Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Sporting joga amanhã…

Sporting - Santa Clara, 5 de Março de 2021, às 20h45

Leão Zargo, em 04.03.21

Sporting Santa Clara 2019-20 1-0 1ª Liga.png

Sporting e Santa Clara defrontam-se amanhã para a 22ª jornada da 1ª Liga. Os leões estão em 1º lugar com 55 pontos e os adversários em 7º lugar com 28 pontos. No jogo entre as duas equipas na época passada, em Alvalade, os leões conseguiram uma vitória difícil por 1-0. Valeu o golo de Jovane Cabral aos 67 minutos que, numa finalização cheia de argúcia e de oportunismo, acertou com a baliza dos açorianos. Paulinho continua a contas com um problema num tendão da coxa esquerda e esteve ausente dos treinos.

O confronto de amanhã promete ser tarefa igualmente difícil, mas a equipa sportinguista ambiciona superar o recorde de 21 jogos sem perder fixado pelos campeões nacionais de 1981-82, e que igualou no Dragão na jornada anterior. No entanto, o futebol tem uma regra muito simples: nunca dês por vencido um jogo que ainda não se realizou. Na jornada anterior, o Santa Clara derrotou o Paços de Ferreira com um claro 3-0 e foi o clube mais representado na equipa ideal da 21.ª jornada da Liga, eleita em parceria pelo Maisfutebol e SofaScore, com os jogadores Marco, Villanueva e Morita em grande destaque esta época.

É evidente o mérito da liderança de Hugo Viana e de Rúben Amorim. O dirigente ocupa-se do trabalho nos bastidores e prescindiu do protagonismo público. O treinador tem poder e autonomia para pensar, planificar e organizar todo o futebol leonino. Agora, no Sporting trabalha-se a médio prazo. O Clube prepara-se para prolongar por mais um ano (até 2024) o contrato com Rúben Amorim, antecipar a cláusula de opção de Feddal e Pedro Porro e recuperar João Mário para o plantel leonino. A importância da “Unidade de Performance” revela-se na excelente condição física e psicológica dos jogadores.

Na fotografia, imagem do Sporting - Santa Clara disputado em 2019-20.

publicado às 03:34

O Sporting joga amanhã…

FC Porto - Sporting, 27 de Fevereiro de 2021, 20h30

Leão Zargo, em 26.02.21

22027778_hOocH.jpeg

O Sporting e o FC Porto jogam amanhã para a 21ª jornada da 1ª Liga. Em 2019-20, no Dragão, os portistas derrotaram os leões por 2-0. Apesar do resultado negativo, no final do jogo Rúben Amorim afirmou que ficou com “boa impressão dos miúdos” pela forma como se bateram contra jogadores muito mais experientes e com maior “andamento”. Referia-se a Max, Eduardo Quaresma, Nuno Mendes, Matheus Nunes, Jovane Cabral, Tiago Tomás e Joelson Fernandes. Os que pisarem amanhã o difícil relvado do Dragão já não o farão pela primeira vez em jogo para o campeonato.

O clássico entre o Sporting e o FC Porto é um dos mais desejados pelos adeptos do futebol português. Trata-se de uma rivalidade antiga que se iniciou na época de 1921-22 quando os dois clubes disputaram a primeira final do Campeonato de Portugal. Este jogo, pelo que pode definir na classificação geral da 1ª Liga, é de extraordinária importância para ambas equipas. No entanto, possui um carácter muito mais dramático para os portistas. Afinal, qualquer que seja o resultado os leões continuarão folgadamente na liderança.

Espírito coletivo é a palavra chave que define o actual momento sportinguista. Defrontar o FC Porto implica sempre um confronto de elevada dificuldade, mas com humildade, garra, racionalidade e coragem os jogadores leoninos ficarão mais perto de vencer, ou pelo menos de empatar. Todos desejamos que sejam verticais e inteiros perante a força do adversário. Que sejam rigorosos e audazes. Que estejam inspirados. Que não vacilem nos caminhos para a grande área adversária. Que a nossa baliza se torne numa fortaleza. Que sejam leões.

Na fotografia, uma imagem do FC Porto - Sporting disputado em 2019-20.

publicado às 04:04

O Sporting joga amanhã…

Sporting - Portimonense, 20 de Fevereiro de 2021, às 20h30

Leão Zargo, em 19.02.21

Sporting Portimonense 2019-20 2-1 1ª Liga 20ª jo

Sporting e Portimonense defrontam-se amanhã para a 20ª jornada da 1ª Liga. Os leões estão em 1º lugar com 51 pontos e os algarvios em 12º lugar com 19 pontos. No jogo entre os dois clubes na época passada, em Alvalade, os adeptos sportinguistas desesperaram perante uma primeira parte confrangedora que permitiu que os algarvios se adiantassem no marcador por Jacson Martínez. Valeu Mathieu, que empatou de livre directo minutos depois, e um autogolo de Jadson para que a vitória sorrisse à equipa leonina.

Todos esperamos que a qualidade técnica dos jogadores e a sua vibração competitiva nos poupem amanhã a tamanha angústia. A equipa está muito mais confiante e adulta do que na época passada e a mistura de juventude e irreverência com maturidade e experiência tem mostrado o caminho para o sucesso. No caso dos jogadores, como lhes é mais fácil fazerem aquilo que os torna melhores, sentem e transpiram mais confiança. É necessário recuar a 1996-97 para que uma equipa do Sporting tivesse sofrido apenas 10 golos à 19ª jornada. Ou ao princípio da década de 1950 para outra equipa sportinguista sem qualquer derrota na Liga e 10 pontos de vantagem sobre o segundo classificado.

No entanto, quanto à vantagem pontual, Rúben Amorim garante que “não significa nada” e que “estamos é proibidos de parar de correr. Cada um diz o que quer dentro da equipa. E todos dizemos o mesmo, é a ideia geral”. A preparação do próximo jogo iniciou-se com todo o plantel à disposição do técnico. Paulo Sérgio regressa a Alvalade exigindo “coragem e concentração máxima” aos jogadores do Portimonense. Para o Sporting trata-se de mais uma final, depois ainda ficam a faltar catorze finais.

Na fotografia, imagem do Sporting - Portimonense disputado em 2019-20.

publicado às 03:04

O Sporting joga amanhã…

Sporting - Paços de Ferreira, 15 de Fevereiro de 2021, às 20h15

Leão Zargo, em 14.02.21

Sporting Paços de Ferreira 2019-20 1-0 1ª Liga 2

Sporting e Paços de Ferreira jogam amanhã para a 19ª jornada da 1ª Liga. Esta época os castores constituem a grande sensação do campeonato da 1ª Liga e estão isolados no 5º lugar da classificação a dois pontos do Benfica e do SC Braga. Em 2019-20 os leões tiveram grande dificuldade para derrotar o Paços, o que apenas conseguiram através de um míssil disparado por Jovane Cabral na marcação de livre um directo. A 11 de Dezembro passado as duas equipas defrontaram-se para a Taça de Portugal e o Sporting venceu por 3-0.

O jogo com o Paços de Ferreira apresenta-se como muito difícil, espera-se que seja a arte e o engenho dos leões a determinar o resultado da partida. Cada jogo é um jogo, é verdade, mas o Gil Vicente está na memória de todos e mais vale prevenir do que remediar. O jogo de amanhã traz uma curiosidade suplementar: como é que Pepa vai fazer encaixar o seu 3x4x3 no 3x4x3 de Rúben Amorim, ele que garantiu ainda há pouco tempo que nunca tinha alterado o sistema táctico por causa do adversário. Irá baixar as linhas para retirar profundidade ofensiva ao Sporting?

O Paços de Ferreira há nove jogos consecutivos (seis vitórias e três empates) que não sofre uma derrota. Trata-se de uma equipa bem preparada e organizada com e sem bola, com jogadores capazes de fazer diferentes posições. O maior destaque talvez seja a potência ofensiva de Douglas Tanque e a capacidade de organização dos médios Bruno Costa e Eustáquio, que foram eleitos, respectivamente, o primeiro e o segundo melhor médio do mês de Janeiro na 1ª liga. Mas, os pacenses valem pelo seu conjunto, Pepa consegue que tenham um bom comportamento colectivo nas várias situações do jogo.

Na fotografia, o Sporting-Paços de Ferreira disputado em 2019-20, que os leões venceram por 1-0, com um golo de Jovane Cabral.

publicado às 14:00

Fotografia com história dentro (235)

Identidade sportinguista

Leão Zargo, em 13.02.21

SCP 2020-21.jpg

Nas fotografias sobre futebol, e elas são tão diversas, a luz captada pela câmara depende do lugar do objecto e do lugar a partir do qual ele é visto. Trata-se de técnica e de arte puras e duras. Outra coisa bem diferente é a relação que cada um de nós estabelece com a fotografia. O que é verdadeiramente determinante não é a “coisa” que lá está, mas sim o “olhar” que se lança sobre ela. E esse “olhar” subjectivo resulta da relação entre os sinais do que está fotografado e os labirintos da memória do observador.

É o caso desta fotografia do último jogo do Sporting no Funchal. Mais do que um instante ou um fragmento, há nela um sopro de ar que persiste no tempo, um fio invisível que junta diferentes gerações de sportinguistas. Uma memória longínqua, um encontro secreto. Nos fundadores do Clube condensa-se grande parte da nossa identidade e neles imagina-se o futuro. O futuro, agora, são estes leões que nos fazem vibrar com tamanha intensidade. É mais fácil subir uma montanha quando se vai acompanhado. Isso nós sabemos.

publicado às 14:30

O Sporting joga amanhã…

Gil Vicente - Sporting, 9 de Fevereiro de 2021, às 21h00

Leão Zargo, em 08.02.21

thumbnail_Gil Vicente Sporting 2019-20 3-1 1ª Lig

O Sporting visita amanhã o Gil Vicente para a 18ª jornada da 1ª Liga. Na época passada, em Barcelos, os leões sofreram uma derrota decepcionante e inesperada por 3-1. A equipa leonina, treinada por Jorge Silas, vinha de uma série de três vitórias consecutivas, entre elas ao PSV por 4-0 para a Liga Europa, mas frente aos gilistas apresentou-se desligada, com um futebol desgarrado, sem nexo, sem convicção, sem oportunidades de golo. O golo de Wendel teve larga contribuição do guarda-redes adversário.

O Sporting começa a 2ª volta do campeonato sabendo que a vantagem de seis pontos (mais dois pontos se os leões vencerem amanhã depois do empate portista com o Braga), sendo significativa, é ilusória. Até estar matematicamente garantida, a liderança é insegura num campeonato com três pontos para a vitória e um para o empate. Que o diga o Benfica que na época anterior tinha sete pontos a mais do que o Porto e que se esfumaram apenas em cinco jogos. No caso sportinguista, mais do que a vantagem pontual na classificação, é a qualidade do futebol exibido e a união do plantel que transmitem verdadeira confiança.

Desconhece-se ainda se Palhinha joga em Barcelos. Aguarda pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), que pode tomar uma decisão antes da partida. A equipa está muito bem preparada taticamente, quem for chamado saberá como participar nos movimentos e posicionamentos nas diferentes situações do jogo. Nuno Mendes foi poupado na última jornada por desconforto na coxa esquerda, mas deve estar em condições de ser convocado. João Mário recuperou do traumatismo que sofreu no Bessa.

Na fotografia, imagem do Gil Vicente - Sporting disputado em 2019-20.

publicado às 12:30

O Sporting joga amanhã…

Marítimo - Sporting, 5 de Fevereiro de 2021, 19h00

Leão Zargo, em 04.02.21

Marítimo Sporting 1-1 2019-20 1ª jornada.jpg

O Sporting defronta amanhã o Marítimo para a 17ª jornada da 1ª Liga. Em 2019-20, nos Barreiros, a partida começou da pior maneira para os visitantes, um erro defensivo aos oito minutos e golo dos madeirenses, Bruno Fernandes assistiu Coates para o 1-1, os leões pressionaram, cresceram no terreno, tiveram oportunidades para desfazer o empate, mas não conseguiram marcar. Rui Gomes, no Camarote Leonino, sintetizou com rigor: “Jogo com muita emoção, mas faltou eficácia.”

Com o Marítimo disputa-se mais uma final. A equipa sportinguista é muito mais confiante e adulta do que a da época passada, pode não ter os jogadores mais caros e com maior currículo, mas em cada jogo revela que está preparada para vencer. E estar preparada para vencer é das coisas mais preciosas que uma equipa de futebol pode ter. A liderança não é fruto do acaso, mas de trabalho competente e de inteligência e resiliência.

Sabe-se que Neto, totalista na defesa, não vai poder alinhar e desconhece-se se Palhinha cumpre o castigo neste jogo, ainda aguarda pela decisão do Conselho de Disciplina. Paulinho deve estrear-se de verde e branco. A frustração da Taça de Portugal já vai longe, o futebol tem a condição de gerar expectativas que se tornam a realidade dominante. E a realidade agora é que, desde o tempo dos “Cinco Violinos”, o Sporting conseguiu a melhor pontuação nas primeiras dezasseis jornadas do campeonato.

Na fotografia, Coates e Bruno Fernandes festejam o golo no Marítimo - Sporting disputado em 2019-20.

publicado às 03:19

O Sporting joga amanhã…

Sporting - Benfica, 1 de Fevereiro de 2021, às 21h30

Leão Zargo, em 31.01.21

SCP - SLB 2019-20 1ª Liga 17ª jornada.jpg

Amanhã há dérbi em Alvalade para 16ª jornada da 1ª Liga. Na época passada, no Estádio de Alvalade, os encarnados venceram por 2-0, com Rafa em grande destaque ao marcar os dois golos. Foi o último jogo de Bruno Fernandes com a camisola leonina. Numa situação bem diferente da que se verifica actualmente, o Benfica estava no 1º lugar e o Sporting no 4º lugar. No seu Estádio, nos últimos dez anos, os leões venceram apenas uma vez, em 9 de Abril de 2012, empataram quatro e perderam cinco vezes.

Talvez pela frustração da época anterior e por ter uma equipa em reconstrução, muitos viram o Sporting como um “outsider” que dificilmente mostraria capacidade no terreno do jogo para se opor aos dois principais candidatos ao título. A verdade é que está em 1º lugar, com uma equipa muito bem organizada tacticamente e que joga com intensidade e movimentação definida. Graças ao futebol ofensivo e intenso tem vencido frequentemente pelos pormenores do jogo. O sucesso nesses pormenores decorre da preparação colectiva.

Será um dérbi marcado por duas ausências significativas, Jorge Jesus e João Palhinha. A uma vitória correspondem sempre três pontos, mas neste caso há outros aspectos a considerar. É que a vitória e a derrota podem não valer bem a mesma coisa para cada uma das duas equipas. O árbitro será Artur Soares Dias. Não é agora relevante invocar cenas passadas, mas espera-se que seja isento e cumpridor das regras do futebol. Depois deste jogo ficam a faltar dezoito jornadas e muita água ainda vai correr.

Na fotografia, uma imagem do que se passou em Alvalade no Sporting-Benfica disputado na época passada. Da curva sul foram lançados petardos, tochas e potes de fumo para o relvado, caindo junto à baliza de Max. Aconteceu há um ano, em 17 de Janeiro.

publicado às 14:30

O Sporting joga amanhã…

Boavista - Sporting, 26 de Janeiro de 2021, 21h15

Leão Zargo, em 25.01.21

BFC 1 SCP 1 2019-20 1ª Liga.jpg

O Sporting e o Boavista defrontam-se amanhã para a 15ª jornada da 1ª Liga. Em 2019-20, no Estádio do Bessa, leões e panteras empataram (1-1), com os dois golos marcados de livre directo por Marlon e Bruno Fernandes. Foi o primeiro jogo orientado por Leonel Pontes depois da demissão de Marcel Keizer na sequência da derrota frente ao Rio Ave em Alvalade (2-3). Esta época, o Benfica perdeu no Bessa por 3-0 na 6ª jornada.

Conquistada a Taça da Liga, o Sporting pretende regressar às vitórias no Campeonato. Com três empates, é a única equipa sem derrotas. Tradicionalmente, o Bessa é um campo difícil, mas com humildade, garra, racionalidade e coragem os leões ficarão mais perto de vencer. Espírito colectivo é a palavra chave que define o momento sportinguista. Devido ao cartão vermelho no jogo com o Braga, Pote não poderá alinhar.

Rúben Amorim pretende que a equipa jogue preferencialmente em transição e, quando o adversário se posiciona com as linhas recuadas, é a velocidade e a criatividade que abrem os caminhos para a baliza. O maior receio é que a condição física dos jogadores reflicta os 90 minutos muito intensos na “piscina” de Leiria, para além da juventude que poderá prejudicar a boa gestão do jogo. Espera-se que a energia e a inspiração de Jovane ajudem a vencer um desafio crucial, até porque na jornada seguinte haverá dérbi em Alvalade.

Na fotografia, imagem do Boavista - Sporting disputado em 2019-20.

publicado às 11:00

O Sporting joga amanhã…

Sporting - Rio Ave, 15 de Janeiro de 2021, às 18h30

Leão Zargo, em 14.01.21

21993969_l7VR4.jpeg

Sporting e Rio Ave jogam amanhã para a 14ª jornada da 1ª Liga. Na época passada, em Alvalade, os adeptos leoninos desesperaram quando Lucas empatou aos 86 minutos e, pior ainda, quando Filipe Augusto fez o 2-3 nos descontos. Três golos sofridos todos de grande penalidade, provavelmente um caso único na história centenária do Sporting. Coates esteve nos três penáltis e foi expulso por acumulação de amarelos. “Não conseguimos manter a bola, quando é assim ficas com problemas contra o Rio Ave”, afirmou Marcel Keizer.

Depois da derrota na Taça de Portugal, a equipa sportinguista volta à competição na Liga NOS. O jogo da Taça ficou para trás, mas não é para esquecer. Há uma grande lição que permanece válida, no futebol quem não marca, sofre. Com dois jogos no espaço de três dias, com um dia de recuperação e outro de treinos, os jogadores do Sporting não foram capazes de superar as circunstâncias e foram eliminados de uma segunda competição esta época. A pressão e a responsabilidade na 1ª Liga é, agora, ainda maior. Não há tempo para azia ou desânimo.

O Rio Ave vai apresentar-se em Alvalade de uma forma expectável: reforço defensivo, boa ocupação do seu meio campo e grande agressividade nos duelos individuais. Um guarda-redes seguro (Pawel Kieszek), dois defesas centrais que jogam juntos quase de olhos fechados (Borevković e Aderllan Santos), um dos capitães mais carismáticos do futebol português (Tarantini) e, quem sabe, o jogo ofensivo será entregue a três jogadores bem conhecidos dos sportinguistas: Francisco Geraldes, Carlos Mané e Gelson Dala.

Na fotografia, o Sporting - Rio Ave disputado em 2019-20. Bruno Fernandes, Nuno Santos e Acuña.

publicado às 03:34

O Sporting joga amanhã…

Nacional - Sporting, 7 de Janeiro de 2021, 18h30

Leão Zargo, em 06.01.21

Nacional Sporting 0-1 2018-19.jpg

O Sporting defronta amanhã o Nacional para a 13ª jornada da 1ª Liga. Na última vez que os dois clubes se defrontaram na Madeira, em 2018-19, os leões conseguiram uma vitória muito difícil por 1-0, golo de Luiz Phellype. A Choupana é um campo tradicionalmente complicado por razões anaeróbicas em virtude da altitude (630 metros) e pelo microclima que, dependendo, pode originar ventos fortes, nevoeiro, aguaceiros intermináveis ou calor sufocante.

Diz a lenda que o Natal é o Cabo das Tormentas da equipa leonina. Esta época foi o Cabo da Boa Esperança. Estar na liderança com quatro pontos de vantagem constitui o melhor antídoto para combater a descrença e simboliza a nova realidade sportinguista. Dito isto, nada está conquistado. No jogo de amanhã esperamos que a equipa confirme a coesão, organização e eficácia reveladas com o Braga. De igual modo, uma entrada pressionante, mas com mais critério na construção ofensiva no último terço do campo. Se os adversários exploram melhor os pontos fracos dos leões, que Rúben Amorim responda com as armas que dispõe para alcançarmos o nosso objectivo: a vitória.

Com menos um jogo disputado, o Nacional soma 13 pontos e está a meio da tabela. Com duas descidas e duas promoções em quatro épocas, a equipa orientada por Luís Freire (é o treinador mais jovem da 1ª Liga) pretende estabilizar no escalão principal. Nos jogos disputados, destaque para os avançados Riascos (8 golos na Liga e na Taça) e Róchez, o experiente Rúben Micael, o ala João Camacho (o melhor jogador do plantel), o médio defensivo Larry Azouni (internacional francês sub 18, 19 e 20) e os brasileiros Júlio César e Lucas Kal no centro da defesa.

Na fotografia, o Nacional - Sporting disputado em 2018-19 que os leões venceram por 1-0.

publicado às 03:49

O Sporting joga amanhã…

Sporting - SC Braga, 2 de Janeiro de 2021, 18h00

Leão Zargo, em 01.01.21

21985365_9pq1N.jpeg

O Sporting defronta amanhã o Braga para a 12ª jornada da 1ª Liga. Na época passada, no Estádio de Alvalade, os leões venceram por 2-1, com golos de Wendel e Bruno Fernandes. Foi no início da época, para a 2ª jornada, e dessa equipa treinada por Marcel Keizer apenas Coates e Luís Neto deverão alinhar amanhã. Para além de Bruno Fernandes e Wendel, também saíram Acuña, Raphinha, Doumbia, Diaby, Thierry Correia, Eduardo e Vietto. Jérémy Mathieu terminou a carreira. Permanecem Luiz Phellype e Renan, mas não é previsível que sejam convocados.

A actual equipa leonina começou a ser burilada por Rúben Amorim quando foi contratado em Março passado. Nós, os sportinguistas, estamos sempre à espera de um D. Sebastião que nos leve à vitória. Isso não existe, como todos deveríamos saber. O que há é o trabalho laborioso planificado e competente. É o que se passa no Sporting com a construção de uma identidade e ideia de jogo forte assente em boas dinâmicas ofensivas e defensivas. Nunca se vê a equipa leonina sem organização, perdida em campo, o que é um princípio essencial.

O jogo com o Braga constitui um teste difícil para o Sporting. Carlos Carvalhal consegue que a sua equipa tenha um bom comportamento colectivo nas diferentes situações do jogo. A participação na Liga Europa é bem reveladora. Mas, os leões lideram a classificação da 1ª Liga e têm argumentos para vencer e para convencer. Diria que frente aos bracarenses, jogam Palhinha e TT e mais nove. Palhinha proporciona a estabilidade e a segurança, TT assegura a mobilidade e a profundidade. Engenho físico de um, engenho técnico do outro.

Na fotografia, Acuña e Murilo Souza no Sporting 2 - SC Braga 1 disputado em 2019-20.

publicado às 12:56

O Sporting joga amanhã…

Belenenses SAD - Sporting, 27 de Dezembro de 2020, 20h00

Leão Zargo, em 26.12.20

21981068_orosg.jpeg

O Sporting defronta amanhã o Belenenses SAD para a 11ª jornada da 1ª Liga. Em 2019-20, no Estádio Nacional, os leões venceram os azuis por 3-1 com golos de Coates e de Jovane Cabral (dois). Se na época passada o Sporting lutava pela participação nas competições europeias, agora defende a sua liderança e deve apresentar-se no Jamor praticamente na máxima força, pois apenas Jovane deve falhar o encontro. Feddal esteve ausente da sessão de treino na 5ª feira devido a um traumatismo no joelho esquerdo, mas deve recuperar a tempo.

O Sporting passou o Natal no 1º lugar. Todos nos recordamos daquela conversa antiga de esfregar as mãos e garantir que para o ano é que é. Todos queremos que isso seja passado. Agora, há que trabalhar para vencer e continuar à frente na passagem do ano. Como referiu Rúben Amorim, é jogo a jogo, final a final. Os leões praticam o melhor futebol entre as equipas do Campeonato, mas são capazes de vestir o fato de macaco quando se torna necessário. Se não for possível a “9ª Sinfonia” de Beethoven, será “The Call of Ktulu” dos Metallica.

A equipa leonina é a única sem derrotas, cedeu dois empates. Acredito que vai apresentar-se no Jamor determinada e disposta a lutar para além do limite das suas forças. Com estes jogadores, onde as pernas não chegam, o coração chega. E estão mais experientes, mais inteligentes e mais confiantes do que há dez meses atrás quando chegou Rúben Amorim. Acredito no sucesso deles, mesmo que o nosso panorama desportivo esteja povoado por gente medíocre. Amanhã espero ver Nuno Mendes totalmente recuperado e Bruno Tabata a alinhar de início.

Na fotografia, o Belenenses SAD - Sporting disputado em 2019-20. Jovane Cabral esteve em destaque ao marcar dois golos na vitória por 3-1.

publicado às 14:30

O Sporting joga amanhã…

Sporting - SC Farense, 19 de Dezembro de 2020, 20h30

Leão Zargo, em 18.12.20

thumbnail_Sporting 4 Farense 1 1975.76.jpg

O Sporting defronta amanhã o SC Farense para a 10ª jornada da 1ª Liga. Para a 1ª Liga no Estádio de Alvalade, os dois clubes defrontaram-se pela última vez em 2001-02 e os leões da casa-mãe venceram por 1-0, com golo de João Pinto. Depois, os leões algarvios fizeram uma travessia do deserto que os levou em 2006-07 até à 2ª Divisão Distrital, mas que culminaria na época passada com o regresso ao escalão principal do futebol português.

Depois das duas vitórias na Taça de Portugal e na Taça da Liga, a equipa leonina volta à competição da Liga NOS. O jogo da Taça da Liga foi de uma utilidade absoluta. Alteração do onze inicial e a mesma mentalidade competitiva. Sentido de responsabilidade e querer vencer. O ritmo de jogo pode não ser o mesmo, mas ninguém está a mais naquele plantel. Cada jogador sabe o que tem de fazer lá dentro. O aviso ficou feito: vai para o banco quem baixar o empenho. Julgo que Sporar vai jogar de início, constitui uma referência na frente de ataque que neste momento é indispensável.

O futebol do SC Farense tem mais qualidade do que revelam os 8 pontos na classificação geral e Rúben Amorim alertou que tem vindo a crescer. Será o regresso de Ryan Gauld a Alvalade. Em Dezembro, o Sporting defronta a filial algarvia e visita o Belenenses, dois jogos para ganhar. Depois, vem um mês de Janeiro mais complicado, em que recebe o Braga e o Benfica e viaja ao Nacional e ao Boavista. E a eliminatória da Taça de Portugal.  

Na fotografia, Manuel Fernandes marca um dos seus dois golos no Sporting 4 - SC Farense 1 disputado em 1975-76. Foi a primeira época do “Manel” de leão peito.

publicado às 14:30

O Sporting joga amanhã…

Famalicão - Sporting, 5 de Dezembro de 2020, 18h00

Leão Zargo, em 04.12.20

Famalicão 3 Sporting 1 2019-20.jpg

O Sporting defronta amanhã o Famalicão para a 9ª jornada da 1ª Liga. Em 2019-20, no Estádio Municipal, tudo correu mal: os famalicenses marcaram logo nos dois primeiros remates à baliza, aos 8 minutos os leões já perdiam por 2-0, Coates reduziu, o Sporting pressionou, Vietto falhou na pequena área, outros igualmente falharam, quem não marca, sofre. Derrota por 3-1 e o terceiro lugar ficou mais distante, a quatro pontos do Braga. Foi a despedida de Jorge Silas. “Vem para aqui um grande treinador”, afirmou o próprio Silas.

Em Famalicão disputa-se mais uma final. A equipa leonina pode não ter os melhores jogadores, mas revela que está preparada para vencer. Está confiante, e a confiança é das coisas mais preciosas que uma equipa de futebol pode ter. Os jogadores estão confiantes porque agora entendem o modelo de jogo, e por isso são ainda melhores no contexto competitivo. Nós, adeptos sportinguistas, o que queremos é que esta caminhada continue assim, passo a passo, num ritmo certo, constante. “As oportunidades multiplicam-se à medida que são agarradas” (Sun-Tzu). É verdade, pois claro.

Frente ao Sporting, o treinador João Pedro Sousa vai ser cauteloso e provavelmente substituir o habitual 4x3x3 por um 4x2x3x1 semelhante ao da época passada com que derrotou os leões. Só que agora não está lá Pote para rasgar o meio campo sportinguista. O “Fama” parece não ter o brilho da época passada, saíram jogadores importantes, possui uma equipa quase nova, Babic, Iván Jaime, Pereyra, Gil Dias, Fer e Trotta ainda estão a descobrir os cantos à casa, mas será sempre um adversário difícil, ainda mais jogando no seu campo.

Nota: Em conferência de imprensa hoje à tarde, Rúben Amorim revelou que Jovane Cabral, Nuno Mendes, Gonzalo Plata não foram convocados para o jogo de amanhã. Alertou que a equipa do Famalicão é jovem e com muita qualidade, analisou situações específicas de jogadores leoninos (Nuno Mendes, Eduardo Quaresma e Andraz Sporar) e questionado sobre determinadas “queixas” do Porto respondeu que a equipa técnica só está focada no trabalho no Sporting. “Só vemos verde”, concluiu. Sobre uma hipotética candidatura ao título, explicou que isso só acontecerá “quando for bom para a equipa”. Rúben Amorim procurou ser pedagógico, mas com a preocupação de retirar pressão do plantel e motivá-lo para fazer sempre melhor.

Na fotografia, o Famalicão - Sporting disputado em 2019-20.

publicado às 15:14

O Sporting joga amanhã…

Sporting - Moreirense, 28 de Novembro de 2020, às 20h30

Leão Zargo, em 27.11.20

Sporting Moreirense 2019-20.jpg

Sporting e Moreirense defrontam-se amanhã para a 8ª jornada da 1ª Liga. Os leões estão em 1º lugar com 19 pontos e os adversários em 11º com 8 pontos. No jogo entre as duas equipas na época passada, em Alvalade, os adeptos leoninos desesperaram perante o falhanço sucessivo de vários golos “feitos”. Valeu Luiz Phellype aos 70 minutos que, numa finalização à ponta de lança, finalmente acertou com a baliza dos minhotos. Desta vez, todos esperamos que a qualidade técnica dos jogadores e a sua vibração competitiva nos poupem a tamanha angústia.

O Moreirense vai apresentar-se sem alguns titulares, com um bloco baixo e agressividade nos duelos individuais, mas trata-se de mais uma final que exige a máxima concentração e disponibilidade física emocional. Já terá terminado o Santa Clara - Porto quando os leões entrarem em campo. Estes transmitem força e confiança, mas é bom saber o que se passa noutros campos. Mesmo que não alinhe algum titular habitual, a equipa vai jogar com o mesmo sistema, o mesmo modelo, em que cada jogador sabe bem o que que tem de fazer.

Em conferência de imprensa hoje à tarde, Rúben Amorim informou que Pote recuperou da lesão no joelho direito e que está convocado. Sobre o jogo de amanhã, o técnico considerou que “a equipa está bem, tem trabalhado bem. (…) Vamos voltar ao nosso campeonato. Foi uma pausa muito grande, não cria dúvidas, porque sabemos o que queremos. Estamos ansiosos por voltar aos jogos. Estamos preparados para o Moreirense, uma equipa bem orientada”. Questionado sobre a pressão de ter de defender a liderança, respondeu de pronto que “estaria mais pressionado se estivesse em terceiro ou quarto lugar”.

A única vez que o Moreirense conquistou pontos em Alvalade foi em 2014-15 (1-1). Se o Sporting vencer amanhã será o melhor início de época na 1ª Liga neste século.

Na fotografia, Luiz Phellype marca o golo no Sporting - Moreirense disputado em 2019-20, que os leões venceram por 1-0.

publicado às 19:02

O Sporting joga amanhã…

Vitória de Guimarães - Sporting, 7 de Novembro de 2020, 20h30

Leão Zargo, em 06.11.20

21945169_tHzvo.jpeg

Vitória de Guimarães e Sporting defrontam-se amanhã para a 7ª jornada da 1ª Liga. Os vimaranenses ocupam o 6º lugar, com dez pontos, a seis dos leões, que lideram o campeonato. A liderança isolada é uma situação que não se verificava desde Setembro de 2016. Nos últimos cinco confrontos entre os dois clubes no Minho cada um venceu uma vez, tendo empatado nas outras três. A equipa leonina está entre as que marcam mais na Liga NOS, com quinze golos, e quer manter-se invicta para segurar o 1º lugar.

No Estádio D. Afonso Henriques, na época anterior verificou-se um empate (2-2), num jogo em que os leões estiveram duas vezes a vencer com golos de Sporar, mas os minhotos igualaram por João Carlos Teixeira e por Marcus Edwards. O avançado esloveno estava em destaque, tinha conseguido cinco golos nas últimas seis partidas. Eduardo Quaresma teve uma estreia prometedora na equipa principal.

O jogo em Guimarães é de elevado grau de dificuldade. Com o decorrer do campeonato, a equipa do Vitória revela ainda maior organização e consistência competitiva. O triunfo em Barcelos na última jornada foi revelador. Mas, se jogar como equipa grande, o Sporting é capaz de vencer em qualquer campo. Bem servido, o tridente ofensivo é muito eficaz. Por certo, vamos reencontrar Ricardo Quaresma e Miguel Luís.

Os movimentos de Sporar e TT e os desequilíbrios de Pote, de Nuno Santos ou de Jovane Cabral reflectem-se no marcador. Com João Mário e Palhinha temos outro meio campo, a recuperar, a construir e a desequilibrar, com mais qualidade no passe e menos perdas de bola. Porro e Nuno Mendes são laterais como há muito não víamos de leão ao peito. Agora, o banco tem quem entra e mexe com o jogo. Em determinado momento da época passada tínhamos três jogadores com verdadeira categoria (Bruno Fernandes, Mathieu e Acuña). 

A fotografia é do Vitória de Guimarães 2 - Sporting 2 de 2019-20.

publicado às 12:59

O Sporting joga amanhã…

Sporting - Tondela, 1 de Novembro de 2020, às 20h00

Leão Zargo, em 31.10.20

21940576_PeO1l.jpeg

Sporting CP e CD Tondela jogam amanhã para a 6ª jornada da 1ª Liga. Desde que os tondelenses subiram à 1ª Liga em 2015-16, os dois clubes defrontaram-se cinco vezes em Alvalade, verificando-se duas vitórias leoninas e três empates. Nuno Mendes estreou-se na equipa principal no jogo da época passada, quando Jovane Cabral esteve em destaque em virtude de um golo de livre directo executado com um remate fulminante. Actualmente, na classificação da 1ª Liga, os leões têm 13 pontos e os beirões têm 5 pontos.

Supõe-se que a equipa mais amarelada do campeonato vai apresentar-se em campo, pelo menos, com duas alterações: João Mário e Sporar. Um porque traz racionalidade, o outro profundidade, e a dinâmica do futebol sportinguista está a “pedir” que os dois alinhem logo de início. Cada jogo é um jogo, é verdade, mas o Gil Vicente está na memória de todos e mais vale prevenir do que remediar. Se o Sporting vencer, tornar-se-á o segundo melhor arranque de temporada neste século, apenas superado pelo de 2017-18 com seis vitórias consecutivas. E pressiona o Benfica que joga no Bessa.

Pako Ayestarán, treinador do Tondela, manifestou plena confiança num bom resultado em Alvalade.  Em conferência de imprensa disse que “é um jogo perante uma grande equipa, mas estamos convencidos que teremos a nossa oportunidade e vamos então tratar de a aproveitar”. Imagina-se que vai procurar repetir os gilistas de quarta-feira: grande reforço defensivo com cuidada ocupação do seu meio campo e muita agressividade nos duelos individuais. Isto é certo, mas todos esperamos que a arte e o engenho dos leões é que vão determinar o resultado do encontro.

Na fotografia, o Sporting-Tondela disputado em 2019-20 que os leões venceram por 2-0. Jovane Cabral tinha acabado de abrir o marcador através de um remate de livre directo.

publicado às 16:02

O Sporting joga amanhã…

Sporting - Gil Vicente, 28 de Outubro de 2020, às 21h45

Leão Zargo, em 27.10.20

Sporting - Gil Vicente 2019-20.jpg

Sporting e Gil Vicente defrontam-se amanhã em Alvalade para cumprimento do jogo referente à 1ª jornada que não se realizou devido aos testes positivos para a covid-19 nas duas equipas. Bruno Tabata e Antunes têm problemas físicos que os impedem de serem convocados, Eduardo Quaresma continua a recuperação da fractura da apófise e João Mário não poderá alinhar porque foi inscrito pelos leões no final do mercado, já depois da altura em que este encontro se devia ter realizado.

No final da partida com o Santa Clara, Rúben Amorim antecipou o desafio com os gilistas afirmando que “é a nossa Liga dos Campeões, vamos encarar como uma final. As equipas estão preparadas para jogar de três em três dias e vamos estar prontos”. Se os leões vencerem ficam com treze pontos e isolam-se no 2º lugar da classificação. Esta pontuação nas primeiras cinco jornadas seria o segundo melhor arranque de temporada neste século, juntamente com o de 2015-16. Em 2017-18 o Sporting conseguiu seis vitórias consecutivas no início do campeonato.

Os sportinguistas esperam que se repita em Alvalade a primeira parte do jogo nos Açores (pressão e posse de bola no meio campo do adversário com boa dinâmica ofensiva), mas conseguindo criar situações de finalização com mais jogadores na grande área adversária. Falta uma referência nos últimos trinta metros. Šporar parece estar sem confiança, Luiz Phellype não joga desde 27 de Janeiro e Tiago Tomás está ainda em fase de crescimento acelerado. A superação deste défice é essencial para que a equipa alcance um patamar competitivo mais elevado.

O Gil Vicente vai apresentar-se em Alvalade de maneira semelhante à do Dragão: reforço defensivo e boa ocupação do seu meio campo, com grande agressividade nos duelos individuais. Um guarda-redes seguro, três defesas centrais, dois defesas laterais que sobem no terreno, dois médios defensivos, dois médios alas e um avançado solto à procura da sua oportunidade. A verdade é que o Porto marcou apenas um golo e os gilistas também estiveram perto de o conseguir, principalmente na 1ª parte.

A fotografia refere-se ao Sporting - Gil Vicente disputado na época de 2019-20 que os leões venceram por 2-1.

publicado às 12:10

O Sporting joga amanhã…

Santa Clara - Sporting, 24 de Outubro de 2020, 18h00

Leão Zargo, em 23.10.20

21933965_D0zEf.jpeg

Nos Açores, para o Campeonato, o Sporting defrontou o Santa Clara por cinco vezes, tendo conseguido 4 vitórias e 1 empate. O único empate (2-2) aconteceu em 1999-00 quando os leões foram campeões nacionais. Na época passada a equipa leonina venceu por 4-0, com golos de Luiz Phellype (2), Bolasie e Bruno Fernandes. A Direção Regional da Saúde dos Açores e a Liga autorizaram a presença de público até 10% da lotação do Estádio. Os dois clubes têm ambos 7 pontos, mas o Sporting tem menos um jogo.

A equipa sportinguista vai apresentar-se em São Miguel com algumas alterações. Vietto, em negociação com o Al Hilal, e Bruno Tabata, com uma mialgia na coxa direita, não foram convocados. Eduardo Quaresma, em tratamento da fractura da apófise transversa lombar, também não viajou. A saída de Vietto poderá permitir um maior protagonismo de Luiz Phellype. Na antevisão do jogo, Rúben Amorim sublinhou a necessidade de “assumir o jogo com empenho e jogar com arrogância positiva” e clarificou a situação dos guarda-redes leoninos elogiando Adan e declarando confiança em Max. Salientou a evolução e a maturidade competitiva de Nuno Mendes e reconheceu que não é fácil substituir Vietto.

A equipa de São Miguel tem vindo a jogar em 3x4x3 com os laterais Rafael Ramos e Diogo Salomão, formados em Alcochete, mais adiantados. Thiago Santana, com quatro golos, entre eles o da vitória em Braga, é o marcador da equipa açoriana. Marco Pereira, um dos melhores guarda-redes em Portugal a jogar com os pés, segundo Rúben Amorim, os centrais Fábio Cardoso e João Afonso, os médios Osama Rashide e Anderson Carvalho e os alas Jean Patric e Carlos Júnior têm assumido grande destaque esta época. Sublinhando o aspecto motivacional, o treinador Daniel Ramos valorizou a vontade de “fazer história” caso vença, pois o Santa Clara nunca ganhou ao Sporting.

Na fotografia, o Santa Clara - Sporting disputado em 2019-20.

publicado às 18:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo