Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sporting conquista a Taça da Liga

Rui Gomes, em 27.01.19

 

img_920x519$2019_01_26_23_59_32_1498248.jpg

 

"Muitos parabéns ao Sporting. Foi uma muito boa primeira parte, sem dúvida! Estivemos mesmo muito bem, em cima do FC Porto, a disputar as jogadas e a criarmos as nossas oportunidades. 


Depois veio a segunda parte... Acuña vai embora e, desculpem-me, não vai fazer falta. Com ele em campo, ocorrem uma de duas possibilidades, ou jogamos na probabilidade de jogarmos com menos um, ou jogamos mesmo com menos um. Hoje, Marcel Keizer nem arriscou e queimou uma substituição porque não sabe jogar com a boca fechada e com comportamento respeitador ao árbitro e adversários.

 

Depois, infortúnio, com outra substituição forçada por lesão (e que ia dar em nova lesão do Petrovic). O que nos safou é que o gajo mostrou-se bem à lesão e à adaptação à posição! Menos mal. Só uma substituição possível aos 65mins. Estava negro. Coates irrepreensível! Renan muito bem! Apesar de ter a obrigação de agarrar a bola,também foi condicionado pelos defesas do Sporting para a voltar a amarrar. Diaby entra para dar o penalty. Bas não cede à pressão. O resto é história e a taça da carica vai juntar-se à outra.

O que mais me agrada é que a Taça foi ganha sem casos de arbitragem! Até os próprios comentadores gritaram logo que era penálti. Bem haja ao VAR que não permitiu mais um caso Lucílio Baptista. Vem defender a grande utilidade que tem e que não lhe pode ser negado, quando bem utilizado.


Foi um jogo que, sim, se pode dizer que o plantel do Sporting suou, chorou e sangrou em campo! É merecida pela primeira parte e pelo sofrimento na segunda! Venha a próxima!!".

 

Leitor: R. Ribeiro

 

Considerações de Marcel Keizer:

 

"Conquistar esta Taça é muito bom, aqueles adeptos lá fora mereceram. Divertimo-nos por um dia mas temos de continuar a trabalhar. Celebrar no relvado, balneário e talvez no autocarro, mas depois vamos para casa e temos de continuar, porque queremos melhorar, queremos mais".

2.ª parte menos conseguida

"Foi a força do FC Porto que nos fez jogar assim. A equipa ficou no modo de luta, fizeram tudo o que podiam. Nos penáltis tens de ter um bocadinho mais de sorte para vencer. Na segunda parte não fomos a melhor equipa no relvado. A equipa lutou, correu, na defesa esteve bem, na qualidade de passe podemos fazer melhor. O FC Porto pressionou muito e tivemos dificuldades".

 

Acreditar até ao fim

"Sim, é importante. Lutar por cada metro no relvado, entreajuda, estou satisfeito com isso. Esta Taça dá mais confiança, mas já sabemos que podemos jogar futebol. Vamos continuar a trabalhar duro."

 

Considerações de Sérgio Conceição:

 

Difícil de digerir

 

"Todas as derrotas são difíceis de engolir, principalmente quando sentimos que somos mais fortes e que merecíamos ganhar. Se o Sporting é um justo vencedor? Não. A primeira-parte não foi bem jogada, embora tenhamos tido um ascendente, com um lance do André Pereira. Na segunda-parte, não houve um remate enquadrado do Sporting, a não ser o penálti. Fomos sempre superiores nesse momento e o Sporting esteve sempre a quebrar o ritmo. Custa perder desta forma, porque queríamos ganhar. Agora, é pensar no campeonato".

 

Os penálties e o Sporting

 

"Terceira derrota consecutiva nos penáltis com o Sporting? Nós treinamos todas as situações, penáltis incluídos, obviamente. Depois, o jogo dita uma ou outra coisa. Agora, nesse três jogos de que fala [meias finais das taças da Liga e de Portugal de 2018; final desta Taça da Liga] ... o FC Porto foi sempre superior. Obviamente que o Sporting não é um justo vencedor".

 

A entrega do troféu

 

"O FC Porto não ficou para a entrega do troféu? O Sporting não precisa de nós para levantar o troféu".

 

Boa arbitragem

 

"Somos uma equipa que imprime um ritmo alto, queremos sempre um ritmo vivo e isso foi sempre quebrado muitas vezes por algumas faltas - não houve uma arbitragem polémica, mas o árbitro parou em demasia."

 

publicado às 03:34

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 30.10.18

 

depositphotos_109760476-stock-photo-silhouettes-of

 

"Não consigo deixar de desconsiderar a falta de respeito que o Sporting está a sofrer nos dias que correm, quase todas as semanas, no entanto, sem palavra da Direcção sobre o assunto. Seria possível termos um tema de debate sobre as marcações dos jogos do Sporting comparadas com as dos restantes três grandes?????

 

Benfica jogou no sábado, joga apenas na sexta. O Porto jogou no domingo durante a tarde, joga já amanhã. O Sporting jogou no domingo à noite e joga já amanhã. Mas que palhaçada é esta?!?!?!? Ninguém consegue ver isso? Tem sido recorrente a disparidade de critérios de descanso às equipas, tendo-se prejudicado o Sporting que tem o absoluto mínimo descanso entre jogos sem razão aparente!!!".

 

R. Ribeiro

 

publicado às 16:15

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 02.09.18

 

mw-680.jpg

 

"Só gostava que os jogadores deixassem de tirar as camisolas depois dos golos. Sem muito bem que é a frustração a sair com a exaltação do golo finalmente marcado, mas é um amarelo num campeonato com muita jornada pela frente e é o amarelo mais estúpido de se ter...

Tirando isso, achei que a prestação da equipa até foi muito boa. Fomos possantes, tanto no nosso jogo como depois da recuperação da bola, irmos logo para cima deles. Preferia era que jogassem com a bola no pé, em vez de atirar lá para a frente e esperar que os avançados do Sporting a agarrassem, assim como trabalhar melhor os centros. Não se admitem centros assim, de jogadores profissionais.

Depois, não nos podemos esquecer que tivemos um Secco do outro mundo, com defesas de instinto surreais!!! Mesmo que se venha a dizer que alguns dos remates foram à figura, é importante também rematar constantemente para se ir cansando o guarda-redes e colocar a equipa o mais próximo da baliza possível.

O que alterava era a táctica adoptada após o golo. O Sporting deve sempre tentar manter-se possessivo da bola, tentar chegar sempre ao 2º golo, mesmo que com menor número de elementos, para não deixar o adversário subir no campo e arriscarmo-nos a um golo ao cair do pano. "A melhor defesa é um bom ataque!"... Não me consigo esquecer da quantidade de empates que cedemos desta forma com JJ... Aquele recuo da equipa no dérbi aos 19mins vai-me ficar para o resto da vida!!!

De resto e no geral, acho que estivemos muito bem. Jovane está uma autêntica máquina infernal, Raphinha tem que ser titularíssimo!!! Jefferson talvez comece a melhorar a sua prestação, visto que hoje nem foi assim tão mal quanto isso.

 

Bruno Fernandes está a perder protagonismo na equipa e, se for porque os restantes elementos finalmente começam a ter a mesma qualidade, deixando de sobressair tanto, ainda melhor; se for porque está a decair sem razão aparente, tem que se começar a tentar perceber a razão e tentar puxar este jogador para cima. Foi um inconformado a temporada toda, no ano passado. Este ano está a ter prestações bastante aquém do que se esperava.

 

Nani é o capitão, de longe e sem discussão. Por toda a sua presença em campo! Realmente, é a experiência de vida a vir ao de cima. Coates não esteve muito bem no lance que Edinho quase marca, quando tem tanto campo pela frente, faz um carrinho tão cedo... Mas há dias assim e o seu melhor em muito suplanta o seu pior".

 

Leitor: R. RIBEIRO

 

publicado às 04:53

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 21.05.18

 

mw-860.jpg

  

"A justa causa de rescisão aprecia-se objectivamente. Para poderem alegar sentirem-se sem segurança na Academia Sporting, a segurança terá de ser apreciada objectivamente.

 

Não creio que as regras de segurança ou os sistemas de segurança estivessem desactivados ou em falta. O que aconteceu foi a Juve Leo ter aproveitado uma marcação de visita às instalações para causarem o pânico e, possivelmente, apertar com os jogadores.

 

Objectivamente, isso não é uma falha do Clube. A Academia também não é um 'bunker' e existe muita actividade nas instalações, que implica um constante fluxo de movimento interno e externo. Provavelmente, terão que adoptar novas medidas de segurança, novos sistemas e regulamentos que impossibilitem casos semelhantes no futuro.

 

Porém, no momento dos eventos, os regulamentos de segurança estavam implementados e em uso, com vistoria autorizada por quem de direito, visto que existe uma entidade oficial que aprova os sistemas e regulamentos de segurança em instalações e instituições destas dimensões.

 

Sendo assim, os acontecimentos devem ser imputados ao Sporting? Provavelmente não acontecerá. Com uma decisão desfavorável, os jogadores arriscar-se-iam a ter que pagar do bolso a cláusula de rescisão, não na sua totalidade, mas reduzido ao que seja justo para as partes. Entre isso e cumprirem o seu contrato no Sporting, creio que cumpririam o contrato. Esperemos por segunda-feira, para sabermos de tudo isto".

 

Leitor: R. Ribeiro

 

publicado às 04:33

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 04.04.18

 

destaque net 1264x384_ConfP_Violencia no Desporto.

 

"A culpa não é dos outros, a culpa é de TODOS os que chupam do futebol! Não há um único que se possa dizer isento de culpa no que se passa no futebol porque, em maior ou menor medida, nalguma altura, foram coleccionando as mesmas lenhas que hoje se queimam...".

 

Leitor: R. RIBEIRO

 

publicado às 05:50

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 25.03.18

 

20838056_NKiqv.jpg

 

"Eu até posso perceber que o caro não entenda o conceito de imputação dos efeitos às acções dos governantes eleitos. Ora, se os presidentes são eleitos pela maioria dos sócios que constituem a massa associativa do clube, aqueles têm legitimidade para actuarem conforme as vontades colectivas de quem os elegeu. É por essa razão que existe uma lista candidata com o programa eleitoral para o mandato para o qual as listas concorrem.

 

Portanto, quando um dirigente actua em conformidade com o "interesse" generalizado da massa associativa, está a actuar pelo clube, em nome do clube, imputando essa actuação individual ao clube Sporting Clube de Portugal. Ou seja, é como se fosse o clube a tomar aquela medida ou a contratar aquele jogador ou a adquirir determinado terreno, por meio do seu representante legal, o presidente, eleito por maioria. Assim, consegue compreender porque é que a direcção eleita deve assumir os encargos das direcções derrotadas em eleições representativas.

 

Não é o titular do cargo de presidente, Bruno de Carvalho, que está a contrair determinada obrigação, mas a imputar essa obrigação à instituição em si, o Sporting Clube de Portugal. Por essa mesma razão de ideia é que se pode responsabilizar um dirigente, pela instituição, por não cumprir com as regras da instituição ou quando tenha agido em nome próprio, em detrimento da instituição, ou não tenha cumprido o programa eleitoral (sendo esta última uma utopia, visto que nem mesmo o Governo o faz).


Espero poder ter ajudado nesta questão".

 

Leitor: R: RIBEIRO

 

publicado às 04:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo