Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (02)

Julius Coelho, em 08.08.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP,  pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

amorim-staff.jpg

RÚBEN AMORIM - 36 anos, treinador principal da equipa sénior do Sporting Clube de Portugal desde Março de 2020, com contrato até 2024. Internacional e campeão nacional por 3 vezes como jogador. Notas do Camarote 4.5.

Numa manhã de primavera do ano 2020, o país despertou com uma notícia bombástica e ao mesmo tempo deveras sensacionalista: o Sporting CP contratava o treinador do SC Braga, Rúben Amorim, a troco de 10 milhões de euros. Nunca um clube português tinha ousado pagar tanto por um técnico. Perante a estupefacção geral, as críticas não tardaram a estoirar e de enxurrada invadiram toda a CS e as conversas dos adeptos do Norte a Sul do país, considerando uma autêntica loucura a decisão de Frederico Varandas, inclusive causando divisão no próprio universo leonino. A época 2019/20 estava a ser um desastre e o desânimo dos adeptos sportinguistas era transversal e foram apanhados de surpresa com tal iniciativa da Direcção do Sporting.

Mas mais incrédulos ficaram, quando se aperceberam quem eram os jogadores que iriam fazer parte do plantel para a época seguinte, com a vinda de um único nome sonante com tarimba de campeonatos: João Mário. Viram chegar à equipa três jovens; Pedro Gonçalves e Nuno Santos vindos de equipas modestas do meio da tabela e Pedro Porro um espanhol desconhecido vindo dos quadros do Manchester City e ainda alguns veteranos trintões já em sentido descendente nas suas carreiras, os casos de Antunes, Luís Neto, o guarda-redes madrileno António Adán, eterno suplente de Oblak no Atlético de Madrid, e o marroquino Feddal do Bétis de Sevilha.

Impávidos, assistiram ainda à venda de dois elementos sonantes da equipa titular, Wendel e Vietto e à promoção de vários jovens da Academia SCP, alguns deles ainda com idade de juniores: Daniel Bragança, Eduardo Quaresma, Tiago Tomás e Nuno Mendes e por último o igualmente desconhecido Matheus Nunes que andava pelos sub 23.

Um bom treinador, o melhor treinador, será sempre aquele que com pouco consegue fazer muito, mas neste caso, o que Rúben Amorim tinha em mãos, era claramente uma tarefa que parecia impossível para uma ideia de sucesso, que seria na melhor das possibilidades conseguir chegar ao 3.º lugar do campeonato, o que daria acesso ao play off para a fase de grupos da Liga dos campeões.

O lema, "só somos candidatos a ganhar o jogo seguinte" foi depois mais tarde reforçado com o "onde vai um vão todos" e com essas duas bandeiras, estampadas com o brilho das estrelinhas e com base numa estratégia simples, directa mas muito eficaz, foram deixando os adversários para trás, derrotando-os um a um, surpreendendo tudo e todos.

De algum modo, diga-se, em abono da verdade, contra tudo e contra todos, principalmente para aqueles que garantiam que era fácil desmantelar a equipa do Sporting, algo que, ao fim e ao cabo, nunca conseguiram, e muito menos a partir da 6.ª jornada, quando os leões chegaram à liderança do campeonato e nunca mais a largaram até ao final, chegando a ter 10 pontos de vantagem sobre os rivais com 9 jogos por disputar, para o desespero e muita incredulidade deles.

A festa do título parou o País e chegou a todos os cantos do Mundo por onde se alarga o vasto universo sportinguista. Foram vários dias a festejar uma das vitórias mais justas da história do futebol português, e um dos nomes que lhe ficará historicamente ligado, será o de Rúben Filipe Marques Amorim, aquele que ousou sempre acreditar, veemente, que era possível ganhar... o jogo seguinte.

publicado às 03:49

Novas promessas sob observação

Rui Gomes, em 13.11.20

sporting_amorim3115c9cbdefaultlarge_1024.jpg

Rúben Amorim, no treino desta sexta-feira, voltou a aproveitar a pausa internacional para observar algumas das principais promessas da formação leonina.

O técnico chamou um total de nove jogadores dos diferentes escalões de formação: Vasco Gaspar, Nicolai Skoglund, Flávio Nazinho, João Daniel, Pedro Marques, Mees de Wit, Hevertton Santos, Tiago Ferreira e Paulo Agostinho.

No boletim clínico da equipa principal continuam a figurar Bruno Tabata, que fez treino condicionado, e Sebastián Coates, que fez apenas tratamento.

publicado às 19:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo