Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

img_770x433$2018_07_21_11_01_09_1426200.jpg

 

Bas Dost está de volta ao Sporting e foi apresentado este sábado por Sousa Cinta, em Alvalade, depois de assinar um novo contrato por três anos que, segundo o presidente transitório da SAD, não contém novas exigências.

 

Eis algumas das considerações do avançado holandês:

 

"Estou muito feliz. Penso que houve um tempo em que não pensei voltar a sentar-me aqui porque aconteceram muitas coisas más. Mas pensei durante algum tempo, com a minha família, e concluí que este é o meu clube. Quando vim para cá, há dois anos, não sabia o que esperar, mas nestes dois anos aprendi o que é o Sporting, amo este clube. As pessoas que trabalham aqui, os fãs que vão a todos os jogos, seja em Portimão ou no norte... A única coisa de negativo foi o ataque, a mim e aos meus companheiros, foi uma situação muito má.

 

Mas não quero pensar demasiado sobre isso. Para mim só há um caminho, que é pensar no futuro. Falei com o presidente sobre o que ele queria fazer nos próximos tempos, deu-me confiança. Aí tive 100 por cento de certeza que queria ficar. Quero marcar muitos golos e mostrar aos adeptos do Sporting que o Bas Dost ainda cá está. Estou muito satisfeito e fico feliz que tenha terminado esse mau momento. Estou muito feliz.

 

Este clube é especial, antes do ataque lembro-me que falei com a minha namorada sobre a possibilidade ficar no Sporting por muito tempo, mas o ataque mudou as coisas. Só que permanência nunca saiu da minha cabeça. Por isso estou satisfeito por ficar no clube.

 

Não voltei à Academia até agora. Depois do ataque tive muito medo, não conseguia ver pessoas porque não sabia o que podiam fazer, não tenho conseguido estar com muita gente... Mas falei com pessoas que me ajudaram a superar essa situação e estou-lhes agradecido. Agora não tenho medo, sinto-me confiante o presidente disse-me que iam ser feita muitas coisas em relação à segurança e acredito que a partir de agora vai correr tudo muito bem.

 

Toda esta situação foi muito boa para os outros clubes. Tentaram tirar-me do Sporting, apresentaram-me boas propostas, isso é verdade e é a única coisa que posso dizer. Mas isso não me interessou e acabei por escolher o Sporting".

 

Sousa Cintra também teve algo para dizer na conferência de imprensa:

 

"É um dia muito importante para mim, estou muito feliz. O Sporting não pode esquecer os valores que fazem a diferença e Bas Dost faz a diferença como homem e jogador; é fantástico. É uma excelente pessoa. As negociações foram um pouco demoradas, mas ele não fez quaisquer exigências. Nenhumas. Está aqui de alma e coração para ajudar o Sporting. Estou muito feliz por estar aqui e ele está de certeza feliz também. É o regresso à família sportinguista. Ao fim e ao cabo nunca saiu, ausentou-se um tempo. Estou certo que vai ser muto feliz e terá todas as condições para ser feliz. Pode contar comigo, tem um amigo para a vida.

 

O contrato é igual ao outro que tínhamos e só posso estar satisfeito. As coisas correram dentro da normalidade, embora tenhamos demorado muito tempo, mas o caminho faz-se caminhando".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15

Bruno Fernandes é "reforço"

Rui Gomes, em 10.07.18

 

bruno-fernandes.jpg

 

A Sporting SAD já comunicou à CMVM o novo contrato de Bruno Fernandes, com cinco anos de duração e uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros. Confirmado por Sousa Cintra que o próprio jogador rejeitou aumento salarial. 

 

Eis o que Bruno Fernandes teve para dizer na conferência de imprensa:

 

"Acho que os empresários são difíceis, mas defendem os interesses dos jogadores e estavam a defender os meus. Sempre disse que não queria melhoria de contrato. Se o Sporting chegasse ao pé de mim e dissesse que queria aumentar o ordenado, os anos de contrato... Mas não fiz qualquer tipo de chantagem, sou apaixonado pelo que faço.

 

Se fosse apenas pelo factor financeiro hoje não estaria aqui. Tive propostas, o Sporting achou que o valor que foi oferecido não era suficiente e eu respeitei isso. Achei que o Sporting devia ter um retorno financeiro, não queria ser vendido ao desbarato. Se sair será pela porta grande. Tive muitas propostas de clubes que pagavam próximo  da cláusula de 100 milhões se fosse necessário. Os projectos financeiros que recebi eram muito melhores do que o que recebo aqui. Tinha motivos para a rescisão que eram mais fortes do que agora.

 

O contrato foi melhorado pelo meu empresário, mas rejeitado por mim. Obviamente que o meu empresário fez o trabalho dele, mas disse-lhe que voltava com as mesmas condições, senão preferia sair. Voltei ao Sporting porque sei que o projecto é bom, quero lutar por títulos, é disso que eu vivo. Não houve qualquer melhoria de contrato, nem teria de haver da minha parte. Só se o Sporting assim o achasse. Se o futuro presidente disser que me quer melhorar o contrato, aí sim; agora não. Não fiz qualquer tipo de chantagem para voltar ao Sporting.

 

Voltei porque o projecto desportivo é o mesmo, lutar por títulos. Não vivo de projectos individuais ou jogo por dinheiro. Sou feliz dentro do campo. Voltei porque senti-me feliz aqui, senti-me acarinhado, senti-me em casa, como em nenhum outro lado, a não ser no Boavista. Independentemente dos acontecimentos, que foram graves e tiveram marcas, acredito que se pode marcar uma nova página no Sporting. O Sporting vai continuar a ser o grande clube que é. Tentei, no ano passado, dar o melhor de mim, apesar de certas pessoas acharem que não. Respeito a opinião. Posso dizer que vou dar o máximo pelo Sporting e estou feliz por estar aqui.

 

image (3).jpg

 

Sobre a alegada proposta do Benfica, deixo tudo para o meu empresário. Não vou referir nomes que falaram comigo por respeito aos clubes, mas quero deixar assente que o meu regresso não foi por não ter propostas.

 

Desde muito cedo os meus pais ensinaram-me a ouvir as críticas e a interiorizar as que podem ser construtivas. Esse tipo de críticas é normal, as pessoas às vezes acreditam em tudo o que lêem e em tudo o que vêem. Mas fico triste ao ver notícias de pessoas a dizerem que sou mercenário, que só estou a voltar pelo dinheiro, porque ninguém me queria ou porque joguei pouco no Mundial... Tenho de saber lidar com isso, a vida de um futebolista passa muito por isto... Não me pronunciei até ao dia de hoje porque estava em negociações com o Sporting. Sabia que no momento certo iria ter tempo para falar sobre isso. As questões financeiras não são o mais importante para mim.

Mais do que ao nível individual espero que esta época seja melhor ao nível colectivo. No ano passado lutámos muito até ao fim, não conseguimos, conquistámos 'apenas' a Taça da Liga. Já tive a oportunidade de falar com ele [Peseiro], acho que pode ajudar. Estamos um período de adaptação, ele acabou de chegar, chegaram jogadores novos, alguns que estavam emprestados regressaram e espero que todos os que ficarem mostrem a qualidade que demonstraram noutros clubes. O Nani é um jogador internacional, com experiência, que já passou por muitos clubes.

Falamos praticamente todos os dias (jogadores que rescindiram) sobre esta situação. Independentemente da escolha que tomei, não quer dizer que tenham de tomar a mesma. Achei que para mim seria melhor voltar, queria dar retorno ao Sporting. Tenho vindo a falar com eles, não sei se algum deles vai voltar atrás. Alguns têm muitos anos de ligação ao clube e é isso que está a dificultar a saída, têm um grande carinho e uma ligação muito forte ao Sporting."

 

É de esperar que a recuperação de Bruno Fernandes seja uma enorme decepção para as insólitas forças brunistas, em que a própria figurante Elsa Judas tem andado a fazer campanha contra o regresso do jogador. Triste mas pura verdade. Este tipo de gente tem de ser afastada do Sporting quanto antes possível. No que diz respeito à falange de apóstolos que não sentem vergonha quando se olham ao espelho, não há nada a fazer. Talvez desprezo total, seja a solução mais prática.

 

Apesar do "drama", bem vindo de regresso Bruno Fernandes e parabéns por teres sido eleito o melhor jogador da Liga NOS na época 2017/18.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:29

Fredy Montero regressa ao Sporting

Rui Gomes, em 17.01.18

 

XX0Q7ZOH.jpg

 

Fredy Montero já se encontra em Lisboa e espera-se o anúncio oficial do seu regresso ao Sporting. Terá assinado um contrato por época e meia mais uma de opção. O seu vínculo com o Tianjin Teda terminava em Dezembro 2018 e o portal Transfermarkt avalia o seu passe em 4 milhões de euros, menos um milhão do que foi vendido pelo Sporting.

 

Nem sei bem o que dizer sobre esta surpreendente novidade. Terei de "digerir" a ideia antes de adiantar quaisquer comentários. Se a ideia é de ter um segundo avançado em apoio a Bas Dost, talvez resulte, se os dois jogadores se entenderem dentro das quatro linhas. Veremos...

 

Recorde-se que Fredy Montero chegou ao Sporting em Julho de 2013, proveniente do Seattle Sounders da MLS. Permaneceu em Alvalade até Fevereiro de 2016, altura em que foi transferido para o Tianjin Teda, da Superliga Chinesa. Em Fevereiro de 2017 foi emprestado ao Vancouver Whitecaps da MLS, onde jogou a época, marcando 15 golos em 39 jogos.

 

Nota: O jogador mais bem pago do Vancouver, com um salário base de 1,4 milhões de dólares (E.U.A.) e 400 mil em prémios, para um total de 1,8 milhões. Realizou o seu último jogo no dia 3 de Novembro de 2017, frente à sua antiga equipa, o Seattle Sounders.

 

O Sporting já emitiu um comunicado a oficializar a contratação. Não revelou detalhes, salvo o contrato por época e meia mais duas de opção.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:49

Fredy Montero para regressar ?

Rui Gomes, em 02.12.16

 

4138_c763bea8624eddcaa128a6f951791543 (3).jpg

 

Desconhecemos o fundamento desta notícia vinda do Norte, mas de acordo com o jornal, o hipotético regresso de Fredy Montero a Alvalade está associado às supostas negociações em curso para a transferência de Elias para o Tianjin Teda, clube onde se encontra o avançado colombiano.

 

Recorde-se que Montero foi vendido ao emblema chinês em Janeiro de 2016, a troco de 5 milhões de euros, com o Sporting a manter 20 por cento dos direitos económicos do jogador.

 

Confesso que neste momento não consigo avaliar o possível impacte de Fredy Montero nesta equipa do Sporting. A concretizar-se, fica a ideia que será para complementar Bas Dost, uma vez que Jorge Jesus ainda não encontrou uma solução nesse sentido.

                                                                    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:04

Nani: a verdade e suas versões

Rui Gomes, em 20.11.14

 

Nani-Sporting-goal-517028.jpg

 

Nani regressou a Lisboa esta quinta-feira e participou no treino da tarde em Alcochete, mas a sua declaração após o jogo da Selecção continua a sobrevoar o Sporting. O cenário vai além do provérbio chinês, que indica que a verdade tem sempre três versões. Neste caso concreto, no que diz respeito ao próprio Sporting e à comunicação social desportiva, parece que a "verdade" varia mediante os interesses.

 

A Bola

 

«Manchester United disse a Nani que o quer já de volta. O clube inglês aproveitou o jogo da selecção para falar com o extremo. O Sporting vai ser pressionado para permitir saída.»

 

O Jogo

 

«Nani sossegou os colegas. Após inflectir o discurso e a "bomba" que lançou em Manchester, o extremo desfez todas as dúvidas junto do plantel. Explicou que admitiu o regresso a Manchester para ser leal com quem lhe paga.»

 

Record

 

«A relação entre Nani e Bruno de Carvalho já viveu melhores dias, por muito que a estrutura leonina se esforce em desmentir qualquer notícia que dê conta desta relação tensa. Fonte do Sporting garante que não há cláusulas capazes de fazer Nani regressar já a Old Trafford, mas a vontade do jogador pode ser determinante. Segundo Record apurou, Nani está disposto a continuar em Alvalade, mas faz questão de vincar a sua insatisfação perante o modo como Bruno de Carvalho geriu o processo pós-Guimarães. Aconteça o que acontecer em Janeiro, há factos indesmentíveis e comprovados pela estatística. Nani é mesmo o mais influente de todos os jogadores de Marco Silva. Em campo, é o líder da equipa; no balneário, um capitão sem braçadeira, tal é o respeito que merece junto dos colegas.»

 

Ainda sobre o caso, escreve Carlos Barbosa da Cruz na sua crónica semanal no Record:

 

«Às vezes, o dirigismo neste Sporting lembra-me a Venezuela do tempo de Hugo Chávez».

 

Acho que o advogado anda a ler o Camarote Leonino... 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:30

Atenção Sportinguistas !!!

Rui Gomes, em 20.08.14

 

Em relação ao retorno de Nani, é importante os Sportinguistas não terem memória à conveniência e lembrarem bem o que aconteceu em Alvalade, repetidamente, em um passado não muito distante. Passado esse que terá motivado Aurélio Pereira a declarar o seguinte:

 

«O Nani só precisa de um voto de confiança e do carinho da massa associativa para render ao nível do que é capaz. Não tenho dúvidas de que está na posse de todas as suas faculdades. Aqui ele está em casa, no seu país, vai ter o apoio e o carinho da massa associativa e dos seus companheiros, para quem é uma referência e um factor de motivação, pela sua humildade e pela classe que tem. Lembro que Nani podia ter ido jogar para outros campeonatos e preferiu voltar ao clube onde se formou.»

 

Palavras para lembrar e... respeitar !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:50

O que dizem eles

Rui Gomes, em 17.07.13
 

 

«É benéfico ficarem pelo menos dois ou três anos na equipa principal antes de se transferirem para o estrangeiro. Acredito que um dia voltarei a jogar no Sportingm porque é o meu clube e adorei representá-lo.»

-    Nani    -

Observação: O jogador formado de leão ao peito que se transferiu para o Manchester United na maior transferência da história do Clube - 25,5 milhões de euros - deixa um bom conselho aos jovens da Academia, muito embora, nos dia de hoje, o deslumbre pela vasta quantia de euros a curto prazo seja o suficiente para muitos se precipitarem na perseguição dos seus sonhos. Sentimentalmente poderá ser de difícil aceitação para os adeptos sportinguistas mas, pragmaticamente, tendo em conta o precário estado financeiro do Clube e a sua notória incapacidade para oferecer vencimentos substanciais aos seus atletas da Academia pela promoção à equipa principal, é inevitável que continuem a surgir saídas prematuras pelos milhões que são disponibilizados do exterior. É uma ingrata mas inevitável realidade que deverá forçar o Sporting a repensar a sua aposta na formação, pelo menos na sua disposição actual.

O desejo de Nani de um dia regressar ao Sporting - provavelmente no final de carreira - é louvável, mas temos de ter consciência de que poderá não ser realizável, a exemplo do que acontecerá também com Cristiano Ronaldo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:56

Enorme e agradável surpresa !

Rui Gomes, em 30.01.13
 

Embora lamente o insucesso relativamente a Paulo Henrique, estou radiante pela oportunidade de tornar a ver Marius Niculae de verde-e-branco. Um dos meus desde sempre favoritos jogadores, cuja potencial brilhante carreira foi abortada pelo arruaceiro Ico, naquela tarde há tantos anos no Estádio do Bonfim. Já não é o jovem de 21 anos que chegou a Alvalade em 2001 pela mão de Laszlo Boloni, mas pela sua corrente forma no Vaslui - 22 jogos como titular e 12 golos - poderá ainda contribuir para a causa. Seja bem vindo e que hajam ainda algumas alegrias a sair dos seus pés !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Será possível ???

Rui Gomes, em 04.01.13

Devo admitir que fiquei boquiaberto quando li o artigo do «quasi-oficioso» pasquim do clube da Luz. Segundo um seu correspondente no Brasil, o «Levezinho» já foi contactado pelo Sporting sobre a possibilidade de regressar a Alvalade e que está receptivo à ideia, muito embora esteja sob contrato com o Flamengo até ao final do ano. As memórias do que ele foi no Sporting estimulam a imaginação, sem dúvida, mas aos 35 anos de idade será que ele poderá ser pouco mais do que a sombra do que foi, com 116 golos em 214 jogos? Depois do seu regresso ao Brasil alinhou pelo Corinthians e ainda conquistou o Braileirão e a Taça dos Libertadores da América, contribuindo com 13 golos em 34 jogos.

Diz ainda o jornalista que este cenário foi equacionado pelo Sporting no verão, mas que nunca se concretizou, por motivos não explicados. Até admito que com a sua experiência e «ratice», poderia ser muito útil ao desenvolvimento de Ricky van Wolfswinkel, desde que o senhor Vercauteren comece a jogar com dois avançados, algo que eu tenho vindo a referir já há algum tempo. Bem, pouco mais se pode comentar neste momento - ainda pasmado pela surpresa - salvo esperar pelo desfecho deste episódio que não deixa de ser fascinante.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo