Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma leoa que é campeã

Rui Gomes, em 02.08.21

img_920x519$2021_08_02_02_37_05_1884967.jpg

A nossa Patrícia no momento em que recebeu a Medalha de Prata

Jogos Olímpicos de Tokyo

publicado às 12:45

img_920x518$2021_08_01_14_51_03_1884774.jpg

Patrícia Mamona tinha avisado na qualificação que se sentia capaz de bater o seu recorde nacional (que era de 14,66). E não só o fez - por três ocasiões! -, como chegou a uma medalha de prata com sabor a ouro (até porque a vencedora vem de outro 'planeta', uma tal de Yulimar Rojas, que pulverizou o recorde mundial).

O concurso foi a roçar a perfeição para a atleta do Sporting. Iniciou logo com um super novo recorde nacional (14,91) e daí em diante ganhou confiança para ir em busca de mais.

Ao quarto salto tocou mesmo o céu, superando a barreira histórica dos 15 metros (15,01). Um momento que muitas sonham, mas que poucas conseguem. Na Europa apenas 17 o alcançaram. Uma delas é portuguesa e chama-se Patrícia Mamona. 

Parabéns grande leoa, és uma campeã!!!

publicado às 18:15

Os Olímpicos

Rui Gomes, em 21.06.21

203403870_10157717867346923_7497781319231963494_n.

publicado às 13:10

Foto do dia

Rui Gomes, em 09.03.21

159194934_10157587257496555_6832039832544875371_o.

As Campeãs da Europa, Patrícia Mamona e Auriol Dongmo

à chegada a Portugal esta terça-feira.

publicado às 15:30

img_920x519$2021_03_07_16_06_20_1823362.jpg

Patrícia Mamona é campeã europeia do triplo salto em pista coberta! Neele Eckhardt fez nulo na sua última tentativa e a portuguesa é a vencedora ainda antes do seu último salto, na prova que está a decorrer em Torun, na Polónia.

A atleta do Sporting, 32 anos, venceu a competição e com novo recorde pessoal e nacional em pista coberta.

Ao terceiro ensaio, Patrícia Mamona conseguiu saltar 14m53 – a anterior melhor marca pessoal em pista coberta era de 14m44 (Madrid, 2019) – e subiu ao mais alto lugar do pódio, batendo por apenas um centímetro a espanhola Ana Peleteiro e a alemã Neele Eckhardt, com vantagem para a primeira pelo segundo melhor ensaio (14m34).

Pela primeira vez na história, Portugal conquista três medalhas de ouro num Europeu de pista coberta: em 1996, Fernanda Ribeiro e Carlo Sacramento tinham subido ao mais alto lugar do pódio em Estocolmo, Suécia.

Parabéns grande leoa!

publicado às 17:45

117710194_10157080179181923_2910665755121098885_o.

A leoa Patrícia Mamona classificou-se, esta sexta-feira, na terceira posição do concurso do triplo salto do 'meeting' de atletismo do Mónaco, disputado no Estádio Luís II e integrante do circuito da Liga Diamante.

Seis dias depois de se tornar campeã de Portugal pela 11.ª vez, Mamona voltou a estar a bom nível, averbando como melhor registo nos seis ensaios um salto a 14,08 metros.

Patrícia Mamona fez ainda mais dois saltos perto dos 14 metros, a 13,95 e 13,88, além de três nulos, e só perdeu para a venezuelana Yulimar Rojas, campeã mundial, que saltou 14,27, e para a búlgara Gabriela Petrova, líder europeia do ano, que chegou aos 14,18.

Patrícia Mamona, com os 14,26 atingidos há seis dias em Lisboa, é a sexta melhor da época, num ranking liderado pela cubana Liadagmis Povea, que tem 14,55.

publicado às 04:46

Sporting renova com Patrícia Mamona

Rui Gomes, em 13.08.20

117597752_10157078169636923_5352636415139703998_o.

O Sporting Clube de Portugal renovou contrato com Patrícia Mamona. De olhos postos no futuro de leão ao peito e nos próximos Jogos Olímpicos, adiados para 2021, a especialista em triplo salto manifestou-se feliz com o apoio do Clube:

"Estou muito feliz por prolongar a minha ligação ao Sporting CP. É um orgulho enorme fazer parte desta família e poder continuar a lutar por títulos neste Clube.

Estou muito satisfeita por ter, mais uma vez, o apoio do Sporting CP neste ano olímpico que se aproxima”.

publicado às 19:00

Patriciamamona.jpg

Patrícia Mamona venceu esta sexta-feira a prova do triplo salto no Meeting de L’Eure, em França, conseguindo a melhor marca mundial de 2020.

A atleta do Sporting venceu com uma distância de 14,33 metros, numa competição em que fez cinco saltos acima dos 14 metros e um nulo.

2020-02-15.png

Susana Costa ficou em terceiro lugar, com uma pontuação de 14,01 metros, ficando atrás da finlandesa Kristiina Makela, que fez um salto de 14,20 metros.

publicado às 12:39

Patricia+Mamona+PSD+Bank+Indoor+Athletics+zLlBpJVU

Patrícia Mamona ficou em 2.º lugar na prova do triplo salto do Meeting de Dusseldorf, na Alemanha, iniciando a sua época internacional com a subida à quarta posição de triplo salto do ‘ranking’ do ano.

A atleta do Sporting saltou 14,09 metros ao quarto ensaio, o seu segundo ensaio válido, uma vez que abriu com um nulo, saltou 13,84, fez nulo, saltou 14,09 e protagonizou mais dois nulos.

Patrícia Mamona foi superada apenas pela alemã Neele Eckhardt, com 14,17 metros, que atingiu assim o recorde pessoal. Na terceira posição ficou a lituana Dovile Kitty, com um salto de 14,06 metros.

publicado às 06:00

Patrícia Mamona a ganhar forma

Rui Gomes, em 17.07.19

patricia_mamona_0.jpg

Patrícia Mamona obteve esta terça-feira a marca de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio'2020, ao saltar 14,37 metros no concurso de triplo salto do Meeting de Pádua, em Itália.

A atleta do Sporting Clube de Portugal, que também assegurou a qualificação para os Mundiais de Doha'2019, foi quarta classificada no concurso, atrás da venezuelana Yulimar Rojas (14,87), da cubana Liadagmis Povea (14,64) e da espanhola ana Peleteiro (14,47).

Quem também assegurou a presença em Doha foi a sportinguista Irina Rodrigues, que foi quarta classificada no lançamento do disco com 61,34 metros, numa prova em que Liliana Cá, do Novas Luzes, foi quinta com 58,34.

publicado às 02:46

 

cartel2019G.jpg

 

A atleta Patrícia Mamona, que representou as cores do Sporting no Meeting de Madrid, estabeleceu um novo recorde pessoal e nacional na categoria do triplo salto.

 

2019-02-08.png

 

Patrícia Mamona atingiu os 14,44 metros, o que lhe garantiu o pódio na competição, atrás de Tori Franklin (Estados Unidos) e Yulimar Rojas (Venezuela), que ficaram na segunda e primeira posições, respectivamente. 

 

publicado às 05:31

Leoa em destaque

Rui Gomes, em 03.02.19

 

Patriciamamona.JPG

 

Patrícia Mamona subiu, este sábado, ao pódio no Meeting de Karlsruhe, na Alemanha, prova a contar para o Circuito Mundial de Pista Coberta.

 

A atleta do Sporting foi terceira no triplo-salto, com a marca de 14,36 m, a quinta melhor do ano a nível mundial.

 

Com este registo, Patrícia Mamona, que realizou cinco saltos acima dos 14 metros, igualou ainda o recorde nacional que já lhe pertencia.

 

publicado às 03:31

Leoas são elas

Rui Gomes, em 15.09.18

 

38232119_1159256307547891_393800431769223168_n.jpg

Patrícia Mamona

 

publicado às 04:19

Versão "Barbie" de Patrícia Mamona

Rui Gomes, em 08.10.17

 

img_770x433$2017_10_06_00_05_15_1320180.jpg

 

Radiante. Foi assim que Patrícia Mamona se sentiu quando recebeu uma Barbie, e ainda por cima feita à sua imagem. "22 anos depois, um dos meus sonhos de criança tornou-se realidade, mas uma realidade muito mais fixe. Tenho uma Barbie. Digam lá... até somos parecidas", exclamou a atleta, que mostrou a boneca mais famosa do Mundo aos que a seguem nas redes sociais.

 

A campeã europeia de triplo salto foi uma das mulheres distinguidas pela segunda edição do Barbie Awards, que premeia portuguesas que inspiram a nova geração de mulheres. A fadista Mariza, a jornalista Clara de Sousa e a actriz Jessica Athaíde, entre outras personalidades, também receberam a sua versão em Barbie...

 

publicado às 21:07

Foto do Dia

Rui Gomes, em 12.06.17

 

19059172_10154460944466555_275690911843321344_n.jp

A 'Rainha' do triplo salto, Patrícia Mamona, sagrou-se

este domingo campeã nacional pelo 10.º ano consecutivo !

 

 

publicado às 03:09

Foto do Dia

Rui Gomes, em 17.03.17

 

ng8379224.jpg

Patrícia Mamona

 

publicado às 15:12

 

1114128.jpg

  

A atleta do Sporting, Patrícia Mamona, sagrou-se vice-campeã europeia de triplo salto em pista coberta, no Campeonato da Europa a decorrer em Belgrado.

Patrícia saltou 14,32 metros, o seu melhor registo da época, e ficou a cinco centímetros da nova campeã, a alemã Kristin Gierisch. A grega Paraskevi Papahristou (14,24) ficou em terceiro lugar.

Também na final esteve outra portuguesa, Susana Costa, sétima, com um recorde pessoal a 13,99.

 

publicado às 07:15

Patrícia Mamona vence em Dusseldorf

Rui Gomes, em 02.02.17

 

16406557_1390854887625335_5676700666686215337_n.jp

 

Patrícia Mamona venceu esta quarta-feira o triplo salto do 'meeting' de Dusseldorf, na Alemanha, assegurando assim o triunfo no circuito de pista coberta da IAAF, depois de já ter sido primeira no sábado, em Boston.

 

A saltadora do Sporting chegou aos 14,11 metros, mais um centímetro do que a sua melhor marca da época, reforçando a liderança do 'ranking' europeu de 2017. É também a segunda mundial do ano, atrás da venezuelana Yulimar Rojas.

 

Destaque ainda para a outra saltadora portuguesa, Susana Costa (Benfica), que chegou aos 13,94 metros, o que lhe deu o 3.º lugar na prova, com o recorde pessoal 'indoor' igualado. Passa a ser a quarta europeia do ano.

 

publicado às 04:18

Patrícia Mamona vence em Boston

Rui Gomes, em 29.01.17

 

patricia_mamona_10jul2016_foto_olaf_kraak_epa_3780

 

A atleta do Sporting, Patrícia Mamona, venceu este sábado a prova de triplo salto do Grande Prémio de atletismo de Boston, nos Estados Unidos, com a marca de 14,01 metros.

Numa prova em que competiram quatro atletas, a saltadora leonina foi clara dominadora, tendo os seus quatro saltos superado os da concorrência.

No final, valeu o quarto e último salto de Mamona (14,01 metros), contra 13,46 da ganesa Nadia Eke, 12,99 da sueca Erika Kinsey e 11,78 da norte-americana Tanasia Lea.

 

publicado às 04:32

Momentos do Ano

Rui Gomes, em 26.12.16

 

ng8030352.jpg

(Foto: Phil Noble/Reuters)

 

Patrícia Mamona falhou as medalhas nos Jogos do Rio, mas bateu o recorde nacional no triplo salto. No mês anterior tinha vencido o ouro no Campeonato da Europa. 

 

publicado às 11:56

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo