Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sem deslumbrar... mas vitorioso!

Rui Gomes, em 05.12.19

78285774_10156434276331555_1210063317175894016_o.j

Brilhante golo de Bruno Fernandes mas o melhor

leão esta noite foi Yannick Bolasie.

Vietto finalizou jogada de grande nível.

(Lastimável, a atitude de Acuña)

Com este resultado, o Sporting chega aos três pontos, menos um do que Portimonense e Rio Ave, necessitando agora de vencer na última ronda na visita ao Algarve e esperar que os vilacondenses marquem passo na recepção ao Gil Vicente.

Se os vilacondenses ganharem essa partida, o Sporting está de imediato fora da prova, independentemente do resultado que conseguir em Portimão. Caso haja empate no Rio Ave-Gil Vicente ou até mesmo vitória minhota, então o Sporting apura-se sempre com um triunfo no Algarve.

image.jpg

Eis o que Silas teve para dizer sobre o jogo:

"Era importante vencer para acalentar as hipóteses de seguir ainda na Taça da Liga e também tenho o sonho de representar o Sporting na final four da Taça da LigaO Gil Vicente voltou a estar bem organizado e a sair bem no contra-ataque. No fundo. foi um jogo muito similar ao de domingo, mas a nível defensivo não cometemos os erros que cometemos domingo.

A expulsão de Marcus Acuña:

"Acuña é um jogador que vive muito o jogo. Naturalmente tem de melhorar. Ele acaba por cometer alguns erros e poderia ter prejudicado a equipa. Vou ter de falar com ele, porque já não é nenhum miúdo. Também não é nada que também não tivesse acontecido a mim. Acho que ele tem de repensar, porque nós até chegámos ao segundo golo, mas também poderíamos ter sofrido.

O calendário de jogos:

"Tivemos três dias para preparar o jogo com o Gil Vicente e o nosso adversário teve a semana toda. Já no jogo que perdemos com o Tondela tivemos também apenas três dias e o nosso rival teve uma semana para descansar. O que aconteceu com o Gil foi a mesma coisa.

É difícil para nós fazer tantos jogos seguidos e jogar contra adversários que têm mais tempo para recuperar. Também sei que a questão do tempo não pode ser uma desculpa, porque nós temos a obrigação de vencer. E também não acontece apenas a nós. Quem está nas competições europeias sofre o mesmo e nós não abdicamos dessa prova, pelo que acabamos por pagar o preço".

As palavras de Vítor Oliveira:

"Respeito muito a opinião dele, para mim é um professor e aprendo muito com ele. No entanto, não estou aqui para comentar a opinião do Vítor Oliveira. Os meus jogadores mostraram qualidade e foi por isso que ganhámos. Respeito, mas não sou comentador. Sou treinador e ele é meu colega."

publicado às 04:48

Lei de Murphy não explica tudo...

Rui Gomes, em 26.09.19

71055359_10156255328121555_7800821805484081152_n.j

publicado às 22:06

Convocatória para o Rio Ave

Rui Gomes, em 26.09.19

70861603_10156254286766555_6546067438037893120_n.j

Convocatória de 19 jogadores que aparenta indicar que apesar de ser um jogo para a Taça da Liga, o Sporting vai apresentar a melhor equipa possível.

Coates descansa, assim como Bolasie, Luiz Phellype regressa de lesão e Gonzalo Plata volta aos convocados depois da fraca exibição frente ao Boavista.

Destaque importante, ainda, para o regresso do «capitão» Bruno Fernandes, após cumprir um jogo de castigo na última jornada da Liga.

A defesa não me parece em dúvida, com Rosier, Luís Neto, Mathieu e Acuña (Borja).

No meio campo, Wendel está a precisar de banco, mas é de admitir que vai ser titular: Battaglia, Miguel Luís e Bruno Fernandes.

Na linha da frente: Jesé Rodríguez, Vietto e Luiz Phellype.

Se Leonel Pontes - ainda será ele no banco - optar por repetir o 4x4x2 do jogo frente ao Famalicão, teremos uma ou outra alteração no meio campo e no ataque.

Jovane Cabral também é candidato a ser titular, mas, como já verificámos, sem ainda se compreender a real causa, ele, por norma, produz mais a vir do banco do que quando é integrado no 'onze' incial.

publicado às 15:40

Multas ao Sporting pela Taça da Liga

Rui Gomes, em 08.02.19

 

2019-02-07.png

 

O Sporting foi multado num total de 36.847,93 euros por recomendação da Liga de Clubes devido a reparações a efectuar depois da final four da Taça da Liga, anunciou esta quinta-feira o organismo em comunicado oficial.

Segundo a publicação no site oficial da entidade organizadora da prova, cobram-se 23. 849,76 euros na sequência do jogo da meia-final, frente ao SC Braga, mais 13.008,17 pela final, dias depois, contra o FC Porto.

 

Confesso que não estou muito por dentro deste assunto e nem sequer apurei os danos que levaram às multas de registo, mas pelo muito que se tem visto noticiado sobre multas, estas parecem-me excessivas.

 

Um cínico até diria que o Sporting foi multado pela sua ousadia em conquistar a Taça da Liga.

 

publicado às 07:01

 

doc2018082624711143hd_16957971801ed.jpg

 

Abel Ferreira, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Santa Clara, ainda com referências à final four da Taça da Liga e, em especial, ao jogo com o Sporting:

 

Teme que o pós-jogo do Braga-Sporting possa beliscar a sua imagem?: "Não preciso de mostrar nada. Sei como funciona o futebol. A minha mensagem foi clara, o conteúdo está lá todo e não vou mexer no que foi dito. As pessoas de bem trabalham bem, de forma séria, são competentes e querem aprender. Foi isso que aconteceu nesse jogo e perceber que temos de fazer muito mais golos. Tudo o que planeámos foi feito e o que controlámos também. O resto não vou estar a repisar. Quando falo, falo sem clubismos, falo a verdade. É sempre possível melhorar".

 

Arbitragem de Manuel Oliveira contra o Sporting: "Conhecem o árbitro que nos apitou a meia-final e sabem o que aconteceu com o Moreirense. Tudo na vida serve para aprender. Houve uma final que tem de ser elogiada, com três grandes equipas. Preferiram olhar para a forma e não para o conteúdo. Tudo na vida vem para nos ensinar. A todos".

 

publicado às 15:20

O mau perder de Sérgio Conceição

Rui Gomes, em 28.01.19

 

img_920x519$2019_01_27_20_01_03_1498573.jpg

Foto: Rui Caravelas

 

Um adepto do Sporting mostrou nas redes sociais a medalha que Sérgio Conceição atirou para a bancada após a final da Allianz Cup, na qual os leões derrotaram o FC Porto nos penáltis. "Quando a azia de Sérgio Conceição te vem parar à mão", disse no Twitter.

 

publicado às 04:01

Antevisão da final da Taça da Liga

Rui Gomes, em 26.01.19

 

mw-960.jpg

 

Rodolfo Correia protagonizou a conferência de imprensa de antevisão da final da Taça da Liga, uma vez que o treinador Marcel Keizer teve de se deslocar à Holanda devido à morte do sogro.

 

ANTEVISÃO DA FINAL

 

"Os encontros com o FC Porto são sempre interessantes, todos gostamos de jogar e estar presentes. Há sempre adaptações estratégicas a fazer e coisas a corrigir de um jogo para o outro. São sempre jogos muito bons."

 

SÉRGIO CONCEIÇÃO DISSE QUE O FC PORTO FOI O ÚNICO A QUERER VENCER O ÚLTIMO CLÁSSICO ENTRE AMBOS

 

"É um comentário que tenho de respeitar. O Sporting entra em todos os jogos para vencer, isso tem sido bem representado. É uma opinião que tenho de respeitar, mas essas não são as nossas ideias."

 

FAZ SENTIDO OS ÁRBITROS SEREM AFASTADOS APÓS AS CRÍTICAS?

 

"Infelizmente, são situações que ocorrem não só em Portugal mas em todos os países. Quando uma pessoa está submetida a decisões, há quem não tenha a mesma opinião dos outros. Nós estamos sempre em situação de errar, há decisão e pode haver erro. Julgo que é um ponto em que não nos podemos focar. Não queremos falar de arbitragem. O jogo e o jogador são o mais importante."

 

PROBLEMAS FÍSICOS APÓS VÁRIOS JOGOS CONSECUTIVOS

 

"A questão da recuperação é fundamental para nós. Não é a primeira vez em que só temos dois dias de descanso entre jogos. Infelizmente o calendário está muito preenchido neste meses, depois é uma questão que poderá ser revista pela Liga."

 

PROBLEMAS FÍSICOS DE MATHIEU

 

"Está a fazer gestão de esforço para amanhã estar preparado para o jogo. Será reavaliado em relação à fadiga e depois tomaremos uma decisão em relação ao onze que vai jogar."

 

Nota: O resto da conferência de imprensa - reportagem de Tribuna Expresso - pode ser lida aqui.

 

publicado às 03:17

Muito ruído para desviar atenções

Rui Gomes, em 25.01.19

 

OriginalSize$2019_01_25_15_25_55_1497653.jpg

 

O Sporting terá decido terminar (sendo verdade) com a ligação ao ex-árbitro Pedro Henriques, uma situação comentada por António Salvador, presidente do SC Braga, no rescaldo do jogo entre os dois clubes, na meia-final da Taça da Liga:

 

"No final do jogo ouvi um ex-árbitro a comentar na SportTV que há falta do Dyego Sousa sobre o Acuña. Esse ex-árbitro é um avençado do Sporting. Como é que é possível um comentador analisar um lance daqueles e dizer que é falta clara. É inacreditável o que se passa no futebol português".

 

Entretanto, foi apurado que Pedro Henriques tinha as funções de dar aulas de arbitragem, formação em redor das regras, comportamentos, sempre ao nível da pedagogia.

 

A ligação entre o Sporting e Pedro Henriques começou na Direcção de Godinho Lopes e manteve-se com Bruno de Carvalho. Poderá terminar agora (?) por decisão de Frederico Varandas.

 

Se o presidente do Sporting decidir terminar a ligação entre o Clube e Pedro Henriques apenas em função do ruído precipitado por António Salvador, é muito simplesmente um erro. Esperamos que haja algum esclarecimento.

 

Este tema está a ser dado relevo apenas e tão só para desviar atenções dos reais problemas do futebol português e, mais concretamento, do afastamento do Benfica e SC Braga da Taça da Liga.

 

Os comentários de Pedro Henriques ao serviço da Sport TV em nada se relacionam com o Sporting e, na realidade, quando ele opina que houve falta de Dyego Sousa sobre Acuña, tem cem por cento razão. As imagens disponíveis confirmam a exactidão da decisão que surgiu por iniciativa do VAR.

 

De igual importância, é o facto que Pedro Henriques actualmente não exerce qualquer função oficial no futebol português. O que ele expressa na TV e nos jornais é de idêntica essência ao que é feito por muitos outros comentadores.

 

publicado às 17:11

Renan salvou o dia !

Rui Gomes, em 24.01.19

 

imgS620I240371T20190122132115.jpg

 

Fundamentalmente, assistimos ao que já se esperava; um SC Braga bem organizado e muito lutador, perante um Sporting fisicamente desgastado e a insistir em consentir golos por lapsos defensivos inadmissíveis. Neste caso concreto, Mathieu falhou com a cobertura na área e Dyego Souza ficou com a baliza leonina à sua mercê, logo aos 3 minutos.

 

O Sporting iniciou o jogo com Renan; Ristovski, Coates, Mathieu e Acuña; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Nani, Raphinha e Luiz Phellype.

 

Suplentes: Salin; Jefferson, André Pinto, Diaby, Francisco Geraldes, Petrovic, Bas Dost.

 

Esta equipa do Sporting necessita de ser "refrescada" urgentemente e trocar Bas Dost por Luiz Phellype não é suficiente. Tanto assim, que o avançado que nos chegou do Paços de Ferreira não foi servido uma única vez durante os cerca de 70 minutos que esteve em jogo.

 

img_920x518$2019_01_23_22_29_35_1497053.jpg

 

Sebastián Coates - e não só pelo belo golo que marcou - e Wendel terão sido os melhores "leões" em campo. Ristovski, apesar de trapalhão, também não esteve mal. Estes, além de Renan, que salvou o dia para o Sporting ao defender três grandes penalidades.

 

Em sentido contrário, Bruno Fernandes esteve uma mera sombra do que nos habituou, e Acunã, fisicamente desgastado e cada vez mais a dar indicações que está mais focado no futuro do que no presente.

 

Reconhece-se que é tudo muito subjectivo, mas parece-me óbvio que Marcel Keizer tem de fazer algo para dar mais poder de luta à equipa. Insistir praticamente no mesmo onze, com jogos de três em três dias, só pode precipitar um colapso total.

 

download.jpg

 

Contrário à outra meia-final desta prova, o VAR esteve bem, muito embora o árbitro não tenha correspondido. A falta sobre Acuña no início do lance que levou ao golo anulado ao SC Braga foi bem visto pelo vídeo-árbitro. Também esteve bem quando chamou a atenção do árbitro para a falta para grande penalidade sobre Coates. Na minha opinião, o juiz Manuel Oliveira simplesmente não teve coragem para assinalar o castigo máximo.

 

Tanto António Salvador como Abel Ferreira surgiram a criticar a arbitragem pós-jogo - como já era de esperar, aliás - e no que ao VAR diz respeito, a fazerem comparações com o que se verificou no Benfica - FC Porto. Confesso, objectivamente, que não lhes reconheço justa causa para queixas.

 

No sábado, perante uma equipa portista muito motivada, o Sporting terá de jogar muito mais e melhor se pretende vencer a Taça da Liga pelo segundo ano consecutivo.

 

publicado às 05:02

 

image.jpg

 

No final da partida com o SC Braga, o presidente Frederico Varandas falou aos jornalistas:

 

Jogo: "Queria dedicar esta vitória ao nosso treinador, Marcel Keizer, que hoje teve a infelicidade de perder um familiar muito próximo e, com grande profissionalismo, fez o jogo. Com grande dificuldade foi à conferência de imprensa e esta vitória é para ele".

 

Arbitragem: "O Sporting, eu enquanto presidente, perdi em Tondela e perdi bem. Perdi porque o Sporting foi inferior. Perdi com o Portimonense, perdi bem porque fui inferior ao Portimonense. Empatei com o FC Porto, empatei bem. Hoje foi justo o resultado e certamente houve erros de um lado e do outro nestes três jogos que eu enunciei.

 

Para mim há três formas de lidar com a derrota. Com dignidade, conseguindo perceber porque se perdeu, olhar para dentro; a versão histeria e eu admito que frustração de perder uma final em casa, mais uma vez, não é fácil; e a versão cobarde que é refugiar-nos noutras pessoas, em linhas.. Porque se há coisa que eu sei, neste momento, é isto: a arbitragem está com o VAR muito melhor do que sempre foi. Erram? Erramos todos. Erram os árbitros, erram os treinadores,... E hoje vive-se, sinto eu, com uma arbitragem mais livre.

 

E o que me preocupa mais nisto tudo é ver um presidente a dizer que um determinado árbitro não pode voltar a arbitrar e hoje ter a notícia que pede uma licença por tempo indeterminado para não arbitrar. Isto é que não pode voltar a acontecer e é preciso ter coragem de dizer as coisas. Há um tempo que não pode voltar atrás e a minha direcção, enquanto Sporting, não vai deixar que isto volte para trás".

 

Braga: "Eu não comentei as arbitragens. O Braga não foi prejudicado. Há um penálti claríssimo sobre o Coates, há uma falta antes que antecede um golo do Braga que é bem anulado e eu percebo que depois é a fase emocional, que leva as pessoas a dizer alguns disparates. Depois há uma terceira via que é a de fazer das pessoas idiotas.

 

abel_ferreira_braga_foto_jose_coelho_lusa12290c9b_

 

Neste momento existem erros de arbitragem que vão sempre existir. Acho que o VAR é importantíssimo, há que melhorar a qualidade dos árbitros? Há. Há que melhorar a qualidade dos treinadores? Há. Há que melhorar a qualidade dos dirigentes? Há".

 

Nota: O discurso histérico do treinador Abel Ferreira, com murros na mesa à mistura, em conferência de imprensa, assim como o de António Salvaldor, após a derrota frente ao Sporting.

 

publicado às 05:01

Convocatória para o SC Braga

Rui Gomes, em 23.01.19

 

50755931_10155740854791555_513839257249382400_n.jp

 

Marcel Keizer chamou 22 jogadores para a deslocação ao Minho para a disputa da final four da Taça da Liga.

 

Já aqui debatemos as possibilidades de utilização de alguns jogadores além dos usuais, e ficamos agora na expectativa relativamente às opções do treinador.

 

Na minha opinião, o recém-contratado Luiz Phellype devia ter uma oportunidade para mostrar o que vale, muito além de uns meros minutos. Considerado um dos melhores jogadores da II Liga, talvez até o melhor, não deve ficar eternamente no banco à espera de render Bas Dost ocasionalmente nos minutos finais de jogos.

 

Idrissa Doumbia também foi integrado e seria muito interessante ver se ele conseguiria desempenhar a função de "6" ao nível que se exige e que esta equipa do Sporting necessita urgentemente.

 

Na defesa não há muito por onde escolher, podemos, portanto, esperar o usual quarteto, com Acuña novamente a lateral esquerdo.

 

Francisco Geraldes espera uma oportunidade para jogar e os jovens Miguel Luís e Jovane Cabral têm talento suficiente para render algumas pernas cansadas.

 

Não é de esperar que Marcel Keizer altere o modelo de jogo da equipa.

 

publicado às 04:49

"Penso jogo a jogo"

Rui Gomes, em 22.01.19

 

50223934_10155737737771555_5203631356193538048_o.j

 

Perante as câmaras da Sport TV, Marcel Keizer foi questionado sobre a possibilidade de conquistar a Taça da Liga, se vencer o SC Braga na meia-final de quarta-feira:

 

"Tento não pensar muito nisso. Penso jogo a jogo. Primeiro o SC Braga, que vai jogar em  sua casa e, por isso, vai ser difícil. Temos este jogo, depois veremos o que acontece no próximo. Essa é a melhor forma de lidar com as coisas".

 

O seu comentário sobre o jogo da I Liga que o SC Braga venceu por 1-0, ainda com José Peseiro ao leme do Sporting:

 

"Vi esse jogo e vários outros do SC Braga nas últimas semanas. É uma equipa muito bem organizada. Defende muito bem, tem bons avançados e qualidade no meio-campo. Mas sabemos que também temos uma boa equipa e que temos qualidade. Veremos o que acontece na quarta-feira, mas penso que será um jogo equilibrado".

 

Sinto alguma curiosidade em ver a convocatória para o jogo de quarta-feira, assim como o 'onze' inicial. Reconhece-se que sendo uma meia-final, apesar de ser nesta prova, é uma partida importante e que não vai ser fácil perante uma formação minhota muito motivada.

 

Abel Ferreira e os seus pupilos levaram uma "tareia" do Benfica antes do Natal mas, como sempre, é de esperar que contra o Sporting até dará para "comer relva".

 

Dito isto, a equipa leonina está a acusar o inevitável desgaste de um plantel curto, e Marcel Keizer terá forçosamente de ponderar integrar algumas pernas frescas, mesmo que menos experientes e rodadas. Duvido que Idrissa Doumbia já esteja apto para jogar, mas seria uma boa ocasião para a sua estreia, especialmente considerando a necessidade de reforçar a posição "6".

 

publicado às 03:48

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 15.01.19

 

doc2018061324339590mar_660326277dec.jpg

 

Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes, à margem da apresentação da Final Four, em Braga, adiantou algumas considerações sobre o que ele considera ser o actual estatuto da Taça da Liga:

 

"Em 2015, muitos questionavam a existência da Taça da Liga, mudámos a prova e hoje é um título que todos querem ganhar. Ter os quatro primeiros classificados da Liga é um sinal inequívoco de que esta competição e conceito vingaram.

 

Em virtude da recém-discussão sobre a sobrecarga de jogos no mês de Janeiro  (a fase final decorre entre dia 22 e 26 de Janeiro) admite-se ponderar mudar o calendário da prova. Se essa mudança for a bem do bem maior, que é o futebol português, para uma maior competitividade interna e externa, claro que essa reflexão será feita".

 

publicado às 03:33

 

image (1).jpg

 

O Sporting voltou às vitórias e, outra vez, com goleada, ao vencer o Feirense por 4-1, na 3.ª e última jornada do Grupo D da Taça da Liga, e apurou-se com mérito para a final four da Taça Liga.

 

O adversário na meia-final vai ser o SC Braga, o próximo obstáculo no objectivo leonino de defender o título conquistado na época passada frente ao Vitória de Setúbal na final.

 

Golos de belo efeito por Raphinha e Bruno Fernandes, este em grande plano no jogo, Bas Dost converteu uma grande penalidade e ainda houve um autogolo, num lance de grande perigo, obra de Miguel Luís. O Feirense beneficiou de uma grande exibição do seu guarda-redes Bruno Brígido, que evitou um resultado muito mais dilatado.

 

O Sporting terminou o Grupo D com os mesmos seis pontos do Feirense (seis golos marcados e sete sofridos) e Estoril (quatro marcados e três sofridos) mas com vantagem na diferença de golos (nove marcados e quatro sofridos).

 

A última vaga da fase final será preenchida este domingo e será disputada entre o FC Porto (joga em casa do Belenenses), o Varzim e o Chaves que jogam entre si. 'Dragões' e Chaves têm quatro pontos, Varzim tem três.

 

 

Considerações de Marcel Keizer em entrevista pós-jogo:

 

Sporting tornou o jogo fácil? 


"Não creio, com 2-1 o Mathieu faz um corte muito importante. Depois do penálti [n.d.r.: o 1-2] foi difícil para nós mas no fim ganhámos."

 

Importante marcar cedo? 

"É sempre bom mas não é importante no sentido de que queremos marcar sempre e criar ocasiões. Depois de perder é bom dar a volta com um triunfo."

Campo pequeno criou problemas? 

"Os jogadores estiveram no controlo da bola e da posse, podemos fazer melhor mas estou feliz com quatro golos."

Quão importante é estar na final four?

"É importante estar na decisão final. Grandes clubes estão lá e nós também queremos. Veremos o que acontece."
 

publicado às 04:03

 

hqdefault.jpg

 

Uma equipa alternativa do Sporting que se deixou adormecer pelo golo madrugador de Wendel (9'), com André Pinto no centro das atenções, pelas piores razões, ao ser mal batido no primeiro golo do Estoril, para onze minutos mais tarde marcar o autogolo que deu a vitória à equipa visitante.

 

O Sporting alinhou de início com Salin, Bruno Gaspar, Marcelo, André Pinto, Jefferson; Petrovic, Wendel, Gudelj; Diaby, Carlos Mané e Bas Dost.

 

Suplentes:  Maximiano, Coates, Bruno Fernandes, Montero, Nani, Lumor e Jovane.

 

Não duvido que haverá quem vai aproveitar a ocasião para dar mais algumas alfinetadas em José Peseiro, mas na realidade este jogo prova pouco ou nada. Uma equipa com muitos jogadores de segundo plano, mas que deviam ter jogado com mais eficácia e não o fizeram no todo dos 90 +5 minutos. Se o Sporting tivesse vencido, os mais críticos diriam que não 'cumpriu mais do que a sua obrigação'. A derrota, por outro lado, serve para alimentar as almas maldizentes.

 

download (1).jpg

 

Não quero adiantar análises individuais, mas confesso que já cheguei ao ponto de não poder ver Petrovic em campo. Tem duas velocidades: devagar e mais devagar, falha passes com frequência e comete faltas ridículas, até na zona ofensiva. Mesmo com um plantel muito limitado, desafia a imaginação o que se pretende deste jogador.

 

Bas Dost aproveitou o jogo para acumular mais minutos, depois da sua longa ausência. Ainda vai levar algum tempo para recuperar o seu melhor ritmo competitivo.

 

Arbitragem muito pobre, não sendo a causa, no entanto, para a derrota do Sporting.

 

Declarações de José Peseiro à Sport TV no final do encontro:

 

"Tínhamos o jogo controlado. Fizemos uma boa exibição, não jogámos mal. Tivemos uma gestão a fazer, com coisas agradáveis, outras nem tanto. A equipa tinha o jogo controlado, teve mais ocasiões e não merecia este resultado. Temos de aceitá-lo...

 

Mas dominámos, criámos mais oportunidades, diante de uma equipa que defendeu mais baixo do que estávamos à espera - porque a empurrámos -, mas faltou frescura no final, pois tínhamos vários jogadores em campo que não têm jogado tanto. Esta competição não acabou e ainda podemos conseguir o apuramento.

 

Alguns jogadores acusaram o esforço e a intensidade do jogo, mas tínhamos de fazer essa gestão em função dos objectivos e da nossa responsabilidade. Temos três jogos em sete dias... E mesmo com esta gestão merecíamos outro resultado".

 

ADENDA: Vários portais noticiosos estão a reportar que após reunião com o presidente Frederico Varandas esta madrugada, José Peseiro foi demitido do seu cargo como treinador da equipa principal do Sporting.

 

Ainda não consta confirmação oficial do Sporting.

 

Um dos nomes que surge na praça é o de Paulo Sousa. Outro, para mim muito mais interessante, é o de Leonardo Jardim, embora não acredite que ele aceitará regressar ao Sporting nesta altura.

 

publicado às 02:48

 

en_2587271_logos_0_soccer_59bf84e676aa2_600_450.pn

 

Primeiro e sobretudo, reconhecimento para a excelente exibição de Bruno Fernandes, ao nível que nos habituou na época passada e que ainda não tínhamos visto esta temporada, a acentuar uma vitória indiscutível do Sporting. Nota de honra para Raphinha, com Bruno Gaspar a dar indicações que a titularidade de Ristovski poderá estar em perigo.

 

O Sporting alinhou de início com Salin; Bruno Gaspar, Coates, André Pinto e Jefferson; Battaglia e Acuña; Jovane Cabral, Bruno Fernandes e Raphinha; Montero.

 

Suplentes: Renan Ribeiro, Ristovski, Petrovic, Gudelj, Wendel, Diaby e Castaignos.

 

download.jpg

 

A equipa verde-e-branca foi sempre superior ao Marítimo, salvo durante um período de sensivelmente 15 minutos depois de marcar o seu segundo golo. O jogo de transição está a melhorar bastante, exigindo-se maior eficácia de último passe e, claro, de finalização. Este capítulo será muito díficil de melhorar com Montero na ponta do ataque.

 

Muito embora em termos globais se veja um Sporting com melhor dinâmica colectiva, José Peseiro começa a irritar-me com algumas das suas opções. Na ausência de Bas Dost, insistir impiedosamente em Montero não resulta, salvo se acreditarmos em milagres. Se Luc Castaignos não é a solução, já era tempo de começar a apostar em Diaby, muito além dos 5 minutos que lhe concedeu hoje.

 

E depois temos Marcus Acuña. O argentino nunca me deslumbrou, mas não se pode esperar muito dele a jogar fora de posição, no interior do terreno. Evidenciou-se muito pouco nesta partida e até foi dele o erro que deu origem ao lance do golo do Marítimo. 

 

download (1).jpg

  

Sinto que Gudelj é jogador para o onze, se Peseiro apostar nele. Concedeu-lhe cerca de 20 minutos hoje, que deu para ver que pode vir a ser uma mais-valia para esta equipa, uma vez bem integrado e a jogar com confiança.

 

Não posso deixar de referir a estupidez do "madeirense" Lucas Silva, pela violenta entrada sobre Wendel.

 

publicado às 05:04

Convocatória para o Marítimo

Rui Gomes, em 15.09.18

 

41882181_10155499353326555_5714520855673831424_n.j

 

José Peseiro convocou 21 jogadores para este primeiro jogo da Taça da Liga, edição 2018/19, frente ao Marítimo, e apesar de ser uma competição secundária, tendo em conta a longa paragem para jogos de selecção, não é de esperar muitas, se algumas, poupanças na equipa leonina.

 

Da parte do adepto, que me inclui, acho que há grande expectativa sobre as estreias de Gudelj e Diaby. Parece-me que semanas após as suas contratações, já houve amplo tempo de treinamento para lhes permitir integrar a equipa e até o onze inicial.

 

Estranha-se a continuada ausência de Viviano. Não é segredo que a SAD tentou transferi-lo, sem sucesso, durante o mercado de Janeiro. O guarda-redes também esteve a contas com uma lesão, mas tudo indica que está totalmente recuperado e apto a alinhar em competição. Haverá aqui uma outra explicação, porventura.

 

Bas Dost ainda recupera de uma lesão muscular, assim como Nani, e outro jogador à espera de utilização é Carlos Mané. Veremos os planos de José Peseiro.

 

publicado às 17:05

 

image.jpg

 

Declarações de Bast Dost após a vitória na final da Taça da Liga:

 

"A nossa segunda parte foi muito boa, depois de um primeiro tempo fraco. No fim, conseguimos a vitória nas grandes penalidades.

 

Estou muito orgulhoso do Coates e do William por terem marcado os penáltis. Respeito! Estou feliz, mas o sentimento não é suficiente e queremos mais, a Taça da liga não é o título que mais desejamos".

 

publicado às 03:36

 

mw-860.jpg

 

O que Rogério Casanova, jornal Expresso, teve para dizer com humor à mistura, sobre as exibições de Bryan Ruiz, Rúben Ribeiro e Fredy Montero. Diz ainda o autor que passou a 2.ª parte de costas para a TV, mas, mesmo assim, consegue explicar como a derrota foi infligida aos pupilos de José Peyroteo Couceiro.

 

Bryan Ruiz

 

Creio que foi ali por volta do minuto 20 que um dos comentadores da RTP afirmou que Bryan Ruiz e Arnold estavam a "travar um duelo intenso".
 
Rúben Ribeiro
 
Jogou 45 minutos, saiu ao intervalo, ganhou uma Taça (confirmada após um dos jogadores vitorianos treinados por José Peyroteo Couceiro ter FALHADO um penalty) e agora anda para ali aos saltos. Já teve dias piores na vida, com toda a certeza. E há de ter melhores, também com toda a certeza.

 

Fredy Montero

 

Ao minuto 16 foi a correr pressionar um jogador do Vitória que estava em posse de bola. Foi um gesto revolucionário que apanhou toda a gente de surpresa. Os restantes jogadores do Sporting devem ter olhado uns para os outros a pensar "quem é que este maluco julga que é?". E lá continuou na sua onda, Montero, a procurar a bola, a procurar os espaços vazios, a tentar devolver a bola ao primeiro toque, e outros anacronismos semelhantes. Foi dos jogadores mais combativos a reagir à perda de posse, e não lhe faltaram oportunidades para o mostrar, pois perdas de bola houve muitas. O facto de os vocábulos "Montero" e "combativo" coexistirem na mesma frase é, aliás, um excelente resumo da primeira parte. Entretanto ganhou mais uma Taça, mesmo não tendo participado no desempate por grandes penalidades que ditou a DERROTA da agremiação sadina, orientada por José Peyroteo Couceiro.
 

publicado às 03:35

FALSA foto na capa do jornal A Bola

Rui Gomes, em 27.01.18

 

Por referência do nosso leitor HY, a quem agradecemos, desde já, verifica-se que a foto publicada na capa do jornal A Bola é falsa, no contexto do jogo das meias-finais da Taça da Liga entre Sporting e FC Porto, e mais especificamente pela marcação das grandes penalidades. Ora vejamos:

 

wdia_grande.jpg

 

De seguida, temos uma foto real de Rui Patrício a defender uma das grandes penalidades:

 

img_818x455$2018_01_25_01_15_53_704046.jpg

 

- Rui Patrício não defendeu nenhum penálti na posição ilustrada pelo jornal;

- Rui Patrício não envergou a braçadeira de capitão, mas sim William Carvalho;

- A cor das luvas de Rui Patrício é diferente;

- As botas de Rui Patrício são diferentes:

- Creio que a própria camisola, sendo amarela, é diferente.

 

Caso ainda hajam dúvidas, publicamos um vídeo com um breve resumo do jogo:

 

 

Não se refuta a possível presença de Nélson - treinador de guarda-redes do Sporting - nas imediações da baliza utilizada para a marcação das grandes penalidades, mas não deixa de ser triste e lamentável - para ser simpático - a desonestidade do jornal A Bola, sendo um órgão de comunicação social histórico em Portugal. Prova absoluta dos extremos a que o quasi-oficioso porta-voz do clube da Luz está disposto a ir para denegrir o Sporting.

 

Infelizmente, por muito indecoroso que seja, este acto da parte da comunicação social portuguesa não é inédito. Regressamos a Março de 2014, data em que o jornal Record - então sob a tutela do super-encarnado João Querido Manha - publicou uma foto de um golo do Sporting com a linha virtual de fora de jogo falsificada.

 

O mesmo jornal, em Julho de 2013 - então sob a tutela de Alexandre Pais - publicou uma foto de Alexis Santos, nadador leonino, com o emblema do Sporting deliberadamente rasurado da sua toca.

 

Enfim... mais do mesmo que ocorre no nosso tão "pequeno" Portugal !

 

publicado às 11:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo