Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rúben Amorim analisa reforços

Rui Gomes, em 02.02.21

Screenshot (581).png

Após o triunfo do Sporting sobre o Benfica (1-0), Rúben Amorim falou de Paulinho, João Pereira e Matheus Reis, os três reforços do último dia no Sporting.

Paulinho

"Não me sinto obrigado [a ser campeão com a chegada de Paulinho]. Percebo a ideia. Outros clubes gastaram num o que gastámos em todos, portanto não nos dá obrigação de nada. Somos a equipa que joga com mais juniores, creio. Percebo onde querem chegar e meter pressão, pois estamos bem, mas há clubes em Portugal que contratam por estes valores há vários anos, o Sporting não. Não os obriga a nada. Não é pressão para o Paulinho nem para o grupo."

João Pereira

"Só temos o Porro para aquela posição. Juntamente com Paulinho, é alguém que conheço bem, tem carácter forte, conhece o Clube. Passa muito por não querer arriscar, indo buscar jogadores que têm o mesmo espírito do grupo. Tem 36 anos mas tem alta rotação, um grande coração, é muito ranhoso e encaixa na nossa ideia. É bem-vindo."

Matheus Reis

"É uma substiuição para o Borja, pois é um jogador que pode ser lateral e central. Tem características em que se quisermos soltar mais um central no ataque, ele consegue, já o fez no Rio Ave, é um jogador com muito andamento e futuro, enquadra-se na nossa ideia. Estamos felizes por tê-lo, esteve muito tempo sem jogar e vamos prepará-lo da melhor maneira."

publicado às 03:47

O plano do Sporting para Janeiro

Rui Gomes, em 04.11.20

img_920x518$2020_11_04_03_06_00_1774888.jpg

A liderança do campeonato é um assunto que está a ser gerido de forma muito atenta em Alvalade. Publicamente nenhum responsável leonino irá mudar de estratégia e colocar o Sporting CP como um dos principais concorrentes ao título, mas a situação está a ser devidamente acompanhada e se em Janeiro Rúben Amorim mostrar que tem condições para concorrer com Benfica e FC Porto irá receber reforços que lhe permitam atacar a segunda metade da época com mais soluções.

As duas posições a reforçar estão há muito identificadas, o técnico gostava de ter à sua disposição mais um avançado e um central, um desejo que a SAD não conseguiu satisfazer no mercado de verão devido aos constrangimentos financeiros. A situação alterou-se nas últimas semanas com as saídas de Wendel e Vietto já com as inscrições fechadas e sem possibilidade de contratar novos jogadores. Certo é que estas vendas asseguraram alguma reserva de capital que poderá ser cirurgicamente investida em Janeiro caso os leões estejam no topo da tabela e em condições de assegurarem o apuramento directo para a Champions...ou até algo mais.

Perfis escolhidos

Rúben Amorim sabe exactamente o que quer, e passou essa informação a Hugo Viana que já começou a fazer os primeiros contactos de forma a elaborar uma lista de potenciais reforços que possa ser posteriormente discutida pela cúpula leonina.

A prioridade ofensiva é encontrar um clone de Paulinho que não seja naturalmente o avançado do SC Braga. Além de o jogador estar inflacionado, a SAD não pretende realizar negócios com o SC Braga nos tempos mais próximos e, desta forma, o objectivo passa por encontrar no estrangeiro um atacante com características semelhantes que possa encaixar rapidamente no esquema táctico.

Já em relação ao central o objectivo é contratar um defesa que consiga sair a jogar com a mesma facilidade com que Mathieu o fazia. Actualmente, o defesa leonino que melhor se enquadra neste perfil é Eduardo Quaresma que fruto das lesões sofridas até perdeu a titularidade para Neto.

A estratégia está definida e o rendimento da equipa será agora decisivo para o assalto ao mercado em Janeiro.

Esforço para segurar as pérolas

A estratégia dos dirigentes para reforçar a equipa também passa por fazer um esforço adicional e segurar as principais pérolas, uma situação que só não se verificará caso surja uma proposta irrecusável em Alvalade. Neste momento, Nuno Mendes é o jogador mais cobiçado na equipa, mas há outros elementos que estão em clara valorização, e o desejo da SAD passa por rentabilizar estes activos por valores mais elevados no final da temporada. Recorde-se que no ano passado o Sporting CP foi ‘obrigado’ a vender Bruno Fernandes em Janeiro para equilibrar as contas. Esta necessidade, actualmente, não se verifica.

Dispensados ficam à espera de saída

A reabertura do mercado também permitirá aos responsáveis leoninos procurarem novas soluções para elementos que não entram nas contas de Rúben Amorim, e estão a treinar com a equipa B. Neste lote encontram-se nomes como Rafael Camacho, Ristovski, Tiago Ilori e Bruno Gaspar, que auferem vencimentos muito elevados. Luiz Phellype também já está recuperado e, caso surja uma boa oportunidade, poderá sair.

Crónica de João Soares Ribeiro e Vítor Almeida Gonçalves em Record

Nota: Teremos de ver a produção ofensiva da equipa até Janeiro, mas salvo haver uma muito óbvia necessidade neste sentido, continuo a insistir que o único reforço para Janeiro deve ser um central com qualidades acima da média. Para o efeito, vai ser necessário um investimento substancial, possivelmente tanto como dez milhões de euros, a julgar pelos valores que vieram a público no mercado do Verão.

Por outro lado, o cenário ideal seria Eduardo Quaresma estar à altura do desafio, o que evitaria o referido investimento. Ele vem de uma lesão que sofreu na Selecção sub-20 e não estará com o ritmo de jogo ideal. Não sei se entretanto vão surgir oportunidades nos próximos jogos para lhe conceder alguns minutos. Não o vejo substituir Luís Neto - um argumento muito em voga - de um dia para o outro.

publicado às 14:00

Manuel Fernandes elogia Sporar

Rui Gomes, em 27.08.20

img_920x518$2018_06_17_23_54_39_1411441.jpg

Com a autoridade de um especialista em golos, Manuel Fernandes elogia o actual ponta-de-lança do Sporting:

"Eu sinceramente tenho uma excelente opinião sobre o Sporar, e sou muito rigoroso e exigente com os pontas-de-lança. Gosto de avançados que participem no jogo colectivo e ele fá-lo muito bem. É um jogador que sabe aquilo que faz quando a bola lhe chega aos pés e que tem sempre uma solução para dar quando um colega tabela com ele.

No entanto, vejo espaço na equipa para mais um avançado com outras características, até para jogar com o Sporar, que muitas vezes está um pouco isolado no ataque".

Na análise aos reforços e à reconstrução do plantel, o antigo capitão constata que "fazia falta" um central como Feddal para substituir Mathieu; aprova Porro, Antunes e Nuno Santos; e acredita que "Pedro Gonçalves vai impor-se nesta equipa do Sporting." Além de mais um avançado, ‘Manel’ entende que "o Sporting podia ter um número 6 que fosse mais forte a lutar pela posse de bola. Um 6 que corra mais atrás deles, que tenha uma boa reacção à perda de bola. Vamos ver  se consegue arranjar isso", projecta.

O Sporting CP não ganha o campeonato desde 2002 mas, com mais ou menos problemas, Manuel Fernandes considera que o objectivo tem de ser o título. "É isso que tem de se pedir. Temos de ser exigentes"

publicado às 12:39

Foto do dia

Rui Gomes, em 27.08.20

118345017_10157105007671923_3396932871145727300_n.

As novas caras do andebol leonino

publicado às 03:30

Sporting-futebol-4943.jpg

Com seis reforços para a próxima temporada praticamente assegurados, a SAD leonina pretende agora fazer uma espécie de pausa na lista de compras, que contempla ainda a chegada de um avançado e, se ainda for possível, um central a Alvalade. Porém, depois de apresentar Pedro Porro e Antunes e estar próximo de anunciar Antonio Adán, Feddal, Pedro Gonçalves e Nuno Santos , a estrutura do futebol verde e branco vai concentrar-se um pouco mais na libertação dos jogadores excedentários e na venda dos elementos mais cobiçados do plantel.

Nesta fase, o objectivo é encaixar algum dinheiro, que permita fazer face aos negócios que estão em fase de conclusão, mas também libertar receitas que permitam voltar ao mercado com uma disponibilidade financeira que não existe neste momento. Além disso, o tempo poderá possibilitar algumas oportunidades de negócio que nesta fase não estariam ao alcance dos cofres do clube. Com o aproximar do encerramento do mercado – o que esta época sucede apenas a 5 de Outubro – haverá certamente futebolistas ainda sem colocação e que poderão rumar a Alvalade em condições mais vantajosas.

Apesar de terem mudado um pouco a estratégia, tanto Frederico Varandas como Hugo Viana continuarão, naturalmente, atentos ao que o mercado da bola vai ditando e não enjeitarão a possibilidade de concretizar um bom negócio. Mas, para isso, necessitam de vender primeiro para comprar depois. A prioridade passa a ser colocar antes de voltar a comprar.

Começar a casa pelos alicerces

É conhecida a atenção que Rúben Amorim dedica ao processo defensivo das suas equipas. Talvez esse aspecto justifique o facto de o Sporting ter assegurado até este momento um guarda-redes e três defensores. Depois destes, avançou para o meio-campo ofensivo com a contratação de Pedro Gonçalves e agora sim, começa a retocar o ataque. No fundo, a casa começa a ser construída pelos alicerces.

Artigo de João Lopes, em Record

publicado às 03:34

Três reforços a caminho de Alvalade

Rui Gomes, em 27.06.19

image.jpg

Considerações de Frederico Varandas, esta noite, à Sporting TV:

"Nas próximas horas serão apresentados três jogadores para a próxima temporada da equipa principal do Sporting. Um deles já leva sete meses de negociações.

Parece que é uma das grandes novelas do Verão, temos acompanhado com atenção e até com alguma ironia. Esta estrutura preparou-se para o mercado. O que é isso? Vender Bruno Fernandes, Acuña, Battaglia?

Não. Fizemos vários planos, A, B e C. Sabemos muito bem que os jogadores como o Bruno Fernandes, que fez uma época fantástica, será alvo de cobiça. Mas isto não implica que saia e também não implica drama nenhum se sair.

Se o Bruno Fernandes ficar, o Sporting está preparado e temos um plano A. Se sair, temos um plano preparado para atacar o mercado, o plano B. Não gosto de surpresas na vida e preparámo-nos para os vários cenário".

É muito provável que os reforços a serem apresentados sejam Eduardo, Valentin Rosier e Rafael Camacho.

publicado às 20:06

Reforços para o hóquei leonino

Rui Gomes, em 22.04.19

 

download (1).jpg

 

João Souto, actualmente a jogar no Turquel, vai ser jogador do Sporting em 2019/20. O avançado, que se sagrou campeão nacional no Valongo, na época 2013/14, e que a meio da época em curso se transferiu para o Turquel por questões profissionais, vai ser reforço dos leões, a par de Telmo Pinto (FC Porto) e de Alessandro Verona (Lodi).

 

O jogador, de 26 anos, a finalizar o curso de Medicina e com compromissos profissionais em Santarém tinha saído esta época do Valongo, clube onde alcançou o resultado mais importante a sua carreira e para o qual tinha regressado após passagem pela Oliveirense, onde conquistou uma Taça Continental (2017/18).

 

Recorde-se que do Sporting vão sair Henrique Magalhães e Vítor Hugo, para a Oliveirense, e João Pinto, para os italianos do Lodi, onde, de resto, o capitão leonino já jogou.

 

publicado às 06:03

Reforços para a equipa de voleibol

Rui Gomes, em 16.01.19

 

jordan_richards_marko_bojic_1.jpg

 

Foram esta terça-feira apresentados novos reforços de inverno para a equipa de voleibol liderada por Hugo Silva: Marko Bojic e Jordan Richards.

 

Marko Bojic, oposto montenegrino, revelou que está bastante feliz por integrar o plantel do Sporting, referindo ainda que ouviu falar coisas muito boas acerca do Clube e pretende fazer de tudo para ser campeão pelo Sporting.

 

O australiano Jordan Richards, que alinhou pelo Videx Grottazzolina da segunda divisão italiana, afirmou também que um dos seus grandes amigos e antigo jogador leonino, Luke Smith, falou muito bem da equipa. O jogador, que veio para também reforçar a posição de oposto referiu ainda que as suas principais características são o remate e a capacidade de salto.

 

publicado às 03:15

 

coatessoares.jpg

 

Surgiu-me a ideia que no clássico do próximo sábado está muito mais em jogo do que os três pontos em disputa.

 

O Sporting está neste momento a oito pontos do FC Porto. Se vencer esta partida ficará a cinco e ainda em posição para disputar os lugares cimeiros.

 

No reverso da moeda, no entanto, uma derrota terá um impacte muito negativo, não só na tabela classificativa, mas também, porventura, na estratégia de contratações no mercado de Janeiro.

 

Perante este cenário, apresentamos o dilema ao leitor: o resultado do clássico de sábado vai ditar o eventual investimento em reforços ?

 

publicado às 03:48

Reforços a caminho...

Rui Gomes, em 13.08.18

 

img_920x518$2018_08_12_23_31_52_1435362.jpg

 

Sousa Cintra, presente em Moreira de Cónegos para apoiar a equipa na estreia na Liga NOS não foi muito expansivo mas disse o suficiente para se ficar com a ideia que o Sporting deverá receber reforços muito em breve:

 

"Não vou falar muito, mas vou dizer que o Sporting precisa de avançados. Pelo menos dois avançados. O Sporting vai apresentar reforços brevemente. Precisamos ali no meio-campo. Como já referi, gosto de contratar jogadores que venham resolver problemas. Comprar por comprar, não. Têm é de vir jogadores com potencial e categoria para jogar no Sporting. Estamos a trabalhar para que as coisas aconteçam. Estamos no caminho certo. As coisas têm acontecido de forma tranquila e bem organizada".

 

Dois avançados fazem sentido, especialmente se Doumbia e Montero não entram nos planos para esta época. No centro do terreno precisa-se de um (8) com capacidade acima da média. Misic ainda está a adaptar-se ao seu novo clube e poderá ser uma alternativa muito viável, mas ainda não convence totalmente neste momento. Creio que o italiano Sturaro é mais (8) do que (6), mas com a lesão muscular só vai estar disponível para fins de Setembro ou até Outubro.

 

 

Sousa Cintra não entrou em promenores, mas parece-se óbvio que o lado esquerdo da defesa preocupa. Jefferson é uma alternativa mas não a solução ideal. Ninguém esqueceu Fábio Coentrão e o seu regresso seria muito bem visto, mas a sua situação contratual com o Real Madrid é complexa.

 

publicado às 12:00

As "prendas" para Jorge Jesus

Rui Gomes, em 07.01.18

 

 

publicado às 03:02

 

frame_delfim1841df60_664x373.jpg

 

... Palavras de Delfim - antigo jogador do Sporting - ao ser instado a comentar o actual plantel leonino e também os rumores na praça sobre Jorge Jesus pretender contratar no mercado de Inverno, nomeadamente um médio que venha a colmatar a vaga deixada por Adrien Silva, vaga essa, que na óptica do treinador, ainda não foi preenchida como ele deseja:

 

"Jorge Jesus tem jogadores suficientes para fazer uma boa época. Contratar mais jogadores pode melindrar o balneário leonino, considerando que já há bons jogadores disponíveis para trabalhar e potencializar,de forma a obter um colectivo mais eficaz.

 

De igual modo, a vinda de novos jogadores pode ser visto que a aposta em alguns jovens da formação não é prioridade para o treinador.

 

Quanto a possíveis saídas do plantel, acho que é uma situação normal, a exemplo de Iuri Medeiros, que depois de uma boa época no Boavista não está jogar tanto quanto queria, situação que o leva a estar descontente e a ter legitimidade para desejar sair, tendo como objectivo jogar com mais regularidade".

 

É uma questão muito subjectiva, obviamente, mas considerando que se trata de Jorge Jesus, não deverá ser surpresa alguma o Sporting ir ao mercado novamente. Há quem argumenta que não há "banco" de qualidade suficiente, mas a realidade é que o plantel existente foi escolhido a dedo deste treinador e com um presidente a fazer-lhe praticamente todas as vontades.

 

Se o Sporting estiver bem posicionado em Janeiro, nas provas que disputa, talvez haja justificação para mais um ou dois reforços, mas que sejam de qualidade suficiente para fazer a diferença numa equipa que não precisa de mais "entulho".

 

publicado às 18:10

"Há sempre quem queira destabilizar"

Rui Gomes, em 08.10.17

 

RD62QM96.jpg

 

André Geraldes considera que o Sporting está a ser alvo de tentativa de desestabilização, a propósito de uma notícia desta semana que relatava o alegado interesse de Jorge Jesus em contar com cinco reforços para melhorar o plantel em Janeiro:

"O Sporting, através do seu director de comunicação, Nuno Saraiva, já fez chegar a informação de quais são os reforços com que queremos contar para Janeiro. São cinco, de facto. Não tenho muito mais a dizer sobre isso. Há sempre quem queira desestabilizar o grupo e a estrutura. Felizmente, para nós, somos unidos, coesos, portanto as nossas respostas estão dadas".

André Geraldes aludia a uma publicação de Nuno Saraiva no Facebook, na qual o director de comunicação do Sporting confirmava, ironicamente, a necessidade de recrutar cinco reforços em Janeiro. A saber:

 

- "Um Presidente do Conselho de Disciplina que não esteja em campanha permanente contra o cidadão Bruno de Carvalho";

 

- "Programas sobre futebol em que todos os comentadores sejam intelectualmente honestos";

 

- "Decisão com punição dos responsáveis nos casos dos vouchers e emails e fim da impunidade do apoio ilegal às claques ilegais";

 

- "Maior, mais eficaz e mais eficiente militância de alguns sportinguistas com acesso à comunicação social";

 

- "Muita paciência".

 

Palavras a lembrar em Janeiro, caso decidam fazer a vontade a Jorge Jesus, mais uma vez. Ele poderá não querer cinco reforços, exactamente, mas não haja dúvida alguma que irá exigir alguma coisa. Li, algures, que o treinador do Sporting procura sempre mais, por lhe estar nos genes o encanto e o desencanto fáceis com o rendimento dos jogadores. Não me parece uma consideração minimamente exagerada.

 

publicado às 03:23

A "bagagem" de Jorge Jesus

Rui Gomes, em 10.07.17

 

img_infografias$2017_07_10_08_44_04_1287779.jpg

 

Os reforços que Jorge Jesus leva na "mala" para o estágio na Suíça: André Pinto, Cristiano Piccini, Matheus Oliveira, Rodrigo Battaglia, Bruno Fernandes, Jérémy Mathieu, Fábio Coentrão e Seydou Doumbia.

 

Pelo o que é possível apurar, constam 29 jogadores actualmente às ordens do técnico - excluindo Adrien, William, Rui Patrício, Beto, Gelson e Bryan Ruiz, que estará ausente ainda mais tempo devido à Gold Cup. Daniel Podence, que gozou mais uns dias de férias, regressou a Lisboa este fim-de-semana e integrará a comitiva rumo à Suíça.

 

Se o objectivo é manter um plantel com 24/25 jogadores - segundo o que foi afirmado há uns tempos - Jorge Jesus terá de fazer uns cortes depois do estágio. Isto, sem contar com possíveis saídas e, ainda, mais alguma contratação, a exemplo do argentino Marcos Acuña, que aparenta ser o mais apto candidato.

Os jogadores que não entram nos planos de Jesus para 2017/18, casos de Douglas, Schelotto, Zeegelaar e Castaignos, voltam esta semana a Alcochete para manterem a forma física até encontrarem uma solução para o futuro. Nenhum destes foi chamado a integrar os trabalhos de pré-época na Academia e parece ser óbvio que a Sporting SAD procura clubes interessados no mercado. Recém-rumores noticiosos dão o Feyenoord a avançar por Zeegelaar.

 

Salvo alguma grande surpresa, não se espera mais nenhuma contratação no mercado de Verão, pelo menos em termos "estrondosos". A maioria dos jovens que agora integram o grupo não ficarão na equipa, possivelmente, no caso de dois ou três, injustamente, mas é este o "make-up" de Jorge Jesus e não vai mudar.

 

O Sporting faz fazer quatro jogos em oito dias de estágio na Suíça. A equipa leonina, que vai estar alojada em Nyon, vai participar no "Festival de Futebol dos Alpes", uma espécie de encontro entre 12 equipas, como o Mónaco, Basileia, Marselha, Fenerbahce, Valência, PSV ou Stoke City.  

 

publicado às 13:30

 

19731800_10154534981506555_5526817269652280837_n.j

 

Fábio Coentrão é o reforço número 32 da era Jesus como treinador do Sporting e o oitavo da actual temporada. Finalmente o internacional português foi oficializado como jogador leonino até Junho de 2018 na condição de emprestado pelo Real Madrid, que irá pagar praticamente quase 75% do vencimento do esquerdino e que ascende a quatro milhões de euros livres de impostos - o Sporting fica responsável por 1,3 milhões.

 

Existe um padrão interessante no consulado Jesus à frente dos destinos do Sporting. Na sua época de estreia, Jesus teve direito a 12 reforços, na sua segunda temporada mais 12 caras novas, e agora, numa altura em que o mercado está longe do seu final - termina a 31 de Agosto -, já tem oito novos futebolistas para a época que se avizinha.

 

Ao todo, o Sporting gastou 56,5 milhões de euros em 32 reforços contratados na era Jesus (desde a temporada 2015-16), ainda assim bem menos do que o Benfica no mesmo espaço temporal (72,46 milhões em 30 jogadores) e sensivelmente o mesmo que o FC Porto (53,8 em 24 atletas), com a nuance de que os portistas ainda não efectuaram qualquer operação no mercado neste defeso no que toca a entradas.

 

Ou seja, estes valores vão-se aproximar, como também o Sporting continuará no mercado, principalmente se os internacionais portugueses deixarem Alvalade. E é quase certo que vão sair dois elementos do quarteto formado por Rui Patrício, William, Adrien e Gelson. Sem falar em Alan Ruiz, que, supostamente, é pretendido pelo Rubin Kazan, da Rússia.

 

publicado às 11:34

Foto do Dia

Rui Gomes, em 03.07.17

 

img_FanaticaBig$2017_07_03_16_58_39_1285027.jpgimg_FanaticaBig$2017_07_03_16_58_38_1285026.jpg

 O primeiro treino de Jérémy Mathieu e Bruno Fernandes

 

publicado às 19:04

 

image.jpg

 

Enquanto que Fábio Coentrão já foi visto esta terça-feira em Alvalade de "leão ao peito" - espera-se apenas pelos resultados dos exames médicos, que no caso deste jogador não é questão menor - outro desejo de Jorge Jesus, o defesa central gaulês Jérémy Mathieu esteve em Lisboa na segunda-feira e está prestes a ser apresentado como reforço do Sporting.

 

O ainda jogador do Barcelona passou os últimos dias na capital e acertou todos os detalhes do contrato que o vai ligar ao Sporting, segundo consta, durante duas temporadas. O defesa francês, de 33 anos, terá feito cedências de ordem salarial para ingressar na equipa leonina e deverá voltar nos próximos dias a Portugal, de onde se ausentou, para ultimar assuntos pessoais.

 

Como já referimos num outro post desta terça-feira, outro aparente reforço também já garantido é Bruno Fernandes, que se encontra neste momento sob as ordens de Rui Jorge nos sub-21. A acreditar nas notícias, a transferência do Sampdoria terá sido assegurada a troco de 9 milhões de euros mais objectivos, com o médio a assinar contrato válido para os próximos cinco anos.

 

No que diz respeito a saídas, os usuais rumores relativamente a Adrien Silva e William Carvalho, mas nada de concreto. Sobre Rui Patrício está a ser noticiado o suposto interesse do AC Milan pela provável saída de Donnarumma para o Real Madrid. O emblema italiano já terá contactado o Sporting para se informar dos valores envolvidos para a sua contratação. Muito leva a crer que SAD não considerará proposta inferior a 20 milhões de euros. Em dias mais recentes, o outro clube que mostrou interesse no guarda-redes foi o Marselha.

 

Fica a ideia que alguns negócios não serão seriamente considerados antes do termo da Taça das Confederações.

 

publicado às 13:36

Quantos reforços quer Jorge Jesus ?

Rui Gomes, em 24.05.17

 

A867UWVW.jpg

 

Será a pergunta que mais inquieta os adeptos nesta altura e muito em especial após uma época de tão vincado insucesso.

 

Alguns rumores noticiosos dão o técnico do Sporting a exigir mudanças imediatas no plantel, com cinco reforços para todos os sectores da equipa: dois defesas esquerdos, um médio ofensivo, um extremo esquerdo e um avançado.

 

Desta forma, Jesus poderá não contar com Marvin Zeegelear e Jefferson para a próxima temporada e quer precaver as possíveis saídas de William Carvalho e Bryan Ruiz, para além de tentar encontrar um parceiro para Bas Dost na frente do ataque.

 

Este será um dossier importante para a SAD do Sporting, visto que o treinador pediu para tentar assegurar os reforços o mais cedo possível, para que possa começar logo a trabalhar com os novos jogadores, ao invés do que aconteceu na época passada, em que apenas Alan Ruiz e Petrovic participaram no estágio na Suíça.

 

Recorde-se que o Sporting já assegurou três reforços para a próxima temporada, com a contratação de Mattheus Oliveira (Estoril), André Pinto (SC Braga) e Cristiano Piccini (Bétis de Sevilha).

 

Não obstante os desejos de Jorge Jesus, é de esperar que Bruno de Carvalho pretenda realizar uns largos milhões através de vendas, proposição que muito provavelmente implicará transferir jogadores considerados nucleares, a exemplo dos dois médios, William e Adrien, e porventura até Gelson Martins, embora este seja um caso especial por razões óbvias. Isto, para além de reequilibrar financeiramente a SAD, mas também para proporcionar o precioso fôlego se de facto é a intenção ir ao mercado fazer mais compras, na sequência de um enorme investimento em 2016/17 com os resultados conhecidos.

 

Além de alguns excedentários, William será, de resto, o jogador do plantel que demonstra maior abertura para transaccionar, mas os responsáveis da SAD sabem que a negociação do internacional, por si só, será insuficiente para atingir o valores pretendidos. Portanto, a confirmarem-se as perspectivas mais realistas, o Sporting poderá perder mais do que uma jóia da sua coroa. O próprio técnico Jorge Jesus está preparado para a eventualidade de perder elementos nucleares e já o exprimiu publicamente.

 

publicado às 11:35

As não novidades do Sporting

Rui Gomes, em 12.04.17

 

Muito além dos ruídos comunicacionais diários, ou seja, um vasto leque de missivas de Facebook com o mesmo fim, por outras palavras, consta que a preparação da nova época está em curso, agora com Bruno de Carvalho a assumir a "pasta" do futebol (esta até dá para rir).

 

img_757x498$2017_01_23_23_15_06_592950.jpg

 

Neste contexto, a maior não novidade é que Jorge Jesus quer mais reforços para a próxima campanha e resta saber se o presidente, a exemplo do que fez nas últimas duas épocas, irá satisfazer todos os seus desejos. Há quem diga que existem diferenças de opinião entre os dois sobre a formação do plantel, mas amiguinhos como são, tudo será resolvido de mútuo agrado, com o treinador, inevitavelmente, a levar a sua avante.

 

Muito leva a crer que em causa está a identificação de posições a reforçar, assim como alguns dos nomes que já foram referenciados para cada uma das supostas lacunas que estão a ser enumeradas. Neste sentido, parece-nos óbvio que as duas laterais defensivas serão alvo de alterações, muito embora, neste momento, não hajam indicações concretas sobre os nomes a chegar a Alvalade.

 

Menos claro é o que se pretende tanto para o meio-campo como para a linha da frente, dado que o Sporting tem um bom número de jovens aptos para os dois sectores: João Palhinha, Matheus Pereira, Francisco Geraldes, Ryan Gauld, Daniel Podence, Iuri Medeiros, Leonardo Ruiz e o recém-chegado Gelson Dala. Isto, para não evocar Ricardo Esgaio e André Geraldes, cujo futuro também exige esclarecimento, dentro ou fora de Alvalade. A julgar pelas opções de Jorge Jesus do passado, é muito improvável que se venha a ver mais do que dois, máximo três, ficar em "casa".

 

Já outros rumores sobre mais um defesa-central, não fazem sentido algum, embora se reconheça que Paulo Oliveira não é um dos favoritos do treinador, por motivos que não são muito claros.

 

Esta enquadramento de ideias não toma em consideração algumas possíveis saídas, com os nomes de Rui Patrício e William Carvalho a serem os mais badalados neste momento, por coincidência, relativamente aos dois galácticos de Manchester. Dizem os ingleses que se se confirmar a saída de David de Gea (Real Madrid), o alvo preferencial de José Mourinho é Rui Patrício. Não acredito, mas vamos esperar para ver. Já o interesse de Pep Guardiola em William Carvalho não é tão surpreendente, até porque o seu irmão Pere é o empresário do médio do Sporting.

 

publicado às 14:02

 

ng7372547.jpg

 

Creio que a definição de qualquer adepto sobre "reforços" ou "reforçar" no contexto de uma equipa desportiva, neste caso de futebol, aproximar-se-á genericamente ao que explica o dicionário da língua de Camões: "tornar mais forte, resistente, robusto, intenso e numeroso ou dar força a...".

 

No entanto, segundo Jorge Jesus, esta é uma ideia completamente errada. Na realidade, diz o treinador do Sporting, "reforços" não existe.

 

Esta conversa surgiu na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Tondela, quando Jorge Jesus foi instado a comentar a adaptação imediata de alguns jogadores, a exemplo de Bas Dost, e o mesmo não acontecer com outros, alguns dos quais ainda nem sequer jogaram:

 

«São duas coisas: as ideias e adaptação. Aquilo com que nunca concordei e não concordo é com o termo reforços. Para mim não são reforços, são jogadores contratados para o plantel. Quer dizer que têm de jogar? Contrato os que podem acrescentar algo à equipa, para melhorar ou não qualidade no plantel. Reforços? Isso não existe.

 

Os jogadores que chegaram têm umas características diferentes. Ainda não conhecem muito bem o processo defensivo da equipa. Todos os sectores defendem. Estamos com algumas dificuldades na primeira linha, em ter a intensidade defensiva que tínhamos no ano passado. Este ano o tempo vai melhorar muito isso. Vamos para a oitava jornada. É uma questão de tempo. Vamos apanhar as mesmas ideias e as mesmas características que tínhamos no ano passado na pressão alta».

 

Enquanto esta última explicação de Jorge Jesus é compreensível, a primeira deixou-me a coçar a cabeça. Ou seja, não existem reforços, mas sim jogadores contratados para o plantel.

 

Estamos sempre a aprender !

 

publicado às 03:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo