Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Paulinho melhora a todos os níveis

Rui Gomes, em 02.01.22

Paulinho assinou contra o Portimonense a exibição mais prolífica pelo Sporting, uma vez que marcou três golos. Com quase um ano de leão ao peito, foi a primeira vez que o avançado celebrou mais do que um golo num jogo e logo depois de ter parado com Covid-19.

Vai com nove tentos em 25 partidas e, em comparação a 2020/21, época na qual fez 14 encontros e marcou três vezes pelo Sporting, precisa de menos tempo para festejar: são 217 minutos em média entre cada golo, quando na época transacta eram 357.

image.jpg

Paulinho subiu o nível de eficácia porque remata mais e melhor. Tem uma média de 2,24 tiros por jogo e acertou 46,4 por cento destes na baliza adversária, batendo os registos de 2,14 por partida e de 43,3 remates no alvo em 2020/21. O jogo com o Portimonense foi o encontro em que o barcelense mais chutou (7) desde que é do Sporting, acertando em cinco ocasiões na baliza de Samuel Portugal.

Só que a preponderância de Paulinho, como Rúben Amorim várias vezes afirmou, não se mede apenas pelos golos que marca. Antes facturou em vitórias largas (e uma derrota) e o Sporting CP poucos golos sofre, o que acaba por minimizar os pontos dados de forma directa pelo dianteiro (3); mas soma ainda quatro assistências este ano, mais duas do que na temporada passada, e é muito mais influente em toda a construção ofensiva, servindo de plataforma giratória para o ataque.

Faz em média 2,2 passes para o último terço por jogo (somou 1,36 em 2020/21) e 17,4 passes certos, melhorando os 13,7 por jogo da época de estreia. Faz menos passes para remate (média de 0,48) do que em 2020/21 (0,71), o único atributo que desceu e que revela um maior egoísmo frente à baliza.

Já era conhecido pela entrega defensiva, mas Paulinho ainda a exponenciou: tem, por jogo, quase duas interceptações e 2,65 recuperações. Mais do que duplicou os números da última época.

Reportagem de Frederico Bártolo, em O Jogo

publicado às 03:03

A ausência de Paulinho é sentida?

Rui Gomes, em 13.12.21

paulinho1.jpg

"(...) Em relação ao jogo de ontem quero destacar um aspecto que deve fazer reflectir os sportinguistas. Notou-se a falta do Paulinho nas combinações ofensivas. Que o diga o Pote. No Sporting parece que há uma necessidade intrínseca de se criarem "ódios de estimação", seja porque os jogadores não marcam muitos golos, ou porque são limitados tecnicamente, ou ainda até porque foram muito caros... Como se o objectivo final fosse o rendimento individual e não o colectivo. E, actualmente, em relação ao rendimento colectivo do Sporting, estamos conversados.

Leão do Norte

"Concordo caro amigo Leão do Norte, com que diz sobre a ausência de Paulinho. E a sua opinião é sustentada por muitos analistas desportivos, com conhecimentos na análise ao jogo. Espero que os anti "paulinho" que fizeram uma campanha vergonhosa contra o jogador, tendo apenas como critério a ausência de golos, reconheçam o erro, baseados na sua pretensão de catedráticos de futebol, chegando a pôr em causa a competência de Amorim, na sua contratação.

Mas pior que os pretensos catedráticos, são aqueles, que o fazem por má fé. Lembro-me também do que fizeram com o Matheus Reis, embora de forma mais suave, após os seus primeiros jogos, acusando-o de não ter categoria para jogar no Sporting. A verdade é que temos que viver com esta assertividade, sem qualquer rigor. A realidade acabará por calá-los. Aplica-se o ditado: os cães ladram e a caravana passa".

Nação Valente

"A tripla, Pablo Sarabia, Paulinho e Pedro Gonçalves é única no campeonato português, de longe a melhor, e a ausência de qualquer um deles fragiliza de forma clara a equipa. Mas Vou mais longe; a ausência do Paulinho é das que representa mais peso na equipa actualmente. Ninguém faz como ele a pressão à saída da bola do adversário ou a disputa dos lances divididos. Em Barcelos vai fazer imensa falta espero que o Rúben encontre uma boa solução para a sua ausência".

Julius Coelho

publicado às 03:04

C1HkIQLDJcyyd889ejP2Q.jpg

Esta é a imagem televisiva que se viu na sequência do VAR (Hugo Miguel) ter invalidado o golo de Paulinho.

Na minha opinião, é uma decisão incorrecta, em que a posição de Paulinho no momento que Sarabia recebe a bola é inconsequente. Alías, no momento em que a bola é cruzada para o espanhol, Paulinho até está em posição regular, tal como o Sarabia. Em qualquer lance do género, o que conta é o ponto de partida da bola e não o momento de recepção.

Paulinho entretanto adiantou-se a Sarabia, mas recupera a posição antes de Sarabia lhe passar a bola. O que devia ter sido analisado é a posição do ponta de lança do Sporting quando a bola parte dos pés de Sarabia para a sua finalização, que é preciamente o que a segunda imagem mostra.

Screenshot (474).png

Se estou a ver mal, alguém que me explique melhor as regras do fora de jogo!

publicado às 04:03

Foto do dia

Rui Gomes, em 24.11.21

260472851_10158056226036555_1736997647279248653_n

Paulinho afina a técnica para o embate de hoje!

publicado às 03:02

Foto do dia

Rui Gomes, em 04.11.21

Screenshot (404).png

Paulinho marcou o seu terceiro golo em quatro jogos na Liga dos Campeões

publicado às 03:32

Icon_CI_SPORTS_20210215_39734705-1536x1024.jpg

Apesar das suas conhecidas dificuldades com os golos, Paulinho conta com o apoio total do seu treinador e, muito além disso, merece a confiança de quem de leão ao peito sabe muito bem o que é meter a bola na baliza.

O lendário capitão leonino Manuel Fernandes tem umas palavras para o actual ponta de lança do Sporting:

"Paulinho tem que finalizar e não se preocupar tanto em endossar a bola aos colegas. Não é rematar de qualquer maneira quando não tem possibilidade de fazer golo, mas deve insistir e rematar mais. Só falta mesmo isso, porque o Paulinho tem sido um jogador muito importante. Segura bem a bola, joga bem entrelinhas e consegue devolver a bola aos colegas com critério, só não tem finalizado como gostava. É um excelente jogador e tem de acreditar no remate final.

Não sei qual é a enorme preocupação com o Paulinho, não consigo entender. Há outros avançados que custaram ainda mais e apresentam praticamente o mesmo rendimento do Paulinho, mas ninguém fala deles e até parece que está tudo bem. Ninguém fala do Yaremchuk [soma quatro golos, apenas mais um do que Paulinho], do Darwin. O Taremi também havia uma altura que só marcava de penálti.

Era o primeiro a dizer se eu sentisse que o Paulinho não era avançado para o Sporting. Dizia sem qualquer problema, mas não sinto isso."

publicado às 13:15

paulinho1.jpg

Entre várias outras considerações, Octávio Ribeiro, na sua crónica semanal em Record - intitulada "Ninguém procura a cabeça de Paulinho" - diz o seguinte:

"Com o grande esforço do avançado para cortar jogadas à nascença e as recuperações vertiginosas no terreno, para ser dos primeiros a defender, quase se poderia dizer que o Sporting CP é a única equipa campeã que entra em campo colocando quatro defesas centrais no onze. Para lá de Coates e os seus asas, Amorim lança também Paulinho para essencialmente defender.

Diz-se agora que Paulinho irá fazer treino específico. Mas não é Paulinho quem precisa de fazer treino específico de finalização. Todos os alas precisam de treinar para ver se, uma vez ou outra, acertam um centro para a cabeça de Paulinho.

Um só jogo (Arouca) dá uma fotografia clara do que se passa com Paulinho no Sporting: o homem corre quilómetros, desmarca-se com propriedade, mas não é bem servido. Nem sequer é mal servido. Paulinho ainda não existe para os criadores de jogo ofensivo".

publicado às 03:03

O valor de Paulinho

Rui Gomes, em 23.09.21

Screenshot (328).png

Nota de destaque na exibição do Sporting frente ao Estoril: Paulinho voltou a não marcar. Paulinho voltou a jogar bem. E muito. Recebe a equipa na frente, joga com ela em apoios ou solta-se pedindo ele esse apoio. Teve bons passes e remates (o poste e cortes sobre a linha roubaram o golo). Questionar o seu valor/importância no jogar deste Sporting é como negar todo o modelo de jogo da equipa.

Texto de Luís Freitas Lobo em O Jogo

publicado às 02:49

Vou sair da minha zona de conforto, para abordar um assunto, que desde o início desta época desportiva, tem sido recorrente, aqui no Camarote e nas redes sociais. Sabendo que estou a ser politicamente correcto, considero que se trata de “perseguição” a Paulinho, que se tem vindo a tornar numa espécie de bode expiatório, que tem que pagar por ter sido, nessas abordagens, muito caro. Fosse ou não, foi comprado, e é um activo do Clube.

Que fique claro. Paulinho foi um desejo de Rúben Amorim, desde que foi para o Sporting. Quando a equipa estava na senda das vitórias, muito graças ao trabalho de Amorim, a Direcção fez um esforço significativo, para lhe fazer a vontade. O jogador chegou durante a época anterior e exceptuando um período em que esteve aleijado, foi titular da equipa, colaborando para a conquista do campeonato. Convém lembrar, que foi o autor do golo que confirmou a celebração do mesmo.

Screenshot (274).png

Paulinho não é um Messi, nem um Ronaldo, que curiosamente marcam muitos golos, e nem são pontas de lança, de acordo com as novas dinâmicas de futebol. Mas é, um bom jogador, e com algum historial de marcação de golos. Por outro lado, tem demonstrado que sua a camisola e que lhe é exigida uma missão que vai para além de um mero ponta de lança, transportando jogo e tabelando. Tem falhado golos? E para além dos que falha, a razão porque não marca mais, merece de per si, uma análise. Por outro lado, quem não os  tem falhado? Pedro Gonçalves? Jovane? Nuno Santos? 

Vamos excluir Paulinho? Quem joga naquela posição... Tiago Tomás? Sporar que teve as suas chances e não convenceu, nem sequer em Braga, e não é aposta do treinador. Pedro Marques, está a fazer o seu crescimento e foi emprestado. Quem resta... Luiz Phillipe? Onde está outro ponta de lança? No mercado? Ouço falar de Slimani, como o salvador da pátria. O facto é que depois de sair do Sporting, não tem historial de relevo. E para além de custar muito em salários, não interessa ao Rúben Amorim. Será que os treinadores de bancada, sabem mais que os especialistas?

Com toda a sinceridade, não consigo ver nestes ataques continuados a Paulinho, qualquer racionalidade.Vejo reacções deveras emotivas, muitas pautadas por análises distorcidas, e ideológicas. Paulinho nunca foi bem aceite por certos adeptos. O facto de não ter marcado muitos golos, deu motivação aos contestatários. Paulinho deve marcar mais golos? Não há dúvida. Então, em vez de contestação, precisa de apoio. Parafraseando uma frase aplicada a um outro jogador, “deixem jogar o Paulinho”.

publicado às 03:19

Foto do dia

Rui Gomes, em 04.08.21

230271478_10157876829151555_3645933982661395889_n.

Onde Vai Um Vão Todos... e o Paulinho lidera!

publicado às 02:56

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (12)

Julius Coelho, em 28.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

gettyimages-1232634223-612x612.jpg

PAULINHO, 28 anos, 1.88m, ponta de lança, internacional português, no Sporting desde Janeiro 2021 com contrato até 2025, utilizado em 14 jogos na Liga, 13 como titular e 1 como suplente/1072 minutos, 3 golos, 3 assistências, notas do Camarote (Notas de Julius) 3.1, destaque do Camarote, uma vez (31.ª jornada), homem do jogo nos desportivos nacionais por três vezes (25.ª, 31.ª e 32.ª jornadas) 

A contratação mais cara de sempre do Sporting e com maior impacto por ter acontecido no mercado de Janeiro. Paulinho foi uma "exigência" de Rúben Amorim e daí que a Direcção tenha feito um grande esforço financeiro para o resgatar do SC Braga. É provavelmente o ponta de lança mais completo na Liga, com tremenda surda, mas joga também bem com o pé direito, forte no jogo aéreo, deveras lutador e sempre muito activo no jogo, inteligente nas desmarcações com e sem bola.

Veio ajudar bastante a equipa na segunda volta do campeonato apesar de, no início, ter sentido algumas dificuldades de adaptação ao sistema de jogo e aos colegas, que coincidiu com uma arreliadora lesão que o afastou durante 4 jogos. Reapareceu depois mais forte e determinado para as 10 jornadas finais, em que marcou 3 golos e fez 3 assistências.

Apesar de grande parte dos adeptos sportinguistas terem desejado que tivesse feito mais e melhor, principalmente pelo elevado investimento financeiro, compreende-se e aceita-se as dificuldades que sentiu em entrosar-se na frente ofensiva com o Pedro Gonçalves e com os médios da equipa e a lesão ainda atrasou mais esse entrosamento. Acabou a época em crescendo, em muito bom plano, dando indicações claras que poderá fazer uma grande época 2021/22.

Teve os seus momentos altos e significativos para os resultados da equipa, quando marcou o golo da vitória contra o Boavista em Alvalade ou quando assistiu o Pedro Gonçalves no primeiro golo em Vila do Conde marcando depois o segundo que garantiu os 3 pontos, ou ainda na assistência para o único golo da partida em Faro, contra o difícil Farense.

A sua chegada a Alvalade revelou-se extremamente importante para a conquista do título. A sua influência na equipa não se resume só aos golos que possa marcar, mas também pela forma inteligente como se movimenta criando espaços e linhas de passe, tem uma cultura de jogo acima da média e ajuda também no processo defensivo quando é hora do aperto.

Paulinho é o tipo de ponta de lança moderno que acreditamos venha a ser muito feliz no Sporting. Para já, chegou, viu e venceu, é campeão.

publicado às 03:04

Foto do dia

Rui Gomes, em 23.07.21

217440948_10157848668406555_4838958293021163740_n.

Rúben Amorim acompanha um treino, observado ao perto

pelo seu principal "adjunto"... Paulinho.

publicado às 03:01

Foto do dia

Rui Gomes, em 03.07.21

212276489_10157822055446555_6128020754413202367_n.

“O que pesa mais na camisola é o símbolo do Clube, não o escudo de campeão.

Já o tínhamos na época passada e a nossa maior responsabilidade é representar o Sporting CP".

______  Paulinho ______

publicado às 04:01

Foto do dia

Rui Gomes, em 04.06.21

img_920x519$2021_06_03_21_02_04_1858558.jpg

publicado às 03:02

Rúben Amorim sobre Paulinho

Rui Gomes, em 25.04.21

img_467x599$2021_04_25_00_06_00_1842282.jpg

Rúben Amorim comentou o momento do Sporting e fez algumas observações sobre dois ou três jogadores do plantel leonino, com destaque para Paulinho:

“É preciso lidar com naturalidade com as críticas aos últimos resultados. Tenho zero redes sociais, portanto estou blindado dessa situação. É uma escolha de cada um gerir da melhor forma. Cabe-me a mim dar os conselhos que acho que devo dar. Faz parte do futebol, há fases boas e fases menos boas. É preciso lidar com naturalidade.

Sabemos do momento, não somos ingénuos, mas não é decisivo, nem para o Sporting e muito menos para o Paulinho. Para mim, é o melhor avançado português e está a fazer um bom trabalho, concordem ou não.

Estofo teve porque veio do Santa Maria até ser o jogador mais caro do Sporting, chegou a internacional, lutou muito. Veio do Gil Vicente para o SC Braga; numa primeira fase ficou fora das escolhas para a Liga Europa que eu lembro-me.

Um jogador que vem para o Sporting tem de estar preparado para este nível de pressão. Mas é muito bom o Sporting voltar a ter este nível de pressão, uma equipa que está em primeiro lugar, tem quatro pontos de avanço, é o sinal de vitalidade que o Sporting voltou ao seu lugar, a enfrentar estes momentos. Vinha a avisar para estes momentos, tínhamos pressão. O Paulinho tem de se aguentar, como todos".

publicado às 05:33

Foto do dia

Rui Gomes, em 06.04.21

ense3.jpeg

Paulinho estreou-se a marcar de leão ao peito frente ao Moreirense

publicado às 04:30

Foto do dia

Rui Gomes, em 06.02.21

146880363_10157517658176555_5945253259014170779_o

Estreia de Paulinho de leão ao peito, frente ao Marítimo

A título de curiosidade, o recém-chegado Paulinho relatou a conversa que teve quando foi apresentado ao eterno Paulinho do Sporting Clube de Portugal:

"A primeira coisa que lhe disse é que ele é o Paulinho mais importante do Sporting. Eu ainda tenho de escrever o meu nome aqui e ele já faz parte da casa. Há que lidar com os dois, mas que não haja dúvidas de que ele é o mais importante".

publicado às 03:02

image.jpg

A transferência de Paulinho é um caso que tem tanto de invulgar como de curioso, no contexto do futebol português. Nem todos nós aceitaríamos as condições que o SC Braga exigiu - pessoalmente, acho alguns dos anexos ao negócio absolutamente ridículos - e que o Sporting acabou por aceitar, para garantir o avançado.

Dito isto, é um não assunto neste momento. Paulinho é leão e só esperamos que venha a justificar o elevado investimento.

Em Braga, no entanto, apesar dos evidentes benefícios financeiros para o clube minhoto, a transferência não está a ser muito bem digerida pelos adeptos. Tanto assim, que a casa de António Salvador - presidente do clube - foi vandalizada poucas horas após a confirmação oficial da transferência.

img_920x519$2021_02_02_19_37_46_1810723.jpg

Face à pressão, o SC Braga sentiu a necessidade de vir a público justificar o negócio:

"Face às contingências dos tempos de incerteza que vivemos, face à vontade há muito expressa pelo jogador e face aos valores envolvidos na transferência, era extremamente difícil - e, no final do dia, um possível erro de gestão administrativa e desportiva - impedir a realização do negócio nos termos e exigências impostas pelo SC Braga. Poucos clubes no mundo poderiam, nos tempos que correm, virar a cara a um negócio desta dimensão. O SC Braga não é excepção".

publicado às 03:18

A peça final no xadrez de Rúben

Rui Gomes, em 03.02.21

Paulinho é um avançado dos tempos modernos, para quem o futebol e a função que desempenha em campo excedem em grande medida a mera glorificação da eficácia. Para ele a questão não se reduz a marcar ou não marcar golos; a ser protagonista de vitórias ou réu de derrotas; a ser herói ou vilão. Para Paulinho o futebol é jogar ou não jogar; é entendê-lo em toda a sua complexidade e apreender as suas chaves colectivas ou ir para o campo e reduzir tudo à assinatura de um momento decisivo; é lutar por uma ideia, um estilo e uma forma de ser ou até defender rigorosamente nada. É ter uma estética e uma orientação de compromisso com a equipa e com os adeptos ou apostar tudo no resultado e na sorte.

img_467x599$2021_02_03_00_47_56_1810860.jpg

Assente em números de excelência – 85 golos nas últimas cinco épocas –, Paulinho revela desprendimento com essa contabilidade pessoal. Realiza-se mais pela contribuição táctica, pela defesa do equilíbrio colectivo, pela noção de que muito pode acontecer em hora e meia e que a sua utilidade também pode ser sentida longe do último toque, apesar de saber, ele assim como todos nós, o valor da assinatura no gesto mais aclamado do futebol. Os especialistas, por serem raros, são muito valiosos. Não se trata de diminuí-los; trata-se de recordar que o golo, sendo muito importante, pode não ser tudo na apreciação de um avançado.

Rúben Amorim está perfeitamente identificado com o seu novo jogador. Ao reencontrar-se com Paulinho cumpre um sonho antigo, do qual nunca desistiu, mesmo colocado perante argumentos difíceis de contrariar, o mais eloquente dos quais o fatal "não há dinheiro". O esforço do Sporting para a aquisição de Paulinho dificilmente terá retorno financeiro – está com 28 anos –, o que torna clara a intenção do treinador: o ex-bracarense deve pagar-se pela via de um superior rendimento futebolístico.

Excerto da crónica de Rui Dias, em Record

publicado às 03:33

Paulinho foi apresentado

Rui Gomes, em 02.02.21

img_920x519$2021_02_02_19_23_04_1810711.jpg

Pela sua apresentação como novo jogador do Sporting CP, Paulinho falou à Sporting TV:

"Os pensamentos são muito positivos. É felicidade pura, estou muito feliz por estar aqui. Agradeço a toda a gente pelo esforço que fizeram para eu poder estar aqui. Não foi um processo fácil, mas finalmente consegui chegar onde queria.

Era um sonho meu de há muito tempo, mas é o futebol. Foi quando foi e a partir de agora vamos todos lutar pelo mesmo e remar para o mesmo lado. O Sporting é que importa. Estou num grande de Portugal, um Clube incrível. É, de longe, o maior passo da minha carreira.

Acredito que não [terei grandes problemas na adaptação]. Todas as indicações que me dão são de que o grupo é fantástico. São jogadores incríveis e seres humanos na mesma medida. O facto de conhecer a ideia de jogo do míster [Rúben Amorim] muito bem vai-me ajudar. O campeonato já não é surpresa nenhuma. Conheço as equipas perfeitamente e está tudo preparado para ser uma integração fácil.

Infelizmente, não vamos ter adeptos. Já joguei no Estádio José Alvalade com adeptos e o ambiente é incrível. A mensagem que posso deixar a todos é que vão ver sempre um jogador que vai dar tudo em campo. A vontade vai ser sempre a de ganhar."

Bem... só podemos desejar muito boa sorte ao Paulinho e... ao Sporting!

publicado às 21:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo