Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



isa_0591-30.jpg

Algumas considerações de Rúben Amorim no final do jogo com o Varzim...

Este jogo serve de aviso para o Dortmund? 

"Quando toda a gente falou maravilhas depois do jogo com o Besiktas, eu fui o primeiro a dizer que no campeonato as coisas eram bem diferentes. Tal como na Taça é diferente. Os jogadores sabem bem que tudo é difícil para eles. E a exigência destes jogadores [que hoje jogaram] é a mesma dos outros. Quem jogou foi a equipa do Sporting. Utilizei a equipa que tinha ao meu dispor e vou sempre usar os que estão melhores. Foram estes mesmos que fizeram um grande jogo-treino contra o Estoril, que treinaram muito bem. Na equipa estavam titulares e possíveis titulares. Vai sempre depende de quem estiver e de como treinarem."

Estado do relvado preocupa? 

"Obviamente que preocupa. Sabendo que as pessoas responsáveis pelo relvado fazem o melhor que podem. Temos de melhorar o relvado, já o trocámos, estamos a tentar fazer de tudo. Tem grande impacto no jogo, em vários jogos estamos em superioridade e depois, num passe simples, a bola salta ou o jogador não consegue equilibrar-se... E também teve impacto na lesão do Jovane. Como pode vir a ter lesões até em adversários. Vamos tentar melhorar."

A lesão de Jovane:

"Não temos ainda o que dizer sobre a lesão, temos ainda de esperar pelos exames. Ele está abatido e estaremos cá para resolver o que for necessário".

Série de bons resultados: 

"Estamos numa série de vitórias seguidas, mas estamos sempre à espera da quebra. Não foi hoje. O B. Dortmund vai ser um jogo completamente diferente, como vai ser depois o Tondela. É assim que temos de levar as coisas."

Pedro Gonçalves também comentou a partida...

Regresso com golos:

"Sim, é sempre especial fazer dois golos, quanto mais melhor. Sinto-me bem a marcar, mas é importante o trabalho da equipa, sem eles isto não podia acontecer."

Sobre o Varzim:

"Foi uma equipa que analisou bem as nossas jogadas e a forma como jogamos, estiveram bem defensivamente".

Agora, o Dortmund:

"Importa recuperar bem, o adversário [Dortmund] é o favorito e vamos fazer por ganhar e seguir para a próxima fase."

publicado às 03:32

"Ele não se limita a rematar. Coloca a bola com antologia, com arte, e surpreende os guarda-redes na passada. É muito bom a executar, é espontâneo.” António Oliveira não se cansa de elogiar Pedro Gonçalves, jogador talismã na conquista do troféu mais desejado pelos sportinguistas, na época passada.

Oliveira é, hoje em dia, mais associado ao FC Porto, clube do coração, onde jogou e que treinou e levou ao título duas vezes. Mas foi também na relva do antigo José Alvalade que o ex-jogador encantou os adeptos do Sporting e o mundo do futebol.

253719346_10158030600871555_129785293618647701_n (

O também antigo selecionador nacional rejeita as comparações com aquele que se revelou como um dos jogadores-chave na equipa às ordens de Ruben Amorim. “Os tempos são diferentes, as funções também e ainda até o posicionamento no campo. Eu ia mais atrás. Procurava criar espaços para atrair adversários e poder isolar os companheiros. Na proximidade da área também rematava com colocação. Antecipava lances e, por isso, surgia solto. Nos lances de bola parada conseguia marcar golos,” lembra.

Entre 1981 e 1985, Oliveira espalhou a sua magia de leão ao peito. Mas, como o próprio admite, estava bem acompanhado: “Jogar com Manuel Fernandes e Jordão permitia-me assisti-los ou simular passe e rematar”. Ainda hoje, António Oliveira mantém o recorde de médio ofensivo do Sporting com mais golos marcados (32) nos primeiros 50 jogos.

Quanto a Pedro Gonçalves, o empresário de 69 anos continua a espalhar elogios: “O que ele faz não está ao alcance de todos, só de quem trata a bola por tu,” mesmo que volte a lembrar as diferenças entre o antigo jogador do Famalicão e ele próprio, no seu tempo: “Joga mais avançado do que eu e mais livre para atacar, porque não tem de carregar tanto o jogo em espaço maior. Ele joga mais pelas alas e vem para o meio porque é muito rápido. Eu jogava muito mais pelo corredor central, em drible e sempre com visão periférica”.

publicado às 02:32

Algumas considerações de Pedro Gonçalves na conferência de imprensa

"A equipa está confiante, tal como estava nas semanas anteriores. Fazemos sempre o mesmo trabalho. Esperamos fazer um grande jogo".

"Estou extremamente contente por fazer parte deste grupo e deste Clube e espero dar sempre o máximo por esta camisola".

"A nossa maior obrigação é sempre ganhar porque este é um grande Clube. Temos de dar sempre o nosso máximo e conseguir a vitória. Espero que amanhã seja mais um dia [desses] e que consigamos dar a vitória aos nossos adeptos. Precisamos muito de ganhar nesta competição e o nosso objectivo é entrar sempre para ganhar".

"A minha lesão já passou, felizmente. Já fiz bastantes jogos e estou mais confiante do que nunca. Sinto a falta dos golos, mas eles vão aparecer. Não tenho pensado muito nisso"

publicado às 03:17

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (04)

Julius Coelho, em 05.08.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP,  pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

1524545.jpg

PEDRO GONÇALVES - 23 anos, 1.73m, médio ofensivo, internacional, no Sporting desde 2020 com contrato até 2025. Utilizado em 32 jogos na Primeira Liga sempre como titular/2735 minutos, 23 golos, 4 assistências. Notas do Camarote 3.7, destaque do Camarote 4 vezes ( 14.ª, 17.ª, 33.ª e 33.ª), destaque nos desportivos nacionais 9 vezes (1.ª, 5.ª, 6.ª, 7.ª, 8.ª, 9.ª, 14.ª, 17.ª e 34.ª) , Bola de Prata com 23 golos e ainda eleito o melhor jovem da época 2021.

O nascimento de uma estrela, com justo mérito ao scouting do FC Famalicão que o soube resgatar ao Wolverhampton. Deu logo os primeiros sinais de brilho nessa época de retorno ao futebol português, sendo dos mais predominantes elementos a dar ocasião a que os famalicenses fossem a equipa sensação da Liga. Imediatamente despertou o interesse do FC Porto e Sporting com a Direcção de Frederico Varandas a conseguir ser mais audaz e decidida a levar a melhor, contratando-o. Foi um pedido também do treinador Rúben Amorim para fazer parte do seu plano secreto, de organizar uma equipa com capacidade de competir ao mais alto nível.   

À 9.ª jornada já era o melhor marcador destacado com 10 golos, deixando os adeptos em geral estupefactos com a proeza de um jovem jogador ainda pouco conhecido e que sendo um médio marcava em quase todas as jornadas da Liga, decisivo para que o Sporting chegasse ao primeiro lugar isolado na classificação e a somar vitórias consecutivas jornada após jornada, sem mais parar até à consagração do título de campeão nacional, obra antes inimaginável.

Fez jogos fantásticos e viveu momentos mágicos. Recordamos quando bisou em quatro jornadas consecutivas, da quinta à oitava, o jogo extraordinário na Luz em que somou mais dois golos contra o Benfica, assumindo decididamente a vontade de terminar como o vencedor do troféu de melhor marcador da Liga, ou ainda o jogo da sua consagração, na última jornada, marcando um hat trick em que arrumou de vez o assunto.

Pedro Gonçalves transformou-se às mão de Rúben Amorim no joker da equipa, um mestre a movimentar-se entre as linhas das defesas contrárias na conquista de espaço para o seu mortífero remate, seco, mas teleguiado, invariavelmente direccionado ao fundo das balizas adversárias.

A sua eventual convocatória, óbvia e muito merecida, acabou por parecer forçada, contra a real vontade do seleccionador nacional. Fez parte dos eleitos para disputar o Europeu, mas estranhamente pouco ou nada foi utilizado. Os portugueses, em geral, ainda esperam um esclarecimento que ajude a explicar porque o melhor marcador do campeonato português, o melhor jogador da actualidade a jogar entre linhas não teve lugar nos titulares eleitos por Fernando Santos.

Pedro Gonçalves conquistou o coração do universo verde e branco. Não há quem não sinta um tremendo orgulho em vê-lo envergar a camisola de leão ao peito. Acreditamos que pode fazer uma nova época ainda melhor, superando os números fantásticos da campanha transacta.

publicado às 05:34

naom_6105bf0897b6b.jpg

Luís Cerqueira, antigo treinador de Pedro Gonçalves (Pote) nos sub-15 do SC Braga, em entrevista à Rádio Renascença, assegura que o jogador não se deixará encadear pela cifra milionária do novo contrato no Sporting:

“O Pedro é um rapaz muito humilde, trabalhador e penso que, esse deslumbramento, a acontecer, teria sido no momento em que ele apareceu em grande no Sporting, na época passada. Nesta altura, ele já está habituado aos elogios e ao reconhecimento, quer da comunicação social quer dos adeptos, quer do próprio clube; já não se deixará afectar por isso.

Ele faz muito bem em ficar no Sporting. Era importante fazer mais uma ou duas épocas ao nível que tem apresentado. Aí, sim, penso que estará muito bem preparado para dar um salto para um dos clubes grandes do futebol europeu, nomeadamente do futebol inglês, onde eventualmente penso que ele gostaria de jogar.

O facto de ter estado durante duas épocas no Wolverhampton ajudaria bastante à sua adaptação. Já conhece um pouco os cantos à casa. Neste momento, será a Liga mais cobiçada do mundo para os jogadores. Penso que ele está a trilhar um caminho certo para voltar a Inglaterra ou ir, eventualmente, para uma das principais ligas da Europa.

Aquela obra de arte dele em Aveiro, apenas veio confirmar a sua veia goleadora. Não é por acaso, isto que ele vai fazendo. Na época passada foi, jogo após jogo, mostrando que é um jogador com uma capacidade técnica acima da média, capacidade finalizadora e excelente leitura de jogo; ocupa muito bem os espaços e penso que o Pedro já não tem mais nada a provar. Apesar de jovem, é um valor seguro da nossa Liga”.

publicado às 03:01

201187158_10157832704556555_7140676695592355802_n.

Parabéns capitão, distinção bem merecida!

214109904_10157832592581555_5871001080958217961_n.

Parabéns Pote, distinção bem merecida!

NOTA: Além de Fernando Santos não reconhecer o enorme talento do nosso leão - talento esse que não passou despercebido aos capitães e treinadores da Liga Portugal que votaram - Pedro Gonçalves (Pote) também foi condecorado com a Medalha de Mérito (grau prata), pelo Município de Chaves. 

publicado às 05:04

197747717_10157775525841555_1144131076794677622_n.

Uma escolha que já se esperava uma vez que Pedro Gonçalves é o melhor marcador da Liga NOS para a época 2020/21.

O trio de médios do onze do ano fica assim completo - João Palhinha e Sérgio Oliveira - votado pelos treinadores e capitães da principal divisão do futebol português.

Na época finda, Pote participou em 37 jogos, 35 como titular, acumulando 3031 minutos de jogo (média de 82 minutos por jogo), com 23 golos marcados e 5 assistências. Na Liga NOS realizou 32 jogos, todos como titular, e recebeu oito prémios “Homem do Jogo”.

Tem contrato com o Sporting até Junho 2025 e neste momento o seu passe está avaliado em 24,20 milhões de euros.

No recém-jogo de preparação frente à Espanha estreou-se na Selecção A de Portugal.

publicado às 03:02

Foto do dia

Rui Gomes, em 30.05.21

191801798_10157755606661555_5290381504843635873_n.

Pedro Gonçalves recebeu A Bola de Prata, prémio atribuído

ao melhor marcador do campeonato nacional.

publicado às 13:00

Pedro Gonçalves participou num controlo antidopagem a 5 de Julho do ano passado, após o Tondela-Famalicão, da 30.ª jornada da Liga NOS, e testou positivo para a presença de triamcinolone, uma substância que é proibida em certas doses e conforme a sua administração, confirmou a Agência Antidopagem de Portugal, defendendo, contudo, que "em bom rigor" o jogador "não violou qualquer norma".

O então futebolista do Famalicão - o clube não quis comentar o caso - nunca chegou a ser suspenso preventivamente, como prevê a Lei Antidopagem no Desporto e indicou o semanário "Novo", que noticiou originalmente o caso esta sexta-feira, na sua versão impressa.

capa-novo-007-com-bordas_1-94289_20210527183151.jp

O artigo 37.º da dita lei estipula que "o praticante desportivo em relação ao qual o resultado do controlo seja positivo, logo com a primeira análise ou depois da análise da amostra B, quando requerida, é suspenso preventivamente, por notificação da ADoP, até ser proferida a decisão final do procedimento, salvo nos casos em que for determinada pela ADoP a realização de exames complementares".

Mas, segundo as respostas enviadas pela entidade, Pedro Gonçalves prestou "prova clínica (de forma imediata)" de que a substância "entrou de forma legal no seu organismo", tendo sido remetida para o Colégio Disciplinar da ADoP, que então "decidiu pelo seu arquivamento".

A Agência acrescentou que os praticantes... "só são suspensos preventivamente" quando "não têm uma Autorização de Utilização Terapêutica" para a substância em causa, ou "não apresentam uma justificação clínica plausível para o sucedido". Foi o caso de Pedro Gonçalves.

A denúncia de corrupção

A notícia desta sexta-feira do semanário "Novo" deu conta, igualmente, de uma denúncia anónima que terá precipitado (?) uma investigação do Ministério Público a suspeitas de corrupção.

Em causa estaria um suposto pagamento, na ordem dos €80 mil, feito por Jorge Pires, empresário de Pedro Gonçalves, a cinco membros da Agência Antidopagem de Portugal, para tentar prolongar o processo e impedir que este afectasse uma eventual transferência do jogador para um clube grande - que viria acontecer, em Agosto de 2020, quando foi contratado pelo Sporting.

O Ministério Público não respondeu à pergunta sobre se está, ou não, a decorrer uma investigação ao caso. Entre os membros do ADoP que teriam alegadamente recebido subornos estão Manuel Brito, presidente da entidade, e António Júlio Nunes, director-executivo.

A ADoP assegurou que os visados na notícia do "Novo" vão "agir judicialmente, de forma a repor a verdade dos factos".

Outro dos visados da denúncia divulgada pelo referido jornal é o médico Luís Horta, que já foi diretor do Conselho Nacional de Antidopagem (atual ADoP) e hoje é membro do Colégio Disciplinar deste órgão.

"Eu só tive contacto com o processo quando ele veio da ADoP, já instruído. Estou a ser alvo de uma calúnia monstruosa. Não conheço o empresário do jogador, Jorge Pires, nunca fui aliciado por ele ou por alguém. Estou há 18 anos na antidopagem e as pessoas conhecem-me e sabem que não valeria a pena. E se alguém tentasse, eu denunciaria o caso ao Ministério Público. Simplesmente nunca aconteceu".

publicado às 03:33

Pote está a negociar renovação

Rui Gomes, em 26.05.21

Screenshot (145).png

Em entrevista à Rádio Renascença, esta terça-feira, Pote confirmou que está a negociar a renovação de contrato com o Sporting:

"Estamos a falar. Estamos a negociar. Agora é entre o Jorge Pires (empresário) e o director desportivo do Sporting, Hugo Viana. Estou agradecido ao Sporting. Sempre dei o máximo e vou continuar a dar sempre o máximo. É o Clube onde eu jogo, e o Clube pelo qual estou apaixonado.

Logo no início da época, senti que Clube e o grupo estavam com a ambição de sermos campeões. O Míster Rúben Amorim foi uma bomba de ar fresco para o Sporting. Sempre acreditou no plantel e, tal como disse há poucos dias, nós somos capazes de ainda dar mais.

O meu empresário desde o início foi honesto e disse nunca iria participar-me o interesse de outros clubes. Apenas iria falar comigo se houvesse algo mesmo de concreto. Eu trabalho todos os dias e não me preocupo com transferências.

Nós somos campeões e vamos continuar a lutar todos os anos. Estamos desde já a pensar na Supertaça, que é o nosso próximo principal objectivo”.

NOTA: O Sporting continua a tentar assegurar a compra de 50% dos direitos económicos do atleta, que permanecem na posse do Famalicão.

publicado às 04:03

Foto do dia

Rui Gomes, em 26.05.21

img_920x519$2021_05_25_09_10_48_1854693.jpg

Pote regressou às origens - Escola EB 2/3 de Vidago

publicado às 04:01

E tudo Pote levou...

Rui Gomes, em 20.05.21

img_467x599$2021_05_20_02_49_05_1852774.jpg

PEDRO GONÇALVES (POTE)

"Estou muito orgulhoso. Um ano de muito trabalho, quero agradecer a todos os que me apoiaram ao longo do ano, nos momentos mais difíceis. É dedicado a todos eles.

Desconhecia ser o o primeiro português a conseguir o troféu desde Domingos Paciência, em 1995/96. É um orgulho. Um excelente trabalho de toda a equipa. Agradecer aos meus colegas por tudo o que fizeram.

Abraço para todos na minha terra. Sinto um orgulho enorme ser videiguense, espero que estejam tão felizes como eu".

JOÃO PEREIRA

"Para já sinto felicidade, acabei da melhor maneira, como campeão do Sporting, algo que o clube precisava e merecia mais do que eu. É o fecho de um ciclo e vai começar outro.

Já dava para imaginar um pouco vir a terminar como campeão, porque o Sporting estava em primeiro, mas a vida deu uma grande volta. Aconteceu o que aconteceu com o meu clube na Turquia, estive quase a assinar por outro clube mas quando me chamaram do Sporting vim a correr. Foi a melhor coisa que me podia ter acontecido. Não era precisar cativarem-me muito para voltar, o Clube deu-me muito.

O meu próximo cargo ainda não está definido, são coisas que tenho de falar. O presidente e o Hugo Viana irão falar na altura apropriada.

O Sporting é um clube muito grande: continuem a apoiar-nos. Isso tem de continuar e não só quando as coisas correm bem. É a única forma de levar este clube ao topo, que é onde merece estar."

RÚBEN AMORIM

João Pereira foi um jogador muito importante na nossa época, acabou a jogar como titular, como campeão. Fizemos questão que fosse substituído sozinho, para ter a ovação, não só dos adeptos, mas de toda a equipa. Fico muito feliz por ele, o Sporting tem sorte de ficar alguém como ele, que vai ser treinador. Espero que não me roube o lugar. Vamos mandá-lo ali para os sub-14 [diz com risos], pois está difícil para todos… Tristes porque acabou a carreira dele, mas a vida continua.

Pote e os seus 23 golos na Liga: mérito da equipa, dele… Um jogador que não forçou nada, pois tem muito golo e uma equipa que gosta muito dele. Entrámos, por isso, muito bem no jogo, perdemos algo disso no 3-0, mas eles não descansaram enquanto ele não fizesse três golos. Se fossem precisos mais, ele iria marcar mais. Foi o dia do Pedro, que nos deu muito. É o prémio merecido de um grande jogador que vai fazer uma grande carreira.

Apostámos na formação, criámos uma equipa, fomos realmente uma equipa, ganhámos dois títulos em três possíveis, mas agora vamos preparar e enfrentar um novo ano, que vai ser muito complicado, mas estamos preparados."

publicado às 07:03

img_920x518$2021_05_15_21_01_39_1850948.jpg

Pedro Gonçalves e Haris Seferovic foram as grandes figuras do dérbi deste sábado entre Benfica e Sporting, a contar para a 33.ª jornada da Liga NOS, ao apontarem, cada um, dois golos. Com este registo, o avançado das águias e o médio dos leões mantêm-se igualados no topo da tabela de melhores marcadores da prova, ambos com 20 tentos apontados.

No final do encontro, Rúben Amorim comentou uma possível "rivalidade" entre os dois jogadores, que lutam pelo mesmo objectivo, afirmando que seja qual for o resultado final que tem "muito orgulho" no camisola '28':

"Não sei se há rivalidade. Os dois querem muito [tornar-se no melhor marcador da Liga] mas o objectivo é ajudar primeiro a equipa. Lembrar que o Pote é médio. Tenho muito orgulho nele e para mim, até já ganhou o prémio, ganhe ou não. Pote e Nuno Santos são muito chatos, mas gosto muito dos meus jogadores. Gostávamos que o Pote ganhasse mas não temos objectivos individuais".

publicado às 03:01

Screenshot (502).png

Pedro Gonçalves e Pedro Porro receberam esta quarta-feira os prémios que conquistaram da Liga Portugal.

O português amealhou os galardões de melhor médio e de melhor jogador da Liga NOS no mês de Novembro:

"É um orgulho para mim. Não trabalhamos para os prémios individuais, mas sim para singrar no futebol. Estou muito contente comigo mesmo e agradeço também a toda a equipa por me apoiar em todos os momentos".

Já o espanhol foi eleito o melhor defesa da Liga NOS no mesmo mês e, tal como o colega, destacou o trabalho colectivo:

"O prémio significa o trabalho que tenho vindo a fazer neste período e não só no último mês. A equipa tem trabalhado bem e, por isso, chegam os prémios individuais. Sem o trabalho da equipa, não tinha conseguido este prémio tão bonito".

publicado às 04:32

Foto do dia

Rui Gomes, em 23.12.20

132608174_10157409706896555_7176752065438180220_n.

Pedro Gonçalves recebeu, esta terça-feira, o prémio de melhor jogador do mês relativo a Novembro atribuído pelo Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol. O jovem médio do Sporting obteve 18,77% dos votos.

publicado às 03:01

Mais uma distinção para Pote

Rui Gomes, em 05.12.20

image.jpg

Depois de já ter amealhado o galardão de melhor jovem em Setembro/Outubro, Pedro Gonçalves (Pote) foi eleito o melhor jogador da Liga NOS de Novembro pelo Sindicato dos Jogadores.

O futebolista do Sporting CP obteve 18,77% dos votos, segundo anunciou esta sexta-feira o Sindicato dos Jogadores no seu site oficial.

Em Novembro, ao serviço do Sporting CP, Pedro Gonçalves apontou seis golos - dois em cada uma das vitórias sobre CD Tondela (4-0), Vitória SC (0-4) e Moreirense FC (2-1), todas para a Liga NOS, sendo neste momento o melhor marcador do campeonato com 9 tentos.

publicado às 03:02

124571581_10157323872856555_5717798868274752089_o.

Pedro Gonçalves foi eleito o médio do mês da Liga NOS em Setembro/Outubro.

O jogador do Sporting Clube de Portugal, que em quatro jogos disputados nesse período foi totalista e ainda marcou três golos, recebeu 46,67 por cento dos votos dos treinadores principais da competição, superando a concorrência de Angel Gomes (12,50%), do Boavista, e de Lucas Piazon (8,33%), do Rio Ave.

O internacional português de sub-21 é o melhor marcador da I Liga, com sete golos em seis jogos, decisivos para a liderança do Sporting.

Parabéns leão!

publicado às 12:44

A Selecção sub-21 venceu esta terça-feira, em Gibraltar, a congénere local por 3-0, em partida a contar para a fase de qualificação do Campeonato da Europa Eslovénia/Hungria 2021. 

Os leões Luís Maximiano, Daniel Bragança e Pedro Gonçalves foram titulares nesta partida, o último pela primeira vez e com dois golos para assinalar a ocasião.

img_920x519$2020_10_13_18_36_02_1765931.jpg

Pedro Gonçalves em discurso directo

"É sempre um grande orgulho poder marcar pela Selecção e vestir esta camisola. Gostava de continuar neste grupo a mostrar a minha qualidade e a jogar o maior número possível de minutos. Foi um jogo especial porque fui titular pela primeira vez nos Sub-21 e foi a primeira vez que marquei golos. Foi um jogo difícill, num campo onde a bola salta muito e frente a um adversário agressivo. Tentámos fazer o melhor possível e conseguimos o nosso objectivo, que era vencer. Partimos para os próximos jogos com a vontade de sempre, que é ganhar e estar no Europeu".

Daniel Bragança em discurso directo

"Foi um jogo em que estávamos à espera que o adversário baixasse as linhas. Quisemos jogar simples e bem e marcar o maior número possível de golos. Poderíamos ter feito melhor, mas três pontos sabem sempre bem. Tentei fazer as coisas simples e bem. Nestes jogos, por vezes, o mais difícil é jogar simples. O importante mesmo é termos ganho o jogo e continuarmos no nosso caminho. É um orgulho enorme estar aqui com este grupo e aproveitar as oportunidades todas que são dadas. É um privilégio representar a Selecção Nacional".

*** Em nota separada, Pedro Porro, lateral-direito do Sporting, foi titular na vitória de Espanha sobre o Cazaquistão (3-0), partida de qualificação para o Campeonato da Europa de sub-21.

E, ainda, relacionado com as selecções seniores, o Equador bateu o Uruguai de Sebastián Coates com Gonzalo Plata a marcar um grande golo.

publicado às 03:33

Reforços: Pedro Gonçalves

Rui Gomes, em 14.09.20

GoalPoint-Reforcos-202021-Sporting-Pedro-Goncalves

publicado às 03:00

Foto do dia

Rui Gomes, em 29.08.20

img_920x519$2020_08_28_23_13_03_1746730.jpg

Pedro Gonçalves (Pote)

publicado às 04:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo