Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sub-23 venceram em Portimão

Rui Gomes, em 25.09.21

51511315876_7939886364_c.jpg

A equipa sub-23 de futebol do Sporting CP foi a casa do Portimonense SC vencer por 0-1, esta sexta-feira, em jogo da quinta jornada da zona Sul da Liga Revelação.

A formação verde e branca apresentou-se no Estádio Dois Irmãos com quatro novidades no onze: Rafael Fernandes (só tinha jogado pela equipa B), Miguel Menino (no fim-de-semana somou minutos pela equipa B), Youssef Chermiti (tem sido aposta nos sub-19) e Isnaba Mané.

Miguel Menino foi o autor do golo leonino. Foi o terceiro golo do médio na competição. 

Os leões sobem assim à liderança da zona Sul com 10 pontos, mais um do que o segundo classificado, o GD Estoril Praia, que soma nove, mas tem menos dois jogos disputados. 

A formação orientada pelo técnico Filipe Pedro volta a entrar em campo apenas no dia 16 de Outubro, no dérbi diante do Benfica, em jogo referente à sétima ronda da prova. 

publicado às 04:00

Bruno Paz a caminho do Portimonense

Rui Gomes, em 19.07.21

naom_60b4f1453e8f1.jpeg

Ainda não há anúncio oficial por parte dos clubes, mas, ao que consta, Bruno Paz está de saída do Sporting rumo ao Portimonense, a título definitivo.

O Sporting ficará com 30 por cento do passe e uma opção de recompra de 3 milhões de euros. O jogador vai assinar contrato com o clube algarvio por cinco anos.

O capitão da equipa B leonina realizou 26 jogos e marcou 5 golos na época passada. O contrato com o Sporting é/era válido até Junho 2023.

publicado às 15:30

Leões do futsal imparáveis

Rui Gomes, em 10.05.21

184587948_10157636599781923_9066325925537420928_n.

A equipa de futsal do Sporting CP colocou-se em vantagem nos quartos-de-final dos play-offs, este domingo, ao vencer o Portimonense SC por 3-8 no primeiro jogo da eliminatória. Os leões precisam apenas de vencer o próximo jogo para garantir as meias-finais.

Antes do arranque da partida, a formação da casa recebeu os novos campeões europeus com guarda de honra, sendo que os algarvios foram depois também homenageados, desta feita pela Câmara Municipal de Portimão, por ocasião da estreia absoluta nestes play-offs.

Sporting: Guitta [GR], João Matos [C], Rocha, Diego Cavinato, Alex Merlim; Jogaram ainda: Tomás Paçó, Pauleta, Zicky Té, Taynan, Mamadu Turé, Diogo Santos e Gonçalo Portugal [GR].

O segundo jogo da eliminatória está marcado para o próximo sábado, dia 15 de Maio, no Pavilhão João Rocha.

publicado às 03:30

Beto interessa ao Sporting?

Rui Gomes, em 19.04.21

portimonense-getafe-5.jpg

Beto anda nas bocas do "mundo" por boas razões: os golos que marca despertou a atenção dos grandes portugueses.

É público que Sporting e Benfica já perguntaram por si. Como reage?
- Não tenho reação sequer... a minha realidade é o Portimonense, essas coisas são tratadas no final da época, o que interessa é cumprir o objetivo, meu e da equipa, que é assegurar a permanência na Liga NOS. O que falam ou deixam de falar não ligo muito. Perguntam-me, sim, mas não ligo. Prefiro falar do Famalicão... é isso que me preocupa.

Mas ser cobiçado por um grande mexe com qualquer um...
-É o sonho de qualquer jogador em Portugal jogar num dos grandes, é verdade, mas, neste momento, repito, não mexe comigo. Não mexe mesmo nada.

Beto, 23 anos, ponta de lança, já participou em 23 jogos na Liga NOS esta época, pelo Portimonense, 14 dos quais como titular, acumulando 1351 minutos de jogo (média de 59 minutos por jogo), com 11 golos marcados e 3 assistências.

Tem contrato com o Portimonense até Junho 2023.

publicado às 05:03

As Notas de Julius (12)

Rui Gomes, em 21.02.21

t9.jpg

Na 12.ª edição desta rubrica, o leitor tem assim a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que o nosso colaborador Julius atribuiu aos jogadores do Sporting e a outros intervenientes do encontro de ontem com o Portimonense - a contar para a 20.ª jornada da Liga NOS - que o Sporting venceu por 2-0, com golos de Zouhair Feddal (27') e Nuno Santos (31').

"Os rapazes pressentiram o perigo e não vacilaram, carimbando mais três pontos nesta longa caminhada para as estrelas. Com a inesperada ausência do Paulinho, por lesão, e um relvado pesadíssimo, a equipa respondeu com muita responsabilidade, conseguindo afastar qualquer desconfiança que um adversário que nunca se rendeu tentou provocar até ao apito final do árbitro. E já são vinte jogos sem perder. O primeiro 'match point' poderá jogar-se na próxima jornada no Dragão?".

DESTAQUE - JOÃO PALHINHA - 5 - Voltou a realizar uma das suas patentes grandes exibições, mas também contou com um João Mário a seu lado nas suas melhores noites, os seus tentáculos foram elásticos e fundamentais na destruição da construção do jogo do Portimonense. Secou tudo à sua volta.

ANTONIO ADÁN - 4.5 - É de uma frieza extraordinária este nosso 'keeper' espanhol, qualquer furacão que ameaça vir na direcção da nossa baliza morre ali, nas suas mãos ou nos seus pés. Reagiu sempre com muita segurança nas ocasiões em que teve que intervir e como um felino saiu aos pés de Salmani no momento certo, salvando um golo que parecia iminente.

ANTÓNIO PORRO - 3 - Mais seguro a defender do que eficaz no ataque, mas muito por culpa do treinador adversário que preparou bem a lição aos seus jogadores para que fechassem o seu corredor. Foi impedido de brilhar.

GONÇALO INÁCIO - 4 - Grande exibição. Mais uma deste muchacho que começa a ter pinta de craque. Não lhe encontrei ainda defeitos; o Quaresma vai ter que marinar e assim como as gafes do Luís Neto. Num ressalto, até teve o terceiro golo nos pés; muito forte com bola e na antecipação, ganhamos um central com explosão, com reacção e que sabe ler muito bem o jogo.

SEBASTIÁN COATES - 4 - Autêntico manual de como se coloca o adversário em fora de jogo, "aquilo" funciona em automático sempre na perfeição, assistiu no golo do Feddal e como sempre, também muito seguro nas dobras. 

ZOUHAIR FEDDAL - 4.5 - O que mais deu nas vistas pela positiva na defesa, tanto a defender como a sair com bola, está também a fazer uma grande temporada, muito focado na responsabilidade em todas as suas acções; sabe ler muito bem o jogo do adversário e surpreende com cortes de grande nível; aproveitou muito bem o ressalto vindo do Coates e marcou o sempre difícil primeiro golo do jogo.

NUNO MENDES - 3 - Tal como Porro, não conseguiu brilhar; esteve num registo mais modesto do que o habitual; oportunidade soberba para marcar quando solto e dentro da área atirou ao lado não dando o arco que se exigia à bola.

JOÃO MÁRIO - 5 - Foi ontem, a par de João Palhinha, o que de melhor se viu na equipa a lembrar os velhos tempos. Muito seguro com bola, com critério e eficácia no passe, apresentou-se mais rápido, o que pode indicar que está a subir de forma; praticou futebol de qualidade.

NUNO SANTOS - 4 - Voltou a prometer mas hoje cumpriu, foi mais constante durante todo tempo que esteve em campo, sempre com intensidade e velocidade, aproveitou muito bem aquela tremenda asneira do adversário e fez um bom golo.

POTE - 3 - Treinou toda a semana as movimentações com o Paulinho para esta partida e sem ele acusou muito o ter que se ajustar à ultima hora; passou mais tempo ao lado do jogo aparecendo só quando o adversário decidiu arriscar com jogo mais directo e com isso abrindo mais espaços; teve também o terceiro golo nos pés após uma excelente jogada individual, mas falhou na apontaria.

TIAGO TOMÁS - 4 - O nosso puro sangue voltou a galgar por toda aquela zona da defesa do Portimonense, ganhando muitos duelos na raça e na velocidade; teve uma enorme chance de fazer o primeiro golo do jogo, mas chegou um nadinha atrasado, merecia ter marcado; manteve sempre em sobressalto a defesa adversária.

JOVANE CABRAL - 2.5 - Não entrou tão bem como se exigia, falhando alguns passes e raramente conseguiu soltar-se das amarras dos polícias de serviço. Sempre esperamos dele algo extraordinário, uma 'galopada' ou um remate bem direccionado mas ontem não teve inspiração para essas coisas.

BRUNO TABATA - 2 - Com mais espaço podia e devia fazer notar-se a sua presença quando entrou, mas também não trouxe melhoria ao ataque da equipa.

MATHEUS NUNES - 2.5 - Devia ter entrado mais cedo, mas o Rúben pensou no Dragão e na ausência provável do Palhinha e com o Matheus com quatro amarelos seria um risco desnecessário, mostrou nos poucos minutos que jogou que faria hoje um bom jogo.

DANIEL BRAGANÇA - 2.5 - Este muchacho, sejam 5 ou 30 minutos, nunca joga mal, porque não sabe jogar mal. Merece uma aposta do treinador mais firme com mais tempo de jogo; a bola nos seus pés parece ter íman e comando teleguiado, teremos no futuro um novo João Mário versão avançada?

RÚBEN AMORIM - 4.5 -  Treinou uma estratégia que não pôde colocar em prática pela inesperada lesão do Paulinho, mas tem sempre um plano B e que funcionou bem, pelo menos com muita segurança. E assim conseguiu ultrapassar um obstáculo que muitos sportinguistas pareciam não dar como certo e conquistou os três pontos. Hesitou nas substituições; ficou a ideia que deviam ter acontecido um pouco mais cedo.

PAULO SÉRGIO - 3.5 - Confirmou-se o bom momento que a sua equipa atravessa, lutou até ao último segundo mostrando ambição e coragem em olhar o líder de frente; montou uma estratégia ousada mas o Sporting está num excelente momento e tinha logo à partida uma missão quase impossível.

RUI COSTA (Árbitro) - 4.5 - Surpresa pela positiva a sua actuação, pecando no excesso das paragens, muitas delas sem necessidade; não andou à caça dos amarelos aos jogadores do Sporting e merece uma nota alta.

RUI OLIVEIRA (VAR) - 4 - Muito bem no fora de jogo que confirmou a ilegalidade do golo do Portimonese.

publicado às 03:33

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 21.02.21

GoalPoint-Sporting-Portimonense-Liga-NOS-202021-90

Algumas considerações de Rúben Amorim no final do jogo:

"Tem sido um inverno difícil para todos, com muitos jogos nestes campos. Estivemos muito bem na primeira parte, a pressionar e o nosso segundo golo aparece assim. Fomos fortes na bola parada, soubemos procurar o espaço, o homem livre. O Portimonense apresentou-se muito baixo, sempre a procurar o Beto na profundidade, mas também os alas, mas como estavam baixos acabou por facilitar. Foi uma vitória justa. Na segunda parte voltámos a ter espaço para ter mais bola, mas não conseguimos. Desta vez foi pelo estado de terreno. Podíamos ter feito mais golos, mas a vitória é justa".

"Todos os treinadores vão dizer para jogar simples, ver se o terreno dificultar e meter mais bola na frente. Não com chutão para a frente, mas a colocá-la na frente e lutar pela segunda bola. Tentámos algumas vezes manter a ideia de jogo, mas dificultou muito, porque a bola demorava muito a chegar ao Adán. Diante do Portimonense, sem uma referência na frente, era complicado jogar. Mas optámos por apostar na velocidade, temos essa característica...".

"Principalmente para os adeptos. Eles gostam da forma de jogar da equipa e como equipa grande não podemos ter dias de folga. Jogámos da mesma maneira, talvez com os mesmos defeitos, mas com virtudes... Estou muito orgulhoso e agora é preparar o próximo jogo".

publicado às 03:32

Os rapazes não desaceleram!

Rui Gomes, em 20.02.21

151623162_10157551100441555_1972074514762592522_o.

Sporting 2 Portimonense 0

- Golos de Feddal (27') e Nuno Santos (31') -

publicado às 22:24

DESTAQUES

"Não vamos fazer nenhuma gestão. Não vamos fazer gestão porque este é o jogo mais complicado, é o próximo. Não vamos fazer nenhuma poupança. Todos os jogos valem três pontos e depois vamos pensar no FC Porto. Esse jogo ainda não existe para nós e para o FC Porto muito menos, dado que ainda lhes faltam dois jogos. Vamos focar no Portimonense, tem um grande treinador, vem de um grande momento e essa é a nossa responsabilidade".

"Quem tem maior responsabilidade neste momento, Benfica, FC Porto ou Sporting? É indiferente, temos sempre uma grande responsabilidade. Somos o Sporting. Tínhamos a exacta mesma responsabilidade na época passada e estávamos em quarto, mesmo numa posição diferente. A responsabilidade é sempre a mesma, foi isso que nos trouxe a esta situação, com vários jogos sem perder".

"Temos de manter esse foco e estar precavidos para tudo. Fomos muito rigorosos com o Paços, tínhamos de ser. Sabemos como devemos entrar, vamos entrar fortes e esperar a inspiração dos nossos jogadores. Estão bem, tiveram uma semana muito boa, foi difícil escolher o onze, pois vivem um bom momento, estão empenhados e isso é bom sinal".

"Não tenho nenhumas dúvidas da motivação deles, da grande ambição dos jogadores. Eles pensam da mesma forma, estamos todos alinhados no pensamento e forma de estar. Eles jogam no Sporting CP, não há maior motivação que essa. É cada vez mais difícil nós escolhermos um onze porque todos treinam muito bem e só há uma competição para disputar. Todos querem jogar agora e para o ano jogar em mais competições para todos terem maior espaço. A ambição estará em alta até final do campeonato".

publicado às 06:33

A título de curiosidade

Rui Gomes, em 19.02.21

21945096_ZeIGs.png

Nomeações da Secção Profissional do Conselho de Arbitragem da FPF para os jogos da 20.ª jornada da Liga NOS:

Sporting CP-Portimonense SC
Árbitro: Rui Costa
Assistentes: Nuno Manso e João Bessa Silva
4.º árbitro: Bruno Rebocho
VAR: Rui Oliveira
AVAR: Nélson Cunha

SC Braga-CD Tondela
Árbitro: Tiago Martins
Assistentes: Pedro Mota e Hugo Ribeiro
4.º árbitro: Flávio Lima
VAR: Bruno Esteves
AVAR: José Luzia

SC Farense-SL Benfica
Árbitro: Hugo Miguel
Assistentes: Bruno Jesus e Ricardo Santos
4.º árbitro: João Malheiro Pinto
VAR: Vasco Santos
AVAR: Pedro Ribeiro

publicado às 03:02

Sub-23 triunfam em Portimão

Rui Gomes, em 13.02.21

sub23psc_2.jpeg

A equipa sub-23 de futebol do Sporting foi, este sábado, a casa do Portimonense SC vencer por 1-3 na oitava jornada da fase de apuramento para a Taça Revelação.

Aos 16 minutos, o Sporting inaugurou o marcador através de Gonçalo Costa, com Bruno Tavares a fazer o segundo, já depois do Portimonense ter conseguido o empate.

A vitória ficou selada aos 77 minutos com um autogolo de Casagrande.

Na próxima jornadada fase de apuramento para a Taça Revelação, o Sporting CP recebe o CD Cova da Piedade no Estádio Aurélio Pereira.

Sporting CP: Diego Callai [GR], Hevertton Santos [C], Chico Lamba, Rodrigo Rêgo, João Daniel (Samuel Lobato, 90+2'), Duarte Carvalho (Renato Veiga, 74'), Tiago Ferreira (Lucas Dias, 90+2'), Joelson Fernandes (Roberto Martínez, 90+2'), Bruno Tavares e Youssef Chermiti (Paulo Agostinho, 66').

publicado às 13:30

image.jpg

Após a derrota do Portimonense, por 2-1, na 17ª jornada, Theodoro Fonseca, o accionista maioritário da SAD, disse estar muito "cansado de tanta hipocrisia", ameaçando "parar de investir e, quem sabe, deixar o futebol português".

Theodoro Fonseca mostrou-se crítico da arbitragem de Rui Costa, especialmente do lance do muito discutível penálti que permitiu ao Braga a reviravolta no marcador, bem como a vitória final por 2-1.

"Não partilho de 'se não pode com eles, junte-se a eles'... Não sou hipócrita e tenho amor próprio, não posso conviver com a hipocrisia e injustiça destes seres. Melhor sair do circo e deixar os palhaços a fazer o show deles. Deus já me deu tudo o que mereço dentro deste cenário. Agora, seguir outro caminho... A hipocrisia, falsidade e traições não fazem parte da minha essência. A minha essência é a honestidade... Triste filme sem final feliz".

publicado às 03:16

Sub-23 com derrota caseira

Rui Gomes, em 06.01.21

A equipa sub-23 do Sporting Clube de Portugal entrou com o pé esquerdo na segunda fase da Liga Revelação, ao perder esta terça-feira no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete, com o Portimonense SC por 0-1 no jogo da primeira jornada da prova.

Os comandados de Filipe Pedro até entraram melhor na partida e dispuseram de ocasiões para inaugurar o marcador, com um livre de Joelson e um remate à entrada da área de Bernardo Sousa, com a bola sair ao lado da baliza defendida por Aflalo, mas a formação visitante é que acabou por se colocar na frente, aos 16 minutos, na sequência de um canto.

6a71e938-1548-4dc2-b95d-068324bdfae6_easy-resize.c

O Sporting foi obrigado a correr atrás do prejuízo e apesar das oportunidades criadas, não conseguiu violar a baliza do Portimonense. Um resultado injusto. na próxima ronda, os leões visitam o Cova Piedade.

SPORTING CP: Diego Callai, Babacar Fati, Chico Lamba, Rafael Fernandes, Diogo Brás (Hevertton Santos, 87’), Renato Veiga (Bruno Tavares,62’), Duarte Carvalho, Bernardo Sousa, Joelson, Tiago Ferreira (Chermiti, 87’) e Paulo Agostinho (Skoglund, 75’).

publicado às 03:45

No final do empate (1-1) contra o Portimonense SC na manhã deste sábado, Filipe Pedro, treinador da equipa sub-23 de futebol do Sporting, fez a análise à partida:

"Controlámos praticamente o jogo todo. Numa das poucas vezes em que foi à nossa baliza, a equipa do Portimonense fez o golo do empate. Criámos muitas situações em que poderíamos ter feito golo. Já na primeira parte podíamos ter uma diferença no mínimo de um ou dois golos. Não o conseguimos fazer, infelizmente, e passámos pelas dores de crescimento que têm sido costume nesta competição.

É um desafio muito positivo para nós encontrarmos adversários que nos colocam este tipo de dificuldades. Já crescemos muito a nível técnico e táctico e crescemos muito como equipa. Apresentámos isso hoje em campo. Falta-nos crescer um bocadinho em termos mentais. Sermos muito mais equilibrados nos momentos de decisão e em que estamos sob alguma tensão.

Estamos a crescer bastante e é mais um aspecto em que nos vamos focar no futuro para conseguirmos segurar este tipo de jogos e estarmos mais consistentes para conseguirmos criar oportunidades até ao final. No final, já não fomos assim tão esclarecidos naquilo que é a nossa forma de jogar."

publicado às 03:31

Sub-23 foram a Portimão vencer

Rui Gomes, em 16.10.20

sub5.jpg

A equipa de sub-23 do Sporting Clube de Portugal foi a casa do Portimonense SC vencer por 1-3, em jogo da quinta jornada do Grupo B da Liga Revelação.

Numa partida em que os jovens leões ficaram em inferioridade no marcador logo aos 18', golos de Rafael Fernandes, Duarte Carvalho e, por fim, do recém-chegado ponta de lança norueguês Nicolai Skoglund, consumiram a reviravolta.

Esta é então a segunda vitória consecutiva do conjunto liderado por Filipe Pedro na Liga Revelação depois de três derrotas para abrir a época.

Na próxima jornada, os leões recebem o CS Marítimo no dia 29 de Outubro.

publicado às 18:00

120715232_10157247196591555_7306023574663975671_o.

Num instante, o que parecia bem no Sporting de Rúben Amorim foi alvo de críticas, depois da inesperada eliminação da Liga Europa, e o treinador teve mesmo de sair em defesa da equipa, dizendo que já havia quem tivesse desistido deste Sporting.

Mas, à 3ª jornada da Liga portuguesa, dificilmente é altura para desistir seja de quem for. Principalmente de uma equipa que tem uma dupla de 'Nunos' que entraram a todo o gás em Portimão, resolvendo o jogo em 11 simples minutos, e que, assim, ainda não perdeu na Liga NOS.

Nuno Mendes marcou o seu primeiro golo oficial logo ao minuto 8´e que golo. Grande jogada do lateral de 18 anos, que depois de driblar três adversários, atirou para o fundo da baliza de Samuel. Segundo o portal Zerozero, tornou-se assim o defesa mais jovem do Sporting a marcar o primeiro golo pelo Clube, com 18 anos, 3 meses e 16 dias

O Sporting passa a somar os mesmos seis pontos do FC Porto e do Marítimo, a três do líder Benfica e a um do Santa Clara, segundo classificado, tendo ainda o jogo da primeira ronda por disputar, frente ao Gil Vicente.

Nuno Mendes foi eleito o melhor em campo e teve isto para dizer:

"É muito importante este prémio. Mas sem os meus colegas e a equipa técnica não seria possível. Demos uma boa resposta e estamos de parabéns. Golo? Cada lance é como se fosse o último e encarei-o assim. Este é o clube do meu coração e vou guardar este dia para sempre. O meu trabalho é só jogar. O que se passa fora não ligo muito. Estamos bem no campeonato. Temos duas vitórias sem sofrer golos. O que aconteceu antes já esquecemos."

Rúben Amorim também adiantou algumas considerações no final da partida:

"Entrámos bem no jogo, com qualidade na bola. Não durou assim tanto tempo mas isso tem a ver com a juventude da equipa. Controlámos bem e nesses primeiros 30 minutos podíamos ter resolvido. Depois agarrámo-nos uns aos outros e foi assim até ao fim.

Sabia em que ponto os jogadores estão e a sua confiança. Jogo do Sporting transmite o que é a equipa: muito irreverente e solidária mas revela depois alguma inexperiência, o que é normal. Vamos crescer.

Esta equipa sentiu muito o resultado (quinta-feira) e precisa de toda a gente à volta deles. Entendo a divisão que existe no Sporting, entendo que o treinador jogou muitos anos naquele lado e é difícil alguns entenderem isso mas estes rapazes precisam da ajuda deles, pois são formados no Sporting e eles sentiram essa derrota. Mas talvez da idade e como se agarram uns aos outros, é uma imagem forte.

Para mim é um orgulho ser treinador desta equipa pelo espírito que eles têm".

publicado às 05:05

84763622_10156610082851555_8317172609284308992_o.j

O Sporting recebeu e venceu, esta noite, o Portimonense, por 2-1, em jogo da 20.ª jornada da Liga NOS, uma vitória inteiramente justa.

Boa exibição da equipa leonina que pecou apenas por alguma ineficácia frente à baliza do Portimonense, excepção pelo fantástico golo de Jérémy Mathieu, eleito o homem do jogo.

Com este resultado, o Sporting recupera o pódio na classificação (35 pontos), um ponto à frente do SC Braga e três do Famalicão.

O próximo adversário é o Rio Ave.

publicado às 19:30

Too little, too late!

Rui Gomes, em 05.02.20

img_920x518$2019_12_23_00_50_40_1641963.jpg

O jogador do Portimonense Willyan Rocha foi ontem castigado com um jogo, por simular agressão num lance com Bolasie, motivando a expulsão deste, no jogo da terceira jornada da Taça da Liga.

O comunicado divulgado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) refere ainda que o defesa brasileiro vai pagar uma multa no valor de 204 euros, contudo, pode recorrer do castigo, que deverá ser interposto no prazo de cinco dias úteis.

Devia ter sido três jogos para servir de lição, mas no futebol português não se pode exigir muito. E, entretanto, quem foi injustamente penalizado foi o Sporting, que jogou mais de 45 minutos em inferioridade numérica. Nenhum castigo agora altera essa realidade.

publicado às 06:03

mw-960.jpg

Muito pela satisfação que o jogo de Portimão me proporcionou, não resisti aproveitar um breve excerto da crónica de Lídia Paralta Gomes (Tribuna Expresso), intitulada "O karma e o coração", como simples pretexto para a publicação da foto de três dos notáveis goleadores (falta Rafael Camacho) na recém-épica exibição de futebol do Sporting.

Escreve a dita cronista... "O futebol é feito de muita superstição e de muita fé e por mais empedernidos agnósticos que sejamos, há sempre algo neste jogo de onze contra onze que não conseguimos explicar - e talvez por isso é que gostamos tanto dele.

Por exemplo: Willyan Rocha, defesa do Portimonense, simulou uma agressão momentos antes de acabar a 1.ª parte, enganando João Pinheiro que sacou do segundo amarelo a Bolasie, que foi tomar banho mais cedo. Uma daquelas simulações que já não se usam em 2019, não só porque são ridículas, mancham o jogo, mas também porque o VAR veio ajudar a que não passem incólumes. O grande problema é que na Taça da Liga não há VAR e o Sporting ficou mesmo a jogar com 10, numa altura em que perdia por 2-1 e via a qualificação para a final four voar.

img_920x518$2019_12_23_00_50_40_1641963.jpg

Mas, entretanto, aos 84 minutos este mesmo Willyan Rocha despejou uma bola que foi parar a Coates, que iniciou o contra-ataque. Luiz Phellype passou para Bruno Fernandes e este viu o miúdo Gonzalo Plata a correr para a baliza. O equatoriano recebeu com um pé, rematou com o outro e naquele momento o Sporting, a jogar com menos um, passava a ganhar por 3-2.

O karma é tramado e, por muito que não acreditemos em esoterismos, ele este sábado baixou a Portimão para dar uma lição a um enganador".

publicado às 03:34

maxbruno1dr.jpg

Ao ler as notícias sobre o suposto protesto do Portimonense e ainda o comunicado do Sporting, de algum modo em resposta, sobre o estatuto dos jogadores que ontem alinharam no jogo em Portimão, recuei ao meu post em que comento a convocatória do Sporting e após bastante tempo a ponderar toda a informação disponível, acabei por reconhecer que terei errado na minha interpretação dos Regulamentos da Allianz Cup. 

A dita interpretação levou-me então a concluir que o Sporting teria de alinhar de início com Luís Maximiano e/ou Tiago Ilori e/ou Miguel Luís, assente no seu período de formação no próprio Sporting.

Escassos minutos antes do início do jogo estranhei um 'onze' só com o Max e até com Miguel Luís na bancada. Comentei esta situação com amigos, mas não pensei mais na questão até recentemente ler as notícias sobre o suposto protesto do clube de Portimão, em que terá alegado que o Sporting não cumpriu com os Regulamentos da Allianz Cup, porque só alinhou com um jogador formado localmente, ou seja, Luís Maximiano.

Fiquei ainda mais confuso quando li referências a Bruno Fernandes. Isto, porque ele não foi formado no Sporting, como bem sabemos.

E é precisamente aqui que reside o meu erro de interpretação e, porventura, também o erro do Portimonense, nomeadamente, que o conta é o período de formação do jogador num clube nacional, com a respectiva inscrição na FPF, e não exclusivamente no seu actual clube, neste caso o Sporting.

Bruno Fernandes satisfaz a exigência porque esteve filiado ao Boavista entre 2004 e 2012, ou seja, entre os 10 e 18 anos de idade, tendo, portanto, três anos de formação nesse clube entre os 15 e 21 anos de idade.

Conclusão: O Sporting alinhou de início com dois jogadores formados localmente: Luís Maximiano e Bruno Fernandes, e ambos jogaram em excesso de 45 minutos.

Regulamentos da Allianz Cup

Artigo 15.º

Obrigatoriedade de participação de jogadores

1. A partir da segunda fase, inclusive, os clubes são obrigados a fazer participar nas suas equipas em cada jogo pelo menos 5 jogadores que tenham sido incluídos na ficha técnica (efectivos ou suplentes) em um dos dois jogos oficiais imediatamente anteriores da época em curso, salvo caso de força maior, comunicado à Liga Portugal com a antecedência mínima de cinco dias antes da realização do respectivo jogo e, desde que, os motivos invocados sejam considerados pela Liga Portugal como justificados.

2. Os clubes são também obrigados a incluir na ficha técnica como efectivos, em cada jogo disputado, pelo menos dois (2) jogadores formados localmente, tal como definidos no Regulamento das Competições (actual n.º 11 do artigo 77.º).

3. Os jogadores incluídos na ficha técnica nos termos do número anterior têm que ser utilizados em pelo menos 45 minutos do jogo, salvo em caso de força maior.

__________________________________________________

Artigo 77.º

11. Considera-se como jogador formado localmente aquele que tenha sido inscrito na FPF, pelo período correspondente a três épocas desportivas, entre os 15 e os 21 anos de idade inclusive, bem como o jogador com idade entre os 15 e os 18 anos, inclusive, que nunca tenha sido inscrito por outra federação nacional.

__________________________________________________

Entretanto, o Record publicou a cópia de um documento, através do qual a Liga reconhece a Bruno Fernandes o estatuto de jogador formado localmente.

publicado às 04:33

Convocatória para o Portimonense

Rui Gomes, em 20.12.19

79869366_10156475480511555_7293811378731614208_o.j

A lista de 21 jogadores convocados por Jorge Silas para o embate deste sábado frente ao Portimonense, a contar para a Taça da Liga.

O Sporting entra em campo em Portimão a depender de terceiros para se apurar, podendo até ser afastado da 'final four' mesmo vencendo este jogo.

Tem obrigatoriamente de vencer para ter chances de se apurar para a fase decisiva, mas a vitória até pode não chegar, já que tudo dependerá daquilo que o Rio Ave fizer ante o Gil Vicente.

Se os vilacondenses ganharem, o Sporting está automaticamente fora da prova, indiferente do resultado que conseguir em Portimão. Caso haja empate no Rio Ave-Gil Vicente ou até mesmo vitória minhota, então o Sporting apura-se sempre com um triunfo no Algarve.

No que diz respeito ao 'onze' inicial, recorde-se que Silas terá de incluir pelo menos dois jogadores "formados localmente". Consequentemente, atendendo à convocatória, além de Luís Maximiano, que seria o titular em todo o caso, vamos ver Miguel Luís no meio campo leonino.

A ausência de Renan deve-se a uma lesão sofrida no treino de ontem.

Luís Maximiano; Ristovski, Coates, Mathieu e Acuña; Battaglia, Miguel Luís e Bruno Fernandes; Vietto, Bolasie e Luiz Phellype.

Suspeito que Battaglia vai ter uma oportunidade neste jogo e Wendel dá lugar a Miguel Luís. Se Silas não quiser abdicar de Wendel, terá de recorrer a Ilori na defesa.

Nota: Rafael Camacho conta com cinco anos de formação no Sporting (2008 a 2013), mas não entre os 15 e 21 anos de idade como exige os Regulamentos da prova.

publicado às 21:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo