Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



mw-1280.jpg

A informação disponível ainda não permite verdadeiramente compreender as razões da "revolução" em curso na equipa feminina de futebol, mas é por de mais evidente que algo muito significativo está a decorrer.

Este processo teve o seu início anteontem com a demissão da treinadora Susana Cova. Ontem, nada menos do que nove jogadoras foram apontadas à porta de saída.

Amanda Pérez, Ana Capeta, Carlyn Baldwin, Carolina Mendes, Inês Pereira, Mónica Mendes, Nevena Damjanovic, Patrícia Morais e Raquel Fernandes terminaram a ligação com o Clube.

Alguns nomes muito surpreendentes: Nevena Damjanovic, capitã e uma das melhores jogadoras da equipa, Ana Capeta e até Raquel Fernandes, melhor marcadora do Sporting e segunda melhor da Liga BPI, com 18 golos.

Reconhecemos que o Sporting tem vindo a apostar mais na formação e que a perda do título no último jogo da época abanou a estrutura leonina, mas nada fazia prever medidas tão radicais.

É de admitir que com o passar de mais algum tempo a situação seja esclarecida.

publicado às 08:02

FIFA: revolução no futebol mundial

Rui Gomes, em 03.02.19

 

naom_57f60c70eee77.jpg

 

A próxima reunião do Comité Executivo da FIFA. agendado para os dias 14 e 15 de Março, em Miami, promete provocar uma autêntica revolução no futebol mundial, cujos detalhes são, este sábado, revelados pelo jornal espanhol Marca.

 

Antes de ir a votação, em Junho, o presidente do organismo que superintende o futebol mundial, Gianni Infantino, pretende aprovar uma série de alterações nas competições, quer de clubes, quer de selecções.

 

Uma das primeiras estará relacionada com o Mundial de Clubes, cujo formato tem os dias contados. Ao invés de ser realizado todos anualmente, com os campeões de cada um dos continentes, poderá adoptar um mecanismo bem diferente.

 

O objectivo da FIFA, refere a publicação, passe por que este seja disputado de quatro em quatro anos, e contemple a participação de 24 ou 32 equipas. Um torneio que custaria cerca de 18 mil milhões de euros, que seriam pagos por um consórcio japonês.

 

O regresso da Taça Intercontinental, que colocaria, frente a frente, os vencedores da Liga Europa e da Taça Sul-Americana, é outro dos projectos em cima da mesa, e colhe o apoio, quer da UEFA, quer da CONMEBOL.

 

Esta revolução pode, inclusive, até chegar ao Campeonato do Mundo. Agradado com o desempenho da Liga das Nações, Gianni Infantino acredita que um formato semelhante poderia ser transportado para a maior prova planetária de selecções.

 

Muito além de passar a contar com 48 selecções em competição, o Mundial contaria com classificações continentais, de onde se apurariam um total de oito equipas, que, a cada dois anos, disputariam uma fase final. Caso seja aprovada, irá ocupar o espaço da Taça das Confederações, que deverá ser abolida.

 

publicado às 03:30

Revolução na equipa B ?

Rui Gomes, em 04.05.16

 

ng6669001.jpg

 

Um artigo esta quarta-.feira no jornal O Jogo, intitulado Vem aí uma revolução na equipa B do Sporting, da autoria de Mário Duarte, em que o jornalista/cronista avança «plano para a equipa secundária é uma mudança profunda de paradigma já na próxima época: será essencialmente constituída por sub-21. Leões mais rodados a ceder a clubes da I Liga».

 

Desconhecemos a fonte de informação do autor, mas o seu texto elabora muito pouco sobre a especificidade do suposto plano e consequente mudança de paradigma, dado que o empréstimo de jogadores mais rodados a clubes da I Liga e a outros no estrangeiro não é novidade alguma.

 

Talvez que esta sua asserção, sendo verdade, ofereça causa para ponderar a questão com mais alguma profundidade e, até, preocupação:

 

«É do entendimento dos dirigentes leoninos que os encargos inerentes à segunda equipa profissional são demasiado elevados para os dividendos retirados e, pouco podendo fazer em relação aos custos com as deslocações a que estão obrigados para competir na II Liga, sem retirar contrapartidas asseguradas de forma transversal no escalão, como os direitos televisivos, pretendem cortar radicalmente na massa salarial associada ao plantel que evoluiu na prova secundária».

 

Independente da exactidão da reflexão do jornalista, não será exagero algum adiantar que há muito que não se reconhece um enquadramento estrutural e respectiva estratégia no que à equipa secundária diz respeito, muito em especial nos primeiros dois anos de mandato de Bruno de Carvalho, em que ficou clara a ideia que servia primeiro e sobretudo como o local de despejo das inúmeras contratações que não resultaram.

 

publicado às 16:28

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo