Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



image.jpg

O plantel leonino volta hoje ao trabalho na Academia e, apesar da grande novidade ser o regresso de Rúben Amorim e os restantes membros da equipa técnica, foram realizadas uma série de adaptações em Alcochete.

Em primeiro lugar é preciso assinalar que na base deste regresso aos trabalhos estão os exames de despistagem à Covid-19 que foram realizados na passada quinta-feira. Como não se registaram quaisquer casos positivos, os leões têm assim luz verde para começarem a trabalhar com um determinado número de limitações.

A primeira novidade regista-se logo à entrada da Academia onde foi criado um posto de paragem obrigatória para a medição da temperatura. Só será autorizado a passar quem não apresentar sinais de febre. 

Os jogadores também já não terão de vir equipados de casa, como aconteceu inicialmente, apesar dos balneários continuarem encerrados. Cada atleta terá agora a possibilidade de utilizar o respectivo quarto para mudar de roupa e tomar banho. Em relação ao trabalho de campo será realizado em quatro relvados que permitem o treino por sectores e, desta forma, serão cumpridas as regras de distanciamento. O ginásio também foi reorganizado de forma a permitir a entrada de pequenos grupos.

Convém também assinalar que após a respectiva utilização, todos os equipamentos serão desinfectados. Neste ponto, importa sublinhar que todas as sessões de trabalho decorrerão sempre de manhã e os jogadores foram instruídos para seguirem directamente para casa após os treinos.

No refeitório também se registam alterações de forma a impossibilitar a aglomeração de pessoas. O espaço foi metodicamente reorganizado de forma a assegurar que os jogadores manterão a distância social ao pequeno-almoço e todo o pessoal de apoio desta área terá obrigatoriamente de usar máscara de protecção. Em relação à alimentação, os jogadores e respectivo staff terão agora a possibilidade de levarem para casa refeições devidamente preparadas que foram escolhidas pelo departamento de nutrição.

Resta acrescentar que nos próximos dias só entrarão na Academia as pessoas estritamente necessárias para a realização dos treinos. Todo o pessoal de apoio que utilize os gabinetes terá sempre de usar as máscaras de protecção.

publicado às 07:04

 

sporting_benfica.jpg

 

A Polícia de Segurança Pública afirmou esta sexta-feira que não irá reforçar o contingente de segurança para o dérbi de sábado entre Sporting e Benfica, apesar dos ataques ocorridos em Paris na última sexta-feira. "Não há qualquer alteração em relação ao plano habitual, a polícia terá capacidade para reagir a uma situação anómala", afirmou o subintendente Pedro Pinho, responsável pela coordenação das forças de segurança, numa conferência de imprensa na sede do Comando Metropolitano de Lisboa.

 

"Não há qualquer alteração do nível segurança território nacional, pelo que não houve acréscimo do nível de risco do jogo. No entanto, estaremos mais atentos, com meios disponíveis não só para o evento, mas também para essa situação, o que será visivel. As pessoas aperceber-se-ão", reafirmou também o comissário Rui Costa.

 

 

real-madrid-barcelona.jpg

 

O 'clássico' de sábado da liga espanhola de futebol Real Madrid-FC Barcelona contará com mais de 2500 homens a garantir a segurança, entre eles 1200 polícias, seis vezes mais do que o habitual nestes jogos.

 

A informação foi avançada pela delegada do Governo em Madrid (o equivalente ao Governo Civil em Portugal), Concepción Dancausa, no seguimento de uma reunião de coordenação de segurança para o jogo, na qual participaram responsáveis da Câmara Municipal de Madrid, do Real Madrid e do Metro de Madrid, bem como da Cruz Vermelha Espanhola e da polícia (Brigada Provincial de Segurança Cidadã e da Brigada Provincial de Informação).

 

Além dos 1200 agentes da polícia nacional espanhola, estarão presentes em missão de segurança ao jogo 122 polícias locais (mais 42 do que o habitual), 1195 elementos de segurança privada do Real Madrid, 80 elementos das Emergências de Madrid e 60 da Cruz Vermelha.

 

publicado às 12:59

 

ng4261714.jpg

 

Além do futebol jogado, ou por jogar, diga-se, a principal preocupação relacionada com o embate de domingo entre o Sporting e o Benfica recai sobre a segurança em torno do evento, dentro e fora do Estádio da Luz. Medidas extras de precaução estão a ser planeadas pelas forças policiais, nomeadamente a PSP, levando em linha de conta o ambiente entre os dois clubes rivais.

 

Pedro Pinha, superintendente da PSP e responsável pela segurança no "derby", teve isto para dizer, através de um comunicado, sobre o que espera os seus comandos, caso seja necessário:

 

"Vamos reforçar ligeiramente o policiamento. A Polícia faz sempre o seu trabalho com base numa análise de risco. Não estamos alheios ao que se tem passado e isso tem, evidentemente, pesado nas decisões que temos tomado. As acções vão ser mais direccionadas, face ao que temos feito, mas não significa que seja mais musculada. O uso se força depende das circunstâncias e das opções que têm que ser tomadas num momento especifico. É recomendável que os adeptos se desloquem cedo para o Estádio da Luz, que abrirá as portas às 15h00. Vão ser usadas algumas tácticas diferentes de outros jogos, para garantir a segurança dos cidadãos." 

 

Creio que a recém-punição da UEFA ao Benfica, embora aplicável a jogos europeus, terá o seu impacte no comportamento geral dos adeptos, nomeadamente no dos elementos das claques. E, isto, no que diz respeito aos dois clubes, porque como bem sabemos, também existem uns quantos desordeiros leoninos.

 

Esperamos que o bom senso prevaleça e que o espectáculo se resuma à actividade dentro das quatro linhas.

 

publicado às 04:15

Pelos vistos, somos inconvenientes !

Rui Gomes, em 06.01.15

 

camarote.jpg

 

Fomos alertados por leitores e amigos que está em curso - há cerca de uma semana - uma tentativa de impedir o acesso ao Camarote Leonino por parte de quem tem instalado nos seus computadores o acima referido sistema de segurança, alegando "Other Adult Material".

 

Já mandatámos quem de direito para investigar esta situação e é nossa intenção agir de acordo com o que vier a ser apurado. Nomeadamente, interessa-nos saber quem iniciou este processo e com que intenção.

 

Se o objectivo é silenciar a liberdade de expressão exercida aqui no Camarote Leonino, os provocadores desta ignóbil acção irão ter uma enorme decepção, acrescida pelas possíveis consequências que nos for possível accionar.

 

Adenda: Fomos informados há instantes (18h15) pela empresa de segurança, que o "erro" já foi rectificado. A causa ainda está por ser esclarecida, mas isso é outra história.

 

 

publicado às 16:54

Uma simples pergunta...

Rui Gomes, em 10.02.14
 

O clube do outro lado da Segunda Circular emitiu um comunicado esta tarde a confirmar que o jogo vai-se realizar esta terça-feira, conforme ficou estabelecido na véspera entre os clubes:
 
«No seguimento do que ficou ontem acordado na reunião mantida entre o presidente da Liga, respectivos delegados, equipa de arbitragem e os presidentes de ambos os clubes, e que consta do respectivo relatório de jogo, o SL Benfica informa que tendo recebido, ao princípio da tarde, o parecer favorável da Martifer que garante de forma expressa e incondicional as condições de segurança, confirma que o jogo se realizará na data ontem acordada, terça-feira, dia 11, às 20h15.»
 
Uma simples pergunta minha, quiçá, porventura até ingénua, que, aliás, já foi levantada por um nosso leitor: Face ao ocorrido e as importantes considerações sobre a protecção da integridade física dos participantes e do público, em geral, será que não compete a uma entidade oficial em Lisboa  levar a cabo uma vistoria do recinto desportivo do clube da Luz, e que não é no mínimo estranho que o jogo vai ser realizado sob a garantia de uma empresa privada - a Martifer - que, salvo erro, não só participou na construção do recinto como também é actualmente responsável pela sua manutenção, no que à cobertura concerne ?

 

Adenda: Acabei agora de ler um comunicado de Jaime Marta Soares - presidente da MAG do Sporting - em que uma parte das suas declarações tende reforçar o que questiono no texto acima: "(...) nem uma aceitação de que o jogo deve ser realizado, se não forem cumpridas todas as vistorias, incluindo entidades independentes, que dêem a garantia absoluta das condições de segurança." Precisamente o meu ponto, e não considero que a Martifer seja "uma entidade independente".

 

publicado às 17:05

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo