

publicado às 21:49

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo