Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fotografia com história dentro (232)

Uma recepção apoteótica

Leão Zargo, em 17.01.21

Taça das Taças desfile em Lisboa 16.5.1964.jpg

A finalíssima da Taça das Taças disputada entre o Sporting e o MTK de Budapeste em 15 de Maio de 1964 e a magia do “cantinho do Morais” fazem parte do imaginário mítico dos sportinguistas. Naquele dia, em Antuérpia, materializou-se o sonho contido nas palavras premonitórias do Visconde de Alvalade que pretendia que o Clube fosse “tão grande como os maiores da Europa”.

A comitiva leonina regressou no dia seguinte a Lisboa com a intenção de comparecer no intervalo de um Portugal - Inglaterra, no Estádio Nacional, para a apresentação do troféu aos portugueses. Milhares de sportinguistas participaram no cortejo entre o Aeroporto e o Estádio ou aguardaram nas ruas da cidade para vitoriarem os jogadores numa recepção verdadeiramente apoteótica.

Sobre esse momento histórico, Pedro Gomes escreveu que “demos tudo o que tínhamos ao deixarmos em campo a pele, a alma e o suor. Mas fomos e somos compensados ao entrarmos na história do Nosso Clube e ao sermos considerados pelos Sportinguistas de Boa Memória”. É assim, dessa maneira, com justiça, que os jogadores vencedores da Taça das Taças são recordados pelos adeptos leoninos.  

Na fotografia, a comitiva sportinguista quando se dirigia para o Estádio Nacional em 16 de Maio de 1964.

publicado às 14:30

Taça das Taças - 15 de Maio de 1964

Leão Zargo, em 15.05.20

thumbnail_SCP Taça das Taças.png

Naquela tarde de 15 de Maio de 1964, em Antuérpia, João Morais desenhou numa folha de papel A4 um pontapé de canto quase impossível e colocou a bola directamente na baliza. Foi o cantinho do Morais que abriu caminho à conquista da gloriosa Taça das Taças.

Sobre essa conquista, Pedro Gomes escreveu o seguinte: “Demos tudo o que tínhamos ao deixarmos em campo a pele, a alma e o suor. Mas fomos e somos compensados ao entrarmos na história do Nosso Clube e ao sermos considerados pelos Sportinguistas de Boa Memória.”

Na foto, a apresentação da Taça das Taças aos portugueses no intervalo de um Portugal - Inglaterra, no Estádio Nacional, em 16 de Maio de 1964.

publicado às 16:00

Recordar é viver

Rui Gomes, em 10.04.20

publicado às 20:45

Fotografia com história dentro (46)

Leão Zargo, em 15.05.17

 

A Taça.jpg

 

De onde saiu a bola mágica?

 

A final da Taça das Taças disputada entre o Sporting e o MTK de Budapeste em 13 de Maio de 1964, em Bruxelas, foi emocionante, em grande parte pelas constantes alterações no marcador. O resultado foi um empate (3-3), mas dois golos seguidos dos húngaros, aos 70 e aos 72 minutos, fizeram prever o pior. No entanto, a nove minutos do fim do jogo, o sentido de oportunidade e a bravura física de Figueiredo numa jogada na pequena área obrigaram à finalíssima.

 

Dois dias depois, as equipas reencontraram-se em Antuérpia. Com a lesão de Bé no jogo da final, Anselmo Fernandez atribuiu a João Morais a marcação dos pontapés de canto. Figueiredo ficou com função de se colocar perto do guarda-redes, movimentando-se quando a bola partisse para que este o seguisse e desguarnecesse a baliza. Morais, que nessa noite tinha sonhado marcar daquela maneira, desenhou numa folha de papel A4 um pontapé de canto quase impossível e colocou a bola directamente na baliza. A magia do “cantinho do Morais”!

 

publicado às 12:30

 

 

publicado às 05:02

Fotografia com história dentro (28)

Leão Zargo, em 25.12.16

 

SCP Taça das Taças.png

 

Uma imagem, um século de História

 

 

Naquela tarde de 15 de Maio de 1964, em Antuérpia, João Morais desenhou numa folha de papel A4 um pontapé de canto quase impossível. Foi o “cantinho do Morais” que abriu caminho à conquista da gloriosa Taça das Taças. Um fio invisível que liga a memória de diferentes gerações de sportinguistas.

 

Sobre esse momento histórico, Pedro Gomes escreveu o seguinte: “Demos tudo o que tínhamos ao deixarmos em campo a pele, a alma e o suor. Mas fomos e somos compensados ao entrarmos na história do Nosso Clube e ao sermos considerados pelos Sportinguistas de Boa Memória.”

 

Na fotografia, apresentação da Taça das Taças aos portugueses no intervalo de um Portugal – Inglaterra, no Estádio Nacional, em 16 de Maio de 1964.

 

publicado às 11:10

O "impossível" foi possível !

Rui Gomes, em 15.05.16

 

CifGPN8WgAAphPi.jpg

 Taça das Taças - 15 de Maio de 1964

 

publicado às 12:31

Sporting 3 - MTK 3

Leão Zargo, em 13.05.16

 

19608847_mvwzK.jpg

 

No dia 13 de Maio de 1964, no Estádio do Heysel, o Sporting e o MTK empataram a três golos. Os leões estiveram duas vezes em desvantagem no marcador, mas a combatividade de toda a equipa e a astúcia de Figueiredo levaram o jogo para o prolongamento quando muitos sportinguistas já desesperavam.

 

Não houve golos no prolongamento e a decisão sobre o vencedor do troféu foi remetida para a finalíssima do mítico “cantinho do Morais”!

 

 

Ficha do jogo:

 

Final da Taça dos Vencedores das Taças

Sporting 3 - MTK 3

Estádio do Heysel (Bruxelas), 13 de Maio de 1964

Árbitro - Lucien Van Nuffel (Bélgica)

 

Sporting - Carvalho, Pedro Gomes, Alexandre Baptista, José Carlos, João Morais, Fernando Mendes, Bé, Osvaldo Silva, Géo, Figueiredo e Mascarenhas

 

Treinador - Anselmo Fernandez

 

Marcadores - Mascarenhas (40m) e Figueiredo (48m e 81m)

 

 

MTK - Ferenc Kovalik, György Keszei, József Danszky, István Jenei, István Nagy, Ferenc Kovacs, Károly Sandor, Mihály Vasas, László Bödör, István Kuti e Istvan Halapi

 

Treinador - Béla Volentik

 

Marcadores - Károly Sandor (19m e 72m) e István Kuti (70m)

 

publicado às 19:46

Sporting 5 Manchester United 0

Leão Zargo, em 18.03.16

 

19365723_3MMdz.jpg

 

18 de Março de 1964 - “Vamos a eles, vamos a eles!”, gritava-se nas bancadas. Os adeptos acreditavam que era possível a reviravolta. Anselmo Fernandez e os jogadores leoninos acreditaram. Mágico !

 

Ficha do jogo:

 

Taça dos Vencedores das Taças (quartos de final)

Estádio de Alvalade (18 de Março de 1964)

Árbitro: Michel Kitabdjian (França)

 

Sporting: Carvalho, Pedro Gomes e Hilário; Fernando Mendes (c), Alexandre Baptista e José Carlos; Figueiredo, Osvaldo Silva, Mascarenhas, Géo e João Morais.

 

Treinador: Anselmo Fernandez.

 

Marcadores: Osvaldo Silva (g.p.2m, 11m e 54m), Géo (47m) e Morais (52m)


Manchester United: Gaskell, Brennan, Dunne, Crerand, Foulkes, Setters, Herd, Chisnall, Bobby Charlton, Law (c) e George Best.

 

Treinador: Matt Busby.

 

publicado às 09:05

Foto do Dia

Rui Gomes, em 26.11.15

 

1964-05-16_20100701_1760315416.jpg

 

publicado às 03:35

Taça das Taças - 50 anos

Rui Gomes, em 15.05.14

 

15 de Maio de 1964

Escrevemos há dias sobre este histórico evento, aqui.
 

publicado às 14:17

 
Fez esta quarta-feira 49 anos que o Sporting conquistou a Taça das Taças e eu lembro-me perfeitamente onde estava no dia 15 de Maio de 1964: sentado à frente da televisão na sala principal do clube da minha terra natal, o Sport Clube Escolar Bombarralense, e recordo o histórico "cantinho do Morais" como se fose hoje.
 

 

publicado às 02:58

Memórias (1)

Rui Gomes, em 18.11.12

 

___  Taça dos Vencedores das Taças ___

 

Época de 1963/64

 

Plantel: Hilário, Libânio, Barroca, Pais, Lúcio, Alfredo, Alexandre Baptista

Pedro Gomes, Mário Lino, Hilário, Saturnino, Álvaro Alexandre

Fernando Mendes, Pérides, José Carlos, David Júlio, Géo, Figueiredo

Osvaldo Silva, Mascarenhas, Morais, Durval, Monteiro, Ferreira Pinto, Bé, Augusto e Louro

  

publicado às 01:43

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo