Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reflexão do dia

Rui Gomes, em 23.11.18

 

img_920x518$2018_11_23_01_27_57_1475391.jpg

 

Durante a audição do arguido Paulo Gonçalves, no âmbito da fase de instrução do e-Toupeira, o ex-assessor jurídico das águias explicou à juíza Ana Peres porque José Augusto Silva - funcionário judicial que está em prisão domiciliária e acusado de fornecer ao responsável encarnado informações sobre processos em segredo de justiça - tinha direito a lugar no parque de estacionamento da Luz:

 

"Não fazia sentido e até seria indelicado da minha parte, o meu compadre Óscar dar-lhe boleia e ficar no piso 1 e ele ir para o piso 3 ou piso 0. Não convido pessoas para ir a minha casa e uns ficam na cozinha e outros ficam na sala. Se convido, vão todos para o mesmo sítio.

 

Os lugares de parque são disponibilizados para os camarotes ou convites, mas como os primeiros estão praticamente todos vendidos, restavam os segundos, que eram dados por uma questão de cortesia. O Júlio Loureiro vinha com o Óscar, que tinha sempre parque, porque eu lhe arranjava. Ao José Augusto, eu arranjava-lhe parque sempre que podia, senão estacionava no Colombo que é o que fazem muitos dos meus amigos."

 

Apenas porque achei piada, a estas questões de... "cortesias", não vá um convidado para a sala e o outro para a cozinha!?!

 

publicado às 03:47

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 23.09.18

 

img_757x498$2018_09_22_00_49_22_781422.jpg

 

A Polícia Judiciária terá vigiado vários encontros entre os funcionários judiciais e Paulo Gonçalves, todos acusados de mais de 70 crimes cada um no caso E-toupeira. Uma das ditas diligências ocorreu no dia 20 de Janeiro, na 20ª jornada da época passada e está documentada em imagens. Imagens essas que  o 'Correio da Manhã' revelou este sábado.
 

O Benfica anunciou no dia 17 no site oficial a saída de Paulo Gonçalves. No comunicado, as águias explicaram que a iniciativa de sair partiu do próprio assessor jurídico e que na base da decisão "estão razões de natureza pessoal, em especial a necessidade de se dedicar à sua defesa num processo judicial, em nada relacionado com o exercício de funções que lhe estavam confiadas na SAD."

 

***Algumas das fotos mostram o então director jurídico ir ao seu automóvel para entregar camisolas aos coarguidos.

 

publicado às 03:33

 

mw-320.jpg

 

Rui Santos comenta a saída de Paulo Gonçalves do Benfica, avançando que a constante defesa pelos encarnados do assessor jurídico poderá comprometer o clube da Luz:

 

“O Benfica quis proteger o Paulo Gonçalves do Apito Dourado ou do E-toupeira e de outros processos? Aquele comunicado é uma desgraça”.

 

Comunicado: "Na base da proposta do Dr. Paulo Gonçalves estão razões de natureza pessoal, em especial a necessidade de se dedicar à sua defesa num processo judicial, em nada relacionado com o exercício de funções que lhe estavam confiadas na Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD".

 

Em assunto relacionado, leitores pediram ontem para se publicar mais detalhes sobre os processos do Benfica em curso. Pela extensa natureza do tema, limitamo-nos a um breve resumo:

 

Investigação no 'Caso dos Emails'

 

Ministério Público acusou a SAD do Benfica e Paulo Gonçalves de vários crimes no âmbito do processo e-toupeira, incluindo corrupção, favorecimento pessoal, peculato e falsidade informática.

 

O caso teve origem em denúncias feitas por Francisco J. Marques. No dia 6 de Julho de 2017, o director de comunicação do FC Porto denunciou no programa ‘Universo Porto da Bancada’, do Porto Canal, emails que terão sido trocados entre Adão Mendes, antigo árbitro da Associação de Futebol de Braga, e Pedro Guerra, na altura director de conteúdos da Benfica TV, salientando que os mesmos configuram um "esquema de corrupção [na arbitragem] para beneficiar o Benfica".

 

Pedro Guerra acabou por admitir a existência dos referidos emails, no programa da TVI Prolongamento, mas disse que não se lembrava dos seus conteúdos.

 

Luís Filipe Vieira também "comentou" o caso na Assembleia-Geral do Clube "Em relação aos e-mails, desculpem falar à português, tanta m... e zero. Não temos medo de ninguém. Nunca comprámos um filho da p... de um resultado".

 

Caso e-Toupeira

 

Com origem nos emails, o e-Toupeira é outro dos casos que envolve directamente Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, um técnico informático e um funcionário judicial.

 

Paulo Gonçalves é acusado de ter aliciado três funcionários judiciais. Os três elementos foram detidos pela Polícia Judiciária por suspeitas de corrupção activa e passiva.

 

Em causa está a prática dos crimes de corrupção activa e passiva, acesso ilegítimo, violação de segredo de justiça, falsidade informática e favorecimento pessoal.

 

Paulo Gonçalves terá recebido informações sobre o processo 'caso dos emails' depois de acesso informático indevido a informações que se encontravam em segredo de justiça.

 

Operação Lex

 

Esta investigação do Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) e da Policia Judiciária.

 

Num processo que envolve o juiz desembargador Rui Rangel e Luís Filipe Vieira estão em causa alegados crimes de corrupção, recebimento indevido de vantagens, branqueamento de capitais, fraude fiscal e tráfico de influências.

 

A conversa divulgada pela revista "Sábado" adianta uma conversa entre Rangel e Vieira, que que em troca de um intervenção num litígio fiscal de Vieira no valor de 1,6 milhões de euros, Rangel seria agraciado com um cargo na direcção da escola e Universidade do convidado e seria convidado das deslocações do clube encarnado ao estrangeiro.

 

Caso dos Vouchers

 

O caso dos 'vouchers' surgiu depois de declarações de Bruno de Carvalho no dia 5 de Outubro de 2015 no programa televisivo da TVI. O então presidente do Sporting trouxe à Luz alegadas ofertas do Benfica a equipas de arbitragem que atingiam um valor total de 250 mil euros. No dia 27 de Janeiro de 2017 o processo acabou por ser arquivado.

 

Lavagem de dinheiro

 

Outra das investigações levada a cabo pelo Ministério Público relacionada-se com a alegada transferência de 1,9 milhões de euros do Benfica para uma consultora informática, por uma suposta prestação de serviços. O valor foi posteriormente alvo de levantamento, alertando as autoridades bancárias.

 

De acordo com notícia do Jornal de Notícias, este alegado esquema pode incorrer no crime de fraude fiscal e de lavagem de dinheiro. Já foram feitas buscas no estádio da Luz por parte da Polícia Judiciária.

 

Mala Ciao

 

Numa investigação que foi tornada pública no dia 25 de Julho, o Correio da Manhã revelou  buscas relacionadas com alegada corrupção desportiva, com o Benfica a ser alvo de suspeitas de ter subornado atletas de outros clubes para vencerem ao FC Porto. As contrapartidas envolveriam a promessa da compra efectiva dos respectivos passes dos jogadores. A PJ fez buscas nas instalações do V. Setúbal, Desportivo das Aves e P. Ferreira.

 

A Procuradoria-Geral do Distrito do Porto confirmou que realizou 14 buscas domiciliárias e 10 não domiciliárias, quatro das quais em sociedades desportivas.

 

publicado às 13:05

 

mw-1600.jpg

 

A Assembleia da Liga Portugal foi interrompida esta sexta-feira, entre insultos e ameaças de ajuste de contas fora da sede do organismo, após Bruno Mascarenhas, representante do Sporting, ter criticado a participação de Paulo Gonçalves, arguido no processo E-toupeira, como representante do Benfica:

 

"É lamentável que depois dos vouchers e e-mails e toupeiras o Benfica tivesse mandado este representante à AG da Liga".

 

O visado terá começado por se remeter ao silêncio, tendo saído em sua defesa António Salvador. O clima aqueceu, quando o presidente do Sporting de Braga respondeu ao enviado leonino. “Este senhor é igual ao seu presidente, uma vergonha”, terá dito, numa alusão ao ausente Bruno de Carvalho.

 

Entre muita tensão e vários insultos mútuos, Paulo Gonçalves resolveu agir e terá mesmo ameaçado Mascarenhas com promessas de ajuste de contas fora da sede da Liga.

 

Foi o ponto final na reunião que voltou a deixar de fora da agenda a prometida e sempre adiada subida do Gil Vicente à 1ª Liga.

 

A decisão do Benfica - ou seja, de Luís Filipe Vieira - de se fazer representar pelo acima referido personagem, foi deliberada, sem margem para dúvidas. Além da óbvia insensatez, uma clara demonstração do desrespeito "encarnado" pelo futebol português.

 

Somos críticos do Conselho Directivo de Bruno de Carvalho, e em particular de Bruno Mascarenhas, mas neste caso concreto a razão está do seu lado e fez bem em dar destaque à situação na Assembleia Geral da Liga.

 

Já António Salvador, perdeu uma boa oportunidade para não evidenciar, mais uma vez, as duas caras que o figuram na resolução dos problemas que afectam o futebol nacional. Mas mais não é de esperar, lamentavelmente!

 

publicado às 03:38

 

mw-1600.jpg

 

A Polícia Judiciária encontrou, nas últimas buscas ao gabinete de Paulo Gonçalves no Estádio da Luz, vários documentos de processos em segredo de justiça e também "pesquisas efectuadas na base de dados da Segurança Social (…) referentes a Hernâni de Jesus Fernandes", antigo árbitro assistente, actualmente assessor leonino. Nas mesmas buscas, segundo o auto do Ministério Público, foram encontrados "dados da Segurança Social" relativos ao Sporting.

 

Estas novas revelações constam do chamado despacho de promoção do Ministério Público junto do juiz de instrução do processo designado por "E-toupeira", documento que foi, esta sexta-feira, revelado pelo blog conhecido por "mercadodebenficapolvo". Nas buscas ao gabinete de Paulo Gonçalves, que decorreram no dia 6 de Março, os inspectores da Unidade Nacional Contra a Corrupção da PJ encontraram ainda documentos de um processo judicial "não assinados nem numerados" que envolvia Hernani Fernandes, o que leva a crer que os documentos terão sido extraídos do sistema informático.

 

Do referido auto do Ministério Público resulta ainda que o técnico do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça José Augusto Silva, preso preventivamente, o antigo funcionário judicial José Ribeiro e o empresário Óscar Cruz foram colocados sob escuta telefónica.

 

E terá sido a partir das escutas que a Judiciária chegou aos contactos entre José Augusto Silva e Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD encarnada, suspeito de corrupção activa no "E-toupeira". O Ministério Público afirma no auto que, por exemplo, depois de ter acedido ao processo conhecido como "caso dos emails", José Augusto Silva "entregou a Paulo Gonçalves a impressão do histórico" do processo, que se encontrava no sistema. Nas primeiras buscas ao Benfica, a 19 de Outubro de 2017, a PJ já tinha encontrado no gabinete de Paulo Gonçalves aquela impressão do histórico. "Após consultar informação do inquérito [caso dos emails] no dia 25/08/2017, no dia seguinte José Augusto Silva e Paulo Gonçalves mantiveram contactos telefónicos via Whatsapp para a transmissão da informação obtida", lê-se no documento do procurador Valter Alves.

 

Em matéria de contrapartidas, o Ministério Público refere que as mesmas passavam por bilhetes e convites para o chamado "anel VIP" do estádio, assim como camisolas e outros produtos oficiais. Além de José Augusto Paiva, também o funcionário judicial Júlio Loureiro é suspeito de ter recebido estas prendas a troco de informação judicial.

 

No gabinete de Paulo Gonçalves foi ainda apreendido o "curriculum" de um sobrinho de José Augusto Silva. A investigação apurou que terá sido no jogo Benfica-Chaves, de 20 de Janeiro, que terá ficado acertada a contratação do sobrinho do técnico do IGFEJ: " Para este jogo os arguidos acertaram ainda a ida de sobrinho de José Silva, Fernando Nuno, licenciado em turismo, para eventual contratação deste para museu do Benfica. A contratação de Fernando Nuno Nogueira Silva Rocha, sobrinho de José Silva, para o museu do Benfica (Museu Cosme Damião) foi acertada com o próprio Paulo Gonçalves", lê-se no documento.

 

Em notícia separada mas relacionada, o Sporting terá sido aceite, esta semana, como assistente no chamado "caso dos emails". Segundo fonte ligada ao processo, o despacho da juíza de instrução do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, que admitiu o clube a intervir no processo, já foi comunicado a Alvalade. A SÁBADO apurou ainda que, além do caso dos emails, o clube liderado por Bruno Carvalho já pediu a constituição como assistente no processo "E-toupeira", que levou à prisão preventiva de um funcinário judicial e à detenção de Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD do Benfica. 

 

publicado às 03:39

 

mw-860.jpg

 

O assessor jurídico do Benfica, Paulo Gonçalves, foi detido esta manhã por suspeitas de corrupção. Fonte oficial da Polícia Judiciáia confirmou esta detenção bem como de um funcionário judicial e avançou que outras pessoas deverão ser constituídas arguidas.

 

As detenções, segundo a referida fonte, estão relacionadas com a passagem de informação sigilosa para o Benfica por funcionários de vários organismos da justiça.

 

Entretanto, a PJ confirma em comunicado a detenção de dois homens, sem referir os nomes, "pela presumível prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, acesso ilegítimo, violação de segredo de justiça, falsidade informática e favorecimento pessoal".

 

A operação, intitulada "e-toupeira", "envolveu cerca de 50 elementos da Polícia Judiciária, um juiz de instrução criminal e dois magistrados do Ministério Público" e implicou a realização de "30 buscas nas áreas do Porto, Fafe, Guimarães, Santarém e Lisboa que levaram à apreensão de relevantes elementos probatórios".

 

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) acrescenta, em informação publicada no site, que foram cumpridos seis mandados de buscas domiciliárias, um mandado de busca a gabinete de advogado e 21 mandados de buscas não domiciliárias. Diz ainda que nas buscas estiveram presentes um juiz de instrução criminal, dois procuradores-adjuntos, inspectores da PJ e peritos informáticos. A PGDL não refere que a sociedade anónima desportiva é a SAD do Benfica.

 

"Nesta investigação, iniciada há quase meio ano, averigua-se o acesso ilegítimo a informação relativa a processos que correm termos nos tribunais ou Departamentos do Ministério Público a troco de eventuais contrapartidas ilícitas a funcionários", diz a mesma nota da PJ,, segundo a qual os detidos vão ser sujeitos a primeiro interrogatório judicial.

 

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa acrescenta que "no inquérito indicia-se a prática de acessos por funcionários a diversos inquéritos em segredo de justiça para obtenção de informação sobre diligências em curso, informações que eram depois transmitidas a assessor da administração de uma sociedade anónima desportiva a troco de vantagens".

 

A terminar, o comunicado da PJ informa que "a investigação prossegue com vista à continuação de recolha de prova e ao apuramento dos benefícios ilegítimos obtidos".

 

Paulo Gonçalves é, alegadamente, suspeito de ter subornado três funcionários judiciais para obter informações acerca de processos relacionados com o caso dos e-mails.

 

De acordo com a Sábado, também um técnico de informática do Instituto de Gestão Financeira e Equipamento da Justiça foi detido pela Unidade Nacional Contra a Corrupção da Polícia Judiciária por suspeitas de corrupção passiva.

 

O Benfica confirma a realização de buscas e a detenção do assessor jurídico do clube, esta manhã por suspeitas de corrupção, mas mantém confiança em Paulo Gonçalves.

 

publicado às 13:34

Foto do Dia

Rui Gomes, em 27.08.16

 

57c0c0a86bae84_27803655.jpg

Paulo Gonçalves, rali-todo-o-terreno Atacama, no Chile

 

publicado às 21:17

Foto do Dia

Rui Gomes, em 10.01.16

 

Paulo_Goncalves19507a03.jpg

 O motard Paulo Gonçalves lidera o Dakar nesta data.

 

publicado às 03:56

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo