Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



img_192x192$2019_09_07_00_18_48_1598529.jpgJá bastavam os múltiplos condicionamentos que a pandemia e o estado de emergência nos vieram impor para estarmos confinados às coisas verdadeiramente importantes.

Este ‘jogo’, acelerado, da vida contra a morte, que vemos reflectido todos os dias nos contadores actualizados pela DGS, deveria ser suficiente para reprimir a loucura, a estupidez e a idiotice.

Temos mais de 2.300 casos de Covid-19 e mais de 30 mortos em Portugal e o movimento ‘Sou Sporting’ emite um comunicado a pedir convocação de eleições para… Abril, alegando ‘impossibilidade física’ do presidente Frederico Varandas em exercer as suas funções em Alvalade, uma vez que, perante a entrada em vigor do estado de emergência, a situação de ‘licença especial’ havia caducado e, por isso, “o cidadão Frederico Varandas não pode exercer outras funções, nomeadamente em acumulação com os cargos directivos que exerce no SCP e na SAD”.

Depois de Bruno de Carvalho ter dito, em Fevereiro, que “sou candidato a presidente do Sporting”, sabendo de antemão que, não sendo hoje sócio do Clube e no seguimento do processo de destituição, não o poderia fazer, agora é o movimento ‘Sou Sporting’, em Março, a protagonizar mais um momento infeliz e que se torna chocante, pelo simples facto de não revelar o mínimo respeito e consideração pelo momento que todos nós e o Mundo estamos a atravessar.

Discutem-se agora datas e até se Frederico Varandas se voluntariou, ou não, antes da proclamação do estado de emergência. Discutem-se, agora, na praça pública questões formais que envolvem o Ministério da Defesa e escamoteia-se o essencial, isto é, o momento muito delicado e específico que vivemos — fora do âmbito convencional da promulgação de um estado de emergência — e o facto de haver um presidente de um clube que, independentemente das questões formais, está disponível, na sua qualidade de médico e militar, para servir o país e ajudar os portugueses.

Pedir eleições para Abril, no pico da pandemia, segundo os especialistas, não é apenas um exercício de imbecilidade e idiotice; é uma manifestação de falta de respeito não apenas pelos sportinguistas, mas acima de tudo pelos portugueses e pelo ecumenismo. Haja paciência!

Rui Santos, SIC Notícias

publicado às 03:19

"Frederico Varandas agiu com coragem"

Rui Gomes, em 29.10.19

download (2).jpgConcordo totalmente com o presidente do Sporting. Esta questão das claques do futebol é uma vergonha. E neste momento há que dizer que o presidente do Sporting CP, Frederico Varandas, teve uma actuação correctíssima, honesta, corajosa, digna. Ele agiu com coragem e agiu com princípios... Foi dizer: vamos pôr ordem nas claques, rescindir protocolos, limitar mordomias, impor regras, acabar com benesses. Muito bem.

Isto até lhe pode custar, de hoje para amanhã, a liderança. Mas ele agiu com coragem, com princípios. Ao contrário de presidentes de outros clubes, que fazem vista grossa.

Este problema não é sobretudo de futebol ou de desporto. É um problema de segurança das pessoas que vão aos estádios e é um problema de autoridade do Estado. Porque as claques são um verdadeiro estado dentro do Estado. Não respeitam nada nem respeitam ninguém".

Luís Marques Mendes, SIC Notícias

publicado às 03:19

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 28.03.19

 

mw-480.jpg

 

Rui Santos - SIC Notícias - diz que a eurodeputada Ana Gomes está a realizar um trabalho importante ao denunciar a corrupção que existe no mundo do futebol. E deixa questões aos presidentes do Benfica e FC Porto sobre César Boaventura e Vítor Catão.

 

"Eu gostava muito de perguntar a Luís Filipe Vieira se ele não tem vergonha de César Boaventura", diz o comentador.

 

publicado às 16:18

 

mw-320.jpg

 

Filipe Soares Franco, antigo presidente do Sporting, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias.

 

Entrevista de 27 minutos de duração sobre o futuro do Sporting, disponível aqui.

 

publicado às 03:16

As comadres zangaram-se !

Rui Gomes, em 05.06.18

 

img_797x448$2018_05_17_19_40_11_301332.jpg

 

O antigo presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Eduardo Barroso, voltou a pronunciar-se sobre a actual situação do Clube e fez um apelo a Bruno de Carvalho para que saia da direcção do Sporting 'com dignidade'.

 

Em entrevista à SIC Notícias, Eduardo Barroso, médico cirurgião e antigo dirigente do Sporting, considerou que Bruno de Carvalho não tem condições para continuar à frente do clube e lamentou que o presidente, que considera seu amigo, o tenha considerado 'traidor' por ter dado uma opinião:

 

"Bruno de Carvalho devia demitir-se, demitir-se agora, e dar voz aos sócios. Eu próprio pedi-lhe para se demitir e sair com dignidade de modo a evitar esta tragédia que se avizinha para o nosso clube.

 

É impossível continuar a sua missão com um clube tão dividido. Mesmo que ele tivesse toda a razão da vida, comprou uma guerra que não deveria ter comprado e que se virou contra ele.

 

A invasão à Academia foi a gota que fez transbordar o copo. Se eu fosse presidente ter-me-ia demitido nessa mesma tarde e acompanhado os jogadores à GNR.

 

Eu não o traí, limitei-me a ser porta-voz da minha opinião.

 

Fico satisfeito que Jorge Jesus possa continuar a sua vida profissional e que tenha saído nas condições em que saiu. Já Rui Patrício deveria ter mantido a sua coerência e não rescindido unilateralmente. Ele deve muito ao Sporting, não ao Bruno de Carvalho".

 

publicado às 11:30

 

mw-320.jpg

 

Rui Santos acredita que as suspeitas sobre alegados aliciamentos a jogadores podem arruinar o futebol português. O comentador, no programa Tempo Extra, da SIC Notícias, afirmou que os clubes são os princpais culpados por estas situações. O ambiente de suspeição que se reflectiu na Gala das Quinas de Ouro a certa altura parecia um velório.

 

Um breve vídeo do programa disponível aqui.

 

publicado às 16:03

Blackout em análise

Rui Gomes, em 15.01.17

 

 

publicado às 12:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo