Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reflexão do dia

Rui Gomes, em 30.08.19

download.jpg

As escolhas de Fernando Santos para os jogos na Sérvia, em 7 de Setembro, e na Lituânia, três dias mais tarde, a contar para a fase de qualificação (Grupo B) do Euro2020:

Lista dos 25 convocados:

- Guarda-redes: Rui Patrício (Wolverhampton) Beto (Goztepe) e José Sá (Olympiacos).

- Defesas: João Cancelo (Manchester City), José Fonte (Lille), Pepe (FC Porto), Mário Rui (Nápoles), Nelson Semedo (Barcelona), Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund), Rúben Dias (Benfica) e Daniel Carriço (Sevilha).

Médios: Bruno Fernandes (Sporting), Danilo Pereira (FC Porto), João Moutinho (Wolverhampton), Pizzi (Benfica), Rúben Neves (Wolverhampton), William Carvalho (Betis) e Renato Sanches (Lille).

- Avançados: Bernardo Silva (Manchester City), Gonçalo Guedes (Valência), Rafa Silva (Benfica), João Félix (Atlético de Madrid), Daniel Podence (Olympiacos), Diogo Jota (Wolverhampton) e Cristiano Ronaldo (Juventus).

Por vezes ficamos com a ideia que certos jogadores só são chamados depois de saírem do Sporting...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:04

FPFImageHandler.jpg

O Sporting é o clube mais representado na convocatória da selecção nacional portuguesa de sub-18 que vai disputar o Torneio Internacional de Limoges, a decorrer em França entre os dias 4 e 8 de Setembro.

Os leões Bruno Tavares, Diogo Almeida, Eduardo Quaresma, Gonçalo Batalha, João Daniel, Rodrigo Rêgo e Tiago Tomás foram convocados por Emílio Peixe para defrontar as selecções de França, Rússia e Senegal.

Sendo uma escolha com a assinatura de Emílio Peixe, não deixa de ser alguma surpresa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:01

Foto do dia

Rui Gomes, em 16.07.19

img_920x519$2019_07_15_20_32_12_1576412.jpg

Campeões do Mundo de hóquei em patins à chegada a Lisboa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:00

Dispensa para Gonzalo Plata

Rui Gomes, em 01.05.19

 

img_920x518$2019_04_17_01_17_46_1535040.jpg

Em pleno treino com Bas Dost e Miguel Luís


O Sporting vai libertar Gonzalo Plata para que o extremo possa participar no estágio da selecção de sub-20 do Equador que, com início no dia 23 de Maio, vai participar no Campeonato do Mundo da categoria, que se disputa na Polónia.

 

A SAD não era obrigada a libertar o jovem contratado no último mercado de inverno, mas também não criará qualquer tipo de dificuldades a um futebolista que se treina com a equipa principal mas que realizou apenas um jogo oficial pelos leões – na Liga Revelação, pelos sub-23, contra o SC Braga – e que, na realidade, até poderá sair valorizado com esta participação no Mundial.

 

Caso não integrasse o estágio, no limite, o jovem extremo poderia ver o seu nome ‘cortado’ da convocatória de Jorge Célico, que chamou apenas quatro jogadores que actuam fora do Equador.

Visto como uma das grandes promessas do futebol equatoriano, Gonzalo Plata tem sido,  apesar dos seus 18 anos, presença assídua na selecção de sub-20, pela qual conquistou já este ano o campeonato sul-americano do escalão.

 

Fundamentalmente, parece ser uma decisão lógica e sensata do Sporting, muito embora signifique, em princípio, que Plata vai falhar a pré-época, período em que poderia integrar ainda mais os trabalhos da equipa principal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:49

 

Bruno+Fernandes+Portugal+vs+Saudi+Arabia+Internati

 

Bruno Fernandes foi dispensado da Selecção Nacional. O médio leonino apresentou-se com queixas na perna direita e depois de observado e de ter realizado exames (ressonância magnética), a FPF concluiu que não está em condições físicas de dar o contributo à equipa das quinas.

 

Comunicado do Sporting

"Na sequência da dispensa de todos os trabalhos da Selecção Nacional, o Departamento Clínico do Sporting Clube de Portugal informa que o jogador Bruno Fernandes apresentou queixas na perna direita no dia seguinte ao jogo com a Santa Clara, tendo sido observado e sujeito a tratamentos na Academia Sporting.

A manutenção das queixas motivou a realização de vários exames, acompanhados pelos departamentos clínicos do Sporting CP e da Federação Portuguesa de Futebol, dos quais resultou a conclusão da indisponibilidade física do jogador para competição devido a mialgias na região posterior da perna direita.

O jogador irá prosseguir os tratamentos e recuperação na Academia Sporting."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

A "Luz" que ilumina a FPF

Rampante, em 16.03.19

 

21385595_0Tar1.jpeg

 

Escrevo este texto, motivado pelo comentário do leitor “Leão da Guia”, que comentava neste post, o facto da Selecção Nacional jogar os próximos dois encontros deste mês no Estádio da Luz.

 

Na minha opinião, é notório e demais evidente que existe uma óbvia preferência da FPF por este estádio, senão vejamos:

 

Desde Março de 2015 (último ano em que a Selecção jogou em Alvalade), até Março de 2019, a equipa de todos nós fez 25 jogos em Portugal, sendo 14 amigáveis e 11 oficiais.

 

Destes 25 jogos:

 

  • 8 foram no Estádio da Luz
  • 3 no Estádio-Fantasma de Leiria
  • 2 no Bessa e 2 no Algarve
  • 1 em Alvalade (a 04 de Setembro de 2015)
  • 1 no Estádio do Dragão
  • 8 nos restantes estádios

 

Se formos a ver apenas os jogos oficiais, então temos:

 

  • 6 no Estádio da Luz
  • 1 em Guimarães, Bessa, Algarve, Aveiro, Braga
  • 0 em Alvalade e 0 no Dragão

 

A última vez que a Selecção jogou em competição em Alvalade foi a 11 de Outubro de 2013, já lá vão quase 6 anos.

 

Exige-se que a FPF explique os motivos e se o não fizer, exige-se que os clubes exijam uma justificação junto da FPF.

 

O FCP provavelmente irá remeter-se ao silêncio, uma vez que o Estádio do Dragão já tem garantidos 2 jogos para este ano (após 3 anos de um amigável que lá se jogou).

 

Não havendo explicações públicas, é natural que as pessoas acreditem que esta preferência se dê pelos motivos que vieram a público através dos e-mails filtrados, ou seja, por haver trocas de dinheiro entre a FPF e o SLB, “pela porta do cavalo”, para além dos montantes oficiais.

 

Da minha parte, surpreende-me que nem FPF, nem SLB, tenham vindo ainda a público justificar o que para eles significa “…pagar pela porta do cavalo…”, em especial, porque esta afirmação indicia práticas ilegais de branqueamento de capitais, um crime público que a ser real, poderia levar a FPF a perder o Estatuto de Utilidade Pública.

 

Mais, surpreende-me que sendo o SLB uma SAD cotada em bolsa, nunca tenha havido por parte das entidades reguladoras, nomeadamente CMVM, qualquer questão e/ou pedido de esclarecimento, esquecendo-se porventura (ou fazendo-se de esquecida) que o crime é alargado às Instituições Reguladoras que, por mero indício, não actuem.

 

Este caso com certeza ainda dará muito que falar, até porque estes são crimes públicos e a partir do momento que a mera suspeita surja (e já surgiu na imprensa nacional) o Ministério Publico terá de actuar…

 

Poderão as Instituições tentar “esquecer” o caso, no entanto compete-nos a nós cidadãos pressionar até que haja respostas, e nesse sentido, o Sporting, como um dos principais lesados, poderá ter um papel fundamental, queira esta Direcção disponibilizar-se a isso.

 

P.S.: Podendo um jogo oficial render mais de 1 Milhão de euros (directa e indirectamente) ao “dono” do Estádio, é fácil perceber o quão apetecível é albergar os jogos da Selecção.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

 

download.jpg

 

Bas Dost anunciou, numa entrevista ao jornal holandês AD Sportwereld, que não vai continuar a jogar pela selecção holandesa, aos 28 anos. O avançado do Sporting já terá, inclusive, comunicado a decisão a Ronald Koeman.

 

"Há muito tempo que tinha a sensação que queria parar. Senti-me desgastado depois da última semana em que estive na selecção e isso foi decisivo na minha escolha.

 

Nunca correu muito bem na selecção, não sei porquê. Mas chegou a uma altura em que decidi que não dá para continuar mais. Simplesmente não funciona".

 

Bas Dost estreou-se na 'larança mecânica' sob o comando de Guus Hiddink em Março de 2015, numa partida de qualificação para o Europeu de 2016, frente à Turquia. No total, somou 18 internacionalizações tendo ainda apontado um golo.

 

Este caso de Bas Dost não é inédito no mundo do futebol. Todos os países têm histórias de futebolistas de qualidade que por motivos que nem sempre são claros, não conseguem dar o mesmo rendimento nas selecções.

 

O timing da decisão de Bas Dost terá muito a ver com o novo seleccionador Ronaldo Koeman. Especialmente depois do jogo com Portugal, que o avançado estava ansioso de jogar, Koeman não lhe deu a oportunidade, deixando claro, porventura, que não conta com ele.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:48

Um jogo para esquecer

Rui Gomes, em 27.03.18

 

download (1).jpg

 

Apenas pela segunda vez na sua história - num total de 13 encontros -, a Selecção Nacional perdeu diante da Holanda. Algo que não acontecia há mais de 26 anos, embora o desaire desta segunda-feira tenha assumido números mais redondos. Isto, porque nunca Portugal havia sofrido três golos da Laranja Mecânica - e logo uma em manifesta crise, que não conseguiu sequer o apuramento para o Mundial - e todos na primeira parte.

 

Eis alguns números que marcaram a derrota de Portugal

- Primeira vez que a Holanda marca três golos a Portugal;

- Desde 2014 (contra a Alemanha, no Mundial do Brasil) que Portugal não sofria três golos até ao intervalo;

- Portugal é apenas o quinto campeão europeu em título a encaixar três golos até ao intervalo;

- Maior derrota da 'era Fernando Santos'.
 
Compreende-se que estes jogos particulares são em parte dados a experiências pelos treinadores, procurando porventura um ou outro jogador para complementar o plantel. No entanto, há experiências e há disparates, e na minha opinião, um meio campo com André Gomes, Manuel Fernandes e Adrien Silva estava condenado ao fracasso.
 
Um grande "buraco" no centro da defesa, que aliás já se notou frente ao Egipto, e não será coincidência que Rolando foi titular nos dois jogos, embora acompanhado por Bruno Alves no primeiro, e ontem por José Fonte.
 
Muito pouca dinâmica ofensiva no primeiro período e apesar da sua eficácia em cruzamentos, não será descabido questionar se Ricardo Quaresma ainda tem "pernas" para ser titular.
 
Não sei se este jogo deu para aprender alguma coisa, mas sem dúvida alguma que no relativamente ao esquema táctico de Fernando Santos e o respectivo enquadramento colectivo, é mesmo um jogo para esquecer.
 
O treinador holandês Ronald Koeman teve isto para dizer no final da partida:
 
"Penso que jogámos melhor na primeira parte. A equipa esteve muito disciplinada e foi absolutamente fiel ao que treinámos durante a semana. Fizemos três golos bonitos, mas, mais importante do que isso, não deixámos Portugal criar oportunidades. O jogo foi quase perfeito e tenho de admitir que estou estupefacto por ter somado este resultado frente ao campeão europeu".
 
Devia ter manifestado um voto de gratidão a Fernando Santos!
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:24

William dispensado da Selecção

Rui Gomes, em 21.03.18

 

image.jpg

 

Depois de Fábio Coentrão, foi a vez de William Carvalho ser dispensado dos trabalhos da Selecção Nacional, depois de ter realizado exames que detetaram a existência de uma lesão na coxa que o impede de defrontar o Egipto e a Holanda, em jogos de preparação para o Mundial 2018.

 

Com Danilo integrado no grupo, Fernando Santos entendeu que não é necessário convocar outro jogador para o lugar de William.

 

Esperamos, entretanto, que a lesão de William não o venha a impedir de participar nos próximos jogos do Sporting.

 

***Na foto, William, Adrien Silva e Cédric Soares dão as boas vindas a Mário Rui, lateral do Nápoles, estreante na 'equipa das quinas'.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:25

 

download (1).jpg

 

A Federação Portuguesa de Futebol lançou esta terça-feira o movimento Conquista o Sonho, com o objectivo de motivar os portugueses a ajudarem a Selecção Nacional rumo à conquista do Mundial de 2018.

 

A imagem de lançamento mostra personalidades conhecidas de diferentes áreas - música, representação, moda e desporto -, "que alcançam ou procuram alcançar grandes feitos num contexto internacional", revela a FPF.

 

Os internacionais portugueses Cristiano Ronaldo, Ricardinho, Madjer e Jéssica Silva, a manequim Sara Sampaio, os actores Daniela Ruah e Pêpê Rapazote, a cantora Ana Moura, a atleta olímpica Patrícia Mamona e o DJ Kura surgem juntos neta iniciativa por Portugal, com a nova camisola oficial da Selecção.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:23

 

JCMZTBRC.jpg

 

O seleccionador nacional de futebol feminino, Francisco Neto, convocou nove jogadoras do Sporting Clube de Portugal para o próximo compromisso da equipa das quinas. A saber: Carole, Patrícia Morais, Fátima Pinto, Tatiana Pinto, Diana Silva, Ana Borges, Joana Marchão, Inês Pereira e Ana Capeta.

 

São dois confrontos agendados frente à República da Irlanda, a realizarem-se no Estádio São Miguel, em Ponta Delgada, com o primeiro a 18 de Janeiro (18h) e o segundo três dias depois (16h).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:03

 

Simbolo_FPF_1.jpg

 

A Federação egípcia de futebol anunciou um encontro particular com Portugal, a disputar a 23 de Março, em Zurique, na Suíça.

 

O jogo servirá para as duas equipas prepararem o Mundial de 2018, onde Portugal vai jogar com Espanha, Irão e Marrocos.

 

Já o Egipto, pela primeira vez no Mundial nos últimos 28 anos, está no mesmo grupo que o Uruguai, Rússia e Arábia Saudita.

 

jogo%20ontem1.jpg

 

A última vez que as duas selecções se encontraram foi em 2005, também num jogo de preparação, disputado em São Miguel, nos Açores: Portugal venceu por 2-0, com golos de Fernando Meira e Hélder Postiga.

 

Ficha do jogo:

 

Árbitro : Jacek Granat, Polónia
Estádio : Estádio São Miguel, Ponta Delgada
Espectadores : 20. 000

Portugal : Quim, Jorge Andrade (Marco Caneira 46'), Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira (Fernando Meira 46'), Alex, Petit (João Moutinho 46'), Tiago, Luis Figo (João Alves 62'), Hugo Viana (Luis Boa Morte 62'), Hélder Postiga, Pauleta (Ricardo Quaresma 46')

Egipto : Abdel Wahed El Sayed (Essam El Hadary 48'), Emad El Nahhas (Abdel Zaher El Saka 60'), Wael Gomaa, Tarek El Sayed (Amir Azmy Megahed 71'), Ahmed Fathi, Hosny Abd Rabo, Hossam Ghaly (Mohamed Abo Trika 60'), Mohamed Shawky, Emad Meteb, Mido (Abdel Halim Ali 80'), Amr Zaki

Golos :
[1-0] Fernando Meira 50'
[2-0] Hélder Postiga 69'

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:32

A "outra" Selecção Nacional

Rui Gomes, em 11.11.17

 

mw-640.jpg

 

A título de curiosidade e nada mais, gostaria de saber a razão que levou a que alguns jogadores que defrontaram a Arábia Saudita esta sexta-feira envergassem as camisolas de jogadores que Fernando Santos dispensou para este encontro, a exemplo de Gonçalo Guedes com a camisola #7 de Cristiano Ronaldo e Manuel Fernandes com o #14 de William Carvalho.

 

Será que obedece a um regulamento da FIFA ou há qualquer outra razão lógica ? 

 

Adenda: Pela referência de um leitor e leitura das regras da FIFA, foi possível confirmar que em provas oficiais do organismo mundial, é obrigatório os números nas camisolas dos jogadores serem de 1 a 23. Está esclarecida esta questão que me pareceu intrigante.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:22

 

image_content_1041329_20171009121503.jpg

 

A Selecção Nacional vai defrontar a Arábia Saudita e os Estados Unidos, em 10 e 14 de Novembro, em dois encontros particulares de preparação para o Mundial 2018, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

 

O encontro entre a selecção campeã europeia e a Arábia Saudita vai disputar-se em 10 de Novembro no Estádio Municipal de Leiria, enquanto a recepção aos Estados Unidos está marcada para 14, no Estádio Algarve, ambos com início às 19:45.

 

As datas destes encontros coincidem com as dos 'play-off' de apuramento para o Mundial 2018, competição na qual Portugal e Arábia Saudita já garantiram presença.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:16

 

45349DAF00000578-4967686-image-a-107_1507668983584

 

Quando na inauguração do Euro 2004, no Estádio do Dragão, saltou do banco para marcar o primeiro golo de Portugal na prova, o então ainda jovem craque do Manchester United Cristiano Ronaldo não conseguiu evitar a derrota frente à Grécia (1-2) nesse jogo - como não evitaria o desaire ainda mais doloroso na final no Estádio da Luz, de onde saiu em lágrimas -, mas deixou vincada uma mensagem para o futuro: os grandes palcos do futebol teriam de se habituar a ele. Voltou a confirmar isso ontem, como capitão e grande figura de uma geração do futebol português que se habituou a respirar naturalmente as fases finais de grandes competições.

 

Com o 2-0 frente à Suíça ontem na Luz, Portugal, o campeão europeu em título, carimbou o seu lugar entre as 32 selecções que vão disputar o Mundial de 2018, na Rússia. E confirmou uma extraordinária décima presença consecutiva em fases finais desde o Europeu de 2000, na Holanda e na Bélgica (para trás havia o registo de apenas quatro, em toda a história). Para a geração que convive com o extraordinário Cristiano Ronaldo na selecção portuguesa, o fado lusitano é este: um sucesso pleno em fases de apuramento a partir desse Euro 2004 (para o qual Portugal se qualificara directamente, como anfitrião).

 

Neste último jogo de uma fase de qualificação na qual marcou como nunca (15 golos), Cristiano Ronaldo nem precisou de fazer o gosto ao pé (Djourou fez um autogolo e André Silva fixou o 2-0) para que Portugal superasse a Suíça e corrigisse assim a derrota sofrida perante este mesmo adversário (e pelo mesmo resultado) no primeiro jogo da campanha para a Rússia, em Setembro de 2016, em Basileia. No fim, voltou a sair na perfeição o plano de uma outra grande figura do crescimento da selecção portuguesa nos anos mais recentes: Fernando Santos.

 

O seleccionador, que ontem festejava 63 anos, teve a prenda que esperava e viu cumprido o desfecho que projectara desde essa derrota em Basileia há pouco mais de um ano. Então, Fernando Santos avisara que Portugal deveria ganhar todos os jogos restantes para poder receber a Suíça em posição de discutir o primeiro lugar do grupo no último jogo, na Luz. E assim aconteceu. Tal como no inédito título europeu no verão de 2016, o engenheiro Santos voltou a não falhar na execução do projecto e engrandeceu também ele a sua marca na selecção, com o segundo apuramento directo para uma grande prova (após três play-offs consecutivos), repetindo o feito que tinha conseguido rumo ao Euro 2016.

 

QW5SV1JM.jpg

 

Aí, fechou o apuramento com sete vitórias consecutivas, depois da derrota inicial frente à Albânia (ainda com Paulo Bento aos comandos). Desta vez, corrigiu a derrota inaugural na Suíça com uma série de nove triunfos consecutivos (um recorde português nas fases de qualificação) e tornou-se ontem o mais rápido seleccionador português a atingir as 30 vitórias ao comando de Portugal (em 44 jogos).

 

Cabeça-de-série na Rússia

 

Campeão europeu em título e actual terceiro classificado do ranking FIFA, Portugal tem a certeza de que vai ser um dos oito cabeças-de-série no sorteio da fase final do campeonato do mundo, a ter lugar no dia 1 de Dezembro, no Kremlin, em Moscovo. Com isso, poderá evitar na fase de grupos a anfitriã Rússia, mas também selecções como Brasil, Alemanha, Bélgica, Polónia ou Argentina.

 

Com este apuramento, Portugal evitou o embaraço histórico de outros campeões europeus que nem se apuraram para o Mundial seguinte: Checoslováquia (1978), Dinamarca (1994) e Grécia (2006). Conseguirá agora Portugal imitar o feito que só outras duas selecções conseguiram, juntando o título mundial ao europeu? Até hoje, a proeza coube à então Alemanha Federal, de Beckenbauer, em 1974, e à Espanha do tiki-taka, em 2010.

 

Certo é o reforço dos cofres da Federação Portuguesa de Futebol: 10 milhões de euros é o valor mínimo deste apuramento (se a selecção cair na fase de grupos), para aumentar um bolo de 110 milhões desde que se iniciou esta série de presenças consecutivas nos grandes palcos, em 2000.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:15

 

C295-ASW-Portuguese-AFHR.jpg

 

Foi mera curiosidade que me levou a ler uma notícia que eu achei intrigante,  sobre a Selecção Nacional viajar para Andorra num avião (C295) da Força Aérea Portuguesa, mas, ao fim e ao cabo, há uma explicação lógica.

 

A comitiva lusa vai embarcar no dia 5 de Outubro, no referido avião, pilotado por especialistas, que permite fazer aterragens no pequeno aeródromo de Andorra, onde dois dias depois Portugal defronta a selecção local, em jogo de apuramento para o Mundial 2018. Todos os custos desta operação vão ser suportados pela FPF e a aterragem em Andorra ficará sempre dependente das condições climatéricas.

 

Normalmente, as equipas que vão jogar a Andorra aterram no aeroporto de Lérida e são obrigadas a realizar ainda uma viagem de autocarro, que normalmente dura mais de três horas. Desta forma, Portugal ganha tempo não só na ida, mas também no regresso, já que a 10 de Outubro defronta a Suíça, no Estádio do Luz, num encontro que poderá ser decisivo para garantir o acesso directo à fase final do próximo Campeonato do Mundo.

 

Após o jogo com a Hungria (1-0), no inicio de Setembro, Fernando Santos mostrou-se bastante preocupado, sobretudo com regresso de Andorra para Portugal e com as três horas de viagem de autocarro, que poderia dificultar a recuperação dos jogadores.

 

A Selecção Nacional ocupa o segundo posto do Grupo B, com 21 pontos, menos três do que a Suíça, que lidera só com vitórias. As duas equipas já têm pelo menos assegurado um lugar no ‘play-off', caso falhem o primeiro lugar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:57

 

_1FP1172.jpg

 

A TAG Heuer decidiu assinalar a vitória portuguesa do Euro 2016, que se disputou em França, ao criar uma edição especial para assinalar a inesquecível conquista.

 

A marca de relógios entregou, esta terça-feira, numa cerimónia que teve lugar na Cidade do Futebol, uma edição especial a cada jogador da Equipa das Quinas que participou no Campeonato da Europa. No evento, estiveram presentes Phillipe Roten, director da marca, Fernando Gomes, presidente da FPF, Fernando Santos, Seleccionador Nacional, e Cristiano Ronaldo, que recebeu uma edição personalizada.

 

O capitão da Selecção Nacional mostrou-se satisfeito por mais uma recordação dessa memorável vitória de Paris. "Estou muito orgulhoso dessa vitória, foi um excelente momento para Portugal. Agradeço à TAG Heuer por recuperar essas emoções e por ter criado uma forte lembrança para todos nós".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:09

Combinação verde-e-branca

Rui Gomes, em 25.06.17

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:10

João Mário é baixa na selecção

Rui Gomes, em 07.06.17

 

João Mário, a contas com uma lesão muscular é baixa para o selecionador Fernando Santos e foi dispensado dos trabalhos da selecção portuguesa. O médio do Inter sofre de uma lesão muscular num gémeo e pela frente tem uma paragem de dez dias. João Mário está, por isso, fora do jogo de sexta-feira na Letónia, de apuramento para o Mundial da Rússia, e é também carta fora do baralho para a Taça das Confederações.

 

19636043_a1kFs.jpg

 

Está assim encontrado o nome que Fernando Santos tinha de riscar para a Taça das Confederações. O seleccionador chamou 24 jogadores para o jogo com a Letónia, mas tinha até esta quarta-feira para enviar para a FIFA a lista final (23 nomes) de escolhidos para a prova que se joga entre 17 de Junho e 2 de Julho.

 

Lamenta-se a indisponibilidade de um jogador da qualidade de João Mário mas, mediante o sistema de jogo e as opções de Fernando Santos, talvez seja uma boa oportunidade para Gelson Martins. Já no encontro amigável contra o Chipre a sua entrada no segundo tempo deu logo uma dinâmica extra às manobras ofensivas da 'equipa das quinas'.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Foto do Dia

Rui Gomes, em 07.06.17

 

dbqnb29xkaat2vd1795496d.jpg

 

 

O «capitão» Cristiano Ronaldo juntou-se, na terça-feira, aos restantes companheiros no hotel de estágio da selecção.

 

O seleccionador Fernando Santos ainda orienta um treino em território português, esta quarta-feira, às 10 horas da manhã. Às 14h40, a comitiva lusa parte para Riga, onde na próxima sexta-feira defronta a Letónia, em jogo da fase de apuramento para o Mundial de 2018, na Rússia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo