Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



20210304-pz5d1846.jpg

A cerimónia de renovação de contrato de Rúben Amorim decorreu, esta quinta-feira, no Hall VIP do Estádio José Alvalade, em frente à Porta 10. Depois das palavras iniciais do presidente Frederico Varandas, o nosso treinador teve isto para dizer:

"São momentos, obviamente, diferentes. O momento do Clube mudou, mas a ambição é a mesma. Temos o mesmo para ganhar e os mesmos desafios. Agora, temos mais certezas e sabemos muito melhor o caminho que temos de percorrer. Temos muito para fazer, daí assinar por mais anos. Sinto-me em casa, sempre o disse. Quando falhámos um objectivo na época passada, disse no fim do jogo que fiz a opção certa. Disse-o quando ganhámos o primeiro título e essa é a verdade. Muito mudou, mas ainda há tudo para fazer. Tenho a mesma ambição.

Queria deixar uma sincera palavra à equipa técnica e agradecer-lhes todo o trabalho, assim como aos jogadores, que possibilitaram esta oportunidade de continuar ligado a um Clube como o Sporting CP. Temos muito para ganhar e muito para fazer. O nosso caminho passa por títulos, mas também por algo muito maior. Estou muito feliz, sinto-me em casa e é um enorme orgulho estar ligado a um Clube como o Sporting CP.

20210304-pz5d1730.jpg

Já é a minha casa e na altura estava a tornar-se a minha casa, mas era tudo um pouco estranho. Agora estou mais tranquilo, mas sinto-me mais pressionado. Também estou mais confiante e experiente. Foi um ano de muito trabalho e sacrifício para toda a gente e um ano estranho para toda a sociedade portuguesa. O objectivo passa por melhorar. Temos de melhorar a nossa forma de jogar, a nossa Academia e todas as áreas do Clube. Sou uma pequena peça neste grande Clube que é o Sporting CP e espero ajudar a tornar este Clube ainda maior.

O trabalho desenvolvido no Sporting CP começou muito antes de o treinador cá chegar. Conhecia a ideia do Sporting CP e o desafio era muito aliciante e difícil. É um desafio que é a minha cara: apostar na formação, num desafio difícil e num Clube muito grande. (...) Há um ano disse que estávamos todos aqui para planear o futuro, mas que tínhamos de ganhar o próximo jogo. Ainda mais este ano. Temos de ganhar ao Santa Clara e isso é o principal".

publicado às 03:19

Screenshot (7).png

O Sporting oficializou a renovação de Rúben Amorim, que prolongou o vínculo até 2024.

Mais informações sobre o novo vínculo não foram divulgadas, mas, ao que consta, inclui uma melhoria salarial substancial e a cláusula de rescisão aumentou dos 20 para os 30 milhões de euros.

Aproveitamos para publicar este recém-texto do nosso colaborador Julius, que vem muito a propósito:

"Ganhar títulos no FC Porto ou no Benfica não são grandes feitos onde qualquer um arrisca-se a ser campeão e não pode ser nunca comparado a ganhar campeonatos no Sporting, principalmente nas condições financeiras em que tem vivido ultimamente, Amorim ainda não ganhou nada, mas caso consiga chegar ao fim em primeiro será um feito inacreditável. Basta ver a diferença de orçamentos.

Amorim está quase, quase lançado e vejo-lhe bem ao alcance uma enorme carreira como treinador. Será certamente cobiçado por grandes clubes europeus. Ficarão curiosos para saberem quem é afinal Rúben Amorim, avaliarão a sua personalidade, os seus métodos de treino, a sua forma de comunicar, tudo irão esmiuçar. Frederico Varandas faz muito bem em segurá-lo e blindá-lo, aquilo que o António Salvador não conseguiu fazer.

Esta renovação, dá uma mensagem muitíssimo clara, interna e externa, da existência de uma estratégia para o presente e para o futuro, algo que muitos sportinguistas tanto se queixavam de não existir. É um sinal de estabilidade, favorecendo a sua imagem para o exterior perante quaisquer tipos de parcerias na área financeira, sejam as já existentes ou outras que venham a ser feitas.

Todos gostam e aprovam sinais de estabilidade".

publicado às 18:45

E se corre bem?

Rui Gomes, em 04.03.21

Há precisamente um ano, a 4 de Março de 2020, Frederico Varandas aceitou desembolsar 10 milhões de euros para ir buscar Rúben Amorim a Braga, como substituto de Silas, depois de apenas 13 jogos no banco dos minhotos. Foram muitos os que rotularam a decisão como a mais arriscada do mandato do presidente leonino, mas certo é que, 365 dias volvidos, o trajeto em Alvalade leva a crer que o caro por vezes sai... barato. "E se corre bem?", perguntava então o treinador, de 36 anos. Recorde algumas das frases mais marcantes de Rúben Amorim neste último ano.

image.jpg

5 de Março de 2020

"10 milhões de euros, era o valor que tinha na cláusula. Quando a pusemos, comecei-me a rir, podiam pôr 20 ou 30 M€ que ninguém iria gastar dinheiro comigo, mas aconteceu isto e agradeço a confiança. No fim faremos as contas. Falam do risco. E se corre mal? Mas eu pergunto: e se corre bem? "

7 de Março de 2020

"No SC Braga o treinador estagiário bateu os recordes de todos com o 4.º nível"

17 de Junho de 2020

"Benfica? Se quisesse ter esperado por algum clube, esperava. Estou muito feliz aqui. Sinto que fiz a escolha certa. Adoro trabalhar com as pessoas do Sporting, foi uma das coisas que me levaram a escolher este Clube. Espero é ganhar jogos, para ficar aqui muitos anos"

5 de Julho de 2020

"Iremos perder um dia, mas não esta semana. É sempre este o nosso pensamento"

3 de Outubro de 2020

"Até o céu pode cair que não vou mudar a minha maneira de ser e de ver as coisas"

31 de Outubro de 2020

"É bom ver que já olham para o Sporting de outra forma"

4 de Dezembro de 2020

"Quem quiser os jogadores do Sporting, vai ter de pagar muito dinheiro. Não vai ser fácil tirarem-nos os nossos jovens jogadores"

5 de Dezembro de 2020

"O que aconteceu no túnel [em Famalicão] foi mais do que se viu no jogo, um Sporting unido. A equipa do Sporting quando vai, vão todos"

26 de Dezembro de 2020

"A posição que gostava de ver reforçada era o 1.º lugar"

14 de Janeiro de 2021

"Nível? O Miguel Oliveira não tem carta e safa-se bem"

22 de Janeiro de 2021

"A estrela que eu tenho pode fazer a diferença"

5 de Fevereiro de 2021

"Ter a melhor primeira volta não dá títulos..."

14 de Fevereiro de 2021

"Falei com o Antero [Henrique] a ver se ganhamos"

26 de Fevereiro de 2021

Da mesma forma que o FC Porto nos conhece, nós também conhecemos o FC Porto. Vamos ao Dragão para ganhar. É mais um jogo, temos de estar de olhos bem abertos. Para os outros 10 pontos parecem muito, mas para nós nem tanto assim.

publicado às 17:00

Screenshot (595).png

Rúben Amorim mostrou-se satisfeito pela reacção da equipa na segunda parte do jogo, altura em que os leões conseguiram a reviravolta (2-1) diante do Gil Vicente. Porém, o treinador deixou ‘recado’ à equipa sobre os primeiros 45 minutos:

"Este foi um jogo diferente do de Alvalade contra o Gil. Hoje, criaram muito mais perigo na primeira parte, foram muito mais perigosos. Na segunda parte quisemos mais, corremos mais, e pareceu-me que o Gil Vicente deixou correr o tempo, houve muitas paragens, sobretudo na reposição de bola pelo guarda-redes. Na primeira parte foram superiores ao Sporting, na segunda o Sporting foi muito superior e, a meu ver, ganhou o jogo justamente.

Ao intervalo tive de avisar os jogadores do que se estava a passar, a intensidade nesse período foi muito mais baixa do que tem sido e o Gil preparou muito bem o jogo. Tudo se complicou mas estávamos avisados para isto. Fizemos algumas alterações mas o que mudou foi sobretudo a mentalidade.

Estes jogadores têm forçosamente de perceber que se não forem intensos e rigorosos não terão arcaboiço para vencer jogos apenas deixando passar o tempo. Título?... Temos pontos de avanço, sim, mas como ficou provado hoje, temos muito que crescer e para trabalhar. Vamos jogo a jogo, o campeonato é longo e há muitos pontos ainda em disputa.

Como vocês sabem, uma pessoa muito próxima do Sebastián Coates suicidou-se nesta última semana, foi muito difícil para ele. Se havia alguém que merecia estes dois golos era o Seba".

Comentário do leitor Governo Verde

"O Ruben Amorim, meu Deus, que conferência pós jogo, este vai ser muito grande. Que crítico fui da sua contratação, e que chapadas estou a levar. Não estou, com pena minha, nada habituado a este discurso focado e vazio de bazófia. Que continue por muitos anos, independentemente dos resultados. Este homem esteve super bem ontem, antes, durante e depois do jogo".

publicado às 04:04

Rúben Amorim analisa reforços

Rui Gomes, em 02.02.21

Screenshot (581).png

Após o triunfo do Sporting sobre o Benfica (1-0), Rúben Amorim falou de Paulinho, João Pereira e Matheus Reis, os três reforços do último dia no Sporting.

Paulinho

"Não me sinto obrigado [a ser campeão com a chegada de Paulinho]. Percebo a ideia. Outros clubes gastaram num o que gastámos em todos, portanto não nos dá obrigação de nada. Somos a equipa que joga com mais juniores, creio. Percebo onde querem chegar e meter pressão, pois estamos bem, mas há clubes em Portugal que contratam por estes valores há vários anos, o Sporting não. Não os obriga a nada. Não é pressão para o Paulinho nem para o grupo."

João Pereira

"Só temos o Porro para aquela posição. Juntamente com Paulinho, é alguém que conheço bem, tem carácter forte, conhece o Clube. Passa muito por não querer arriscar, indo buscar jogadores que têm o mesmo espírito do grupo. Tem 36 anos mas tem alta rotação, um grande coração, é muito ranhoso e encaixa na nossa ideia. É bem-vindo."

Matheus Reis

"É uma substiuição para o Borja, pois é um jogador que pode ser lateral e central. Tem características em que se quisermos soltar mais um central no ataque, ele consegue, já o fez no Rio Ave, é um jogador com muito andamento e futuro, enquadra-se na nossa ideia. Estamos felizes por tê-lo, esteve muito tempo sem jogar e vamos prepará-lo da melhor maneira."

publicado às 03:47

Foto do dia

Rui Gomes, em 01.02.21

img_920x518$2021_02_01_14_45_37_1810018.jpg

Rúben Amorim com o seu amigo de infância João Pereira, novo reforço do Sporting

publicado às 15:20

img_920x518$2021_01_24_11_36_17_1806548.jpg

Pouco depois de conquistar a Taça da Liga, Rúben Amorim, entre outras considerações, declarou a intenção de ficar muitos anos no Sporting:

"Se pudesse manter tudo isto durante muitos anos… Sei que no futebol muda tudo muito rápido, mas eu adoro o dia a dia aqui no Sporting. Sou sincero. Se os resultados me deixarem… se me quiserem tirar de cá vão ter que me pagar tudo, aviso já, porque eu gosto mesmo de trabalhar no Sporting, quero ficar no Sporting e o meu futuro é no Sporting.

Eu estudei, tirei uma pós-graduação na Faculdade, tenho contactos com psicólogos. Parece que é tudo do ar, mas eu investi muito na minha carreira e é fundamental fazer isso. Eu não sei tudo. Irei falhar muito na vida e se calhar iremos ver outro Rúben. Estou preparado para tudo isso, porque sei que isto não é sempre assim com bons resultados. Agora, eu não me lembrei de ser treinador há pouco tempo; eu terminei a carreira com 31 anos para ser treinador.

Quando cheguei do Qatar, fui logo fazer a pós-graduação: depois, fui ao estrangeiro falar com treinadores, estagiei semanas em clubes, há muito para além do querer ser treinador. E sou cunhado do Antero Henrique, passo o Natal a falar com alguém que percebe muito de futebol, E, depois, tenho muita sorte. Tenho uma equipa técnica incrível e bons jogadores".

Quase que nos deixa sem palavras. Mas, seja como for, não duvidamos da sua sinceridade e esperamos que possa mesmo ter muitos anos de sucesso no Sporting CP.

publicado às 04:04

Fotografia com história dentro (233)

Uma imagem, um século

Leão Zargo, em 23.01.21

22000406_dhisN.jpeg

O Sporting Clube de Portugal é uma instituição centenária sendo co-fundadora do futebol português enquanto grande fenómeno social, desportivo e cultural. Num passado glorioso, que poucos sportinguistas viveram, condensa-se grande parte da identidade leonina. Agora, é de novo o tempo de levantar os alicerces que permitam conquistar o futuro. Um dos primeiros alicerces é uma mentalidade competitiva e uma cultura vencedora que se constroem derrotando os rivais e vencendo títulos. A final da Taça da Liga é para ganhar e, neste momento, trata-se do jogo mais importante da época. O futebol é o instante. No máximo, o futebol é o dia seguinte. Mas se o futebol é o instante, um projecto desportivo precisa de tempo para se fortalecer e se impor. Ganhar no imediato para triunfar no tempo mais distante. Um projecto constrói-se com orgulho e vontade na procura da vitória e da excelência. É a altura de consolidar o presente, para depois seguir em frente com audácia, determinação e competência.

publicado às 12:30

mvp24346.jpg

Rúben Amorim acredita que a juventude do plantel do Sporting pode ser um trunfo frente a um FC Porto muito experiente e habituado às grandes decisões, na meia-final da Taça da Liga.

Em conferência de imprensa de antevisão da partida, esta segunda-feira, o treinador do Sporting garantiu que a equipa está confiante na vitória.

"Em termos de experiência e maturidade, nestes momentos, estamos claramente abaixo do FC Porto. Mas a inexperiência também pode ajudar, a irresponsabilidade saudável da equipa pode ajudar muito a ultrapassar estes momentos. O Pepe deve ter mais finais da Champions que o Inácio tem jogos como titular na I Liga."

"O grupo precisa muito destes jogos, precisa de aprender que o ADN do Sporting passa por conquistar títulos. Quero ganhar um título pelo Sporting, como todos os jogadores, muitos dos quais ainda não ganharam um título. Temos de entrar com tudo."

"O FC Porto vai sempre apresentar uma grande e muito experiente equipa, com vários jogadores internacionais. Só quem não conhece o treinador, aquele grupo de jogadores e aquele clube pode pensar que pode ter alguma facilidade porque um ou outro não joga. Não vamos facilitar nada, o que queremos é vencer o jogo. Reduzir o Porto só a Sérgio Oliveira seria um erro".

"Não tivemos um mau resultado porque o Nuno Mendes e o Sporar não estavam a jogar. Que fomos prejudicados nesse aspecto, fomos é claro, mas erros acontecem. São mais dois jogadores que estão saudáveis e agora é ir a jogo e tentar vencer".

"É complicado manter os jogadores focados exclusivamente no futebol e fazê-los esquecer o vírus quando surgem surtos".

"Muito longe de mim estar a ser insensível, a vida das pessoas está em primeiro lugar, mas esta vida também passa muito por continuarmos o país. Não somos Inglaterra e França, que param tudo e de repente podem começar de onde pararam. Sabemos das dificuldades do pais e do futebol português, queremos é salvaguardar o trabalho das pessoas e o dia de amanhã, porque não somos nós que vamos sofrer se isto parar. Nós teremos o nosso trabalho, mas quem sofre são as pessoas à nossa volta. Temos de dar o exemplo. Temos de tentar aguentar o barco e penso que vamos conseguir."

publicado às 03:33

Sporting tem cumprido!

Rui Gomes, em 18.01.21

img_920x518$2021_01_17_02_54_46_1803830.jpg

Em recém-entrevista ao Correio da Manhã, António Salvador, presidente do SC Braga, assegurou que, depois de um período de relações tensas, o Sporting CP tem cumprido o acordo por Rúben Amorim:

“Após a conhecida reunião de Setembro com Frederico Varandas, as coisas voltaram à normalidade. Foi feito um novo acordo e que, em abono da verdade, o Sporting tem cumprido escrupulosamente”.

Ainda bem que assim é!!!

publicado às 03:33

Há a primeira vez para tudo

Rui Gomes, em 16.01.21

img_920x519$2021_01_15_18_19_02_1803155.jpg

Rúben Amorim comanda o Sporting há mais de um ano, mas apenas ontem, frente ao Rio Ave, surge pela primeira vez como treinador principal na ficha de jogo apresentada pela Liga Portugal. Com este novo estatuto, já pode dar instruções livremente aos jogadores durante as jogos, comparecer nas ‘flash interviews’ ou estar sem máscara junto ao banco, tarefas que até à data estavam delegadas no seu adjunto, Emanuel Ferro.

Refira-se que esta novidade se deve ao facto de Rúben Amorim se ter inscrito no nível 4 do curso de treinadores que está a decorrer na Federação Portuguesa de Futebol, algo que o torna automaticamente elegível para constar nas fichas de jogo como técnico principal, graças a uma nova norma da Liga.

publicado às 03:32

Screenshot (539).png

Considerações de Rúben Amorim, em síntese, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta sexta-feira com o Rio Ave:

“O Sporting CP vai apresentar-se na máxima força, dentro do possível, porque tivemos agora alguns casos que alteraram a nossa preparação, mas temos outros jogadores".

“Fazemos sempre all in para o próximo jogo. Em tantos jogos temos duas derrotas e estamos fora de duas competições… mas são competições a eliminar, pode acontecer. Podemos ganhar a todas as equipas como perder".

"A inscrição no Nível IV não muda muito na nossa rotina, acho que alivia um bocado o Emanuel [Ferro], porque acho que é uma situação ingrata ter de falar pelo treinador principal. Também porque as duas competições em que saímos foi o Emanuel que deu a cara no final e eu acho que isso não é justo, sou eu que tenho de dar a cara".

“Foi uma semana diferente porque não estamos habituados a perder e isso mexeu com o grupo. Preparámos bem o jogo, sem muito tempo para treinar mas preparámos bem, tivemos a situação a seguir ao treino, voltámos a mudar".

“Nós não perdemos o jogo pelos jogadores que mudámos. O nosso objectivo é ganhar e eu meto a melhor equipa. Agora, eu não me esqueço de onde estou e qual é o projecto: se nós temos jogos de dois em dois dias e eu não vou colocar jovens quando é que eles vão jogar?".

"O Luís Neto está com Covid-19, vai jogar o Eduardo Quaresma, essa é a nossa forma de ver as coisas".

"O Nível IV é um marco importante para a minha carreira, fiz por isso, o Sporting CP merece isso, estou dentro das regras e agora quero seguir com o meu trabalho e não penso no valor porque não penso sair do Sporting”.

“O Luiz Phellype ainda não está em condições de jogar, temos de ver como é que ele se sente, com todos os cuidados. Ainda não está apto".

"Se ganharmos ficamos com os quatro pontos de avanço, se formos com quatro pontos de avanço vamos para uma Taça da Liga, parece-me a mim, com uma moral, é sempre bom, mais confortável. Jogo difícil, mas temos muito a ganhar”.

Nota: Rúben Amorim não "abriu o livro", obviamente, mas duas questões que foram muito debatidas aqui pelos leitores ficaram esclarecidas: Eduardo Quaresma vai substituir Luís Neto e Luiz Phellype ainda não está apto para jogar. Teremos de esperar para ver quem vai alinhar a lateral esquerdo (Antunes ou Borja) e a ponta de lança (Tiago Tomás).

P.S.: Quase não me lembrava que Feddal também vai estar ausente, a cumprir um jogo de castigo por acumulação de amarelos. Assim, creio que Borja alinhará a central e Antunes então a defesa esquerdo.

ADENDA

O 'onze' do Sporting: Adán; Sebastián Coates, Eduardo Quaresma e Cristián Borja; Pedro Porro, João Palhinha, João Mário e Gonzalo Plata; Pedro Gonçalves, Nuno Santos e Tiago Tomás.

Gonzalo Plata a lateral esquerdo?... Parece-me que ninguém antecipou este alinhamento, mas Rúben Amorim terá as suas razões. Felizmente que Tiago Tomás aparenta estar apto para ir a jogo, já que haviam algumas dúvidas.

publicado às 03:04

Screenshot (521).png

Rúben Amorim, na conferência de imprensa no final do jogo com o Nacional, comentou a Liga Portugal face à muita pressão que esta exerceu relativamente à aterragem da comitiva do Sporting na Madeira. 

Recorde-se que o avião foi inicialmente impossibilitado de aterrar no Funchal devido ao mau tempo, tendo sido então desviado para Porto Santo. Só cerca de três horas mais tarde, numa segunda tentativa, a aterragem no Funchal foi conseguida.

No que diz respeito ao adiamento do jogo, de quinta-feira para sexta-feira, a decisão foi do árbitro Manuel Mota e não do Sporting, muito embora se admita que houve diálogo entre as partes, assim como com o Nacional.

"Foi algo estranho, havia um alerta vermelho e mesmo assim viemos. Foi um momento difícil dentro do avião, recebemos muitas chamadas da Dra Helena (Pires) que tínhamos de aterrar, que tínhamos de ir a jogo, como se nós não quiséssemos ir a jogo. Nós éramos os mais interessados a ir a jogo. Fizeram pressão enorme para aterrarmos, como se fôssemos nós a pilotar o avião. Não há uma pessoa que estivesse aqui ontem que dissesse que havia condições para se jogar aqui".

Algo para reflexão... parece-me!

ADENDA

Gostei deste comentário do leitor Fernando Pais na nossa página de Facebook:

"Sra. Helena, o Rúben Amorim não podia pilotar o avião. Não tem o nível 4".

publicado às 03:48

panoramicacidadedesportiva.jpg

Rúben Amorim está preparado para todas as eventualidades, na visita do Sporting CP ao Nacional. Seja para um relvado encharcado ou, em último caso, para o adiamento do jogo, caso a tempestade que se prepara para assolar a Madeira torne o campo impraticável.

A Depressão Filomena está a chegar à ilha da Madeira, com períodos de chuva, trovoada e, no caso específico do arquipélago ventos fortes. Rúben Amorim não se assusta e garante que preparou a equipa para qualquer possibilidade, para o jogo da 13.ª jornada da I Liga.

"Tentámos preparar-nos para um terreno muito diferente e adaptar-nos ao vento e ao que pode acontecer. Preparámo-nos para um jogo mais direto e com muita atenção para os lances de bolas paradas", revelou o técnico leonino, esta quarta-feira, em conferência de imprensa.

"O Sporting não pressiona nada nem ninguém. Se houver condições, se o árbitro decidir, haja poças ou piscinas, o Sporting vai ser competitivo e lutar pela vitória."

"O Nacional é uma equipa organizada com várias variantes e individualidades, como o muito experiente Rúben Micael".

"O Sporting conhece bem o adversário agora orientado por Luís Freire, um treinador de qualidade e espera um jogo difícil. Preparámo-nos da melhor maneira e vamos ser muito competitivos."

publicado às 03:49

img_920x518$2021_01_06_16_36_16_1799541.jpg

"O Sporting estará preparado para tudo, até mesmo para o mau tempo".

"A preparação nem sequer é especial, pensamos jogo a jogo, depois deste começaremos a preparar o seguinte. O que se pode esperar é um Sporting CP como tem sido, com uma excelente atitude mas que reconhece as limitações que ainda tem. Será um jogo difícil, o Nacional tem uma equipa bem organizada, com treinador de qualidade, e será num dia em que sabemos que pode haver uma tempestade na Madeira. Tentámos preparar-nos para o que pode acontecer. Vamos ser muito competitivos."

"Penso que há coisas que só vivendo estaremos preparados. Não há que pensar nisso, há que adiar ao máximo. Numa semana temos dois jogos para o campeonato e a meio um da taça em podemos comprometer tudo. Esse é o nosso foco, queremos ganhar todos os jogos e não nos podemos preparar para perder. Só vivendo é que sabemos ao certo como será. A preparação é sempre para vencer o próximo jogo."

"O mercado é com a estrutura do Clube. Penso contar com os jogadores que tenho. Estou satisfeito com os que tenho agora à disposição, eles estão preparados para o jogo com o Nacional e isso é o mais importante."

"Os adversários jogam bem, os treinadores são muito inteligentes, as equipas e os seus jogadores têm os seus momentos. Aqui com o Gil Vicente tivemos dificuldades para criar jogadas para finalizar e três dias depois, com o Tondela, foi o que se viu. Sei que no futebol às vezes basta um clique, tem a ver com coisas que não controlamos. Sabemos que isto pode mudar de um momento para outro, mas a nossa forma de jogar não."

"Já falámos sobre isso... Tenho mais visibilidade no Sporting, mas é algo que vamos tratar porque vou acabar o 4.º nível, vou despachar isso, e isso já nem vai ser tema de conversa".

publicado às 17:05

Se não é perseguição, parece!

Rui Gomes, em 02.01.21

img_920x518$2021_01_01_13_52_51_1797645.jpg

O Conselho de Disciplina da FPF não fez pausa para celebrações da época e, pelos vistos, no primeiro dia do novo ano, revelou que instaurou novo processo disciplinar a Rúben Amorim e ao Sporting CP, e desta vez, para não discriminar, também fez alvo do adjunto Emanuel Ferro.

Segundo o mapa de castigos ontem divulgado, os processos disciplinares reportam ao jogo com o Belenenses SAD (vitória por 2-1), na 11.ª jornada, sem que o documento revele qual a razão pela qual as três partes foram alvo de processo.

Mais um "mistério" do futebol cá do burgo para desdobrar, com o Sporting CP no centro das atenções, como não podia deixar de ser.

Rúben Amorim reagiu à "novidade" na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de hoje:

"Não me sinto perseguido. Quando somos jogadores, é verdade que pensamos isso dos treinadores, não tenho nada essa mentalidade de que estou a ser perseguido. Tenho mais visibilidade porque estou no Sporting e não tenho o nível para ser treinador principal e isso cria problemas à equipa técnica. Mas às vezes custa-me um pouco a entender. Eu e o Emanuel tivemos algumas conversas com o quarto árbitro para eu voltar para o banco, sendo um campo onde é difícil falar com a equipa eu tinha de ir quase a meio caminho para conseguir falar com o Emanuel. Mas isto é como é. Se me instaurarem o processo, o Sporting também me ajuda nessa parte (risos). Há que aceitar".

publicado às 03:18

"Há dores de crescimento..."

Rui Gomes, em 28.12.20

img_467x599$2020_12_28_01_30_56_1796383.jpg

Ainda sobre o jogo de ontem, eis, em síntese, algumas considerações de Rúben Amorim na conferência de imprensa pós-jogo:

"O que fica são os três pontos. Foi muito complicado mas já sabíamos que ia ser assim. O Belenenses adaptou-se muito melhor ao relvado e nós tivemos algumas dificuldades. Nesse aspecto... o Petit esteve melhor do que eu na preparação do jogo. Nós quisemos construir de trás. Mas não é desculpa, pois atuámos no mesmo relvado. Atrás, quando devíamos meter mais na frente e depois tentar uma segunda bola, tentávamos sair logo a jogar, pois estamos trabalhados assim.

Devíamos ter feito ao contrário. E depois muitas vezes abusámos também no lançamento logo. Faltou se calhar o treinador preparar melhor o jogo para estas condições, mas os jogadores deram tudo. Já na segunda parte não demos tanto espaço para o Belenenses jogar".

"É ainda muito cedo sonhar com o título... Estes jogos dão-nos essa clara noção. Diante do primeiro classificado todos querem mostrar e garantir pontos. É sempre muito difícil. Mas somos sempre uma equipa solidária".

"Os atletas começam a ficar habituados, eles agradecem muito o apoio dos adeptos. Os sportinguistas estão connosco. É sempre bom chegar ao estádio e sentir isso. Daí a nossa força. Muitas vezes estamos a jogar mal mas temos sempre a mesma atitude."

"A estrelinha de campeão? Para isso teríamos de ter jogos a sofrer muitas ocasiões e a vencer. Estamos a vencer porque somos melhores e solidários. Estamos sim a usar os 90 minutros para marcar. Estamos a trabalhar muito bem mas há muito para melhorar."

"O Inácio não só está preparado como é uma opção válida. Não fizemos poupanças. Eles têm de estar preparados, pois são a base do nosso plantel. Não temos dois por posição e depois um da formação. Se algum com estatuto facilitar, eles sabem que perdem o lugar para os miúdos. Mas o Inácio jogava nos juniores, há dores de crescimento".

"Nuno Mendes saiu na segunda parte com algumas queixas físicas mas ele está a crescer. A pancada que levou na Selecção limitou-o. Quando começa a recuperar tem a lesão na anca. Ele precisa de treino. Está a voltar a ter andamento. Sentiu cansaço num terreno pesado mas vai apresentar-se melhor."

publicado às 04:03

Foto do dia

Rui Gomes, em 24.12.20

img_920x518$2020_12_23_00_24_25_1794885.jpg

Ao contrário do que tem sido habitual, o plantel do Sporting vai gozar uma folga extra no microciclo de treino que antecede o jogo com o Belenenses SAD. Rúben Amorim decidiu que seria benéfico permitir aos seus jogadores que gozassem o dia de Natal –sexta-feira – na companhia das respectivas famílias, uma decisão que também acaba por premiar o esforço e a dedicação mostrada pelo grupo de trabalho. Recorde-se que o dérbi com os azuis só será disputado no domingo.

publicado às 03:00

Screenshot (461).png

Alguns destaques da conferência de imprensa de Rúben Amorim de antevisão ao jogo com o Farense:

"É um começar novo do Farense. Mas o importante é vencer o jogo. O Farense tem uma equipa muito boa colectiva e individualmente. Tem bons sinais mas queremos manter o nosso caminho. Os jogadores do plantel actuaram todos esta semana e isso é bom".

"Seria bom ficar com estes miúdos durante anos, mas sei que não é possível".

"É o que é (arbitragem)... tenho de melhorar também, talvez seja inexperiência. Sobre a dualidade de critérios não quero comentar. Posso é melhorar o meu comportamento e vou tentar fazer isso daqui para a frente."

img_467x599$2020_12_19_01_33_09_1793393.jpg

"O Nuno Mendes está melhor, hoje treinou sob vigilância e amanhã vamos decidir mas está nos convocados".

"Não tenho opinião sobre o assunto (afastamento de Artur Soares Dias), o meu trabalho é conhecer os adversários. Comento o lance e depois fecho. O nosso trabalho é planear."

"Não confirmo (Matheus Reis e Paulinho), isso é assunto do Hugo Viana, ele é que fica com a parte difícil. Temos ideia do plantel que queríamos no início, não conseguimos um ou outro mas estamos satisfeitos com o plantel. Temos projecto para três épocas, Hugo Viana fez um excelente trabalho e vai continuar a fazer.

Se vier alguém será para o projecto do Sporting CP e não para estes próximos jogos. A nossa ideia nesse sentido é muito clara e os jogadores que queríamos continuamos a acompanhar. Se vier mais algum são os que contamos já para a próxima época. Não virá ninguém porque temos mais jogos. Estamos satisfeitos com este grupo".

Rúben Amorim... deveras impressionante, como sempre. Esta última consideração sua que transcrevi, é "apenas" excelente.

publicado às 03:03

s2i07581545f8d7defaultlarge_1024.jpg

Algumas considerações de Rúben Amorim na conferência de imprensa após a vitória sobre o Mafra, a contar para os quartos de final da Taça da Liga:

"Eu dificultei muito a vida aos jovens num jogo com a pressão de passar à 'final four' e depois juntei-os todos, não os meti um a um, jogo a jogo... Dificultei-lhes a vida, mas responderam muito bem, uns melhores que outros claro, mas deram o que tinham. Eles precisam de jogos, o treinador colocou-os num cenário muito difícil mas eles safaram-se muito bem. Acho até que podiam fazer melhor, conseguem fazer melhor e farão melhor no futuro".

"Quando se junta muita gente que não joga é muito difícil para eles, é muito injusto mas foi assim que entendemos que eles deviam de jogar hoje. Têm treinado juntos, achei que estavam prontos para sentir a pressão de uma eliminatória, porque não é bem a mesma coisa mudar a equipa quando está tudo feito, quando se joga com uma equipa como o Sacavenense e tínhamos de dar descanso a uns jogadores e dar ritmo a outros. Neste caso não, os outros jogaram na sexta-feira. (...) Como mereciam todos, coloquei todos em jogo".

scp1711d8a5defaultlarge_1024.jpg

"Estou satisfeito com o resultado e com a exibição, mesmo com alguns erros à mistura, com alguma inexperiência, uma equipa muito jovem, dois juniores em campo. É normal, vamos pagar esse preço, mas é essa a nossa ideia e por isso às vezes temos de arriscar. Mas estou muito satisfeito porque o jogo nunca esteve em perigo, apesar de aqui ou ali faltar alguma ligação entre eles, o que é normal. A culpa da primeira parte é claramente do treinador, na segunda parte melhoraram. (...) Houve sinais muito bons na equipa".

"Sou uma pessoa com muita sorte, dou-me bem com a Taça da Liga, mas o nosso foco vai no campeonato. A Taça da Liga não interessa, a Taça de Portugal também não muito, o que realmente interessa é o campeonato. Temos um jogo muito difícil agora no sábado, prepará-lo bem, contra o Farense, que vem a crescer. Jogo a jogo e depois logo se vê a Taça da Liga".

"Agora, vamos ter estas dores de crescimento, mas hoje portaram-se muito bem. Penso é que os colegas já meteram uma bitola tão grande que é difícil eles aguentarem o ritmo, porque não têm jogos, não têm experiência. Mas os outros se não continuarem a correr, terão dificuldades com estes jovens".

publicado às 04:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo