Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O "estranho" caso de Rúben Vinagre

Naçao Valente, em 30.06.22

A situação do jogador Rúben Vinagre tem sido notícia nos últimos dias na comunicação social. A questão que se evidencia é porque razão o SCP vai emprestar um jogador, pelo qual pagou dez milhões de euros, recentemente, por metade do passe. Porque o Sporting não se pronunciou sobre este assunto, surgem as mais variadas especulações. Sem ter qualquer explicação para além do que circula nas opiniões de todos os matizes, talvez se possa fazer um pouco de história, para tentar enquadrar o que se passa.

image.jpg

Vinagre veio para o Sporting por empréstimo, com cláusulas de compra que se podiam tornar obrigatórias. Veio, seguramente, com o aval da Direcção e da equipa técnica. Não sei de quem partiu a sugestão, mas sei que não viria sem a concordância do treinador. Também me parece consensual que o objectivo fulcral da sua contratação seria ocupar o lugar deixado por Nuno Mendes. A sua utilização nessa posição no início da época parece comprová-lo.

Enquanto simples curioso, não vou manifestar opinião sobre as valências do jogador. O que o seu percurso mostra no Sporting, depois de algumas exibições prometedoras,  é que se eclipsou na sequência do jogo com o Ajax. Acusado por observadores de ser a “besta negra” desse encontro, ainda voltou a ser utilizado, mas sempre com prestações muito pouco convincentes. Em abono da verdade, e mau grado erros próprios, ele não foi o único que nesse jogo colapsou, foi praticamente toda a equipa, mas acabou por ser o principal bode expiatório.

Não sei se o eclipse que se seguiu na sua utilização se deveu a falta de qualidade, ou a uma quebra psicológica. O que aconteceu foi que Matheus Reis se impôs pelas suas exibições e por outro lado, Nuno Santos mostrou competência no lugar. Seja como for,  o que está a causar estranheza é a sua compra, seguida de empréstimo.

Entrando na área de pura especulação, penso que não estaria nas intenções do Sporting adquirir o atleta pelas verbas da cláusula contratual, a não ser que o jogador tivesse uma evolução que o valorizasse para próximo desses valores. Então porque aceitou o SCP essa cláusula? Pela informação que circula, estaria nessa cláusula a obrigatoriedade de compra desde que atingisse os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o que se concretizou. Talvez ninguém, na estrutura, esperasse que a equipa estivesse já preparada para cumprir esse objectivo. Nessas circunstâncias, o Clube foi confrontado com uma inevitabilidade, a que não pôde fugir.

 A estar certa esta minha apreciação, coloco as seguintes questões: terá sido feita uma má avaliação na aceitação das cláusulas do empréstimo? Perante as evidências, e havendo soluções para aquele lugar, terá a estrutura técnica decidido pôr o jogador a jogar noutro clube, com a intenção de o valorizar e poder recuperar o valor investido?

À margem

Sem prejuízo do que aqui debatemos e da sua importância, é preciso não esquecer que  há vida para além do desporto. A falta de leitura é um défice da nossa sociedade. Por isso aqui deixo uma modesta sugestão: INQUIETAÇÕES,  vendido pela Poesiafaclube, ou através do email: jmateus7@gmail.com.

publicado às 03:04

Rúben Vinagre

Leão Zargo, em 02.06.22

Rúben Vinagre SCP.jpg

A Sporting SAD confirmou a aquisição de 50% do passe do futebolista Rúben Vinagre, ao Wolverhampton, por 10 milhões de euros. No capítulo do Relatório e Contas do terceiro trimestre de 2021/22 referente às contratações de jogadores, a SAD leonina dá conta da aquisição de metade dos direitos económicos do jogador, que assinou um contrato válido até 30 de Junho de 2026.

A opção de compra na cedência temporária do jogador tornou-se obrigatória pois o acordo de cedência do lateral pelo Wolverhampton incluía uma cláusula de compra que se tornava então obrigatória mediante “determinados objectivos individuais ou colectivos”. Segundo Record, um desses objectivos passava pela qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

Rúben Vinagre chegou aos leões no início da época passada e no total disputou dezoito jogos e fez duas assistências. Apesar de ter arrancado a época como titular - sete vezes nos primeiros nove jogos -, esteve um longo período lesionado e, depois de recuperado, só entrou no onze inicial em dois jogos da Taça e outro da Taça da Liga. Bicampeão europeu por selecções jovens de Portugal, Rúben Vinagre é um lateral esquerdo bastante evoluído tecnicamente, mas que revelou debilidades no processo defensivo. Pode também alinhar a médio ou a extremo esquerdo.

publicado às 14:30

img_920x518$2022_02_19_00_32_20_1963950.png

Rúben Vinagre é aposta para o futuro. Rúben Amorim assim confirmou a contratação, em definitivo, do lateral-esquerdo, e Carlos Fernandes, que treinou o lateral no Barreirense, mostra-se satisfeito pela continuidade do jogador em Alvalade:

"A notícia agrada-me porque fica visível que o Sporting aposta num jovem jogador que tem um talento enorme. A época não está a ser muito regular por parte do Rúben, devido a lesões e exibições menos conseguidas, mas o que tinha feito anteriormente faz com que o Sporting não desista dele".

O defesa esquerdo chegou a Alvalade esta temporada, por empréstimo do Wolverhampton, e o Clube vai avançar para a compra de 50% do passe do atleta, por 10 milhões de euros.

"Não tenho quaisquer dúvidas de que ele ainda vai ser muito útil à equipa, este ano. O Rúben adapta-se bem às características da equipa do Sporting e assim que aparecer uma oportunidade, ele vai agarrá-la. Sei que é difícil fazer esquecer o Nuno Mendes, os adeptos pensam que quem chega de novo tem de fazer igual ao Nuno, mas os jogadores são diferentes e com características diferentes".

Apesar da qualidade de Rúben Vinagre, o treinador e actual responsável pela formação do Pinhalnovense, reconhece que o defesa tem a forte concorrência de Matheus Reis, que sido uma agradável surpresa na equipa leonina:

"Tem sido uma surpresa muito grande e agradável, mas o Matheus Reis também pode jogar à esquerda numa linha de três atrás".

Reportagem de João Paulo Ribeiro, Rádio Renascença

publicado às 03:32

Rúben Vinagre para ficar em Alvalade

Rui Gomes, em 19.02.22

image.jpg

A acreditar no que é hoje noticiado, o Sporting exerceu ou vai exercer a opção de compra de Rúben Vinagre que estava vinculada no empréstimo do Wolverhampton.

Confirmando-se, o negócio envolve um investimento de 10 milhões de euros por 50 por cento dos direitos económicos do defesa lateral de 22 anos que chegou ao clube inglês em Julho 2018, proveniente do Monaco.

Parece-me um valor deveras exorbitante face ao que o jogador mostrou até ao momento, muito embora os minutos de jogo tenham sido limitados. Participou em 13 jogos, em todas as provas, 10 das quais como titular, acumulando 749 minutos de jogo, uma média de 58 minutos por jogo.

Dito isto, é de acreditar que a compra é ou será feita com o aval de Rúben Amorim, que vê no esquerdino potencial para crescer de leão ao peito.

Segundo o portal Transfermarkt, o seu passe está avaliado neste momento em 5,5 milhões de euros.

publicado às 13:30

22220015_Iny9k.jpeg

Este post vem a propósito de Rúben Amorim ter ontem explicado que Rúben Vinagre já treina, após paragem por lesão, mas que ainda não está em condições de integrar a equipa, e de uma conversa que entretanto tive com um colega redactor.

lateral, de 22 anos, representou a formação do Sporting entre 2009/10 e 2014/15, com uma passagem pelo meio no Belenenses, antes de sair para o Mónaco. Após duas épocas ao serviço dos monegascos, rumou por empréstimo ao Wolverhampton, sendo contratado em definitivo pelos ingleses em Julho 2018.

Na época passada, jogou por empréstimo no Olympiacos, da Grécia, e no Famalicão, tendo disputado 20 jogos ao serviço da equipa portuguesa.

Vinagre chegou a Alvalade no Verão passado a título de empréstimo do Wolverhampton, válido por uma temporada, e o acordo ficou fechado num meio termo: se o jogador fizer um determinado número de jogos previsto no contrato, a cláusula de compra no valor de 10 milhões de euros, salvo erro por 50% do passe, torna-se obrigatória.

Em princípio, se o jogador se tornar um habitual titular, o Sporting acciona a cláusula de bom grado, até por fazer muito sentido em termos de projecto e de continuidade; se não for muito utilizado e não atingir o número necessário de jogos, o Clube pode não querer dar 10 milhões pelo lateral ou abre uma margem de manobra para poder eventualmente negociar o valor.

Até ao momento, Rúben Vinagre participou em 10 jogos, 9 como titular e 6 dos quais na Liga Portugal, acumulando, na época, 618 minutos de jogo, uma média de 62 minutos por jogo.

Talvez seja prematuro para se chegar a conclusões definitivas nesta altura, mas a avaliar as suas exibições até à data, parece-me que ainda não justificou tão avultado investimento da parte do Sporting.

Dito isto, reconhecemos, no entanto, que ainda é jovem, sentiu algumas dificuldades em se adaptar ao sistema de jogo de Rúben Amorim e ainda faltam muitos jogos para disputar.

publicado às 04:33

Rúben Vinagre oficializado

Rui Gomes, em 09.07.21

img_920x518$2021_07_09_17_06_14_1874391.jpg

Rúben Vinagre é o mais recente reforço do Sporting. O lateral-esquerdo, de 22 anos, chega por empréstimo do Wolverhampton, com opção de compra, ao que consta, obrigatória mediante objectivos.

Esperamos pelo comunicado da Sporting SAD para, em princípio, saber de alguns detalhes sobre o negócio entre as partes.

Temos conhecimento do que circula nas páginas noticiosas, mas falta a palavra oficial.

Eis o que o novo leão teve para dizer na sua apresentação:

"Estou de regresso a uma casa onde fui muito feliz e espero voltar a sê-lo. Os tempos que passei aqui, na formação, foram muito bons. Lembro-me bem da alegria, estava sempre muito motivado para chegar à equipa principal. Chegar aqui, após ter saído ainda jovem, deixa-me muito orgulhoso.

É muito bom reencontrá-los, são pessoas com quem sempre me dei muito bem e estou feliz por poder voltar a trabalhar com eles. Joguei com o Daniel Bragança e com o Luís Maximiano nos escalões de formação. Também conheço o Pote há muito tempo, de Inglaterra, e somos amigos. Vai ser bom voltar a viver experiências com eles. O primeiro dia está a ser excelente, nota-se que o grupo é muito unido, são todos muito alegres. Vai ser fácil adaptar-me".

Rúben Vinagre esteve na época transacta no Famalicão, também cedido pelo clube inglês, tendo realizado 20 jogos. No currículo regista ainda passagens por Olympiacos e Mónaco, a primeira experiência no estrangeiro após deixar os escalões de formação do Sporting.

publicado às 17:30

cidadehoje.pt-2021-04-03_11-56-41-1024x576.png

Fechada a contratação de Ricardo Esgaio, a administração leonina centra agora atenções em Rúben Vinagre, lateral-esquerdo de 22 anos, e Manuel Ugarte, médio de 20 anos, mais dois alvos considerados muito importantes por Rúben Amorim tendo em vista a próxima temporada desportiva.

A ideia da estrutura é poder contar com estes reforços o mais depressa possível, de forma a começarem a ganhar rotinas com a equipa o quanto antes, pelo que, tudo o indica, os dois processos vão ficar encerrados, no limite, antes de a equipa seguir caminho para o Algarve, onde decorrerá, de 11 a 21 deste mês, a segunda etapa deste estágio de pré-época.

Veremos o andamento dos processos...

publicado às 03:02

Rúben Vinagre é um processo parado

Rui Gomes, em 09.06.21

O Sporting olha para Rúben Vinagre como o substituto ideal de Nuno Mendes e já fez a primeira declaração de intenções junto da representação do canhoto, que tem contrato com os Wolves até 2024.

No entanto, o processo está parado, pois aguarda pelo parecer de Bruno Lage, que deve ocorrer assim que o técnico português seja oficializado como sucessor de Nuno Espírito Santo e comece a moldar os lobos à sua medida: a ele cabe decidir se Vinagre volta a sair, vendido ou por empréstimo, ou se terá espaço no grupo do 13.º classificado da Premier League.

image (1).jpg

Lage já obteve a licença de trabalho e estará prestes a ser oficializado, mas enquanto isso não acontece os Wolves não aceitam conversar sobre o canhoto de 22 anos, que se destacou na segunda metade da temporada na cedência ao Famalicão, tendo despertado também o interesse do Benfica.

Nuno Mendes ainda é leão, mas a SAD leonina está confiante que vai conseguir fazer um bom encaixe neste defeso com o canhoto, de forma a poder segurar o resto do grupo, em particular João Palhinha e Pedro Gonçalves. Tendo em vista esse muito previsível negócio, a sociedade verde e branca já está a mexer-se numa jogada de antecipação.

E Rúben Vinagre, lateral com apetência para subir pelo flanco e assim ideal para encaixar no esquema de três centrais utilizado por Amorim, até tem passado em Alvalade, pois foi de lá que saiu aos 16 anos para o Mónaco, de onde seguiu para os Wolves (esteve também cedido ao Olympiacos antes de rumar ao Famalicão).

Em recém-entrevista, o ainda jovem futebolista (22 anos) gostou de ver o seu nome ligado aos grandes portugueses:

"Abdiquei de dinheiro para vir para Portugal e ser opção. Só o facto de estar associado [aos grandes] é sinal de que estou a trabalhar bem. Penso que estou pronto. Tenho muita bagagem de Premier League, vários treinadores que me ajudaram bastante, como o Nuno [Espírito Santo], com quem cresci muito, o Ivo Vieira, que também me ajudou bastante, e estou preparado no caso de isso acontecer."

Reportagem João Maia, O Jogo

publicado às 03:04

img_920x518$2021_05_25_23_09_31_1854970.jpg

Ivo Vieira, técnico do Famalicão, foi instado a comentar os jogadores que estiveram ao serviço do clube na temporada finda. Um dos nomes que tem precipitado mais manchetes nos diários desportivos é o de Rúben Vinagre, lateral esquerdo do Wolverhampton cedido à equipa famalicense em 2020/21.

Achei alguma (muito pouca) piada à sua consideração sobre o acima referido jogador, que, ao que consta, é cobiçado pelo Sporting e Benfica:

"Vinagre tem potencial, muita qualidade com bola, mas para colmatar o jovem que vai sair, o Nuno Mendes, não é fácil. Mas tem muita qualidade".

Até os de fora já dão como certa a saída de Nuno Mendes do Sporting!

NOTA: Record noticia que o jogador leonino esteve ontem reunido com o empresário Miguel Pinho, o mesmo que representa Bruno Fernandes.

publicado às 04:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo