Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



png-transparent-football-penalty-kick-goal-compute

O 'CIES Football Observatory' lançou esta segunda-feira um estudo relativo às equipas com mais penáltis assinalados a favor nos diversos campeonatos europeus desde 2018/19. Confira o 'top-10' da Liga Bwin, onde a formação que ocupa a primeira posição do ranking cobra um castigo máximo a cada 272 minutos, o equivalente a cerca de três jogos.

1.º - FC Porto (penálti a cada 272 minutos)

2.º - Sporting (penálti a cada 287 minutos)

3.º - V. Guimarães (penálti a cada 366 minutos)

4.º - Tondela (penálti a cada 409 minutos)

5.º - Santa Clara (penálti a cada 479 minutos)

6.º - Benfica (penálti a cada 527 minutos)

7.º - SC Braga (penálti a cada 531 minutos)

8.º - Marítimo (penálti a cada 664 minutos)

9.º - Moreirense (penálti a cada 702 minutos)

10.º - Portimonense (penálti a cada 708 minutos)

publicado às 15:00

O Euro 2020 vai entrar na fase a eliminar já com dois recordes batidos relativamente a grandes penalidades: o número de castigos máximos assinalados e os penáltis falhados, com Ronaldo outra vez em destaque.

Com apenas os 36 jogos da fase de grupos disputados, este Campeonato da Europa já é o que tem mais penáltis assinalados pelas equipas de arbitragens - 14 até agora -, numa edição em que é utilizado pela primeira vez o videoárbitro.

O anterior recorde pertencia em parceria ao Euro 2000 e 2016, ambos com 12 castigos máximos assinalados durante toda a competição, mas com uma diferença: no Euro 2000 foram disputados 31 jogos, enquanto no Euro 2016 disputaram-se 51.

c3f491b12d1427d0ecb684d8fa8351f591f5b797.jpg

Outro dos recordes batidos é o de penáltis falhados, pois dos 14 assinalados, seis foram desperdiçados e oito marcados. Os anteriores europeus com mais castigos máximos desperdiçados foram também o Euro 2000 e 2016, com quatro falhados e oito marcados.

O primeiro penálti do Euro 2020 foi no jogo entre a Dinamarca e a Finlândia, que ficou marcado pelo desfalecimento do dinamarquês Christian Eriksen, que levou o jogo a estar interrompido mais de duas horas. Depois do reatamento, e quando já perdia por 1-0, Hojbjerg desperdiçou um castigo máximo que daria o empate à Dinamarca.

Os mais perdulários da marca de castigo dos onze metros no Euro 2020 são os espanhóis, que desperdiçaram os dois penáltis que os favoreceram no torneio, primeiro frente à Polónia, por Gerard Moreno, e depois frente à Eslováquia, por Álvaro Morata.

Já Portugal, é a única selecção que beneficiou de três penáltis, um contra a Hungria e dois contra a França, todos eles convertidos por Cristiano Ronaldo, que é o melhor marcador da competição com cinco golos.

O internacional português é mesmo o único jogador que apontou três castigos máximos numa única edição de um europeu, número que o torna também no futebolista que mais golos de penálti marcou no torneio continental.

CR7 é o único português que foi chamado à marca de 11 metros em Europeus, por quatro vezes no total. A anterior foi no Euro 2016, frente à Áustria, num castigo máximo que Ronaldo acabou por desperdiçar.

Ronaldo alcançou outro registo, o de jogador que foi chamado a marcar dois penáltis no mesmo jogo de um Campeonato da Europa, este em igualdade com o espanhol Dani, no Euro 1980. Ronaldo marcou os dois contra a França, Dani marcou um e falhou o outro com a Inglaterra.

O jogo entre Portugal e a França, da terceira jornada do Grupo F, foi também o primeiro jogo de um Campeonato da Europa com três penáltis assinalados.

Com os dois penáltis contra, a selecção gaulesa ultrapassou a Alemanha e é agora a que mais castigos máximos viu assinalados contra si no torneio continental, com 12, enquanto os germânicos têm 11.

Já nos penáltis a favor, a Espanha lidera a lista, com 12, seguida dos Países Baixos, com oito.

Até ao momento, foram assinalados 84 penáltis em 322 jogos em fases finais de europeus, com 60 convertidos e 24 falhados, não estando contabilizados nestes dados os desempates por grandes penalidades.

Reportagem da Lusa

publicado às 02:30

image.jpg

Medhi Taremi, avançado do FC Porto, está ao serviço da selecção iraniana e numa pausa entre treinos concedeu uma entrevista ao portal Mehr. Entre outras coisas - e sem ser questionado nesse sentido - teve isto para dizer:

"Consegui dar felicidade às pessoas, por um bocadinho que fosse, e isso foi bom. Desde que fiquem felizes com os meus golos, assistências ou penáltis, fico satisfeito.

Não invento penáltis, não são penáltis covardes...".

Pois... covardes ou não, acho que há um vasto leque de adjectivos que podem ser usados para descrever as grandes penalidades "cavadas" pelo iraniano, entre as 16 que foram assinaladas a favor da equipa portista na época passada. Curioso que ele tenha sentido a necessidade de se justificar. Problemas de consciência ou... reputação?

publicado às 03:03

São casos para penálti?

Rui Gomes, em 12.04.21

Na minha opinião, dois lances para penálti (85' e 90+3') que ficaram por assinalar, ambos sobre Jovane Cabral. Tanto o árbitro Rui Costa, como o assistente (Nuno Manso ou João Bessa Silva) e o VAR António Nobre, entenderam que não houve causa para o castigo máximo.

Até admitirei que o segundo é discutível, porque Jovane escorregou. No entanto, quando tentou equilibrar-se, o defesa caiu em cima dele. O primeiro, não me parece haver margem para dúvidas.

publicado às 04:01

21933450_DbcuU.pngNa Sporting TV, Miguel Braga, Responsável de Comunicação do SCP, fez alvo dos penáltis que são marcados a favor do FC Porto, o último dos quais facilitou a vitória dos portistas frente ao Marítimo, ontem à noite. Isto, na cauda de uma outra grande penalidade que garantiu o empate contra o Boavista:

"O FC Porto conseguiu vencer com o 12º penálti que foi marcado esta época a seu favor. São 12 penáltis em 20 jogos, o que quer dizer que, em 60 por cento dos jogos, o FC Porto tem um penálti a seu favor.

Relembro que, quando terminou a primeira volta, o FC Porto tinha os mesmo penáltis que o SC Braga, o Sporting e o Benfica juntos. Actualmente, já consegue ter mais, o que é uma coisa extraordinária.

Há ainda uma particularidade. Tem-se falado muito do novo jogador do FC Porto e ele está com uma média extraordinária de penáltis sofridos. Em 40 minutos, o Francisco Conceição já conseguiu ter dois penáltis por faltas cometidas sobre si, o que, se não é um recorde, é no mínimo um número muito interessante.

Screenshot (617).png

Fico satisfeito por o Benfica vir à nossa causa. Mais vale tarde do que nunca. No entanto, este é um pedido peculiar ou estranho, por ser altamente selectivo. Em jogos em que acham que têm razão, pedem para ouvir o áudio e para que a comunicação do VAR seja pública. Não é uma questão de... quando nos dá jeito queremos ouvir as comunicações do VAR.

Por uma questão de transparência e até por uma questão de principio as comunicações deviam ser audíveis! O Sporting tem-se batido, ao longo dos últimos meses, por isso, já fez comunicados por causa disso, espero que o Benfica deixe de ser tão selectivo e perceba que tudo isto é uma questão de transparência e um valor global para o futebol. Não deve ser utilizado apenas quando alegadamente achamos que teremos a nossa razão para ouvir aquelas comunicações.

Relativamente ao encontro do próximo sábado, no Dragão, se o Sporting ganhar o jogo não é automaticamente campeão, se perder o jogo também não deixa de ficar à frente".

___________________________________________________

Entretanto, Rúben Macedo, o autor do penálti que permitiu aos dragões vencerem a partida nos Barreiros, que supostamente saiu do relvado em lágrimas (de crocodilo), tem sido alvo de muitos insultos nas redes sociais, nomeadamente depois de vir a público uma publicação sua no Instagram, em que citou o discurso de agradecimento de André Villas-Boas após ter sido distinguido com o galardão Dragão de Ouro em 2011. "O portista sente, sofre, luta. O portista quer, pede e exige. O portista junta, acumula e ganha".

Recorde-se que o agora extremo do Marítimo fez oito anos de formação no FC Porto e ainda quatro anos na equipa B portista, com empréstimos pelo meio. Chegou ao Marítimo no Verão, proveniente do Desportivo das Aves.

publicado às 03:49

Tudo aconteceu num frente a frente entra o Nápoles e o Sporting em Setembro de 1989, no Estádio San Paolo , em jogo da segunda mão da 1.ª eliminatória da Taça UEFA.

Ivkovic, o guarda-redes do Sporting apostou e ganhou 100 dólares ao defender um penálti do jogador argentino num desempate com o Nápoles para a Taça UEFA.

Mas a notável história não se fica por aqui. Quase um ano depois, a 30 de Junho de 1990, em Florença, as selecções da Argentina e da Jugoslávia decidiam quem passava às meias-finais do Campeonato do Mundo, que se realizava em Itália, recorda o DN.

O jogo foi outra vez resolvido no desempate por penáltis e outra vez temos Ivkovic contra Maradona. Desta vez, em vez de uma aposta, houve uma espécie de provocação... "No Mundial 1990 defendi outro penálti dele. Voltei a provocar, dizendo: 'Cuidado, eu sei para onde vais marcar...', simulei que ia para o mesmo lado e atirei-me para o outro. Defendi dois penáltis de Maradona e perdi esses dois jogos", disse Ivkovic ao DN.

Ao defender o penálti, Ivkovic festejou como se de um golo tratasse, mas no final quem se ficou a rir foi Diego Maradona, que voltou a vencer o jogo e alcançou as meias-finais de um Mundial, do qual seria finalista vencido, aos pés da República Federal Alemã.

Duas histórias que cruzam as vidas de Ivkovic e Maradona.

publicado às 04:46

53726514_10156170583347643_1790649492941307904_n-7

Um execrável ex-vice-presidente do Benfica - que nem sequer merece que o seu nome seja indicado - mandou mais uma boca gratuita ao Sporting, esta segunda-feira.

Apesar de não lhe atribuir o mínimo de importância, aproveitei a ocasião para preparar e publicar este post sobre o registo de grandes penalidades na Liga NOS, na época 2018/19.

"E o que a História vai registar é que, no ano a seguir ao "Assalto a Alcochete", o Sporting ganhou a Taça da Liga e a Taça de Portugal! Agora digam mal de Sousa Cintra ... ou, já agora, dos 15 penáltis a favor (a acreditar nos diferentes órgãos de comunicação social) que o Sporting teve a favor. E, com isso, conseguirem ter Bruno Fernandes como o médio europeu mais goleador ... na Europa ... sei lá desde quando. O problema - para eles - é que, para o ano ... não o terão a ele ... nem tantos penáltis a favor!Mas lembram-se ... da minha previsão? O "futebol português" anda mortinho por oferecer um campeonato ao Sporting".

É facto que o Sporting beneficiou de 15 grandes penalidades esta época - todas convertidas -, no entanto, Bruno Fernandes só foi chamado a executar 6, pela ausência por lesão de Bas Dost, por mera coincidência, tantas como Pizzi no Benfica.

Sporting: 15 penáltis - 15 convertidos - Bas Dost: 8 - Bruno Fernandes: 6 - Nani: 1.

Benfica: 9 penáltis - 6 convertidos - Pizzi: 6 - Jonas: 1 - Salvio: 1 - Ferreyra: 1.

FC Porto: 7 penáltis - 6 convertidos - Soares: 3 - Marega: 2 - Telles: 2.

Bruno Fernandes foi, indiscutivelmente, o melhor jogador da Liga NOS em 2018/19, e o segundo melhor marcador, com 20 golos, apenas três atrás do ponta de lança encarnado Seferovic.

Em todas as competições, o médio do Sporting marcou 32 golos: Liga NOS: 20 - Taça de Portugal: 6 - Taça da Liga: 3 e Liga Europa: 3. A isto, podemos adicionar 18 assistências.

Uma época fenomenal!!!

publicado às 02:48

Penáltis para rever em 35 segundos

Rui Gomes, em 19.04.18

 

 Taça de Portugal 2017/18 - Sporting 5 FC Porto 4 (g.p.)

 

publicado às 21:48

 

A UEFA irá testar, durante o Europeu feminino de Sub-17, prova que arrancou esta terça-feira na República Checa, uma nova fórmula para os desempates por penáltis, no seguimento da autorização concedida pelo International Board (IFAB) para proceder a essa experiência. A nova fórmula prevê cobranças alternadas, ao estilo do 'tie break' no ténis, até ser encontrado um vencedor. 

 

article-0-132FAB10000005DC-757_468x294.jpg

 

A fórmula a utilizar será a seguinte:

 
Penálti 1. Equipa A - P2. Equipa B
P3. Equipa B - P4. Equipa A
P5. Equipa A - P6. Equipa B
P7. Equipa B - P8. Equipa A
P9. Equipa A - P10. Equipa B

Caso tudo siga igualado...

P11. Equipa B - P12. Equipa A

Se a igualdade persistir...

P13. Equipa A - P14. Equipa B
E por aí adiante...

Depois da utilização no Euro de Sub-17 feminino, a fórmula será testada no Europeu de seniores também de senhoras, na Holanda, assim como no Europeu masculino de Sub-17.
 

publicado às 03:55

 

ng570B842A-9751-4FE7-AE6D-1090D681B7C8.jpg

 

«Não estou a pôr em causa a seriedade das pessoas ou segundas intenções. Estou a constatar factos e nós demonstrámos, há quinze dias, numa exposição, que houve 13 penáltis por assinalar. Com o que não foi assinalado com o Marítimo e com o que não foi assinalado hoje, quando o FC Porto perdia, faz quinze. É isso apenas que nós constatamos. Se o Conselho de Arbitragem acha que isto é normal e está correto, se calhar, chegamos ao fim e, em vez de quinze, temos trinta. Mas espero que tomem medidas para que os jogos sejam correctamente dirigidos».

 

Quase que me já tinha esquecido deste Pinto da Costa, cuja carreira como presidente do FC Porto é adornada por um vasto de leque de "triangulações" bicudas - a vasta maioria da sua autoria -, mas nunca constou que qualquer uma delas fosse de natureza ocular.

 

publicado às 05:00

 

OriginalSize$2016_12_12_22_04_59_1196496.jpg

 

... E promete ainda dar muito que falar, especialmente quando se verifica que mesmo entre ex-árbitros não há unanimidade. Algo que, na realidade, não surpreende, minimamente. Quase todos eles têm registo de polémicas tão más ou piores nas suas carreiras e alguns, de momento, têm agendas muito próprias.

 

Sobretudo, nunca saberemos como eles teriam agido caso tivessem dirigido o jogo de domingo. Por conseguinte, dão a sua opinião como meros adeptos a assistir à partida na televisão, exactamente como nós.

 

A verdade nua e crua é que não há e nunca haverá unanimidade nestes casos. Cada um vê somente o que quer ver, a vasta maioria puxando "a brasa à sua sardinha". Mas o jogo já foi realizado, o Benfica venceu, e nada alterará essa disposição, venha quem vier à praça pública dar a sua opinião.

 

Confesso que estes jogos e subsequentes episódios polémicos de arbitragem, já não me incomodam com em tempos de outrora. Será a idade e/ou a maturidade, ou porventura porque hoje sou muito mais cínico do que era sobre muito do que ocorre no futebol, nomeadamente em Portugal, terra deveras fértil para o oportunismo, chico-espertismo e pedantismo, dentro e fora das quatro linhas.

 

Venha o próximo jogo, digo eu...

 

publicado às 16:50

 

image.png

 

Bernardino Barros (comentador, TVI 24)


«Duas grandes penalidades por assinalar. O primeiro lance foi ainda mais grave porque penalizou duplamente o Sporting: foi na sequência desse lance que surgiu o golo do Benfica em contra-ataque. Má arbitragem de Jorge Sousa, que adulterou o resultado.»

 

Dani (comentador, TVI 24)


«Pizzi tocou na bola com o braço. (...) Nelson Semedo pôs o braço na bola. Foram grandes penalidades.»

 

David Borges (comentador, SIC Notícias)


«Parece que a mão direita de Pizzi toca na bola. (...) O braço de Nélson Semedo alarga-se, pode haver grande penalidade.»

 

Duarte Gomes (ex-árbitro, SIC Notícias)


«Não é normal o mesmo jogador, na mesma jogada, tocar na bola duas vezes. Num segundo momento, Pizzi parece controlar a bola com o braço direito num movimento deliberado. Pareceu-me penálti. Depois o Nelson Semedo usa o braço para cortar a bola. Outro penálti por marcar.»

 

Joaquim Rita (comentador, SIC Notícias)


«O movimento de Nélson Semedo amplia a zona de impedimento de progressão da bola. Do meu ponto de vista é penálti, claramente. Também no outro lance [de Pizzi] houve uma grande penalidade por marcar contra o Benfica.»

 

Jorge Faustino (ex-árbitro, TVI 24)


«Ficaram dois pontapés de penálti por assinalar. O árbitro teve influência no resultado devido a estes dois erros graves que aconteceram.»

 

Pedro Sousa (comentador, TVI 24)


«As grandes penalidades são evidentes. Claro que tiveram influência no resultado.»

 

Rui Pedro Brás (comentador, TVI 24)

 

«É penálti claríssimo de Nélson Semedo, sem espinhas. Erro grosseiro da equipa de arbitragem.»

 

 

Nota: Este post é da autoria de Carlinha

 

publicado às 12:03

O drama dos penáltis

Rui Gomes, em 02.07.16

 

 E foi Cristiano Ronaldo que "obrigou" João Moutinho a marcar...

 

publicado às 14:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo