Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Factor Comunicação e Propaganda

Rampante, em 20.12.20

propaganda.jpg

Capa do livro "Spinning History"

Todos os sportinguistas, incluindo os apoiantes mais próximos de Frederico Varandas, sempre admitiram que um dos grandes problemas do Sporting CP era a comunicação.

Ninguém, incluindo o presidente, conseguia comunicar devidamente e cada vez que se ouvia alguma coisa vinda de Alvalade, era de colocar as mãos à cabeça. "Vergonha alheia", foi uma das muitas expressões utilizadas.

Curiosamente, quis o destino que esta mesma Direcção fosse contratar aquele que se está a revelar como porventura um dos melhores comunicadores mundiais dentro do futebol, e com o bónus de ser treinador... e dos bons ainda por cima.

Ruben Amorim já mostrou que sabe falar, e bem. Fá-lo com mestria antes dos jogos... Fá-lo quando o Sporting perde, e tem-lo feito quando o Sporting ganha.

Já a nível de balneário também se verifica os jogadores completamente alinhados com o discurso do treinador e a fazerem bom uso duma inteligência pouco comum no futebol, tal como Luís Neto ontem bem mostrou na flash interview ao dar a "bicada" ao VAR.

Até a Direção do Sporting foi "contagiada" por esta "boa comunicação", que nos últimos meses têm gerido este aspecto tão importante no futebol com elevada mestria.

Este foco na comunicação é essencial e é bom que seja o treinador a conseguir controlar a forma como a mesma é feita, pois a forma como o futebol é falado tem o duplo efeito de colocar ou retirar pressão aos jogadores. Ser o treinador a controlar esses momentos é simplesmente fulcral.

No entanto, como tudo no Sporting, o trabalho tem de ser a dobrar. Basta ver a "pressão" que a comunicação social está a colocar sobre o jogo de ontem, querendo fazer eco dos desejos de quem segue mais abaixo na tabela, de que o Sporting foi "ajudado".

Este é ainda, um dos problemas que o Sporting enfrenta.

Urge que o presidente se recorde das aulas que teve no Colégio Militar, em particular daquelas em que se mostrava que a "propaganda" é das armas mais letais em qualquer guerra. É necessário compreender que neste "campo" o Sporting está quase ausente e isso acaba por complicar a vida ao próprio Clube!

O Sporting não necessita de controlar a Comunicação Social no seu todo, mas deve pelo menos conseguir exigir que a mesma não interfira na "pressão" da equipa, obrigando-a a ser justa!... E este per si so, é já um trabalho colossal.

Em relação ao jogo de ontem:

Vender a ideia que o penálti não existiu, num lance onde existiram dois claros, é de uma falta de honestidade monumental. E para envergonhar muitos destes "jornalistas" e "comentadeiros" basta rebobinar a cassete e ver o que os mesmos disseram quando em Junho deste ano o Porto beneficiou de um penálti extremamente parecido contra o Aves, ou de quando o SCP sofre um penálti semelhante contra o Belenenses em Abril de 2018.

Em todos esses momentos os penálties não levantaram dúvidas (sendo mais duvidosos) e o de ontem é duvidoso...

Coerência, pois claro!

P.S.: Ontem fui o único a sentir falta do célere conforto comunicacional do Conselho de Arbitragem em defesa do árbitro?

publicado às 13:15

Os órfãos do destituído

Leão Zargo, em 18.10.18

 

Loja Verde.jpg

 

Um modelo presidencial como aquele que foi exercido por Bruno de Carvalho possui uma grande capacidade destrutiva. Por outras palavras, quando gente da laia dele finalmente é afastada do poder deixa tudo ainda muito pior do que aquilo que ele encontrou. Aquela personalização do Clube com um discurso propagandístico e autocentrado, usando e abusando de todos os poderes, provoca o caos e gera problemas de complexa resolução. Não há memória de alguma tirania que tenha terminado bem. 

 

Com Bruno de Carvalho, a comunicação institucional tinha o objectivo de proceder à “gestão da realidade” de acordo com os seus interesses estratégicos. A intenção de iludir a realidade alcançou um nível como antes nunca se tinha verificado. Para isso contribuiu imenso uma agenda de comunicação planeada e executada por empresas generosamente financiadas para o efeito e o recurso ao jornal do Clube e às redes sociais com a divulgação da cartilha em blogues e no Facebook. Alguns dos seus autores ainda andam por aí, mas com uma cartilha renovada.

 

A lógica primária dos “bons” e dos “maus” de um e do outro lado, com pouco ou nada pelo meio, tem agora continuidade através da mentira, da difamação e da falsificação. Nos seus espaços na blogosfera colocam fotografias com legendas inventadas, fazem análises falaciosas e publicam informações erradas sobre decisões da Direcção do Clube. Por exemplo, as negociações de Frederico Varandas com clubes de jogadores que rescindiram com o Sporting. Produzem “fake news”, suspeições infundadas, insultam e invadem outros blogues (o Camarote Leonino continua a ser um dos alvos predilectos) e grupos de sportinguistas no Facebook, sempre com a antiga e teimosa intenção de pretender moldar a realidade às suas intenções estratégicas. Já terminou o tempo de Bruno de Carvalho em Alvalade, mas os acólitos permanecem activos, primários e irresponsáveis. São os órfãos do destituído.

 

Na imagem, uma fotografia na Loja Verde, na Rua Augusta, que foi largamente divulgada e comentada de forma delirante pelos acólitos de serviço. O mínimo que foi escrito é que actualmente o Sporting é dirigido por “mansos”. Tudo por causa daquele saco encarnado em cima do balcão.

 

publicado às 15:50

As rescisões e a mentira da Propaganda Brunista.j

 

Desde que começou a trilhar o seu caminho com vista à possibilidade de Presidência no Sporting, Bruno de Carvalho tem utilizado, com elevada competência, uma ferramenta que muitos julgavam ultrapassada: a Propaganda.

 

Ainda na escola, ao estudar o Estado Novo, o regime Nazi e outras ditaduras, o que é comum em todos os alunos, é a estupefação de como era possível "enganar" as massas através de informação claramente trabalhada para funcionar em favor de regime em causa. Ainda hoje, qualquer pessoa fica "estupidificada" ao ver que ditadores como os que governam a Coreia do Norte e a Venezuela conseguem manipular as massas de forma tão primária, com recursos a estratagemas que são demasiado evidentes.


Perante estes exemplos, o comentário principal face à aceitação generalizada das massas, é que são invariavelmente povos iletrados, desesperados, fechados, sem conhecimento... ignorantes que aceitam tudo o que lhes dão de "comer" sem visão e espírito critico.


Pois bem, Portugal no geral e os Sportinguistas em particular NÃO são iletrados e muito menos ignorantes, então como é possível que aceitem a propaganda que BdC lhes deu a "comer" durante anos, e ainda dá?


Primeiro, porque os Sportinguistas estavam desesperados e depois porque ele sabe muito bem que a grande maioria não tem conhecimentos profundos sobre grandes temas da atualidade. Juntando a isto, BdC inovou no estilo da propaganda e ao invés de andar a colar cartazes com a sua cara, fez o que tinha de fazer: adaptou-se aos Tempos Modernos. Tempos estes em que uma pessoa vê uma noticia na NET e acredita, sem antes confirmar se a noticia foi escrita por uma sátira ou se é verdadeira.

 

Aliás, os próprios media deixam-se levar vergonhosamente por estes Tempos Modernos, basta relembrar o caso que foi noticiados há uns anos, em que se dizia que o líder Norte Coreano teria dado o seu tio de comer aos cães como punição, uma noticia que foi abertura de telejornais por todo o Mundo.

 

O que ninguém disse mais tarde, foi que essa noticia tinha sido "fabricada" por um comediante chinês. Mas não interessa, pois a semente já estava lançada e nestes Tempos Modernos o que fica para memória é o primeiro impacto e não a verdade. Bruno de Carvalho tem sido um mestre a jogar no tabuleiro da Propaganda.

 

Propaganda à Bruno de Carvalho

 

Bruno de Carvalho faz funcionar a sua propaganda com base em pessoas e empresas que antecipam notícias 'bomba', muitas vezes falsas. Faz enraizar estas noticias no sub-consciente das pessoas e posteriormente em comunicados e/ou conferências "toca ao de leve" nos temas por forma a dar credibilidade a essas "noticias", sem no entanto se colar às mesmas para que mais tarde não o possam acusar de ter sido ele o "instigador". 

 

Quem circula por determinados blogs e/ou determinadas páginas de Facebook, já se apercebeu que antes de qualquer conferência, surge sempre um artigo "bombástico" que por "mero acaso" até é posteriormente "abordado" por BdC nas suas missivas.

Exemplos da Propaganda Brunista


A lista é extensa, mas uma situação "curiosa" teve a ver com o Dr. Frederico Varandas, em que no dia da sua rescisão apareceram logo informações pela NET acerca das suas relações pessoais tentando colar-lhe a imagem de "croquete" e "desertor".

 

Propositadamente e numa conferência de imprensa que nada tinha a ver com este tema, Bruno de Carvalho forçou a inserção deste tema durante o seu discurso e com isso deu credibilidade a essas mesmas informações que horas antes tinham começado a circular.

 

As rescisões e a mentira da Propaganda Brunista

 

Face à longa introdução que aqui fiz, penso que é claro para todos o que é e como funciona a Propaganda Brunista, pelo que agora será mais fácil mostrar-vos as mentiras que BdC tem feito espalhar (e que muitos acreditam) à custa da sua Propaganda:


1 - O Sporting não arrisca entrar em insolvência pois os jogadores são da formação e estão contabilizados a zero nos ativos.


Mentira, pois mesmo que só tivessem saído jogadores da formação (que não é o caso), haveria sempre que contabilizar as possíveis indemnizações aos jogadores, tal como mandam as normas financeiras (prudência) e logo ai o Sporting CP ficaria com C. Próprios negativos.


2 - Jorge Mendes quis uma comissão de 40% sobre Rui Patrício (7 Milhões).


Mentira. Dado que BdC se "tinha armado em esperto" nas renovações dos jogadores e "tentou fugir" às comissões contratualizadas, Jorge Mendes obviamente fez o que qualquer pessoa faria (um encontro de contas). Os 4 milhões por Adrien já estavam contabilizados nas contas do Sporting CP depois do caso Doyen (BdC já tinha assumido a derrota). Aqui a diferença é que Jorge Mendes não recorreu aos tribunais como a Doyen, optando antes por esperar e acertar contas num futuro negócio.


3 - O que aconteceu em Alcochete é "normal" e não é motivo para rescisão.


Mentira. Por muitos exemplos que passem de casos que aconteceram noutros locais, o que aconteceu em Alcochete é único e devia ser tratado como a anormalidade que é. Muito mal vai a sociedade e principalmente os Sportinguistas se o considerar que é apenas um caso entre muitos. Em relação às rescisões, relembro que em todos os outros casos conhecidos, a direção SEMPRE apoiou os jogadores, aproveitando até para "enraizar" a união. A direção do Sporting não só ignorou o evidente sofrimento dos jogadores, como ainda os responsabilizou.


4 - As rescisões em causa vão ser favoráveis ao Sporting, senão o Mundo do Futebol ficava subvertido.


Mentira. Se os outros clubes estivessem preocupados, já se teriam colocado ao lado da Direção do Sporting. Os outros clubes sabem que o que se passou é distinto e não receiam impactos futuros nos seus ativos. Além do mais, NENHUM tribunal que julgue questões laborais estará preocupado com o impacto futuro nos ativos de outras sociedades que não aquela em apreço.

 

5 - Os jogadores não têm razão e eles sabem disso.


Mentira. Os jogadores estão convictos da sua razão, senão não arriscariam as suas carreiras desta forma, simplesmente não o expõem publicamente como Bruno de Carvalho faz. Eu pessoalmente, duvido muito que algum tribunal não dê razão aos jogadores, quer pelos motivos apresentados, quer por outros casos conhecidos.

 

6 - O Sporting terá um plantel competitivo no próximo ano, com os jogadores atuais.


Mentira. Esta propaganda começou a circular ontem e BdC no seu discurso, deu-lhe voz. É verdade que o Sporting possui quase 100 jogadores, mas não são jogadores preparados para lutar por um 1º lugar na Liga, senão não andavam emprestados a clubes da 2ª liga. Aliás, muitos deles, fazem parte da equipa que desceu de divisão (Sporting B). É com estes que BdC conta ir à UEFA? Ganhar a Taça de Portugal? Ganhar o campeonato? 

Por fim e porque o texto vai longo deixo a MAIOR mentira:


Os jogadores quando perderem vão ter de indemnizar o Sporting pelo valor das cláusulas de rescisão.


MENTIRA... MENTIRA... MENTIRA!


1º Ninguém pode garantir que os jogadores perdem as causas (muito pelo contrário);


2º Se assim fosse, BdC não estaria preocupado, mas sim feliz, pois tinha acabado de sair a lotaria ao Sporting. É que só nestas rescisões estão quase 300 milhões em cláusulas, valor que o Sporting jamais faria com a venda dos jogadores. Sou o único a ver esta incongruência em BdC?


3º Se o jogador perder em tribunal, ele NÃO tem de indemnizar pelo valor da clausula. No máximo será pelo valor dos seus ordenados até ao fim do contrato. Ou seja, ao contrário do que diz a propaganda Brunista, mesmo que o Sporting ganhe em tribunal, PERDE imenso em termos financeiros.

Pelo Sporting!

 

publicado às 16:00

O ninho do "carvão"

Rui Gomes, em 11.10.16

 

Preparar_o_carvao.jpg

 

Reunião do "estado maior" do comando de propaganda do clube da Luz - Pedro Guerra (TVI24), André Ventura, Carlos Janela e José Calado (CMTV), João Gobern (RTP3), José Nuno Martins (jornal Benfica) e Luís Bernardo, novo director de comunicação dos "encarnados", (nota para a ausência do maioral ... ... da Silva) - num restaurante de Lisboa, para o planeamento estratégico do "carvão" a difundir nos próximos tempos.

 

Dispensa-se  criatividade intelectual para deduzir que o tema "Sporting" esteve no centro das atenções.

 

___________________________________________________

 

 

Comunicado hilariante do Benfica sobre esta ocorrência:

 

Na sequência do esclarecedor apelo feito pelo Presidente do Sport Lisboa e Benfica e com o objetivo de eliminar a confusão intencionalmente gerada no espaço público, de quem pretende ligar o livre comentário de adeptos e simpatizantes do nosso Clube com as posições oficiais do Sport Lisboa e Benfica, cumpre esclarecer:

 

1. Os canais oficiais de comunicação do SL Benfica são, a BTV, o Jornal Benfica, o Site Oficial do clube e todos os sítios nas Redes Sociais devidamente identificados e registados.

 

2. As únicas pessoas que vinculam e representam oficial e publicamente o Sport Lisboa e Benfica, são o Presidente do Clube, os Dirigentes em atos de Representação oficial do Clube e outros profissionais da instituição devidamente mandatados para o efeito.

 

3. Todas as opiniões, comentários e análises das diferentes personalidades Benfiquistas, que apenas na sua condição de Adeptos e Simpatizantes, participam em programas de comentário desportivo, não vinculam a nenhum nível o Sport Lisboa e Benfica.

 

4. Consideramos abusiva, maldosa e provocadora qualquer insinuação sobre qualquer eventual relação entre as opiniões e comentários desses respeitáveis adeptos no espaço público, com as posições oficiais do Sport Lisboa e Benfica ou desta Direção de Comunicação.

 

5. O Benfica sempre foi um espaço de Liberdade e a participação nesses debates de adeptos e simpatizantes do nosso clube, insere-se no uso legitimo dos seus direitos individuais, não se podendo eles próprios sentirem-se limitados pelas insinuações que se pretendeu criar, confundindo a sua livre expressão com posições mandatadas.

 

6. Reafirmamos a importância do apelo que o Presidente fez aos adeptos benfiquistas sobre a importância do uso criterioso da palavra nos espaços públicos, contributo essencial para a mais sã convivência e respeito devido entre todas as instituições desportivas.

 

publicado às 08:15

 

14263967_10153743535506555_8621800218344026581_n.p

 

Um post desta dimensão e bem coreografado à lá mode, publicado na página oficial de Facebook do Sporting, com o aditamento editorial "O Presidente do Sporting CP, Bruno de Carvalho, afirmou esta segunda-feira, em entrevista ao jornal espanhola A Marca, que pretende ver Cristiano Ronaldo terminar a carreira em Alvalade".

 

Por baixo, cerca de 40 comentários provenientes de devotos do Bruno, com os usuais "gritos de guerra".

 

A ironia é que esta propaganda resulta... com alguns !

 

publicado às 04:05

E fez-se luz !!!

Rui Gomes, em 18.09.13

 

 

Basta um jogo e uma vitória para a propaganda "lampiónica" vir para a rua em todo o seu regalo presunçoso !!!

 

E... para os mais desatentos, Jorge Jesus clarificou: "Têm de perceber que o Benfica está na Champions !"

 

publicado às 17:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo