Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



84763622_10156610082851555_8317172609284308992_o.j

O Sporting recebeu e venceu, esta noite, o Portimonense, por 2-1, em jogo da 20.ª jornada da Liga NOS, uma vitória inteiramente justa.

Boa exibição da equipa leonina que pecou apenas por alguma ineficácia frente à baliza do Portimonense, excepção pelo fantástico golo de Jérémy Mathieu, eleito o homem do jogo.

Com este resultado, o Sporting recupera o pódio na classificação (35 pontos), um ponto à frente do SC Braga e três do Famalicão.

O próximo adversário é o Rio Ave.

publicado às 19:30

Too little, too late!

Rui Gomes, em 05.02.20

img_920x518$2019_12_23_00_50_40_1641963.jpg

O jogador do Portimonense Willyan Rocha foi ontem castigado com um jogo, por simular agressão num lance com Bolasie, motivando a expulsão deste, no jogo da terceira jornada da Taça da Liga.

O comunicado divulgado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) refere ainda que o defesa brasileiro vai pagar uma multa no valor de 204 euros, contudo, pode recorrer do castigo, que deverá ser interposto no prazo de cinco dias úteis.

Devia ter sido três jogos para servir de lição, mas no futebol português não se pode exigir muito. E, entretanto, quem foi injustamente penalizado foi o Sporting, que jogou mais de 45 minutos em inferioridade numérica. Nenhum castigo agora altera essa realidade.

publicado às 06:03

mw-960.jpg

Muito pela satisfação que o jogo de Portimão me proporcionou, não resisti aproveitar um breve excerto da crónica de Lídia Paralta Gomes (Tribuna Expresso), intitulada "O karma e o coração", como simples pretexto para a publicação da foto de três dos notáveis goleadores (falta Rafael Camacho) na recém-épica exibição de futebol do Sporting.

Escreve a dita cronista... "O futebol é feito de muita superstição e de muita fé e por mais empedernidos agnósticos que sejamos, há sempre algo neste jogo de onze contra onze que não conseguimos explicar - e talvez por isso é que gostamos tanto dele.

Por exemplo: Willyan Rocha, defesa do Portimonense, simulou uma agressão momentos antes de acabar a 1.ª parte, enganando João Pinheiro que sacou do segundo amarelo a Bolasie, que foi tomar banho mais cedo. Uma daquelas simulações que já não se usam em 2019, não só porque são ridículas, mancham o jogo, mas também porque o VAR veio ajudar a que não passem incólumes. O grande problema é que na Taça da Liga não há VAR e o Sporting ficou mesmo a jogar com 10, numa altura em que perdia por 2-1 e via a qualificação para a final four voar.

img_920x518$2019_12_23_00_50_40_1641963.jpg

Mas, entretanto, aos 84 minutos este mesmo Willyan Rocha despejou uma bola que foi parar a Coates, que iniciou o contra-ataque. Luiz Phellype passou para Bruno Fernandes e este viu o miúdo Gonzalo Plata a correr para a baliza. O equatoriano recebeu com um pé, rematou com o outro e naquele momento o Sporting, a jogar com menos um, passava a ganhar por 3-2.

O karma é tramado e, por muito que não acreditemos em esoterismos, ele este sábado baixou a Portimão para dar uma lição a um enganador".

publicado às 03:34

maxbruno1dr.jpg

Ao ler as notícias sobre o suposto protesto do Portimonense e ainda o comunicado do Sporting, de algum modo em resposta, sobre o estatuto dos jogadores que ontem alinharam no jogo em Portimão, recuei ao meu post em que comento a convocatória do Sporting e após bastante tempo a ponderar toda a informação disponível, acabei por reconhecer que terei errado na minha interpretação dos Regulamentos da Allianz Cup. 

A dita interpretação levou-me então a concluir que o Sporting teria de alinhar de início com Luís Maximiano e/ou Tiago Ilori e/ou Miguel Luís, assente no seu período de formação no próprio Sporting.

Escassos minutos antes do início do jogo estranhei um 'onze' só com o Max e até com Miguel Luís na bancada. Comentei esta situação com amigos, mas não pensei mais na questão até recentemente ler as notícias sobre o suposto protesto do clube de Portimão, em que terá alegado que o Sporting não cumpriu com os Regulamentos da Allianz Cup, porque só alinhou com um jogador formado localmente, ou seja, Luís Maximiano.

Fiquei ainda mais confuso quando li referências a Bruno Fernandes. Isto, porque ele não foi formado no Sporting, como bem sabemos.

E é precisamente aqui que reside o meu erro de interpretação e, porventura, também o erro do Portimonense, nomeadamente, que o conta é o período de formação do jogador num clube nacional, com a respectiva inscrição na FPF, e não exclusivamente no seu actual clube, neste caso o Sporting.

Bruno Fernandes satisfaz a exigência porque esteve filiado ao Boavista entre 2004 e 2012, ou seja, entre os 10 e 18 anos de idade, tendo, portanto, três anos de formação nesse clube entre os 15 e 21 anos de idade.

Conclusão: O Sporting alinhou de início com dois jogadores formados localmente: Luís Maximiano e Bruno Fernandes, e ambos jogaram em excesso de 45 minutos.

Regulamentos da Allianz Cup

Artigo 15.º

Obrigatoriedade de participação de jogadores

1. A partir da segunda fase, inclusive, os clubes são obrigados a fazer participar nas suas equipas em cada jogo pelo menos 5 jogadores que tenham sido incluídos na ficha técnica (efectivos ou suplentes) em um dos dois jogos oficiais imediatamente anteriores da época em curso, salvo caso de força maior, comunicado à Liga Portugal com a antecedência mínima de cinco dias antes da realização do respectivo jogo e, desde que, os motivos invocados sejam considerados pela Liga Portugal como justificados.

2. Os clubes são também obrigados a incluir na ficha técnica como efectivos, em cada jogo disputado, pelo menos dois (2) jogadores formados localmente, tal como definidos no Regulamento das Competições (actual n.º 11 do artigo 77.º).

3. Os jogadores incluídos na ficha técnica nos termos do número anterior têm que ser utilizados em pelo menos 45 minutos do jogo, salvo em caso de força maior.

__________________________________________________

Artigo 77.º

11. Considera-se como jogador formado localmente aquele que tenha sido inscrito na FPF, pelo período correspondente a três épocas desportivas, entre os 15 e os 21 anos de idade inclusive, bem como o jogador com idade entre os 15 e os 18 anos, inclusive, que nunca tenha sido inscrito por outra federação nacional.

__________________________________________________

Entretanto, o Record publicou a cópia de um documento, através do qual a Liga reconhece a Bruno Fernandes o estatuto de jogador formado localmente.

publicado às 04:33

Convocatória para o Portimonense

Rui Gomes, em 20.12.19

79869366_10156475480511555_7293811378731614208_o.j

A lista de 21 jogadores convocados por Jorge Silas para o embate deste sábado frente ao Portimonense, a contar para a Taça da Liga.

O Sporting entra em campo em Portimão a depender de terceiros para se apurar, podendo até ser afastado da 'final four' mesmo vencendo este jogo.

Tem obrigatoriamente de vencer para ter chances de se apurar para a fase decisiva, mas a vitória até pode não chegar, já que tudo dependerá daquilo que o Rio Ave fizer ante o Gil Vicente.

Se os vilacondenses ganharem, o Sporting está automaticamente fora da prova, indiferente do resultado que conseguir em Portimão. Caso haja empate no Rio Ave-Gil Vicente ou até mesmo vitória minhota, então o Sporting apura-se sempre com um triunfo no Algarve.

No que diz respeito ao 'onze' inicial, recorde-se que Silas terá de incluir pelo menos dois jogadores "formados localmente". Consequentemente, atendendo à convocatória, além de Luís Maximiano, que seria o titular em todo o caso, vamos ver Miguel Luís no meio campo leonino.

A ausência de Renan deve-se a uma lesão sofrida no treino de ontem.

Luís Maximiano; Ristovski, Coates, Mathieu e Acuña; Battaglia, Miguel Luís e Bruno Fernandes; Vietto, Bolasie e Luiz Phellype.

Suspeito que Battaglia vai ter uma oportunidade neste jogo e Wendel dá lugar a Miguel Luís. Se Silas não quiser abdicar de Wendel, terá de recorrer a Ilori na defesa.

Nota: Rafael Camacho conta com cinco anos de formação no Sporting (2008 a 2013), mas não entre os 15 e 21 anos de idade como exige os Regulamentos da prova.

publicado às 21:04

80071322_10156416477916923_1809967551464079360_o.j

O Sporting bateu este domingo o Portimonense, por 7-5, na Portimão Arena, naquele que foi o derradeiro encontro da Liga Placard de Futsal.

Os leões somaram o 11.º triunfo e ocupam a segunda posição com 34 pontos. Com menos um jogo, a formação do Sporting tem menos cinco pontos que o Benfica.

A formação algarvia inaugurou o marcador e viu os visitantes operarem a reviravolta, mas conseguiu voltar a marcar e levar a partida empatada (2-2) para o intervalo.

Na segunda parte, o Portimonense conseguiu estar duas vezes em vantagem (3-2 e 4-3), mas os leões voltaram a dar a volta e chegar ao 4-7. Antes do final, a equipa de Portimão fez o 5-7 com que terminou a partida.

publicado às 17:05

Leões do futsal entram a golear

Rui Gomes, em 08.09.19

500f1b0f-d5a6-4642-bd92-48ca6066cf03.jpg

A equipa principal de futsal do Sporting CP entrou a vencer no Campeonato Nacional, goleando o recém-promovido Portimonense por 8-0, em jogo realizado este domingo no Pavilhão João Rocha.

O primeiro surgiu aos 8' por intermédio de Rocha. Até ao intervalo, o mesmo Rocha acabou por 'bisar', assim como Taynan.

Na segunda metade, o Sporting continuou a marcar chegando aos oito golos no total e Rocha ao póquer. Merlim e Cavinato foram os autores dos outros golos leoninos.

Paulo Luís orientou novamente a equipa, pela ausência de Nuno Dias.

publicado às 17:24

Os "antis" devem estar desapontados !

Rui Gomes, em 26.08.19

69110788_10156185016431555_7727007002886406144_n.j

publicado às 03:05

keizer15.jpg

Considerações de Marcel Keizer à Sport TV, no final da partida em Portimão:

"Não é muito importante estar na liderança do campeonato nesta altura, são apenas três jogos. Jogámos de forma forte, mas esta equipa tem mais possibilidades. O resultado é bom, uma vitória fora e feliz pelos rapazes. Melhor jogo? Noutros tivemos partes muito boas, mas acho que este foi o melhor jogo. Como treinador quero um pouco mais do que isto. São apenas três jogos e só quero ver as coisas positivas deste jogo. Vamos trabalhar durante os treinos e temos um longo caminho a percorrer".

O Sporting venceu o Portimonense por 3-1, com dois golos de Raphinha e um de Luiz Phellype. Pelos algarvios descontou Rómulo, de grande penalidade.

publicado às 03:04

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 26.08.19

img_920x518$2019_08_25_22_37_11_1592938.jpg

O director desportivo do Sporting, Hugo Viana, criticou a decisão de reverter um penálti assinalado após consulta ao videoárbitro (VAR), durante a partida da Liga NOS deste domingo com o Portimonense.

"Sempre fomos, somos e seremos a favor do VAR. Achamos que no futebol português é uma ferramenta muito importante. Hoje estavam no VAR dois árbitros, não sei se será ainda preciso um terceiro e um quarto, mas pelo menos tem de haver um que saiba as regras. O que aconteceu no lance do Luiz Phellype, achamos grave e lamentamos".

Aos 10 minutos, Carlos Xistra assinalou falta de Pedro Sá sobre o avançado Luiz Phellype à entrada da área. Depois de rever o lance por indicação do videoárbitro, marcou penálti, mas, após três minutos de paragem, consultou de novo as imagens e reverteu a decisão devido a uma suposta falta de Thierry Correia no início do lance. 

A primeira consideração é que entre a alegada falta de Thierry e a falta sofrida por Luiz Phellype, o Portimonense teve posse de bola. Houve três jogadores que tocaram na bola, e mesmo que se considere que os primeiros dois não tiveram real "posse de bola", no terceiro, de Pedro Sá, salvo erro, houve uma decisão definitiva com o esférico.

Se de facto houve posse de bola do Portimonense, o VAR não podia recuar no jogo para rever o "incidente" com Thierry. Isto não obstante, parece-me evidente que foi o jogador do Portimonense que se atravessou no caminho de Thierry e que este até fez um esforço para o evitar. Não há falta, portanto!

publicado às 03:03

Convocatória para o Portimonense

Rui Gomes, em 25.08.19

69222088_10156182192156555_7921415270155943936_n.j

A convocatória de Marcel Keizer para o embate deste domingo com o Portimonense sem grandes surpresas, salvo, porventura, a chamada de Gonzalo Plata.

Battaglia, Ristovski, Jovane Cabral e Rosier continuam de fora a cumprir fases diferentes de recuperação das respectivas lesões.

Não vejo que haja grande mistério quanto ao que será o onze desta partida da 3.ª jornada da Liga NOS. Marcus Acuña, não sendo a solução ideal, deverá ser novamente o lateral esquerdo, por oferecer mais garantias que Borja. Creio que Gonzalo Plata se vai estrear como titular neste jogo, sendo apenas um palpite meu.

Renan; Thierry Correia, Coates, Mathieu e Acuña; Doumbia e Wendel; Bruno Fernandes; Raphinha, Gonzalo Plata e Luiz Phellype.

publicado às 04:31

O golo histórico de Bruno Fernandes

Rui Gomes, em 06.03.19

 

 

Este foi o golo que colocou Bruno Fernandes na história do Sporting Clube de Portugal, já aqui referenciado neste post.

 

publicado às 03:18

Foto do dia

Rui Gomes, em 06.03.19

 

53092807_10155826592661555_7046346014654988288_n.j

Diaby a celebrar o seu golo frente ao Portimonense

Interessante verificar que na página de Facebook, apareceram

Tobias Figueiredo e Matheus Pereira a dar um "Like"

 

publicado às 03:15

Noite de golos desperdiçados

Rui Gomes, em 04.03.19

 

portimonense-sporting-cp-7863860.png

 

Foram pelo menos cinco as oportunidades de golo escandalosamente desperdiçadas por jogadores do Sporting: Diaby, por duas vezes, Bas Dost, Raphinha e Bruno Fernandes com um cabeceamento defeituoso com a baliza à sua mercê.

 

Isto, no entanto, não descreve a totalidade do jogo que ocorreu em Alvalade. O Sporting começou muito bem, com dois golos de rajada aos 10 e 11', e parecia lançado para uma noite de esplendor, mas com esta margem a seu favor foi cedendo terreno e baixando a intensidade, permitindo ao adversário entrar na partida.

 

O Portimonense aproveitou a displicência do Sporting; marcou aos 31', mandou uma bola à trave (45') e ainda houve um outro lance fulminante que exigiu uma grande defesa de Renan. Em abono da verdade, o resultado mais justo ao intervalo era o empate.

 

download.jpg

 

O Sporting alinhou de início com Renan; Ristovski, Ilori, Jérémy Mathieu e Acuña; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Raphinha, Diaby e Bas Dost.

 

Suplentes: Salin; André Pinto, Francisco Geraldes, Borja, Luiz Phellype, Jovane Cabral e Doumbia.

 

No segundo período o Sporting elevou a sua prestação, não permitindo ao Portimonense o controlo do meio campo, mas desperdiçando várias oportunidades flagrantes para fazer mexer o marcador.

 

Marcel Keizer é sempre tardio a refrescar a equipa.Bas Dost, que sofre de uma enorme dose de falta de confiança só foi substituído por Luiz Phyllipe aos 59', Raphinha deu lugar a Doumbia, aos 72', e finalmente a entrada de Francisco Geraldes para o lugar de Wendel, aos 87 minutos.

 

GoalPoint-Sporting-Portimonense-LIGA-NOS-201819-Ra

 

Acuña com uma boa exibição, mas considerando que o Sporting tem um lateral esquerdo no banco, Borja, a opção de Keizer em fazer recuar o argentino novamente não é muito clara.

 

Após uma ausência de nove jogos por lesão, Mathieu regressou ao relvado e realizou uma exibição que nos faz recordar a falta que fez à equipa. Um dos melhores jogadores em campo esta noite.

 

Os golos leoninos foram marcados por Diaby, aos 10', Raphinha, aos 11', e finalmente Bruno Fernandes, a converter uma grande penalidade, aos 90 minutos.

 

Perturba-me que Marcel Keizer insista sempre praticamente nos mesmos jogadores, mesmo depois da chegada de reforços no mercado de Inverno. O facto de a equipa agora só passar a ter apenas um jogo por semana, não deveria significar que não seja dada a oportunidade, pontualmente, a um ou outro jovem da formação leonina.

 

Considerações de Marcel Keizer no final do jogo:

 

"Após os quinze minutos iniciais, driblámos demasiado, não fizemos passes e perdemos o controlo do jogo. No balneário ao intervalo disse aos jogadores para voltarmos aos primeiros quinze minutos, em que Diaby e Raphinha eram perigosos. As linhas tinham de estar mais juntas, porque não controlávamos o meio-campo.

 

Quando não jogamos de forma simples, as coisas complicam-se.

Bas Dost já fez muito ao serviço do Sporting, tem uma grande carreira, confio que recupere a confiança. Estas coisas acontecem e temos de ajudá-lo, porque precisamos dele. Por que o substituí? Porque não estava no jogo."

 

publicado às 03:19

Convocatória para o Portimonense

Rui Gomes, em 03.03.19

 

53038020_10155821971181555_2495818277528272896_n.j

 

A lista de 18 jogadores chamados Por Marcel Keizer para o embate com o Portimonense, sem novidades. Destaque apenas para o regresso de Mathieu, após uma ausência de nove jogos, por lesão. É muito provável que o central francês venha a integrar o 'onze' inicial, substituindo o castigado Sebastián Coates.

 

Gostava de ver Doumbia assumir a titularidade no lugar de Gudelj, e Francisco Geraldes a substituir Wendel, mas duvido muito que o treinador partilhe da minha opinião.

 

Por conseguinte, a equipa inicial do Sporting deverá ser a seguinte:

 

Renan; Ristovski, Ilori, Mathieu e Borja; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Acuña, Diaby e Bas Dost.

 

Fica para ver se Marcel Keizer regressa ao modelo táctico 4x3x3, ou se volta a insistir no 3x4x2x1.

 

publicado às 04:49

 

7WPkUBK9drgOw4xORdv12.jpg

 

De uma forma ou outra, dois dos três grandes já escorregaram em Portimão. No dia 7 de Outubro, o Sporting foi derrotado por 4-2, e ontem foi a vez do Benfica.

 

O FC Porto recebeu e venceu a equipa algarvia, por 4-1, no dia 7 de Dezembro, e só vai a Portimão na 29.ª jornada, em princípio agendada para o dia 14 de Abril.

 

Esperamos que o Sporting aproveite o desaire do rival da Segunda Circular e recupere o segundo lugar da classificação, vencendo o Belenenses esta quinta-feira.

 

Entretanto, a equipa do Norte, que defronta hoje o Desportivo das Aves, poderá deixar o clube da Luz a sete pontos de distância caso venha a vencer a sua partida.

 

publicado às 03:18

Caso Rafael Barbosa resolvido

Rui Gomes, em 09.10.18

 

img_920x518$2018_10_09_01_06_43_1458102.jpg

 

Frederico Varandas esteve sentado na Tribuna a assistir ao jogo de domingo com o Portimonense, após ter recebido um pedido de desculpas formal e pessoal do accionista maioritário da SAD do clube algarvio, Theodoro Fonseca, e do presidente do Conselho Directivo, Fernando Rocha.

 

O acto não foi público, como exigia o comunicado do Sporting, mas terá sido o suficiente para normalizar as relações institucionais entre os dois clubes, na sequência da altercação de registo entre Rodiney Sampaio e o jovem Rafael Barbosa, atleta do Sporting então cedido ao Portimonense até ao final da época.

 

Com isto, não é claro o que vai suceder relativamente à queixa que o Sporting apresentou, ou era para apresentar, ao Conselho de Disciplina da FPF, assim como à queixa-crime do jogador na PSP.

 

Rafael Barbosa já está integrado nos trabalhos da equipa de sub-23 do Sporting que, por mera coincidência, bem necessita da sua contribuição, face às quatro derrotas nos oito jogos já realizados na Liga Revelação.

 

publicado às 16:15

"Eles tiveram mais alma"

Rui Gomes, em 08.10.18

 

doc2018092424859791mar_99041609399c.jpg

 

Em declarações à Sport TV, Bruno Fernandes não hesita em reconhecer a superioridade do Portimonense, recusando usar o desgaste do jogo para a Liga Europa , na Ucrânia, como desculpa para a derrota:

 

"Não temos de nos desculpar com o desgaste. Não fomos capazes, simplesmente. Não fomos melhores do que eles. Eles foram mais agressivos, tiveram mais alma".

 

Relativamente ao clássico entre os rivais e o não aproveitamento do Sporting, teve isto para dizer:

 

"As ambições do Sporting passam por ganhar jogos. Se não conseguirmos ganhar os nossos jogos pouco importam os resultados dos outros".

 

publicado às 05:03

 

doc2018090124742761pet_077410588192.jpg

 

José Peseiro comentou o jogo em Portimão, desdramatizando o resultado negativo para o Sporting:

 

"O desgaste é verdade, e não tivemos descanso, mas não vamos por aí. Sabíamos que teríamos de estar muito coesos e compactos para contrariar a menor intensidade que poderiamos ter.

 

Foi uma má primeira parte, não tivemos bola e demos espaço aos adversários. Do meio campo para a frente, eles têm jogadores de muita qualidade.

 

Não fomos a equipa que queriamos ter sido, queríamos um jogo de controlo, sem sofrer golos.

 

A segunda parte foi na raça, na atitude. Acreditamos sempre que podiamos vencer, mas nesse turbilhão de emoções cometemos alguns erros. É um passo atrás, mas nada que nos possa perturbar. Ainda está muito cedo para nos preocuparmos com isso".

 

publicado às 05:02

 

default-portimonense-vs-sporting-cp.jpeg

 

E apesar do relativo sucesso da época até ao momento, futebol, ou seja, bom futebol, não é o que esta equipa do Sporting está a jogar, mesmo contra adversários como o de hoje, o último classificado da Liga. Isto, não obstante o jogo de quinta-feira e os 14 mil kms viajados.

 

O Sporting alinhou de inicio com Salin, Ristovski, Coates, André Pinto e Acuna; Battaglia, Gudelj, Jovane, Raphinha; Bruno Fernandes e Fredy Montero.

 

Suplentes: Renan, Marcelo, Jefferson, Petrovic, Mané, Nani e Diaby.

 

O Portimonense chegou ao intervalo a vencer por 2-0 e a liderar em quase todas as estatísticas do jogo. Curiosamente, o primeiro golo da partida foi marcado por Wilson Manafá, que realizou duas épocas no Sporting, uma nos juniores e outra na equipa B.

 

José Peseiro não brincou com o 'onze' inicial e salvo no caso de Nani, alinhou com a melhor equipa disponível. O capitão entrou logo a seguir ao intervalo e fez a diferença na segunda parte, mas não foi o suficiente.

 

Faltou intensidade e, como quase sempre, eficácia no último terço do terreno. Não ajudou que Salin foi mal batido no primeiro golo e Renan, que o substituiu após lesão no segundo período, também não esteve bem no terceiro golo da equipa algarvia. 

 

Tão típico do Sporting não aproveitar as oportunidades que a jornada lhe oferece.

 

O melhor "leão" em campo, de longe, foi Sebastián Coates.

 

publicado às 21:49

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo