Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Faltou o mais importante!

Rui Gomes, em 04.11.19

GoalPoint-Tondela-Sporting-Liga-NOS-201920-90m.jpg

O Sporting controlou o jogo do primeiro ao último minuto mas acabou derrotado por falta de eficácia ofensiva no último terço do terreno e frente à baliza do Tondela.

O 70% de posse de bola satisfaz o tipo de jogo que Silas exige da equipa, mas pouco ou nada serve se não houver golos, e foi precisamente isto que ocorreu em Tondela, enquanto o adversário marcou num lance de bola parada, praticamente na única ocasião (88') em que ameaçou a baliza de Renan.

download.jpg

Considerações de Jorge Silas no final da partida:

"Faltou-nos sorte, conseguimos meter o Tondela lá atrás na segunda parte, mas depois faltou também eficácia na zona de finalização. Já não é a primeira vez que acontece. É o segundo jogo seguido em que sofremos golo de bola parada, tem muito a ver com a concentração dos jogadores. Acabamos por perder três pontos assim...o futebol é um bocado isto, fizemos o que tínhamos de fazer, eles num lance de bola parada marcam. Tenho de lhes dar os parabéns pela vitória, mas nós não merecíamos perder este jogo.

Dez tentativas de golo e o Tondela teve uma. Eles fizeram um golo e nós não fizemos nenhum. Temos de fazer mais. Se não fizemos com 10 tentativas temos de fazer mais, a ver se conseguimos fazer com 20.

Espero que não tenha muito impacto no que será o nosso jogo, as derrotas aqui pesam, mesmo os empates não são bons. Houve muita coisa boa que fizemos, vamos tentar que esse impacto seja reduzido, mas vamos olhar para o futuro, olhar para o que fizemos mal, potenciar o que fizemos bem."

Não vamos recorrer à arbitragem para desculpar esta derrota do Sporting, mas as más decisões de Fábio Veríssimo, muito mal auxiliado pelo VAR, tiveram muita influência no jogo e no resultado. Primeiro, pelo cartão vermelho mal anulado, segundo, por uma outra expulsão que ficou por ser assinalada por falta grosseira sobre Vietto. Isto, entre outras decisões, a exemplo deste lance com Bolasie, aos 54 minutos.

publicado às 07:50

Derrota justa para quem andou a dormir no relvado!

Sem eficácia de passe e de remate no último terço do terreno não há hipóteses.

Rui Gomes, em 03.11.19

75233559_10156352513876555_7909241610557194240_n.j

Tags:

publicado às 19:31

Convocatória para o Tondela

Rui Gomes, em 03.11.19

76268574_10156349325936555_663431348966391808_n.jp

A lista de 19 jogadores convocados por Jorge Silas para o embate deste domingo com o Tondela, a contar para a 10.ª jornada da Liga NOS.

As únicas novidades de relevo constam do regresso do jovem Rodrigo Fernandes e da ausência de Jérémy Mathieu, este, em princípio, para gozar de descanso tendo em conta o jogo de quinta-feira da Liga Europa.

O 'onze' inicial não deve sofrer grandes alterações, ficando apenas a dúvida sobre quem vai preencher a vaga no eixo defensivo, Tiago Ilori ou Luís Neto. Também é provável que Bolasie regresse à titularidade.

Rosier continua de fora, o que significa que Ristovski realizará o seu segundo jogo do campeonato. Gonzalo Plata ausente por opção técnica.

Teremos, portanto, o seguinte alinhamento do Sporting:

Renan; Ristovski, Coates, Luís Neto ou Ilori e Acuña; Doumbia, Eduardo e Bruno Fernandes; Vietto, Bolasie e Jesé ou Luiz Phellype.

O Tondela é o 8.º classificado da Liga, com 12 pontos, provenientes de três vitórias e outros tantos empates. 

publicado às 02:18

 

5351.jpg

 

O Sporting despediu-se de Alvalade, esta temporada, com um empate com o Tondela, por 1-1, em jogo referente à 33.ª e penúltima jornada da Liga NOS. Bruno Fernandes (6') e Tomané (67') marcaram os golos da partida. 

 

O que de mais interessante se viu em Alvalade foi a inteligência de Bruno Fernandes e a disponibilidade de Jérémy Mathieu, provavelmente o central mais completo e capaz deste campeonato, a caminho de uma exibição que lhe valeria o prémio de melhor em campo.

 

O Sporting alinhou de início com o seguinte 'onze': Renan; Ristovski, Coates, Mathieu e Borja; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Raphinha, Acuña e Luiz Phellype.

 

Suplentes: Salin, Ilori, André Pinto, Doumbia, Diaby, Jovane Cabral e Bas Dost.

 

O 'verniz estalou' aos 35 minutos, com uma decisão de Tiago Martins. Depois de consultar o VAR, o árbitro decidiu expulsar Ristovski, por pisadela intencional, num lance muito polémico mas que acaba por sublinhar a infantilidade do defesa macedónio do Sporting.

 

A equipa leonina ficou então reduzida a dez unidades e essa desvantagem, juntamente com a grande exibição do guarda-redes Claudio Ramos, acabou por trazer benefícios para os forasteiros. 

 

mw-1280.jpg

 

Considerações de Jérémy Mathieu no final do jogo:

 

"Não vi o que se passou mas é muito duro. O árbitro achou que ele pisou o jogador… no futebol há contacto. Foi a decisão dele. O Ristovski é um jovem e tem de aprender. Sofremos mas é algo normal.

 

A verdade é que nós queríamos muito ganhar o último jogo em casa, mas foi difícil com dez. Tivemos ocasiões de golo mas é assim o futebol. Pensamos no FC Porto e teremos a final de Taça.

 

Somos o Sporting CP e queremos sempre ganhar. Vamos ao Porto para ganhar porque teremos de defender o emblema e respeitar o futebol. Depois há que pensar na Taça de Portugal.

 

Não sei se vou ficar. Já falei com o clube. É uma decisão deles. Quero continuar e estou à espera de uma resposta."

 

publicado às 05:04

Convocatória para o Tondela

Rui Gomes, em 11.05.19

 

60226923_10155955154241555_5299676205140672512_n.j

 

A lista de 18 jogadores convocados por Marcel Keizer para o jogo frente ao Tondela, a contar para a 33.ª e penúltima jornada da Liga Nos, edição 2018/19.

 

Convocatória sem qualquer novidade de relevo. Bruno Gaspar está lesionado e Battaglia continua a sua recuperação para a próxima época. Francisco Geraldes mais uma vez não foi opção do técnico.

 

Espera-se um 'onze' inicial sem alterações. Bas Dost, embora apto, deverá começar o jogo no banco, com a titularidade a ser concedida mais uma vez a Luiz Phellype, que atravessa um bom momento de "leão ao peito":

 

Renan; Ristovski, Coates, Mathieu e Borja; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Raphinha, Acuña e Luiz Phellype.

 

Muito embora o objectivo prioritário seja a vitória e os respectivos três pontos, é de esperar uma consciência colectiva no sentido de contribuir para que Bruno Fernandes possa ser o melhor marcador da Liga. Neste momento, o médio leonino soma 19 golos, dois atrás de Seferovic do Benfica.

 

publicado às 04:33

 

img_920x518$2019_05_01_18_16_04_1541286.jpg

 

Os juniores do Sporting marcaram passo no Campeonato Nacional e ficaram praticamente afastados do título, ao empatarem a dois golos na recepção ao Tondela, em partida da 9.ª jornada da fase final do campeonato.

 

Os leões até entraram melhor e ao intervalo venciam por 2-0 - com golos de Paulo Costa (31') e Diogo Brás (36') -, mas acabariam por permitir a reacção dos beirões, que com golos de Chiquinho (61') e Dylan (90'+6), conseguiram alcançar a igualdade na visita a Alcochete.

 

Com este resultado, o Sporting acaba por não aproveitar o deslize do Benfica, mantendo-se a 8 pontos do eterno rival. De resto, de notar que a diferença para o topo da tabela pode aumentar para 10 caso o FC Porto vença o seu encontro em atraso.

 

publicado às 03:31

Beto suspenso por um mês

Rui Gomes, em 08.01.19

 

img_920x518$2019_01_08_16_18_43_1491653.jpg

 

Beto foi castigado com um mês de suspensão na sequência da expulsão ocorrida após a derrota em Tondela. Além da suspensão, o team manager do Sporting vai também pagar uma multa de 3.825 euros.

 

Segundo o relatório do árbitro Nuno Almeida, citado pelo mapa de castigos sumários do Conselho de Disciplina, o dirigente dirigiu-se ao juiz no final da partida e disse: "És uma encomenda. Vieste aqui encomendado pelo Benfica!".

 

É claro que não há fundamento algum para uma acusação desse calibre, até porque o clube da Luz é bem conhecido por nunca recorrer a manobras desmedidas para alcançar os seus fins. Beto devia ser mais prudente com a língua.

 

É fantástico, no entanto, que em menos de 24 horas do final da partida o castigo já foi deliberado. Chama-se a isso competência, da parte do Conselho de Disciplina.

 

publicado às 16:33

"Hoje não fizemos o nosso trabalho"

Rui Gomes, em 08.01.19

 

image.jpg

 

Algumas considerações de Marcel Keizer após a derrota frente ao Tondela:

 

Análise ao jogo: "Começámos muito mal. Depois controlámos a partida, mas o início foi muito pobre. O jogo já estava 1-0 e tornou-se muito difícil. Hoje não fizemos o nosso trabalho".

 

Bas Dost: "O Bas Dost é muito bom, sentimos a falta dele, mas jogaram onze jogadores na mesma e tínhamos de ganhar".

 

Luiz Phellype fora dos convocados: "O Luiz Phellype vem da Segunda Liga, ainda não está perfeitamente adaptado ao Sporting. Não se pode vir da Segunda Liga e jogar logo no Sporting. Foi por isso que não o convoquei. Trouxe o Montero que é um grande avançado".

 

Pior resultado antes do jogo com o FC Porto:"Não, porque não falámos disso esta semana. Apenas falámos sobre o Tondela".

 

publicado às 02:33

Caso Diaby

Rui Gomes, em 08.01.19

 

 

Houve algumas diferenças de opinião entre leitores sobre o lance em que Diaby cai na área do Tondela, aos 13 minutos de jogo.

 

Pelas imagens disponíveis verifica-se que não houve falta sobre o avançado do Sporting.

 

publicado às 02:32

Derrota merecida !

Rui Gomes, em 07.01.19

 

soi-keo-ca-cuoc-bong-da-ngay-8-1-tondela-vs-sporti

 

Depois da exibição a que assistimos, não pode haver meias palavras. O Sporting não jogou para ganhar e a derrota é merecida.

 

Será ou não apenas impressão minha, mas a equipa está a perder toda a sua intensidade de jogo e com lapsos inadmissíveis na defesa à mistura, é inevitável que venha a sofrer como sofreu hoje.

 

Novamente as laterais a evidenciarem-se pela negativa. No primeiro golo do Tondela, Bruno Gaspar foi ultrapassado como se nada fosse e Acuña ficou a olhar para o homem a quem devia ter dado cobertura, a cabecear a bola para dentro da baliza de Renan.

 

O meio campo leonino simplesmente não funcionou. Fala-se muito de Wendel - e como eu já suspeitava, foi-lhe dada a preferência sobre Miguel Luís - mas confesso que vejo muito pouco nele, hoje, praticamente nada. Na minha opinião, não justifica a titularidade.

 

O Sporting alinhou de início com Renan; Bruno Gaspar, Coates, Mathieu e Acuña; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Nani, Raphinha e Diaby.

 

Suplentes: Salin, Jefferson, André Pinto, Montero, Ristovski, Petrovic, Miguel Luís.

 

Podemos evocar a ausência de Bas Dost e a falta de alternativas no banco, mas o 'onze' que entrou no jogo tem a obrigação de fazer muito mais.

 

Como já referimos, se a equipa não for devidamente reforçada no mercado de Janeiro, o título não é mais do que uma miragem.

 

Com este resultado, o Sporting desceu do segundo lugar para quarto, com 34 pontos, e foi ultrapassado por SC Braga (36) e Benfica (35), enquanto FC Porto, com 39, recebe ainda hoje o Nacional e pode consolidar a liderança.

 

P.S.: A atitude de Acuña já me enoja. Além do jogo de castigo que vai cumprir pelo quinto amarelo que viu, por protestos, devia ir para a bancada mais algum tempo. Isso, ou ser transferido, caso apareça uma oferta razoável.

 

Nani

 

"Entrámos mal no jogo. O Tondela teve uma oportunidade e fez um golo, sabíamos que era um jogo difícil num terreno difícil e pequeno, em que o futebol ia ser mais na atitude e nos duelos individuais.

 

Fomos infelizes quando reagimos mas acabámos por ter as nossas oportunidades, não as concretizámos. Depois, com superioridade numérica, sofremos mais um golo o que complicou ainda mais.

 

Fica aqui uma lição, temos de aprender com os nossos erros e continuar a lutar. Não há nada a fazer neste momento, é trabalhar".

 

publicado às 21:03

 

img_920x518$2019_01_06_13_13_27_1490821.jpg

 

Considerações de Marcel Keizer na conferência de imprensa deste domingo, de antevisão ao jogo com o Tondela:

 

"O objectivo principal é vencer jogos e em Março ou Abril veremos o que podemos fazer. Por agora, o maior objectivo é trabalhar com a equipa, progredir com estes jogadores e continuar a ganhar jogos".

 

Condição física da equipa: "Toda a gente sabe os jogos que jogámos. É possível de gerir, mas por vezes os jogadores têm de descansar. Neste momento, não temos muitos problemas físicos. Toda a gente adora jogar".


Proibido perder pontos antes do clássico com o FC Porto: "Nunca queremos perder pontos. Amanhã é um jogo importante e depois de amanhã é que podemos falar no FC Porto. Não há jogos fáceis e temos de jogar da melhor forma".


Rui Vitória e o Benfica: "Não tenho opinião nem sei nada sobre isso. Respeito todos os treinadores. É melhor para mim focar-me no Sporting".


Carga de jogos nas próximas semanas: "Não vai ser fácil, mas os jogadores adoram jogar e temos de ter a certeza que estão fisicamente bem. Às vezes um dia extra ajuda, outras vezes não temos isso. Temos de jogar e continuar a ganhar. É um grande desafio".

 

img_920x519$2019_01_06_10_15_58_1490790.jpg


Corrigir os erros: "Temos de retirar alguma coisa dos erros. Nestes três dias, houve muito para fazer. Vimos vídeos, tirámos lições de outros jogos que jogámos e estamos confiantes".

 

Acuña e Gudelj com quatro cartões amarelos: "Não falei com eles. Para nós, só há um jogo: o de amanhã. É muito importante, não falo de outros jogos com os jogadores. Precisamos de todos os jogadores".

O que esperar do Tondela: "Joga em casa, espero que joguem, que nos pressionem, umas vezes mais alto, outras menos".

Várias opções no meio-campo:"Isso não é um problema (sorri). São três jogadores e gostava de ter quatro. Para um treinador, não é o problema. Os jogadores querem jogar, mas há vezes há mais concorrência. Num clube como o Sporting, com tantos jogos, todos querem jogar sempre e eles conseguem lidar com isso".


Interesse em Tiago Ilori: "Mesmo sendo Janeiro, não falo de jogadores".

Francisco Geraldes e Luiz Phellype: "Estão inscritos".

 

publicado às 03:04

Convocatória para o Tondela

Rui Gomes, em 06.01.19

 

49710291_10155712385431555_8752112033110949888_n.j

 

A ausência mais notável nesta convocatória de Marcel Keizer é Bas Dost. O avançado holandês sofreu um traumatismo craniano no jogo com o Belenenses e está em repouso, regressando aos treinos na terça-feira, confirmou o Sporting este domingo.

 

Pensava eu que seria então uma boa oportunidade para a estreia do recém-chegado Luiz Phellype, até porque já está inscrito na Liga, mas parece que Keizer tem outras ideias. Já Francisco Geraldes não surpreende, porque muito além de algumas dúvidas sobre a sua condição competitiva, consta que ainda esperam por alguma documentação da Alemanha.

 

Creio que este será o 'onze' inicial do Sporting:

 

Renan; Bruno Gaspar/Ristovski, Coates, Mathieu e Acuña; Gudelj, Miguel Luís e Bruno Fernandes; Nani, Diaby e Fredy Montero.

 

Ser Bruno Gaspar ou Ristovski, é praticamente a mesma coisa dado que nenhum deles satisfaz. Já no meio campo, Keizer terá uma escolha interessante: Miguel Luís ou Wendel. Algo me diz que a aposta do técnico vai recair sobre o brasileiro, mas veremos amanhã.

 

No capítulo disciplinar, tenho uma vaga ideia que há dois leões com quatro amarelos cada e em risco de falhar o clássico com o FC Porto. Um deles é Acunã - e não vai ser muito difícil ele ver o quinto amarelo, pelo seu irreconciliável temperamento. Creio que o outro é Gudelj.

 

publicado às 19:00

 

mw-680.jpg

 

Até este sábado, este chuvoso sábado, nenhuma equipa tinha conseguido marcar mais que um golo na Luz neste campeonato. Até que chegou o Tondela e marcou três. Marcou três e o sonho do penta ficou mais difícil de apanhar, num jogo em que se formou uma daquelas tempestades perfeitas nas quais muito dificilmente se sai ileso: o Benfica desabou na defesa, desperdiçou no ataque e ainda teve pela frente um muro chamado Cláudio Ramos.

 

Sem Jardel e Fejsa atrás e Jonas lá à frente, a formação da tempestade só se precipitou e caiu em cima da cabeça de um Estádio da Luz que não estaria à espera que o Benfica, a escorregar, escorregasse frente ao Tondela. Mas não foi só uma escorregadela, foi uma queda sem amparo, cujas feridas só seriam tratáveis se o FC Porto não tivesse vencido no Funchal, no domingo.

 

E quase já parece tarde para o Benfica, que desabou na altura mais crítica e praticamente ofereceu o título ao FC Porto e, talvez, a Champions ao Sporting.

 

Entretanto, com Luís Filipe Vieira no balneário exigir a Liga milionária, serão os adeptos a segurar Rui Vitória, talvez para poupar 4 milhões de euros ao Benfica. Curiosamente, ou talvez não, já se ouvem rumores sobre... Marco Silva.

 

(Texto baseado parcialmente num artigo de Lídia Paralta Gomes, jornal Expresso)

 

publicado às 05:22

Até Casillas se deu ao comentário

Rui Gomes, em 20.02.18

 

image.jpg

 

Iker Casillas, guarda-redes suplente do FC Porto, também sentiu a necessidade de comentar o golo tardio do Sporting no jogo com o Tondela, recorrendo à sua conta no Twitter:

 

"90' + 4' (4' x 2') + 1 hora + 1 dia + 1 semana + 1 mês + 1 ano + 1 década + 1 século... E se isto não for suficiente: o trunfo "infinito".

 

Clarividência inaudita do internacional espanhol. O Sporting não lhe deu muita conversa em resposta, apontando apenas imagens mostrando períodos de compensação de jogos do FC Porto e Benfica, nos quais o tempo de jogo adicional originalmente concedido pelos respectivos árbitros, também foram substancialmente ultrapassados:

 

"Oito minutos de 'desconto' em Tondela jogou-se três minutos, e nestes jogos?...No Belenenses-Benfica, em que o tempo de compensação concedido foi de cinco minutos, o relógio marcou 97.51, e no Moreirense-FC Porto, que atingiu os 98.23 depois de concedidos cinco minutos".

 

Adenda:

 

Iker Casillas responde a um tweet de Juanma Rodríguez, comentador do 'El Chiringuito', que dizia: "É curioso, Casillas atreve-se a meter com o Sporting de Portugal mas aqui nunca se atreveu com o Barcelona".

 

Resposta do guarda-redes do FC Porto: "Olho para o calendário e já se passou muito tempo desde que deixei aquela que sempre considerei a minha casa. 25 anos dão para muito.  E vejo também que tens algo atravessado na garganta para escreveres esta porcaria. Foste tu que escreveste ou alguém disse que tinhas de colocar isto? Acredito na segunda opção".

 
Juanma Rodríguez veio logo acrescentar: "É a segunda, Iker. Escreve-me o Mourinho".
 

publicado às 15:10

Comentadores aziados e afins...

Rui Gomes, em 20.02.18

 

image.jpg

 

De regresso ao Facebook, o novo "rei" de Alvalade abordou a vitória do Sporting em Tondela, fez alvo do que ele apelida de "comentadores aziados" e fez destaque crítico de Octávio Machado:

 

"Hoje vou dar o devido desconto a tantos comentadores aziados pelo resultado do Sporting CP. Eu sei que custa, mas uma equipa que luta até ao último segundo merece ser feliz. Agora, só para ficarmos todos esclarecidos, considerar o Octávio Machado um comentador ligado ao nosso Clube é uma ofensa inqualificável para o Sporting Clube de Portugal. Ele que fique por muitos e bons anos na CMTV, pois assim, como diz o povo, só se estraga uma casa. Obrigado a todos os Sportinguistas que estiveram incansáveis no apoio à equipa até ao último segundo! Seguimos juntos e ainda na luta por todos os nossos objetivos!".

 

Recorde-se das declarações do antigo dirigente da Sporting SAD, já depois da Assembleia Geral:

 

"(...) Se vou deixar o programa? Antes de ir para o Sporting já cá estava. Não confundo Bruno de Carvalho com o Sporting. Acho que responde à pergunta. Ninguém pode ou deve estar - ou tentar pôr-se - acima do Sporting. Muito menos o grande líder. Apoiar a equipa amanhã em Tondela é que é militância. Mas para o grande líder isso não é militância. Para ele é: ‘saiam dos programas porque eu é que mando’. Não sei se vou ser atirado aos cães ou não, nem me importo, porque sou muito duro de roer e podem partir os dentes. Somos pessoas livres."

 

publicado às 12:47

Construir "castelos" no ar

Rui Gomes, em 20.02.18

 

16571536_JzIwE.jpg

 

Pelos vistos, o emblema que reside no outro lado da Segunda Circular ficou com a sua serenidade de espírito fragilizada pela vitória do Sporting em Tondela. Tanto assim, que sentiu a necessidade de construir "castelos" no ar, com críticas na sua conta do Twitter à actuação de João Capela:


"Uma das maiores vergonhas de todos os tempos por parte do ex-chefe de equipa de Hernâni Fernandes - o especialista em arbitragem de Alvalade. Histórico tempo de compensação, penalty sobre Murillo transformado em amarelo e perdão de expulsão de William Carvalho. Não há vergonha!".

 

Vergonha na cara poderia ser vendida na farmácia, dado que há gente que precisa de altas doses. Isso, e memórias muito curtas, que se esquecem, ou fingem que se esquecem, que João Capela, entre vários outros episódios de alta benevolência para esse clube, foi o juiz do notório jogo do "limpinho, limpinho...". O facto do treinador encarnado de então vestir-se agora de verde e branco, deveria estimular ainda mais essas fracas memórias.

 

publicado às 05:04

 

image.jpg

 

Apesar do triunfo ao cair do pano, e da forma como foi, não se pode dizer mais deste jogo que não se disse já de muitos outros jogos. Alguns bons momentos mas, na generalidade, mais uma exibição muito cinzenta do Sporting. Que o golo vitorioso tenha surgido aos 98 minutos, mais 4 do que foi inicialmente indicado por João Capela (houve um atraso com um jogador do Tondela no relvado), não altera esta realidade da equipa leonina.

 

Fica-se com a ideia que o resto da época vai ser assim. Aos soluços e à espera que o talento individual dos jogadores venha a resolver as situações mais complicadas pontualmente.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Bruno César; William Carvalho, Bruno Fernandes, Gelson Martins e Acuña; Montero e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin; André Pinto, Battaglia, Wendel, Bryan Ruiz, Rúben Ribeiro e Doumbia.

 

Wendel equipou pela primeira vez, mas não chegou a pisar o relvado. Rúben Ribeiro mais uma vez a demonstrar que não é jogador para o Sporting. William Carvalho muito perto do seu melhor nível. Bruno Fernandes a dar indicações de cansaço e Acuña a desempenhar bem o papel de lateral esquerdo. Mathieu teve um momento de menor reflexão, atendendo que já tinha um cartão amarelo, mas não sei se a falta sobre Rúben Ribeiro que precipitou a situação, não era para mais do que cartão amarelo.

 

Com este resultado, o Sporting continua na luta com os dois rivais para a liderança da I Liga.

 

Nota: Deixei omisso, injustamente, o grande mérito de Bas Dost no lance do golo de Coates. Excelente cabeceamento!

 

publicado às 21:57

 

 

 

publicado às 21:03

 

sportingvstondela-500x292.jpg

 

Reconhece-se perfeitamente que é necessário rodar jogadores pelo inevitável desgaste, especialmente com um jogo europeu ao meio da semana, mas compreender a totalidade do onze inicial de Jorge Jesus não é para qualquer um. A bem dizer, conhecendo a sua usual oratória, nem sequer me atrevo a ouvir a explicação para as opções de registo.

 

De qualquer modo, Jérémy Mathieu abriu o caminho, aos 12', com um excelente golo de livre, o seu primeiro de "leão ao peito", mas a equipa nunca se encontrou totalmente para dar seguimento à sua contribuição. Talvez, digo eu, por falta de uma melhor explicação, por estar a jogar apenas com dez.

 

O Sporting alinhou de início do seguinte modo:  Rui Patrício; Piccini, Sebastián Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; William Carvalho; Iuri Medeiros, Bruno Fernandes e Marcus Acuña; Alan Ruiz e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin; André Pinto, Petrovic, Battaglia, Bruno César, Gelson Martins e Doumbia.

 

De fora ficaram Jonathan Silva, Stefan Ristovski, Tobias Figueiredo e Mattheus Oliveira. Gelson Dala alinhou pela equipa B contra a Académica de Coimbra.

 

 

Em geral, a defesa leonina esteve muito bem, nomeadamente Coates e Mathieu, que realizaram uma excelente exibição. Piccini a fazer sensivelmente o que já nos habituou e, Fábio Coentrão, sem estar mal, alguns furos abaixo do seu melhor nível.

 

Grande jogo de William Carvalho que merecia o golo que a infelicidade lhe roubou, já perto do final. A patrulhar um meio-campo tão despovoado de colegas, não foi missão fácil.

 

Parece que Bruno Fernandes só sabe marcar golos de belo efeito,  e foi precisamente isso que fez aos 72', com um soberbo remate, para fechar o marcador.

 

 

Gostava de ter visto um pouco mais de Iuri Medeiros, mas também compreendo que lhe falta tempo de jogo. Com mais oportunidades, irá seguramente melhorar.

 

image.jpg

 

Um adepto muito especial hoje em Alvalade, que dispensa apresentação, entre os 42,400 presentes: Cristiano Ronaldo.

 

Jorge Jesus comenta a performance de Bruno Fernandes na conferência de imprensa pós-jogo:

 

«Fez um grande golo, mas não fez um grande jogo. Notou-se a ressaca do jogo na Grécia. Contra o Olympiacos correu 12 quilómetros. São coisas que as pessoas não sabem. Jogadores são humanos. Hoje notou-se falta de frescura física para pensar rápido, mas como tem poder de finalização como há poucos, conseguiu sacar uma jogada para fazer um grande golo. Mas nunca vai ser ele e mais 10. Garantidamente».

 

Comentando Cristiano Ronaldo, o jogo e o apoio dos adeptos:

 

«Tenho a certeza que Ronaldo ficou satisfeito porque é sportinguista desde menino e foi criado nesta coisa. O Sporting está com seis vitórias seguidas, é bom, mas estamos no início do campeonato. Estamos a tentar ultrapassar coisas que não se faziam muito no passado: ganhar seis jogos consecutivos. Mas temos de chegar à fasquia dos 50 mil adeptos, não só nos jogos com o Barcelona ou a Juventus. Queremos ter 50 mil sempre para dar cada vez mais confiança e força para atingirmos o objectivo que todos querem, que é o Sporting ser campeão.

O objectivo principal era a vitória. Depois de competições europeias as equipas ficam de ressaca. O Sporting, em termos criativos, não foi a equipa disponível que normalmente é, mas teve grande alma e coração, lutou, sabendo que as coisas não estavam fáceis porque o Tondela fecha bem os passes. Ganhámos com dois grandes golos de meia distância. Mas depois do 2-0, a equipa viveu o melhor momento. Podíamos ter feito mais um golo. É verdade que o Tondela fez-nos a vida difícil mas pouco criou nas situações ofensivas. Foi importante não sofrer golos, embora o mais importante seja ganhar. Vencer e não sofrer é ainda melhor».

 

publicado às 04:27

Cuidado Sporting !

Rui Gomes, em 16.09.17

 

image.jpg

 

O Tondela nunca perdeu em Alvalade, sendo, portanto, a única equipa que se pode gabar desse feito, embora também seja verdade que apenas visitou a "casa" leonina duas vezes - correspondente às suas duas presenças no campeonato superior (2015/16 e 2016/17) - mas em ambas as ocasiões conseguiu sair de lá com empates.

 

Eles acreditam que não há duas sem três... cuidado Sporting !

 

publicado às 11:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds